Textos de William Shakespeare

Cerca de 123 textos de William Shakespeare

Bastantes vezes a aparência externa carece de valor. Sempre enganado tem sido o mundo pelos ornamentos. Em direito, que causa tão corrupta e estragada, não fica apresentável por uma voz graciosa, que a aparência malévola disfarça? Que heresia poderá haver em religião, se alguma fronte austera a defende, e justifica com a citação de um texto, mascarando com bonito fraseado a enormidade? Não há vicio, por crasso, que não possa revelar aparência de virtude. Quantos poltrões não vemos, cujo peito resiste tanto como areia ao vento, que no queixo nos mostram barba de Hércules ou do sombrio Marte, e que por dentro fígados como leite só possuem? Os bigodes só usam da coragem, para que possam parecer temíveis. Mas se a beleza olhásseis, acharíeis que é só comprada a peso, e que milagre realiza da natura, ocasionando mais leveza onde mais presente esteja. isso se dá com esses cabelos louros de cachos enrolados como serpes, que saltitam ao vento, libertinos. cobrindo uma beleza só de empréstimo; conhecidos são todos como dádiva de uma cabeça estranha: já no túmulo se encontra o crânio sobre que nasceram. Praia traiçoeira é o ornato, por tudo isso, de um mar mui perigoso, linda charpa que esconde o rosto de uma bela indiana; em resumo: aparência da verdade, de que se vale o tempo experto, para colher até os mais sábios. Assim sendo, brilhante ouro, de Midas duro cibo, nada quero de ti, como não quero também de ti, intermediário pálido e vulgar entre os homens. Minha escolha recai em ti, em ti, modesto chumbo, que mais ameaças do que prêmio inculcas. Tua lhaneza é a máxima eloqüência. Seja pois alegria a conseqüência

William Shakespeare

Hamlet
Autor: Willian Shakespeare

Hamlet é uma das peças de teatro mais famosas de Shakespeare. Foi escrita entre 1600 e 1602 e impressa pela primeira vez em 1603.

Para Hamlet a existência tornara-se insuportável desde que o espectro do seu pai recentemente morto apareceu-lhe numa noite assombrada no alto da torre do castelo. O fantasma, tétrico, reclamava desforra. Contou ao filho que um crime ignominioso o vitimara. Seu próprio irmão, o rei Cláudio, o matara. Atordoou-se o príncipe. Seu lar abrigava a traição e a maldade! A serpente acoitara-se na sua própria família. O mundo era injusto. O assassino, seu tio, não só usurpara o trono como arrastara sua mãe, a rainha Gertrudes, para um casamento feito às pressas, onde, suprema ignomia, serviram-se ;-os manjares; que, um pouco antes, ainda mal esfriados, tinham sido oferecidos -;na refeição fúnebre. Algo deveria ser feito. Faltava porém a Hamlet o talento para a ação. O máximo que conseguiu de imediato, além de aferrar-se ao luto e ao mau humor, foi entregar-se especulativamente à vingança.

A Mais bem sucedida da História

Hamlet é certamente a mais bem-sucedida história de vingança levada aos palcos. Ela, desde o início, coloca o público ao lado do jovem príncipe porque o ato da vingança, que Francis Bacon definiu como uma - forma selvagem de fazer justiça, sempre seduziu o a todos. Hamlet sente-se pois um reparador de uma injustiça, um homem com uma missão. A ela irá dedicar todos os momentos da sua vida, mesmo que tenha que sacrificar seu amor por Ofélia e ainda ter que tirar a vida de outras pessoas. Talvez seja essa obsessão, essa monomania que toma conta dele desde as primeiras cenas do primeiro ato, que eletrize os espectadores e faça com que eles literalmente bebam todas as palavras do príncipe vingador -; Hamlet é o personagem que mais fala na obra de Shakespeare, recita 1.507 linhas.

