Textos sobre a Mulher

Cerca de 3330 textos sobre a Mulher

Homem adora colocar a culpa no açúcar quando não consegue o que quer, incrível. A mulher não ta afim? É doce. Deve ser difícil aceitar que a mulher não ta na sua mão o tanto que você disse pros amigos que ela tava. Esse desespero em querer estar sempre por cima, chega a ser hilário, quase um complexo de inferioridade embutido no machismo. Se você some uma semana, eu to no meu direito de não querer mais te atender. E não, não é doce, não é birra, não é imaturidade, eu só não to afim. Fiquei afim de outro, demorou demais. Fiquei afim de mim, minha fase, meu momento. Se você teve o seu e não aproveitou, supera. Mas chega de ficar enchendo a mulher de açúcar só porque agora é você quem ta sem sal.

Tati Bernardi

Todas as mulheres são princesas, só esqueceram de contar a algumas delas. Todos os homens são sapos e cônscios disso. Alguns sapos beijados por princesas viram príncipes, outros viram para o lado e dormem. Da mesma forma, alguns príncipes beijados por princesas viram reis, outros, sapos. Mas, no fundo (da lagoa) todo sapo sonha receber um beijo de princesa.

Jefferson Luiz Maleski

Os tais homens cachorros tem certa sorte; sempre tem aquelas mulheres de coração mole que ainda os adotam. No começo sentem peninha, depois ficam apegadas, e começam a ter um certo afeto. Mas sabe, no fundo, elas sempre vão saber que é só mais um vira-lata, e que igual a ele tem mais umonte andando ai pela esquina. Mas atenção com aquelas que não tem coração mole e sequer sentem peninha. Portanto, aos cachorros de plantão, cuidado. Na minha mão o destino é certo: virar sabão.

Kathlen Heloise Pfiffer

Quero ouvir música rouca, ver rostos, a escova contra corpos. Mulheres bonitas e homens bonitos despertam desejos ferozes em mim. Eu quero dançar, quero drogas, quero conhecer pessoas perversas, ser íntima com eles. Eu nunca olho para o rosto ingênuo. Quero morder a vida, para ser rasgada por ele - Estou indo para o inferno, para o inferno, para o inferno - selvagem, selvagem, selvagem.

Anaïs Nin

Claro que eu agradeço por ter nascido homem, muito menos pressão. A pressão sobre as mulheres é muito maior. Se foca na carreira, é carreirista, se quer ser mãe, é dondoca. Se busca o equilibrio, os dois lados censuram.Uma mulher com 30 anos sem filhos é vista com comiseração. Um homem, acham que ainda está amadurecendo. Por isto eu admiro, a mulher.

Guto Graça

Mulheres sao assim depressivas, pois transformas simples vontades em necessidades vitais e diante de uma transitoria impossibilidade, distorcem as sensaçoes até torna-las insuportaveis.Uma especie de tpm zodiacal, algo meio fisico, metafisico, energetico, quem sabe bioquimico, com certeza, que lhes ataca as ideias ,enloquecendo-as. E por alguns segundos, ela pensam em se jogar na frente de uma kombi que esta vindo

Fernada young

Sabe porque homens gostam de mulheres poderosas ? porque elas tem amor próprio , não ficam abrindo as pernas pra qualquer um , que são independentes , e dominam tudo , eles estão cansados dessas vadias interesseiras . Então para de ficar falando que homem é tudo igual , e se mostre atitudes e não mesmice.

IceGirls

Mulheres, não caiam nessa de que vocês devem se casar com um cara só porque ele dá pause no vídeogame para responder sua sms. Um homem a altura para que você se case deve fazer muito mais. Deve dizer que te ama a toda hora, te mandar mensagens até lotar a caixa de entrada do seu celular, te presentear não com coisas caras, mas com algo que ele saiba que você goste. Um cara que realmente conheça os seus gostos, seus defeitos e qualidades, um cara que já tenha te visto com cara de bolo de festa da semana passada quando você acorda de TPM e mesmo assim diga que está linda. Um cara que te apresente para os amigos, que diga o quão maravilhosa você é para a mãe dele, um cara que te trate como uma verdadeira mulher. E que te faça se sentir bem. Um homem… Um homem que a ame acima de tudo. Não que dê pause no vídeogame para responder uma sms.

Carolina Bensino

Só serei verdadeiramente livre quando todos os seres humanos que me cercam, homens e mulheres, forem igualmente livres, de modo que quanto mais numerosos forem os homens livres que me rodeiam e quanto mais profunda e maior for a sua liberdade, tanto mais vasta, mais profunda e maior será a minha liberdade.

