Textos para uma Menina Corajosa

Cerca de 1328 textos para uma Menina Corajosa

MEU AMOR PELA THALIA !

O amor que sinto por uma menina
O amor que isso me anima
Ela me faz sonhar e crescer
Por isso THALIA que amo você.

O amor que sinto por ela...
Me faz lembrar a Cinderela
O amor que ela me trás...
Junto a ela eu fico na paz.

Esse amor eu dedico a ela
Por que meu amor foi feito dela
Esse ano fizemos 1 ano
E ela é tudo ki mais amo !

E eu digo que me apaixonei
E te Amar é um prazer
Por que THALIA eu nasci...
Pra amar você (L)

Levy Asaf Lima

Ser menina...

Ser menina é sonhar, mesmo
que seja com coisas bobas,
mas temos o dom para sonhar.
é imaginar como seria o seu
grande amor...
É criar o seu próprio conto de
fadas.
Pensar em como seria o dia do
casamento.
Questionar-se qual profissão
quer seguir, se quer ser médica,
veterinária, policial...
Escolher o nome que daria a filha
ou ao filho...
É passar a maquilagem da mãe e
ficar-se imaginando ser "gente
grande".
É ficar se olhando no espelho e
imainar o que diria se o menino
que ela gosta fosse falar com ela
em um momento que ela imaginou.
É se arrumar toda nem que seja
para ir em uma festinha...
Ser menina é ser aquela garota
que mesmo que não seja notada
ela é quem ela é...
Seu próprio jeito de ser, ser menina.

Anne Caroline

_Ei menina, venha aqui....
_Já estou aqui, há muitos anos...
_Mas, eu te conheço?
_As vezes, quando você quer me ver....
_Como assim?
_Eu sou você, quando você me deixa ser Eu..
_E quando eu sou você?
_Antes, era muito raro, agora está ficando mais amiúde..
É quando você consegue respirar a vida, sentir a alma,
ser realmente você, ou melhor "eu".
_Mas sempre é assim...
_Quisera fosse, você seria muito mais intensa, a vida seria tão plena..
_E como faço para ser sempre você?
_É tão simples, basta nos completarmos, viver sem medo, confiando e acreditando sempre
em nós.
Você e Eu, Eu e Você, uma mistura perfeita de sonho e realidade...

Marcia Simoni

Uma menina cor
sonho cheio de sabor
enche o céu com imaginação
Cada sonho é uma indagação
cada lagrima cheio de emoção
A incerteza dos passos
Certos,

A escolhas feitas pelo o coração
Um dessas escolhas
pedido de uma oração
Menina feita desta canção
Sonho aberto, porém descoberto das razões
Pura! menina sonha,
esquece que este mundo é feito de decepção!
Porém o coração
quando cego, também fica mudo e surdo...
sem respiração
Pobre! menina pura, coração cego
é sinonimo de paixão!

Na escolha feita pelo coração
Menina pura e ingenua,
Agora, Mulher feita
esquecerá da tua inocencia
Nas incertezas dos passos certos
a tona veio decepção.
Coração retoma a visão
todo silencio se torna devastação
Toda cor-menina, torna-se cinza
- Não disse que o mundo era feito de decepção?!
Paixão sumirá, a esperança morria

Sabor...Imaginação...Indagação,
Das escolhas feitas do coração
Gerava ali uma menina-cor
dessa paixão

Elaine Arruda

Confissões de uma menina apaixonada...

Se eu te amo tanto, por que não me amas? Faço de tudo para você me amar mas, não acontece nada. Você quer continuar só na amizade comigo e só ficando com um bando de outras garotas. Por que os homens são tão safados? Eles sempre tem medo de um relacionamento sério porque não vai poder continuar ficando o tempo todo com outras garotas. Isso parte tanto o meu coração...
Deve existir por aí algum garoto que goste mesmo de mim e que eu goste dele também. Meu par perfeito! Todo mundo quer um! Quando acham, não conseguem deixar de gostar daquela pessoa tão fácil ou talvez nem consigam deixar de gostar, sempre vai ter aquela paixão profunda no seu coração... Já as outras paixões, são só passageiras, que não levam a lugar nenhum, só ao fim de um relacionamento...
Por isso deve-se saber bem de quem você está gostando, senão pode acabar se magoando muito.

