Textos em Homenagem às Mães

Cerca de 1606 textos em Homenagem às Mães

Poema do dia das mães

Preciso de você mãe!
Mãe sei que ser mãe é difícil
Cuidar, dar carinho, dar todo o amor do mundo

Ver agente crescer, estudar, trabalhando e ver
que o seu tempo não foi em vão
E sentir orgulho por isso eu te amo
porque você sempre vai estar no
meu coração. Te amo muito!"

Nicole Oliveira ( EF)

Nos dia das mães sempre tem gente contando como que é a sua mãe! E me perguntam como que é a minha mãe.
As vezes começo a chorar outras eu conto como que é minha mãe!
Uma mulher que me "abandonou" praticamente, Ela se separou de meu pai, e na hora de decidir com quem os filhos dela iria ficar... Ela deixou o pai ficar com os seus filhos e nem lutou pela guarda de seus filhos. E anos se passaram e seus filhos já criados, ela quer lutar por seus filhos (já que não são mais bebes, agora é fácil "cuidar" deles). Antes dela querer a guarda, seus 3 (três) filhos iam visitar a mãe. Minha irmã foi morar com ela, meu irmão está morando com meu pai e eu também. Bom... Eu não me dou muito bem com minha mãe. Me perguntam o porque e eu os respondo, troco de mãe com você e você vai descobrir o porque eu não me dou bem com ela.

marina muller

Dueto Dia das Mães

O por que das Mães ?
Por que Deus permite que as mães vão embora ?
Mãe não tem limite, mãe não tem hora.
Por que minha mãe não tem coroa ?
Rainha verdadeira não precisa disso.
Por que Deus se lembra de leva-la um dia ?
Por que sabe que seus filhos estão em boa companhia.
Se um dia o sol parar de brilhar,
E o sol nunca mais aparecer e sinal que conseguir te esquecer
Mas se isso não acontecer e sinal que ainda amo vc

Carlos Erineu Rakowski Neto e Vinicius Moreira De Andrade

Dia das Mães?
- Mãe é mãe todos os dias!
O meu filho é a alegria de minha vida.
O meu filho será sempre minha prioridade.
-Eu sei o que ele pensa.
-Eu sei do que ele gosta.
-Eu sei o que ele teme.
-Eu sei que não pertenço aos sonhos dele.
-Eu sei que ele não pode entender o que é ser mãe.
-Eu sei que eu não posso entender as experiências da vida dele.
Todas as qualidades do meu filho são próprias dele mesmo e eu o acho perfeito!
Toda mãe tem muitos defeitos, comete muitos erros, na tentativa desrespeitosa de fazer parte, de ignorar a impotência, desejando criar um elo com o Futuro.
Errada ou não, enquanto estiver viva continuarei tentando fazer a minha proteção, mas a cada ano mais distante, mais ciente de que só fui parte no processo, apenas um instrumento físico e pretensioso: Não ultrapasso a mim mesma!
A parte da mãe é proteger o que assumiu, com todo seu amor.
A parte do filho é se fortalecer para vivenciar o seu tempo, um novo tempo, só e capaz, sem âncoras, numa progressão ampla em todos os sentidos.
Eu devo ter feito meus pais chorarem por mim, sem eu mesma nem notar ...
Eu devo ter dado alegria e orgulho aos meus pais, sem eu mesma nem me importar...
Fiz minha caminhada de filha e não consigo me lembrar “do trabalho” que devo ter dado. Estou dentro na normalidade, pois “memória de filho” é muito diferente de “memória dos pais”. A vida é o presente!
Estou fazendo, agora, aos setenta anos, minha caminhada final de mãe.
A minha meta é só não incomodar, pois perdi muito de minha capacidade de proteger, mas eu quero ser lembrada, pelo menos, como:
- ELATENTOU !

" Elatentou" – palavra nova, que bem me define.
- texto de Hebe, a que atenta

Hebe, a que atenta...

DIA DAS MÃES.
Me recuso a postar uma foto de minha mãe, me recuso a concordar que apenas hoje seja o dia que devo fazer isso por ela, me recuso a ser capacho de um sistema que me dita o que fazer, me recuso a engolir o que me empurram garganta abaixo, minhão Mãe não tem um dia, ela tem uma vida, tem uma historia, tem uma saga e não sera com presentes embrulhados em papel brilhante e amarrados em fitinhas coloridas que eu irei demostrar a ela o que sinto, prefiro mostrar a ela que a vida que ela me propiciou é usada com dignidade, assim como foi a dela. exemplo do que foi a sua.

