Textos para Pai

Cerca de 941 textos para Pai

Feliz Aniversário Pai.

Ao despertar fiz minhas orações agradecendo pela sua vida, pela minha vida que veio através de ti, com uma grande sensação de paz e emoção estou aqui estou aqui para dizer algumas palavras que tentem relatar o meu sentimento de amor e gratidão a você pai.
Agradeci pela força de caráter e dignidade que ele te confiou, pois foi nela que me espelhei para ser o que sou hoje, agradeci o bom humor que te deu, pois muito bem me faz a certeza constante de sua companhia otimista que me transmite confiança.
Agradeci pelo lar que você edificou, sobre base de respeito, amor e confiança, assim o meu lar será uma extensão do seu .
Carregar os sentimentos de honra, honestidade, verdade e sabedoria são marcas indeléveis em sua personalidade, e isso te torna um ser humano transparente e verdadeiro em tudo que faz, seus exemplos são livros da verdade para mim e neles confio e creio, e em você esta a vida, esta Deus.
Quanta felicidade e riqueza possuo em ter você como meu pai.
Feliz Aniversário!

Fernando Fernando

Em certo dia, ele nasceu
Sem pai e mãe, cresceu
Sozinho, sempre viveu
Mas sua vontade de viver nunca morreu.

Sentimentos ainda eram desconhecidos
Talvez, até esquecidos
Por quem, no lugar, do coração
Tinha lugar apenas à razão.

Quando descobriu o amor,
Junto com ele veio a dor
Mas dor que desatina sem doer
Em fogo que arde sem se ver.

Nas palavras, ele imaginava
Alguém que, talvez, o amava
E então, esquecia-se do mundo
Quando mergulhava em outro profundo.

Até que um dia ele a encontrou
Apaixonou-se e muito lhe amou
Para ela, entregou seu coração
Dela, recebeu apenas a ilusão.

Há algo que te deixa mais perdido,
Sem esperanças, muito desiludido,
Tudo ao seu redor não parece ter sentido
Do que o amor não correspondido?

Mergulhado no mar da tristeza,
Turbilhões de pensamentos na cabeça
Encaminhavam-no à direção oposta,
Tentando encontrar uma resposta.

Após curar-se, voltou a adoecer,
Pois sentiu seu coração endurecer
Por não querer mais amar
Para não mais se machucar.

Já catou outras depois dela,
Mas nenhuma igual a ela
Teme não encontrar em outra mulher
O verdadeiro amor que todo homem quer.

E assim ele permanece,
Correndo e caindo, enquanto mais cresce
Porque a vida não é perfeita
Só espera, de você, ser feita.

Saber aproveitá-la usando a inteligência
Sem preguiça mental e impaciência
Buscar a evolução intelectual
Livrar-se dos caminhos do mal.

Quanto ao tal amor?
Leve-o aonde você for
Sempre dê prioridade à razão,
Mas também escute seu coração.

O herói imaginário finaliza sua história
Ora triste, ora insatisfatória
Infelicidade não é o tema
Para quem tem a liberdade como lema.

Laércio Monteiro

se você tem pai,se você tem mãe,se você tem uma casa,se você tem uma comida na mesa,se você tem uma cama limpinha, quentinha,
se você tem saúde,se você enxerga,se você escuta,
se você se supera,se você erra e aprende com seu erro... Aí você é feliz! Aí você tem tudo! Porque
dinheiro e sucesso, não compra tudo não...
O dinheiro compra muita gente, mas não
compra tudo não, ta ligado... Então, quero
que vocês entendam, que o melhor que a
gente pode ter na vida, são as coisas
básicas: é a nossa saúde, é a família, é
um amigo, é um lugar pra viver.. !
É ter no que acreditar, é viver em função
de um sonho...Eu tenho uma alma, que é
feita de sonhos.. !

Chorão (CBJr)

O pai pode fazer do filho uma pessoa que acredita na sua capacidade;
Pode ajudá-lo a conhecer-se e a se corrigir;
Pode mostrar-lhe que só a lei que conduz à liberdade é verdadeira;
Ensinar-lhe e guia-lo até que se torne também capaz de ensinar e mostrar aos outros o verdadeiro valor de cada um;
Mostrar-lhe que o homem é aquilo que seu pensamento quer que ele seja;
Que uma ação bem estruturada tem maior sentido do que a feita de qualquer jeito;
Que quanto mais você se supera, mais se ampliam seus horizontes;
Que aqueles que se desafiam, que tem ideais, se realizam.

