Textos para Reuniões de Pais

Cerca de 659 textos para Reuniões de Pais

Pais Omissos – Filhos Folgados



Hoje em dia, fala-se muito em empresas auto-sustentáveis, projetos auto-sustentáveis, sustentabilidade econômica, etc. Será que é possível se produzir filhos auto-sustentáveis?
Outro dia fui aconselhar a um jovem parente, habituado a pedir uma grana emprestada “pra pagar na próxima semana”, sobre a importância de se preparar para o futuro, poupar, viver dentro de sua realidade, gastar menos do que se ganha, e outros conceitos que as mais básicas noções de economia e do bom senso recomendam para se viver bem e prosperar em um projeto de vida.
Sabe o que pirralho me disse?
— Se liga velho. Você está por fora. Isto era na sua época. Agora a coisa mudou.
Fingi que não ouvi, e para evitar um conflito desgastante dentro da família preferi contar até mil e deixar a resposta para uma ocasião mais apropriada. Passei a matutar sobre o tema.
Devo mesmo estar ficando velho, e não velho, como fui taxado assim de pronto. Sabemos que esta expressão não tem nada a ver com a idade. Todo mundo é velho para esta nova, “iluminada” e folgada geração.
Já perceberam como sabem de tudo sem ler quase nada, e que tem as mesmas respostas prontas para as mais variadas situações?
Muitos ficam até a idade adulta sem trabalhar, só estudando. Repetem ou mudam de cursos como se troca de camisa, por que alguém disse que tal profissão já era, e aquela outra é mais da hora.
Tudo bem que precisem se preparar para seu brilhante futuro, para pegar um diploma e um cargo importante, de preferência que se trabalhe pouco e se ganhe muito.
O problema é que ficam na frente de computadores por horas, vendo as ultimas do Youtube, depois navegam despreocupadamente pelo Twitter, Facebook e Orkut.
Conferem os e-mails e antes de saírem para faculdade pesquisam um tema, no Google, passado pelo professor como trabalho de casa, copiam o artigo mais legal, tomam um lanche reforçado, (nem se dão ao trabalho de lavar o copo e o prato).
Para finalizar dão aquele trato no visual, e se mandam em busca do sonhado diploma, com a certeza absoluta de que fizeram um grande esforço para aprender.
Não se ligam nem por um momento que o computador e a internet têm seus custos, que a luz e a água têm que ser pagas todo santo mês, que as roupas de grife, e mesmo as de brechós tem seu valor monetário.
Não se dão conta que o lanche tem seu preço, que o lotação tem um custo diário (ida e volta) ou que o carro e a gasolina que “pegaram emprestado rapidinho”, valem umas boas horas de trabalho para serem pagos.
Alguns mais abusados têm o descaramento de pedir, alem do carro, uma grana para levar “aquela gata” ao motel depois das aulas.
Se você fala com eles sobre direitos, deveres e economia é taxado de mesquinho, sovina, ultrapassado. Não adianta explicar que as lições da boa economia estão a sua volta no dia a dia, e que o estudo, conquanto importante só vai valer de verdade se colocado em pratica neste mesmo dia a dia.
O diploma é importante, mas mais importante é a maturidade que nos permite compartilhar e dividir, viver em coletividade, colocar nossos talentos à serviço, saber respeitar os limites que a boa convivência determina.
Um diploma não trabalha sozinho. Tem que ser portado por um bom profissional e pelo ser humano que cresceu e amadureceu de verdade, sobrepujando seus egos infantis e adolescentes, para eclodir num cidadão capaz e talentoso capaz de, num primeiro momento se tornar auto-sustentável e a seguir produzir pelo bem comum.
A outra opção de quem não se lança neste desafio do crescimento pessoal é a possibilidade de se tornar em mais um parasita social.
Caminhar por ai dando seus jeitinhos, se enganando e enganando aos outros, até que a sarjeta os acolha, e aquela promessa de vida termine seus dias a rastejar como um incapaz e a sobreviver da caridade alheia. Senão o pior, em ações viciadas e degradantes.
No fim concluímos que uma boa parcela de responsabilidade ao se gerar cidadãos entre produtivos e parasitas cabe ao educador.
O modelo de educação que devemos aplicar aos nossos filhos dever ser firme e consciente ou frouxo e omisso? Eis aí um dos grandes dilemas destes novos e difíceis tempos.