Sarah Pedrosa

Minha Linda Morena

Minha linda menina, liga para mim
Preciso de você, dar pelo menos um sinal
Estou com saudade, não me maltratar ,não faz assim
Faz tempo que não te vejo, eu estou tão mal.


Vem depressa! Menina da pele da cor do pecado.
Estou te esperando cheio de saudade.
Eu te adoro tanto, vem logo não manda recado.
Eu estou te esperando cheio de ansiedade.

Mas,vem logo! Minha linda menina morena.
Não diz que não. Não me faz sofrer.
Chega de mansinho com tua beleza serena.
Soltar o teu cabelo cacheado e me ilumina de prazer.

Vem depressa! Estou carente.
Eu quero teu beijo, vem me fazer voar.
Eu te farei feliz morena ardente.
Chega de saudade vem me amar.

Vem cheia de vida e traz aquele brilho no seu olhar.
São os teus olhos a minha perdição..
Vem logo menina cigana. Eu quero te amar.
Traz a tua alegria que enche de prazer meu coração.

Ao teu lado eu sou rei.
Vem para o meu lado minha rainha morena.
Ficar sem você eu já nem sei.
Vem aliviar esta minha vontade

Tu és a minha paz.
Meus sonhos e minha vida.
Sem você viver eu não sou capaz.
Meu amor minha querida.

Estou te esperando
Vem depressa! Faz tempo que não te vejo, que falta sua falta me faz.
Me u amor, meu grande amor eu vou estar te aguardando.
Vem logo. Vem me deixar a paz.

Sem você o mundo acabou.
Eu preciso do teu amor.
Vem depressa! Estou lembrando dos teus olhos.
Vem depressa! Por favor! Acabar com estar dor.

Ricarlosmelo

Só Acontece Com Você.

Menina morena vestida.
Quem poderia imaginar tanta beleza que debaixo destas roupas se esconde.
Só quem foi abençoado, tem um privilégio de ver­te despida.
Diante de tal acontecimento. O prazer toma conta de mim, o meu corpo vibra, explode.

Num completo delírio indescritível,
As minhas carnes tremem compulsivamente.
São espasmos de uma força descomunal.
Não há sintonia, não consigo controlar a minha mente.

Os teus olhos possuem uma força astral.
Que absorve a minha alma. Como? Eu homem experiente,
Suga os sentidos, capturando a minha força vital.
Deixando­me tolo, um imbecil. Um ser sem vontade própria, infelizmente.

Falar da tua boca.
É preciso prová­la primeiro.
Beija­te, causar em qualquer um, uma sensação louca.
Todo este prazer, não se compra nem com ouro, nem com dinheiro.

Em teu seio, o mundo estar completo.
Repousa a beleza, o paraíso, o que há de mais belo na terra.
São as formas plenas, com dois mamilos lindos e perfeitos,
Ah! Com tanta beleza, como fugir das tuas garras?

É pleno o sexo contigo, é inefável.
O mundo todo fica em silêncio, parece querer aprender.
A minha alma chega a sair do meu corpo e viajar por um mundo indescritível.
Naquele momento o meu corpo absorve uma força extremamente incontrolável e explode de prazer.

Ricarlosmelo

"...o tempo passou.... envelheci.... sem o amadurecimento compatível...

ainda sou menina, mesmo sendo mulher...

mulher ... fragmentada... aos pedaços... que lamenta o tempo perdido ... que se consumiu ... fugiu fugazmente de entre os dedos...

tempo que não há como recuperar...

lamentos... saudades... dores... e como dores me destes...
além da loucura... insensatez... embriaguês... e o tormento do não ser um SER... de ser um "pseudoser"

O leite derramado.. de nada adianta chorar... mais sou criança ainda - pelo menos na alma - posso gritar e lamentar os momento que não vivi... os tormentos impostos e aceitos pela devoção exarcebada e desmedida..... entorpecidora ... cega... não vendo a ausência da verdade.... da liberdade....

não perdi a honra somente..., perdi algo maior... mais sutil... delicado...arrancastes o que já pouco existia...

