Textos para Amiga Irmã

Cerca de 831 textos para Amiga Irmã

QUERIDA IRMÃ

Irmã minha
Sempre te protegi mais do que a mim mesma
Sinto que diante dessa situação
Eu não possa fazer nada pra te cuidar
Total impotência!
Quem procurou esse tal problema foi você
Te aconselhei!
Tentei te compreender nas horas mais incompreensíveis
Tenho total receio do que possa acontecer daqui pra frente
Você é tão egoísta, em determinados momentos
E onde ficamos nós, familiares?
Infelizmente, não me resta mais nada
Só orar, pedir a Aquele Senhor que te proteja
Te abençoe e te ajude nessa viril batalha.

Madalena Guimarães

PEQUENA VALSA PARA O FUNERAL DAS HORAS.


Se eu pudesse, minha irmã, ouvir o que ela ouvia
Quando olhava, em silêncio, os relógios, seus ponteiros a girar.
Se eu pudesse escutar o som que eles faziam,
O tempo que existia, quando o tempo costumava a caminhar.
As mulheres costumavam engordar,
Os homens desatavam a beber,
Os velhos tinham o hábito de morrer,
E o tempo não parava de passar.
Se eu pudesse acompanhar seus olhos que seguiam
As horas que morriam quando outras começavam a nascer.
Se eu pudesse escutar que o som do que ela via
Era um tal barulho imenso que podia, em silêncio, ensurdecer.
Quando ainda era cedo.
Quando ela ainda podia ficar.
Quando ela ainda queria me ver.
E o tempo não parava de passar.

Cláudia Barral

Irmã Doroty

Irmã Doroty
Tenta o silêncio para não deixares rastro
Para os teus perseguidores.
Busca a religiosidade dos conventos de clausuras
Sem o contato com o mundo cão.
Não!
Não apares as arestas da sociedade sem lei
E impiedosa para com teus pobres.
Pára de falar mal dos maus.
“Não vou fugir e nem abandonar a luta desses agricultores que estão desprotegidos no meio da floresta. Eles têm o sagrado direito a uma vida melhor numa terra onde possam viver e produzir com dignidade sem devastar.”
Foge sim, irmã.
Do contrário não verás “as águas de março”
Enxurrarem as valas e o magnetismo das aluviões
Arrebanhando tudo o que se lhes impedem o caminho.
Não molharás mais os pezinhos ligeiros nas poças d’água
Das ruas desnudas por onde trilhas para evangelizar.
Senta irmã,
Os meninos ainda precisam ouvir tuas estórias de amor
Que contas nas aulas de catecismo
E espalhar seus risos inocentes quando fazes cócegas
Em suas orelhas pequenas.
Os olhares deles não repousarão mais
No semblante amoroso de mãe e amiga,
E não terão mais o carinho da mulher solidária
Que lhes levava alegria
E amparo para atravessarem suas travessuras
Com mais gosto.
Ah! Não irmã.
Quem irá lhes informar sobre
O Sol do céu que solda os corações
Em festa quando a primavera orquestrar
No Paraíso as pegadas dos rebanhos do Senhor?
Finge que não tem importância
Os conflitos que trovejam aí no seu Xingu.
O do Brasil dos brasileiros que só querem ver nascer
A esperança de uma Pátria Gentil
Com riquezas mil
Para todos.
Depois que será tão sombrio o amanhecer
Sem a amiga e batalhadora.
A orfandade desencadeará a morte
Dos filhos também.
Morte de sonhos,
Morte das ilusões,
Morte do alimento que lhes chegava à boca com fartura,
Pois tinham Dorothy lutando braviamente por eles,
Por geração de rendas e emprego.
Suas bocas ficarão escancaradas à espera
E famintos calarão o grito da desilusão e da revolta.
Quem importa?
Ninguém mais os ouvirá.
Cadê a pastora que lhes conduzia pelos trilhos
Da abundância
E despejava nos seus corações
A esperança de uma terra rica e generosa?
Ouve irmã,
O grito da araponga ressoando no sertão.
Dizendo não.
Não vás ainda,
O teu rebanho se perderá sem o teu norte
De tão grande porte,
Que nem tem comparação com os outros que ficarão
Chorando a verdadeira,
A filha de Maria,
A irmã da caridade que sem vaidade abarcou os pobres do
Xingu com seus mil braços de perdão,
Compaixão, generosidade,
Piedade e de amor.
O amor expandirá suas garras tentando em vão retê-la.
Quem o usará com igual propriedade?
Por caridade irmã, fica.
Só mais um pouco, uns trinta ou menos,
Vinte anos,
É claro.
Para que desprendas das mangas
Tuas cartas contra a escravidão
Dos corpos frágeis e necessitados de Anapu,
Do Xingu,
De toda a Amazônia e de Ohio também.
Têm pobres lá,
O rastro dos impiedosos atravessa fronteiras
E atinge os extremos
E até os ricos países gordos de mandos e desmandos.
Tem também famintos na América?
A tua que deixaste para trás para vires
Para o fundo do mundo.
Sim, irmã, ela os têm.
Mas quiseste viajar numa caravana de bondade
E adentrar a famigerada floresta com pertencimento
Ao estrangeirismo.
Que abismo!
Estão levando-a como se leva algo insignificante
E assim “como quem não quer nada”,
Roubam-na a impenetrabilidade
E a grande biodiversidade.
Irão reduzi-la, nesse passo, ao nada absoluto
E o pulmão do mundo morrerá.
Junto com ele, também, a Stang.
Que pena amiga!
Saudade...