MARGARIDA HELENA MARTINS

É, nada nessa vida é por acaso e assim, também não foi por acaso a escolha por DEUS pela nossa família. Essa família que me orgulho de falar MINHA! Sem dúvidas que fui abençoada por DEUS por essa escolha, afinal, a sorte de fazer parte de uma boa família não é pra qualquer um (rs).
Nossa vida sempre foi de luta, mas que graça teria se assim não fosse né? A jornada pareceu árdua e difícil. De um pai (José Orleans) trabalhador desde criança, sacrificando sua própria infância por um futuro melhor, fora da miséria e de problemas ao longo dos anos. De uma mãe (Maria Lúcia) intercessora, com um bom coração, que sacrificou sonhos e mais sonhos por cada um de nós (seus filhos).
Gratidão é mínimo a se expressar por cada um de vocês, pelas preocupações, pelas orações, pelo apoio incondicional, sempre nos impulsionando ao melhor.
Hoje a DEUS o pedido seria único: a ETERNIDADE de cada um, pois a vida sem vocês não fariam sentindo algum.
O amor incondicional de cada dia e em cada ação, seja puxando nossa orelha quando errados seja nos aconselhando pro bem, é o que nos move. É o que nos faz agradecer todos os dias por tê-los bens e saudáveis.
E que assim, continuaremos até o fim, juntos e de mãos dadas, sendo ao mesmo tempo pais e filhos dos nossos sonhos, de nossas realizações e do que sentimos.
Meu muito OBRIGADA por tudo, são os sentimentos de amor da filha de vocês: Ariádne!

Ariádne Cristina de Arruda

SONETO AO MEU PAI - *DIA DOS PAIS*


Pai, eu sei que cresci... O tempo passa;
corre rápido o rio dessa vida!
Eu bem sei quão sofrida foi a lida
que você venceu, sim, com tanta raça!

Também sei quão difícil foi a caça,
com suor toda a vida construída...
Mas eu sou muito mais agradecida
por mostrar-me o caminho, pai, da graça.

Sim, me fez da verdade tão ciente
que hoje vejo esse mundo e me comovo
com o que não mais vê todo esse povo...

Agradeço e confesso, tão carente,
que desejo que volte essa corrente
pra caber no seu colo, pai, de novo...

Verônica Miyake

as vezes os pais estão tão preocupadas em dar o melhor, que acabam não dando..
acabam dando o melhor que gostariam de receber...
mais não dão o melhor que poderiam dar ..
que são as coisas simples..
uma abraço..
um eu te amo...

(é preciso amar as pessoas como se não ouve se amanhã, por que se voçe parar pra pensar na verdade não há!)

debora canibal

Pai!
Nem sei te falar,
Assim você vai,
Me deixa aqui.

Pai!
De fato o que traz,
Isso não se faz!
Olha o que eu vivi!

Pai!
Sou apenas mais uma,
Perdida no rumo,
Sem um pai pra abraçar.

Pai!
Se você quer voltar,
Permissão não posso dar,
Peço para me observar.

Pai!
Sorte sua de ter uma filha,
Mas não me ensinou a ler a cartilha,
Foi aí que eu sofri.

Pai!
Gravidade ao que há,
Não me ensinou a caminhar,
Agora não dá!

Pai!
Mesmo assim eu te amo,
Não me engano, se é um bom rapaz,
Feliz dia dos pais!