... E, as dores maiores não são as traíções, mentiras e omissões....

a dor maior é a possibilidade do ser usado como coisa... brinquedo... conveniência... souvenir....um trampolim... para a liberdade ... que ainda nem sequer alcançada foi na mente, alma e espírito....

somos almas presas.... estranhamente dolorido enxergar a violação do sagrado.... frustrante... exergar... ver... e reconhecer o quão patético o ser se tornou...
para quê?!!!!!

... os pensamentos divagam... as palavras fogem aos trotes... como se fossem cavalos selvagens... em busca de libertação....

porém, esgasgam e dão um nô na garganta...tanto poder...

Bravo!!!! belo trabalho fizestes um pseudo fragmento poético que nada diz.. nada é....!

KikaFCarvalho

Esse seu sorriso
Que a todos encanta
Me fascina
Pele morena
Jeito de criança
És minha menina
Dona de um brilho
Que alguns olhos ofuscam
E os meus ilumina
Sei que nunca
Se prenderás a ninguém
E não serás também minha
Precisas, livre voar
E conhecer o mundo
Se alguém te prender
Sua luz apagarás
E junto a ela teu sorriso
Ninguém nunca mais verás

Rubens Blanco

Sophia,
Tu és um anjo especial que aparecestes em nossas vidas,
Tu és a menina de nossas vidas.
A longo e longo anos atrás aguardávamos por você,
Mas você não veio,
Vieram maravilhosos homens,lindos equilibrados para me tornar mais forte perante a vida.
A fim de que eu conhecesse melhor o valor da doação,
do amar, do reconhecer , do ser útil,do ser livre e deixá-los ser...
Hoje você me aparece após décadas desse trajetar diante da vida ....
Me fazendo ser útil, dócil, meiga, carinhosa ao declarar
Todo o meu amor por você.
Orgulho, medo, insegurança já não fazem mais parte da minha vida.
E aí sim posso declarar:
Eu te amo minha linda boneca!
Diante deste sorriso lindo,meigo,angelical
Quando olhas para mim.

Ivete Maurília

Mulher Um Ser Forte

Mulher menina.
Mulher morena.
Mulher mimada.
Mulher felina.
Mulher serena
Mulher amada.

Mulher adolescente.
Mulher sonhadora.
Mulher complicada.
Mulher discontente.
Mulher encantadora.
Mulher delicada.

Mulher namorada.
Mulher cortejada.
Mulher amada.
Mulher encantada.
Mulher almejada.
Mulher ferroada.

Mulher casada.
Mulher enganada.
Mulher companheira.
Mulher maltratada.
Mulher desconfiada.
Mulher verdadeira.

Mulher amante.
Mulher desejada
Mulher carinhosa.
Mulher gastante.
Mulher calada.
Mulher cheirosa.

Mulher madura.
Mulher inteligente.
Mulher sedutora.
Mulher segura.
Mulher independente.
Mulher doutora.

Mulher materna.
Mulher protetora
Mulher paterna.
Mulher eterna.
Mulher sofredora.
Mulher fraterna.

Mulheres vocês dominam o mundo.
Nós somos simples instrumentos de manipulação em vossas mãos.

Ricarlosmelo

Pela primeira vez a menina se sentiu livre. Livre de todo sentimento que a manteve presa durante muito tempo. Pela primeira vez a menina conseguiu respirar fundo e, sem vergonha nenhuma, chorar sem medo do que os outros podiam pensar.

Ela saiu de lá, nem sentia os passos. Mas saiu feliz.

Durante todo aquele tempo ela pensava que jamais a vida lhe daria outra oportunidade, que seria daquele jeito e que ela amou tudo o que podia amar, e já não restava mais nada.

E, naquela hora, ela descobriu que estava redondamente enganada. E foi esse o motivo de toda a sua alegria. De todas as lágrimas, e de todas as canções cantaroladas durante o caminho de volta pra casa.

O calor já nem importava tanto assim, o que importava realmente era o sentimento que ela tinha acabado de descobrir que sentia. Sim, de descobrir, porque ela já o sentia há tempo, mas não sabia.

Ela precisava ver, ouvir e não sentir, pra ter certeza.

A menina agora não estava mais presa, a lagarta finalmente virou borboleta e saiu de todo aquele drama que a acompanhava e atormentava suas noites enquanto ela tentava admirar a lua.

