Textos para um Professor de Matemática

Cerca de 579 textos para um Professor de Matemática

Eu sou do tamanho exato do que penso, do que sonho e do que faço.
Sou imenso em mim mesmo.
Pequeno aos olhos dos que sei serem antagônicos a minha felicidade.
Sou eu meu personagem principal num filme chamado minha vida.
Sou do tamanho do que sinto. Do amor que construo do nada.
Sou o amor que quero ser.
Sou lívre apesar das prisões que me submetem.
Sou feliz apesar das traições que sofro.
Tenho em mim meus sonhos e minha capacidade de realizar cada um deles.
Tenho em meu coração cada uma das mais maravilhosas pessoas que elegi amar.

Professor Galvão

Amar não representa se ausentar das outras pessoas.
Não significa ter medo da concorrência.
Não significa confirmar nas 24 horas do dia o que se sente.
Amar é acreditar, confiar e buscar esperanças juntos.
Amar é ter sonhos diferentes que objetivam a mesma coisa.
Amar é ser livre para dizer um eu não acho de vez em quando.
Amar é ter a liberdade de viver com seu próprio eu.
Amar é enfim carregar para sempre seu próprio nome mesmo que misturado ao de quem se ama.

Professor Galvão

Gostaria de escrever-te hoje uma mensagem bem legal, mas bem legal mesmo! Diferente de tudo que já te escrevi e falei. Uma mensagem sem rasuras ou uma única gota de tristeza molhando suas letras. Que ao lê-la teu coração pulsasse mais rápido, teus olhos brilhassem mais e teus lábios pudessem sorrir, comovidos. Uma carta simples, mas espontânea, que te deixasse um pouco mais feliz e realizado!
Queria encher o "e-mail" de flores, de estrelas, de sorrisos e de palavras significativas, ao nível do teu merecimento. Queria pôr dentro do "e-mail" todos os corações que te amam incondicionalmente. E a gente ia fazer uma festinha bem íntima, para comemorar o acontecimento. É muita pretensão, mas eu queria isto tudo, porque te quero muito bem.
Para ser original, não comprei presente para te dar. As lojas não se renovam, os cartões de aniversário não mudam! Tudo é sempre igual ... tão repetitivo. E até porque, miserável de mim, não teria sequer como fazê-lo chegar a ti. Daí, resolvi dar-te algo que ninguém mais pode te dar, porque não tem na loja, não cabe num cartão, e nem existe na seleção de cartões da "net": o meu presente de aniversário!
É o que tenho de mais precioso, porque é um pouco de mim mesmo. É uma chavezinha especial que abre o cofre interior, onde se encontra tudo que há em mim de mais puro, verdadeiro, sagrado e pessoal. Essa chavezinha não é de ouro, mas tem valor imenso, porque vai embrulhada com aquela vontade de te ver sempre feliz, sem atrapalhar-te nunca. Se quiseres, pode chamá-la de "Amizade" (ou, mais apropriadamente ainda, "Amor").
Que esta felicidade que te auguro hoje te acompanhe sempre, sempre. Que bom que tu existes. Que bom seres importante para mim. E como é maravilhoso fazer parte do rol daqueles que tu queres bem. Se tu não existisses em minha vida, haveria um vazio enorme em mim, no tempo e no mundo.
Tenho certeza que Deus subscreve, sorrindo, tudo o que acabei de escrever ...!

