Textos para Pessoas Recalcadas

Cerca de 8956 textos para Pessoas Recalcadas

As pessoas entram e saem de nossas vidas, algumas passam despercebidas, outras deixam sua presença em nossa mémoria, outras em nosso coração. Algumas deixam coisas boas, outras coisas ruins, mas as pessoas que levo comigo são aquelas que mudaram a minha vida, que me fizeram dar um sorriso, que me fizeram esquecer uma tristeza, que me ajudaram nos momentos difíceis, que não fugiram em nenhum segundo, nem nos felizes, nem nos tristes.
As coisas mais importantes que podemos ter na vida são as que duram pra sempre, que podemos sempre levar conosco, e acho que nenhuma delas é mais forte que uma amizade sincera. Por isso tenho certeza que não há nada que eu amo mais na minha vida do que os meus amigos, aqueles que ficaram marcados pra sempre no meu coração, e mesmo que não nos falemos por muito tempo sempre vou lembrar deles, pois eles fizeram uma grande diferença na minha vida!
Quem são eles? Não importa, pois sei que se eles lerem isso vão ter certerza que lembrei deles quando escrevi isso.

Silver Penguin

Talvez até a mais forte das pessoas tenha desmoronado alguma vez... talvez até na mais insensível das pessoas algo a tocou verdadeiramente...talvez até na mais amarga das pessoas tenha havido um momento em que o amargo se tornou doce.
De verdade, foge da minha explicação.
Li livros de depressão, li cartas de amor que achei por aí, assisti filme que passa na tarde de domingo e faz qualquer um chorar, já andei com vontade de cair. Mas pra nada disso tive explicação.
Senti dores de saudade por causa de momentos que por algum motivo acabaram sem eu perceber. Chorei na frente do espelho por olhar um rosto e não saber o que enxergar. Já olhei pro céu, na esperança de que este me mostrasse o que eu não conseguia ver. Fiz minha seleção de música triste, que me tocaram o coração apenas pela melodia estar no sentido do meu coração, apenas pela voz demonstrar o meu desespero, apenas pelo ritmo determinar o ritmo da minha felicidade.
Fiz coisas que talvez eu nunca faria. Pensei em coisas que eu nem sabia que existia. Chorei por motivos que eu nunca imaginei que choraria. E por fim, aqui estou eu.
Caí, desmoronei, me acabei por dentro. E por mais que tudo isso tenha acontecido, aqui estou eu...
É incrível como não conseguimos compreender uma coisa que acontece dia a dia, hora a hora, minuto por minuto e em tantas vidas.
Mas não vou dedicar o resto da minha pra descobrir isso.

Yohanna

Eu aprendi que não importa o quão doce você seja,
as pessoas não deixarão sua armagura de lado.
Eu aprendi que não importa todo o esforço que você faça,
as pessoas ainda sim te olharam como um fracassado.
Eu aprendi que não importa quanto amor você tenha no coração,
as pessoas irão tranformá-lo em ódio.
Eu aprendi que não importa se você tem sentimentos,
as pessoas não irão ligar para eles.
Eu aprendi que não importa o quanto você sofra,
as pessoas continuarão pisando em você.
Eu aprendi que não importa em que Deus você acredite,
as pessoas irão te fazer desacreditar nele.
Eu aprendi que não importa a sua esperteza,
as pessoas sempre te tratrarão como um ignorante.
Eu aprendi que as pessoas são seres pequenos,
enquanto eu e você somos gigantes, e por medo,
elas tentam nos diminuir por dentro.