William Shakespeare

Se ele é tolo ao amar o olhar dela,
Ao amá-lo, eu caí numa esparrela.
Às coisas vis, que não têm qualidade,
O amor empresta forma e dignidade:
Porque não vê com os olhos nem com a mente,
Cupido é alado e cego, à nossa frente.
Amor não tem nem gosto nem razão,
Asas sem olhos dão sofreguidão.
Se cupido é criança, a causa é certa...

William Shakespeare

Ser ou não ser... Eis a questão.
Que é mais nobre para a alma: suportar os dardos e arremessos do fado sempre adverso, ou armar-se contra um mar de desventuras e dar-lhes fim tentando resistir-lhes?
Morrer... dormir... mais nada...
Imaginar que um sono põe remate aos sofrimentos do coração e aos golpes infinitos que constituem a natural herança da carne, é solução para almejar-se.
Morrer.., dormir

William Shakespeare.

William Shakespeare

Com o tempo você aprende...

Aprende que só porque alguém não o ama do jeito que você quer que ame, não significa que esse alguém não o ama com tudo o que pode, pois existem pessoas que nos amam, mas simplesmente não sabem como demonstrar ou viver isso.

Aprende a aceitar suas derrotas com a cabeça erguida e olhos adiante, com a graça de um adulto – e não com a tristeza de uma criança.

Aprende que o que importa não é o Quê você tem na vida, mas sim Quem você tem na vida. E aceita que não importa o quão boa seja uma pessoa, ela vai ferí-lo de vez em quando, e você precisa perdoá-la por isso.

Aprende que com a mesma severidade que julgas, você será em algum momento condenado.

Aprende que não importa em quantos pedaços o seu coração foi partido, pois o mundo não pára pra que esperar que você o conserte.

E você aprende que realmente é forte e que pode ir muito mais longe – mesmo após ter pensado não ser capaz.

Aprende que a vida realmente tem valor, e que você tem valor diante da vida.

William Shakespeare

"LEMBRAR É FÁCIL PARA QUEM TEM MEMÓRIA.
ESQUECER... É DIFÍCIL PARA QUEM TEM CORAÇÃO."

AS PESSOAS QUE MAIS AMAMOS SÃO AS QUE MAIS NOS DECEPCIONAM,
POIS ACHAMOS QUE SÃO PERFEITAS E ESQUECEMOS QUE SÃO HUMANAS.

APRENDEMOS A AMAR NÃO QUANDO ENCONTRAMOS A PESSOA PERFEITA,
MAS SIM QUANDO ACREDITAMOS NA PERFEIÇÃO DE UMA PESSOA IMPERFEITA.

APRENDI QUE NÃO POSSO EXIGIR O AMOR DE NINGUÉM...
POSSO APENAS DAR BOAS RAZÕES PARA QUE GOSTEM DE MIM...
E TER PACIÊNCIA PARA QUE A VIDA FAÇA O RESTO...

"AS PALAVRAS ESTÃO CHEIAS DE FALSIDADE OU DE ARTE;
O OLHAR É A LINGUAGEM DO CORAÇÃO."

William Shakespeare

"Ah! querida esposa, por que ainda és tão formosa? Pensar devo que a morte insubstancial se apaixonasse de ti e que esse monstro magro e horrível para amante nas trevas te conserve? Com medo disso, ficarei contigo, sem nunca mais deixar os aposentos da tenebrosa noite; aqui desejo permanecer, com os vermes, teus serventes. Aqui, sim, aqui mesmo fixar quero meu eterno repouso, e desta carne lassa do mundo sacudir o jugo das estrelas funestas. Olhos, vede mais uma vez; é a última. Um abraço permiti-vos também, ó braços! Lábios, que sois a porta do hálito, com um beijo legítimo selai este contrato sempiterno com a morte exorbitante. Vem, condutor amargo! Vem, meu guia de gosto repugnante! Ó tu, piloto desesperado! lança de um só golpe contra a rocha escarpada teu barquinho tão cansado da viagem trabalhosa. Eis para meu amor. Ó boticário veraz e honesto! tua droga é rápida. Deste modo, com um beijo, deixo a vida.”