Enfim, só um bom pai como VOCÊ pode dar ao filho um exemplo e uma lição de VIDA.

Pai eu sei que isso não é muito , mais foi o que deu pra escrever , espero que goste ....TE AMOOO...

De sua filha Luísa

PRECE AO PAI

PAI, na paixão maior, no céu eterno
nos geraste e nos acalentaste
ESTÁS NOS CÉU do sol e da lua, do chão e da rua
SANTIFICADOS sejam teus braços
que entre abraços
faz-nos de seres solitários teus seres solidários
VENHA A NÓS O TEU REINO
presente em nossas saudades e utopias
carentes de afetos e de alegrias
SEJA FEITA A TUA VONTADE
de Pai que se apaixona
que se alimenta da ternura mãe que se emociona
O AMOR NOSSO DE CADA DIA
faz-nos viver tão terna e eternamente
no corpo, na alma e na mente,
dia-a-dia infinitamente
E NÃO NOS DEIXES CAIR EM TENTAÇÃO
de fazer qualquer coisa sem paixão
sem ouvir as razões do coração
MAS LIVRA-NOS DO MAL
da omissão, da apatia e dos desencantos
da opressão, da antipatia e dos horrores tantos
POIS TEU É O REINO
Do Bem, do Bom e do Belo
O PODER
que dá vida e para a Vida nos convida
E A GLÓRIA
que entre tantas lutas inglórias
faz-nos serem tuas nossas histórias
para sempre e sempre

Carlos Alberto Rodrigues Alves

À MINHA MÃE:
Agradeço à minha mãe pela escolha de ser minha mãe, quando naquela noite meu pai me carregava nos braços em sua porta e você não teve dúvidas em nos acolher em sua casa.
Por ter feito de minha meninice a mais bela fase da vida, com histórias encantadas na hora de dormir, apertos nas minhas pequenas mãos, como um código que temos até hoje, um EU TE AMO, sem palavras.
Agradeço pelo carinho de me alimentar sempre de forma saudável me dizendo que meu corpo precisaria disso na minha idade madura, pelos planos que já fazia por mim, ensinando-me a querer sempre mais da vida.
Pela preocupação em me educar dentro de casa com ensinamentos "do lar", com a mesma frase: "Um dia você vai ser mãe, esposa e mulher, e precisa aprender a cuidar de uma casa, de uma família".
Agradeço pela oportunidade de estudar em ótimas escolas e seguir sendo preparada para vencer!
Pelas broncas na minha adolescência, afinal todos somos aborrecentes um dia...
Por ter confiado e permitido que eu morasse sozinha com apenas 18 anos, fazendo faculdade, trabalhando à tarde... como eu cresci, me esforcei e aprendi que a vida não é mole... MAS QUE VC SEMPRE ESTARIA LÁ!
Obrigada por ter me apoiado nas minhas escolhas, e mesmo sabendo que eu poderia sofrer apenas me disse: "estarei aqui se tiver problemas". Eu me casei, duas filhas vieram... e realmente a escolha não foi das melhores... Sofri, chorei... nesta mesma fase nossa família perdia silenciosamente um membro muito importante... quanta dor e tristeza, mas você mesmo de longe me dizia: "Estou longe, mas estou aqui... seja forte, isso tudo vai passar e daqui algum tempo você estará muito melhor..."
E eu segui, acreditei em você, me recuperei, tentando lembrar a cada momento dos seus ensinamentos. Principalmente nas noites de dor e solidão, quando as minhas meninas iam para casa do pai...
Agora nada disso dói mais... meu coração está refeito e não abandonei meus sonhos, não me deixei amargurar... E ISSO TAMBÉM APRENDI COM VOCÊ!
Permitiu-me e até me ordenou (o que às vezes me deixava brava), "Não quero você trabalhando e deixando as meninas tão pequenas, não quero que deixe de estudar, você precisa crescer profissionalmente, e EU ESTOU AQUI!
E hoje, mulher, filha, mãe, dona de casa, estudante, professora... sei exatamente que só pude continuar a buscar meus sonhos, porque você ESTÁ AQUI, me ajudando em pensamentos, sonhos, orações, carinhosamente, amorosamente e até financeiramente...
Na minha vida neste momento, minhas filhas recebem tanto quanto eu, seu amor, sua atenção, seus mimos, sua ajuda para que sejam formadas para vencer, como eu fui.
Por isso agradeço, por ser minha mãe, por ser minha amiga, por ser minha âncora, por ser meu exemplo, por ser aquela que SEMPRE ESTEVE AQUI!
QUANTAS VEZES OUVI ESSA FRASE... e como ela fez sentido por todo esse tempo e ainda faz... de verdade, assim aqui ao pé do ouvido, acredito que fará para sempre, mesmo quando não estivermos mais neste mundo...