Deborah Strougo

As pessoas dizem que tudo é questão de tempo e de jeito de falar! Mas pra mim isso não é a realidade que vivemos, claro que tudo isso contribui dependendo da situação, mas nada muda, somos diferentes, com aparências e jeitos diferentes, ninguém nunca vai agradar a todos, primeiro porque todo mundo tem suas qualidades e seus defeitos, os quais de vez em quando vão " bater de frente " com seu próximo! Mas apesar de tudo somos seres humanos, erramos, e só assim aprendemos, alguns demoram, outros não, mas faz parte, e cabe a você reparar os seus fracassos primeiro, pra depois pensar em apontar o do seu próximo! Julgar, duvidar, brigar, querer andar no caminho errado, é muito fácil, e muita das vezes até bom, mas é um bem momentâneo, que com certeza não vai ter um bom fim se não houver mudanças antes. Precisamos entender que pra começar uma nova história, não podemos apenas virar a página, porque podemos enfraquecer e voltarmos nela para relembrar de vez em quando e isso nos impede de viver o nosso presente, então não vire a página, arranque ela; e comece um novo capitulo em uma nova pagina, onde não há rascunhos, e sim uma bela folha branca onde você já está curando o seu passado, vivendo o seu presente, e tendo esperança o bastante para sonhar o futuro que você molda a cada dia! E não deixe nada pra depois, o tempo passa muito rápido, e a pior coisa é se arrepender de uma coisa que nunca tentou, e não espere nada de ninguém, mude a si mesmo e tente até conseguir!
" O futuro é o presente, e o presente já passou "
Não deixe o tempo passar, e perder o que você poderia ganhar se não fosse pelo medo de tentar!

Carol Andrade

Aprendi, que não importa quão tamanho seja seu amor pelas pessoas,
talvez elas nunca poderão sentir o que guardas no coração;

Aprendi que amar é se doar sem esperar absolutamente nada do outro, saber perdoar.

Aprender que as pessoas são humanas, passíveis ao erro, à emoção, ao momento.

Cobrar das pessoas que te amem não é o melhor caminho,
caminhe no sentido do coração delas,
a estrada é longa, mas a recompensa é divina.

Conquiste, não se subestime!
Não dê tudo de si, pois certamente aparentará ser uma pessoa frágil, doentia e possessiva.

Viva os momentos,
guarde-os no coração, mas liberte-se...

Não ame pra viver, viva para amar!

Cássia Montouto.

Amigos:
É assim que chamamos aquelas pessoas que;
Estão sempre com a gente;
Estão sempre lembrando;
Admiram nossas qualidades e...
Entendem nossos defeitos;
Passam só pra dizem "olá";
Sorriem quando sorrimos e...
Apoiam quando precisamos;
Apenas com sua presença nos fazem felizes!
Valeu pela amizade!!!

Naí Oliveira

Não adianta agradar as pessoas sem gostar delas.
Precisamos admiti-las no espírito.
Não podemos querer conserta-las.
E não adianta fugirmos delas,porque irão aparecer onde quer que estejamos.
Por isso, é necessário que acumulemos virtudes através dos atos de felicitar o próximo,para que,mesmo que alguém faça ou fale algo que nos desagrade,não sintamos mais mágoas.
Vamos experimentar?

Kaor Tanida

Precisa-se

De pessoas que tenham os pés na terra e a cabeça nas estrelas.

Capazes de sonhar, sem medo dos sonhos.

Tão idealistas que transformem seus sonhos em metas.

Pessoas tão práticas que sejam capazes de transformar suas metas em realidade.

Pessoas determinadas que nunca abram mão de construir seus destinos e arquitetar suas vidas.


Que não temam mudanças e saibam tirar proveito delas.

Que tornem seu trabalho objeto de prazer e uma porção substancial de realização pessoal.

Que percebam, na visão e na missão de suas vidas profissionais, de suas dedicações humanistas em prol da humanidade, um forte impulso para sua própria motivação.

Pessoas com dignidade, que se conduzam com coerência em seus discursos, seus atos, suas crenças e seus valores.


Precisa-se de pessoas que questionem, não pela simples contestação, mas pela necessidade íntima de só aplicar as melhores idéias.

Pessoas que mostrem sua face de parceiros legais. Sem se mostrarem superiores nem inferiores. Mas... iguais.

Precisa-se de pessoas ávidas por aprender e que se orgulhem de absorver o novo.

