Textos para uma Menina Corajosa

Cerca de 1328 textos para uma Menina Corajosa

Evolução

Não sou cravo,
Nem sou rosa
Sou apenas uma menina mulher.
Não uso máscara, não digo de rímel mas essas que as pessoas costumam usar
para transparecer algo...
Não preciso, porque não sou perfeita, sou até desastrata e falo coisas quando devo calar...
Mas é assim mesmo, vivemos no mundinho medíocre, onde temos que conviver com pessoas medíocres....
Descobri que não me importo com o que pensam ou falem!
O que verdadeiramente me importa são as pessoas cujas quais amo.
O resto é detalhe,
não um detalhe que faz toda a diferença, mas um detalhe pequeno, insignificante...
Não sou perfeita e nem quero agradar a todos, e sei que nem se eu quisesse conseguiria...
Vivemos em um mundo em que as pessoas se tornaram amantes de si mesmo!
Sabe?!
Aqueles que só se importam consigo e que pouco estão ligando para que os outros passem.
Talvez,
isso aconteça comigo, às vezes penso igualzinho a essas pessoas...
Mas hoje quero ser diferente, não só quero como posso!
Eu evoluí literalmente. Uma evolução construtiva, que me ergue, que me faz crescer e entender que Deus só tem o melhor para mim.
Não, não estou dizendo que tenho uma vida perfeita, mas passei a valorizar cada pequena coisa que acontece nela, não quero passar nada para ninguém, só quero fazer o que mais amo: escrever.
Não quero ser uma bonequinha de porcelana, uma garota fútil, nem uma anjo, quem dera?!
Só quero ser eu, só que evoluida, crescida, e quando eu chorar que seja por algo que vale a pena
Quando sorrir seja a toda hora, pois isso é bom, é saudável, é preciso e refina a alma.
Que quando EU disser TE AMO, que seja verdadeiro, e que ao ouvir também...
Enfim!
O que mais quero hoje,
não é ser perfeita e sim ser melhor do que sou...
Então que comece por mim!

Carla Juliana dos Santos

Perda da inocência

Menina que senti coisas bobas, que ama como uma trouxa, que chora mares que a banha. Mar que lava sua alma inocente de garota, que de inocente não tem nem os dentes, que crava no corpo estupendo daquele ser demente, que na hora do amor não a tratou como deve, deixando sangue em seus dentes, e marcas em seu corpo que não é mais inocente.

Caliana Matias

"Menina da Janela

A menina da janela
era tão próxima de mim,
mas eu era tão pequeno
que minha mão não
alcançava aquela janela.

E eu, de tanto tentar,
desisti, não sei se dela,
ou se de alcança-la
pela fresta da janela.

Hoje, a menina da janela
é a moça da sacada,
que está tão longe quanto
estão longe os meus sonhos,
e tão inalcansável
quanto eu sou para mim mesmo."

Carlucho Vitaliano

Sou mulher
Nasci menina
laços e fitas rosas no cabelo
Até descobrir
Que a vida não é tão cor-de-rosa assim....
Nasci menina
Sou mulher
Brinquei com bonecas
Até descobrir
Que ter filhos não é tão fácil assim
Nasci menina
Fui moleca
Cai, me machuquei, chorei, sangrei
Até saber que não seria tudo
Tão simples assim
Até sangrar de verdade

Thereza Cristina

Me decifra, me traduz...
Sou doce, sou menina, eu regresso...
pequena quando me da colo,
Grande quando me impulsiona
Sou eterna, sou segundos...
O tempo, o momento...
Eles me orientam.
Posso ser céu, posso ser mar...
Posso ser rosa, posso ser espinho...
Não existe em ti olhar de reprimenda.
Quando estou ao seu lado eu posso ser...

Poliana Fonteles

BOM DIA MENINA!!!

"O caminho que eu escolhi é o do amor, não importam as dores, as angústias nem as decepções que vou ter que encarar, escolhi ser verdadeiro.