SUA FILHA!

Mariana V. Mendonça

HOMI NUM CHORA
Autor: Rolando Boldrin

Hoje aqui, oiando pra vancê meu pai,
To me alembrando quanto tempo faz
Que pela primeira vez na vida, eu chorei.
Não foi quando nasci pru que sei que vim berrando...
E disso ninguém se alembra, não.
Foi quando um dia eu caí...levei um trupicão,
Eu era criança. Me esfolei, a perna me doeu,
Quis chora, oiei pra vancê, que esperança.
Vancê não correu pra do chão me alevanta.

Só me oiô e me falô:
Que isso, rapaz ? Alevanta já daí...
HOMI NÃO CHORA.
Aquilo que vancê falô naquela hora,
Calou bem fundo,
pru que vancê era o maió homi do mundo.
Não sabia menti nem pra mim nem pra ninguém...
O tempo foi passando...cresci também...
Mas sempre me alembrando..

HOMI NÃO CHORA. Foi o que vancê falô.
O mundo foi me dando os solavanco,
Ia sentindo das pobreza os tranco...
Vendo as tristezas vorteá nossa famía,
E as vêiz as revorta que eu sentia era tanta,
Que me vinha um nó cego na garganta,
Uma vontade de gritá...berrá, chorá...mas quá..
Tuas palavra, pai, não me saía dos ouvido..

HOMI NÃO CHORA
Intão, mesmo sentido, eu tudo engolia
E segurava as lágrima que doía...
E elas não caía, nem com tamanho de quarqué uma dô...

Veio a guerra de 40...e eu tava lá...um homi feito,
Pronto pra defendê o Brasí.
Vancê e a mãe foram me acompanhá pra despedi.
A mãe, coitada, quando me abraçô, chorô de saluçá.
Mas, nóis dois, não.
Nóis só se oiêmo, se abracêmo e despedimo
Como dois HOMI. Sem chorá nem um pingo.
Ah, me alembro bem... era um dia de domingo.

Também quem é que pode esquecê daquele tempo ingrato?
Fui pra guerra, briguei, berrei feito um cachorro do mato,
A guerra é coisa que martrata..
Fiquei ferido... com sodade de vancês...escrevi carta
Sonhei, quase me desesperei, mas chorá, memo que era bão
Nunca chorei...
Pruque eu sempre me alembrava daquilo que meu pai falô:

HOMI NÃO CHORA.
Agora, vendo vancê aí...desse jeito...quieto..sem fala,
Inté com a barbinha rala, pru que não teve tempo de fazê..
Todo mundo im vorta, oiando e chorando pru vancê...

Eu quero me alembrá...quero segurá...quero maginá
Que nóis dois sempre cumbinemo de HOMI NÃO CHORÁ...
Quero maginá que um dia vancê vorta pra nossa casa
Pobre... e nóis vai podê de novo se vê ansim, pra conversá

Intão vem vindo um desespero, que vai tomando conta..
A dô de vê vancê ansim é tanta...é tanta, pai,
Que me vorta aquele nó cego na garganta e uma lágrima
Teimosa quase cai..

Óio de novo prôs seus cabelo branco...e arguém me diz
Agora pra oiá pela úrtima vez..que ta na hora de vancê
Embarcá.

Passo a minha mão na sua testa
Que já não tem mais pensamento....
E a dô que to sentindo aqui dentro,
Vai omentando...omentando, quage arrebentando
Os peito...e eu não vejo outro jeito senão me descurpá.

O sinhô pediu tanto pra móde eu não chorá..
HOMI NÃO CHORA... o sinhô cansô de me falá...mas, pai,
Vendo o sinhô ansim indo simbora...me descurpe, mas,
Tenho que chorá.

