Textos para uma Menina Corajosa

Cerca de 1655 textos para uma Menina Corajosa

Assim como o Sol se esconde a noite
Meu coração se esconde detro de mim .
Cansado de amar errado , cansado de sofrer.
Cansada de criar expectativas , cansada de tudo que possa feri-la , cansada de você.
Cansada de chorar e ter que sorrir no dia seguinte
Cansada de gritar e implorar para que você seja meu ouvinte
Menina boba , com o coração nas mãos
Menina linda , cheia de sonhos então
Menina ingênua , precisando de calor
Menina carente , descobrindo o amor .

Rayssa Barreto

Lua...
tu que estás aí desde toda a eternidade,
leva este meu verso
passear pelo Universo.

Lua...
que a noite ilumina,
leva minha alma menina
e entrega àquele que me fascina...

Lua...
conheces o amor de tanto tempo,
sabes diferenciar o sempre de um momento
vês neste amor toda verdade,
leve-o pra viver a eternidade.

Rosangela Calza

Que saudade da menina que era...
Ouvia o riso das flores....
Das borboletas no jardim....
O orvalho tinha cor....
O céu sorria de amor....
Cai chuva .....
Deixando delicados perfumes....
Sente-se suave euforia.....
Amanhece... é o dia...
Sentimentos misturados.....
Ficaram com as lembranças
Espalhados pelo tempo
Lágrimas de sorrisos.....
lágrimas de saudade....
Sentimentos marcados...
Orgulho de tudo aquilo que se conquistou....
E da decepção de tudo o que se perdeu.....
Épocas.... da infância...
já misturadas com a minha matura idade...
Mostra-me as cicatrizes que o tempo deixou....
Para saber lidar melhor com o presente e futuro.!!

IsabelMoraisRibeiro

Essa sou eu,
Uma menina meiga,
Sendo uma mulher forte,
Com olhar doce,
E com alma poetizada.
Talvez tanto sensível
Mais de uma coragem de dar inveja.
Não abandono meu sonho de ser feliz,
Alias durmo e acordo com esse mesmo propósito!
E vivo a minha vida,
Com a mesma beleza que tem no meu olhar!

Juliana Serafim

Sentimento

O sentimento é o cal que cimenta a vivencia.
Os sentimentos são como as quatro estações, os quatros elementos da vida.
Nos consomem, nos avivam, nos fortalecem, mas nos derrotam.

São, os sentimento, como as árvores milenares.
Uma cidade de árvores em formação, tão indefinidos são.

Sentimentos, dia e noite, sol e chuva,a mão enrugada do velho, o sorriso da criança, exaltando, o novo.

Há quem diga que, existe coração de pedra, mas até o irredutível, se rende em sentimentos, quando da sua queda.

O belo e o feio, que para bem ou para o mal, veio.
O sentimento é simples, como do sentir, do gosto da Manga, nos lábios da menina, ao gosto amargo, no olhar de féu.

Agridoce são os sentimentos que, não se afastam do justo julgador, nem tão longe está do infeliz, destino, do réu.

Ah.. quantos sentimentos, podemos ter, criar, alegrar e perecer.

Dia de sol, manhã chuvosa, penumbra da noite, madrugada enluarada, gosto de morte, aviso de vida, numa hora inesperada.

Kaw Lima

E na tarde de domingo a menina fica sentada na janela, vendo a chuva caindo, e pensando em seu amor.
Quem será o seu amor?
De onde virá o seu amor?

Ela abaixa a cabeça, a lágrima cai e sorri.
E descobre que o amor vem dela própria.
O amor que ela sente dentro dela, é o amor dela,
o amor que ela quer dividir com alguém, mesmo quando esse alguém não está disposto a aceitar.
Mas, mesmo assim ela sorri e fica feliz, pois o amor é dela, e ninguém pode tirar.

