Textos Reflexivos sobre Respeito

Cerca de 590 textos Reflexivos sobre Respeito

Estou tentando impedir que alguém repita a rematada tolice dita por muitos a seu respeito: "Estou disposto a aceitar Jesus como um grande mestre da moral, mas não aceito a sua afirmação de ser Deus." Essa é a única coisa que não devemos dizer. Um homem que fosse somente um homem e dissesse as coisas que Jesus disse não seria um grande mestre da moral. Seria um lunático - no mesmo grau de alguém que pretendesse ser um ovo cozido — ou então o diabo em pessoa. Faça a sua escolha. Ou esse homem era, e é, o Filho de Deus, ou não passa de um louco ou coisa pior. Você pode querer calá-lo por ser um louco, pode cuspir nele e matá-lo como a um demônio; ou pode prosternar-se a seus pés e chamá-lo de Senhor e Deus. Mas que ninguém venha, com paternal condescendência, dizer que ele não passava de um grande mestre humano. Ele não nos deixou essa opção, e não quis deixá-la.

C.S.Lewis

Sabedoria, entendimento, compreensão, carinho, respeito, amor .. são requisitos muito importantes para um bom relacionamento em quaisquer circunstâncias, tanto na amizade quanto no amor, por exemplo, na amizade muitas vezes as pessoas por falta de sabedoria acabam magoando um amigo por um ato não pensado... magoando por não saber entender quando o amigo mais precisa... magoando por não compreender que nem tudo são rosas, e quando são pode haver espinhos... magoando por às vezes não notar que o amigo está sentindo falta de carinho.. magoando por não respeitar talvez algumas diferenças que com o tempo acabam surgindo.. magoando por não demonstrar amor, quando é o amor que sustenta tudo que já viveram.. Vale lembrar também que nenhum ser humano é perfeito, pois se não fossem os erros jamais teriam aprendido o que é errar...

Mônica Alves

Mas o amor se baseia no respeito. Na troca. No dia bom e no dia ruim. Mas quer saber quando é amor mesmo? Quando você briga com o outro, discute por uma bobagem qualquer e mesmo assim tem a certeza que ama e que quer aquela vida pra você. A paixão usa máscaras, o amor vem de cara limpa. E ele é tranquilo, seguro. A paixão é queda livre, salve-se quem puder. O amor, não."

Clarissa Corrêa

Coisas que evito na vida, diante das pessoas que admiro, adoro, respeito e amo, são o maus tempos como nevoas, trovoadas, dilúvios, neblinas. Não sei quanto tempo de vida me resta, por este e outros motivos tento manter dias de sol, brisa fresca, noites de luar e muitas estrelas na companhia dos que dmiro e amo.

Morgana Magdalena

Prefiro despertar o respeito, admiração e amor ao meu redor, com sutileza, porém, sem brincadeira, tendo a coragem e ousadia de ser verdadeira. Mesmo sendo incompreendida, tenho um ponto de partida.. humildade e amor no coração, então não me julge não, com seu falso sermão, que um dia não terá mais voz ativa não. Olhe ...pra dentro de si e verá que a evolução.. não é só mais uma palavra não!!!

Amanda Chakur

"..Afinidade é ficar longe pensando parecido a respeito dos mesmos fatos que impressionam, comovem ou mobilizam.
É ficar conversando sem trocar palavra.
É receber o que vem do outro com aceitação anterior ao entendimento.
É olhar e perceber.
É mais calar do que falar.
...Ou quando é falar, jamais explicar, apenas afirmar.."

Desconhecido

Não sei sabia!!?
As vezes pode parecer meu clichê, as vezes parece que comparamos outros relacionamentos!! Hoje me sinto completa, sim!!! O passado só serviu para me mostrar o quanto tenho hoje. Realmente você veio para somar!
Medo, insegurança... sim eu tenho. Tenho medo de sofrer novamente, tenho insegurança dos meus sentimentos, sim pelo simples fato de gostar muito. Tenho defeitos, vários... A única certeza que tenho, que quero te fazer a mulher mais feliz, isso sim me da prazer em acordar, batalhar, ir em frente, cair levantar!! Só te peço uma coisa, cuida do meu coração, não brinque com ele!! Hoje me sento completa realizada!!
Tenho medo do acaso... Sim. Saiba que eu te amo muito!! Sem comparações! Por que o que sinto tenho certeza que é incomparável!!!
Te amo minha linda...