Pessoas de coragem para abrir caminhos, enfrentar desafios, criar soluções, correr riscos calculados. Sem medo de errar.


Precisa-se de pessoas que construam suas equipes e se integrem nelas.

Que não tomem para si o poder, mas saibam compartilhá-lo.

Pessoas que não se empolguem com seu próprio brilho. Mas com o brilho do resultado alcançado em conjunto.

Precisa-se de pessoas que enxerguem as árvores. Mas também prestem atenção na magia das florestas.

Que tenham percepção do todo e da parte.

Seres humanos justos, que inspirem confiança e demonstrem confiança nos parceiros.

Estimulando-os, energizando-os, sem receio que lhe façam sombra, mas sim se orgulhando deles.


Precisa-se de pessoas que criem em torno de si um ambiente de entusiasmo

De liberdade, de responsabilidade, de determinação,

De respeito e de amizade.

Precisa-se de seres racionais. Tão racionais que compreendam que sua realização pessoal está atrelada à vazão de suas emoções.


É na emoção que encontramos a razão de viver.

Precisa-se de gente que saiba administrar COISAS e liderar PESSOAS.

Precisa-se urgentemente de um novo ser.

Isaac Libermann

Pessoas normais são felizes com vidas normais. Eu era diferente.
Eu sentia que existia mais na vida do que se arrastar em um dia depois do outro... Eu era
mais rigoroso que muitos dos meus amigos porque eu queria mais, eu exigia mais. Eu era
mais faminto por sucesso do que qualquer pessoa que conhecia.

Arnold Schwarzenegger

Reflexão "Amadurecer"

Algumas pessoas assim como eu, podem se sentir assustadas com o fato de terem que amadurecer.

Assustadas por tantas vezes cometerem o mesmo erro, fazendo com que pensemos muitas vezes: “Não tenho jeito!”.

Chega um tempo na vida que percebemos o quanto precisamos urgentemente tomar atitudes firmes e maduras, o quanto precisamos crescer.

As experiências de vida, a forma como nossos pais nos criam, são fatores importantes e decisivos na hora de amadurecer.

A maturidade chega cedo para alguns, para outros chega no tempo certo, mas para alguns como eu ela vem a passos lentos, bem lentos...

Mas será que existe um tempo certo para ela chegar? Que tempo seria esse?

Só sei que quando ela bate na porta, precisamos abrir para que ela entre como se fosse uma visita que esperamos ansiosos para receber.

A maturidade é a nossa maior aliada em nosso crescimento pessoal.

Ela nos ensina o tempo certo de tomarmos as principais decisões da vida.

Ela nos ajuda a termos firmeza em relação a muitas atitudes que às vezes não condiz com o que desejamos ser e viver.

Não podemos viver como meros espectadores da nossa própria vida.

Deixando com que nossos caprichos e vontades nos guiem, eles só nos levariam ao precipício.

Nunca pensei que amadurecer fosse tão difícil, nem que doesse tanto, mas pior seria sofrer a dor de ver minha própria vida sendo guiada por impulsos incontroláveis.

Sendo assim, decido hoje a tentar amadurecer, a crescer.

Com certeza cairei muitas vezes, talvez nos mesmos erros. Mas terei sempre a certeza que sou eu o único responsável por limpar as feridas, levantar e tentar de novo!

Samir França

O que faz a alegria?

Família não é só de sangue
Família é um grupo
Um grupo de pessoas
Que tem uma ligação
Talvez fraca
Talvez forte
O que determina essa ligação
É a convivência
É ver essas pessoas com frequência
É compartilhar interesses
è o respeito
Que cresce com o tempo
E que faz da via em família
A maior alegria.