Tatiana Corrêa

Dizem que as meninas estão em busca do príncipe encantado.
Ou que algumas preferem o lobo mau, acho que todos lembram desta forma de pensamento que sempre rodeia o mundo feminino.
Mas, a menina, a menina que senta e vê a chuva caindo, ela não quer o príncipe nem o lobo, ela só quer um amor de verdade, um amor fora dos livros infantis e livros adultos.
Ela quer ter com quem conversar, contar seus lamentos, deixar suas lagrimas rolarem e dar seus melhores e mais belos sorrisos.
E no fim da tarde, deitar no sofá e receber un beijo e um carinho.
Ela não quer ficção, ela quer alguém de verdade.
Com defeitos e acertos, sem juras, sem promessas.
Apenas alguém que aceite-a sabendo como confusa ela é.

Tatiana Corrêa

Simbiose

Tem uma menina dentro dos meus olhos.
Metade rosa, metade beija-flor
Ou ora uma, ora o outro dança
A música da vida cheia de fervor.

A menina é risonha e devotada
É uma réstia de luz do pôr-do-sol
Enamorada pelo amor, extasiada.
Baila ao som da flauta em serenata.

É ave, é som, é luz, é flor.
Há muita vida dentro da menina
Que ri e ama em profusão.
No meu olhar vive uma menina
Metade cérebro, metade coração.

Dentro da menina há um sonho
A menina me pede pra sonhar com ela.
O sonho me pede pra viver por ele
A menina e o sonho
Entrelaçam-se e se abraçam
E seguem inseparáveis pela vida.

Eleni Mariana de Menezes

Mudei. Mudei drasticamente. Eu tive que mudar.
As vezes queria, mas por consequência de meu atos não conseguia. Por indisciplina não chegava onde queria. E por alguns contratempos, não saía do lugar.
Mas achei você, minha menina mulher. Você me deu uma direção, me doou seu coração e colocou meus pés no chão. Agradeço a você todo contente, mas primeiramente a Deus pelo presente, que é você!

Gustavo Cavalcante

SOU SEU AVESSO

Você me fez crescer pelo seu avesso
“Faça o que eu mando, não faça o que eu faço”
A menina não entendia, observava...
A moça continuava sem entender, mas já se inquietava...
Me fiz mulher com todas as inquietações cabíveis em um ser humano
Pois não importa o que faça, faço e desfaço...
Aprendi enquanto crescia... Sou seu avesso!

Mary Nereidi

O teu amor me chamou e eu voltei. Todo amor é infinito. Eterno. Para sempre. Tudo é tão confuso dentro da minha mente. Trevas e luz se misturam em meu mundo. O brilho eterno do nosso instante mais bonito, vou guardar para sempre cada esperança, conversa, tudo o que nos conecta.
Na escuridão o teu olhar me iluminava. E me deixei levar pelos sonhos encontrados em teus detalhes. O tempo é um conceito que só espera ser transcendendo. O passado é uma cortina de vidro. O presente, seria real? O futuro, não existe! O tempo passa, as ondas se movem e só o silêncio fica. Chega a ser perturbador quando a paz repousa sobre o caos. O que pode ser chamado amor?
Em cada solidão vencida eu te desejo. Eu reencontro com teu corpo Meu abrigo Ah! Minha menina, Viajei tantos espaços e troquei passos perdido e me encontrei no labirinto espelhado dos teus olhos pintados de versos de um universo vermelho mas dourado e eu simplesmente me escrevo em uma prosa contraditória porque sou infinito e te escrevo um poema que nos guardará para sempre em nós de nós dois. E assim você saberá no meu abraço... Eu vou te levar comigo para sempre!

Espiral

Menina na janela

Linda menina!
Minha donzela...
Que fazes tu
nessa janela?

Tão debruçada!
Bem apoiada...
Encara o dia
e olha pra nada.

Longos cabelos!
Lábios em cor...
Bem adornada.
Jovem primor!

Tu tens um ar
de que és segura...
Sorrisos muitos,
sem amargura.

Sabes que és luz,
que o sol apenas
clareia o céu
a duras penas.

Tu és calor!
És tu verão...
Dessa janela
grande atração.