Eleni Mariana de Menezes

gênesis 30
1 Quando Raquel viu que não dava filhos a Jacó, teve inveja de sua irmã. Por isso disse a Jacó: "Dê-me filhos ou morrerei!"
2 Jacó ficou irritado e disse: "Por acaso estou no lugar de Deus, que a impediu de ter fi­lhos?"
3 Então ela respondeu: "Aqui está Bila, minha serva. Deite-se com ela, para que tenha filhos em meu lugar e por meio dela eu também possa formar família".
4 Por isso ela deu a Jacó sua serva Bila por mulher. Ele deitou-se com ela,5 Bila engravidou e deu-lhe um filho.
6 Então Raquel disse: "Deus me fez justiça, ouviu o meu clamor e deu-me um fi­lho". Por isso deu-lhe o nome de Dã.
7 Bila, serva de Raquel, engravidou nova­mente e deu a Jacó o segundo filho.
8 Então disse Raquel: "Tive grande luta com minha irmã e ven­ci". Pelo que o chamou Naftali.
9 Quando Lia viu que tinha parado de ter filhos, tomou sua serva Zilpa e a deu a Jacó por mulher.
10 Zilpa, serva de Lia, deu a Jacó um filho.
11 Então disse Lia: "Que grande sorte!" Por isso o chamou Gade.
12 Zilpa, serva de Lia, deu a Jacó mais um filho.
13 Então Lia exclamou: "Como sou feliz! As mulheres dirão que sou feliz". Por isso lhe deu o nome de Aser.
14 Durante a colheita do trigo, Rúben saiu ao campo, encontrou algumas mandrágoras e as trouxe a Lia, sua mãe. Então Raquel disse a Lia: "Dê-me algumas mandrágoras do seu filho".
15 Mas ela respondeu: "Não lhe foi suficien­te tomar de mim o marido? Vai tomar também as mandrá­goras que o meu filho trouxe?" Então disse Raquel: "Jacó se deitará com você esta noite, em troca das mandrá­goras trazidas pelo seu filho".
16 Quando Jacó chegou do campo naquela tarde, Lia saiu ao seu encontro e lhe disse: "Ho­je você me possuirá, pois eu comprei esse direito com as man­drágoras do meu filho". E naquela noite ele se deitou com ela.
17 Deus ouviu Lia, e ela engravidou e deu a Jacó o quinto filho.
18 Disse Lia: "Deus me recompensou por ter dado a minha serva ao meu marido". Por isso deu-lhe o nome de Issacar.
19 Lia engravidou de novo e deu a Jacó o sexto fi­lho.
20 Disse Lia: "Deus presenteou-me com uma dá­diva preciosa. Agora meu marido me tratará melhor; afinal já lhe dei seis fi­lhos". Por isso deu-lhe o nome de Zebulom.
21 Algum tempo depois, ela deu à luz uma menina a quem chamou Diná.
22 Então Deus lembrou-se de Raquel. Deus ouviu o seu clamor e a tornou fértil.
23 Ela engra­vidou, deu à luz um filho e disse: "Deus tirou de mim a minha humilhação".
24 Deu-lhe o nome de José e disse: "Que o Senhor me a­crescen­te ainda outro filho".
Os rebanhos de Jacob aumentam