Bakunin

Embora sonhem com eles, as mulheres não gostam de homens muito cordatos, delicados e solícitos. Como amigos sim, mas não como homens. O problema é que essas características, segundo o machismo de nossa cultura, pertencem exclusivamente às mulheres, e elas, quando voltarem a ser essencialmente elas, cansadas de pagar o preço de sua revolução social, certamente reclamarão de volta essas qualidades. Sendo assim, será bem mais fácil consegui-las se não estiverem ocupadas.

Demétrio Sena - Magé-RJ.

"Certo dia parei para observar as mulheres.. e só pude concluir uma coisa: elas não são humanas. Já viram como as mulheres conversam com os olhos? Elas conseguem pedir uma a outra para mudar de assunto com apenas um olhar. Elas fazem um comentário sarcástico com outro olhar. E apontam uma terceira pessoa com outro olhar. Quantos tipos de olhar existem… elas conhecem todos. Parece que frequentam escolas diferentes das que frequentam os homens. E é com um desses milhões de olhares que elas enfeitiçam os homens… En-fei-ti-çam!"

Luis Fernando Verrisimo

‎Fico perplexa com o fato de as mulheres hoje em dia chorarem tão pouco e, quando o fazem procuram justificativas. Fico preocupada quando a vergonha ou desabito começam a eliminar uma função natural. Ser uma árvore florida e estar cheia de seiva é essencial, se não você pode se quebrar. Chorar faz bem, e é certo. Chorar não cura o dilema, mas permite que o processo continue em vez de entrar em colapso.

Clarissa Pinkola Estés

As mulheres sempre me falam: quero um homem que me dê carinho que me dê atenção que seja romântico que me faça feliz, mais se nos pararmos para ver nem sempre é assim porque elas preferem aqueles homens bonitos que tenham um corpo sarado mais que nem sempre são românticos, carinhosos, atenciosos e não fazem elas felizes já os feios nunca tem uma chance de demonstrar o contrario...

Éric lobo

Há uma categoria de homens e mulheres jovens e fortes que querem dar a própria vida por algo.A propaganda faz essas pessoas irem atrás de carros e roupas de que elas não precisam.Gerações têm trabalhado em empregos que odeiam para poder comprar coisas de que realmente não precisam.-Não temos uma grande guerra em nossa geração ou uma grande depressão,mas na verdade temos,sim,é uma grande guerra de espirito.Temos uma grande revolução contra a cultura.A grande depressão é a nossa vida.Temos uma depressão espiritual.

Chuck Palahniuk

A vocês mulheres o meu singelo e humilde elogiou, vocês cada uma com seu toque seu charme sua beleza angelical, vocês únicas donas de sorrisos encantadores a mais bela criação já feita por Deus. Sei que de certa forma nos homens relutamos e até negamos mais no final das contas amamos vocês...Digo e repito em alto e bom tom AMAMOS VOCÊS.

Rogélio Borges

Eu não sou igual as outras mulheres que você conhece, então não me trate igual, como se eu fosse uma mercadoria. Eu não quero saber se você tem carro, desde que a falta dele não seja empecilho e desculpa para não me ver. Eu não me iludo com isso, se eu achar que nós dois podemos dar certo, eu ando de mãos dadas e a pé, junto com você. Carro só impressiona mulher fútil que se preocupa com as aparências. Eu to mais interessada em saber quem você é, e não o que você tem. Eu não quero saber se você tem dinheiro, se a sua conta bancária é recheada, desde que você seja um homem trabalhador e honesto. Eu não me iludo com presentes caros, eu não estou à venda. Dinheiro só impressiona mulher pobre de caráter, que quer subir na vida da maneira mais fácil. Eu tenho força, tenho garra e se você quiser, a gente constrói o que é nosso juntos. Eu não sou um corpo a procura de outro corpo qualquer, eu tenho sentimentos. O cara pra ficar comigo não precisa ter carro, grana, status. Pra ficar ao meu lado basta gostar de mim, me aceitar como eu sou, querer ficar ao meu lado sem pensar em ir embora um dia. Eu não sou igual as outras, não precisa ter medo, eu só vou me aproximar de você se eu realmente gostar de você, do que você é, sem máscaras, sem farsas, sem mentiras e sem nenhuma outra intenção. Meus olhos não brilham para a futilidade. Eu não quero carro se não tiver amor, eu não quero dinheiro se não tiver respeito. Eu to mais interessada no bem que você pode me fazer, do que em bens materiais. Eu não me importo e nem me iludo com isso, porque se um dia tudo acabar eu não vou ficar com carro e nem com dinheiro, mas eu vou ter pra sempre as lembranças dos momentos bons que podemos passar juntos.

