Textos Emocionantes que Falem de Irmã

Cerca de 139 textos Emocionantes que Falem de Irmã

É hora de partir, meus irmãos, minhas irmãs
Eu já devolvi as chaves da minha porta
E desisto de qualquer direito à minha casa.
Fomos vizinhos durante muito tempo
E recebi mais do que pude dar.
Agora vai raiando o dia
E a lâmpada que iluminava o meu canto escuro
Apagou-se.
Veio a intimação e estou pronto para a minha jornada.
Não indaguem sobre o que levo comigo.
Sigo de mãos vazias e o coração confiante.

Rabindranath Tagore

Eu ...

Eu sou a que no mundo anda perdida,
Eu sou a que na vida não tem norte,
Sou a irmã do Sonho,e desta sorte
Sou a crucificada ... a dolorida ...

Sombra de névoa tênue e esvaecida,
E que o destino amargo, triste e forte,
Impele brutalmente para a morte!
Alma de luto sempre incompreendida!...

Sou aquela que passa e ninguém vê...
Sou a que chamam triste sem o ser...
Sou a que chora sem saber porquê...

Sou talvez a visão que Alguém sonhou,
Alguém que veio ao mundo pra me ver,
E que nunca na vida me encontrou!

Florbela Espanca

— Não confie na frase de sua avó, de sua mãe, de sua irmã de que um dia encontrará um homem que você merece.

Não existe justiça no amor.

O amor não é censo, não é matemática, não é senso de medida, não é socialismo.

É o mais completo desequilíbrio. Ama-se logo quem a gente odiava, quem a gente provocava, quem a gente debochava. Exatamente o nosso avesso, o nosso contrário, a nossa negação.

O amor não é democrático, não é optar e gostar, não é promoção, não é prêmio de bom comportamento.

O melhor para você é o pior. Aquele que você escolhe infelizmente não tem química, não dura nem uma hora. O pior para você é o melhor. Aquele de quem você procura distância é que se aproxima e não larga sua boca.

Amor é engolir de volta os conselhos dados às amigas.

É viver em crise: ou por não merecer a companhia ou por não se merecer.

Amor é ironia. Largará tudo — profissão, cidade, família — e não será suficiente. Aceitará tudo — filhos problemáticos, horários quebrados, ex histérica — e não será suficiente.

Não se apaixonará pela pessoa ideal, mas por aquela que não conseguirá se separar. A convivência é apenas o fracasso da despedida. O beijo é apenas a incompetência do aceno.

Amar talvez seja surdez, um dos dois não foi embora, só isso; ele não ouviu o fora e ficou parado, besta, ouvindo seus olhos.

Amor é contravenção. Buscará um terrorista somente para você. Pedirá exclusividade, vida secreta, pacto de sangue, esconderijo no quarto. Apagará o mundo dele, terá inveja de suas velhas amizades, de suas novas amizades, cerceará o sujeito com perguntas, ameaçará o sujeito com gentilezas, reclamará por mais espaço quando ele já loteou o invisível.

Ninguém que ama percebe que exige demais; afirmará que ainda é pouco, afirmará que a cobrança é necessária. Deseja-se desculpa a qualquer momento, perdão a qualquer ruído.

Amar não tem igualdade, é populismo, é assistencialismo, é querer ser beneficiado acima de todos, é ser corrompido pela predileção, corroído pelo favoritismo. É não fazer outra coisa senão esperar algum mimo, algum abraço, algum sentido.

Amor não tem saída: reclama-se da rotina ou quando ele está diferente. É censura (Por que você falou aquilo?), é ditadura (Você não devia ter feito aquilo!). É discutir a noite inteira para corrigir uma palavra áspera, discutir metade da manhã até estacionar o silêncio.

Amor é uma injustiça, minha filha. Uma monstruosidade.

Você mentirá várias vezes que nunca amará ele de novo e sempre amará, absolutamente porque não tem nenhum controle sobre o amor.

Fabrício Carpinejar

SE EU MORRESSE AMANHÃ

Se eu morresse amanhã, viria ao menos
Fechar meus olhos minha triste irmã;
Minha mãe de saudades morreria
Se eu morresse amanhã!