25 Depois que Raquel deu à luz José, Jacó disse a Labão: "Deixe-me voltar para a minha terra natal.
26 Dê-me as minhas mulheres, pelas quais o servi, e os meus filhos, e partirei. Você bem sabe quanto trabalhei para você".
27 Mas Labão lhe disse: "Se mereço sua consideração, peço-lhe que fique. Por meio de adivinhação descobri que o Senhor me abenço­ou por sua causa".
28 E acrescentou: "Diga o seu salário, e eu lhe pagarei".
29 Jacó lhe respondeu: "Você sabe quan­to trabalhei para você e como os seus rebanhos cresceram sob os meus cuidados.
30 O pouco que você possuía antes da minha chegada au­mentou muito, pois o Senhor o abençoou depois que vim para cá. Contudo, quando farei algo em favor da minha pró­pria família?"
31 Então Labão perguntou: "Que você quer que eu lhe dê?" "Não me dê coisa algu­ma", res­pondeu Jacó. "Voltarei a cuidar dos seus reba­nhos se você concordar com o seguinte:
32 hoje passarei por todos os seus rebanhos e tirarei do meio deles todas as ovelhas salpicadas e pinta­das, todos os cordeiros pretos e todas as cabras pintadas e salpicadas. Eles serão o meu salário.
33 E a minha honestidade dará testemunho de mim no futuro, toda vez que você resolver veri­ficar o meu salário. ­Se estiver em meu poder alguma cabra que não seja salpicada ou pintada, e algum cordeiro que não seja preto, poderá considerá-los roubados."
34 E disse Labão: "De acordo. Seja como você disse".
35 Na­quele mesmo dia, Labão sepa­rou todos os bodes que tinham listras ou man­chas bran­cas, todas as cabras que tinham pintas ou manchas bran­cas e todos os cordeiros pretos e os pôs aos cuidados de seus fi­lhos.
36 Afastou-se então de Jacó, à distância equiva­lente a três dias de viagem, e Jacó continuou a apas­centar o resto dos rebanhos de Labão.
37 Jacó pegou galhos verdes de estoraque, amendoeira e plátano e neles fez listras bran­cas, descascando-os parcialmente e expondo assim a parte branca interna dos galhos.
38 De­pois fixou os galhos des­cascados junto aos bebedouros, na frente dos rebanhos, no lugar onde costumavam ­beber água. Na época do cio, os rebanhos vi­nham beber e
39 se acasa­lavam diante dos galhos. E geravam filhotes listrados, salpicados e pinta­dos.
40 Ja­có separava os filhotes do rebanho dos demais, e fazia com que esses ficassem juntos dos animais listrados e pretos de Labão. Assim foi formando o seu próprio rebanho que separou do de Labão.
41 Toda vez que as fêmeas mais fortes esta­vam no cio, Jacó colocava os galhos nos bebedouros, em frente dos animais, para que se acasalassem perto dos galhos;
42 mas, se os animais eram fracos, não os colocava ali. Desse modo, os animais fracos ficavam para Labão e os mais fortes para Jacó.
43 Assim o homem ficou extremamente rico, tornando-se dono de grandes rebanhos e de servos e servas, came­los e jumentos.

bibliasagrada

numa pedra deixei minha vida
tantos sonhos
irmã beba meu sangue
deixe me ver a eternidade,
nunca deixarei de tocar teu coração frio...
seja forma tocar uma musica de acorde,
beba minha alma perdida,
abandonei a luz
me abrace na escuridão,
não quero ver céu azul,
sinto minha alma viajar na eternidade,
não faça promessas,
pois ninguém voltará a vida
depois que escuridão chegar,
o sangue alimentará tua alma perdida,
veja escuridão nos meus olhos.
escute essa musica,
que ela tocou os laços da eternidade,
ninguém é um herói,
a vida só tem sentido quando chega ao fim
beba meu sangue seja minha para sempre.

Celso Roberto Nadilo

Posto de saúde é inaugurado no bairro São João do Tauape



O Posto de Saúde Irmã Hercília Lima Aragão, no Bairro São João do Tauape, na Regional II, foi inaugurado sábado(09) pelo prefeito roberto Cláudio. A unidade foi totalmente reformada e modernizada, devendo beneficiar cerca de 50 mil pessoas residentes na área. Com isso, agora são 75 postos de saúde de Fortaleza que passam a funcionar no novo modelo de gestão, com horário ampliado, de 7h às 19h, farmácia abastecida com todos os medicamentos de atenção primária e oferta diária de exames laboratoriais.