Professor Galvão

Transparência
Às vezes, fico me perguntando porque é tão difícil ser transparente?
Costumamos acreditar que ser transparente é simplesmente ser sincero, não enganar os outros. Mas ser transparente é muito mais do que isso. É ter coragem de se expor, de ser frágil, de chorar, de falar do que a gente sente... Ser transparente é desnudar a alma, é deixar cair às máscaras, baixar as armas, destruir os imensos e grossos muros que nos empenhamos tanto para levantar...
Ser transparente é permitir que toda a nossa doçura aflore, desabroche, transborde! Mas infelizmente, quase sempre, a maioria de nós decide não correr esse risco.
Preferimos a dureza da razão à leveza que exporia toda a fragilidade humana.
Preferimos o nó na garganta às lágrimas que brotam do mais profundo de nosso ser... Preferimos nos perder numa busca insana por respostas imediatas à simplesmente nos entregar e admitir que não sabemos, que temos medo!
Por mais doloroso que seja ter de construir uma máscara que nos distancia cada vez mais de quem realmente somos, preferimos assim: manter uma imagem que nos dê a sensação de proteção... E assim, vamos nos afogando mais e mais em falsas palavras, em falsas atitudes, em falsos sentimentos. Não porque sejamos pessoas mentirosas, mas apenas porque nos perdemos de nós mesmos e já não sabemos onde está nossa brandura, nosso amor mais intenso e não-contaminado.
Com o passar dos anos, um vazio frio e escuro nos faz perceber que já não sabemos dar e nem pedir o que de mais precioso temos a compartilhar, doçura, compaixão... a compreensão de que todos nós sofremos, nos sentimos sós, imensamente tristes e choramos baixinho antes de dormir, num silêncio que nos remete a uma saudade desesperada de nós mesmos... daquilo que pulsa e grita dentro de nós, mas que não temos coragem de mostrar àqueles que mais amamos!
Porque, infelizmente, aprendemos que é melhor revidar, descontar, agredir, acusar, criticar e julgar do que simplesmente dizer: "você está me machucando... pode parar, por favor?". Porque aprendemos que dizer isso é ser fraco, é ser bobo, é ser menos do que o outro. Quando, na verdade, se agíssemos com o coração, poderíamos evitar tanta dor, tanta dor...
Sugiro que deixemos explodir toda a nossa doçura! Que consigamos não prender o choro, não conter a gargalhada, não esconder tanto o nosso medo, não desejar parecer tão invencível.
Que consigamos não tentar controlar tanto, responder tanto, competir tanto que consigamos docemente viver... sentir, amar... E que você seja não só razão, mas também coração, não só um escudo, mas também sentimento.
Seja transparente, apesar de todo o risco que isso possa significar.

Professor Galvão

Ao melhor amigo de minha vida, Carlos Jarbes
Tua ausência?
Eu a suporto como quem, estando viva, já morreu;
como folha seca que a árvore expeliu ao vento.
Eu a suporto como pesada cruz, sem direito a Cirineu.
Tua ausência é um doer contínuo e latejante, ferida profunda que ninguém vê,
sangue que escorre por dentro.
Tua ausência é aridez permanente, falência de ideais, tom opaco dos meus olhos tristes.
É ausência de luz, falência de alegria, derrocada de esperança, alma turbada e abatida sempre e tanto!
Sequer posso pedir que voltes, pois sei que esse pedido jamais seria atendido
você agora está muito longe de mim e todos que te amam
Você se foi sem se despedir foi tudo tão rapido meu amigo
eu não posso nem contar a você a dor terrivel que sua partida tá representando pra mim.
Descanse em paz qualquer dia meu amigo nós vamos nos encontrar vc está ao lado do PAI , de seu pai seu Vicente e de seu irmão Jorge. Sei que um dia estaremos todos juntos revivendo nossas aventuras de guris alegres e irmãos. Guris sem limites impostos pelo medo.
Você Caja foi muito especial foi um grande amigo, um irmão, um grande homem
Agora você não sentira dor você não chorará você está com nosso SENHOR.
Estou sofrendo demais por essa dor.
DESCANSE EM PAZ MEU GRANDE AMIGO
SENTIREI SAUDADES!!!!!
NOSSA AMIZADE É ETERNA,TE AMAREI PARA SEMPRE!!!

Professor Galvão

Como nasce o amor!

Vem de longe

Vem de perto

Nasce quando os olhares se cruzam

Despertando sentimentos dentro da alma
Os romances viram poesias
As poesias transformam-se em canções
As canções incendeiam os corações…



Como nasce o amor!
Vem o desejo de querer que seja real
Vem à vontade de beijar insaciavelmente
Uma coragem que move todos os sentidos

Um desejo de sempre estar junto

Tudo se torna maravilhoso

O mundo fica colorido

A vida muda em fração de segundos…



Como nasce o amor!

