Textos para Amiga Irmã

Cerca de 831 textos para Amiga Irmã

Falar de amor? Quem nunca.
Ninguém sabe definir, mas todos sentimos.
Amor de amizade, amor de irmão, amor de mãe e amor de paixão.
Existem varias maneiras de se amar alguém, a verdade é que nenhum amor é igual.
São todos diferentes, mesmo se você já amou alguém e agora está apaixonado por outra pessoa. É amor, mas diferente, nunca amamos as pessoas das mesmas maneira que amamos outro alguém.
É tudo amor, mas um amor de cada jeito.

Yasmin Menezes

Poema inacabado

Nunca conseguirei
fazer desses poemas
que se dedicam a uma irmã.

Toda vez que começo, na minha mente
é brincadeira de lutinha
ou a briga é de empurrão.

Pois que algo se sustenta
no espaço-tempo
entre o beijo e o safanão?

(Se não este, o amor,
que há entre os irmãos)

Lucian Rodrigues Cardoso

Mulher

Avó, Mãe, Tia, Irmã, Filha e Esposa, tão jeitosa e
meiga, é uma flor delicada e graciosa, quando necessário
uma lutadora, uma guerreira, de sua aparência frágil és forte,
de teu jeito meigo és blindada, não para mesmo que o cansaço
tente lhe derrubar, sempre se mantêm de pé cuidando de tudo.
mais existe o momento para o amor, e a mulher também
precisa de carinho, de ser tratada como uma flor.

Neimar Magewiski

“ Sorrir é mais fácil “( Irmã Jô)


Irmã Jô é mais uma vítima de um câncer que a judia, a maltrata por muitos anos.
Perde o equilíbrio sempre que tenta andar ou ficar muito tempo em pé.
Mas é aluna assídua na EBD, não falta nenhum domingo.Salvo por um motivo da própria doença.
Dá um beijo em todos os que chegam e não é um beijo qualquer é um “ doutor beijo “, porque vem cheio de fraternidade, carinho e amor.
Não sei como são os dias da irmã Jô, mas sei que um dia ela me disse esta frase quando perguntei sobre a doença e em síntese ela me respondeu com esta frase acima.
Qual o seu problema?o que é mais fácil?

Ter fé é assinar uma folha em branco e deixar que Deus nela escreva o que quiser.
Santo Agostinho

Getulio Sales

"Bom dia, minha irmã natureza.
Somos amigas e companheiras.
Dessa mesma vida.
De um valor supremo.
Temos iguais valores e beleza!
Que a nossa convivência
seja baseada no respeito.
Em uma suprema comunhão.
Você não fala...mas te escuto.
Você não chora...mas te sinto.
No amor que nos une
Temos um único coração".

Raquel Free

Todo amor que vc tem é
Delicado para as pessoas que vc ama
Tipo, pai, mãe, irmã,e namorado ou namorado
se vc a ama faça uma decharação de amor ou uma serenata
De amor .
Porque sem amor vc não é nada .
E muito menos sem sabedoria .
Se vc dar um beijo na pessoa que vc ama .
E ela vai retribuir todo esse amor em uma unica noite

Suelin Marques Farias

Para a mamãe a mocinha;
Para a vovó a inocente;Para a irmã a insuportavel;Para os amigos a doida;Para os desconhecidos a metida;Para os inimigos a qualquer;Para os incomprienciveis a chata;Para mim? Apenas uma menina com grandes sonhos.Vivendo no mundo surreal e estressante tentando apenas ser feliz!

Dydyzinha

E hoje bateu forte a saudade de casa. Do abraço da mãe, do carinho do pai, do consolo da irmã, do agrado da cachorra.
Não é fácil largar tudo pra correr atrás de um sonho. Será que vale mesmo a pena ficar longe das pessoas que você ama pra ir atrás do seu “sonho”? Não sabemos o que vai acontecer amanhã, não sabemos se teremos outra chance de ficar perto das pessoas que amamos. Muitas vão ficando no caminho. Tantos momentos perdidos, tantos sorrisos, tantos olhares deixados para trás.
Só assim para você valorizar corretamente as pessoas que querem o teu bem, que sempre estiveram ao teu lado, te apoiando sempre. Que dão forças em todos os momentos, que levantam na queda.
Então cuide, ame. Talvez, assim como eu, você não possa voltar atrás e fazer tudo de novo, pode ser tarde demais!