Quanta glória pressinto em meu futuro!
Que aurora de porvir e que amanhã!
Eu perdera chorando essas coroas
Se eu morresse amanhã!

Que sol! que céu azul! que doce n'alva
Acorda a natureza mais louçã!
Não me batera tanto amor no peito
Se eu morresse amanhã!

Mas essa dor da vida que devora
A ânsia de glória, o doloroso afã...
A dor no peito emudecera ao menos
Se eu morresse amanhã!

Álvares de Azevedo

“Uma vez, uma amiga minha, mulher feita já, com mais de 30 anos, tinha ido com a irmã visitar um tio ao hospital e ele, repentinamente, faleceu na presença das duas. Elas ficaram sem ação. Viraram-se uma para a outra e a minha amiga disse: Precisamos chamar um adulto. Quando ela me contou, nos fartamos de rir, mesmo entendendo essa sensação de orfandade. Na verdade, não importa que idade tenhamos, há sempre um momento em que é preciso chamar um adulto."

Martha Medeiros

"Das 5 irmãs, Cass era a mais moça e a mais bela. E a mais linda mulher da cidade. Mestiça de índia, de corpo flexível, estranho, sinuoso que nem cobra e fogoso como os olhos: fogaréu vivo ambulante. Os cabelos pretos, longos e sedosos, ondulavam ao andar. Sempre muito animada ou então deprimida, com Cass não havia esse negócio de meio termo. Segundo alguns, era louca. Opinião de apáticos. Para os homens, parecia apenas uma máquina de fazer sexo e não se importavam se ela era maluca ou não. Passava a vida a dançar, a namorar e beijar. Mas, salvo raras exceções, na hora agá sempre encontrava forma de sumir e deixar todo mundo na mão."

in A Crônica do Amor Louco

Charles Bukowski

Não confie na frase de sua avó, de sua mãe, de sua irmã de que um dia encontrará um homem que você merece.

Não existe justiça no amor.

O amor não é censo, não é matemática, não é senso de medida, não é socialismo.

É o mais completo desequilíbrio. Ama-se logo quem a gente odiava, quem a gente provocava, quem a gente debochava. Exatamente o nosso avesso, o nosso contrário, a nossa negação.

O amor não é democrático, não é optar e gostar, não é promoção, não é prêmio de bom comportamento.

O melhor para você é o pior. Aquele que você escolhe infelizmente não tem química, não dura nem uma hora. O pior para você é o melhor. Aquele de quem você procura distância é que se aproxima e não larga sua boca.

Amor é engolir de volta os conselhos dados às amigas.

É viver em crise: ou por não merecer a companhia ou por não se merecer.

Amor é ironia. Largará tudo — profissão, cidade, família — e não será suficiente. Aceitará tudo — filhos problemáticos, horários quebrados, ex histérica — e não será suficiente.

Não se apaixonará pela pessoa ideal, mas por aquela que não conseguirá se separar. A convivência é apenas o fracasso da despedida. O beijo é apenas a incompetência do aceno.

Amar talvez seja surdez, um dos dois não foi embora, só isso; ele não ouviu o fora e ficou parado, besta, ouvindo seus olhos.

Amor é contravenção. Buscará um terrorista somente para você. Pedirá exclusividade, vida secreta, pacto de sangue, esconderijo no quarto. Apagará o mundo dele, terá inveja de suas velhas amizades, de suas novas amizades, cerceará o sujeito com perguntas, ameaçará o sujeito com gentilezas, reclamará por mais espaço quando ele já loteou o invisível.

Ninguém que ama percebe que exige demais; afirmará que ainda é pouco, afirmará que a cobrança é necessária. Deseja-se desculpa a qualquer momento, perdão a qualquer ruído.

Amar não tem igualdade, é populismo, é assistencialismo, é querer ser beneficiado acima de todos, é ser corrompido pela predileção, corroído pelo favoritismo. É não fazer outra coisa senão esperar algum mimo, algum abraço, algum sentido.

Amor não tem saída: reclama-se da rotina ou quando ele está diferente. É censura (Por que você falou aquilo?), é ditadura (Você não devia ter feito aquilo!). É discutir a noite inteira para corrigir uma palavra áspera, discutir metade da manhã até estacionar o silêncio.

