Textos para um Professor de Matemática

Cerca de 562 textos para um Professor de Matemática

Gostaria de escrever-te hoje uma mensagem bem legal, mas bem legal mesmo! Diferente de tudo que já te escrevi e falei. Uma mensagem sem rasuras ou uma única gota de tristeza molhando suas letras. Que ao lê-la teu coração pulsasse mais rápido, teus olhos brilhassem mais e teus lábios pudessem sorrir, comovidos. Uma carta simples, mas espontânea, que te deixasse um pouco mais feliz e realizado!
Queria encher o "e-mail" de flores, de estrelas, de sorrisos e de palavras significativas, ao nível do teu merecimento. Queria pôr dentro do "e-mail" todos os corações que te amam incondicionalmente. E a gente ia fazer uma festinha bem íntima, para comemorar o acontecimento. É muita pretensão, mas eu queria isto tudo, porque te quero muito bem.
Para ser original, não comprei presente para te dar. As lojas não se renovam, os cartões de aniversário não mudam! Tudo é sempre igual ... tão repetitivo. E até porque, miserável de mim, não teria sequer como fazê-lo chegar a ti. Daí, resolvi dar-te algo que ninguém mais pode te dar, porque não tem na loja, não cabe num cartão, e nem existe na seleção de cartões da "net": o meu presente de aniversário!
É o que tenho de mais precioso, porque é um pouco de mim mesmo. É uma chavezinha especial que abre o cofre interior, onde se encontra tudo que há em mim de mais puro, verdadeiro, sagrado e pessoal. Essa chavezinha não é de ouro, mas tem valor imenso, porque vai embrulhada com aquela vontade de te ver sempre feliz, sem atrapalhar-te nunca. Se quiseres, pode chamá-la de "Amizade" (ou, mais apropriadamente ainda, "Amor").
Que esta felicidade que te auguro hoje te acompanhe sempre, sempre. Que bom que tu existes. Que bom seres importante para mim. E como é maravilhoso fazer parte do rol daqueles que tu queres bem. Se tu não existisses em minha vida, haveria um vazio enorme em mim, no tempo e no mundo.
Tenho certeza que Deus subscreve, sorrindo, tudo o que acabei de escrever ...!

Professor Galvão

Transparência
Às vezes, fico me perguntando porque é tão difícil ser transparente?
Costumamos acreditar que ser transparente é simplesmente ser sincero, não enganar os outros. Mas ser transparente é muito mais do que isso. É ter coragem de se expor, de ser frágil, de chorar, de falar do que a gente sente... Ser transparente é desnudar a alma, é deixar cair às máscaras, baixar as armas, destruir os imensos e grossos muros que nos empenhamos tanto para levantar...
Ser transparente é permitir que toda a nossa doçura aflore, desabroche, transborde! Mas infelizmente, quase sempre, a maioria de nós decide não correr esse risco.
Preferimos a dureza da razão à leveza que exporia toda a fragilidade humana.
Preferimos o nó na garganta às lágrimas que brotam do mais profundo de nosso ser... Preferimos nos perder numa busca insana por respostas imediatas à simplesmente nos entregar e admitir que não sabemos, que temos medo!
Por mais doloroso que seja ter de construir uma máscara que nos distancia cada vez mais de quem realmente somos, preferimos assim: manter uma imagem que nos dê a sensação de proteção... E assim, vamos nos afogando mais e mais em falsas palavras, em falsas atitudes, em falsos sentimentos. Não porque sejamos pessoas mentirosas, mas apenas porque nos perdemos de nós mesmos e já não sabemos onde está nossa brandura, nosso amor mais intenso e não-contaminado.
Com o passar dos anos, um vazio frio e escuro nos faz perceber que já não sabemos dar e nem pedir o que de mais precioso temos a compartilhar, doçura, compaixão... a compreensão de que todos nós sofremos, nos sentimos sós, imensamente tristes e choramos baixinho antes de dormir, num silêncio que nos remete a uma saudade desesperada de nós mesmos... daquilo que pulsa e grita dentro de nós, mas que não temos coragem de mostrar àqueles que mais amamos!
Porque, infelizmente, aprendemos que é melhor revidar, descontar, agredir, acusar, criticar e julgar do que simplesmente dizer: "você está me machucando... pode parar, por favor?". Porque aprendemos que dizer isso é ser fraco, é ser bobo, é ser menos do que o outro. Quando, na verdade, se agíssemos com o coração, poderíamos evitar tanta dor, tanta dor...
Sugiro que deixemos explodir toda a nossa doçura! Que consigamos não prender o choro, não conter a gargalhada, não esconder tanto o nosso medo, não desejar parecer tão invencível.
Que consigamos não tentar controlar tanto, responder tanto, competir tanto que consigamos docemente viver... sentir, amar... E que você seja não só razão, mas também coração, não só um escudo, mas também sentimento.
Seja transparente, apesar de todo o risco que isso possa significar.