Num passe de mágica

Transformando tudo que se move

Tudo que vive em seu redor
As folhas caem no chão
À chuva cai como lagrimas de felicidade

As flores desabrocham nos jardins

E o amor aflora no ar…
Como nasce o amor!
Pode vir de qualquer lugar
Quem está além do horizonte
Que os olhos não vêem
A razão não explica
Não se pode desenhar o amor
Não se sabe descrever

Só sabemos que estamos

Amando verdadeiramente…
Como nasce o amor!
Algumas vezes

Está em um lugar escondido
Tão perto que não se vê
Sentimos que tudo mudou

Nos entregamos ao amor

De corpo e alma

Sem pensar em nada

Só sabemos que veio para ficar

E amamos infinitamente…

Professor Galvão

Ame, Apaixone-se... Erre...
Erre quantas vezes forem necessárias...
Sorria, Brinque, Chore, Beije, Morra de Amor, Sinta, Sonhe, Cante e Grite... VIVA!!!
O fim nem sempre é o final. A vida nem sempre é real. O passado nem sempre passou. O presente nem sempre ficou. O hoje nem sempre é agora. O tempo? O tempo não para....
"Pior que tentar e não conseguir é nos culparmos uma vida inteira por não ter tentado. Viver é ousar, é ir além dos limites"...
"Imaginar a vida sem obstáculos, É uma ilusão.
Imaginá-los vencidos... É coragem".

Professor Galvão

Ame sem medo de amar, se jogue sem medo de cair, se apaixone e deixe que essa paixão se queime dentro de você , ou seja viva sua vida da maneira que ela te oferece, não escolha muito pois quem escolhe demais acaba ficando sem nada.
Amar sem medo! Brincar um pouco com a vida! Sair em busca de nossos sonhos!
A cada dia existe uma renovação constante. E nunca um dia será como o outro...
Não há dores eternas! Não há lágrimas eternas! Não há perdas eternas! porque a vida
é um recomeçar diário.
O fim só existe para os que não vêem o recomeço.

Professor Galvão

Despedida
Chega uma hora em que a mudança se faz necessária. Todas as lembranças que guardava em si, tendem a se tornar mais fortes, pois são elas que você carregará de agora em diante. Os momentos bons, os ruins, afloram com mais intensidade em sua mente, e podem te trazer lágrimas aos olhos. Há o momento da despedida, a pior parte de tudo. O momento em que você precisará dar adeus à tudo que você conhecia naquele mundo, à tudo que você era verdadeiramente naquele mundo, ao que você poderia ser naquele mundo. O seu eu verdadeiro, que só se libertava alí. As pessoas vão chegando, mas o momento é de despedida. Uma conversa como qualquer outra só para aliviar a tensão, mas logo acaba o assunto, e é hora de falar de coisas realmente sérias. Então, mesmo com lágrimas nos olhos, o momento se aproxima. É hora de dizer adeus. Adeus aos amigos, às lembranças de seus amigos. Aos aprendizados, aos ensinamentos. No começo, é fácil fingir que nada está acontecendo, mas logo logo a realidade vai nos dar um tapa no rosto, e perceberemos que nunca mais, ou provavelmente muito raramente, veremos ou falaremos com aquela pessoa de novo. A vida vai passando, da mesma forma com que acontece todo dia.; As pessoas entram, saem, mas dessa vez você sabe, você sabe simplesmente que será a última vez. Pra onde vão todas as lembranças? Eu sei a resposta. Todas elas vão do cérebro ao coração, para lá deixarem marcas infinitas, de forma que sejam irrevogavelmente plantadas. Adeus, estou indo.

Professor Galvão

LÁGRIMAS
As lágrimas são palavras que não nasceram,
Sentimentos que se calaram,
São sorrisos que não vingaram,
A fé que foi desmentida pelo desespero.
Lágrima é a voz dos resignados,
É o fruto da paz roubada
É a água que transbordou do leito e segue sem rumo.
Lágrima é o grito que não pode ser ouvido,
São reticências colocadas no final de quem não quis continuar.
É o momento de dar o nó na garganta
As chuvas são lagrimas de uma. Estrela que apagou
É a tristeza que cansou de ficar no canto
É o canto de quem não tem motivos
É o motivo de quem desistiu e se entregou.
Por isto não desista,
O destino não pode ser mudado somente vivido.
Viva!