Amor é uma injustiça, minha filha. Uma monstruosidade.

Você mentirá várias vezes que nunca amará ele de novo e sempre amará, absolutamente porque não tem nenhum controle sobre o amor.

Fabrício Carpinejar

Você minha irmã:
As vezes um poço de mistério
As vezes acorda sem humor
As vezes não tem paciência
As vezes um silêncio impenetrável
As vezes ninguém te merece
As vezes eu que não te mereço
Mas......
Sempre Amiga
Sempre sincera
Sempre generosa
Sempre sensível
Sempre, sempre , sempre.....
Acho que não acho mais adjectivos para ti
pois és um presente que Deus me deu e nem com
a nossa diferença de idade apaga esse amor.
Que Deus lhe abençoe sempre, que sejas um vitoriosa
e que tudo o que desejas sejam presentes dados por Deus.
Tenho orgulho em ter você como irmã. Beijos em seu coração.

Marcia C. Quintas

Um Amigo

Um amigo é fruto de uma escolha.

É uma opção de amor

É a descoberta da alma irmã.

É a consciência clara e permanente de algo sublime
que não está na natureza das coisas perecíveis.

É um tesouro sem preço, um gostar sem distância,
de alguém presente em nosso caminho,
nas horas de dúvida, de alegria, demais para ser perdido,

importante para ser esquecido

Antoine Saint Exuperry

Todo mundo tem uma"amiga-irmã"..
Aquela que conhece todos seus defeitos
Qualidades,manias,gostos,rolos,
E te apóia em tudo,te ajuda
Que esta com voce em todas as bagunças
Sabe tudo que voce faz
Entende o que passa pela sua cabeça..
E ainda assim é sua amiga para todas as horas!
Se voce ama tanto uma amiga
a ponto de considera-la uma irmã junte-se a nós!

Débora Lins

Eu sou o que penso, sou o que sou e o que quero ser.
Sou família, sou filha, sou irmã e namorada.
Eu sou o tudo. Eu sou o nada.

Sou a sorte do que tenho e do que possuo. O azar do que a vida não me trouxe e eu desejei.
Sou um verme que um dia quis ser astro e tão depressa se tornou estrela.

Sou mais uma pecadora, com tamanha fé.
Sou um mundo de maldades e um paraíso de boas acções. Sou um quarto com inúmeros espelhos fantásticos que torcem para reflexões falsas.
Sou o meu reflexo num canto de paisagem, ou numa miragem, onde tu não podes ver.

Sou a alegria de quem me ama, a tristeza de quem me odeia e a ocupação de quem me inveja.
Sou uma folha em branco, ou um caderno completo.
Sou os livros que li e os textos que já te escrevi.

Sou os momentos que passei e os que ainda quero passar, eu sou os brinquedos com que brinquei, e os amigos que conquistei. As fábulas em que acreditei e os jogos que inventei.

Sou o amor que dei, o que dou e o que continuarei a dar. Sou os amores que tive, as viagens que fiz e as que quero fazer. Sou todos os desportos que pratiquei, e aquele em que sempre continuarei por ser mais que lazer, é prazer.

Sou a minha disciplina preferida, a minha comida predilecta, sou o cheiro que me seduz, a cor que me apaixona, a bebida que me refresca.
Essa sou eu...eu mesma, será que vais entender?

Sou o ódio resguardado, sou os sonhos realizados, os objectivos alcançados.
Eu sou o meu interior, mas também o meu exterior.
Sou um conjunto de factores que tu não podes entender.

Sou a saudade, os abraços que já dei, eu sou o passado, mas também o presente e o futuro.
Eu sou os meus actos.

Sou o perfeito, mas também sou o imperfeito.
Sou o contraste e a contradição.
Sou a complexidade do mundo.

SOU O QUE NINGUEM VÊ.

Paula Fernandes e Sousa

O camponês perguntou: Que aconteceu,
irmão, por que estás chorando?
O Irmão respondeu:
Meu irmão,
o meu Senhor está na Cruz
e me perguntas por que choras?

Quisera ser neste momento
o maior oceano da terra,
para ter tudo isso de lágrimas.

