Textos sobre Irmão

Cerca de 198 textos sobre Irmão

Amigo não é só pessoa,
É sentimento,
É carinho,
É confiança...
Irmão não é só de sangue,
É de coação,
É por amizade, carinho, amor...
Amizade se constrói com lealdade,
Com carinho, confiança, união de sentimentos.
Irmão se constrói com amizade,
Com o querer bem ao outro como a si mesmo.

Layanne Kelly L.C.Rêgo

Deixe que o Irmão Vento leve de ti somente as pétalas de paz, luz e amor existentes em sua alma. Rogue que esta brisa, leve e agradável, acaricie cada coração existente neste Universo, secando para sempre as lágrimas caídas dos olhares entristecidos. Enquanto às pétalas secas, regue-as com esperança, para que um dia possam nascer novamente.
E quando tu, meu irmão, receber as sementes de amor que o Vento trouxer, semeias com mais amor ainda, e permita que o Vento leve em suas viagens outras sementes, para que um dia possamos, enfim, colher a Paz!

Wesley De Sousa Gonçalez

Ok, o que é ter um irmão?
Ter um irmão não é compartilhar em seu DNA genes parecidos ou compatíveis. Não é nascer da mesma mãe e nem ter o mesmo pai. Não é simplesmente chamar de irmão, não é simplesmente cuidar, não é simplesmente ter que aturar como só um irmão consegue. Ter um irmão não é bater, nem xingar, nem apesar de todas as desavenças aplaudir de pé sua apresentação dos Saltimbancos no colégio. Ter um irmão não é pegar no colo pra se fazer de forte, não é encher o saco, roubar a comida e nem derramar o refrigerante. Ter um irmão não é sair pra passear no shopping, visitar o papai Noel, rir da cara dos outros, derramar pipoca no cinema e nem ver filmes de terror para assustar quando o outro dorme.
Ter um irmão é fazer com que a alma compareça em seu estado mais limpo, puro, suave, verdadeiro, aconchegante, amoroso e bom quando sente-se o cheiro do perfume. Ter um irmão é encontrar outra alma que te compreende pelo olhar, é saber que aquela alma te faz bem só por existir. É confiar, contar segredos, esquecer todos eles e enterra-los junto a todos os problemas. É, também, colocar a cabeça no travesseiro e rezar pra que ele fique em paz, pra que os anjos o guardem quando não puder estar por perto o dia todo. Ter um irmão é ter um amigo. Ter um amigo é ter um irmão. Ter um conhecido é existir, e saber que sua presença é notada pela sociedade. Ter um irmão é saber perdoar, é não abandonar, é proteger e defender contra o mal. Ter um irmão é só pra quem merece, é só pra quem sabe, é só pra quem deve.
Ter um irmão não precisa ver nascer, nem ser mais velho ou mais novo, só precisa ter. precisa existir, não precisa comparecer, mas precisa amar, precisa sentir, precisa precisar. Ter um irmão é ter carinho, ternura e ser gente. Ter um irmão é responsabilidade, e só quem ama entende.