Amanda Sanches

Conta a lenda que certa mulher pobre com uma criança no colo, passou diante de uma caverna e escutou uma voz misteriosa que lá dentro lhe dizia :
" Entre e apanhe tudo o que você desejar, mas não se esqueça do principal. Lembre-se, porém, de uma coisa : Depois que você sair, a porta se fechara para sempre. Portanto, aproveite a oportunidade, mas não se esqueça do principal..."
A mulher entrou na caverna e encontrou muitas riquezas. Fascinada pelo ouro e pelas jóias, colocou a criança no chão e começou a juntar, ansiosamente, tudo o que podia no seu avental. A voz misteriosa falou novamente: "Você agora, só tem oito minutos."
Esgotados os oito minutos, a mulher carregada de ouro e pedras preciosas, correu para fora da caverna e a porta se fechou... Lembrou-se, então, que a criança lá ficara e a porta estava fechada para sempre ! A riqueza durou pouco e o desespero, sempre...
O mesmo acontece, por vezes, conosco. Temos uns oitenta anos para viver neste mundo, e uma voz sempre nos adverte: "Não se esqueça do principal!" E o principal são os valores espirituais, a vida, as amizades, o amor !!! Mas a ganância, a riqueza, os prazeres materiais nos fascinam tanto que o principal vai ficando sempre de lado...
Assim, esgotamos o nosso tempo aqui, e deixamos de lado o essencial: "Os tesouros da alma!" Que jamais nos esqueçamos que a vida, neste mundo, passa breve e que a morte chega de inesperado. E quando a porta desta vida se fechar para nós, de nada valerão as lamentações.

Desconhecido

RONDÓ DE MULHER SÓ

Estou só, quer dizer, tenho ódio ao amor que terei pelo desconhecido que está a caminho, um homem cujo rosto e cuja voz desconheço.

Sempre estive duramente acorrentada a essa fatalidade, amor. Muito antes que o homem surja em nossa vida, sentimos fisicamente que somos servas de uma doação infinita de corpo e alma.

O homem é apenas o copo que recebe o nosso veneno, o nosso conteúdo de amor. Não é por isso que o homem me atemoriza, quando aqui estou outra vez, só, em meu quarto: o que me arrepia de temor é este amor invisível e brutal como um príncipe.

Quando se fala em mulher livre, estremeço. Livre como o bêbado que repete o mesmo caminho de sua fulgurante agonia.

A uma mulher não se pergunta: que farás agora da tua liberdade? A nossa interrogação é uma só e muito mais perturbadora: que farei agora do meu amor? Que farei deste amor informe como a nuvem e pesado como a pedra? Que farei deste amor que me esvazia e vai remoendo a cor e o sentido das coisas como um ácido? É terrível o horror de amar sem amor como as feras enjauladas.

É quando o homem desaparece de minha vida que sinto a selvageria do amor feminino. Somos todas selvagens: são inúteis as fantasias que vestimos para o grande baile. Selvagem era a romana que ficava em casa e tecia; selvagens eram as mulheres do harém, as mais depravadas e as mais pudicas; selvagem, furiosamente selvagem, foi a mulher na sombra da Idade Média, na sua mordaça de castidade; mesmo as santas - e Santa Teresa de Ávila foi a mais feminina de todas - fizeram da pureza e do amor divino um ato de ferocidade, como a pantera que salta inocente sobre a gazela. E selvagem sou eu sob a aparência sadia do biquíni, olhando a mecânica erótica de olhos abertos, instruída e elucidada. Pois não é na voluntariedade do sexo que está a selvageria da mulher, mas em nosso amor profundo e incontrolável como loucura. O sexo é simples: é a certeza de que existe um ponto de partida. Mas o amor é complicado: a incerteza sobre um ponto de chegada.