Ottavio DiLucca

Duas folhas caíram a sua direita,
Deyli podia sentir o orvalho na pele
O frescor do corpo sobre a grama verde
O vento acariciando as árvores
O brilho do sol espiando entre os galhos
Nunca havia se sentido tão viva,
Tudo estava tão tranqüilo,
Um sono profundo se aproximou
Ela fechou os olhos,
As duas folhas lhe serviram de cobertor
O orvalho de alimento, o brilho do sol de proteção.
Deyli se encolheu, abraçou o corpo e germinou.

http:medgorga.blogspot.com.br

Ei, menina.
Não desiste não.
O homem mais inteligente do mundo, sabe valorizar a mulher que está presente.
Ela é única e diferenciada; capaz de realizar qualquer desejo ou atividades que nenhuma outra seria tão poderosa e soberana à fazer.
Um homem inteligente, valoriza apenas uma mulher, e não leva consigo todas que estão ao seu redor.
Porque, meu bem, conseguir inúmeras mulheres ao seu lado, é fácil. Difícil é ter com si a mulher que realmente te ama e chamá-la de sua.

Melyssa2015

Qual é o seu nome?

Quem é essa menina? Quem é você que faz meu mundo oscilar?
E faz cada vez mais eu te cobiçar.

Mas como isso foi acontecer? Ainda mais com uma pessoa que não cheguei a conhecer.

Menina, você tem algo que me deixa esquivo. O que pra mim, é realmente algo inesperado.

Não sei o que acontece, quando meu olhar te encontra, meu corpo se inquieta coloco-me a drapejar.

Menina, Te contemplo ao alvorecer, reflito sobre você no crepúsculo e sonho com você ao anoitecer.

Como já dizia Shakespeare: "Só é amor quando é a primeira vista"

Com certeza exaltado, um pouco alucinado, será que estou apaixonado?

Menina linda, qual é o seu nome?

Adan Fernandes Da Silva

VOCÊ SABE
EU SEI QUE VOCÊ SABE

QUE O QUE VEM DO CORAÇÇÃO
A TI PERTENCE

MESMO QUE DIGAS NÃO
TUDO QUE ESCREVO

ÀS VEZES SOFRENDO
ÀS VEZES CHORANDO

SÃO FEITOS PRA TI

SÃO FEITOS SOMENTE
PENSANDO EM TI

VOCÊ SABE
EU SEI QUE VOCÊ SABE!

MESMO QUE TODOS
RECEBAM COM CARINHO

MESMO QUE EU A TODOS
ENVIE DE CORAÇÇÃO

ELES SÓ FORAM CRIADOS POR TI

TU ÉS A RAZÃO

VOCÊ SABE
EU SEI QUE VOCÊ SABE !



TÍTULO : EU SEI QUE VOCÊ SABE !
AUTOR : WHYTTIFIELD / JEMAVENI
REGISTRO : 06052007160708001000
06052007070909103071
LIVRO (S) : FORAM APENAS SONHOS
O TEMPO PODE ESPERAR

"À ANNA CAROLINA KAROL VIEIRA MENINA VENTO BARBALHA CEARÁ"

WHYTTIFIELD SAUNDERS

CANSADO DE VIVER
CANSADO DE AMAR

DEUS ME FEZ PRA SOFRER
PROS PECADOS PAGAR

MAS CANSEIDE CHORAR
SAUDADE DO CANTAR

POR ISSO ADEUS AMOR




TÍTULO : ADEUS AMOR
AUTOR : WHYTTIFIELD / JEMAVENI
REGISTRO : 02042007032703001036
LIVRO (S) : PEROLA NEGRA

"À MARCIELA A MENINA DA FOTO BRASILIA DF"