Agora ela está bem, e sem se preocupar se esse sentimento todo é pra sempre. Ela só quer viver o hoje e, se amanhã não existir mais nada, ela será grata. Será grata a esse amor que chegou e que a libertou sem que ela percebesse. Que fez do som dos seus passos música, e a menina não notou a presença do amor, que foi sutil demais, sem querer assustá-la e a prendeu no abismo dos olhos castanhos, já que ela querendo se salvar do amor, se prendeu a uma pétala, dentro do abismo, e aí já não havia volta. E foi a melhor viagem que ela poderia ter feito...

A menina quer ser a tua paz, quer que você volte logo. Ela quer te precisar, sem exigências. A menina não quer te fazer mal. Não quer pedir mais do que você tem, assim como não vai dar mais do que dispõe, por limitação humana. Mas o que a menina tem, é seu. E, se bem cuidado, é seu pra sempre. Pra sempre.

Mayara Freire

DESEJO ARDENTE

Ah mulher menina
Que me fascina!
Ah que vontade de roubar-te
Um beijo
Chega despertar
Em mim um desejo!

Desejo de te amar!
Sentir o gosto da tua boca,
Gosto de mel...
Gosto do céu!
Amar-te assim, com todo fervor,
Com todo amor!Delicada flor!

Amar-te por todo o tempo,
Com todo meu sentimento
Em todas as estações,
Aflorando em meu pensamento
Minhas inspirações, meus intentos
Minha paixão!

Sinceramente, é o que desejo!
Simplesmente um delicioso beijo!
Amar-te ardentemente!
Eternamente!

Elias Akhenaton

Já faz tempo que a cinderela perdeu o sapatinho de cristal... que a menina quebrou o salto do scarpin na balada.
No fundo todas nós mulheres somos princesas na expectativa que algum príncipe encantado venha e nos resgate.Que seja perfeito, não precisa vir a cavalo já que os tempos hoje são modernos, mas que seja leal, e que de preferência não tenha passado... Sim, eu to falando de contos de fadas!!!!Mas nos salvar do quê? de quem? Os tempos já não são mais os mesmos, somos responsáveis por nós, e por nossas decisões, mas então por que ainda assim somos tão frágeis? Sexo frágil? Eu diria que não.Somos capazes de carregar um filho no ventre por quase 9 meses, sofremos a dor do parto, cuidamos, educamos, somos responsáveis por uma família, trabalhamos igual ou melhor, somos seres mais que especiais.
Mas tá aí minhas queridas amigas e leitoras... Eu quero mais que um conto de fadas.
Na vida real os amores são um pouco diferente do que no conto de fadas, eles normalmente não foram feitos para serem felizes pra sempre, mas foram feitos pra sempre enquanto felizes.Que dure enquanto houver fidelidade, felicidade e enquanto isso nos bastar.
E o que eu quero e busco???
Acho que não só eu, mas todas as mulheres como eu, buscam uma relação onde não haja apenas frases decoradas, palavras por palavras...Queremos sentir o amor... Quermos amar de verdade... No olhar, quem já amou sabe do que eu falo... Quando se ama alguém esse sentimento não é igual é único, ele simplesmente transborda pelos olhos, pelos poros, pela pele, pela química.O amor não é um filme romântico, onde duas pessoas são perfeitas.NÃO, elas não são perfeitas, elas são humanas, elas tem defeitos, uma gosta de rock e a outra de pagode, mas nem por isso elas precisam mudar seu jeito de ser, porque simplesmente SE AMAM do jeito que são.
Isso é amor.Amor não é só dizer eu te amo, amor não é só presentes, não é ter que viver uma emoção todos os dias.Amor é aceitar as diferenças, conviver com os defeitos, compreender, proteger, respeitar, venerar uma pessoa, amar o que ela é, e como ela é... Amar é criar uma nova realidade para os dois.Amar uma pessoa é coisa divina, não se esquece em uma semana, em um mês, em um ano... O amor não morre, ele se apaga dentro de nós quando cada um deve seguir outro caminho.Dizer eu te amo pra mim pelo menos, é coisa séria demais, é quase um pacto de que ficaremos juntos de que nada e nem ninguém vai separar.Porque amar não é repetir as mesmas coisas, olhar os mesmos filmes, ouvir as mesmas músicas, e ser a mesma pessoa...
Amor não é apenas uma história, ou querer viver um conto de fadas.Não, o amor é uma realidade que as vezes até dói no coração de quem ama, amar não é estar apaixonado, amar é estar tranquilo, certo de que está feliz, realizado, encantado, não só que passaria mais 20 anos com alguém, ou quer casar, mas sim admirar aquela pessoa, querer ela por perto a cada segundo, querer o bem dela, não criticar, mas auxiliar.
Amor não é só sexo, engana-se quem pensa que isso é tudo.É metade, mas sem AMOR, não significa nada além de prazer.
Porque NUNCA somos a mesma pessoa... NUNCA, não quando falamos de amor... Porque a pessoa pela qual nos apaixonamos não será igual a outra, será única, terá qualidades únicas , qualidades pelas quais nos apaixonaremos.Eu não sou mesma de quando tinha 18 anos, e nem a mesma que fui no ano passado... Cativamos nas pessoas aquilo que nos é cativado.O amor não tem regras, mas ser original é fundamental em uma relação, afinal, quem não dá assistência abre as portas da concorrência.
Não existe o amor da nossa vida, existe sim aquela pessoa que você vai casar, ter filhos, quem sabe envelhecer juntos e ver os netos se formarem na faculdade e quem sabe seguir o mesmo caminho que o seu, ou quem sabe nada disso aconteça.
Pobre dos que vivem de mentiras, dos que colecionam corações, dos que vivem apenas de emoções, dos lobos em pele de cordeiro... mais cedo ou mais tarde a vida dá o troco, mas não preenche o vazio de quem nada tem por dentro.
E aos de coração puro... aos que amam loucamente, aos que amam de verdade...
Seja autênticos, escrevam sempre uma nova história, mudem o que não está bom, passem a borracha, corrijam, usem caneta colorida, vale lápis de cor.. purpurina...mas não tente viver um um conto de fadas..
Porque a bailarina não passa o dia vestida de bailarina, e nem o palhaço passa o dia fazendo palhaçada.Somos humanos caríssimos.Que apesar de todas as nossas diferenças, nós possamos doar o que nos há de melhor.