Paulinha Scaquetti

Tem gente tímida. E gente extrovertida.
Tem gente que fala pouco. E gente que fala muito.
Tem gente que possui diário trancado a sete chaves. E gente que monta um blog pra contar seu dia a dia.
Tem gente que não se abre. E gente que publica livro com sua história de vida.
Tem gente que não se expõe. E gente que se expõe.

No final das contas é tudo gente, do mesmo jeito.
Não existe certo e errado nesse caso: existem pessoas com temperamentos diferentes.

Respeite o que for diferente de você, ainda que não concorde. Não pense que você é padrão.

Você é apenas você.

Tainah Ferreira

A CONJUGAÇÃO DO RESPEITO por Arthur Baratella

Aprender a respeitar eu, tu, ele. A lição de vida quem nos dá é a nossa experiencia. Não é triste fracassar, triste é não tentar. Se voce nao conseguir, tudo bem, qual o problema que existe em fracassar? Porque isso tem que ser levado tão a sério? Porque é obrigatóriamente obrigado a ficar sem dormir a se remoer perante tua imagem? Porque? Para vencer é obrigatóriamente necessario perder. Só não vamos perder o respeito, o respeito a sua companheira, seu cachorro, filho, vizinho, estranho, conhecido, novo ou velho, a natureza, a deus, a força ou a falta dela, e muito menos á você mesmo. Não deixe de viver o que ainda não foi vivido. Facilite sua vida e viva, viva muito, todos os dias. Só assim poderemos saber que a nossa vida valeu a pena e que tenhamos a certeza de que não seremos um cantor de sucesso, um ator da globo, um presidente de empresa, aceite isso, quer dizer, quem sabe seremos, mas se não for, deixem as novas gerações, algo que não se compra, não se vende. Apenas se doa. Deixe o respeito ... a nós... vós... e a eles.

arthur baratella

Será que as pessoas que assistem e veem alguém famoso, ainda que este sendo superficial, percebem que são tão insignificantes seus comentários ao ponto de perceberem que a crítica de ninguém incomoda a quem brilha?

"Porque só quem nos conhece de verdade sabe o valor que temos. Porque isso tudo é essência e nada nos faz mudar se não somente os que não nos conhecem ou desaprenderam sobre nós, sabem ao nosso respeito. O famoso superficial, também tem essência."

Reflitam mais, senhores e senhoritas Universitários do Brasil. De suas bocas não saem mais do superficialidades das quais vocês tendem a viver e querer esconder.

E tenho dito. Douglas Melo, este que vos fala!

Douglas Melo

Espiritualidade Aguçada

Tenho uma
tendência muito
forte para o espiritismo.
Pois tenho uma
espiritualidade aguçada.
No sentido de sentir
o que é melhor
para a humanidade…
Certo que muitas pessoas
me buscam para conselhos
e ou conversas a respeito.
Eu tenho uma paz, que transluz!!!

Dayse Sene

Se você mata a aranha e a cobra, e protege o cão e o gato, o que determina o teu respeito a vida é o teu MEDO e não a tua BONDADE.
O respeito a vida ultrapassa a sua forma física.E "enquanto" precisarmos nos alimentar de outra vida, (seja plantas ou animais no caso dos não vegetarianos) seguindo o movimento da cadeia alimentar na terra, devemos faz-lo com respeito e gratidão.

( trecho do livro: Reconexão)

Edolesia Andreazza

Coisas importantes:
Respeitar nossas diferenças;
Respeitar o 'diferente';
Respeitar outras culturas;
Respeitar outras crenças;
Respeitar quem não acredita;
Respeitar quem acredita.
Se você não possui esta capacidade de RESPEITAR, reveja suas atitudes, deixe o julgamento a quem de direito deva fazer.
O respeito faz parte da formação do caráter de qualquer ser humano, o que diferencia pessoas de bom caráter e daquelas que não o possuem, é a quantidade de respeito que você costuma acumular durante a sua estada nesta terra!
Respeite e reflita!

