Trechos de Livros Romanticos

Cerca de 1553 frases e pensamentos: Trechos de Livros Romanticos

O mal que podem fazer os maus livros só é corrigido pelos bons; os inconvenientes das luzes são evitados por luzes de um grau mais elevado.

Madame de Staël

Alguns livros são injustamente esquecidos; nenhum livro é injustamente lembrado.

Wystan Auden

F ale menos,
E scute mais,
L eia bons livros,
I mite boas ações,
C ultive o otimismo,
I lumine a escuridão,
D eseje o bem para todos,
A legre-se com o êxito dos outros,
D ê o melhor de si e
E vite os excessos.

Desconhecido

Quanto mais se chega perto do sonho, mais a Lenda Pessoal vai se tornando a verdadeira razão de viver.
De O Alquimista
Poucos aceitam o fardo da própria vitória; a maioria desiste dos sonhos quando eles se tornam possíveis.
De O Diário de um Mago
Conhecimento sem transformação não é sabedoria.
De Brida
O Bem e o Mal têm a mesma face; tudo depende apenas da época em que cruzam o caminho de cada ser humano.
De O Demônio e a Srta. Prym
A única chance que uma tragédia nos dá: a de reconstruir nossa vida.
De O Monte Cinco
Deus deu a seus filhos o maior de todos os dons: a capacidade de escolher e decidir os seus atos.
De O Monte Cinco
A fé é uma conquista difícil, que exige combates diários para ser mantida.
De As Valkírias
Não queira ser bravo, quando basta ser inteligente.
De O Diário de um Mago
No amor, corpo e alma caminham juntos.
De Onze Minutos
Quem já perdeu alguma coisa que tinha como garantida, termina por aprender que nada lhe pertence.
De Onze Minutos
Eu não sou um corpo que tem uma alma, sou uma alma que tem uma parte visível chamada corpo.
De Onze Minutos
O sexo é a arte de controlar o descontrole.
De Onze Minutos

Paulo Coelho

Não me importo com padrões. Os princípios da normalidade são estabelecidos por homens anormais, capitalistas, corrompidos e inconstantes.

Diego Bruno - (trechos do livro Palavras de Sabedoria)

Mas, afinal, será que é covardia reconhecer o medo?

A menina que roubava livros

"O que uma pessoa diz e o que acontece costumam ser duas coisas diferentes.

A menina que roubava livros

Apesar da ameaça. Sou só garganta.. Não sou violenta. Não sou maldosa. Sou só um resultado.

A menina que roubava livros

EIS UM PEQUENO FATO
Você vai morrer.

Com absoluta sinceridade, tento ser otimista a respeito de todo esse assunto, embora a maioria das pessoas sinta-se impedida de acreditar em mim, sejam quais forem meus protestos. Por favor, confie em mim. Decididamente, eu sei ser animada, sei ser amável. Agradável. Afável. E esses são apenas os As. Só não me peça para ser simpática. Simpatia não tem nada a ver comigo.

REAÇÃO AO FATO SUPRACITADO
Isso preocupa você?
Insisto - não tenha medo.
Sou tudo, menos injusta.

- É claro, uma apresentação.
Um começo.
Onde estão meus bons modos?
Eu poderia me apresentar apropriadamente, mas, na verdade, isso não é necessário. Você me conhecerá o suficiente e bem depressa, dependendo de uma gama diversificada de variáveis. Basta dizer que, em algum ponto do tempo, eu me erguerei sobre você, com toda a cordialidade possível. Sua alma estará em meus braços. Haverá uma cor pousada em meu ombro. E levarei você embora gentilmente.

A menina que roubava livros

*Hans fazendo um desenho da filha* "Pai, eu não tenho olhos" "Com um sorriso desses, você não precisa de olhos."

A menina que roubava livros

Em algum lugar, em toda aquela neve, ela via seu coração partido em dois pedaços. Cada metade luzia e pulsava sob a imensa branquidão.

A menina que roubava livros

Dizem que a guerra é a melhor amiga da morte, mas devo oferecer-lhe um ponto de vista diferente a esse respeito. Para mim, a guerra é como aquele novo chefe que espera o impossível. Olha por cima do ombro da gente e repete sem parar a mesma coisa: "apronte logo isso, apronte logo isso." E aí a gente aumenta o trabalho. Faz o que tem que ser feito. Mas o chefe não agradece. Pede mais.

A menina que roubava livros

Mesmo assim, é possível que você pergunte: por que é mesmo que ela precisa de férias? De que precisa se distrair?
O que traz à minha coleção o seguinte:
São os humanos que sobram.
Os sobreviventes.
É para eles que não suporto olhar, embora ainda falhe em muitas ocasiões. Procuro deliberadamente as cores para tirá-los da cabeça, mas, vez por outra, sou testemunha dos que ficam para trás, desintegrando-se nos quebra-cabeça do reconhecimento, do desespero e da surpresa. Eles tem corações vazados. Tem pulmões esgotados.

A menina que roubava livros

"Não resmungou nem gemeu nem bateu com os pés. Simplesmente engoliu a decepção e optou por um riso calculado - um presente dela para si mesma."

A menina que roubava livros

A pergunta é: qual será a cor de tudo nesse momento em que eu chegar para buscar você? Que dirá o céu?

A menina que roubava livros

Homens românticos são raros e, ironicamente, a maioria das mulheres não sabem valorizá-los.

Fábio Lima

"Mergulhe em meu corpo e descubra meus segredos mais profundos,
no roçar dos teus lábios tocando-me, aflorando meu ser."

—By Coelhinha

(Abnizia) By Coelhinha