Beta Lotti

É que eu amo demais...

Era uma vez a minha vida, sem graça e meio batidinha. Uma menina coadjuvante em sua própria história, os contos eram sempre os mesmos. Faltava ação, faltava paz, faltava; sobretudo amor. O que a falta de amor, não faz a uma mulher? (me denomino assim, porque a palavra ‘mulher’ exprime uma feminilidade incrível; entretanto sei bem que não passo de uma menina, e sinceramente não acho isso dispensável).

Uma mulher carente fica frágil, suscetível as maiores crises, com mania de implicância – tudo fora do lugar... Vaidade passa de um critério supérfluo á obsessão, com a rapidez com que a falta de amor destroça um coração saudável. Beleza sempre parece essencial para galgar um amor, principalmente nas horas que é de um amor que se sente falta. Tudo que está ausente é exatamente o necessário para o bendito amor aparecer.

Embora eu tivesse um amor, não era o amor- amor, entende? Eu ia levando uma relação morna SOZINHA há alguns anos. Assumo envergonhada: eu sofria de acomodação, eu me contentava em amar pela metade. (Isso é lamentável em todo seu feitio). Amar pela metade me fazia desprezível e era bem assim que eu enxergava a maioria das coisas lindas dessa vida, com desprezo.

Hesitei muitas vezes em ser feliz, em abandonar a estabilidade de uma vida amorosa medíocre, que me fazia medíocre. Imaginem só, a menina intensa em tudo que faz, amando pela metade, fracassando e achando isso natural. Fracassar é natural, mas achar que vai fracassar para sempre é um erro. Achar que o amor chegou ao topo, é outro erro, um erro de grandeza maior, inclusive. O amor nunca chega ao topo, o amor sempre pode crescer, pode crescer porque eu ainda acredito na melhora das pessoas. Mas eu era uma pessoa que não melhorava, por isso o amor não crescia. Eu queria mesmo era que o relacionamento acabasse sem minha intervenção. Calma aí, como eu seria protagonista de uma história que o destino tomava todas as decisões? Hein?