Yasmim Moura

MEMÓRIAS DE UM NATAL PASSADO

Quando era criança, na noite de Natal, eu e o meu irmão partia-mos nozes e avelãs no chão de cimento da cozinha, à luz do candeeiro, enquanto a minha mãe se ocupava das coisas que as mães fazem.
Depois, quando o meu pai chegava, jantava-mos como sempre e seguia-se, propriamente, a cerimónia de Natal. Naquela noite o meu pai trazia um bolo-rei e uma garrafa de vinho do Porto.
Sentados à mesa, abria-se a garrafa de vinho do porto e partia-se o bolo em fatias. O meu irmão e eu disputava-mos o brinde do bolo-rei comendo o mais rápido possível na expectativa de nos calhar em sorte não a fava, mas sim o almejado brinde!
Eu não gostava daquele bolo, mas naquele tempo a gente “não sabia o que era gostar”, como dizia a minha mãe quando nos punha o prato á frente. Assim acostumada, engolia rapidamente as fatias para não sentir o sabor e ser a primeira a encontrar o brinde.
O meu pai, deleitava-se com o copito de vinho do Porto e observava calado as nossas criancices.
Depois, vencedor e derrotado continuavam felizes, na expectativa da verdadeira magia do Natal. Púnhamos o nosso sapato na chaminé, (eu punha a bota de borracha, que era maior), para que, á meia-noite o menino Jesus pusesse a prenda.
Íamos para a cama excitados, mas queríamos dormir para o tempo passar depressa e ser logo de manhã. Mal o sol nascia, corria-mos direitos ao sapatinho para ver o que o menino Jesus tinha la deixado.
Lembro-me de chegar junto á chaminé e encontrar o maior chocolate que alguma vez tivera visto ou ousara imaginar existir. O meu irmão, quatro anos mais velho, explicou-me que era de Espanha, que era uma terra muito longe onde havia dessas coisas que não havia cá.
O mano é que sabia tudo e, por isso, satisfeita com a resposta e ainda mais com o presente, levei o dia todo para conseguir comê-lo a saborear cada pedacinho devagar!
Depois, não me lembro quando, o meu irmão contou-me que não era o menino Jesus que punha a prenda no sapatinho, mas sim o nosso pai. Eu não acreditei e fui perguntar-lhe.
O meu pai, que gostava ainda mais daquilo do que nos, respondeu de imediato que não, que era mentira do meu irmão, que ele sabia lá, pois se estava a dormir…
Com a pulga atras da orelha, no Natal seguinte decidi ficar de vigília, para ver se apanhava o meu pai em flagrante, ou via o Menino. Mas os olhos pesavam e, contra minha vontade e sem dar por isso, adormecia sempre e nunca chegava a apurar a verdade.
Na idade dos porquês, havia outro mistério á volta da prenda de natal. É que eu ouvia dizer aos miúdos la da rua, que eram todos os que eu conhecia no mundo, que lhes mandavam escrever uma carta ao menino Jesus a pedir o que queriam receber. Maravilhada com tal perspetiva, apressei-me a aprender a ler e a escrever com a D. Adelina, que era uma senhora que tomava conta da gente quando a nossa mãe tinha que ir trabalhar e que tinha a 4ª classe, por isso era muito respeitada sobre os assuntos da escrita e das contas.
Antes de entrar para a escola primária já sabia ler e escrever mas isso não era suficiente.
Faltava ainda arranjar maneira de fazer chegar a carta ao seu destino. Para mim, aquilo não resultou: da lista de brinquedos que eu conhecia, não estava nenhum no meu sapato.
Questionada, a minha mãe, que tinha ficado encarregue de dar a carta ao Sr. Carteiro, disse-me que o menino Jesus só dava prendas boas aos meninos que se portavam bem. Mas eu já era uma menina crescida, já tinha entrado para a escola primária (em 1974) e sabia que os que recebiam brinquedos eram diferentes de mim noutras coisas também.
E foi então que, depois de ler a carta dos Direitos da Criança que estava afixada na porta da sala de aula, soube de tudo. Senti-me triste, zangada e confusa: Porque é que escreviam coisas certas e as deixavam ser erradas? Eles eram grandes, podiam fazer tudo! Se estava escrito ali na porta da escola era porque era verdade e importante, igual para todas as crianças como dizia na Carta. Que tínhamos direito a um pai e uma mãe lembro-me. A partir dali todas as coisas que a que a criança tinha direito, eu não tinha, e isso eram por culpa de alguém. Experimentei pela primeira vez um sentimento que hoje sei chamar-se injustiça.
Tranquilizei-me com o pensamento de que um dia viria alguém importante e faria com que tudo aquilo se cumprisse. E eu aí esperar. Era criança, tinha muito tempo: nascera a minha consciência cívica.
Compreendi que os adultos diziam as coisas que deviam ser, mas não eram como eles diziam. Nesta compreensão confusa do mundo escrevi nesse primeiro ano na escola a minha carta ao menino Jesus e deixei-a eu mesma no sapatinho. Era um bilhete maior que o sapato e dizia assim:

“Menino Jesus
Obrigada pela prenda.
Vou pensar em ti todas as noites mesmo depois do natal passar e espero por ti no natal que vem. Gosto muito de ti.
Adeus.”
E rezei a Deus que, houvesse ou não menino Jesus para por a prenda no sapatinho, me trouxesse todas as noites o meu pai para casa.