No meu caminho o abraço é apertado, o aperto de mão é sincero, por isso, não estranhe a minha maneira de sorrir, de te desejar o bem, eu sou aquela pessoa que acredita no bem, que vive no bem e que anseia o bem.

Por isso, não estranhe se eu te abraçar bem apertado, se eu me emocionar com a sua história, se eu chorar junto com você, afinal de contas, somos humanos!

E é assim que eu enxergo a vida, e é só assim que eu acredito que vale a pena viver, viver com emoção, com verdade..."

BEIJO DOCE NO CORAÇÃO...

Autoria: [JR. Montagner]

JR.Montagner

Menina Morena

O outono passou e o inverno chegou
As folhas secaram e o vendo levou
O frio carece a pele serena
Da pequena menina morena

O sol radia em tempo gelado
A menina morena quer ser aquecida pelos teus braços.

O outono passou e o inverno chegou
As folhas secaram e o vento levou
Menina morena quer ser protegida
Protegida por um verdadeiro amor.

O amor não é passageiro
O amor é a esperança
Que brota no rosto de uma criança
Menina morena menina morena.

Elainy Brito Palma

MEU AMOR PELA THALIA !

O amor que sinto por uma menina
O amor que isso me anima
Ela me faz sonhar e crescer
Por isso THALIA que amo você.

O amor que sinto por ela...
Me faz lembrar a Cinderela
O amor que ela me trás...
Junto a ela eu fico na paz.

Esse amor eu dedico a ela
Por que meu amor foi feito dela
Esse ano fizemos 1 ano
E ela é tudo ki mais amo !

E eu digo que me apaixonei
E te Amar é um prazer
Por que THALIA eu nasci...
Pra amar você (L)

Levy Asaf Lima

Sou feita de sonhos, detalhes despercebidos...
Por fora sou uma menina, por dentro uma mulher, que poucos conhecem!!!
Aquela que ri de qualquer bobagem, que se assusta com tudo, que chora para aliviar a dor...
Aquela cheia de manias, gostos e reações estranhas fora do comum, aquela pessoa paciente, mas ansiosa.
Aquela que não consegue esconder o sorriso.
Aquela que se diverte com pouco.
Aquela que fala pelos cotovelos, mas gosta de pensar em silêncio.
Aquela que se magoa fácil, mas que sabe perdoar.
Aquela garota orgulhosa, mas que reconhece seus erros.
Aquela que tem inúmeros defeitos, mas qualidades incríveis.
Uma pessoa comum, mas não uma pessoa qualquer!!!
Sou uma mulher madura que às vezes brinca de balanço, que ama as coisaa mais simples da vida, que dorme abraçada com ursinho de pelúcia.
Aquela que não consegue esconder o sorriso.
Aquela que se diverte com pouco.
Que quando criança queria voar e que, ao crescer, virou borboleta.
Sou livre, dona de mim, dona dos meus pensamentos, das minhas atitudes.
Uma pessoa que não suporta injustiças, mesmo sabendo que ela pode ser beneficiada com isso.
Uma pessoa que jurou não confiar nas pessoas, mas depois esqueceu o juramento.
Uma pessoa que tem uma fé imensa no invisível e acredita
piamente que "tudo que se planta, colhe" e que “nada acontece por acaso”.
Uma pessoa que já se importou com a opinião alheia, depois
descobriu que a opinião mais importante era a dela.
Enfim, uma pessoa que está sempre aprendendo e que quer fazer a diferença na Vida!!
Sou as minhas atitudes, os meus sentimentos, as minhas
idéias...Surpresas, gargalhadas, lágrimas...
Enfim, o que eu sinto, quem eu sou, você só vai perceber quando olhar nos meus olhos, ou melhor, além deles.
Sou muito mais que essas letras,frases e fotos que falam sobre mim.
"Sou pessoa de dentro pra fora.
Minha beleza está na minha essência e no meu caráter."