Sérgio Paschoal

"Como podeis vós comprar ou vender o céu, o calor, a terra? A Idéia nos parece estranha.
Se nós possuímos a frescura do ar e os espelhamentos da água, de que maneira poderá V. Excia. comprá-los?
Cada pedaço desta terra é sagrado para meu povo. Cada espinho luminoso do pinheiro, cada rio areento, cada bruma nos bosques, cada clareira, cada zoeira de insetos é sagrado na lembrança e na vivência de meu povo. A seiva que corre nas árvores lembra meu povo.
Os mortos dos homens brancos esquecem onde nasceram, já que vão passear dentre as estrelas.
Nossos mortos jamais esquecem esta terra magnífica, pois, ela é a mãe do homem vermelho. Nós somos uma parte da terra e ela faz parte de nós. As flores perfumadas são nossas irmãs; o cervo, o cavalo, a grande águia, são nossos irmãos. As cristas rochosas, os aromas das pradarias, o calor de nossos cavalos e o homem – todos são da mesma família.
Assim, o Grande Chefe de Washington, mandando dizer que quer comprar nossa terra, ele está pedindo demais a nós. Manda o Grande Chefe dizer que nos reservará lugares onde poderemos viver, confortavelmente entre nós. Ele será nosso pai e, nós, seus filhos. Pensaremos, portanto, na vossa oferta de comprar nossa terra. Mas, não será fácil. Pois, esta terra, para nós, é sagrada.
A água cintilante que corre nos riachos e rios não é só água, mas também, o sangue de nossos ancestrais. Se nós vendermos a terra, vós direis a seus filhos que ela é sagrada e que, cada reflexo das águas claras dos lagos fala dos fatos e das lembranças dentro da vida de meu povo. O murmúrio da água é a voz do pai do meu pai.
Os rios são nossos irmãos. Eles saciam nossa sede. Os rios levam nossas canoas e nutrem nossos filhos. Se nós vendermos nossa terra, vós deveis vos lembrar e ensinar a seus filhos que os rios são nossos irmãos e os vossos, e vós deveis doravante dar aos rios a ternura que mostrais para um irmão.
Sabemos que o homem branco não entende de nossos costumes. Um pedaço de terra parece, a ele, o pedaço da terra vizinho, pois é um estranho que chega, às escuras, e se apossa da terra de que tem necessidade.
A terra não é sua irmã, mas sua inimiga, e uma vez conquistada, o homem branco vai mais longe. Ele abandona o jazigo de seus avós e isso não o aborrece. Ele tira a terra de seus filhos, e isso não o aborrece. O túmulo de seus avós e o patrimônio de seus filhos caem no esquecimento. Ele trata sua mãe, a terra, e seu irmão, o céu, como mercadorias de comprar, a pilhar, a vender como carneiros ou pérolas brilhantes. Seu apetite arrasará a terra e não deixará nela mais que um deserto.
Não sei, nossos costumes são diferentes dos vossos. As imagens de vossas cidades faz mal aos olhos do homem vermelho. Mas, talvez isso pode ser porque o homem vermelho é um selvagem e não entende.
Não há mais lugar calmo nas cidades do homem branco. Não há lugar para ouvir as folhas caindo na primavera, ou para ouvir a zoeira das asas de um inseto. Mas, talvez, isso pode ser porque sou um selvagem e não compreendo. A barulheira parece estourar os ouvidos. E que interesse tem-se em viver se o homem não pode ouvir o grito solitário do corvo noturno ou o coaxar das rãs ao redor de um acude, à noite? Eu sou vermelho, e não entendo. O Índio prefere o doce barulho do vento, lançando-se como uma flecha sobre o espelho de um lago, e o aroma do vento, dele mesmo, molhado pela chuva do dia, ou perfumado pelo pinheiro mando.
