Tribulações

Cerca de 56 frases e pensamentos: Tribulações

ESTOU FELIZ

Há agora muita felicidade em meu coração!
Mesmo no meio de tantas tribulações,
Minha alma sorri.
Parece loucura,
Mas as coisas de Deus são assim mesmo inexplicáveis,
Transpõe o nosso entendimento e a nossa razão.
Deus age sempre,
Mesmo quando achamos que Ele está quietinho.
Que Ele está dando um tempo.
Mas, Deus não desvia o Seu olhar de nossas vidas,
Não permite que nada fora de seu consentimento nos aconteça.
Nos seus planos divinos e perfeitos,
Há um propósito para tudo.
Até nos detalhes que parecem insignificantes,
Deus trabalha
E transforma o nosso Espírito.
Como me transformou,
Como me transforma todos os dias.
E desde ontem estou com um sorriso fácil nos lábios,
É o transbordar do Espírito Santo em mim.
Jesus está aqui.
Ele sempre está aqui comigo.
E é tão bom saber disso,
E é tão bom sentir isso...

Germana Facundo

As nossas tribulações, são também os nossos aprendizados.

Dayse Sene

Mesmo com as frustações, mesmo com as tribulaçoes, mesmo que tudo se volte contra mim... Eu escolho te servir Meu Deus, eu escolho você Meu Deus
Eu te amo tanto meu Deus....

Camila Oliveira

RECEITA PARA SER FELIZ

Diariamente, de preferência ao acordar, durante alguns minutos, relaxe seu corpo totalmente. Afaste qualquer pensamento negativo. Imagine que está radiante de felicidade, podendo incluir neste pensamento coisas, pessoas, animais, locais. Em seguida, Imagine encontrando-se com Deus, na forma como entende que Ele seja, felizes, abraça-o, agradeça-lhe pela sua vida e pela benção e graça que lhe está concedendo.
Durante o decorrer do dia, a qualquer pensamento negativo, afaste-o, pense em felicidade, diga, em voz alta ou em pensamento: _ Eu sou feliz!
Seja uma pessoa caridosa, bondosa, pratique outras virtudes e nenhuma maldade.
Assim, a cada momento, vai adquirindo um pouco mais de felicidade. Obterá maravilhas. Deus deseja que sejamos felizes, ainda que passando por tribulações, as quais poderão, dessa forma, ser suportadas, reduzidas ou até mesmo cessadas.

Marcos Alves de Andrade

Aprendamos quão poucas razões nós temos, então, para ficarmos descontentes diante de tribulações exteriores e emergências! Como assim? Ficar descontente com aquilo que nos fará bem! Todas as coisas cooperam para o bem. Não há pecados aos quais o povo de Deus esteja mais sujeito do que a incredulidade e a impaciência. Eles estão sempre prontos, seja para desmaiarem em incredulidade, seja para se irritarem em impaciência. Quando os homens se enfurecem contra Deus por descontentamento ou impaciência, isso é um sinal de que eles não creem neste texto. Descontentamento é um pecado ingrato, porque todos nós temos mais misericórdias do que aflições; e é um pecado irracional, porque as aflições cooperam para o bem. Descontentamento é um pecado que nos leva a mais pecados. “Não te indignes para fazer o mal” (Sl 37.8, ARC). Aquele que se indigna estará pronto a fazer o mal: Jonas se indignou e, por isso mesmo, pecou (Jonas 4.9). O diabo abana as brasas da cólera e do descontentamento, e então aquece a si mesmo naquele fogo. Oh, que nós não venhamos a nutrir essa serpente abrasadora em nosso peito. Que este texto produza paciência em nós: “Todas as coisas cooperam para o bem daqueles que amam a Deus” (Rm 8.28). Devemos nós ficar descontentes com aquilo que coopera para o nosso bem? Se um amigo atirasse uma sacola de dinheiro no outro e, ao jogá-la, a sacola raspasse em sua cabeça, ele não ficaria muito incomodado, tendo em vista que por meio daquilo ele acabara de obter uma sacola de dinheiro! Assim também o Senhor pode nos ferir com aflições, mas isso é para nos enriquecer. Essas aflições produzem para nós um peso de glória, e nós ficaríamos descontentes?