Janicelio

"Domingo é dia das mães, não espere o domingo para amar sua mãe ou presenteá-la, ame-a todos os dias, com todas as forças do seu coração. Faça mimos, demonstre seu amor, abrace, beije, ame, ame e ame de novo e de novo!!!
Um dia, segundo a lei da vida, Deus irá chamá-la para morar com ele e ai você não terá mais a sua mãe para abraçar, beijar, amar, levar broncas. Então, esteja livre de remorsos e dAquela frase ' EU PODERIA TER FEITO MAIS,", faça hoje, ame hoje e quando ela se for, terá apenas a certeza de que a amou enquanto existiu e que um ser tão iluminado, um anjo de Deus deixa apenas a saudade de uma linda história de amor. Assim é vida, quando segue seu curso normal...

Helenice Augusta da Cunha

Feliz dia das mães!
Valorize sua mãe, ame ela, abrace, beije ela, e diga sempre o quanto você a ama, pois mãe é única, seu amor é verdadeiro, e por onde você for ela vai sempre pensar em você, por mais que você cresça ela quer sempre te proteger, pois você será sempre o pequeno (a) dela!
Amor de mãe temos que saber dar valor pois ela passa por muitas dificuldades para te ver crescer e então te ver Feliz!
Então simplesmente digo: Te Amo Mãe!

Tarcísio Custódio

Três Lindos Casos de Chico Xavier

TENHA PACIÊNCIA, MEU FILHO

Quando Dona Maria João do Deus desencarnou, em 29 de setembro do 1915, Chico Xavier, um de seus nove filhos, foi entregue aos cuidados de Dona Rita do Cássia, velha amiga e madrinha da criança.

Dona Rita, porém, era obsidiada e, por qualquer bagatela, se destemperava, irritadiça.

Assim é que o Chico passou a suportar, por dia, várias surras de vara de marmeleiro, recebendo, ainda, a penetração de pontas de garfos no ventre, porque a neurastênica e perversa senhora inventara êsse estranho processo do torturar.

O garôto chorava muito, permanecendo, horas e horas, com os garfos dependurados na carne sanguinolenta e corria para o quintal, a fim de desabafar-se, porque a madrinha repetia, nervosa:

- Êste menino tem a diabo no corpo.

Um dia, lembrou-se a criança de que sua Mãezinha orava sempre, todos os dias, ensinando-o a elevar o pensamento a Jesus e sentiu falta da prece que não encontrava em seu nôvo lar.

Ajoelhou-se sob velhas bananeiras e pronunciou as palavras do Pai Nosso que aprendera dos lábios maternais.

Quando terminou, oh! maravilha!

Sua progenitora, Dona Maria João de Deus, estava perfeitamente viva ao seu lado.

Chico, que ainda não lidara con as negações e dúvidas dos homens, nem por um instante pensou que a Mãezinha tivesse partido para as sombras da morte.

Abraçou-a, feliz; e gritou:

- Mamãe, não me deixe aqui... Carregue-me com a senhora...

- Não posso, - disse a entidade, triste.

- Estou apanhando muito, mamãe!

Dona Maria acariciou-o e explicou:

- Tenha paciência, meu filho. Você precisa crescer mais forte para o trabalho. E quem não sofre não aprende a lutar.

- Mas, - tornou a criança - minha madrinha diz que eu estou com o diabo no corpo...

- Que tem isso? Não se incomode. Tudo passa e se você não mais reclamar, se você tiver paciência, Jesus ajudará para que estejamos sempre juntos.

Em seguida, desapareceu.

O pequeno, aflito, chamou-a em vão.

Desde desse dia, no entanto, passou a receber o contacto de varas e garfos sem revolta e sem lágrimas.

- Chico é tão cínico - dizia Dona Rita, exasperada, que não chora, nem mesmo a pescoção.

Porque a criança explicasse ter a alegria de ver sua mãe, sempre que recebia as surras, sem chorar, o pessoal doméstico passou a dizer que ele era um "menino aluado".

E, diariamente, à tarde, com os vergões na pele e com o sangue a correr-lhe em pequeninos filêtes do ventre o pequeno seguia, de olhos enxutos e brilhantes, para o quintal!, a fim de reencontrar a mãezinha querida, sob as velha árvores, vendo-a e ouvindo-a, depois da oração.