O posto terá oito equipes do Programa de Saúde da Família (PSF), oito consultórios médicos, consultório odontológico com três cadeiras de dentista e sala de Raio-X, salas de curativos, sala de vacinas e salas para os Agentes Comunitários de Saúde e Endemias.

Ao todo, são 108 profissionais, entre médicos, enfermeiros, dentistas, agentes de saúde, dentre outros. A partir de agora, os usuários terão acesso a um atendimento totalmente informatizado, com prontuário eletrônico, ambientes climatizados, além de contar com o novo mobiliário.

noticia

Eu ...

eu sou a que no mundo anda perdida,
eu sou a que na vida nao tem norte,
sou a irmã do sonho, e desta sorte
sou a crucificada ... a dolorida ...

Sombra de névoa tênue e esvaecida,
e que o destino amargo , triste e forte,
impele brutalmente para a morte !
alma de luto sempre incompreendida !...

sou aquela que passa e ninguém vê ...
sou a que chamam de triste sem o ser ...
sou a que chora sem saber por quê ...

sou talvez a visão que alguém sonhou,
alguém que veio ao mundo pra me ver,
e que nunca na vida me encontrou !

Florbela Espanca

A VITÓRIA VAI CHEGAR

Se a vontade é de gritar
Com a dor em tua alma,
Minha irmã não perca a calma,
Deus está neste lugar!

Se a peleja está de mais,
Se o gigante está feroz,
Clame a Deus que nos dá paz,
dá socorro a todos nós!

Ele é Jeová Rafá,
Ele é o Deus da guerra,
Pois não há em toda terra
Deus forte como Jeová!

Esta prova irá passar,
De angustia e sofrimento,
Creia em Deus neste momento
Que vitória te dará!

A tua vida irá mudar
No poder do Salvador,
Tenha fé no Redentor
Que a vitória vai chegar.

Tome posse, pela fé,
Da vitória em tua vida,
Da tua bênção concebida
Por Jesus de Nazaré!

Comece a glorificar,
Dando glória ao Deus da Glória,
Porque hoje a tua vitória
Jesus Cristo vai te dar!

Antonio Costta

Eu sou a que no mundo anda perdida,
Eu sou a que na vida não tem norte,
Sou a irmã do Sonho, e desta sorte
Sou a crucificada... a dolorida.
Sombra de névoa tênue e esvaecida,
E que o destino amargo, triste e forte,
Impele brutalmente para a morte!
Alma de luto sempre incompreendida!
Sou aquela que passa e ninguém vê
Sou a que chamam triste sem o ser
Sou a que chora sem saber por quê
Sou talvez a visão que Alguém sonhou,
Alguém que veio ao mundo pra me ver,
E que nunca na vida me encontrou!

Florbela Espanca

Sem Amar Não Somos Reais

“Nós sabemos que já passamos da morte para a vida, porque amamos os irmãos; aquele que não ama permanece na morte.” (1 João 3:14)

“Ainda que eu tenha o dom de profetizar e conheça todos os mistérios e toda a ciência; ainda que eu tenha tamanha fé, a ponto de transportar montes, se não tiver amor, nada serei.” (1 Coríntios 13:2)

O que se afirma nestes dois textos é que sem amar não somos reais.
Sem o amor em nós nada somos.
Por que isto?
Porque fomos criados para sermos como Deus em santidade e em amor. Deus é o eterno Eu Sou porque é amor.
Então é o amor de Deus em nós que nos torna reais, porque é somente assim que podemos existir em conformidade com o seu propósito eterno em relação a nós. Sem este amor somos apenas uma pálida e evanescente imagem daquilo que deveríamos ser.
Não é muito difícil aceitar ou entender esta verdade, porque onde o amor não reina, o que reina é a morte e a destruição - destruição de bons sentimentos, de bons pensamentos, de bons propósitos, de relacionamentos harmônicos, enfim de tudo o que é verdadeiramente bom e permanente.
Então afirma o apóstolo João que aquele que não ama permanece morto espiritualmente - morto para Deus, morto para a possibilidade de viver em união com todos os demais que também amam.

Silvio Dutra

Laurel: Preciso muito de você agora, Tommy. Minha mãe aparece e diz que a minhã irmã está viva. E meu pai está furioso comigo porque dei ouvidos a ela. Não sei em acreditar. Sinto que estou desmoronando.
Tommy: Estou aqui por você.
Laurel: Não. Não está. Está a quilômetros de distância. E o pior, é que nem sei o porquê.