Nisa


Setúbal, 29 de Novembro de 2012

Dionísia Cesário

Caminhada da Vida

É por isso que te digo irmão;se mostre
Se você não tem coragem;não devia estar aqui!
A vida nesse mundo é uma passagem,caminhada longa e sem destino,
As vezes parece que nem tem fim!
Você não pediu pra nascer;mais ta aqui.E pense,você não está sozinho nessa...
A final Os morto também não queria morrer!

Só de Pensar

Ter um irmão é ter, pra sempre, um amigo, lembranças boas e ruins,diferenças não muito compreendida,estas diferenças que acaba quando se lembra com segurança que em outro coração você é eterno amado e respeitado.
Muito difícil explicar, escrever, descrever ou falar boa sorte na sua jornada .EU TE AMO!

Amilton Honório Apolonio

O amor de Irmão é um dos sentimentos mais puro , o amor de irmao é aquelas brigas por fazer bagunça no quarto da irmã , por dizer que ele (a) é um chato que queria ser filho unico , mas na verdade nos amamos muito , nao dizendo pra ele (a) mas as vezes implicando um com o outro esse é o amor fraterno que vai sempre os unir pelo resto de suas vidas , e quando crescerem provavelmente sentiram saudades dos velhos momentos dos anos dias que eram felizes , mas que se foram com o tempo , como dizia meu irmao , Toani por incrivel que pareça você faz parte dessa familia e sem você ela esta imcompleta , nao saberia viver sem você te amamos muito sua ''Chatinha'' o irmaozao esta sentindo falta de Implicar com você ''Por incrivel que pareça''
Essa foi as palavras dele em uma carta que eu recebi quando fui para um encontro da Igreja ( Catolica) #JoamParoquial

Entao ame seus irmaos como nunca , quando forem adultos talvez nao teram tempo para demostrar , saudades vai bater em vossos coraçoes !

Toanilemos

Eis que vi seu irmão, na frente de sua casa, parecia você, sua altura, seus gestos...
Estava com sua namorada, trocando ternuras, e gestos...

Ao perguntar de você, ele se virou.
Era você!!!

Não vou chorar,
Meus pés não se mexem,
Quem plantou os meus pés?

Preciso ir,
Perdi desta vez, você já me trocou.
Nossos momentos, se foram...
Nada mais restou...

Com fôlego preso, um nó na garganta...
Olhar cabisbaixo, consegui andar...

Tão poucos passos, o corpo já prestes a cair...
O pranto veio como tempestade.

O som da dor, ecoou pelo quarteirão !!!
Tão forte dor, até as árvores tremeram...
O ar que entrava, a dor que ecoava...

Correndo aos prantos,
Uma árvore me abraçou...
O vento me acariciou...

Banhada em lágrimas,
Uma imagem desconfigurada,
Uma dor sublime,
Prova de um amor ingênuo,

A foice, feriu o bálsamo,
E deixou no ar, o perfume de um amor ferido.

Roberta Gomes Mola

Meu irmão (ã), existe um ditado que diz: "se conselho fosse bom, não se dava; se vendia".
A Escrituras diz o contrário: "...na multidão de conselhos há sabedoria..."
Então, segue esse conselho, viu.
Quando você for comentar qualquer postagem aqui no Facebook, ou seja lá onde for, leia com atenção o assunto postado, e se vc for comentar, ou dar sua opinião etc... LIMITE-SE a comentar, opnar, apenas o que está POSTADO.
NÃO leve o seu comentário e/ou a sua opinião, para o "pessoal", desviando o assunto para ATAQUES, OFENSAS e DESABAFOS.
Seja inteligente. Você pode está (através desses "ataques", ofensas e desabafos) se declarando um invejoso (a), frustrado (a), ou simplesmente uma pessoa desequilibrada.
É ridículo isso!