CryGirl

Carta para Irmã

Eu poderia escrever mil palavras aqui pra dizer o quanto queria te conhecer...
poderia falar mil coisas bonitas ou escrever uma carta emocionante.

Mas percebi que talvez nada baste., talvez nada seja o suficiente pra expressar o quanto eu fico triste por estar tão longe de você fisicamente, e também emocionalmente...
Nunca vi você, mas quero que saiba que sei o quanto é dificil passar pelo que você passa, sinto que você é minha irmã verdadeira até pelo seu passado, pois nosso passado é meio parecido...

Quero falar contigo…, quero te ver, eu sinto que você me fará bem,...
Agora na sua idade você descobrirá muitas coisas novas, você já está crescendo e precisa de alguém ao qual vocÊ precisa conversar e contar acontecimentos de sua vida, precisa de alguém que te aconselhe...
Saiba que pode contar comigo sempre, não sou sua mãe, mas sou sua irmã, e o que estiver ao meu alcançe para te ajudar, farei...
VocÊ pode perguntar o que uma garota de 15 anos pode fazer por mim?
Então te responderei: - Quando você me conhecer você compreenderá...
Porque não convivo com você, mas sei que você é o meu sangue, e pelo seu passado, eu sinto que vocÊ também parece comigo...
Eu te amarei independentimente de qualquer coisa...
Posso não ser o seu tipo de companhia preferida..., mas eu só queria passar um tempo ao seu lado...
E você compartilhando suas histórinhas comigo!
Sou sua irmã, mas também quero ser sua amiga!
Então espero que vocÊ também sinta algo que nos torne mas que irmãs" e irmãs e amigas"

Que Deus te abençoe!...

Giovanna bells

Minha querida irmã, minha metade, parte totalmente influente do meu ser, dona dos meus pensamentos, razão que move minhas emoções... Você é super importante e essencial na minha vida, às vezes quando a tristeza me abate
me lembro mais ainda do se riso, e quando a esperança se enfraquece eu me lembro ainda mais da sua força e garra...
O melhor que Deus pode dar a alguém, ele deu a mim: Deu-me
você!
Que é a pessoa, mais amorosa e carinhosa, doce e gentil...
(tem seus momentos, mas quem não tem né!)
Você, com esse seu amor me constrange, me ilumina, me dá
forças e razão para prosseguir!
Não consigo expressar a você a imensidão do meu amor, esse
amor tão grande que por ti sinto, é muito mais que amor de irmã, é sublime, é pleno, é inconfundível, é especial...
Por que você é tudo que eu sempre quis!!!

Suelen Accioly

[parte 19]

Lucas era o caçula de uma família com três irmãos. A irmã mais velha já era casada e há poucos meses tinha dado a luz ao primeiro filho. O irmão era solteiro, baladeiro e morava em São Paulo; trabalhava em uma agência de publicidade. O nosso protagonista “reinava” sozinho no apartamento dos pais e era o xodó da mãe. Se davam muito bem, não tinha segredos. Por isso a mãe ficou sem entender a reação do filho. Ele era uma pessoa amável, educada e que raramente perdia o controle. Vê-lo nervoso daquele jeito a deixou intrigada. Sim, ela sabia que ele havia terminado o namoro com Isabela, mas até o término foi de forma amigável. Ela acreditava que ele nunca havia tratado a menina daquele forma.

Os dois iam, lado a lado, caminhando em direção a casa da fazenda. Ele tentava apertar o passo e ir mais rápido, mas percebeu que a mãe não tinha fôlego para acompanha-lo. Então resolveu ir mais devagar.

“Você tratou a Isabela muito mal, Lucas. Não precisava ter feito isso” disse a mãe.

“Mãe...depois eu me entendo com ela” respondeu. Ele não estava muito preocupado com isso. Na verdade ele não estava nem aí. E muito provavelmente nem ia “se entender com ela” depois.

Chegando na casa da fazenda ele deixou a mãe na porta e correu em direção ao quarto de Mariana. Não havia ninguém. Procurou a tia, que estava na sala de estar, sentada em um sofá, ao lado de Isabela. A mãe dele já estava em uma poltrona, tirando os sapatos. Devia estar com os pés doendo. Ele ignorou completamente a ex-namorada, nem a olhou.