Autor Rolando Boldrin

"Não se turbe o vosso coração
Crede em Deus e também em Mim
Na casa de Meu Pai há muitas moradas" (João 14:1-2)

"Se não fosse assim, eu não teria dito
Vou preparar-vos um lugar"
"Eu virei e vos levarei para Mim mesmo" (João 14:2-3)

"Vós conheceis o caminho para onde Eu vou" (João 14:4)

"Eu sou o caminho, a verdade e a vida
Ninguém vem ao Pai, a não ser por Mim" (João 14:6)

"Em verdade eu vos digo, porque eu vou para o Pai
Mas aquele que crer em mim obras maiores fará" (João 14:12)

Se Me amares verdadeiramente
Guardareis os Meus mandamentos
Eu rogarei ao Pai, Ele vos dará o Consolador
O Espírito da Verdade que o mundo não pode receber
Mas Ele habita em vós
E estará em vós pra sempre

Aquele que tem os meus mandamentos
E os guarda, esse é o que me ama
E se alguém me amar
Será amado do meu Pai
Eu também o amarei
E Me manifestarei a ele...

Quero te amar, mais Senhor (4x)

Heloisa Rosa

Espere em Deus, confie no Pai.
Mas lembre-se que sua parte deve ser feita.
Escolha o que pensar.
Pense antes de falar.
É certo que na adversidade, quando tentam usurpar
seu momento, sua vitória,
tudo parece impossível.
Mas faça, Deus está com você,
E Ele vai agir quando se esgotarem suas chances.
A isso dá-se o nome de Milagre.
É apenas uma questão de fé.

Wilsiane Santos

Ei pai, olhe para mim
Pense de novo e converse comigo
Eu cresci de acordo com seus planos ?
Você acha que eu estou perdendo meu tempo
fazendo as coisas que eu quero fazer ?
Mas dói quando você desaprova tudo
E agora eu dou duro para ser bem sucedido
Eu só quero te deixar orgulhoso
Eu nunca vou ser bom o bastante para você
Eu não posso fingir que eu estou bem
E você não pode me mudar

Porque nós perdemos tudo que temos
Nada dura pra sempre
Desculpe,
eu não posso ser perfeito
Agora é tarde demais,
e nós não podemos voltar atrás
Desculpe-me
eu não posso ser perfeito

Eu tento não pensar
Sobre a dor que eu sinto por dentro
Você sabia que era meu herói ?!
Todos os dias que você passou comigo
Agora parecem tão distantes
E parece que você não se importa mais

E agora eu dou duro para ser bem sucedido
Eu só quero te deixar orgulhoso
Eu nunca vou ser bom o bastante para você
Eu não posso suportar outra briga
E nada está bem

Nada vai mudar as coisas que você disse
Nada vai fazer isto ficar bem de novo
Por favor, não vire as costas
Não consigo acreditar que é difícil
só falar com você
Mas você não entende

Simple Plan - Perfect

[Meu Pai Dizia]

Um dia foram pais carinhosos,
Hoje não são mais do que idosos.
Pelos aprendizes são mal tratados,
Vivendo uma vida de aposentados.

Em um dia foram mestres,
No outro foram fardos.
Membros de um grupo desgarrado,
Pais da evolução, filhos da perdição.

E o velho retirante se coloca a caminhar,
Na busca por um fio do passado a restaurar,
Passado em que sentiu orgulho de viver,
Viveu e assumiu paixões no entardecer,
Sem medo do escuro dominar sua clareza,
Usou toda a artimanha era o rei da esperteza,
Não detinha um centavo mais foi o mestre da nobreza.

Ouvimos os murmúrios, aprendemos os martírios,
Sentimos o perfume mergulhando sobre os lírios,
E no final da trilha te sobraram dois destinos,
Ou o asilo ou o exílio, mas eu prefiro o Sol Divino,

Um dia eu ouvi meu Pai dizer:
Só morre de verdade quem não viver,
Porque quem vive e faz por merecer,
Jamais verá o eterno anoitecer.

Um belo dia !
Meu Pai dizia...

Michel F.M.