Assim começou a luta espiritual do médium extraordinário que conhecemos.

O VALOR DA ORAÇÃO

A madrinha do Chico, por vêzes, passava tempos entregue a obsessão.

Assim é que, nessas fases, e exasperação dela era mais forte.

Em algumas ocasiões, por isso, condenava o menino a vários dias de fome.

Certa feita, já fazia três dias que a criança permanecia em completo jejum.

À tarde, na hora da prece, encontrou a mãezinha desencarnada que lhe perguntou o motivo da tristeza com a qual se apresentava.

- Então, a senhora não sabe, - explicou o Chico - tenho passado muita fome...

- Ora, você está reclamando muito, meu filho! - disse Dona Maria João de Deus - menino guloso tem sempre indigestão.

- Mas hoje bem que eu queria comer alguma coisa...

A mãezinha abraçou-o e recomendou:

- Continue no oração e espere um pouco.

O menino ficou repetindo as palavras do Pai Nosso e daí a instantes um grande cão da rua penetrou o quintal.

Aproximou-se dêle e deixou cair da bocarra um objeto escuro.

Era um jatobá saboroso...

Chico recolheu, alegre, o pesado fruto, ao mesmo tempo que reviu a mãezinha no seu lado, acrescentando.

- Misture o jatobá com água e você terá um bom alimento.

E, despedindo-se da criança, acentuou:

- Como você observa, meu fiiho, quando oramos com fé viva até um cão pode nos ajudar, em nome do Jesus.

O ANJO BOM

Dois anos do surras incessantes.

Dois anos vivera o Chico junto da madrinha.

Numa tarde muito fria, quando entrou em colóquio com Dona Maria João de Deus, Chico implorou:

- Mamãe, se a senhora vem nos ver, porque não me retira daqui?

o Espírito carinhoso afagou-o e perguntou:

Por que está você tão aflito? Tudo, no mundo, obedece a vontade de Deus...

- Mas a senhora sabe que nos faz muita falta...

A Mãezinha consolou-o e explicou:

- Não perca a paciência. Pedi a Jesus para enviar um anjo bom que tome conta de vocês todos.

E sempre que revia a progenitora, o menino indagava:

- Mamãe, quando é que a anjo chegará?

- Espere, meu filho! - era a resposta de sempre.

Decorridos dois meses, a Sr. João Cândido Xavier resolveu casar-se em segundas núpcias.

E Dona Cidália Batista, a segunda espôsa, reclamou os filhos de Dona Maria João de Deus, que se achavam espalhados em casas diversas.

Foi assim que a nobre senhora mandou buscar também o Chico.

Quando a criança voltou ao antigo lar contemplou a madrasta que lhe estendia as mãos...

Dona Cidália abraçou-o e beijou-o com ternura a perguntou:

- Meu Deus, onde estava êste menino com a barriga deste jeito?

Chico, encorajado com a carinho dela, abraçou-a também, como o pássaro que sentia saudades do ninho perdido.

A madrasta bondosa fitou-o bem nos olhos e indagou:

- Você sabe quem sou, meu filho?

- Sei sim. A senhora é o anjo bom de que minha mãe já falou...

E, desde então, entre as dois, brilhou a amor puro com que o Chico seguiu a segunda mãe, até a morte.

Chico Xavier

Ser mãe

Ser mãe dói.

Dói quando o filho nasce e ela se pergunta como vai saber educar. Dói quando, tendo o futuro todo pela frente, ela se sente perdida, como se o mundo não tivesse continuação. Dói quando filho chora de noite e ela não sabe bem como acalmá-lo. Ela aprende, então, a interpretar cada choro pra entender seu bebê.

Ser mãe dói quando filho fica doente e ela quer trocar de lugar com ele e não pode. Dói quando ela não sabe o que fazer.

Ser mãe dói quando filho não quer começar a escola e ela precisa fazer um esforço sobrenatural para não chorar e deixá-lo começar a vida de gente grande. Ela chora escondido depois. Mas dói também, quando, deixando o filho na escola, ele dá um sorriso e diz adeus. Dói sentir que ele desprega-se, solta-se, torna-se independente. Como dói!!!

Ser mãe dói quando filho tem problemas na escola e ela precisa ouvir com naturalidade as queixas. Dói a adolescência, as questões existenciais.