Lu Machado

Você roubou minha menina
e sangrou meu coração
me devolve em um caixão
a mais doce pequenina
você baixou a cortina
e abriu uma ferida
o teu ódio e a vingança
jorrados numa criança
na melhor fase da vida

Um ato de covardia
com uma pequena indefesa
que só mostrava beleza
e transpirava alegria
e a tua alma tão fria
trouxe a ira como oferta
de uma atitude canalha
a justiça do homem é falha
mas a de Deus é obra certa

Guibson Medeiros

Ele: O que você leva nessa bolsa?
Ela: Coisas de menina.
Ele: Tipo o que?
Ela: Ah, de tudo. Maquiagem, um pente e meu diário...
Ele: Diário? O que meninas escrevem num diário?
Ela: O que os meninos causam nelas.
Ele: Posso ler o seu?
Ela: Não, você vai encontrar muitas páginas com seu nome.

Prefira Borboletas (Mariana Lobo)

Grita, palhaço, que o teu canto é poesia
Leva no riso a fantasia daquela menina
Que um dia sonhou em ser uma bailarina
E quis fazer piruetas na corda bamba da vida.

Canta palhaço que a tua voz é melodia
Abrem-se as cortinas e a menina aplaudia
Choros de risos, lágrimas de alegria
Na escuridão dos bastidores
A tristeza se escondia.

Gira, com os pés no ar, bailarina menina
Gira, sem parar, num chão de estrelas.

O palhaço pinta o seu nariz
Vai começar o segundo ato
sem sapatilhas a menina
Bailarina dança
com os pés descalços.

E na magia da cena que o palhaço encena
A menina via que o palhaço sorria
Quando ele ouvia ela sonhar.

Gira com os pés no ar
Bailarina, menina
Gira sem parar
Num chão de estrelas.

Gira, menina bailarina
Gira num chão de estrelas
Canta, palhaço
Que a tua voz
É a magia em cena
Gira, menina bailarina
Gira, bailarina menina
Grita, palhaço
Que o teu canto é poesia.

Gira, menina, bailarina, menina, gira!

Alex Cruz

Menina Boa

Garota bonitinha, que anda bem vestida
se faz de timida,mais é extrovestida
tem um gênio forte, mais é gente boa
quando passa no parque todos gritam QUE MENINA BOA!

Ela adora rebolar, e adora cor de rosa
quando chega a noite, recebe ligações
todo dia um baton diferente e uma rosa
atende, e diz que não quer compromisso

Ela é boa demais, boa demais
será que tenho chances? que garota legal!
é a menina dos meus sonhos, a garota ideal
Ela é demais, ela é boa demais (refrão)

Quando sai de casa, com seu perfume doce
todos olham e comentam : que garota boa!
Sua boca é vermelhinha, mal imagino como deve ser doce!

(refrão) 2x

Vilani Sousa

É que eu amo demais...

Era uma vez a minha vida, sem graça e meio batidinha. Uma menina coadjuvante em sua própria história, os contos eram sempre os mesmos. Faltava ação, faltava paz, faltava; sobretudo amor. O que a falta de amor, não faz a uma mulher? (me denomino assim, porque a palavra ‘mulher’ exprime uma feminilidade incrível; entretanto sei bem que não passo de uma menina, e sinceramente não acho isso dispensável).

Uma mulher carente fica frágil, suscetível as maiores crises, com mania de implicância – tudo fora do lugar... Vaidade passa de um critério supérfluo á obsessão, com a rapidez com que a falta de amor destroça um coração saudável. Beleza sempre parece essencial para galgar um amor, principalmente nas horas que é de um amor que se sente falta. Tudo que está ausente é exatamente o necessário para o bendito amor aparecer.

Embora eu tivesse um amor, não era o amor- amor, entende? Eu ia levando uma relação morna SOZINHA há alguns anos. Assumo envergonhada: eu sofria de acomodação, eu me contentava em amar pela metade. (Isso é lamentável em todo seu feitio). Amar pela metade me fazia desprezível e era bem assim que eu enxergava a maioria das coisas lindas dessa vida, com desprezo.