Se não aceito todos como meus irmãos,
Não posso dizer "PAI NOSSO".
Se digo "QUE ESTAIS NOS CÉUS",
Não posso amar tesouros na terra.
Se louvo dizendo "SANTIFICADO SEJA O VOSSO NOME",
A minha fé não pode ser por interesse.
Se peço 'VENHA A NÓS O VOSSO REINO",
Tenho de amá-lo sobre todas as coisas.
Se quero que "SEJA FEITA A VOSSA VONTADE",
Não posso satisfazer apenas os meus desejos.
Como dizer "O PÃO NOSSO DE CADA DIA NOS DAI HOJE",
Se não reparto o meu pão com os necessitados.
Como pedir "PERDOAI AS NOSSAS OFENSAS ASSIM COMO NÓS
PERDOAMOS A QUEM NOS TEM OFENDIDOS",
Se continuo ofendendo e não perdoando o meu próximo.
Como suplicar "E NÃO DEIXEIS CAIR EM TENTAÇÃO
MAS LIVRAI-NOS DO MAL",
Se nada faço para o mundo melhorar.
Como dizer "AMÉM",
Se meus lábios enganam meu coração.

JOSE AUGUSTO CAVALCANTE

Sorriso entre o pai e a filha
Abraços entre amigos e irmãos
Paisagens de união no verão
Do mundo e seus encontros profundos...
Do beijo molhado, do abraço suado
Do olhar de uma mãe para um filho...
Do vento no rosto.
Da formatura esperada e venerada
Da corrida...
Da chegada de uma vida para esta vida...
Das esquinas
Da neblina
E até da partida, que pensa que terá outro encontro...
na verdade era só despedida.
Os momentos correm como o vento
E o tempo escorre por entre o vão da porta...
Mas tem uma máquina, a máquina do tempo que para qualquer
doce
amargo
lento
forte momento...
Fotografa, retratando o retrato da vida de todos...
Deixando transparecer até sentimentos...
Assim é a fotografia, como a poesia...
Eterna, eterna...

Camila Senna

A brisa que vem do mar já não pode me alcançar
Só peço ao pai que me devolva o bem estar
Pois tenho fé em cristo que a luz me guiará
E assim quem sabe ao disfrutar desse luar
A lua que me fascina, hoje ela pode me mostrar
Que o ódio mata só o amor que pode nos salvar
Mantendo minha fé eu sei que um dia eu chego lá
E a brisa que vem do mar, e a brisa que vem do mar

Cone Crew Diretoria

Pai Nosso

"Pai nosso..."
- Jesus. (Mateus, 6:9.)

A grandeza da prece dominical nunca será devidamente compreendida por nós que lhe recebemos as lições divinas.

Cada palavra, dentro dela, tem a fulguração de sublime luz.

De início, o Mestre Divino lança-lhe os fundamentos em Deus, ensinando que o Supremo Doador da Vida deve construir, para nós todos, o princípio e a finalidade de nossas tarefas.

É necessário começar e continuar em Deus, associando nossos impulsos ao plano divino, a fim de que nosso trabalho não se perca no movimento ruinoso ou inútil.

O Espírito Universal do Pai há de presidir-nos o mais humilde esforço, na ação de pensar e falar, ensinar e fazer.

Em seguida, com um simples pronome possessivo, o Mestre exalta a comunidade.

Depois de Deus, a Humanidade será o tema fundamental de nossas vidas.

Compreenderemos as necessidades e as aflições, os males e as lutas de todos os que nos cercam ou estaremos segregados no egoísmo primitivista.

Todos os triunfos e fracassos que iluminam e obscurecem a Terra pertencem-nos, de algum modo.

Os soluços de um hemisfério repercutem no outro.

A dor do vizinho é uma advertência para a nossa casa.

O erro de um irmão, examinado nos fundamentos, é igualmente nosso, porque somos componentes imperfeitos de uma sociedade menos perfeita, gerando causas perigosas e, por isso, tragédias e falhas dos outros afetam-nos por dentro.

Quando entendemos semelhante realidade, o "império do eu" passa a incorporar-se por célula bendita à vida santificante.

Sem amor a Deus e à Humanidade, não estamos suficientemente seguros na oração.

Pai nosso... - disse Jesus para começar.

Pai do Universo... Nosso Mundo...

Sem nos associarmos aos propósitos do Pai, na pequenina tarefa que nos foi permitido executar, nossa prece será, muitas vezes, simples repetição do "eu quero", invariavelmente cheio de desejos, mas quase sempre vazio de sensatez e de amor.

Xavier Francisco Cândido

Intimidade
Li em um banner promocional: Que momento, ao lado de seu pai, voce gostaria de ter gravado?