Deve doer demais ver um filho indo para a guerra. Deve doer imensamente ver filho seguindo caminhos diferentes dos que julgamos corretos. Mãe que vê filho sofrendo, sofre dobrado.

Ser mãe é uma missão que dói a vida inteira.

Ser mãe é ter a dádiva do dar. Ela planta e sabe que não é pra ela.

Jesus também teve mãe. E deve ter doído nela mais que em qualquer outra mulher do mundo.

Uma mãe é uma ponte entre os céus e a terra. É o ser escolhido por Deus, certamente o mais bendito de toda a criação, para que a terra se encha e se multiplique.

Ser mãe dói sim. Mas engrandece também. A medida da dor é também a medida da alegria de ver filho feliz.

A maternidade é a corôa de toda mulher. De espinhos... mas de flores também!

Benditas sejam todas as mães do mundo!!!

Letícia Thompson

Era aquela garota que há pouco corria pros braços da mãe com o cotovelo esfolado e
lágrimas nos olhos. Agora ela corria com o boletim nas mãs, sorrindo por uma nota
seis qualquer, sentindo-se totalmente despreparada para a vida. Queria juntar vestibular,
título de eleitor, trabalho, responsabilidade, tudo no mesmo bolo de porcarias e jogar na
primeira lixeira que encontrasse. Não era tão simples como um arranhão, mas ainda era
a mesma menina.

Verônica H.

Antes de ser mãe, eu fazia e comia
os alimentos ainda quentes.
Eu não tinha roupas manchadas,
tinha calmas conversas ao telefone.

Antes de ser mãe, eu dormia o quanto eu queria,
Nunca me preocupava com a hora de ir para a cama.
Eu não me esquecia de escovar os cabelos e os dentes

Antes de ser mãe,
eu limpava minha casa todo dia.
Eu não tropeçava em brinquedos e
nem pensava em canções de ninar.

Antes de ser mãe, eu não me preocupava:
Se minhas plantas eram venenosas ou não.
Imunizações e vacinas então,
eram coisas em que eu não pensava.

Antes de ser mãe,
ninguém vomitou e nem fez xixi em mim,
Nem me beliscou sem nenhum cuidado,
com dedinhos de unhas finas.

Antes de ser mãe,
eu tinha controle sobre a minha mente,
Meus pensamentos, meu corpo e meus sentimentos,
e dormia a noite toda.

Antes de ser mãe, eu nunca tive que
segurar uma criança chorando,
para que médicos pudessem fazer testes
ou aplicar injeções.
Eu nunca chorei olhando pequeninos
olhos que choravam.
Nunca fiquei gloriosamente feliz
com uma simples risadinha.
Nem fiquei sentada horas e horas
olhando um bebê dormindo.

Antes de ser mãe, eu nunca segurei uma criança,
só por não querer afastar meu corpo do dela.
Eu nunca senti meu coração se despedaçar,
quando não pude estancar uma dor.
Nunca imaginei que uma coisinha tão pequenina,
pudesse mudar tanto a minha vida e
que pudesse amar alguém tanto assim.
E não sabia que eu adoraria ser mãe.

Antes de ser mãe, eu não conhecia a sensação,
de ter meu coração fora do meu próprio corpo.
Não conhecia a felicidade de
alimentar um bebê faminto.
Não conhecia esse laço que existe
entre a mãe e a sua criança.
E não imaginava que algo tão pequenino,
pudesse fazer-me sentir tão importante.

Antes de ser mãe, eu nunca me levantei
à noite toda, cada 10 minutos, para me
certificar de que tudo estava bem.
Nunca pude imaginar o calor, a alegria, o amor,
a dor e a satisfação de ser uma mãe.
Eu não sabia que era capaz de ter
sentimentos tão fortes.

Por tudo e, apesar de tudo, obrigada Deus,
Por eu ser agora um alguém tão frágil
e tão forte ao mesmo tempo.

Obrigada meu Deus, por permitir-me ser Mãe!

Silvia Schmidt

Mãe

Mãe...São três letras apenas
As desse nome bendito;
Também o céu tem três letras
E nelas cabe o infinito.

Para louvar nossa mãe,
Todo o bem que se disser
Nunca há de ser tão grande
Como o bem que ela nos quer.

Palavra tão pequenina,
Bem sabem os lábios meus
Que és do tamenho do céu
E apenas menor que Deus!