Arrow - 1 Temporada - Eps 17

"Quisera dizer algo a você irmã mais infelizmente me faltam palavras. É como se na garganta engolisse sinônimos tragando sentimentos me impedindo de gritar ao mundo e poder descrever este vazio que você nos deixou. Imagino que já devem estar crescendo suas asas nestes 4 anos que você se foi ao céu.(Logo poderá voar )...
...Te amo hasta el infinito y mas álla."

—By Coelhinha

(Abnizia) By Coelhinha

Meus números

São 33 anos
391 livros
40 quadros pintados
4 tatuagens
2 faculdades
1 irmã
2 sobrinhos
3 meio irmãos
14 viagens
3 e 1/2 anos na África
1 casamento
1 divórcio
nenhum filho
191 páginas de poemas
nenhuma casa
nenhum carro
um pai
uma mãe
amigos que se contam em uma mão
punhado de areia
um único Deus
um coração.

Angela Natel

Sobre a falta da minha irmã ...

Ontem fui a igreja e poderia ter sido um dia comum onde vou e volto da missa ,mas quis Deus que eu voltasse de maneira a transbordar o seu amor.
Buscava respostas e Ele' me deu todas que eu precisava , senti-me em paz .
Sei que ainda tenho que busca-lo incessantemente para que a minha fé aumente a ponto de não haver questionamento sobre tudo o que Ele' faz em minha vida.
Porem hoje percebi que tudo exatamente tudo é como tem que ser , que Deus sempre faz o melhor para nós.
Pudera todos experimentassem esse amor , que transforma nossas vidas e nossos corações.
Deus não precisa de nós ,mas nós precisamos de Deus ,
Deus tem domínio sobre nossa vida e mesmo assim nos da o livre arbítrio para que possamos fazer nossas escolhas .Hoje compreendo que nada pode mudar o que houve até hoje em minha vida , que as dores e tristezas , assim como as vitórias e alegrias terei que vive-las e que tudo tem seu tempo para que se cumpra em nossas vidas .Que mesmos as feridas causadas por grandes perdas um dia cicatrizaram , e ficara a lembrança , o amor que acalentara nossa vivencia aqui. Um dia todos teremos esse momento com Deus de encontro e espero que quando esse dia chegar possa estar de coração liberto de toda a magoa ,rancor e tristezas. Quero ser merecedora das suas graças , quero honrar a vida que Ele' me deu.

Hoje há em mim uma saudade sem fim de quem amo e Deus levou para com Ele' estar no céu porem a em mim a certeza que a cura que eu tanto pedi e que ate então achava que Ele' não tinha dado a ela , veio sim na forma do seu amor que a libertou de todo sofrimento.
Toda honra e toda gloria sejam dadas a Ti Senhor.
Obrigada por ter tocado de forma tão linda o meu coração. ..

Raquel Santana

E você
bem
você me viu
bem na hora que tua irmã gritava por mim.

e eu penso
se não foi assim que a gente não se conhecesse
num tempo estranho da minha vida...
no finalzinho do começo da sua
atropelada por egoístas...
Oh, Deus! Tínhamos muitos egoístas do nosso lado.

E o nosso segundo encontro durou uma eternidade pra ficarmos só, e mais outra eternidade até nos beijarmos... você me fez sorrir, e eu não queria, mas te dei o meu sorriso como se fosse um pedaço de papel que é pra você poder olha sempre.

Você tinha seus motivos pra ser amarga, alguém tinha matado o teu amor...
Uma ex qualquer que com o tempo faleceu dentro de você.

E com um tempo, eu nasci, naquele pedaço de terra esquecido... eu era aquela laranjeira
que atraí os beija-flores e tulipas

Eu tulipando por aí
presente até mesmo naquele banco onde houve muitos amores além de nós e muitos segredos...

Você olha incrédula,
mas eu existo de verdade
e te contei o meu desejos de menina
você deveria saber, mas eu conto mesmo assim.
conto só com o olhar,
esse olhar frágil
e empoeirado
que parece grão de café velho que a gente tenta mastigar.

E você me deixou nascer,
você me fez sorrir,
e agora é só eu e você.