William Shakespeare

-Romeu..Ah Romeu...Por que és tu Romeu? Renega teu pai e recusa teu nome,mas se não for possível,jura que me ama e não serei mais um Capuleto.Só o teu nome é meu inimigo.Tu és o que és e não um Montague.O que é um Montague? Nem mão,nem pé,nem braço,nem face,nenhuma parte pertencente a um homem..Oh tenha outro nome..o que é um nome? A flor que se chama rosa se lhe dermos outro nome deixa de ter perfume? Por favor Romeu,seja meu Romeu e guarda para ti o teu nome que o título vale mais...Ah Romeu renuncia o teu nome e em vez dele que não faz parte de ti fica comigo[...]

William Shakespeare

A vida é uma peça de teatro que não nos permite ensaios, por isso, cante, dance, ria, viva intensamente, antes que a cortina se feche e a peça termine sem aplausos. Não perca tempo, a vida passa num piscar de olhos. Aproveite cada segundo que passa, pois o tempo infelizmente não volta. Arrase ao máximo. Divirta-se ao extremo. Viva! E faça cada momento valer a pena.

Shakespeare

Você diz que é humilde, mas se exibe quando compra uma roupa de maior valor. Você diz que não liga pra beleza, mas passa maquiagem para se sentir bem. Você odeia gente melosa, mas não cansa de dizer que ama alguém. Você adora o calor das praias, mas liga o ventilador pra não soar. Você se sente um lixo quando começa a chorar, mas se chateia com qualquer coisinha. Você se acha melhor que todas as pessoas, mas sempre comete o mesmo erro.

Shakespeare

Sempre me sinto feliz, sabes por quê? Porque não espero nada de ninguém. Esperar sempre dói. Os problemas não são eternos, sempre tem solução. O único que não se resolve é a morte. A vida é curta, por isso ame-a! Viva intensamente e recorde: Antes de falar... escute! Antes de escrever... pense! Antes de criticar... examine! Antes de ferir... sinta! Antes de orar... perdoe! Antes de gastar... ganhe! Antes de render... tente de novo! Antes de morrer... viva!

William Shakespeare

Depois de algum tempo apendemos a diferença entre dar a mao e acorrentar uma alma.Aprendemos que amar nao significa apoiar-nos e que companhia não significa segurança. Começamos a aceitar as derrotas de cabeça erguida e olhos adiante com a graça de um adulto e nao com a tristeza de uma criança, Aprendemos a contruir todas as nossas estradashoje, porque o terrreno de amanha é incerto de mais para planos e o futuro tem o costume de cair em vão. Aceitamos que nao importa o quanto boa seja uma pessoa, ela vai ferir-nos de vez em quando, e nós precisamos de perdoar-lhe por isso. Apredemos que falar pode aliviar dores emocionais. Com o passar do tempo descobrimos que se levam anos para se construir confiança e apenas alaguns segundos para a destruir, e que se pode fazer coisas num instante das quais nos arrependeramos pelo resto da vida. Aprendemos que nao temos de mudar de amigos se compreendermos que os amigos mudam, percebemos que o nosso amigo pode fazer qualquer coisa ou nada e termos bons momentos juntos. Descobrimos que as pessoas com quem mais nos importamos na vida são levadas para longe de ti muito depressa, por isso, devemos sempre deixar as pessoas que amamos com palavras amorosas, pois pode ser a ultima vez que as vemos.Começamos a aprender que não nos devemos comparar com os outros , mas com o melhor que podemos ser. Aprendemos que, ou controlamos os nossos actos ou eles nos controlarão e que ser flexivel não segnifica ser fraco ou não ter personalidade. Descobrimos que, algumas vezes, a pessoa que esperas que te chute é das poucas que te ajudam a levantar. Aprendemos que quando estamos com raiva, temos o direito de estar com raiva, mas isso nao nos dá o direito de sermos crueis. Descobrimos que só porque uma pessoa nao nos ama da forma que nós queremos que ame, nao segnifica que esse alguém nao nos ame com tudo o que pode, pois existem pessoas que amam mas, simplismente, nao sabem como demostrar ou viver isso. Aprendemos que nem sempre é suficiente ser perdoado por alguem, algumas vezes temos que aprender a perdoar.nos a nós proprios. E nao importa em quantos pedaços o nosso coração foi partido, o mundo nao para para que o consertemos, e o tempo nao é algo que volte atrás. Portanto devemos ser nós a platarmos o nosso jardim e decorar a nossa alma em vez de ficar á espera que alguém nos traga Flores. E apredemos que realmente podemos suportar... que realmente somos fortes e que podemos ir muito mais longe depois de pensarmos que nao podumos mais.

