Textos de William Shakespeare

Cerca de 114 textos de William Shakespeare

"LEMBRAR É FÁCIL PARA QUEM TEM MEMÓRIA.
ESQUECER... É DIFÍCIL PARA QUEM TEM CORAÇÃO."

AS PESSOAS QUE MAIS AMAMOS SÃO AS QUE MAIS NOS DECEPCIONAM,
POIS ACHAMOS QUE SÃO PERFEITAS E ESQUECEMOS QUE SÃO HUMANAS.

APRENDEMOS A AMAR NÃO QUANDO ENCONTRAMOS A PESSOA PERFEITA,
MAS SIM QUANDO ACREDITAMOS NA PERFEIÇÃO DE UMA PESSOA IMPERFEITA.

APRENDI QUE NÃO POSSO EXIGIR O AMOR DE NINGUÉM...
POSSO APENAS DAR BOAS RAZÕES PARA QUE GOSTEM DE MIM...
E TER PACIÊNCIA PARA QUE A VIDA FAÇA O RESTO...

"AS PALAVRAS ESTÃO CHEIAS DE FALSIDADE OU DE ARTE;
O OLHAR É A LINGUAGEM DO CORAÇÃO."

William Shakespeare

"Ah! querida esposa, por que ainda és tão formosa? Pensar devo que a morte insubstancial se apaixonasse de ti e que esse monstro magro e horrível para amante nas trevas te conserve? Com medo disso, ficarei contigo, sem nunca mais deixar os aposentos da tenebrosa noite; aqui desejo permanecer, com os vermes, teus serventes. Aqui, sim, aqui mesmo fixar quero meu eterno repouso, e desta carne lassa do mundo sacudir o jugo das estrelas funestas. Olhos, vede mais uma vez; é a última. Um abraço permiti-vos também, ó braços! Lábios, que sois a porta do hálito, com um beijo legítimo selai este contrato sempiterno com a morte exorbitante. Vem, condutor amargo! Vem, meu guia de gosto repugnante! Ó tu, piloto desesperado! lança de um só golpe contra a rocha escarpada teu barquinho tão cansado da viagem trabalhosa. Eis para meu amor. Ó boticário veraz e honesto! tua droga é rápida. Deste modo, com um beijo, deixo a vida.”

William Shakespeare

-Romeu..Ah Romeu...Por que és tu Romeu? Renega teu pai e recusa teu nome,mas se não for possível,jura que me ama e não serei mais um Capuleto.Só o teu nome é meu inimigo.Tu és o que és e não um Montague.O que é um Montague? Nem mão,nem pé,nem braço,nem face,nenhuma parte pertencente a um homem..Oh tenha outro nome..o que é um nome? A flor que se chama rosa se lhe dermos outro nome deixa de ter perfume? Por favor Romeu,seja meu Romeu e guarda para ti o teu nome que o título vale mais...Ah Romeu renuncia o teu nome e em vez dele que não faz parte de ti fica comigo[...]

William Shakespeare

Oh, onde esta Romeu?...Quieto, perdi eu mesmo, não estou aqui e não sou Romeu. (Ato I, Scena I)" “Romeu, Romeu? Por que és Romeu? Renega teu pai e abdica de teu nome; ou se não o quiseres, jura me amar e não serei mais um Capuleto (...) Teu nome apenas é meu inimigo. Tu não és um Montecchio, és tu mesmo (...) Ó! Sê algum outro nome! O que há num nome? O que chamamos uma rosa teria o mesmo perfume sob outro nome (...). Romeu, renuncia a teu nome; e em lugar deste nome, que não faz parte de ti, toma-me toda!

Trecho do livro 'Romeu e Julieta' de William Shakespeare

Quem é aquela dama, que dá a mão ao cavalheiro agora? Ah, ela ensina as luzes a brilhar! Parece pender da face da noite como um brinco precioso da orelha de um etíope! Ela é bela demais pra ser amada e pura demais pra esse mundo! Como uma pomba branca entre corvos, ela surge em meio às amigas. Ao final da dança, tentarei tocar sua mão, pra assim purificar a minha. Meu coração amou até agora? Não, juram meus olhos. Até esta noite eu não conhecia a verdadeira beleza.

Trecho do livro 'Romeu e Julieta' de William Shakespeare

Sempre me sinto feliz, sabes por quê? Porque não espero nada de ninguém. Esperar sempre dói. Os problemas não são eternos, sempre tem solução. O único que não se resolve é a morte. A vida é curta, por isso ame-a! Viva intensamente e recorde: Antes de falar... escute! Antes de escrever... pense! Antes de criticar... examine! Antes de ferir... sinta! Antes de orar... perdoe! Antes de gastar... ganhe! Antes de render... tente de novo! Antes de morrer... viva!