“Tia, você sabe onde tá a Mariana?”

A tia, acostumada com os “sumiços” da sobrinha suspeitava sim onde a menina poderia estar. Aliás, tinha praticamente certeza. Mas resolveu não falar.

“Não sei, querido.. É... vamos almoçar, gente. A Mariana logo aparece...”

Isabela, choramingando e com olhar de “piedade”, disse:

“Você não pode conversar comigo, Lucas?”

“Conversar o que, Isabela? Na boa, conversar o que? Eu não tô entendendo o que você veio fazer aqui! Você tá cansada de saber que não existe a menor possibilidade da gente voltar!” respondeu.

“Lucas, não fala assim comigo...eu te amo....” disse a menina, chorando.

“Eu não sou obrigado a escutar isso” disse ele, áspero e ignorando completamente o que tinha acabado de ouvir, se virou para a tia e continuou: “Tia, você não tem mesmo a mínima ideia de onde ela possa estar?”

Isabela interrompeu. Chorando e falando alto ao mesmo tempo:

“É por causa dessa Mariana que você não quer conversar comigo? Você já tava com ela antes, quando a gente tava junto? É isso? Me responde!”

Ele perdeu a paciência.

“Isabela, deixa de ser louca! Você tem problema, garota?”

E depois de falar, deu as costas e saiu da sala, em direção a porta. Estava disposto a procurar Mariana, nem que tivesse que andar pela fazenda inteira. Num ímpeto, Isabela levantou do sofá e foi atrás.

A mãe dele, desconsertada, disse a tia:

“Me desculpe por isso, Anita... Eu não poderia imaginar que a minha vinda fosse causar esse transtorno todo. Bem...eu não sei o que tá acontecendo aqui, mas acho melhor ir embora...”

“De jeito nenhum, Lúcia! É...esses jovens são assim mesmo...logo eles se acertam, você vai ver”.

“Anita...aconteceu alguma coisa entre o Lucas e a Mariana?” perguntou a mãe.

“Não! Quer dizer...até onde eu sei, não. Lúcia, você sabe como eles eram muito amigos...talvez estivessem relembrando os velhos tempos... não teve nada demais” disse a tia, meio sem jeito. Mas ela no fundo sabia (ou melhor suspeitava) que tinha “algo demais” acontecendo sim. A sobrinha chorando, ele ciente do amor da menina, o diário que foi lido... ela tentava entender a relação de tudo isso.

Enquanto isso, na varanda da fazenda...

“Lucas, espera! Por favor, espera!” implorava Isabela.

Ele se virou e encarou a menina.

“Eu só quero conversar com você...” disse a garota, quase que suplicando.

“Ok, pode falar” respondeu, seco.

“Mas...assim? Aqui? Desse jeito? É que...” disse ela, gaguejando.

“Isabela, coloca uma coisa nessa tua cabecinha: ACABOU. A-ca-bou! Tá difícil entender isso?”

“Mas foi uma briga boba..” disse, chorando.

“Não foi uma, foram várias! Aceita isso, por favor! Eu não sinto mais nada, acabou!” respondeu ele, firme.

“É por causa da Mariana?”

“Você não sabe de nada! Eu cheguei aqui ontem! E eu não via a Mariana há mais de 10 anos!”

“Você tá gostando dela, Lucas?”

“Escuta, isso aqui é um interrogatório?”

“Me responde, Lucas!” disse, colocando-se na frente do garoto.

“Eu não tenho que te dar satisfação de nada! Ou você vai embora dessa fazenda ou eu vou. E o justo é você ir, não acha?”

“Você tá gostando dela....eu te conheço”.

“QUE SE DANE. Sai da minha frente.”

Largou a menina ali, na varanda, nem olhou pra trás.
E saiu andando, a procura de Mariana.

(continua...)