Quisera que se abrissem
ao mesmo tempo todas
as comportas do mundo
e se soltassem
as cataratas
e os dilúvios
para me emprestarem
mais lágrimas.

Mas ainda que juntemos
todos os rios e mares,
não haverá lágrimas
suficientes para chorar
a dor e o amor
de meu Senhor crucificado.

Quisera ter as asas invencíveis
de uma águia para atravessar
as cordilheiras e gritar
sobre as cidades:

O Amor não é amado!
O Amor não é amado!

Como é que os homens podem amar
uns aos outros se não amam o Amor?

São Francisco de Assis

As pessoas entram mais de imediato, vão embora, a vida vai passando e a parentela vai embora, o irmão inseparável se separa, a tia querida nos deixa e meus bons sentimentos se vão, escorrem pelas mãos, no fim, me encontro sentado na porta de casa, revendo o por da lucidez! Pessoas vão embora mesmo e não adianta correr atrás e pessoas como eu simplesmente se conformam, esperando o tempo passar enquanto todos vivem! Os amigos se vão e eu simplesmente fico, a vida rir desse meu jeito bobo de ser, a vida não liga pros meus sentimentos! Mais eu sigo em frente com os olhos cheios de lagrimas em busca de um canto para me conforta, em busca de um lugar calmo para chorar e quando a noite vem, sinto que estou morrendo, que estou sozinho.

Todos passam por minha vida mais ninguém para e me olha nos olhos ou tenta descobrir de onde vem tanto sofrimento, ninguém tenta me compreender e a felicidade que poderia está comigo se torna tempestade.

Mais uma vez, eu tento falar pra eu mesmo que o futuro me reserva coisas boas, mais só o futuro mesmo, pois no presente, vivo a lamentar coisas que passam e que não voltam, pessoas que por momentos me fizeram sorrir mais que por capricho foram embora, tento me conformar, pois um dia vai ser eu que vou embora, mais junto de mim, vou levar lembranças de noites e dias que sofrir e simplesmente, eu espero rir, apenas rir de tudo isso!

Luan Paz

Mãe carinhosa e dengosa
Mãe amiga, mãe irmã
Mãe de todos nós, Mãe das mães
Mãe dos filhos
Mãe-pai: duas vezes mãe
Mãe lutadora e companheira
Mãe educadora, mãe mestra
Mãe analfabeta, sábia mãe
Mãe do silêncio, mãe comunicação
Mãe dos doentes e dos sãos
Mãe de quem magoou e de quem perdoou
Mãe rica, mãe pobre
Mãe dos que já foram, mãe dos que ficaram
Mãe dos guerreiros e dos guerreados
Mãe que sorri, mãe que chora
Mãe que abraça e afaga
Mãe presente, mãe ausente
Mãe do sagrado, mãe da luz
Mãe de Jesus e mãe nossa.
MÃE, simplesmente MÃE!

Desconhecido

-Existem lágrimas que só um amigo de verdade consegue ver; porque elas não brotam na superfície do rosto de um ser, mas na intimidade do coração.
-Há caminhos que só amigos de verdade conseguem trafegar, pois, não são simples caminhos, são válvulas que levam ao coração.
-Há risadas que só amigos de verdade conseguem dar, pois, estas nascem no coração.
-Há saltos que só amigos de verdade conseguem dar, pois, estas levam aos lugares, mas lindo que para encontrá-los tem que ter um coração amigo.
-Há sofrer que só amigos de verdade conseguem apoiar, pois eles não são intimidados pela devastidam que o sofrer pode causar a eles, pois, eles têm um escudo chamado: Amor, Fidelidade, Irmandade, Respeito, etc.

Raquel Braga(Minha irmã)

À Isabel Cristina

Irmã que todos querem bem
Sempre ao lado dos que nada tem
Amando a todos com carinho
Buscando para nós o melhor caminho
Esperança leva com muito amor
Lembrada serás por onde for.

Construindo futuro para quem precisa
Rompendo as dificuldades encontradas
Irás quebrar qualquer barreira apresentada
Sempre com o mesmo dinamismo e coragem
Tens para quem procura uma boa mensagem
Irmã, amiga, mãe e mulher de muita fibra.
Na sua luta pela comunidade com muita vida
Ama a Deus e não esquece a família.