William Shakespeare

Depois de algum tempo apendemos a diferença entre dar a mao e acorrentar uma alma.Aprendemos que amar nao significa apoiar-nos e que companhia não significa segurança. Começamos a aceitar as derrotas de cabeça erguida e olhos adiante com a graça de um adulto e nao com a tristeza de uma criança, Aprendemos a contruir todas as nossas estradashoje, porque o terrreno de amanha é incerto de mais para planos e o futuro tem o costume de cair em vão. Aceitamos que nao importa o quanto boa seja uma pessoa, ela vai ferir-nos de vez em quando, e nós precisamos de perdoar-lhe por isso. Apredemos que falar pode aliviar dores emocionais. Com o passar do tempo descobrimos que se levam anos para se construir confiança e apenas alaguns segundos para a destruir, e que se pode fazer coisas num instante das quais nos arrependeramos pelo resto da vida. Aprendemos que nao temos de mudar de amigos se compreendermos que os amigos mudam, percebemos que o nosso amigo pode fazer qualquer coisa ou nada e termos bons momentos juntos. Descobrimos que as pessoas com quem mais nos importamos na vida são levadas para longe de ti muito depressa, por isso, devemos sempre deixar as pessoas que amamos com palavras amorosas, pois pode ser a ultima vez que as vemos.Começamos a aprender que não nos devemos comparar com os outros , mas com o melhor que podemos ser. Aprendemos que, ou controlamos os nossos actos ou eles nos controlarão e que ser flexivel não segnifica ser fraco ou não ter personalidade. Descobrimos que, algumas vezes, a pessoa que esperas que te chute é das poucas que te ajudam a levantar. Aprendemos que quando estamos com raiva, temos o direito de estar com raiva, mas isso nao nos dá o direito de sermos crueis. Descobrimos que só porque uma pessoa nao nos ama da forma que nós queremos que ame, nao segnifica que esse alguém nao nos ame com tudo o que pode, pois existem pessoas que amam mas, simplismente, nao sabem como demostrar ou viver isso. Aprendemos que nem sempre é suficiente ser perdoado por alguem, algumas vezes temos que aprender a perdoar.nos a nós proprios. E nao importa em quantos pedaços o nosso coração foi partido, o mundo nao para para que o consertemos, e o tempo nao é algo que volte atrás. Portanto devemos ser nós a platarmos o nosso jardim e decorar a nossa alma em vez de ficar á espera que alguém nos traga Flores. E apredemos que realmente podemos suportar... que realmente somos fortes e que podemos ir muito mais longe depois de pensarmos que nao podumos mais.

William Shakespeare

Chegará o dia em que as torres coroadas de nuvens, os palácios resplandecentes, e mesmo o globo imenso e tudo o quanto lhe pertence, vão desaparecer sem deixar rastro, como se dissolveu esse espetáculo.
Somos dessa matéria de que os sonhos são feitos, e a nossa vida é breve é circundada pelo sono.

Shakespeare

Let me not to the marriage of true minds
Admit impediments. Love is not love
Which alters when it alteration finds,
Or bends with the remover to remove:
O no! it is an ever-fixed mark
That looks on tempests and is never shaken;
It is the star to every wandering bark,
Whose worth’s unknown, although his height be taken.
Love’s not Time’s fool, though rosy lips and cheeks
Within his bending sickle’s compass come:
Love alters not with his brief hours and weeks,
But bears it out even to the edge of doom.
——If this be error and upon me proved,
——I never writ, nor no man ever loved.

Shakespeare

A suspeita sempre persegue a consciência culpada; o ladrão vê em cada sombra um policial

Aquele que gosta de ser adulado é digno do adulador.
Choramos ao nascer porque chegamos a este imenso cenário de dementes.

Conservar algo que possa recordar-te seria admitir que eu pudesse esquecer-te.

É mais fácil obter o que se deseja com um sorriso do que à ponta da espada.

Em tempo de paz convém ao homem serenidade e humildade; mas quando estoura a guerra deve agir como um tigre!

Lutar pelo amor é bom, mas alcançá-lo sem luta é melhor.

Nossas dúvidas são traidoras e nos fazem perder o que, com freqüência, poderíamos ganhar, por simples medo de arriscar.

Ó beleza! Onde está tua verdade?

Os miseráveis não têm outro Remédio a não ser a esperança.

Quando fala o amor, a voz de todos os deuses deixa o céu embriagado de harmonia.