Olavio Roberto

[Mães x Filhos]

Hoje o dia amanheceu extremamente feliz, afinal, hoje é o dia dedicado a todas as mães, essas que deixam por onde passam aquele cheiro de carinho no ar. Sua forma? Uma rosa! Sua cor: o amor!

Esse domingo é especial, é um dia cheio de afeto, abraços, beijos e lágrimas de felicidade e de saudade. Saudades que acompanham aqueles que não tem mais este anjo protetor aqui na terra. Isso gera um sentimento de tristeza por não poder presentear, ou simplesmente abraçar aquela que nos trouxe a terra por meio do seu ventre.

Olha, não fica triste, ela vive em teu coração para todo o sempre!.

Lembre-se que ela sempre torceu por sua felicidade!. Seja feliz!!!

Mércio Franklin

O DIA DAS MÃES.

Para completar o homem.
Deus a fez mulher.
Mas para participar no milagre da vida
Deus a fez mãe.

Para liderar uma casa, Deus a fez mulher
Mas para edificar um lar, Deus a fez mãe
Para estudar, trabalhar e competir
Deus a fez mulher, mas para guiar a criança insegura
Deus a fez mãe.
Para os desafios da sociedade
Deus a fez mulher, mas para o amor, a ternura e o carinho
Deus a fez mãe.Para fazer qualquer trabalho
Deus a fez mulher,mas para embalar um berço e construir um caráter Deus a fez mãe.

Para ser princesa Deus a fez mulher.
Para ser rainha Deus a fez mãe.
Você é o mais lindo presente de Deus para mim.
Eu quero ser uma dádiva de Deus para você
Mamãe.

ivan dionizio da cruz;prof de filosofia e mestre em sociologia.

Dia das mães

Vou agora tentar narrar o que com muito esforço minha cabeça conseguiu criar, afim de demostrar meu carinho por quem nunca irá me deixar.

Deus quando a mulher criou colocou em seu peito o mais lindo e infinito amor.

Ela já cresce com uma vontade específica, ter um filho, gerar uma nova vida.

Quando a criança nasce, seus sentimentos ficam mais intensos em seu coração e com a criança cria-se um vínculo, que nada poderá apagar nem mesmo o tempo.

Ela não consegue ver seu filho chorar, se desespera e logo corre para o acalmar.

Seja no simples modo de alimentar ou quando o filho venha a se machucar ela sempre ela sempre consegue seu amor demostrar.

A criança vai crescendo e como passarinho quer voar, não percebe que tem alguém do seu lado que sempre dele cuidou, deu carinho, deu sua juventude, deu seu amor.

Agora aquele bebê lindo que precisava da mãe pra tudo um jovem se tornou, e como o passarinho o mundo quer descobrir, não ouve sua mãe e voa sem ao menos se despedir.

A mãe fica com esperança de que o filho um dia irá reconhecer, que precisa retribuir todo o amor e não a fazer sofrer.

Começa a aprender achando que é adulto, tornar-se um ingnorante do saber.
A mãe tenta até avisar, filho não vá por esse caminho, pois sou experiente já sei onde ele vai dar.

Lá na frente ele começa a enxergar o quanto sua mãe estava certa e o quanto ele foi um tolo e dela não quer mais se separar.

Porém sua mãe agora está envelhecendo, e isso ele não tinha pensado, achava que teria sempre ela ali do seu lado.

O tempo que no mundo ele pessou, poderia estar com sua mãe e lhe dar o amor, agora o arrependimento bate na peito, pois se esqueceu da sua heroina que o amava tanto e tinha por ele tanto respeito.

A mãe realiza seu sonho que a tanto tempo ela estar a sonhar que o filho um dia iria um abraço apertado e sincero lhe dar.

Crianças, jovens tenho um recado para lhes entregar não fique achando que ela é obrigada a te suportar, pois vc só quer venha a mim e não pensa em retribuir todo o tempo que ela se dedicou somente pra ti.

Escute, sua mãe precisa se sentir amada, precisa de uma pequena e simples palavra. então todo dia lembre-se de pronunciar, mãe eu te amo e sempre irei te amar.

Pra ela isso vale mais doque um presente, pois bens materiais não substituem o prazer de um coração contente.

E tem mais, estude busque uma profissão, para um dia poder dela cuidar e demostrar sua retribuição.

Esse é o processo da vida, muitos perdem o maior tesouro que alguém poderia ter, por falta de reconhecimento e de agradecer. e por incrível que pareça muitos morrem sem isso reconhecer.