Thaíse F. S. Klich

Video 2
Notes
Posted 1 week ago

”As pessoas olhavam pra mim e diziam: É impossivel cara, é impossivel você chegar até aqui. Manda eles pra put* que pari*. É possivel sim. É possivel vocês, cada um de vocês que estão aqui hoje. É possivel realizar sonhos de vocês sim. Vocês são capazes. Acreditem em vocês. Você pode cara, se você não acreditar em você, ninguém vai acreditar. Lute pelo seu sonho. Nesse ano, luta por você, que você vai chegar aonde você quer. Eu quero que vocês saibam de uma coisa. A gente vendeu mais de dois milhões de cópias em discos. A gente hoje é ‘os artistas’ número 1 do Brasil. É o que mais faz shows, é o que mais ganha dinheiro, é o que mais ta na mídia. E nós continuamos de Guarulhos… O sucesso não sobe nas cabeças das pessoas não, sobe o sucesso nas cabeças das pessoas fracas, nós não somos pessoas fracas não. Se a gente, se a gente fosse fraco, a gente tinha desistido há 5 anos atras. Quando as pessoas diziam que a gente nunca ia chegar aqui. E nós estamos aqui caralh*. O impossível não existe. Tudo é possível quando vocês querem. Acreditem em vocês, vocês têm força. E quando a música começar, todo mundo pulando junto com a gente em Guarulhos.”

Desabafo de Dinho Mamonas Assasinas

Existem pessoas que não estão preparadas para esta vida, creio nisso. Ou não entenderam a essência de sua existência por aqui. Vivem pra viver conflitos, espionar, conspirar e tramar contra outrem.

Paciência... a estes, eu dedico a minha.

Aqueles (as) que compreenderam sua existência, welcome to my life!

Luciano Toledo

OS QUE FICAM!!

Um famoso palestrante começou um seminário numa sala com 200 pessoas,
segurando uma nota de R$ 100,00.
Ele perguntou:
"Quem de vocês quer esta nota de R$100,00?".
Todos ergueram a mão...
Então ele disse:
"Darei esta nota a um de vocês esta noite, mas primeiro deixem-me fazer isto..."
Aí, ele amassou totalmente a nota.
E perguntou outra vez:
"Quem ainda quer esta nota?"
As mãos continuavam erguidas...
E continuou:
"E se eu fizer isto... Deixou a nota cair no chão, começou a pisá-la, esfregá-la.
Depois, pegou a nota, agora já imunda e
amassada e perguntou:
E agora?
Quem ainda quer esta nota de R$100,00??
Todas as mãos voltaram a se erguer.
O palestrante voltou-se para a platéia e disse que tinha ensinado uma lição.
Não importa o que eu faça com o dinheiro, vocês continuam a querer esta nota porque ela não perde o valor.
Essa situação também acontece com a gente...
Muitas vezes em nossas vidas, somos amassados, pisoteados e ficamos nos sentindo sem importância.
Mas, não importa... jamais perderemos nosso valor.
Sujos ou limpos, amassados ou inteiros, magros ou gordos, altos ou baixos, nada disso importa!
Nada disso altera a importância que temos!
O preço de nossas vidas, não é pelo o que aparentemos ser, mas pelo que fizemos e sabemos!!!
Agora reflita bem e procure responder a estas perguntas:
1-Nomeie as 5 pessoas mais ricas do mundo.
2-Nomeie as 5 últimas vencedoras do concurso Miss Universo.
3-Nomeie 10 vencedores do prêmio Oscar, como melhores atores ou atrizes.
Como vai? Mal né? Difícil de lembrar???
Não se preocupe.
Ninguém de nós se lembra dos melhores de ontem.
Os aplausos vão-se embora!
Os troféus ficam cheios de pó!
Os vencedores são esquecidos!
Agora responda a estas perguntas:
1-Nomeie 3 professores que lhe ajudaram na sua verdadeira formação.
2-Nomeie 3 amigos que já lhe ajudaram nos momentos difíceis.
3-Pense em algumas pessoas que lhe fizeram sentir-se alguém especial.
4-Nomeie 5 pessoas com quem transcorres o seu tempo.
Como vai? Melhor não é verdade?
As pessoas que marcam a nossa vida não são as que tem as melhores credenciais, com mais dinheiro, ou os melhores prêmios...
São aquelas que se preocupam com você, que cuidam de você, aquelas que de algum modo estão com você.
Reflita um momento.
A vida é muito curta!
Você em que lista está?
Não sabe?...
Permita-me lhe dar uma ajuda...
Você não está entre os famosos, mas está entre aqueles que eu lembro com
carinho e gosto muito.....