Todo mundo é capaz de dominar uma dor, exceto quem a sente.

É um péssimo cozinheiro aquele que não pode lamber os próprios dedos.

Ser grande, é abraçar uma grande causa.

O diabo pode citar as Escrituras quando isso lhe convém.

Esta consciência, que faz de todos nós covardes.

Os homens de poucas palavras são os melhores.

A cólera é um cavalo fogoso; se lhe largamos o freio, o seu ardor exagerado em breve a deixa esgotada.

O amor é como a criança: deseja tudo o que vê.
Só os mendigos conseguem contar as suas riquezas.

Quantas vezes a simples visão de meios para fazer o mal / Faz com que o mal seja feito!

O mal da grandeza é quando ela separa a consciência do poder.

As palavras são como os patifes desde o momento em que as promessas os desonraram. Elas tornaram-se de tal maneira impostoras que me repugna servir-me delas para provar que tenho razão.

Considero o mundo por aquilo que ele é, Graciano: / Um palco em que cada um deve recitar um papel, / e o meu é um papel triste.

Lamentar uma dor passada, no presente, / é criar outra dor e sofrer novamente.

A minha consciência tem milhares de vozes, / E cada voz traz-me milhares de histórias, / E de cada história sou o vilão condenado.

Chorar sobre as desgraças passadas é a maneira mais segura de atrair outras.

Todas as graças da mente e do coração se escapam quando o propósito não é firme.

Pelas roupas rasgadas mostram-se os vícios menores: / as vestes de cerimónia e as peles escondem todos eles.

O rosto enganador deve ocultar o que o falso coração sabe.

As ideias das pessoas são pedaços da sua felicidade.

O que não dá prazer não dá proveito. Em resumo, senhor, estude apenas o que lhe agradar.

Fragilidade, o teu nome é mulher!

Sábio é o pai que conhece o seu próprio filho.

O mal que os homens praticam sobrevive a eles; o bem quase sempre é sepultado com eles.

A vida é uma simples sombra que passa (...); é uma história contada por um idiota, cheia de ruído e de furor e que nada significa.

Um fogo devora um outro fogo. Uma dor de angústia cura-se com outra.

O pensamento é escravo da vida, e a vida é o bobo do tempo.

Para o trabalho que gostamos levantamo-nos cedo e fazemo-lo com alegria.

Pois a coragem cresce com a ocasião.

Se fazer fosse tão fácil quanto saber o que seria bom fazer, as capelas seriam igrejas, e as choupanas dos pobres, palácios de príncipes.

Não acredites nem nos que pedem emprestado, nem nos que emprestam; porque muitas vezes, perde-se o dinheiro e o amigo...e o empréstimo.

Combater e morrer, é pela morte derrotar a morte, mas temer e morrer é fazer-lhe homenagem com um sopro servil.

É preferível suportar os males que temos do que voar para aqueles que não conhecemos.

Ó doçura da vida: Agonizar a toda a hora sob a pena da morte, em vez de morrer de um só golpe.

A paixão aumenta em função dos obstáculos que se lhe opõe.

A alegria evita mil males e prolonga a vida.

Se fiz alguma coisa boa em toda a minha vida, dela me arrependo do fundo do coração.

A gratidão é o único tesouro dos humildes.

Shakespeare

ANTÓNIO - Não sei, realmente, porque estou tão triste. Isso me enfara; e a vós também, dissestes. Mas como começou essa tristeza, de que modo a adquiri, como me veio, onde nasceu, de que matéria é feita, ainda estou por saber. E de tal modo obtuso ela me deixa, que mui dificilmente me conheço.

O mercador de Veneza,

Shakespeare

Como as demais paixões dissipa o vento: o desespero, o dúbio pensamento, o pálido cuidado,
o medo incerto! Modera, amor, esse êxtase! Liberto te mostres de exagero. Que a alegria não chova sobre
mim em demasia. Tuas bênçãos me deixam atordoada; tem mão nelas. Receio inanimada vir a ficar, de
excesso.

Shakespeare

There is a tide in the affairs of men.
Which, taken at the flood, leads on to fortune;
Omitted, all the voyage of their life
Is bound in shallows and in miseries.
On such a full sea are we now afloat,
And we must take the current when it serves,
Or lose our ventures.