Aqui estou, só no meu quarto, sem amor, como um espelho que aguarda o retorno da imagem humana. O resto em torno é incompreensível. O homem sem rosto, sem voz, sem pensamento, está a caminho. Estou colocada nesse caminho como uma armadilha infalível. Só que a presa não é ele - o homem que se aproxima - mas sou eu mesma, o meu amor, a minha alma. Sou eu mesma, a mulher, a vítima das minhas armadilhas. Sou sempre eu mesma que me aprisiono quando me faço a mulher que espera um homem, o homem. Caímos sempre em nossas armadilhas. Até as prostitutas falham nos seus propósitos, incapazes de impedir que o comércio se deixe corromper pelo amor. Quantas mulheres traçaram seus esquemas com fria e bela isenção e acabaram penando de amor pelo velhote que esperavam depenar. Somos irremediavelmente líquidas e tomamos as formas das vasilhas que nos contêm. O pior agora é que o vaso está a caminho e não sei se é taça de cristal, cântaro clássico, xícara singela, canecão de cerveja. Qualquer que seja a sua forma, depois de algum tempo serei derramada no chão. Os vasos têm muitas formas e andam todos eles à procura de uma bebida lendária.

Li num autor (um pouco menos idiota do que os outros, quando falam sobre nós) que o drama da mulher é ter de adaptar-se às teorias que os homens criam sobre ela. Certo. Quando a mulher neurótica por todos os poros acaba no divã do analista, aconteceu simplesmente o seguinte: ela se perdeu e não soube como ser diante do homem; a figura que deveria ter assumido se fez imprecisa.

Para esse escritor, desde que existem homens no mundo, há inúmeras teorias masculinas sobre a mulher ideal. Certo. A matrona foi inventada de acordo com as idéias de propriedade dos romanos. Como a mulher de César deve estar acima de qualquer suspeita, muito docilmente a mulher de César passou a comportar-se acima de qualquer suspeita. Os Dantes queriam Beatrizes castas e intocáveis, e as Beatrizes castas e intocáveis surgiram em horda. A Renascença descobriu a mulher culta, e as renascentistas moderninhas meteram a cara nos irrespiráveis alfarrábios. O romancista do século passado inventou a mulherzinha infantil, e a mulherzinha infantil veio logo pipilando.

O tipos vão sendo criados indefinidamente. Médicos produzem enfermeiras eficientes e incisivas como instrumentos. Homens de negócios produzem secretárias capazes e discretas. As prostitutas correspondem ao padrão secreto de muitos homens. Assim somos. Indiquem-nos o modelo, que o seguiremos à risca. Querem uma esposa amantíssima - seremos a esposa amantíssima. Se a moda é mulher sexy, por que não serei a mulher sexy? Cada uma de nós pode satisfazer qualquer especificação do mercado masculino.

Seremos umas bobocas? Não. Os homens são uns bobocas. O homem é que insiste em ver em cada uma de nós - não a mulher, a mulher em estado puro ou selvagem, um ser humano do sexo feminino - o diabo, a vagabunda, a lasciva, o anjo, a companheira, a simpática, a inteligente, o busto, o sexo, a perna, a esportista... Por que exige de nós todos os papéis, menos o papel de mulher? Por que não descobre, depois de tanto tempo, que somos simplesmente seres humanos carregados de eletricidade feminina?

(O amor acaba: crônicas líricas e existenciais. 2a ed., Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2000, p. 63-65).

Paulo Mendes Campos

"Miolo de pão"

"Um casal tomava café no dia das suas bodas de ouro. A mulher passou a manteiga na casca do pão e deu para o seu marido, ficando com o miolo.
Pensou ela: -Sempre quis comer a melhor parte do pão, mas como amo demais meu marido e, por 50 anos, sempre lhe dei o miolo. Mas hoje quis satisfazer o meu desejo.
Para sua imediata surpresa, o rosto do marido abriu-se num sorriso sem fim e ele lhe disse:
-Muito obrigado por este presente, meu amor. Durante 50 anos, sempre quis comer a casca do pão, mas como você sempre gostou tanto dela, eu jamais ousei pedir!"


Assim é a vida... Muitas vezes nosso julgamento sobre a felicidade alheia pode ser responsável pela nossa infelicidade... Diálogo, franqueza, com delicadeza sempre, são o melhor remédio!!!

Pense bem sobre isso!

Desconhecido

DESCOMPASSO DE UMA MULHER

Me querem mãe
... e me querem fêmea.

Me fazem omissa
... e me cobram participação.

Me querem líder
... e me fazem submissa.

Me impedem de ir
... e me cobram a busca.

Me enclausuram nas prendas do lar
... e me cobram conscientização.

Me podam os movimentos
... e me querem ágil.

Me castram o desejo
... e me querem no cio.

Me inibem o canto
... e me querem música.

Me apertam o cinto
... e me cobram liberdade.

Me impõem modelos, gestos, atitudes e comportamentos
... e me querem única.

Me castram, me podam, falam e decidem por mim
... e me querem plena e absoluta.

Que descompasso!

Desconhecido