Por sorte, o destino se encarregou de me deixar BEM abusada, porque não é só o excesso que causa abuso, a falta também tem esse poder, até mesmo porque eu tinha excesso de falta. Justamente isso! Não importa, só sei que a felicidade fez ‘ding-dong’ na minha campainha e eu abri. Abri de alma lavada, de coração livre, querendo urgentemente amar, abri a porta e lá estava alguém muito especial. Ele me encontrou e eu o encontrei, sem meios e fins [esse encontro, nós dois, esse amor – essa era a música da época], e de repente tudo fazia mais sentido. Como a vida era linda naqueles tempos...! Eu tinha minha própria história de amor, tudo se encaixava perfeitamente.

MAS “todo grande amor só é bem grande, se for triste...” Nesse sentido, eu sofri, mas fui muito feliz, feliz como nunca havia sido até então (com alguém). Nesse encontro eu descobri o real sentido da palavra “perda”, soube como acontece o temido “ir atrás” e ainda reconheci o significado maior da expressão “CRESÇA!”. Enfrentei “olhares invejosos”, “intrigas”... “receios”. Eu abusei da coragem, fui covarde quando necessário e até me deixei ficar vulnerável – Não é exatamente isso que o amor exige? Eu fui com tudo e sem nenhum arrependimento.

E quando “crescer” tornou-se requisito essencial para o prolongamento daquele amor: Eu cresci! Cresci porque era necessário, mas tomei apreço e cheguei a um estágio superior, desproporcionalmente maior do que aquele romance exigia. Ficar junto é complicado, ou se está junto, ou não está (e felizmente, eu sou leal demais para estar junto sem estar). A essa altura de amadurecimento, eu não suportaria levar outro namoro sozinha, não depois de saber como o amor acontece, não com tantas lembranças boas na cabeça na iminência de virarem aversão. Sai sofrida, mas ocupando o papel de protagonista da minha própria história, a sensação de arrependimento podia acontecer, mas em razão do atrevimento, não mais por acomodação, isso por si só já me fazia alguém tão melhor.

“amor é coisa de ir, mas também é coisa de voltar...” Eu fui! Dessa vez não vieram carências, nem crises, nem manias de implicância, veio reconhecimento, uma coisa que eu buscava há muito. É difícil olhar no espelho e não saber quem é você, porque “ser você” se confunde com “estar com alguém” – Eu era Nina, mais do que nunca, sem traumas e concussões, totalmente em paz com a pessoa que eu havia me tornado. Não falo de “bola cheia”, nem de “auto-estima dando piruetas no céu”, falo de autoconhecimento. Eu que conheci o amor querendo “urgentemente amar”, porque temia que meu coração secasse (que tola!). Percebi que amor nunca vai me faltar... Se faltar, antes que meu coração seque, eu já morri sufocada. Amar, para mim, é algo embutido, indissolúvel.

Eu amo naturalmente, tal qual respirar... Amo a minha nova forma de encarar o amor. O amor me modifica e eu modifico a forma como ele opera na minha vida. Dessa vez, imagino tudo muito livre, tudo com muita calma. Nada mais de desesperadamente tomar posse, não sou mais a mesma de alguns seis meses atrás, essa nova Nina aprendeu que amar é coisa séria, que sentimento prende mais que qualquer outra coisa e que transparência conquista.

Se antes, deixar o destino agir por conta própria me fez perder tempo e me afastou do tão sonhado cargo de protagonista. Hoje, novamente, deixo que ele tome conta de mim, não que eu não saiba para aonde ir e não interfira incisivamente, mas é que ele tem sido tão meu amigo, tão parceiro – digo: agimos em conjunto. Na MINHA história tem Nina, tem destino, floresta, seres encantados, fada madrinha, bruxa má (ECA!), esquilinhos do castelo, cisnes e príncipe. Ta, falta o felizes para sempre, eu sei... Mas quer saber? Eu tenho amor, 19 anos e uma vida inteira pela frente. “Felizes para Sempre” é um Adeus, é a última página do livro sendo lida, é a última cena da novela. Vou amar interminavelmente, estou amando e logo logo não serei a mesma.