Professor Galvão

Ao melhor amigo de minha vida, Carlos Jarbes
Tua ausência?
Eu a suporto como quem, estando viva, já morreu;
como folha seca que a árvore expeliu ao vento.
Eu a suporto como pesada cruz, sem direito a Cirineu.
Tua ausência é um doer contínuo e latejante, ferida profunda que ninguém vê,
sangue que escorre por dentro.
Tua ausência é aridez permanente, falência de ideais, tom opaco dos meus olhos tristes.
É ausência de luz, falência de alegria, derrocada de esperança, alma turbada e abatida sempre e tanto!
Sequer posso pedir que voltes, pois sei que esse pedido jamais seria atendido
você agora está muito longe de mim e todos que te amam
Você se foi sem se despedir foi tudo tão rapido meu amigo
eu não posso nem contar a você a dor terrivel que sua partida tá representando pra mim.
Descanse em paz qualquer dia meu amigo nós vamos nos encontrar vc está ao lado do PAI , de seu pai seu Vicente e de seu irmão Jorge. Sei que um dia estaremos todos juntos revivendo nossas aventuras de guris alegres e irmãos. Guris sem limites impostos pelo medo.
Você Caja foi muito especial foi um grande amigo, um irmão, um grande homem
Agora você não sentira dor você não chorará você está com nosso SENHOR.
Estou sofrendo demais por essa dor.
DESCANSE EM PAZ MEU GRANDE AMIGO
SENTIREI SAUDADES!!!!!
NOSSA AMIZADE É ETERNA,TE AMAREI PARA SEMPRE!!!

Professor Galvão

Como nasce o amor!

Vem de longe

Vem de perto

Nasce quando os olhares se cruzam

Despertando sentimentos dentro da alma
Os romances viram poesias
As poesias transformam-se em canções
As canções incendeiam os corações…



Como nasce o amor!
Vem o desejo de querer que seja real
Vem à vontade de beijar insaciavelmente
Uma coragem que move todos os sentidos

Um desejo de sempre estar junto

Tudo se torna maravilhoso

O mundo fica colorido

A vida muda em fração de segundos…



Como nasce o amor!

Num passe de mágica

Transformando tudo que se move

Tudo que vive em seu redor
As folhas caem no chão
À chuva cai como lagrimas de felicidade

As flores desabrocham nos jardins

E o amor aflora no ar…
Como nasce o amor!
Pode vir de qualquer lugar
Quem está além do horizonte
Que os olhos não vêem
A razão não explica
Não se pode desenhar o amor
Não se sabe descrever

Só sabemos que estamos

Amando verdadeiramente…
Como nasce o amor!
Algumas vezes

Está em um lugar escondido
Tão perto que não se vê
Sentimos que tudo mudou

Nos entregamos ao amor

De corpo e alma

Sem pensar em nada

Só sabemos que veio para ficar

E amamos infinitamente…

Professor Galvão

Ame, Apaixone-se... Erre...
Erre quantas vezes forem necessárias...
Sorria, Brinque, Chore, Beije, Morra de Amor, Sinta, Sonhe, Cante e Grite... VIVA!!!
O fim nem sempre é o final. A vida nem sempre é real. O passado nem sempre passou. O presente nem sempre ficou. O hoje nem sempre é agora. O tempo? O tempo não para....
"Pior que tentar e não conseguir é nos culparmos uma vida inteira por não ter tentado. Viver é ousar, é ir além dos limites"...
"Imaginar a vida sem obstáculos, É uma ilusão.
Imaginá-los vencidos... É coragem".