Jhoyce Milena

Deus e sua Obra de Arte....
Deus criou povos diferentes e os pintou com cores diferentes ..mas sua intenção não era nos dividir. Quando um artista pinta um quadro, ele pinta por partes e com cores diversas e materiais diferentes, mas no final se juntarão em harmonia e formarão sua obra de arte ..somos a obra de arte de Deus.

Carl Ravazzi

Sim sou eu..
com um pouquinho dos meus amigos.. e muito dos meus pais..
com cicatrizes das doideiras que fiz, e com marcas do que não faria nunca mais.
Sim sou eu, com novas palavras a cada dia, com novos jeitos e uma personalidade.. mutavel-imutavel.
Sim sou eu, com sorrisos variados, abraços apertados.. saudades do que apenas ficou no passado.
Sim sou eu, que cai e sozinha levantei.. que pense...i que não havia mais forças, e achei..
Que sempre tenta evitar o "talvez".
Sim sou eu, que canta, toca, compoe .. inventa.. transforma, muda e é mudada..Mais que incrivelmente continuo sendo eu.
Sim sou eu.. só eu.. tão simplesmente Eu.
E as vezes, pensar que estou diferente.. vem apenas do modo de cada um me ver.. Pois sei que só me conhece de verdade, quem me olha e encherga além do que os olhos podem ver..
Pois por fora, eu tenho minhas fases, mais por dentro eu sempre vou contiuar sendo quem sou...
Não tenho medo das indagações, ou opniões, sobre quem fui, ou serei .. Se quer mesmo saber meu pensamento..
Bom, acho que se indagar, é um problema seu.
Mas se resolver me perguntar..
irei respirar fundo, e talvez balbuciar..
Sim, ainda sou eu!

Rayane Castro Calcabrini

De Filho Para Pais

Deixe seu filho comer chocolate sempre que quiser. Não o limite com coisas banais.
Elogie seus desenhos, mesmo que não entenda bem do que se trata. Não cause frustrações.
Não diga que seus heróis não existem. Não o irrite à toa.
Deixe-o pensar que o Papai Noel existe, até que ele mesmo descubra a verdade. Isso se chama: caminhar com os próprios pés.
Permita-o sonhar. Depois, a vida, no tempo certo, apresenta a realidade a ele.
Deixe-o tomar banho de chuva, mas depois o aqueça. É bom sentir-se livre.
Não conte a ele sobre política, até que ele saiba distinguir o certo do errado, o honesto do corrupto.
Não o compare com outras crianças, pois é assim que os primeiros sintomas de egoísmo ou inveja surgem. Deixe a competição de lado, pelo menos por enquanto.
Não pode suas iniciativas. Assim como uma planta, seu filho precisa crescer. Contrariar essa regra poderia inibir qualquer manifestação futura de criatividade ou desenvoltura.
Proporcione o hábito da leitura. Mas não o castigue se ele preferir mesmo brincar de pique-pega. São coisas da idade, depois passa.
Ensine-o a ter mais carinho com os animais. Mesmo que ele não pretenda ser veterinário, esse mesmo carinho será muito útil às pessoas ao redor.
Provoque a obediência de seu filho, porém diga “não” somente quando esta for a melhor alternativa. De qualquer jeito, ele obedecerá a um “não” ou a um “sim”.
Conceda o perdão, dê apoio, ofereça seu ombro, faça um cafuné.
Preserve a amizade. É ela que permitirá a você ter conhecimento de quase todos os segredos dele no futuro. Quase todos, porque você há de convir que há segredos dispensáveis ao seu conhecimento.
Jamais o ofenda em uma daquelas extensas lições de moral. Magoar não acrescenta sentimento à discussão.
Enfim, ame intensamente, não forneça carências. A vida não tapará os buracos que você deixar, a pior falta é sempre a sentimental.
E nunca se esqueça: a felicidade dele é a sua!

Aline M. Abdalah

Brasil, um país com suas riquezas e pobrezas.
Somos ricos em rios, cachoeiras, praias e Mata Atlântica.
Somos pobres em não saber reputar tal abundancia.