Julius Caesar Act 4, scene 3, 218–224

Shakespeare

Quando eu conheci um garoto eu pensei que ele fosse o amor da minha vida até que um dia eu descobrir que não existia conto de fadas e tudo que eu estava vivendo era uma mentira que eu me pus dentro e eu queria sair de qualquer forma mais nunca conseguia porque nunca tinha existido quando eu percebi que nesta história de Amor eu era a única que pensava que fosse ter algum começo foi a pior dor do mundo porque você percebe que você foi a única lutadora a única pessoa que pensou mesmo que fosse voltar atrás mais como á vida é injusta como pode dar tanto sofrimento para uma única pessoa a pior coisa do mundo e você amar e não ser amado e a melhor coisa é o seu amor ser correspondido quando o seu amor é contribuído é a melhor sensação do mundo quando você o vê a sua barriga começa a doer o seus olhos começam a brilhar o canto do seu rosto só pensa em sorrir e você só pensa na pessoa que você ama você mexe os seus cabelos e senti o vento batendo no seu rosto e você sorrir.Tudo na vida tem um preço e um troco.

Shakespeare

ANTÔNIO - Conheceis-me mui bem; por isso mesmo perdeis tempo apelando desse modo para a minha afeição. Além de tudo, pondo em dúvida o meu devotamento, muito mais me ofendeis do que se houvésseis malbaratado tudo o que possuo. Basta dizerdes-me o que é necessário que eu faça, o que julgardes que só pode ser por mim realizado, e eis-me disposto para tudo fazer. Falai, portanto.

Shakespeare

Para mim própria não seria ambiciosa em meus desejos de querer ser muito melhor em tudo. Mas triplicar quisera vinte vezes, para vós, o que sou, ser mais formosa mil vezes, dez mil vezes mais senhora de um rico patrimônio. Para em vosso conceito ser mais alta, desejara ter conta incalculável de virtudes, belezas, bens e amigos; suas a soma total de quanto valho é soma negativa, que define, grosso modo, uma jovem sem preparo, talentos e experiência, que se julga feliz apenas por não ser tão velha que não possa aprender, e venturosa por não ser tão obtusa de nascença que aprender não consiga coisa alguma. Mas a suma ventura nisto tudo consiste em poder ela inteiramente vos confiar o espírito maleável, para que a dirijais, na qualidade de arido, senhor e soberano. Eu, com tudo o que tenho, desde agora passo a ser toda vossa. Até há momentos, era eu senhora desta bela casa, dona dos meus criados, soberana de mim própria; mas desde este momento a casa, a famulagem, minha própria pessoa, meu senhor, a vós pertence. Tudo vos dou com este anel. Se acaso vos separardes dele, ou se o perderdes, ou se presente a alguém dele fizerdes indício certo isso será da morte de nosso amor e causa de queixar-me

Shakespeare

Meu inimigo é apenas o teu nome. Continuarias sendo o que és, se acaso Montecchio tu não fosses. Que é Montecchio? Não será mão, nem pé, nem braço ou rosto, nem parte alguma que pertença ao corpo. Sê outro nome. Que há num simples nome? O que chamamos rosa, sob uma outra designação teria igual perfume. Assim Romeu, se não tivesse o nome de Romeu, conservara a tão preciosa perfeição que dele é sem esse título. Romeu, risca teu nome, e, em troca dele, que não é parte alguma de ti mesmo, fica comigo inteira.

Shakespeare

SONETO MCCXXIV
A que devo comtemplar este templo
Se o mal não destroi a primavera
Se pode julgar este exemplo
Então meu odio por mal se venera
Em tão triste verão
Que não sera contado a derrota
Belo é viver em vão
Pelo bem do amor que amarrota
Entro no campo de batalha
Vejo aquela cena
A regra é sair glorioso
Ou perder e cumprir tua pena
Se tu nota até o barulho do vento
Sabe que das palavras esqueci o acento

Willian Shakespeare.

Esta é a grande tolice do mundo, a de que quando vai mal a nossa fortuna - muitas vezes como resultado de nosso próprio comportamento - culpamos pelos nossos erros o sol, a luz e as estrelas, como se fôssemos vilões por necessidade, tolos por compulsão celeste, safados, bêbados, mentirosos e adúlteros por obediência forçada a influencias planetárias; e tudo aquilo que somos maus por impacto divino.
(Rei Lear)

William Shakespeare

Quando me tratas mau,e desprezado,sinto que o meu valor vês com desdém,lutando contra mim,fico a teu lado,e inda perjuro,provo que és um bem.
Conhecendo melhor meus próprios erros,a te apoiar te ponho a par da história de ocultas faltas,onde estou enfermo;
Então ao me perder,tens toda a glória.Mas lucro também tiro desse ofício,curvando sobre ti amor tamanho,mal que me faço me traz benefício,pois o que ganhas duas vezes ganho.
Assim é o meu amor e a ti o reporto.Por ti todas as culpas eu suporto.

William Shakespeare