Professor Galvão

Eu queria poder te amar sem atropelos, medos, inseguranças, dúvidas...
Eu queria poder te amar ao máximo sem receios de quedas ou erros. Sem aquela cisma da idade.
Eu queria poder te amar no meu melhor estilo.
Te conquistar a cada instante e te mostrar novidades sempre que juntos.
Eu queria sentir saudades de você nos poucos segundos de ausência.
Eu queria jamais ter que pedir perdão.
Eu queria tudo, mas tudo que a vida nos desse .

Professor Galvão

Menina eu quero você
Preciso de você
Você é a única com quem me preocupo o bastante para dar atenção
Talvez eu esteja louco
Mas não posso viver sem você
Sem seu amor
Me dando a direção rumo a felicidade.
Como uma luz e me guiar através do meu escuro mundo.
Mundo confuso, perverso.
Me perderei.
Nunca pensei que um dia voltaria a amar e voltei.
Foi você quem fez isso comigo.
Agora vivo. Agora voltei a sorrir.
Você fez isso comigo.
Agora é viver e ser feliz.

Professor Galvão

Você pode ser o rosto que não consigo esquecer
O caminho para o prazer ou para o desgosto
Pode ser meu tesouro ou o preço que tenho que pagar
Você pode ser a música que o verão canta
Pode ser o frio que o outono traz
Pode ser cem coisas diferentes
No decorrer de um dia
Você pode ser a bela ou a fera
Pode ser a fome ou a abundância
Pode transformar cada dia em um paraíso ou em um inferno
Você pode ser o espelho dos meus sonhos
Um sorriso refletido em um rio
Você pode não ser o que ela parece
Você, que sempre parece tão feliz no meio da multidão
Cujos olhos podem ser tão secretos e tão orgulhosos
Ninguém pode vê-los quando eles choram
Você pode ser o amor que não se espera durar
Pode vir até mim pelas sombras do passado
Que eu lembrarei até o dia que eu morrer
Você pode ser a razão pela qual eu sobrevivo
O porquê e pelo que eu estou vivo
A pessoa que cuidarei durante os rudes e fáceis anos
Pegarei suas risadas e suas lágrimas
E farei delas minhas lembranças
Para onde ela for, eu tenho que estar
O sentido da minha vida é você
Você pode ser o rosto que não consigo esquecer
O caminho para o prazer ou para o desgosto
Pode ser meu tesouro ou o preço que tenho que pagar
Você pode ser a música que o verão canta
Pode ser o frio que o outono traz
Pode ser cem coisas diferentes
No decorrer de um dia.
Você é você e pronto.

Professor Galvão

Há vitórias que exaltam, outras que corrompem; derrotas que matam, outras que despertam.
A maior prova de coragem é suportar as derrotas sem perder o ânimo.
Minha amada, não confunda derrotas com fracasso nem vitórias com sucesso. Na vida de um campeão sempre haverá algumas derrotas, assim como na vida de um perdedor sempre haverá vitórias. A diferença é que, enquanto os campeões crescem nas derrotas, os perdedores se acomodam nas vitórias.
Não olhe para trás
Vá em frente
Queime o teu passado
Viva para o dia de hoje
As pessoas mudam
E quem se importa com isso?
Não envelheça e
Você jamais morrerá.
Viva e seja feliz.

Professor Galvão

Quem é você em minha vida?
É um tudo do muito que sonho,
Um pouco de tudo que quero,
A certeza das dúvidas que tenho,
Um sonho nas realidades que penso querer.
Você é o amor de onde emerge a felicidade,
Um amor onde descansa um coração feliz,
O meu melhor, o meu maior,
O meu tudo no quase nada,
O meu possível no impossível.
Você é a escolha, a opção única, o caminho mais perto do correto.
Você é verdade nas mentiras que conheci.
A certeza das dúvidas.
É meu tudo no quase nada
Você é meu amor maior.
Meu tempo de vida
O caminho que sigo nas estradas da alegria.
Você é meu eterno feliz.
Você é meu amor.