O ar é precioso ao homem vermelho, pois todas as coisas participam do mesmo sopro – o animal, a árvore, o homem, eles dividem, todos, o mesmo sopro. O homem branco parece não lembrar do ar que respira. Mas se nós vendermos nossa terra, vós deveis vos lembrar que o ar nos é precioso e que o ar dá seu espírito a todos que ele faz viver. O vento, que deu a nosso avô o primeiro fôlego, recebeu, também, seu último suspiro. E se nós vendermos nossa terra, vós deveis separá-la e a ter como sagrada, como um lugar onde até mesmo o homem branco poderá sentir o vento, adoçado pelas flores dos pinheiros.
Nós pensaremos, portanto, na vossa oferta de comprar nossas terras. Mas, se decidirmos aceitá-la, eu porei uma condição: o homem branco deve tratar os animais selvagens como irmãos.
Eu sou um selvagem e não conheço outra maneira de viver. Vi mais de mil bisontes apodrecendo nos campos, abandonados pelo homem branco, que os abateu de um trem que passava. Eu sou um selvagem que não compreende como o "cavalo de ferro", largando fumaça, pode ser mais importante que o bisonte que nós matamos só para viver.
O que é o homem sem os animais? Se todos os animais desaparecerem, o homem morrerá dentro de uma grande solidão. Assim, o que aconteceu com os animais, acontecerá, brevemente aos homens. Todas as coisas dependem uma das outras.
Vós deveis ensinar a seus filhos que o chão que eles pisam é feito das cinzas de nossos avós. Dizei a vossos filhos, para que eles respeitem a terra, que ela foi enriquecida pelas vidas de nossa raça. Ensinai a vossos filhos aquilo que ensinamos aos nossos: que a terra é nossa mãe. Tudo que acontecer a à terra, acontecerá aos filhos da terra. Se os homens cospem no chão eles cospem sobre eles mesmos. Ao menos, sabemos isto: a terra não é do homem; o homem pertence à terra. Isto, nós sabemos. Todas as coisas são como o sangue que une a mesma família. Todas as coisas são dependentes. Tudo aquilo que acontece à terra, acontece ao filho da terra. Não foi o homem que teceu a teia de sua vida; ele não passa de um fio dessa teia. Tudo o que ele fizer para essa teia, ele o faz para si mesmo.
Mesmo o homem branco, com quem Deus passeia e conversa como dois amigos em comuns, não pode fugir do destino comum. Depois de tudo, nós, talvez, sejamos irmãos. Veremos. Há uma coisa que sabemos, e que o homem branco descobrirá, talvez um dia: é que nosso Deus é o mesmo Deus. Podeis pensar, agora, em possuir a nossa terra como quereis; mas vós não podereis. É o Deus do homem, e sua piedade é igual para o homem vermelho e branco.
Esta terra lhe é preciosa, e danificá-la é acumular de desprezo seu Criador. Os brancos também desaparecerão; talvez mais cedo que todas as outras tribos. Contaminai vosso leito, e vós sereis sufocados, numa noite, nos vossos próprios detritos.
Morrendo, vós tereis um brilho esplendoroso, ardente, com a força do Deus que vos trouxe até esta terra e que, em virtude de qualquer propósito determinado, voz fez dominar esta terra e o homem vermelho. Esse destino é um mistério para nós, pois não entendemos porque os bisontes são massacrados, os cavalos selvagens são domados, os refúgios das florestas impregnam-se da fumaça de muitos homens, e a vista das colinas floridas manchadas pelos fios que por elas passam.
Onde estão as noites? Desaparecidas. Onde a águia? Desaparecida. O fim da vida é o início da sobrevivência."