Professor Galvão

Ame sem medo de amar, se jogue sem medo de cair, se apaixone e deixe que essa paixão se queime dentro de você , ou seja viva sua vida da maneira que ela te oferece, não escolha muito pois quem escolhe demais acaba ficando sem nada.
Amar sem medo! Brincar um pouco com a vida! Sair em busca de nossos sonhos!
A cada dia existe uma renovação constante. E nunca um dia será como o outro...
Não há dores eternas! Não há lágrimas eternas! Não há perdas eternas! porque a vida
é um recomeçar diário.
O fim só existe para os que não vêem o recomeço.

Professor Galvão

Despedida
Chega uma hora em que a mudança se faz necessária. Todas as lembranças que guardava em si, tendem a se tornar mais fortes, pois são elas que você carregará de agora em diante. Os momentos bons, os ruins, afloram com mais intensidade em sua mente, e podem te trazer lágrimas aos olhos. Há o momento da despedida, a pior parte de tudo. O momento em que você precisará dar adeus à tudo que você conhecia naquele mundo, à tudo que você era verdadeiramente naquele mundo, ao que você poderia ser naquele mundo. O seu eu verdadeiro, que só se libertava alí. As pessoas vão chegando, mas o momento é de despedida. Uma conversa como qualquer outra só para aliviar a tensão, mas logo acaba o assunto, e é hora de falar de coisas realmente sérias. Então, mesmo com lágrimas nos olhos, o momento se aproxima. É hora de dizer adeus. Adeus aos amigos, às lembranças de seus amigos. Aos aprendizados, aos ensinamentos. No começo, é fácil fingir que nada está acontecendo, mas logo logo a realidade vai nos dar um tapa no rosto, e perceberemos que nunca mais, ou provavelmente muito raramente, veremos ou falaremos com aquela pessoa de novo. A vida vai passando, da mesma forma com que acontece todo dia.; As pessoas entram, saem, mas dessa vez você sabe, você sabe simplesmente que será a última vez. Pra onde vão todas as lembranças? Eu sei a resposta. Todas elas vão do cérebro ao coração, para lá deixarem marcas infinitas, de forma que sejam irrevogavelmente plantadas. Adeus, estou indo.

Professor Galvão

LÁGRIMAS
As lágrimas são palavras que não nasceram,
Sentimentos que se calaram,
São sorrisos que não vingaram,
A fé que foi desmentida pelo desespero.
Lágrima é a voz dos resignados,
É o fruto da paz roubada
É a água que transbordou do leito e segue sem rumo.
Lágrima é o grito que não pode ser ouvido,
São reticências colocadas no final de quem não quis continuar.
É o momento de dar o nó na garganta
As chuvas são lagrimas de uma. Estrela que apagou
É a tristeza que cansou de ficar no canto
É o canto de quem não tem motivos
É o motivo de quem desistiu e se entregou.
Por isto não desista,
O destino não pode ser mudado somente vivido.
Viva!

Professor Galvão

Eu queria poder te amar sem atropelos, medos, inseguranças, dúvidas...
Eu queria poder te amar ao máximo sem receios de quedas ou erros. Sem aquela cisma da idade.
Eu queria poder te amar no meu melhor estilo.
Te conquistar a cada instante e te mostrar novidades sempre que juntos.
Eu queria sentir saudades de você nos poucos segundos de ausência.
Eu queria jamais ter que pedir perdão.
Eu queria tudo, mas tudo que a vida nos desse .

Professor Galvão

Tenho aprendido com o tempo,
que a felicidade vibra,
na frequência das coisas mais simples...
como a doçura contente de um cafuné sem pressa...
como os instantes que repousamos os olhos em olhos amados...
como aquele poema que parece
que fomos nós que escrevemos...
como o toque da areia molhada sob os pés descalços...
como o sono relaxado e tranquilo
que põe todos os sentidos pra dormir...
como a presença da intimidade legítima e verdadeira...
como o banho bom que devolve forças ao corpo...
como o cheiro de quem se ama...
como essas coisas...
como outras coisas...
simples assim...
Ame e ame muito pois o melhor antídoto contra a infelicidade da solidão é a felicidade da presença amada.