Especial em tudo que faz
Simpatia tu tens de sobra
Com quem dela necessita
Onde quer que a encontremos
Representa-nos onde vivemos
Será sempre a mão amiga
Esperança dos menos favorecidos.

Jamais será desamparada
Alguém por todos amada
No coração de toda gente
Uma lembrança sempre presente
Agradecemos a Deus por sua vida
Rogamos pela alegria sentida
Imprescindível, necessária e querida
O amor é tudo na vida.

Antonio Bezerra

As tres irmas do poeta

É Noite! as sombras correm nebulosas.
Vão três pálidas virgens silenciosas
Através da procela irrequieta.
Vão três pálidas virgens... vão sombrias
Rindo colar num beijo as bocas frias...


Na fronte cismadora do Poeta:
"Saúde, irmão! Eu sou a Indiferença.
Sou eu quem te sepulta a idéia imensa,
Quem no teu nome a escuridão projeta...
Fui eu que te vesti do meu sudário...
Que vais fazer tão triste e solitário?..."


- "Eu lutarei!" - responde-lhe o Poeta.
"Saúde, meu irmão! Eu sou a Fome.
Sou eu quem o teu negro pão consome...
O teu mísero pão, mísero atleta!
Hoje, amanhã, depois... depois (qu'importa?)
Virei sempre sentar-me à tua porta..."


-"Eu sofrerei"-responde-lhe o Poeta.
"Saúde, meu irmão! Eu sou a Morte.
Suspende em meio o hino augusto e forte.
Marquei-te a fronte, mísero profeta!
Volve ao nada! Não sentes neste enleio
Teu cântico gelar-se no meu seio?!"
-"Eu cantarei no céu" - diz-lhe o Poeta!

Castro Alves

Amigas verdadeiras, amigas irmãs...
Daquelas que cuidam da beleza uma da outra,
que choram uma no colo da outra,
do tipo que come do mesmo prato e no mesmo prato se nescessário...
Somos francas...
Estamos em sintonia.
Umaa amizade real!
Mesmo quando bate a saudade...
Aquela distancia que incomoda.
Mesmo nos momentos de desapontamento.
Real, sincera e inabalável
Nossa força vem acompanhada de uma mão que nos alivia o jugo.
Mesmo nos momentos de rivalidade estamos juntas na alma.
"Ainda estou aqui...
Tua força me sustenta.
Entendas meu afeto e aceite meu carinho.
Não guardes magoas minhas,
seja sempre minha parceira.
Amigas de Maio

Companheira a vida nos aguarda...
Sempre espreita nossas almas.
Tua amizade me ilumina a vida.
Como margaridas na janela...
Quero ver-te feliz, sorridente, cantarolando sua música favorita.
Quero sempre te encontrar, te revelar meus segredos, intimos e profundos.
Quero te servir de apoio quando precisares, de uma Amiga!"

Rosangela Ataide

Irmãs

Um dia,eu tive três flores
Três estrelas,três cristais
Que hoje não cuido mais
três amigas,tão queridas
três pares de olhos,tão lindos
três tesouros de uma vida
Que corre,despercebida
Um dia eu era um irmão
E dividia o riso e o pão
Às vezes a gente sonha
Com a gorda,tão risonha
A magrela,sem vergonha
e a branquela sonhadora
Corre o tempo e tudo doura
Hoje eu sei que o tempo voa
Qual bruxa numa vassoura
Deixa o encanto da saudade
Que me vem na noite,insône
Patrícia,Sandra e Simone

edson ricardo paiva

Minha cunhada e irmã:
Deus escolheu a dedo a que família irias pertencer.
Só não sei o porque mas com sua enorme sabedoria
lhe trouxe para o nosso convivo. rsrsrsrs
Que bom!!!!!!!! Pois a escolha de Deus foi um presente maravilhoso.
Agradeço a Deus pela pessoa maravilhosa que és.
Que Deus abençõe a sua vida gradiosamente e ricamente,que todos os seus
desejos e sonhos sejam realizados mediante a vontade Dele.
Que você seja sempre essa pessoal especial e que seja mais uma rosa no jardim
de nossa família. Beijos em seu coração, seja feliz e sucesso.

Marcia C. Quintas