Tainah Ferreira

"A Amizade Verídica"

'Sabe aquela pessoa que você considera irmã de outra mãe, aquela sua cara metade, aquela que você não vai abandonar e sabe que nem ser abandonado?! Pois é, na minha vida ela existe, e sim, a considero um presente enviado por Deus, por mais das brigas passadas, enchimentos de saco e pequenas intrigas bobas, nada afeta nossa amizade! Aquela menininha que você pensava que você nada dela seria, hoje, em plena a realidade somos “best’s”, como muitos chamam os verdadeiros. Pequena menina, pessoa simples, coração grande, morena bela dos cabelos cacheados! Princesinha, que muitos a conhece com Nathálya, os íntimos a chamam de Nathy, e eu a chamo de Julieta, pois é, “Amor de Julieta e Romeu”, amor que ultrapassou décadas, e será como o nosso, ultrapassará gerações, demonstrando para as novas gerações que amor entre amigos existe, sim existe, e sempre existirá!'

"Princesinha, morena tão bela
não esqueço dela, santa Terezinha consagrou
nossa amizade como verdadeira, linda formosa és sim brasileira
molde que no mundo,sua beleza jorrou!"

Dedicado a: Nathálya Santos Souza

(Sales, Anderson Marinho. Grajaú Ma, 15 de Junho de 2014).

pais..

o que será de mim o dia em que os perder, não quero nem pensar...
perdi a minha irmã ha 3 meses e meu irmaõ há 9 anos, era como uma mãe para mim e digo que parece que foi ontem... lembro-me de todos os momentos que tivémos, foram todos lindos... só tenho pena que nunca tivesse conhecido os meus filhotes mas tenho a certeza que tanto ela como ele estão lá em cima a olhar por nós e...

descanso

amigas raras

Eu tenho sorte de ter vc , pedi a deus uma irmã,ele me deu uma irmã e de brinde uma amiga

e poso me considera com sorte ,pois ela e rara e unica, demoraria seculos para encontrala
se deus não a tivesse me dado de tanto bom gosto, uma pessoa tão maravilhosa que seu eu morrese hoje ligaria pra dizer que valeu a pena cada minuto
que passei a seu lado e que te amo muito mais do que um coração pode suportar amar por uma pessoa normal,
e que se realmente o mundo acaba-se agora gostaria muito de estar ai do seu lado pegar na sua mão e dizer:
Amiga estou com tigo e ficarei com vc ate a tormenta acabar pois sou sua amiga ,sua irmã ,sua companheira;
e ñ te deixarei sozinha neste momento..........................

lylla

Irma hoje eu estava pensando...
o homem é tão egoísta!
Ne?
Quando ele ama alguém e é correspondido fica todo feliz,
e quando ama e não é correspondido faz de tudo pra larga aquela pessoa amada !!!
Deus nos ama e agente em todo momento rejeitamos ELE e nem por isso ELE deixa de amar agente ne!?

Well

Dia 24/01/2010
Ontem minha noite foi perfeito eu minha tia minha irma dani e tuco ai a gente foi a festa chegamos la 00;00 hras ai chegando la não tinha muitas pessoas ,mais tinha um garoto muito gato ele fikava me olhando e eu olha para ele ai fikamos quase a festa toda assim ele me olhando e eu olhava para ele ,hummm ele e muito gatinho ele e moreno alto forte humm uma delicia ,ai quase no finalzinho da festa ele parou do outro lado da pista e eue esta no outro ai ele fikava me olhando e eu olhava ele ai depois minha tia chegou nele e perguntou se ele queria me conheçer ,ai ele falou que queria sim me conheçer ,ai quando minha tia estava chegando perto de mim com o menino ,eu acho que fikei vermelha ,ai minha tia foi e falo com assim’’essa daki e minha sobrinha ‘’ ai a gente fiko conversando ai eu beijei ele fikamos mo tempao depois ai depois a gente paro fiko conversando ,depois a gente de conversa e ele me beijo ,ai minha tia me cutuco pq tinha um carro igual do meu pai la fora ai ela me aviso ,ai eu fui e falei com ele assim’’aki minha tia esta achando que e meu pai ali fora entao daki a pouko a gente encontra ‘’ ai ta eu fui e fikei sentada conversando com minha irma ai passo um tempo ai a gente foi ve que não era meu pai que era um cara que tava de olho na minha irma ,ai eu tava mo distraida conversando com minha irma contando ele o que eu e ele estava conversando aia derepente minha irma levantou a sambrancelha fazendo sinal para mim olhar pra traz,ai quando eu olhei para traz ele estava sentado na cadeira que estava do meu lado,ai ele começo a conversa comigo ai ele foi e começo a acariciar o meu rosto começo a beijar minha bochecha ,ai nisso minha irma me chamo pra ir la pra fora pq o carinha que queria pegar, ele chamo ela pra conversar com elaa ,ai foi eu o todinho e minha irma , ai minha irma fiko conversando com o rapaz la eu eu fikei conversando com meu todinho ,ai eu tinha dito com o todinho que eu odiava que me chamava de ailla,ai eu e ele paramos perto do portao ai ele começo a me chama de ailla ai fikava falando ailla bem baixinho no meu ovido ai isso me deixava doidinha,ai teuma hora que jessica me pediu para pidir minha tia chiclete, ai eu fui e dei o chiclete a jhe ,qi eu fui e sai pra rua ai ele foi e fiko no portao ai eu fui e falei assim’’me deixa entrar ‘’ ai ele foi e fallo assim’’ eu não deixo ‘’ ai eu fui e disse assim’’entao ta eu vou embora’’ ai eu fui e dei ass coosta para ele ai ele foi e me puxo e me abraço por traz e me deu um bjo no pescoso ,ai eu fui e encostei na parede ai ele foi e fiko me beijando,ai minah tia foi e me chamo pra ir embora ai ele não queria deixar ai eu fui e falei com ele assim ‘’vc não vai despedir de mim não ‘’ ai ele nen falo nda so me agaro ele e me beijo,ai eu fui e falei assim ‘’deixa eu ir’’ ai eu dei um selinho nele e fui embora