Somos ricos na ignorância, na repugnância.
Somos ricos em salafrários que nos dão ânsia.
Somos pobres nas expectativas.
E em não observar nossa perspectiva.

Somos ricos em estribar nossa desigualdade,
Nossos fracassos e acabar com nossos devaneios,
Nossos anseios e afeição.

Somos ricos em formar nossa prole da destruição.
Somos pobres em querer mudar nosso mundo indo tudo em vão.

Samanta Bernardi

Sabe quando uma criança pega algo que lhe traga algum perigo, e os pais quando vão retirar isso das mãos da criança tomam todos os cuidados necessários e pedem com carinho "filho tire os dedinhos"

É assim que Deus faz quando você tem problemas, basta saber ouvir a voz doce dele pedindo "filho tire os dedinhos" e entregar o problema nas mãos dele.

Rogério Stankewski

Meu País Desgraçado

Meu país desgraçado!...
E no entanto há Sol a cada canto
e não há Mar tão lindo noutro lado.
Nem há Céu mais alegre do que o nosso,
nem pássaros, nem águas ...

Meu país desgraçado!...
Por que fatal engano?
Que malévolos crimes
teus direitos de berço violaram?

Meu Povo
de cabeça pendida, mãos caídas,
de olhos sem fé
— busca, dentro de ti, fora de ti, aonde
a causa da miséria se te esconde.

E em nome dos direitos
que te deram a terra, o Sol, o Mar,
fere-a sem dó
com o lume do teu antigo olhar.

Alevanta-te, Povo!
Ah!, visses tu, nos olhos das mulheres,
a calada censura
que te reclama filhos mais robustos!

Meu Povo anémico e triste,
meu Pedro Sem sem forças, sem haveres!
— olha a censura muda das mulheres!
Vai-te de novo ao Mar!
Reganha tuas barcas, tuas forças
e o direito de amar e fecundar
as que só por Amor te não desprezam!

Sebastião da Gama

Inocência

Descalços nas ruas andando
A ermo sem direção
Meninos sem pais, sem rumo
Futuro desta nação.

Sem sonhos nem ilusões
Buscam no lixo a comida
Matando a fome do corpo
Antes que a alma desista

Em meio ao caos total
De um país sem parâmetros
Meninas se prostituem
Em nome de todos os santos!

Mazé Carvalho

Brasil

P'ra mim
és esse rio que te desflora
o povo
de um país desencantado,
povo que canta,
dança,
mas que chora
a terra,
seu país por Deus criado.
P'ra mim,
és Ipanema ensolarada,
és a verde Amazónia
agredida.
És Sampa
acordando de madrugada,
a esperança de mudar
não conseguida.
És a crosta gretada,
sertão sofrido.
És verdesul
nordeste
és a Baía
és Brasília,
futuro não cumprido,
sorriso
carnaval,
triste alegria.
És meu Cruzeiro do Sul
muito querido,
tu és o meu Brasil
minha Utopia.

José Marques

A música dos ventos.


Hoje eu quero que meus amigos não notem minha dor
Quero que meus pais não liguem para minhas trabalhadas
E que meus pés suportem minha longa caminhada
Por que busco um outro caminho.
Hoje eu quero que minhas mãos não se cansem
Por que sei que serão muitas linhas escritas
Hoje espero que a poesia não me deixe
E que o silêncio fique quieto ao meu lado
Hoje eu quero que a noite quase não cheque
Só assim terei mais tempo pra me ver.
Hoje espero que meu suor seja doce
E que minha loucura seja a mais forte
Mas também espero que algum dia ela passe
Hoje eu quero que os pássaros voem comigo
Quero ir pra longe, pr’eu chorar
E nem ver que meus olhos estão feridos
Assim como minha alma que esta despedaçada
Hoje eu quero voar alto, e soltar gritos.
Eu quero que hoje seja especial
Um simples dia ou até mesmo sem nada.
Hoje eu quero ser estrela.
Quero ser a música dos ventos.
Hoje eu quero tudo o que me foi prometido
Hoje eu quero ver os fins dos tempos,
Hoje eu quero que meus amigos estejam comigo
E que meus pais me abracem pela última vez
Porque sem estes, eu serei apenas pó.
Eu serei o pó, que do pó me fez.