(Tradução de Júlio Geraldo Andrade Arantes)

[Carta do Cacique Seatle ao presidente dos Estados Unidos, Franklin Pierce – 1854]

Cacique Seatle

Sem título

[...] “Somos capazes de mudar tudo, inclusive o mundo em que vivemos. É preciso dialogar com as diferenças e respeitar os diferentes, pois, é tudo uma questão de ponto de vista. O que é bom para mim, pode não ser bom para o outro e vice versa; é preciso ver além do nosso pequeno mundo onde nossos medos e nossas inseguranças só sobrevivem enquanto não construímos conhecimentos novos que nos permitam sair de um estado de ignorância a respeito de um assunto qualquer e passar deste, para um estado de conhecimento, de iluminação. É preciso enxergar o outro como igual, pois, mesmo diferente na cor, nas ideias, na etnia, na religião somos de uma mesma raça, a raça humana”.

J.W.Papa

PROFESSOR(A)

[...]
Extintos não foram todos!
Restam poucos.
Ainda heroicos,
Ainda desbravadores.
Com raça rompem o silêncio,
superam as intempéries,
produzem matéria prima
de boa qualidade.
Rompem com o tradicional sistema,
subvertem-no.
Aprendem, ensinam, superam...
Adversidades.
Mestres sem pleito ou coroa,
ofício sem holofotes ou fama.
Glórias, injúrias, infâmias...
Perfeito contexto de infinitas possibilidades.
E vitórias e derrotas contínuas
no ato diário de moldar diamantes brutos
para o exercício da cidadania
no seio da sociedade.

J.W.Papa

Hoje, quis ver o mundo


Sem chorar
Sem sorrir
Sem gritar
Sem me calar
Em silêncio.

Só eu e o mundo.
Mas, ele anda meio sem graça
Cansado, cansativo, sem paciência
Sem sal.
Sem rumo certo.

Ele não fala mais de amor
Não fala mais de política
Nem de revolução
Nem de paz, nem de guerra
Está correndo de confusão.

A música está chata
As pessoas desconexas
Nada acontece.
Está tudo igual, só que diferente!
O mundo reclama em silêncio.

A voz não é alta o bastante
O som ressoa estranho
Tudo está cinza
Até o menino legal está cinza!
Tanta gente triste.

Hoje quis ver pessoas...
Sem chorar
Sem sorrir
Sem me calar
Em silêncio, só eu, o mundo e elas.

J.W.Papa

Optar pela segurança ou pela ousadia da conquista?

Inicialmente, a ousadia é o passo para seguirmos na luta no intuito de realizarmos nossos sonhos. Viver, já é uma ousadia. Então, porque não ousar mais ainda? Estagnar-se pode ser uma simbologia do medo. Porém, ousar também requer segurança, passos bem elaborados, com a loucura medida a cada caminhar. Ousar é lutar pra ser feliz. Ousar é querer vencer o medo. Coisa que nem todos conseguem fazer. Te indico a ousadia de ser feliz e realizar seus sonhos, de fazer cada dia melhor que o outro, de ser aquilo que seus olhos brilham ao flutuar no teu pensamento. Ousar é ter a certeza de que pedras irão surgir e podem te derrubar. Mas se tiver a coragem de seguir, conquistarás lá no fim, a segurança que tanto sonhas. Sonhar nos faz ousar. Sonhe e vá em frente.

Mário Pires

( ( ( AMOR ) ) )

Amor é ter paciência em ajudar, mesmo não tendo por costume.

Amor é deixar seguir livre, mas fazer lembrar que existe o sentimento.

Amor é cuidar sem excesso, somente o suficiente para não deixar cair ou entrar num regresso.

Amor é, sem dúvidas, respeitar incondicionalmente. Respeitar como pessoa, respeitar como companhia.

Amor é um instante,
de momentos contínuos.
Não se ama como 'ontem'.
O amor progride com palavras
e atitudes de carinho.

J Cleibson da Silva Nuna

Respeita tua alma

Respeita teu corpo

Respeita tuas vontades

Respeita tuas crenças

Respeita tuas raízes

Respeita teus erros

Respeita teu ser

Respeite teu processo

Respeita tua ignorância

Respeita teu tempo

Respeita teus segredos

Respeita teus apegos

Respeita tuas aversões

Respeita teu passado

Respeita tuas experiências

Respeita tuas limitações

Lúcia Bonito