[ESPERAAA] Fiz uma ligação: Se amar me transforma e eu amo sempre, é justamente por isso que eu não costumo ser constante. E a galera falando em bipolaridade... “É que eu amo demais, gente”... “É que eu amo demais...”

Nina Nunes

Menina Boa

Garota bonitinha, que anda bem vestida
se faz de timida,mais é extrovestida
tem um gênio forte, mais é gente boa
quando passa no parque todos gritam QUE MENINA BOA!

Ela adora rebolar, e adora cor de rosa
quando chega a noite, recebe ligações
todo dia um baton diferente e uma rosa
atende, e diz que não quer compromisso

Ela é boa demais, boa demais
será que tenho chances? que garota legal!
é a menina dos meus sonhos, a garota ideal
Ela é demais, ela é boa demais (refrão)

Quando sai de casa, com seu perfume doce
todos olham e comentam : que garota boa!
Sua boca é vermelhinha, mal imagino como deve ser doce!

(refrão) 2x

Vilani Sousa

Pseudônimo Mariana

Menina, careces o teu futuro,
calculando do teu passado
Anseie teus próximos caminhos,
mas faça indicando tudo que lhe foi dado
Regue-se todos os dias como flor,
resguardando o cheiro doce do teu jardim
Lance a semente com a intenção,
prepare-se, frutos ou flores virão
A saber, ouvir, mas não mais a calar,
essa voz madura é agora sim, um anjo a falar

Rogério Jr.

Pequena Grande Mulher.

Minha pequena menina morena,
sorriso que encantou.
Olhos, meus olhos a brilhar,
navegar no teu corpo ou simples copo de mar.

Será paixão ou afeição,
tempo, tempo vai provar.
Mas sei que tudo és verdadeiro.
sem mais, sem tudo,
só sei que é meu mundo.

Sonho num abraço sem te abraçar,
um beijo nos lábios ao puxar.
Um sonho, o nosso sonho terminado ao acordar.

Enfim, nosso fim não será aqui,
chegado, bem longe de mim.
O amor é lindo, sei,
a vida é outrora sorrindo à toa.

Dentro de si, olhe,
veras que estou, dentro de ti, sim.


Minha pequena grande mulher.
Guarde todo seu mundo em meu mundo.

Sinta me com excitação,
com suas mãos,
sem medo, com desejo.

Com amor, sem dor,
sinta amor, serei amor.

Seu e meu ou simplesmente nosso amor,
por que é isso que sente,
dentro e fora, imensidão.

A ilusão se tem mas perderá essa razão,
ao encontra meu pobre coração.
Estamos longe, perto talvez,
viveremos o agora,
na hora, sem partir.

Se cuide, acuda
sem despedida
Abraçar teus olhos
Será a partida.

M. Nobre

Eu serei sempre essa menina de sorriso fácil e coração bobo...
Que ama intensamente... Que às vezes é impaciente, mas que é persistente,
autêntica e sincera ( às vezes até demais... huahuahuuh) ...
Que sonha, sonha, sonha... Que é perfeccionista, e que não vive sem música...
Que ama a essência, pois rótulos e máscaras não lhe satisfaz...
Essa menina maluca que fala sozinha, que é amiga da lua, do sol, das estrelas,
das flores e do vento... Essa menina mulher de jeitinho tímido, e que detesta solidão... Que ama conversar, mas que fala pouco, porque se comunica mesmo é com o sorriso e com o olhar... E por isso muitas vezes e incompreendida e se torna complexa para muitos, pois esses não conseguem enxergar além de seus olhos e não vêem sua alma... Serei sempre assim, apaixonada pelas artes, pelos livros, pelo aprendizado, pelas pessoas e principalmente pela vida... Viver simplesmente me fascina!

Mailla Souza

Menina má que chora escondida assopra as feridas e segue de cabeça erguida. Talvez uma pedra bruta cheia de certezas absolutas.
Infantil imatura aprende com a vida, às vezes tão dura.
São elas, mulheres meninas que viram a mesa, o jogo e que não se deixam levar, elas preferem se arriscar.

Que mulher adulta, madura, bem resolvida não tem um alter ego assim?
Enquanto os saltos, muito altos, estalam pelo chão escondem assim o tiquetaquear de um leve coração, ora rebelde, ora cheio de amor.

Tatiane Éfer