WHYTTIFIELD SAUNDERS

TO NEM AI PRO DESTINO
ELE PODE DESCARREGAR MEU CELULAR
PRA NÃO DEIXAR EU FALAR CONTIGO

ELE PODE CORTAR MINHA LUZ
PRA MIM NÃO ENTRAR NA NET

ELE PODE CAUSAR DESENCONTROS
NOS HORÁRIOS QUE ENTRAMOS

ELE PODE MANDAR VISITAS
PRA ME DEIXAR NA SOLIDÃO

ELE PODE FAZER VOCÊ DIZER
QUE JAMAIS VAI ME AMAR

ELE PODE TENTAR TIRAR VOCÊ
DE DENTRO DOS MEUS SONHOS

ELE PODE ME MATAR DE INCERTEZAS
ELE PODE ME FAZER CHORAR DE SAUDADES

MAS NUNCA, NUNCA MESMO
VAI CONSEGUIR TE TIRAR DO MEU CORAÇÇÃO
VAIS CONSEGUIR TE TIRAR DO MEU PENSAMENTO




TÍTULO : DO MEU PENSAMENTO
AUTOR : WHYTTIFIELD / JEMAVENI
REGISTRO : 23102007040342001185
LIVRO (S) : SIMPLESMENTE TEU

"À ANNA CAROLINA KAROL VIEIRA MENINA VENTO BARBALHA CEARÁ"

WHYTTIFIELD SAUNDERS

Indomável felina,
Circunda-te doce bruma de menina,
Vez simplista, vez realeza
Apesar de muito de ti, encontrar nas belas artes,
Não há em museu algum figura de tão etérea e plena beleza
És, portanto, obra do autor perfeito,
Porém, muito me intriga d’onde o Criador tomou tamanha inspiração
Talvez possas ter nascido dentre as deusas gregas,
Lhes despertado a inveja ante tua formosura e delicadeza
Destituída de maldade por natureza, ó deusa Perfeição
Foste perfidamente atacada e dos céus para a terra, condenada
Feliz e pobre do homem, que agora por ti
De paixão consome-se e sofre para descrever-te
Não encontrará olhar e sorriso mais singelo e misterioso
Mona Lisa envergonhar-se-ia do próprio rosto
Freya e Afrodite exilar-se-iam no mais distante jardim
Helena esconder-se-ia entre as colunas de Tróia
Artemis nunca se desfaria da venda sobre os olhos
Pois se mesmo o fizesse, a injustiça veria
Tua beleza divina desfigurando o fundo terreno
Oferecendo harmonia entre remédio e veneno
E por onde teu olhar perpassa,
Procuro eu estar e aparecer
Para que percebas minha graça
E dai-me a chance de merecer
A luz dos teus olhos a irradiarem-me
E no teu seio macio abrandar-me
A cada lua adormecer
Foste e serás sempre digna
Pois mácula alguma ousa travar batalha
Contra alma pura, última determinante
De tua força extraordinária.
Deixes, porém, que quando sozinha,
Escorram as lágrimas de sentimentos
Para que estas mondem teu caminho
E dissipem de tuas lembranças vis atrevimentos
Peço que perdoe-me, minha deusa doce maga menina,
Mas encerrarei por agora esses versos
Antes que finde os anos elucidando teus dons diversos
Ter-te-ei para mim como minha mais nobre sina.

D. Azevedo

MINHA FLOR MENINA, FLOR MULHER!!
(poema feito, por sugestão do amigo Carlos Martinez, do Grupo Flores & Canções).

Flor que se faz criança,
Ao surgimento de um botão,
Ganhando vida e esperança,
Ganhando formas e padrão.

Vai se abrindo lentamente,
Tornando-se adolescente,
Ganhando da natureza,
Todo o perfume e beleza.

E chegando à juventude,
Com toda sua elegância,
Viçosa em plena saúde,
Com trejeitos da infância.

A inocência se fez mulher,
De pecados e perdões,
Pois esteja onde estiver,
Arrebata os corações.

E na sua perenidade,
Tornam-se ainda mais lindas,
Minhas Azaleias queridas,
Me fazem a felicidade,
Dando cores à minha vida.

Mas quando vão se murchando,
Na hora da despedida,
Deixa meu coração suspirando,
Minha saudade, sentida.

Foi-se a menina flor,
Inocente botão criança,
Flor mulher e sem pecado,
Levando o meu coração,
Deixando doces lembranças,
De muito amor e paixão.
Márcio Souza.

Márcio Souza