Hesitei muitas vezes em ser feliz, em abandonar a estabilidade de uma vida amorosa medíocre, que me fazia medíocre. Imaginem só, a menina intensa em tudo que faz, amando pela metade, fracassando e achando isso natural. Fracassar é natural, mas achar que vai fracassar para sempre é um erro. Achar que o amor chegou ao topo, é outro erro, um erro de grandeza maior, inclusive. O amor nunca chega ao topo, o amor sempre pode crescer, pode crescer porque eu ainda acredito na melhora das pessoas. Mas eu era uma pessoa que não melhorava, por isso o amor não crescia. Eu queria mesmo era que o relacionamento acabasse sem minha intervenção. Calma aí, como eu seria protagonista de uma história que o destino tomava todas as decisões? Hein?

Por sorte, o destino se encarregou de me deixar BEM abusada, porque não é só o excesso que causa abuso, a falta também tem esse poder, até mesmo porque eu tinha excesso de falta. Justamente isso! Não importa, só sei que a felicidade fez ‘ding-dong’ na minha campainha e eu abri. Abri de alma lavada, de coração livre, querendo urgentemente amar, abri a porta e lá estava alguém muito especial. Ele me encontrou e eu o encontrei, sem meios e fins [esse encontro, nós dois, esse amor – essa era a música da época], e de repente tudo fazia mais sentido. Como a vida era linda naqueles tempos...! Eu tinha minha própria história de amor, tudo se encaixava perfeitamente.

MAS “todo grande amor só é bem grande, se for triste...” Nesse sentido, eu sofri, mas fui muito feliz, feliz como nunca havia sido até então (com alguém). Nesse encontro eu descobri o real sentido da palavra “perda”, soube como acontece o temido “ir atrás” e ainda reconheci o significado maior da expressão “CRESÇA!”. Enfrentei “olhares invejosos”, “intrigas”... “receios”. Eu abusei da coragem, fui covarde quando necessário e até me deixei ficar vulnerável – Não é exatamente isso que o amor exige? Eu fui com tudo e sem nenhum arrependimento.

E quando “crescer” tornou-se requisito essencial para o prolongamento daquele amor: Eu cresci! Cresci porque era necessário, mas tomei apreço e cheguei a um estágio superior, desproporcionalmente maior do que aquele romance exigia. Ficar junto é complicado, ou se está junto, ou não está (e felizmente, eu sou leal demais para estar junto sem estar). A essa altura de amadurecimento, eu não suportaria levar outro namoro sozinha, não depois de saber como o amor acontece, não com tantas lembranças boas na cabeça na iminência de virarem aversão. Sai sofrida, mas ocupando o papel de protagonista da minha própria história, a sensação de arrependimento podia acontecer, mas em razão do atrevimento, não mais por acomodação, isso por si só já me fazia alguém tão melhor.

“amor é coisa de ir, mas também é coisa de voltar...” Eu fui! Dessa vez não vieram carências, nem crises, nem manias de implicância, veio reconhecimento, uma coisa que eu buscava há muito. É difícil olhar no espelho e não saber quem é você, porque “ser você” se confunde com “estar com alguém” – Eu era Nina, mais do que nunca, sem traumas e concussões, totalmente em paz com a pessoa que eu havia me tornado. Não falo de “bola cheia”, nem de “auto-estima dando piruetas no céu”, falo de autoconhecimento. Eu que conheci o amor querendo “urgentemente amar”, porque temia que meu coração secasse (que tola!). Percebi que amor nunca vai me faltar... Se faltar, antes que meu coração seque, eu já morri sufocada. Amar, para mim, é algo embutido, indissolúvel.

Eu amo naturalmente, tal qual respirar... Amo a minha nova forma de encarar o amor. O amor me modifica e eu modifico a forma como ele opera na minha vida. Dessa vez, imagino tudo muito livre, tudo com muita calma. Nada mais de desesperadamente tomar posse, não sou mais a mesma de alguns seis meses atrás, essa nova Nina aprendeu que amar é coisa séria, que sentimento prende mais que qualquer outra coisa e que transparência conquista.