Fênix Faustine

Os gatos e as pessoas
Por que as pessoas são tão possessivas com as outras? Olhem os gatos, eles são livres! E mesmo com toda a liberdade eles voltam pra casa, pro aconchego do seu ‘dono’. Quem tem um gato não tem um animal de estimação, tem um companheiro, porque só é nosso aquilo que esta com a gente por vontade. Assim deveria acontecer com os relacionamentos das pessoas, todos deveriam ser livres pra fazerem o que quisessem, quando quisessem e só assim saberíamos o que realmente é nosso.

Leticia Dias

"Centenas de pessoas atravessam a nossa vida diariamente. Umas passam bem devagar e aproveitam o trajeto ao nosso lado, outras estão sempre correndo e não tem interesse em observar o caminho conosco, e têm aquelas que decidem fazer o mesmo percurso que a gente pelo simples prazer da nossa companhia.

As pessoas que fazem parte da última categoria sabem que nem sempre será prazeroso. Elas também reconhecem que muitas vezes o caminho será complicado. Em outras situações irão questionar qual a razão de agirmos de determinada forma enquanto caminhamos. Mas nunca, em hipótese nenhuma vão achar que o passeio foi em vão.

Amigo de verdade te leva a sério, te leva no riso, te leva no bico, mas te leva.

Te carrega pra vida toda!"

Fernanda Gaona

Odeio pessoas falsas, demagogas, hipócritas.
Pessoas que vivem de mentira.Que te beijão como Judas.
Tenho muitos defeitos,mas dentre eles não se encaixa a falsidade.
Sou sincera, talvez até de mais.
Mas prefiro ser assim do meu jeito,pois me agrada muito mais.
Ser infantil de vez em quando, palhaça, para fazer os outros sorrirem.
A vida me ensinou muitas coisas e uma delas é o valor de uma amizade verdadeira.
Me ensinou a tratar as pessoas com igualdade, sem preconceito de raça, credo ou cor!!!
Me mostrou que hoje voce tem tudo e amanhã pode não ter nada.
Mas acima de tudo , que você vale pelo que é não pelo que possui.O valor esta no seu coração, nas suas atitudes,pois máscaras caem com o tempo, vc não consegue esconder por muito tempo quem vc realmente é.!!!!Mostre sua essencia !!!

Irene Herman

Houve uma época em que eu pensava que as pessoas deviam ter um gatilho na garganta: quando pronunciasse — eu te amo —, mentindo, o gatilho disparava e elas explodiam. Era uma defesa intolerante contra os levianos e que refletia sem dúvida uma enorme insegurança de seu inventor. Insegurança e inexperiência. Com o passar dos anos a idéia foi abandonada, a vida revelou-me sua complexidade, suas nuanças. Aprendi que não é tão fácil dizer eu te amo sem pelo menos achar que ama e, quando a pessoa mente, a outra percebe, e se não percebe é porque não quer perceber, isto é: quer acreditar na mentira. Claro, tem gente que quer ouvir essa expressão mesmo sabendo que é mentira. O mentiroso, nesses casos, não merece punição alguma.

Por aí já se vê como esse negócio de amor é complicado e de contornos imprecisos. Pode-se dizer, no entanto, que o amor é um sentimento radical — falo do amor-paixão — e é isso que aumenta a complicação. Como pode uma coisa ambígua e duvidosa ganhar a fúria das tempestades? Mas essa é a natureza do amor, comparável à do vento: fluido e arrasador. É como o vento, também às vezes doce, brando, claro, bailando alegre em torno de seu oculto núcleo de fogo.