Thomas Watson

A palavra contida na BÍBLIA traz o conforto necessário às tribulações do dia a dia.

_Neuza Coelho_

O seu sorriso me deu força pra continuar a viver essa vida cheia de tribulações!

Adriano Yan

Quando estamos no centro da vontade do Pai, as tribulações têm efeito positivo, porque nos ensinam a depender de seu precioso amor

Renato Collyer

As tribulações servem como aperfeiçoamento do caráter cristão.

Renato Collyer

As lutas e tribulações fazem parte da vida cristã do mesmo modo que as bênçãos divinas.

Renato Collyer

Tempestades,Tribulações,chuuvas tempestivas.Eu vou indo e vivendo.

Adriano Soares

"Convença-se do amor de Jesus, ai você verá como és feliz mesmo com as tribulaçoes."

Antonieta Sales

São Paulo é um exemplo de determinação e coragem, diante das tribulações:
“Estou cheio de consolação e transbordo de alegria, em todas as aflições.” (2Cor 7,4)
“Quem nos separará do amor de Cristo? Tribulação, angústia, perseguição, fome, nudez, perigo, espada? (...) Mas, em tudo isso, somos mais que vencedores, graças àquele que nos amou.” (Rm 8,35.37)

Dom Genival Saraiva

Quem dedica mais tempo ao cérebro do que à língua, enfrenta metade das tribulações vividas pelos que invertem essa ordem!

Reinaldo Ribeiro - O Poeta do Amor

Na vida cristã as tribulações teem um papel importante, é forjar o caráter de Cristo, e revelar o seu propósito que ele tem para você na terra.

pr daniel adans soares

Todos temos tribulações em nossa vida, porém, não somos pessoas tristes sempre, pois Deus esta conosco a todo momento.

ana paula

Antídoto Feito do Próprio Veneno

Quando a Bíblia fala em tribulações, especialmente no contexto do Novo Testamento, isto não se refere especificamente a problemas graves e sérios em relação às nossas condições de saúde física e às demais diversas áreas do nosso viver, como a sentimental, emocional e financeira, ainda que isto não seja excluído.
Todavia, a referência mais comum diz respeito às lutas espirituais contra os principados e potestades das trevas que tentam impedir a todo o custo a nossa consagração a Deus e a continuidade do nosso empenho na oração, no culto de adoração público, e em tudo o mais que lhe é devido.
O controle da intensidade e profundidade de todas as nossas tribulações está sob o cuidado de Deus, de modo que não sejamos atribulados além do que possamos suportar, como se afirma em I Cor 10.13, onde não somente isto é afirmado, como também que Deus proverá a força que necessitamos bem como o livramento destas tribulações no momento oportuno.
O apóstolo Paulo não pediu o espinho na carne que lhe fora enviado, e nem seria de se supor que ele o pedisse. E assim também nós, não devemos pedir tribulações, mas é certo que elas nos virão à medida da nossa necessidade, para o nosso benefício e aperfeiçoamento em maturidade espiritual, conforme isto se encontra controlado pelo Senhor.
Assim, nunca devemos ficar numa posição de permanente perplexidade e desânimo enquanto debaixo de aflições, uma vez conhecendo nós qual é o seu grande objetivo. Ao contrário devemos ter a firme convicção de que produzirão afinal em nós um bom fruto, e também devemos buscar ânimo e força em nosso Senhor Jesus Cristo, especialmente pela oração e meditação na Sua Palavra.
O pecado original trouxe a toda a humanidade a morte espiritual e um estado ruim da alma em desordens de todo o tipo que a tornam totalmente diferente daquela imagem e semelhança com Deus, que havia sido designada por Ele em seu conselho eterno.
E Deus, em sua infinita sabedoria, tem usado estas desordens que nos afligem para o nosso próprio bem, por extirpar de nós pelo processo da mortificação pelo Espírito Santo, todas as nossas paixões carnais, para o qual cooperam grandemente estas aflições que perturbam a alma, e que não permitem que ela fique acomodada na condição ruim e mortal em que entrou por causa do pecado.
Assim, nos é ordenado por Deus que o invoquemos no dia da angústia, com a sua promessa de nos livrar para que possamos glorificá-lo, Salmo 50.15.
Desta forma, as aflições cooperam para o propósito de orarmos incessantemente a Deus, porque até os nossos próprios pecados diários são para nós, um motivo de grande aflição.
O Senhor conhece perfeitamente a nossa indisposição natural para a oração, e por isso, em sua sabedoria e amor permite que sejamos aproximados dele por este meio que nos leva a buscar nele auxílio e socorro, a saber as tribulações.
Assim, Deus prepara o antídoto para a picada mortal do pecado, com o seu próprio veneno, uma vez que não vivemos, em razão do pecado, num mundo de perfeição de justiça, paz e amor.