Professor Galvão

OS TAMANHOS DAS PESSOAS
Os tamanhos variam conforme o grau de envolvimento.
Uma pessoa é enorme para você, quando fala do que leu e viveu, quando trata você com carinho e respeito, quando olha nos olhos e sorri destravado.
É pequena para você quando só pensa em si mesma, quando se comporta de uma maneira pouco gentil, quando fracassa justamente no momento em que teria que demonstrar o que há de mais importante entre duas pessoas: a amizade, o carinho, o respeito, o zelo e, até mesmo, o amor.
Uma pessoa é gigante para você quando se interessa pela sua vida, quando busca alternativas para o seu crescimento, quando sonha junto com você. E pequena quando desvia do assunto.
Uma pessoa é grande quando perdoa, quando compreende, quando se coloca no lugar do outro, quando age não de acordo com o que esperam dela, mas de acordo com o que espera de si mesma.
Uma pessoa é pequena quando se deixa reger por comportamentos clichês.
Uma mesma pessoa pode aparentar grandeza ou miudeza dentro de um relacionamento, pode crescer ou decrescer num espaço de poucas semanas.
Uma decepção pode diminuir o tamanho de um amor que parecia ser grande.
Uma ausência pode aumentar o tamanho de um amor que parecia ser ínfimo.
É difícil conviver com esta elasticidade: as pessoas que se agigantam nas críticas e se encolhem quando estão diante dos olhos que sabem "seus segredos íntimos e suas atitudes covardes fruto de sua própria insegurança".
Nosso julgamento é feito não através de centímetros e metros, mas de ações e reações, de expectativas e frustrações.
Uma pessoa é única ao estender a mão; e ao recolhê-la inesperadamente, se torna mais uma.
O egoísmo unifica os insignificantes.
Não é a altura, nem o peso, nem os músculos que tornam uma pessoa grande...é a sua sensibilidade, sem tamanho...
E ainda dizem que "interferência" é atrapalhar o caminhar do próximo. Na maioria das vezes é despertar a "coragem e a capacidade" nos covardes e incompetentes.
A esperança está na certeza que estes se rendem diante da própria imagem diante do espelho que se olham a cada dia mais infelizes.

Professor Galvão

O que temos de mais sagrado em nossas vidas?
Nossa família, nosso berço.
Infeliz daquele que dispensou, por motivos outros e fúteis, a alavanca e o alicerce que o regaço familiar nos oferece, sem nada cobrar, somente nos fornecendo bases sólidas para enfrentar o mundo.
E esta, que é a maior e a mais importante célula da sociedade, somente conta com um profissional que tem a legitimidade e a dignidade suficientes para complementar e enriquecer a tarefa árdua de educar: o professor.
Dá pra imaginar o tamanho desta responsabilidade?
Este professor tem que se misturar à educação fornecida pelos pais e por toda a família de seu aluno, que possuem uma história de gerações passadas, com características individuais e diversas.
Esta responsabilidade não é esforço a mais para ele porque ele exerce sua profissão com entrega total, e os pesos se tornam diminutos diante da vocação.
Saibamos todos, principalmente os professores iniciantes, que se o trabalho em qualquer área se tornar um fardo, urgirá a revisão de nossa vida, para que diretrizes sejam repensadas.
Muito mais isto é válido para um professor.
O professor, se não estiver encharcado da vontade de ensinar, de educar, de se doar, não conseguirá o respeito de seus alunos, de seus pares, muito menos de toda a sociedade.
Não se é professor por acaso!
Aí está a grande obra de um professor.
Acolher seu aluno dentro de seu coração com total paixão, fazendo dele parte de sua própria existência.
Isto é para poucos e bons!
Se condoer com as desgraças alheias é fácil.
A lágrima é gratuita.
Eu quero ver é rir e se alegrar com as conquistas alheias.
A alegria é esterilizada, a dor contamina.
No caso dos nos mestres, a vitória dos alunos se transforma na nossa alegria também, porque nos, professores, amamos vocês de verdade.
Aos professores que já exercem esta profissão há um médio tempo, é hora de se fazer um balanço das atitudes tomadas até agora.
Há de se fazer dos acertos, missões, e dos erros, lições.
Triste é a nação que não privilegia o ensino.
O grande exemplo são os E.U.A.
A página negra do destrato com os professores está sendo virada.
Então, você, professor que já lecionou por alguns anos, tenha certeza que sua luta valeu e valerá a pena.
A visão histórica jamais poderá ser esquecida por causa de motivos imediatistas, principalmente por um professor.
É líquido e certo que as reivindicações, os protestos, as greves, não foram em vão e, sim, servirão para a grande arrancada que o Brasil sofrerá a partir da valorização da educação e do educador.
Você, professor mais antigo como eu, que já viveu dias melhores, é justo o desânimo, mas não o suficiente para derrubá-lo. estamos e ficaremos de pé. Nossos alunos precisam disso, de nossa imagem ereta, sem medos.
Apesar de tudo, eu tenho a certeza que Piaget e Freire sempre foram em algum momento nossos guias.
Mas talvez a maior homenagem que um professor possa receber esteja num fato corriqueiro que acontece no nosso dia a dia e que ilustra bem o significado desta profissão.
Quando queremos elogiar alguém de maneira superlativa, grandiosa, mesmo que esta pessoa não seja formada, como é que nós a chamamos: "ei mestre", ou então, "ei professor!"
É o maior elogio que se faz a alguém.
Me sinto o cara mais feliz do mundo por ser professor e grande parte dessa alegria imensa vem dos alunos que, de uma forma ou de outra, ajudei a crescer.