José borges neto

CARTA AOS PAIS


Meu irmão.

Evocamos as homenagens que lhe são tributadas, pela nobre missão que o Senhor da Vida lhe concedeu, na condição de pai na Terra, venho ao encontro de seu coração, a fim de que possamos, juntos, refletir acerca de alguns elementos que muitas vezes, são deixados lado, por variados motivos.

Você sabe que ser pai no mundo é honrosa oportunidade com que Deus brinda o homem, com que abençoa a masculinidade, homenageando a sua função co-criadora, ao lado da mulher que se fez mãe pelos vínculos carnais.

Assim, meu irmão-pai, torna-se necessária a sua atenção para os episódios mais estridentes que acontecem nos momentos que passam, na conjuntura social.


Ouve-se falar dos tormentos dos vícios, do tóxico em particular, solapando as energias jovens, começando a destroçar a criança, ainda nas primeiras experiências infantis, enleando até mesmo os seus filhos na volúpia viciosa, e tantas vezes você não se interessa e , por isso , nada vê.

É verdade que você se encontra preocupado com a manutenção doméstica. É valido que você se torne o eixo em torno do qual giram preocupações. É compreensível que esteja cansado, ao voltar dos sucessos cotidianos da profissão.

Porém papai, não deponha sobre os ombros da companheira-mãe a responsabilidade de, sozinha, conduzir o lar, educar a prole, acompanhar os passos dos pequenos e dos mocinhos, fazendo-se presente onde se torne preciso. Você pode e necessita, meu amigo, na condição de genitor, participar desse luminoso esforço, que é o de conduzir ao Criador as almas que lhe foram apresentadas na função de filhos.

Quantas vezes você tem mirado nos olhos dos seus filhos para sentir-lhes as realidades intimas, pelas “janelas da alma”?

Quantas vezes você tem renunciado a um lazer para que esteja com eles, nos compromissos escolares em que se faça importante a sua pessoa, numa ou noutra atividade social, a fim de que se sintam apoiados por sua presença a dar-lhes segurança?

Quantas vezes você tem dialogado com seus filhos, ouvindo-lhes as opiniões sobre a vida, as pessoas, os fatos cooperando no esclarecimento de equívocos e fazendo recolocações devidas, auxiliando-os a caminhar pelas vias do discernimento?

Quantas vezes visitou, você mesmo, os ambientes, os redutos, nos quais vivem e se agitam seus filhos, a fim de conhecer onde estão comumente, com quem estão e o que fazem, demonstrando interesse pelo acerto deles na vida?

Quantas vezes chamou-lhes a atenção, com carinho e energia, ao vê-los bandear-se para caminhos obscuros, induzidos pela propaganda tendenciosa do mal ou pelas opiniões de quem se lhe apresenta como liderança da moda?

Quantas vezes você conseguiu conversar, sem gritar; orientar, sem imposição descabida; corrigir, sem agressão, para que eles adquirissem o senso do equilíbrio das proporções e da tranqüila disciplina?

Pense, meu irmão, pense seriamente, desarmado emocionalmente, para verificar se não terá tido ou se não tem participação nos equívocos em que os filhos se lançam por ignorância ou desamparo, por falta de sua assistência...

Se, muito bem, que você ama seus filhos. Entretanto , o amor, sendo a virtude por excelência, deve ser vigilante e perspicaz, para que , em seu nome, a insensatez e assombra não se estabeleçam.