MGT

A VIDA

A vida se torna feliz quando a gente ama um irmão.
A vida se torna mais bela se dermos o perdão.
A vida se torna humilde quando repartimos o pão, quando sofrer do amigo faz doer o coração.
A vida se torna suprema quando repartimos o pão e temos a alegria ao estender a nossa mão.
A vida é mais bonita se vivermos em comunhão.
O mundo será mais feliz se houver mais união.
(fev/91)

Lia Andrade

Por ti falo. E ninguém sabe. Mas eu digo
meu irmão minha amêndoa meu amigo
meu tropel de ternura minha casa
meu jardim de carência minha asa.

Por ti morro e ninguém pensa. Mas eu sigo
um caminho de nardos empestados
uma intensa e terrífica ternura
rodeado de cardos por muitíssimos lados.

José Carlos Ary dos Santos

QUEM SOU EU?

Quem sou eu?
Sei lá!
Sou filho do mundo
Sou pai do que tenho
Irmão das estrelas
Sobrinho do mar

De espinhas na testa
Cabeça mudada
De língua enjoada...
...Isso eu posso afirmar!

Amor pra quem me gosta
Demônio pra quem me odeia
Com sangue vermelho na veia
Que ama tudo e qualquer lugar

Que se alegra com a alegria dos outros
Que sorri com a desgraça
Afinal... Se dizem que o mundo é bonito
Para que ter essa cara sem-graça?

Eu sou um
Eu sou dois
Carlos, Francisco, Davi
Sou quem eu sou
E o que dizem por aí!

Sou tijolo
Argamassa
Caçador que não caça
Sou cara ou coroa
Uma contradição!
Sem escudo nem carcaça

Sou vento
Sou brisa
Sou soco
Sou tapa...
...Se bem que tapa sou eu quem leva!

Sou a guerra
Sou a paz
Aquela que o mundo de antes tinha
Tantos sonhos
Já tenho bigode!
O que faço se a vida é minha?

Leonardo Gazzoni

Eu sou calango do cerrado meu irmão vou te dizer,
Aqui morrer é fácil, difícil é viver.
Com tanta corrupção, no planalto central,
O presidente ta lá fora, o povo aqui ta mal.
Precisando de ajuda pra poder sobreviver,
Crianças passando frio sem ter o que comer.
Mas não posso fazer nada, somente lamentar,
Toda essa banalidade que é ruim de aturar.
Mas se eu pudesse mudar alguma coisa no país,
Com certeza meu povo seria um pouco mais feliz.
Como é dura a realidade, que temos que enfrentar,
Meu irmão cabeça erguida, não podemos parar.
Mas tem uma solução pra isso não continuar,
Paz e proteção eu vou pedir pra Jah!

Kuase Nada

Hino ao Messias e Irmão Nosso IHVS ( יהושע ) ( IAHOVSHUA ) ( IAOSHUA ) ( IAO-CHUA ) e ao Pai Nosso Espiritual IHVH ( יהוה ) ( IAHOVEH ) ( IAOE ) ( IAO-É )


Eu acredito com esperança e amor

em nosso Salvador IHVS ( יהושע ) ( IAHOVSHUA ) ( IAOSHUA ) ( IAO-CHUA ) ,

o Messias e irmão nosso,

e o primeiro filho do pai nosso espiritual

IHVH ( יהוה ) ( IAHOVEH ) ( IAOE ) ( IAO-É ) dos exércitos (das forças),

o altíssimo,

sobre toda existência,

que está nos céus (infinitos).

Desde sempre e para sempre é o nosso criador,

dos céus (infinitos) e do universo debaixo do céu (infinito),

eu acredito com amor,

bendito é IHVH ( יהוה ) ( IAHOVEH ) ( IAOE ) ( IAO-É ) dos exércitos (das forças),

o altíssimo,

sobre toda existência,

que está nos céus (infinitos).

Gileno Correia dos Santos

"Em todo o tempo ama o amigo e para a hora da angústia nasce o irmão."
Existem amigos verdadeiros, pessoas que são colocadas por Deus em nossa vida para nos dar suporte, nos ajudar em momentos difíceis, nos abraçar e estender as mãos nas horas em que tudo parece dar errado.
Somos convidados todos os dias a fazer parte da vida daqueles que estão ao nosso lado, e o fazer parte significa participar de suas dores e aflições também.