Professor Galvão

Eu queria poder viver apenas o correto, sob medida.
Queria viver o lógico sem graça sem emoção e ficar satisfeito.
Queria viver num mundo sem medos, sem preconceitos, sem burocracias.
Queria viver um mundo sem credos corporativos.
Queria viver um mundo sem as agressões gratuitas do dia a dia sangrento pelo pão.
Esse mundo já não existe mais. Cresci, parei de sonhar.

Professor Galvão

Hoje já não sou o mesmo.
Sou um arremedo do que era ontem.
Sou tristeza, sou angustia, sou dor, sou lágrima, sou inferno, sou raiva, sou morto.
Hoje questiono o que somos se não meros animais a mercê de nossas fantasias a espera de um deus abstrato que nada faz para minorar essa dor.
Sou revolta, sou sumiço, sou espera do que nunca mais vai vir.
Sou olhar sumido na imensidão das dúvidas. Sou olhar sumido em busca do que não conheço.
Sou a dor doida, a dor sentida,a dor sem trégua.
Sou o inanimado, o sem vida, o encerrado.
Quero entender, quero aceitar a fatalidade como normal. Quero poder viver amanhã. Quero imaginar sorrir novamente. Quero acabar com isso.
Quero aceitar como mais um descuido. Quero viver depois disso.
Nem todos amores que conheço servem para me deixar menos triste.
Nem todas as belezas que já vi me consolam. Nem o sabor do meu melhor momento me serve.
Ser feliz é uma opção que não consigo vislumbrar.
Ser feliz hoje é de um egoismo sem igual.
Hoje é um dia para enaltecer a tristeza. Um dia para sofrer e um dia para entender que a felicidade tem seu lado obscuro. Que o egoismo tem seu lugar cativo em nossos delírios.
Hoje é dia de chorar.

Professor Galvão

Sei que é clichê ficar falando da amizade de um cão com o homem, todos sabem que eles são seres especiais, que vieram à terra trazer amor e bondade, vieram nos ensinar que a vida vale a pena, que em meio aos seus afagos e lambidas aprendemos o que é o amor.
Meu cão faleceu hoje pouco depois de meio dia.
Foram 12 anos de uma amizade leal, sem máculas e sem restrições.
Gugú sempre foi honesto com seus sentimentos. Jamais mentiu. Jamais rosnou. Jamais agrediu quem quer que fosse.
Meigo e amoroso. Esperto e as vezes inteligente a ponto de reconhecer a chegada de um de meus filhos a casa. Pulava de alegria e sempre pegava um bonequinho para que houvesse festa.
Isso nunca mais vai acontecer.
A vida continua, mesmo que a vida de algo ao qual você amava tanto tenha chegado ao fim, sem ninguém te perguntar se era assim que você queria. Muito raramente, alguns poucos e bons amigos se preocupam e entendem esta dor ao perder um cão, um gato, um animal. É por essas e outras que até entendo por que às vezes é melhor amar a um cachorro (os de quatro patas). Hoje, não desisto de entender por que tudo um dia vai embora, mas entendo que tudo é um aprendizado, mesmo que seja com sofrimento da perda um anjo de quatro patas.
Gugú te levo bem dentro de mim, em mim... e para sempre.