Por isso quero sempre estar do seu lado, retribuir o amor que vc me deu no passado e que até hoje continua a demostrar, não tenho dúvidas Deus te fez com o objetivo de amar.

Feliz dias das mães.

gabriel brandão

FELIZ DIA DAS MÃES
O que dizer da pessoa tão sublime quanto o amor ? Aliás... É ela quem nos ensina a amar e isso, já no primeiro dia do resultado do exame; Beta HCG Positivo.
Enquanto o Pai segue eufórico, a mãe engrandece o amor que já era grande, desproporcional a qualquer medida por maior que seja... Mãe, o mãe onde estás ? Podemos até esquecê-las por alguns instantes todavia, por instante algum ela deixa de nos esquecer. Mãe, ó mãe onde estive que não mais me lembro e com certeza podes me dizer pois sabes mais de mim, do que eu mesmo possa um dia vir a saber ?

Julio Ramos da Cruz Neto

TODA MULHER

Toda mulher deve ser amada
No dia-a-dia conquistada
No ser mãe endeusada
Na cama desejada
Na boca beijada
Na alegria multiplicada
No lar compartilhada
No seu dia festejada
Na tristeza consolada
Na queda levantada
Na luta encorajada
No trabalho motivada
No aniversário presenteada
Na alma massageada
Na beleza admirada
Na dificuldade ajudada
No cangote bem cheirada
Na vida abençoada
No mundo inteiro respeitada
E sempre que possível... abraçada.

Bruno Bezerra

AMOR E QUE AMOR QUE NÃO ACABA
Amor romântico, Amor de pai, Amor de mãe, Amor de filhos, amor de irmãos, Amor de parentes, amor de amigos, Amor pelo próximo, Amor do Amor, Amor, Amor, enfim Amor!
Quantas vezes ouvimos e também já dissemos: Eu te Amo!
Nas paixões, num momento de satisfação, de alegria, de conforto, de bem estar, de consolo, de romantismo, de querer amar.
Emoção ou Amor, pois do Amor á emoção faz parte, mas na emoção nem sempre temos o Amor.
Amor e que Amor que não acaba!
Reflita se você ama mesmo:
Amor não pede;
Amor dá.
Amor não sacrifica;
Amor alivia;
Amor não exige condições para se ter Amor:
Amor atenua por Amor;
Amor não pede o sofrimento e a angustia em troca do amor;
Amor trás conforto e solução;
Amor não ofende;
Amor é feito e vivido de palavras doces;
Amor não exige abandono das coisas que gosta, e que ama para ter Amor;
Amor não é egoísta; Amor se preocupa com o Amor do Amor;
Amor não impõe sofrimento;
Amor é felicidade sempre;
Amor não rejeita de forma nenhuma carinho do Amor;
Amor se acalenta com um simples gesto de Amor:
Amor não trai;
Amor é fiel em todos os sentidos;
Amor não desmerece o Amor;
Amor enobrece e alavanca o Amor;
Amor não pede abandono:
Amor batalha junto para atenuar a alma do Amor;
Amor não amargura o dia e a vida:
Amor dá cor e dá brilho ao dia e a vida, todos os dias e para toda vida;
Amor nunca pede a distancia;
Amor quer viver, ficar, andar e respirar junto;
Amor não prejudica a honra, o trabalho e a responsabilidade;
Amor apóia. Aconselha de forma branda, incentiva o trabalho e o compromisso;
Amor não tira a força;
Amor é a fonte de criação e potencia;
Amor não trás transtorno num dia feliz;
Amor dá felicidade, cultiva o sorriso, cultiva a alegria de Amar;
Amor não rejeita e deixa sem jeito o Amor que esta sendo dado, a procura;
Amor atende, e com carinho permite que o Amor encontre;
Amor não tem gestos de agressividade contra o Amor;
Amor acaricia o Amor;
Amor não repudia de forma grosseira;
Amor acalenta e faz descansar;
Amor não exige guerras e combates do Amor;
Amor apóia, aconselha a harmonia das coisas;
Amor não afasta;
Amor atrai;
Amor não cansa;
Amor descansa;
Amor não pesa;
Amor é leve;
Amor não deseja ficar só;
Amor quer estar sempre com o amor;
Amor não desconfia e não tem aparas para o Amor;
Amor é livre, leve e direto;
Amor não trás desaforo e rancor;
Amor só dá felicidade e carinho constantes;
Amor e que amor que não acaba;
Amor forte, amor brilho, amor luz , amor tenaz
Amor BEM E PAZ......................
A falta de entender o que é o Amor verdadeiro leva a morte do Amor.
Como é triste a morte do amor!
Pois quando morre o Amor, morreu o calor, morreu o olhar, morreu musica e canção, morreu o coração;
Quando morre o amor;
Morreu a felicidade, a harmonia da vida, a beleza real do mar, das montanhas, do céu, do infinito, morreu o brilho e a luz;
Morreu o Amor
Morreu na sua alma ........Jesus.
E como viver com uma alma sem amor?
É como num paradoxo inimaginável: Morrer vivendo.
Alma sem o verdadeiro Amor é o sentimento do vazio.
Muita gente passa a passará pela vida sem nunca ter recebido o verdadeiro Amor:
Outros passarão imaginando ter dado ou recebido o Amor:
Outros, se quer vão saber que nunca o conheceram.
Pois quem não o conhece, quem o interpreta de forma equivocada, quem o imagina e não vive, se quer pode reconhecer quando ele esta presente, latente, vivo porque dá vida.
A arte de viver vivendo.
O amor que não acaba NUNCA. Amor que vive para SEMPRE.
E o NUNCA igualzinho ao SEMPRE é um tempo longo demais.
É equivalente ao tudo e ao nada. Vai daqui ao sem fim. Ultrapassa o tempo e o espaço.
Ultrapassa a existência e a materialidade.
É a conjunção do coração, alma, espírito, essência, enfim a comunhão da espiritualidade.
Amor e que Amor que não acaba!
Amor á força, o segredo, o mistério, o caminho da vida e do Universo,
Amor e que Amor que não acaba!
Amor de todos os sentidos;
Amor e todo tipo de amor de todos os dias meus;
Amor sem fim;
Amor de Deus;
Ou...............
Simplesmente
AMOR.