Lenildo Silva

???

Porque os homens se agridem?
Será que somos irmão?
Será que acreditamos
Na nossa filiação?
Ou será que seremos como Pilatos
Sempre lavando as mãos?

Porque os problemas dos outros
Pra n´s não tem importância?
Porque para a caridade
É tão grande a importância?
Porque entre dizer e fazer
Há uma grande distância?

Porque pegamos o amor
E praticamos a guerra?
Porque queremos o céu
Sem tirar os pés da terra?
Porque sabemos o certo
Quando todo mundo erra?

Porque será que nos vícios
O homem busca a fuga?
Porque será que no pobre
O rico as mãos enxuga?
Porque para uns é seca
E para outros é só chuva?

Porque na vida de uns
É de eterna ventura
Enquanto outros coitados
Só obtém desventuras?
Porque uns esbanjam beleza
Outros morrem de feiura?

A semeadura é livre
Quem planta tem que colher
Assim é a lei divina
E assim haverá de ser
O seu céu ou seu inferno
O construtor é você.

Ivanaldo Bernardo da Silva

Crescendo & aprendendo
Um homem ou um adolescente ?!
Podemos de chamar de tudo (irmão , amigo , herói , segurança , marido , amante ) mais vc vai continuar sendo a mesma coisa pra mim e para todos . Aquele que nos diverte nos piores momentos corpo de homem mente de adolescente ...Tantas brigas , discussão e choro hoje completando 20 aninhos , poxa vida meu nego cresceu rápido ontem um menino e hoje um homem completo de realizações !!!
Poderia ficar tempo falando de você mais não vou falar porque pessoa iguais ah vc n tem palavras que defini-o só o coração pode dizer !!!

> <
Feliz aniversário mano *-*

Vick De Medeiros

Tem gente até que diz em solidariedade que se pudesse para não ver uma mãe, amigo, irmão,.. o que for, sentir dor, se apoderava de um pedaço da lástima para si próprio,... Mal sabem eles que a dor pode ser tanta que o mero corpo só serve de armadura fraca.

A dor física não mata, porém, a do coração, dilacera.

Amanda Lemos

"Todos falam mal do Sistema... Mas que Sistema é esse?"
- Meu irmão, olha em volta. Olha todas essas pessoas caminhando pelas mesmas ruas todos os dias, suando e se cansando durante o mesmo período de horas sempre, recebendo todo mês o salário medíocre que lhes é "pago" (porque maior parte dele vai para os impostos). Agora se pergunte... A moeda sai "do bolso" do Sistema pra vir pro nosso, mas ela volta em imediatos 15 dias, quando a conta de luz, água, telefone, gás, IPTU, IPVA começam a chegar. "Carro é um luxo humano." É isso o que eles dizem? Então pra quê tantas limousines? A gente já tem que enfrentar um trânsito enorme pra chegar no trabalho, ou uma fila enorme no hospital público (porque nem a um particular a gente tem direito), e ainda tem que pagar pra chegar nesse destino?
Eles vivem dizendo que todos nós temos direitos... Sim, temos. Mas cadê o cumprimento deles? Estão todos ali, ó, naquele separador social que chamam de Lei.
Brother, olha aquelas pessoas disputando quem tem a roupa mais bonita, o celular mais tecnológico, o corpo maior... Olha aquelas crianças que já sabem coisas que eu não sabia nem metade quando tinha idade delas. Olhe toda a sociedade, todo movimento, todo mecanismo.
"Sim, estou olhando..."
- Então me diz você: que Sistema é esse?

Carol Gray

" Demonstrar sempre pelo nosso próximo compaixão, é sempre nos lembrarmos que somos todos irmãos.
Não importa o que possa nos separar...
Classe social, religião ou seja o que, algum preconceito possa do outro nos afastar.
Um gesto de compaixão, sempre nos despertará um desejo maior do outro acolher e amar...
Compaixão é o complemento do amor.
Como toda caridade, que sempre inicia no nosso amoroso coração; como um laço eterno de união."

Raquel Free