Professor Galvão

Busco...
Busco na dúvida das certezas que quero
A força da coragem que tenho
No medo da vontade que quero ter
Busco na dor uma alegria que quero ter.
Nas sombras a luz que procuro,
Nos ódios os amores escondidos, encolhidos na covardia da omissão.
Busco em você a felicidade que existe.
Um eu total sem metades, quartos ou terços
Um eu sem sobras.
Um eu vivo na sombra de mortes anunciadas.
Busco em você a minha parte perdida nos estreitos labirintos das dúvidas.
Meu sorriso que sei existir em algum lugar perdido do passado.
Busco em você perdas de ganhos que poderia ter.
Busco o tempo em segundos, minutos, séculos...
Busco verdades minhas que nasceram de mentiras vividas
Busco em você o eu mais próximo do que me faz feliz.
Amo você...

Professor Galvão

Eu sou o que sou.
Vejo o que quero ver.
Vejo futuro no passado,
Presente no futuro,
Passado no hoje.
Sinto ternura no que quero,
Amores no que aparece.
Vejo alegria num mar de tristezas,
Sorrisos num rosto crispado pela dor.
Vejo vitórias em derrotas humilhantes,
Humildes em soberbas colocadas.
Vejo você em cada abrir de olhos, em cada respirar.
Em cada eu te amo.
Você é minha luz na escuridão que sou forçado a viver.

Professor Galvão

Sou o que quero ser.
Sou o reverso do medo,
A ambição teimosa dos que nada tem,
Sou a querência danada de um simples sorriso,
Sou a exigência felina dos honestos,
A sabedoria dos velhos com o vigor dos jovens.
Sou a irresponsabilidade mutável,
A superação de medos íntimos,
O heroísmo do dia a dia.
Sou a referência da alegria,
O risco dos voluntários,
Sou a beleza em sua essência.
Sou um desprovido de arrogância
Sem a hipocrisia dos mendigos de inteligência.
Sou fato e as vezes mentiras.
Sou claro e as vezes obscuro.
Sou verdade e as vezes também.
Vivo um dia de cada vez.
Futuro e presente irmanados num passado quase sempre esquecido
Não tenho rancores, ódios, invejas desnecessárias,
Sou risco, coragem, vontade.
Sou amigo sem inimigos eleitos.
Verso sobra a alegria e não sei viver na tristeza.
Sou motivo e nunca objetivo.
Sou amor e sempre serei amor.

Professor Galvão

Passando a limpo
Sou o contrário do senso,
Sou o averso do prático,
O antônimo do lado,
O abstrato do concreto.
Sou o processo de engorda
A ferida que não sara,
A dor imensurável da perda,
A alegria descomunal da vitória.
Sou o encontro das ruas,
A contra mão da tristeza.
Sou o reverso da lógica,
Na puritana vida dos medíocres.
Sou perguntas sem respostas,
Sentimentos e realidade.
Sou a medida certa do errado,
O longe do bem ali.
Sou uma versão diminuta do que queria ser.
Sou honestidade nas mentiras,
Teatro de marionetes mandadas.
Sou culpa, sou inocência.
Sou sombras na luz.
Sou meio, sou inteiro.
Sou de fato eu sempre.
Sou amor em ódios esquecidos,
Versão mágica de amizade.
Sou assim, sou eu.

Professor Galvão

A morte da liberdade.
Vai liberdade. Vai pra onde você quiser ir.
Voa em paz ao encontro de tudo que você fez por nos humanos.
Pelas lições de amor, de abnegação, de despudoramento de soberbas desnecessárias.
Você significou não apenas a liberdade de um povo mas o orgulho de uma espécie.
Vai seu Nélson que seu legado ficará enraizado nos corações daqueles que amam ser livres.
Eu nasci livre e faço questão de morrer livre.

Professor Galvão