Se antes, deixar o destino agir por conta própria me fez perder tempo e me afastou do tão sonhado cargo de protagonista. Hoje, novamente, deixo que ele tome conta de mim, não que eu não saiba para aonde ir e não interfira incisivamente, mas é que ele tem sido tão meu amigo, tão parceiro – digo: agimos em conjunto. Na MINHA história tem Nina, tem destino, floresta, seres encantados, fada madrinha, bruxa má (ECA!), esquilinhos do castelo, cisnes e príncipe. Ta, falta o felizes para sempre, eu sei... Mas quer saber? Eu tenho amor, 19 anos e uma vida inteira pela frente. “Felizes para Sempre” é um Adeus, é a última página do livro sendo lida, é a última cena da novela. Vou amar interminavelmente, estou amando e logo logo não serei a mesma.

[ESPERAAA] Fiz uma ligação: Se amar me transforma e eu amo sempre, é justamente por isso que eu não costumo ser constante. E a galera falando em bipolaridade... “É que eu amo demais, gente”... “É que eu amo demais...”

Nina Nunes

Menina... Mulher... Mulher... Menina...

Tão mulher, tão menina
Tão menina, tão mulher
Doce como menina
Prudente como mulher
Face de menina
Corpo de mulher
Encanto de menina
Fascínio de mulher
Ora mulher, ora menina
Ora menina, ora mulher
Menina quando prende sua atenção ao céu
Mulher quando admira apaixonada o mar
Menina que adora sonhar
Mulher que faz realizar
Risada de menina
Sorriso de mulher
Olhos de menina
Olhar de mulher
Vulnerável como menina
Guerreira como mulher
Queria ser mulher, mas era menina
Queria ser menina, mas era mulher
Afinal, mulher ou menina?
Menina ou mulher?

Clarissa Paludo

O ESTRANHO INVERNO DE CLOTILDE

Desde menina,
Clotilde temia temperaturas baixas.

Ao pisar no chão gelado,
Sua boca estranhamente
Era tomada por um gosto de limão.

Anos e anos Clotilde guardava esse segredo,
Entrava primavera e saía primavera
Sem sentir a delicadeza do chão.

Dia desses fiquei sabendo
Que diante de um frio 4° graus,
Clotilde tirou os sapatos, as meias
Desafiou a temperatura do solo,
Esquentou o coração.

- sentiu um leve gosto de limonada nos lábios -

Com um largo sorriso nos pés, saiu descalça
Passeando pela cidade,
Irradiando euforia e paixão.

Reginaldo Poeta Gomes - fev 2009

_Ei menina, venha aqui....
_Já estou aqui, há muitos anos...
_Mas, eu te conheço?
_As vezes, quando você quer me ver....
_Como assim?
_Eu sou você, quando você me deixa ser Eu..
_E quando eu sou você?
_Antes, era muito raro, agora está ficando mais amiúde..
É quando você consegue respirar a vida, sentir a alma,
ser realmente você, ou melhor "eu".
_Mas sempre é assim...
_Quisera fosse, você seria muito mais intensa, a vida seria tão plena..
_E como faço para ser sempre você?
_É tão simples, basta nos completarmos, viver sem medo, confiando e acreditando sempre
em nós.
Você e Eu, Eu e Você, uma mistura perfeita de sonho e realidade...

Marcia Simoni

Aposta


Menina meiga com sorriso encantador,
Despertou em mim, uma pontinha de amor.

Como pode ser tão meiga e ao mesmo tempo tão bela,
Como um sorriso que cativa,
Eu não sei mas o que é não pensar nela.

Os dias passam, os dias vem,
E eu não consigoesquecer, nem encontro uma forma de tentar não te querer.

A questão é saber, a onde isso vai dar,
Ou será que até isso, agente vai ter que apostar?

Que se aposte muitas coisas,
Ou até mesmo 1 milhão.

Só não vamos tentar apostar,
O sentimento do nosso coração !