William Shakespeare

Com o tempo você aprende a diferença

De dar as mãos e aprisionar uma alma...
Que amor não significa apoio e companhia não trás segurança..
Que beijos não corresponde a contratos...
Que é mais facíl aceitar as derrotas com a cabeça erguida, com a graça de um adulto e não com a trsiteza de uma criança...
Aprende que todos os caminhos devem ser construidos no hoje, o amanhã é incerto e o futuro talvez nem chegue...
Aprende que ficar exposta ao sol pode causar queimaduras e envelhecimento precoce...
E que não importa o quanto você se importa sempre irá existir aquelas que nunca vão se importar...
Aprende que mesmo aquelas pessoas que julgamos boas vão nos ferir algumas vezes e precisamos aprender a perdoa-las...
Descobre que falar ao invés de esconder as dores pode aliviar e tirar o peso da alma...
Aprende que leva anos para se construir uma confiança e segundos para destrui-las...
E que algumas atitudes podem fazer com que você se arrependa pelo resto da vida...
Descobre que verdadeiras amizades continuar a se fortalecer mesmo com a distância...
Que o importante não é o que você tem na vida e sim quem você tem na sua vida...
Descobre que as pessoas mais importantes na sua vida são arrancadas muito rapido de você e a única coisa que pode fazer é deixar essas pessoas sempre com palavras amorosas pois pode ser a última vez que a verá...
Aprende que os lugares que pisamos tem influência sobre nós, ainda assim somos responsáveis por nos mesmo e pelo que fazemos...
Aprende que não importa mais onde chegou e sim onde está indo...
Aprende que, ou você controla seus atos ou eles o controlarão, e que ser flexível não significa ser fraco ou não ter personalidade, pois não importa quão delicada e frágil seja uma situação, sempre existem dois lados e nem sempre o seu é o correto...
Aprende que heróis são pessoas que fizeram o que era necessário fazer, enfrentando as conseqüências...
Aprende que paciência requer muita prática...
Descobre que algumas vezes a pessoa que você espera que o chute quando você cai é uma das poucas que o ajudam a levantar-se...
Aprende que maturidade tem mais a ver com os tipos de experiência que se teve e o que você aprendeu com elas do que com quantos aniversários você celebrou...
Aprende que há mais dos seus pais em você do que você supunha...
Aprende que nunca se deve dizer a uma criança que sonhos são bobagens, poucas coisas são tão humilhantes e seria uma tragédia se ela acreditasse nisso...
Aprende que quando está com raiva tem o direito de estar com raiva, mas isso não te dá o direito de ser cruel...
Descobre que só porque alguém não o ama do jeito que você quer que ame, não significa que esse alguém não o ama com tudo o que pode, pois existem pessoas que nos amam, mas simplesmente não sabem como demonstrar ou viver isso...
Aprende que nem sempre é suficiente ser perdoado por alguém, algumas vezes você tem que aprender a perdoar-se a si mesmo...
Aprende que com a mesma severidade com que julga, você será em algum momento condenado...
Aprende que não importa em quantos pedaços seu coração foi partido, o mundo não pára para que você o conserte...
Aprende que o tempo não é algo que possa voltar para trás.
Portanto, plante seu jardim e decore sua alma, ao invés de esperar que alguém lhe traga flores...
E você aprende que realmente pode suportar, que realmente é forte, e que pode ir muito mais longe depois de pensar que não se pode mais, descobre que é capaz de superar os limites e transpor as pedras que se colocam no seu caminho...
Aprende que ignorar os fatos não os alteram...
Que quando decide se nivelar a alguém você só irá permitir que ela continue a te magoar...
Que é um novo amor e não o tempo que cura todas as feridas...
Que a vida pode ser dura mas podemos ser mais ainda...
Aprende que uma pessoa não é perfeita até que se apaixone por ela...
Que as oportunidades que passou por você nunca são perdidas alguém sempre irá aproveitar as que perdeu...
Aprende que o ancoradouro pode se tornar amargo mas sabe também que a felicidade pode estar em outro porto...
Que nunca poderá escolher como se senti mas pode e deve sempre decidir o que fazer a respeito...
E que realmente a vida tem valor e que você tem valor diante da vida!
Nossas dúvidas são traidoras e nos fazem perder o bem que poderíamos conquistar, se não fosse o medo de tentar...