Fim..

Ayla

Amizade que surgiu da profissão.
O tempo fortaleceu essa união
Hoje é uma irmã de coração.
Felicidade por ter te encontrado.

Aliadas em qualquer situação.
Seja sol ou chuva, tem emoção.
Confidencias de dores e amores
Reconheço a sua dedicação.

São muitas risadas e presepadas
Que merecem ser guardadas.
Lembranças de viagens e folia.
Jamais poderia ser sem você.

Não há roteiro e nem cobranças
Essa amizade é como uma dança
Seguida pelo som e compasso
É franco o respeito de ambas.

Entrego a Deus meu pedido
Que realize seus desejos.
Nunca lhe falte determinação.

O tempo e o vento podem mudar
Nossas escolhas tentar nos apartar
O amor e a amizade leal sempre haverá.

Quívia Bispo

Espada de prata

A coroa de prata
Segue a irmã
A espada sonata

A espada imortal
Maior que um clã
Mancha o vitral

O elmo de ouro
Ao sol reluz
É luz do tesouro

Reis sucumbem
Fazem os deuses
Que as terras inundem

Marchando e matando
A estrela do dia
A espada voando

Os homens do mar
Doce ironia
Na água a tombar

O homem dos céus
Bebe o vinho
E cospe o mel

No inferno sozinho
Clama os tronos
Herdeiro de Chronos.

Rodolfo Mair Coelho

11/08: DIA DE SANTA CLARA DE ASSIS

ORAÇÃO A SANTA CLARA

Clara, santa cheia de claridade,
Irmã de São Francisco de Assis,
Intercede pelos teus devotos
Que querem ser puros e transparentes.
Teu nome e teu ser
Exalam o perfume das coisas inteiras
E o frescor do que é novo e renovado.
Clareia os caminhos tortuosos
Daqueles que se embrenham
Na noite do próprio egoísmo
E nas trevas do isolamento.
Clara, irmã de São Francisco,
Coloca em nossos corações
A paixão pela simplicidade,
A sede pela pobreza,
A ânsia pela contemplação.
Te suplico, Irmã Lua,
Que junto ao Sol de Assis
No mesmo céu refulge,
Alcança-nos a graça que,
Confiantes vos pedimos.
Santa Clara, ilumina os passos
Daqueles que buscam a claridade!
Amém!

Autor não identificado

Por que sem asas?
Vejo nas formas um ser celestial.
Irmã de Cupido, talvez Psique.
Oh Deus, ela põe meu coração em brasas.

Mas a sinto tão longe
Suave como uma brisa,
Amena e funesta.
Seria mais fácil ser um monge.

Não agüento a angustia
De não ter ao meu lado
Essa flor que não conhecia,
Não temia, não existia.

Uilton Dutra