Phelipe

Ele: Lágrimas ñ param de cair
no telefone a menina liga ..
ELA: Olá .
ELE: Quem é?
ELA: Sou eu, a felicidade iludida.
ELE: O que é que você quer ?
ELA: Dizer que te amo.
ELE: OUTRA VEZ? Eu já ouvi isso 15 vezes. Não se cansa?
ELA: Quem ama não cansa...
ELE: Mas eu canso... Eu não te amo!
ELA: O que?
ELE: é isso mesmo, eu iludo e por isso me chamo ilusão do amor.

Neste exato momento uma lágrima corre na minha face...

ELA: Como pode dizer isso?
ELE: Dizendo que não te amo. Não devo nada a ninguém
ELA: Não deve nada?
ELE: é claro que não.
ELA: Deve sim. O teu amor.
ELE: Que amor?
ELA: Você me faz voar tão alto e agora diz que não me ama?
ELE: Deve estar ficando louca!

E as lágrimas insistentemente não paravam de cair...

ELA: Estou mesmo louca...acreditei em ti!
ELE: Você sabia que era só amizade, não?
ELA: Claro que não... Diz tantas coisas... E ainda me deu um beijo!
ELE: Um beijo? Aquilo nem foi beijo...
ELA: Não foi? Então o que foi.. ?
ELE: Ok... Foi um beijo sem significado.
ELA: Ah e um beijo sem significado deixa de ser beijo?
ELE: Não.
ELA: Quer dizer, eu não significo nada para ti?
ELE: Significa...
ELA: O que?
ELE: Uma grande conta de telefone no final do mês Agora vou desligar.
ELA: NÃO... Por favor!
ELE: Porque?
ELA: Porque eu te amo...
ELE: Qual o valor que o teu amor me vai dar?
ELA: Felicidade.
ELE: Eu quero coisas materiais...
ELA: Eu vou ser tua...
ELE: Isso não vale... Quanto é que você vale?
ELA: Porque esta pergunta?
ELE: Se eu enjoar de ti posso-te empenhar?
ELA: O que é que eu fiz para me tratar assim?
ELE: Amar-me! Agora vou desligar!
ELA: NÃO, por favor!!!
ELE: Quer parar com isto? ESTOU FARTO!
ELA: Não... por favor, não desligue.
ELE: ...
ELA: Fala comigo...
ELE: ...
ELA: Pelo amor de Deus, diz que me ama!
ELE: OUVE... eu já estou farto de você. Agora vê se me esquece.
ELA: Eu prefiro morrer do que te esquecer.
ELE: Ai é? Então se mata logo!
(Ele desliga.)
ELA: Não... por favor... Não me faça isso, eu te amo.


ALGUNS DIAS DEPOIS...

- Do que morreu esta menina? - Perguntam
- De intoxicação. - Responde a enfermeira.
- Coitada... ela tinha algum problema? - Perguntam
- Sim, sofria de amor... - Responde a enfermeira.

E então, no dia do funeral o rapaz de que a menina gostava apareceu no local prestando a sua ultima homenagem e lançou uma rosa vermelha e disse baixinho:
- Eu te amo!

Mas, é tarde demais.

desconhecido(a)

ALMA DE MENINA FACEIRA,
GOSTA DE BANHO DE CACHOEIRA,
BRINCAR,DANÇAR,E COLHER FLORES.
CORPO DE MULHER,
QUE ENCANTA COMO AS FEITICEIRAS.
SEU ROSTO, SUAVE E DOCE,
TEM A BELEZA DA INGENUIDADE.
MULHER DE BOCA ADOCICADA,
MORANGO, CEREJA, O GOSTO DESEJADO...
É TODA SENSUALIDADE.
DENGOSA,PEDE, GRITA E CHORA.
VAIDOSA,EXIBE O CORPO NÚ E BRONZEADO.
SONHA, TECE FANTASIAS,
PAIXÕES E MAGIA...
MENINA MULHER,
FOGE,SE ESCONDE,
TEM MEDO DE AMAR...
OUVIU FALAR QUE O AMOR,
FAZ A ALMA SOFRER E CHORAR...
Nikita

Carlos Alberto Scorpion