Hoje, quando tantos filhos sofrem a carência da presença dos pais, Vigie-se para não trocar por presentes matérias a atenção que lhes deve, de modo a conquistá-los. Ainda que tenha coisas para dar, de-as, mas oferte-se a eles. Sorria com eles, corra com eles, ajude-os em pequenos serviços, em singelos deveres escolares. Ouça-lhes as historias simples do dia-a-dia, vividas com colegas e amigos. Dê valor às suas dificuldades, sem exageros prejudiciais, contudo. Pergunte-lhes, ao tornando-se, assim, amigo-confidente, para que seja aceito como conselho.

Mas, não se olvide de que todas as suas orientações, palavras e ensinos se esboroarão, ruirão por terra, se você apenas quiser ensinar, sem que viva, nobremente, os ensinos que ministra.

Reflita, pai querido, que seus rebentos lhe conduzirão a mensagem de vida aonde quer que forem, impregnados que estarão por tudo quanto lhes houver oferecido.

Não se esqueça, ainda, papai, que você não está a sós, com sua companheira, para o conduzimento dos filhos. Contam vocês com a assistência e com a participação dos nobres Emissários do Bem, que se fizerem seus Anjos Quardiães, e que têm interesse em recambiá-los a Deus, valendo-se da sua disposição de pai e mãe na Terra.

Não diga que se torna difícil a lide, por lhe faltar o burilamento da cultura escolar. Para orientarmo-nos pelo bem, pelo caminho correto, junto aos nossos afetos, não temos necessidade de diploma, mas, sim, de bom senso e maturidade, aliados a uma profunda confiança em Deus.

Repito-lhe que os Espíritos Avalistas da sua família acompanharão as suas lutas e dificuldades, limitações e empenhos , suprindo onde seja necessário, a fim que você consiga avançar , cooperando com o Criador de modo efetivo, e mais afetivo, alcandorando-se com os seus educadores bem formados.


Ao abraçá-los por sua coragem e por seu amor, junto aos filhos amados, auguramos-lhes verdadeiros progressos, na marcha para a real felicidade, após a sua missão devidamente atendida.

Vereda Familiar
J. Raul Teixeira

José Raul Teixeira

O PAÍS DO FUTEBOL... E DAS DESGRAÇAS POLÍTICAS

Demétrio Sena, Magé - RJ.

Circula nas páginas do Facebook uma fotomensagem que nos faz refletir sobre a futilidade de um país cujo povo não enxerga nem prioriza questões sociais que o envolvem de forma desfavorável. Por isso mesmo os poderes constituídos deste país fazem o que bem querem, transformando-o no paraíso particular da corrupção, do abandono e dá má fé, graças a esse desvio fácil da massa populacional, que serve mais como massa de manobra. Mano Meneses está em maus lençóis, no que depender do povo, por comandar a segunda melhor seleção olímpica, enquanto os índices do que mais importa para nossas vidas são graves e vergonhosos. O Brasil da fome, das desigualdades sociais gritantes, da roubalheira política e do cinismo não enfrenta a revolta popular por causa disso, mas o técnico da seleção brasileira, que por uma derrota depois de várias vitórias não conquistou a medalha de ouro e sim a honrosa medalha de prata, seria retirado de seu cargo se os brasileiros tivessem o poder dessa decisão... Mas nas próximas eleições, depois nas outras e nas remotas até não se sabe quando, este mesmo povo continuará levando ao poder ou confirmando em seus tronos os maiores responsáveis pelas verdadeiras desgraças deste país.

Demétrio Sena - Magé-RJ.