Rafaella Kristinne

"Dom que Deus te deu é pra você usar pra obra dEle, não emprestar pra seu irmão, Irmã e ficar esperando o mérito ser seu, e depois dizer: - Olha como Deus me usa. A responsabilidade é sua se não está conseguindo? Peça ajuda de Deus pra te capacitar, dar sabedoria e dissernimento, e até mesmo auxilio com o espírito Santo, ou de alguém mais próximo ungido. Porque te ajudar é uma coisa, colocar fardo nas costas dos outros que não erão pra carregar no teu lugar é outra. Misericordia"
#Profetizando

—By Coelhinha

(Abnizia) By Coelhinha

A Irmã de Cecília
Em tenra idade um vulcão ativo
ilude-me, faz-me cativo e hipnotizado
Fazendo com que as lavas incandescentes de mais uma fantasia
paralisassem-me, tornando os meus dias
em uma eternidade destruindo as lembranças do passado
Meiga, doce, encantadora
se torna assim uma traidora
aos olhos dos homens, aos olhos do mundo!

Uma traição perdoável
pois Cecília se tornou tão instável após sucessivas estações
Abduzi o espírito de Emília
rasgando seu peito, e em seu ventre
fiz jorrar o mar de minhas emoções
Óh! quão culpado me julgo
por desfazer mil sonhos mas não me culpo
quando em meus lábios sinto os beijos de Emília
que colocou sua vaidade
unida à todas vontades
na alcova que agora não mais é de Cecília!!!01/02/2014
W. Lira Franca

Wagner Lira Franca

Pedaço de mim! (acidente com minha irmã)

A vida, exige que vivamos a vida, bem vivida
E a morte,ronda a sorte, com enorme ciúme da vida.
Viva a vida sem medo da morte.
Mas viva sabendo, que tem fim a sorte.
Como sendo seu último, aproveite cada momento.
Porque a morte, vem sem consentimento.
Pode nos pegar de assalto.
Atira, antes, de termos as mãos pro alto.
As vezes nos leva pedaços.
Deixando em nos o espaço.
Naquilo, que já fomos inteiro.
Leva de nós, pra pagar o "coveiro"
Queria muito, que fosse meu, aquele pedaço seu.
Doeria menos do que me doeu.
Sei que ter você viva, me trás certo contentamento.
Mas não impede, que algo em mim, morra por dentro.
Nestes momentos de drama.
É que se sabe, o quanto se ama.
Posso não ter palavras, que traduza a minha dor.
Mas, irei e estarei com você, aonde quer que for.
Aqui, deixo um conselho meu.
Ame agora, pra não chorar depois que perdeu.
Alguns tem chance de amar mais, com dramas da vida.
Outros descobrem que amavam, depois da partida.
Contradigo-me minha maninha querida.
Fico triste pelos seus dedos, mas feliz, pela sua vida

Shawer Locutor

Jorge, meu amigo inseparável! (Dedicado a Jorge Saraiva)
Autor:LCF

1
Apesar de não possuir irmãos;
De sangue ou de parentesco;
Desfruto de um irmão verdadeiro;
No qual demonstro um amor gigantesco.

2
Companheiro e Amigo;
Ambiciono estar sempre contigo;
Alma do meu coração;
Vales muito mais que um milhão.

3
Jorge!
Nunca te quero perder;
A nossa amizade é muito forte;
Para alguém se intrometer.

4
Ao contar as estrelas;
Descubro que são radiantes;
Uma posso ser eu e outra tu;
Os seus brilhos, nunca vistos dantes.

5
Vejo a esplendorosa Natureza;
Sinto-me impressionado com esta beleza;
Pura e interminável;
Como a nossa amizade adorável.

6
Penso interminavelmente;
E estou muito contente;
Não sei como aconteceu;
Mas a luz surgiu e cresceu.

7
Jorge!
Por ti ultrapassarei;
Qualquer dor insuportável;
Pois tu és o meu melhor amigo;
E o meu irmão inseparável.

LCF

Quando nasci logo fui a filhinha
Então começaram os titulos
Fui irmã, neta, sobrinha, prima
O tempo passou fui amiguinha, aluna, melhor amiga
Fui colega, fui paquera, com isso fui rival
Fui funcionária, secretária, colaboradora
Fui atleta, fui metida fui a chata, fui mulher
Me chamaram de namorada, esposa, parceira
Talvez de nomes que nem me lembro
Fui Tati tica Tana Corujinha flor,querida
Ahh foram muitos nomes esses anos todos
Mas nada foi tão forte quanto ser chamada de
MÃE.
Mãe

Tati Maruga