Silvio Dutra

Fique bem...

Fique bem
Em meio às tribulações
E quando a paz vir
Você se sentirá calmo
Sem muito pesar.

Fique bem
Com seus pensamentos
Liberte-se do erro
Reconheça os medos
Que cercam seu coração.

Não são mulheres bonitas
Inteligentes ou vividas
Que tornarão a tua vida
Mais incrível do que já é.

Se um dia você perceber
O quanto eu te amei
(e ainda amo)
Espero que não seja tarde demais
Espero que nós dois estejamos vivos
Prá que eu possa te dizer
Apenas por um breve momento
Que das coisas mais valiosas
Que deixei para trás
A mais preciosa foi você.

Sei que nada mudaria
Não espero teu retorno
Aguardo em silêncio e oração
Porque entre os meus desejos
Mais intensos
Há o que persevera
Querendo que você
Fique bem.

Angela Natel

Eu sou uma sobrevivente. Desde muito nova, desde antes de nascer enfrentei inúmeras tribulações. Mais velha, pensei em desistir. Pensei sim, pensei mesmo, não me envergonho. Quantos não pensaram? E quantos ainda não pensam? Mas, de alguma forma, eu sobrevivi. Eu resisti, mesmo sem forças. Mesmo quando aparentemente o mundo não precisava de mim. Hoje ele precisa, porque eu sobrevivi. Hoje eu resgato uns poucos com minhas palavras, mas já fui vítima das palavras duras, dos pensamentos duros, dos sentimentos ainda mais duros de quem destrói por não ser inteiro. Eu fui vítima da palavra da moda, quando ainda ninguém se dava conta do que ela era, exatamente. Eu fui vítima do bullying. Fui vítima da mídia, fui vítima da sociedade, vítima de colegas, de “amigos”, e me tornei vítima de mim mesma. Como se eu merecesse tudo de ruim que as pessoas diziam, como se a moda estivesse certa em dizer que eu estava errada. Como se estar acima do peso (existe mesmo um peso certo?), como se ter um cabelo rebelde, como se ser tímida, ser protestante e ter propósitos de vida que, muitas vezes, vão de encontro com a sociedade autojulgada normal fosse anormal. Como se eu fosse digna de pena. Como se eu não tivesse motivos para acreditar em mim mesma, como se eu precisasse me moldar pra me encaixar. Ainda assim, eu sobrevivi. Sobrevivi porque ninguém é melhor do que eu. Sobrevivi porque não há um padrão a seguir. Sobrevivi porque me desnudei de toda a carcaça sobrecarregada da ignorância alheia. Porque aprendi que não há ninguém melhor do que eu mesma pra me amar, me entender e me aceitar. Sobrevivi porque quebrei os rótulos e, mais do que tudo, porque fiz questão de fugir do padrão. Fiz questão de ser eu mesma, original, única, em uma sociedade que só prega a tolerância à diferença na teoria. Resisti porque eu posso muito mais do que os julgadores são capazes de imaginar. Porque eu sim quero fazer a diferença. E graças a toda essa história, de alguma maneira, eu posso fazer diferença. Graças a toda dor eu entendi o quanto sou forte, mais do que aqueles que só apontam o dedo. Eu sobrevivi e descobri que até posso me abalar, mas não quebro.

Luana Camargo