Hoje, cheio de saudade,
Sem ter momento nenhum pra recordar,
Sem ter imagem, sem ter sorriso,
Qualquer jeitinho bom de ele falar,
Eu so queria um minuto
Pertinho do pai querido
Que a saudade me levou,
Que o amor deixou comigo,
E de quem eu já nem sei
Me separar.

Luis Tavares

ALMA NUA

Ó Pai,não deixes que façam de mim
o que da pedra tu fizestes
e que a fria luz da razão
não cale o azul da aura que me vestes.

Dá-me leveza nas mãos
Faze de mim um nobre domador
lançando acordes e versos
dispersos no tempo
pro templo do amor.

Que se tiver que ficar nu
hei de envolver-me em pura poesia
e dela farei minha casa, minha asa
loucura de cada dia.

Dá-me o silêncio da noite
pra ouvir o sapo namorando a lua

Dá-me o direito ao açoite
ao ócio, ao cio
a vadiagem pela rua.

Deixa-me perder a hora
pra ter tempo de encontrar a rima
ver o mundo de dentro pra fora
e a beleza que aflora de baixo pra cima.

Ó Meu Pai, dá-me o direto
de dizer coisa sem sentido
de não ter que ser perfeito
pretérito, sujeito, artigo definido.

De me apaixonar todo dia
de ser mais jovem que meu filho
e ir aprendendo com ele
a magia de nunca perder o brilho.

Virar os dados do destino
de me contradizer, de não ter meta
me reinventar, ser meu próprio Deus
Viver menino, morrer poeta.

Vander Lee

Kurt Staden



Parece nome de nazista... e era.


Meu pai tinha um amigo, chamado Kurt Staden.


Um alemão de quase sessenta anos, que combatera na frente Russa, na segunda grande guerra.


Esse alemão, andava apoiado em duas bengalas, tinha o rosto todo deformado e um ar austéro.


São Paulo antigamente talvez fosse um pouco mais fria do que é hoje. Por várias vezes vi o Senhor Kurt, sempre de sobre-tudo.


Pouco falava da guerra, mas quando falava reunia à sua volta muitas pessoas.


Uma destas vezes parei e resolvi escutar um pouco o que dizia.


Falou que ficou mais de um ano em uma trincheira em Leningrado; que o frio era horrível e que a carnificina era indescritível.


Os russos atacavam com muitos homens, e os alemães entrincheirados, varriam os batalhões com metralhadoras ponto 50.


Os cadáveres ficavam lá.


O cheiro da morte era insuportável.


Quem não morria pelos petardos e balas, morriam de fome, pois era impossível manter logística de abastecimento de alimentos naquele inverno tão rigoroso.


Desta forma, começaram a comer animais, ratos e por fim, o canibalismo.


Comiam parte dos cadáveres para que pudessem sobreviver.


Os russos em maior número, em determinado momento, começaram a avançar; no rolo compressor chegaram até Berlim.


Tanto era o ódio, que no avanço russo, inúmeras alemãs foram estupradas e mortas.


O Senhor Kurt foi salvo pela Cruz Vermelha, semi morto.


Era apenas um soldado seguindo ordens.


Perdeu uma perna pelo frio intenso e outra quase totalmente destroçada por estilhaços de bomba.


O Senhor Kurt tinha um olhar triste e sempre fitava o infinito, como se estivesse procurando algo que tivesse desaparecido da sua vida.


O Senhor Kurt faleceu no final dos anos 60, aproximadamente há 25 anos após ao término da guerra, sozinho e longe da velha Alemanha.

Roberto dos Santos Vaz

Amar ao próximo como a si mesmo


Este, como todos vocês sabem, é um dos mandamentos do nosso Pai. Mas, algum de vocês já parou para pensar se praticam este mandamento com outras pessoas. Especialmente as que vocês dizem amar de verdade?
Como é esse amor ao próximo? É através de uma ajuda financeira numa hora de necessidade, de um encontro num bar para um bate papo, de um longo telefonema para abrandar as mágoas e dores do outro, através de um carinho ou um gesto de afeto?

O que vocês pensam que uma pessoa que passa por um período de tristeza ou dor profunda precisa? Só disso?