Adaptação do texto de William Shakespeare

" ma quale luce apre l'ombra da quel balcone? ecco l'oriente. E Jiulietta, é il sole, oh, é la mia donna, é il mio amore!"



"Mas qual luz abre a sombra deste balcao? Eis o oriente é Julieta, e o sol!....Oh, e a minha mulher e o meu amor!"(Shakespeare, Romeu e Julieta, atto II, scenaII)

Shakespeare Romeu e Julieta atto II scenaII

A suspeita sempre persegue a consciência culpada; o ladrão vê em cada sombra um policial

Aquele que gosta de ser adulado é digno do adulador.
Choramos ao nascer porque chegamos a este imenso cenário de dementes.

Conservar algo que possa recordar-te seria admitir que eu pudesse esquecer-te.

É mais fácil obter o que se deseja com um sorriso do que à ponta da espada.

Em tempo de paz convém ao homem serenidade e humildade; mas quando estoura a guerra deve agir como um tigre!

Lutar pelo amor é bom, mas alcançá-lo sem luta é melhor.

Nossas dúvidas são traidoras e nos fazem perder o que, com freqüência, poderíamos ganhar, por simples medo de arriscar.

Ó beleza! Onde está tua verdade?

Os miseráveis não têm outro Remédio a não ser a esperança.

Quando fala o amor, a voz de todos os deuses deixa o céu embriagado de harmonia.

Todo mundo é capaz de dominar uma dor, exceto quem a sente.

É um péssimo cozinheiro aquele que não pode lamber os próprios dedos.

Ser grande, é abraçar uma grande causa.

O diabo pode citar as Escrituras quando isso lhe convém.

Esta consciência, que faz de todos nós covardes.

Os homens de poucas palavras são os melhores.

A cólera é um cavalo fogoso; se lhe largamos o freio, o seu ardor exagerado em breve a deixa esgotada.

O amor é como a criança: deseja tudo o que vê.
Só os mendigos conseguem contar as suas riquezas.

Quantas vezes a simples visão de meios para fazer o mal / Faz com que o mal seja feito!

O mal da grandeza é quando ela separa a consciência do poder.

As palavras são como os patifes desde o momento em que as promessas os desonraram. Elas tornaram-se de tal maneira impostoras que me repugna servir-me delas para provar que tenho razão.

Considero o mundo por aquilo que ele é, Graciano: / Um palco em que cada um deve recitar um papel, / e o meu é um papel triste.

Lamentar uma dor passada, no presente, / é criar outra dor e sofrer novamente.

A minha consciência tem milhares de vozes, / E cada voz traz-me milhares de histórias, / E de cada história sou o vilão condenado.

Chorar sobre as desgraças passadas é a maneira mais segura de atrair outras.