O amor é, portanto, na sua origem, liberação e aventura. Por definição, anti-burguês. O próprio da vida burguesa não é o amor, é o casamento, que é o amor institucionalizado, disciplinado, integrado na sociedade. O casamento é um contrato: duas pessoas se conhecem, se gostam, se sentem a traídas uma pela outra e decidem viver juntas. Isso poderia ser uma COisa simples, mas não é, pois há que se inserir na ordem social, definir direitos e deveres perante os homens e até perante Deus. Carimbado e abençoado, o novo casal inicia sua vida entre beijos e sorrisos. E risos e risinhos dos maledicentes. Por maior que tenha sido a paixão inicial, o impulso que os levou à pretoria ou ao altar (ou a ambos), a simples assinatura do contrato já muda tudo. Com o casamento o amor sai do marginalismo, da atmosfera romântica que o envolvia, para entrar nos trilhos da institucionalidade. Torna-se grave. Agora é construir um lar, gerar filhos, criá-los, educá-los até que, adultos, abandonem a casa para fazer sua própria vida. Ou seja: se corre tudo bem, corre tudo mal. Mas, não radicalizemos: há exceções — e dessas exceções vive a nossa irrenunciável esperança.

Conheci uma mulher que costumava dizer: não há amor que resista ao tanque de lavar (ou à máquina, mesmo), ao espanador e ao bife com fritas. Ela possivelmente exagerava, mas com razão, porque tinha uns olhos ávidos e brilhantes e um coração ansioso. Ouvia o vento rumorejar nas árvores do parque, à tarde incendiando as nuvens e imaginava quanta vida, quanta aventura estaria se desenrolando naquele momento nos bares, nos cafés, nos bairros distantes. À sua volta certamente não acontecia nada: as pessoas em suas respectivas casas estavam apenas morando, sofrendo uma vida igual à sua. Essa inquietação bovariana prepara o caminho da aventura, que nem sempre acontece. Mas dificilmente deixa de acontecer. Pode não acontecer a aventUra sonhada, o amor louco, o sonho que arrebata e funda o paraíso na terra. Acontece o vulgar adultério - o assim chamado -, que é quase sempre decepcionante, condenado, amargo e que se transforma numa espécie de vingança contra a mediocridade da vida. É como uma droga que se toma para curar a ansiedade e reajustar-se ao status quo. Estou curada, ela então se diz — e volta ao bife com fritas.

Mas às vezes não é assim. Às vezes o sonho vem, baixa das nuvens em fogo e pousa aos teus pés um candelabro cintilante. Dura uma tarde? Uma semana? Um mês? Pode durar um ano, dois até, desde que as dificuldades sejam de proporção suficiente para manter vivo o desafio e não tão duras que acovardem os amantes. Para isso, o fundamental é saber que tudo vai acabar. O verdadeiro amor é suicida. O amor, para atingir a ignição máxima, a entrega total, deve estar condenado: a consciência da precariedade da relação possibilita mergulhar nela de corpo e alma, vivê-la enquanto morre e morrê-la enquanto vive, como numa desvairada montanha-russa, até que, de repente, acaba. E é necessário que acabe como começou, de golpe, cortado rente na carne, entre soluços, querendo e não querendo que acabe, pois o espírito humano não comporta tanta realidade, como falou um poeta maior. E enxugados os olhos, aberta a janela, lá estão as mesmas nuvens rolando lentas e sem barulho pelo céu deserto de anjos. O alívio se confunde com o vazio, e você agora prefere morrer.

A barra é pesada. Quem conheceu o delírio dificilmente se habitua à antiga banalidade. Foi Gogol, no Inspetor Geral quem captou a decepção desse despertar. O falso inspetor mergulhara na fascinante impostura que lhe possibilitou uma vida de sonho: homenagens, bajulações, dinheiro e até o amor da mulher e da filha do prefeito. Eis senão quando chega o criado, trazendo-lhe o chapéu e o capote ordinário, signos da sua vida real, e lhe diz que está na hora de ir-se pois o verdadeiro inspetor está para chegar. Ele se assusta: mas então está tUdo acabado? Não era verdade o sonho? E assim é: a mais delirante paixão, terminada, deixa esse sabor de impostura na boca, como se a felicidade não pudesse ser verdade. E no entanto o foi, e tanto que é impossível continuar vivendo agora, sem ela, normalmente. Ou, como diz Chico Buarque: sofrendo normalmente.