Professor Galvão

Você pode ser de diferentes tipos ou formas ....
Isso vai depender do jeito que você se vê ...
Ou do jeito que quer se ver ...
Você pode ser uma menina, moleca ...
Que corre, pula , brinca ...
Sem medo de ser feliz ....
Sem pensar no ontem, hoje ou amanhã ...
Sem se preocupar com o que aconteceu ....
Ou com o que irá acontecer ...
Você pode ser uma mulher ....
Com sonhos, medos e anseios ...
Uma mulher que provoca, que ama, que odeia ....
Uma mulher decidida, realizada, esperando apenas você decidir....
Você pode ser uma Menina Mulher ...
Ou uma Mulher Menina ....
Uma Mulher com sonhos de Menina ...
Ou uma Menina com desejos de Mulher ...
Nunca se deixe dominar pois uma grande mulher se faz sobre uma grande menina.

Professor Galvão

A respeito do "beijo" entre os personagens da recém acabada novela Amor a Vida deixo minha impressão:
E assim caminha a humanidade, quebrando preconceitos burros que na história já nos privou de várias vidas. O preconceito é a irmandade da intolerância, o adjetivo do ódio, a soberba da existência do mal.
Não se é totalmente livre numa sociedade em que há preconceitos, sejam eles de que espécie for.
Sei que há "machos" de plantão que aplaudem a violência da estilização de seus falsos moralismos criados em seu cromossomo Y. São as drogas da sociedade pois aceitam a violência contra as minorias para justificar seus medos e inseguranças.
Dói ver mulheres alardeando suas crendices abstratas a favor do preconceito. Dói ver pessoas de razoável grau de intelecto buscar em culturas medievais que aceitavam a morte por apedrejamento significados de seus medos e inseguranças.
O preconceito nasce pela mão da ignorância, vive a custa da intransigência e se perpetua patrocinado pela vergonha.
Bela cena.

Professor Galvão

Há pessoas que escrevem provérbio alheios querendo se mostrar diferentes do que realmente são.
São essas falsidades que estragam as amizades.
É melhor sempre se mostrar no seu real. Teatros não são bem vindos nas relações humanas.
As pessoas deveriam ser o que parecem ou, pelo menos, não parecerem o que não são.

Professor Galvão

As vezes a omissão fere, deprime, magoa.
Como eu queria poder pular alguns dias vividos.
Como eu queria não ter vivido alguns ontens.
Como seria legal que meus "amigos" fossem amigos como sou deles.
Hoje foi um dia pra esquecer.
Onde a solidão nunca foi tão solidão.
Onde a dor nunca doeu tanto.
Onde o medo nunca foi tão devastador.
Onde a mentira nunca foi tão aparente.
Tenho mais de meio século de vida e quase 40 anos de carreira.
Vi que sou descartável, obsoleto talvez.
Que não sou mas parte do jogo.
Dói isso. Como dói isso.
Uma dor aguda, intermitente que não sei como curar.
Nunca me vi tão sozinho, tão abandonado. Logo eu que nunca deixei minhas amizades sofrerem. Nunca deixei meus amigos serem vencidos pelo medo, pela solidão pelo desprezo.
Gente é muito chato sentir o que estou sentindo.
Nem quando criança senti tanto medo assim.
O que fiz para que isso acontecesse?
Certamente culpa eu tenho para que os amigos tenham me abandonado.
Fogem como se eu tivesse lepra ou coisa parecida.
Mas é assim que as coisas são. Rei morto rei posto. Viva o novo rei.
Saio pela porta dos fundos.
E plagiando minha amada e saudosa mãe escrevo o que ela sempre me alertou. Dizia ela: filho para conhecermos os amigos é necessário passar pelo sucesso e pela desgraça. No sucesso, verificamos a quantidade e, na desgraça, a qualidade.
Adeus né?

Professor Galvão

O sentimento que vem de um bem longe inimaginável chamado sonho.
O sentimento que aquece a alma dando-lhe uma nova oportunidade de ser feliz.
O sentimento de nos faz renascer para o amor que pensamos perdido.
O sentimento que nos faz lembrar da alegria de sermos amados.
O sentimento que nos faz lembrar que nunca é tarde para viver um amor.
O sentimento que afasta o mal e aproxima o bom.
É esse o sentimento que tenho.
É esse o sentimento que brota em meu coração.
Esse sentimento não mensura credos, idades, razões e mesmices.
Esse sentimento é o que eu chamo de amor.

Professor Galvão