Todas as graças da mente e do coração se escapam quando o propósito não é firme.

Pelas roupas rasgadas mostram-se os vícios menores: / as vestes de cerimónia e as peles escondem todos eles.

O rosto enganador deve ocultar o que o falso coração sabe.

As ideias das pessoas são pedaços da sua felicidade.

O que não dá prazer não dá proveito. Em resumo, senhor, estude apenas o que lhe agradar.

Fragilidade, o teu nome é mulher!

Sábio é o pai que conhece o seu próprio filho.

O mal que os homens praticam sobrevive a eles; o bem quase sempre é sepultado com eles.

A vida é uma simples sombra que passa (...); é uma história contada por um idiota, cheia de ruído e de furor e que nada significa.

Um fogo devora um outro fogo. Uma dor de angústia cura-se com outra.

O pensamento é escravo da vida, e a vida é o bobo do tempo.

Para o trabalho que gostamos levantamo-nos cedo e fazemo-lo com alegria.

Pois a coragem cresce com a ocasião.

Se fazer fosse tão fácil quanto saber o que seria bom fazer, as capelas seriam igrejas, e as choupanas dos pobres, palácios de príncipes.

Não acredites nem nos que pedem emprestado, nem nos que emprestam; porque muitas vezes, perde-se o dinheiro e o amigo...e o empréstimo.

Combater e morrer, é pela morte derrotar a morte, mas temer e morrer é fazer-lhe homenagem com um sopro servil.

É preferível suportar os males que temos do que voar para aqueles que não conhecemos.

Ó doçura da vida: Agonizar a toda a hora sob a pena da morte, em vez de morrer de um só golpe.

A paixão aumenta em função dos obstáculos que se lhe opõe.

A alegria evita mil males e prolonga a vida.

Se fiz alguma coisa boa em toda a minha vida, dela me arrependo do fundo do coração.

A gratidão é o único tesouro dos humildes.

Shakespeare

Chegará o dia em que as torres coroadas de nuvens, os palácios resplandecentes, e mesmo o globo imenso e tudo o quanto lhe pertence, vão desaparecer sem deixar rastro, como se dissolveu esse espetáculo.
Somos dessa matéria de que os sonhos são feitos, e a nossa vida é breve é circundada pelo sono.

Shakespeare

Let me not to the marriage of true minds
Admit impediments. Love is not love
Which alters when it alteration finds,
Or bends with the remover to remove:
O no! it is an ever-fixed mark
That looks on tempests and is never shaken;
It is the star to every wandering bark,
Whose worth’s unknown, although his height be taken.
Love’s not Time’s fool, though rosy lips and cheeks
Within his bending sickle’s compass come:
Love alters not with his brief hours and weeks,
But bears it out even to the edge of doom.
——If this be error and upon me proved,
——I never writ, nor no man ever loved.

Shakespeare

Como as demais paixões dissipa o vento: o desespero, o dúbio pensamento, o pálido cuidado,
o medo incerto! Modera, amor, esse êxtase! Liberto te mostres de exagero. Que a alegria não chova sobre
mim em demasia. Tuas bênçãos me deixam atordoada; tem mão nelas. Receio inanimada vir a ficar, de
excesso.

Shakespeare

ANTÓNIO - Não sei, realmente, porque estou tão triste. Isso me enfara; e a vós também, dissestes. Mas como começou essa tristeza, de que modo a adquiri, como me veio, onde nasceu, de que matéria é feita, ainda estou por saber. E de tal modo obtuso ela me deixa, que mui dificilmente me conheço.

O mercador de Veneza,

Shakespeare

There is a tide in the affairs of men.
Which, taken at the flood, leads on to fortune;
Omitted, all the voyage of their life
Is bound in shallows and in miseries.
On such a full sea are we now afloat,
And we must take the current when it serves,
Or lose our ventures.

Julius Caesar Act 4, scene 3, 218–224

Shakespeare