Sem dúvida todos estes atos e ações ajudam muito, mas não são suficientes, porque são temporários e passageiros...
Até porque, com o tempo, se tornam cansativos, repetitivos e esquecidos. Ou lembrados através de cobranças como: Mas você ainda está assim, triste, sem animação de viver? O que mais você precisa para melhorar? O que é que você pretende da sua vida? Viver infeliz? Você parece não querer ser feliz!

O natural, até pelas ocupações diárias de cada um, pela vida familiar de cada um, pelas atribuições do dia a dia, é que pensamos que fizemos o que podíamos. O que estava ao nosso alcance. O resto é com a pessoa!

Agora eu pergunto: Quem não deseja ser feliz? Viver plenamente?

Penso que o que falta a essas pessoas é o amor do outro como a ele próprio – amar ao próximo como a si mesmo! Sem dúvida é um ato de entrega, de dedicação, de dar sem esperar nada em troca... É estender a mão – através dos atos e ações acima citados, mas muito mais que isso! É manter as mãos dadas! É acolher, por no colo, ajudar no lugar de cobrar, dar no lugar de pedir. É ter paciência – muita paciência e, amparar muitas vezes de perto e outras, com o tempo, aos poucos, com um pouco mais de distância. Mas, acompanhar e amparar sempre!


Está certo que a felicidade está dentro de cada um, que a motivação é algo que vem de dentro para fora. Mas, o ambiente que nos cerca interfere e muito.

Luciana Horta

.Nínguém pode abrir mão do poder de escolha
.
Os seus parentes, o pai, a mãe, os filhos tem tudo a ver com você. As encrencas que vc tem em casa também estão certas. São pra vc praticar a paciência:

- Ah, mas eu pelejo para ajudar esse parente meu. Há anos que eu sofro e não consigo. É o filho que me dá problema....

Isso é para vc aprender a conviver com as pessoas sem se meter. Essa é uma das coisas mais dificeis. Se a gente gosta da pessoa, acha que ela é um pedaço nosso e que , por isso, tem o direito de dizer:

- Você não pode ser assim, pq vai sofrer muito. Você tem que mudar.

A gente não pode querer impor a nossa realidade para o outro, mesmo que seja com a perspectiva de salvar e de ajudar, pq o homem sempre age com boa intenção. Mas a gente não percebe que o outro tem o direito de ir pelo caminho que ele escolheu e que desse direito ele não vai abdicar.

Por isso, quanto mais vc é impositor, menos a pessoa o escuta, por mais que vc possa ter razão. A pessoa tem esse direito e vai exercer o direito de fazer o que ela quer, de seguir o caminho que ela quiser.

Quando o ser humano quer impor, quando ele quer negar ao outro esse poder, essa liberdade, esse direito, o outro também se nega a ouví-lo. Nega-se a seguir a sua orientação e nega o seu apoio, nem que isso lhe doa, pq ele nao pode perder o seu direito de escolha.
Você, que impõe, que briga, que fica doutrinando, que fala, fala e deixa os filhos com as orelhas quentes, saiba que isso só serve para vc exercitar o seu comando, que ainda está muito primitivo. As pessoas não funcionam quando os outros querem dominar a sua vontade, o seu direito natural, que é o de escolher e de fazer o que querem. Não adianta assustar, amedrontar os filhos:

- Eu ponho você na rua. Não dou mais dinheiro. Vou pôr você pra trabalhar.

Essas ameaças só fazem com que a revolta cresça. E que o espírito viva à base do medo, em vez de viver à base do entendimento, da compreensão, do porquê das coisas.

.Se ele não está entendendo, vc precisa criar uma situação para que possa sentir a experiência dele, para descobrir as verdades que vai ter que descobrir por si mesmo.

A gente quer salvar o outro, mas ninguém salva ninguém. Cada um tem que fazer o proprio salvamento, porque esse é o imperativo da vida. Se tiver jeito, a gente pode até ajudar bastante, mas se nao tiver, só atrapalha.

Eu vejo que, as vezes, a pessoa que está me pedindo ajuda é a causadora do proprio distúrbio. É ela que causa o distúrbio no filho. A mulher que se queixa do marido é a que causa o distúrbio no marido. Que coisa não??
Sempre que há um queixoso, significa que ele está compromissado com aquilo que é o objeto da sua queixa. Poque é ele mesmo quem provoca aquilo na vida dele.
Como a vida é não?? Não dá pra escapar, não.

Calunga