Com o passar dos anos entendemos

Os ditados que nossos avos ou pais dizem
Os versos que os poetas declamam
que todos pecam
que na mesma medida com que jugarmos seremos julgados e ateh condenados
que a vida vira de ponta cabe;a num piscar de olhos
Que as pessoas vao embora
que nossos pais tambem tem direito de errar
que princesas, principes, fada-madrinha e felizes para sempre nao existem
Que o amor eh uma escolha e nao um sentimento
Que a paixao acaba e temos que dar lugar para criatividade e a renuncia
Que o mundo eh pequeno
Que a nossa familia eh a melhor mesmo parecendo a pior
Psicologos sao os profissionais da nossa gera;ao
que as coisas e as pessoas ao nosso redor mudam e nos precisamos mudar um pouquinho tbm
que amigos sao poucos
namoros sao dificeis depois de um tempo
que o planeta terra nao para de girar por minha causa
titulos soh servem para a primeira impressao
que devemos administrar bem o dinheiro e comprarmos coisas boas, pq o barato sai realmente caro
nao adianta exigir dos outros, tenho que fazer eu mesma
paciencia eh mesmo uma virtuuuude
Que mesmo que Jesus nao fosse Deus Ele ainda seria o cara mais legal para seguir
que se nao cuidarmos da nossa saude ninguem vai fazer isso por nos
E que nao importa quao rica ou bonita seja uma pessoa, essa NAO eh a receita da felicidade (interior)
TUDO o que aprendemos um dia vamos usar
Acabamos agindo da mesmissima forma que nossos pais, naquilo que exatamente dizemos que nao fariamos
que todos fofocam, mas ninguem gosta de ser o assunto
Que ninguem mais sabe OUVIR...soh os psicologos...afinal eles sao pagos para isso!!!
que as coisas perdem a gra;a com o tempo
todo mundo eh bonito de algum jeito e feio de outro
e que um dia de princesa ou principe da um jeito em qqr um mas soh quem mora junto sabe o que aquela pessoa realmente eh!
que a internet dominou o mundo
e principalmente que...
somos todos diferentes..bons e maus!!!

Irmem Sarai Pires Vasconcellos

TODOS!

Todo mundo tem amigos, mas quase ninguém tem confiança;
Todo mundo tem mundo tem país, mas quase ninguém da o certo valor;
Todo mundo tem cérebro, mas quase ninguém usa;
Todo mundo tem raiva, mas quase ninguém tem também, a paz;
Todo mundo tem coração, mas quase ninguém tem compaixão;
Todo mundo tem água, mas quase ninguém se limpa profundamente;
Todo mundo tem comida, mas quase ninguém alimenta;
Todo mundo quer ajudar, mas quase ninguém se prontifica;
Todo mundo quer ser feliz, mas quase ninguém faz algo pra mudar;
Todo mundo quer ser grande, mas quase ninguém quer crescer

Camila Schlindwein

'Brasil é o único País ¬ CIRCO ¬ onde o palhaço é a própria plateia...
'Políticos fazem dos Brasileiros palhaços, não sabendo eles que os melhores, são aqueles que tentam uma disputada vaga no Circo de Soleil, em que só entram os mais habilidosos, talentosos e corajosos...
Com o passar do tempo, eles perceberam que palhaços e, não palhaços, se encontra em qualquer esquina, porém palhaços com muito mais competência que políticos palhaços...
'Pois é! Chega uma hora que o palhaço entende que a piada tá gasta... E muda!
'Eu continuo sendo apenas um palhaço, o que já me coloca em nível bem mais alto do que o de qualquer político...
'Podemos tirar o nariz de palhaço e construir algo real com nossas escolhas...
'O palhaço não sou eu, mas sim esta sociedade monstruosamente cínica e tão ingenuamente inconsciente que joga o jogo da seriedade, para melhor esconder a falta da sua inteligência...

Renato Cesar Vargas Martins

Seu filho lhe cobra aquele presente,
Seus pais lhe cobram atenção,
Seu chefe lhe cobra resultados,
Seu cliente lhe cobra porque é cliente,
Seu (suas) namorada (o) lhe cobra desejos,
Seu cachorro lhe cobra carinho,
Teu carro lhe cobra gasolina,
O motorista a passagem,
O sindico lhe cobra silêncio,
A religião lhe cobra disciplina,
Seus credores lhe cobram dinheiro,
Seu governo lhe cobra impostos,
A sociedade cobra direitos,
O mundo lhe cobra informação,
Seu passado lhe cobra perdão,
Seu futuro lhe cobra expectativa,
e você ainda cobra sucesso!?

Adriano Ialongo