Evaporado o fantasma, reaparece em sua banal realidade o guarda­roupa, a cômoda, a camisa usada na cadeira, os chinelos. E tUdo impregnado da ausência do sonho, que é agora uma agulha escondida em cada objeto, e te fere, inesperadamente, quando abres a gaveta, o livro. E te fere não porque ali esteja o sonho ainda, mas exatamente porque já não está: esteve. Sais para o trabalho, que é preciso esquecer, afundar no dia-a-dia, na rotina do dia, tolerar o passar das horas, a conversa burra, o cafezinho, as notícias do jornal. Edifícios, ruas, avenidas, lojas, cinema, aeroportos, ônibus, carrocinhas de sorvete: o mundo é um incomensurável amontoado de inutilidades. E de repente o táxi que te leva por uma rua onde a memória do sonho paira como um perfume. Que fazer? Desviar-se dessas ruas, ocultar os objetos ou, pelo contrário, expor-se a tudo, sofrer tudo de uma vez e habituar­se? Mais dia menos dia toda a lembrança se apaga e te surpreendes gargalhando, a vida vibrando outra vez, nova, na garganta, sem culpa nem desculpa. E chegas a pensar: quantas manhãs como esta perdi burramente! O amor é uma doença como outra qualquer.

E é verdade. Uma doença ou pelo menos uma anormalidade. Como pode acontecer que, subitamente, num mundo cheio de pessoas, alguém meta na cabeça que só existe fulano ou fulana, que é impossível viver sem essa pessoa? E reparando bem, tirando o rosto que era lindo, o corpo não era lá essas coisas... Na cama era regular, mas no papo um saco, e mentia, dizia tolices, e pensar que quase morro!...

Isso dizes agora, comendo um bife com fritas diante do espetáculo vesperal dos cúmulos e nimbos. Em paz com a vida. Ou não.

Ferreira Gullar

Os impostores e seus títulos.

Não gosto de pessoas oportunistas, as que tentam nos engabelar e, demonstram o que na verdade nunca foram; entretanto, ocultam uma realidade bem diferente. Não gosto de pessoas que se auto-intitulam, não dou a mínima importância aos títulos. O que conta e soma para mim, é o caráter. Prefiro um relacionamento seja ele de amizade, afetivo ou profissional, baseado na sinceridade. Não dou valor aos rótulos, prefiro viver uma dura realidade, que a doce ilusão de uma farsa. Não sou exigente, sou gente e, desejo assim ser tratada, com respeito e dignidade. Sou leal, humana, compreensiva e muito gentil, mas não suporto e, repugno a hipocrisia. Os rótulos enfeitam as embalagens, todavia não condizem ao conteúdo, com as pessoas ocorre o mesmo. Prefiro viver a intensidade de um relacionamento sem ostentação e mentiras, que uma presunção infundada. Mais me vale a qualidade mesmo que pouca, que a quantidade sem serventia.

Cristina Deutsch

Quem vai, mas fica!
A vida é cheia de ciclos e ciclos repletos de pessoas. Algumas ficam, outras não. Outras vão, mas contrariando a lei da física, continuam. É um bocado de gente se esbarrando, tentando achar um lugar pra se acomodar dentro da nossa história.

Tem gente que passa e gente que ultrapassa. Que transpõe qualquer barreira, que encontra um meio de ficar. Gente que não pergunta se tem espaço, só se ajeita, dá um jeito de permanecer. E vira parte. E mesmo quando parte, vira todo. Porque ocupa tudo. Deixa um vazio cheio de presença.

Fernanda Gaona