Cláudio Rizzo

MINHA MÃE ESTRELA VIVA,

Numa noite fria e chuvosa,
Somente uma estrela brilhava,
Eras tu minha mãe iluminada,
Guardada por anjos de luz,
No céu tu brilhavas.
Enquanto teu corpo frio,
Num leito nos aguardavam,
Tu estavas nos braços de Deus
Que com amor te agasalhava.
Um vazio em mim ficava,
Mas sei que tua missão aqui findara.
Descansará teu corpo cansado,
Seu espírito será elevado, abençoado.
Carregaste tua cruz com elegância,
Guerreira e sábia como poucas,
De uma força inexplicável,
Mulher e mãe por excelência.
Desculpe mãe pelo egoísmo,
Mas queria ter você pra sempre comigo.
Obrigado minha mãe, descanse em paz,
Agradeço a Deus por ter sido teu filho.

Luiz Carlos Rodrigues dos Santos

Você já amou? Não estou me referindo a pai, mãe, filho, irmão...Já amou?
Se respondeu que sim, nunca amou, pois amor nem deveria ser conjugado no passado, é a palavra mais próxima do eterno.
É incrível como atualmente o sentimento maior está tão banalizado. No primeiro mês de namoro, “eu te amo”, no segundo, “te amo para sempre”, no quinto mês, o lindo romance chega ao fim. Estas pessoas que se dizem amar tanto, por que não falam “eu te amo sinceramente”? Simplesmente porque não amam.
Eu admito, nunca amei. Não por incapacidade, pelo contrário, por capacidade de classificar meus sentimentos e acreditar na verdadeira força do amor. Não pense que nunca disse a tal frase, mas a bendita é teimosa, involuntariamente é expelida pela boca nos momentos de euforia e paixão, e nada seria da paixão sem o “eu te amo”, perderia sua impulsividade e encanto.
Como julgo saber tanto se nunca o senti? Pois desejá-lo é filosofar diariamente sobre seu poder, e concluir que tal é o que há de mais completo e bonito. Intenso, sem deixar de ser constante, e nunca cego, a paixão é cega, o amor nos permite ver as qualidades e defeitos, aceitar e gostar de conviver com ambos. É uma luz que emana da alma.
Repito, se passou, não é amor. Não tenha pressa e não se esqueça de querer amar, mas jamais menospreze o real sentido de TUDO que o amor representa.
E quando realmente encontrar o dono do seu “eu te amo”, primeiro diga “eu te amo sinceramente, e ai sim estará pronto para dizer: “eu sempre te amarEI”.

Nay