Textos de Saudades de que Ja Morreu Mae

Cerca de 8914 textos de Saudades de que Ja Morreu Mae

O QUE É MÃE....

"Mãe é aquele ser estranho, louco, capaz de heroísmos, dramas e Bréguices com a mesma fúria; paga mico, escreve carta para Papai Noel, se faz passar por fadinha do dente, coelho da páscoa, cuca, pede autógrafo para artistas deploráveis assiste a programas, peças, shows horríveis, revê milhares de vezes os mesmos desenhos animados, conta as mesmas histórias centenas de vezes, vai pra Disney e A D O R A!
Mãe faz escândalo, tira satisfação com professor, berra em público, dá vexame, deixa a gente sem graça, compra briga; é espaçosa, barulhenta, tendenciosa, leoa, tiete, dona da gente. Mãe desperta extremos,ganas, irrita, enlouquece, mas... É mãe.
Mãe faz promessa, prestação, hora extra, pra que a gente tenha o que é preciso e o que sonha. Mãe surta, passa dos limites, às vezes até bate, diz coisas duras; mãe pede desculpas, mortificada... Mãe é um bicho doido, louco pela cria. Mãe é Visceral!
Mãe chora em apresentação de balé, em competição de natação, quando a filha menstrua pela primeira vez, quando dá o primeiro beijo, quando vê a filha apaixonada no casamento, no parto... Xinga todo e cada desgraçado que faz a filha sofrer, enlouquece esperando ela chegar da balada, arranca os cabelos diante da morte...Mãe é uma espécie esquisita que se alterna entre fada e bruxa com um naturalidade espantosa. É competente no item culpa e insuperável no item ternura, mas pode ser virulenta, tem um lado B às vezes C, D, E... Mãe é melosa, excessiva, obsessiva, repulsiva, comovente, histérica, mas não se é feliz sem uma. Mãe é contrato: irrevogável, vitalício instransferível!

Mãe lê pensamento, tem premonição, sonhos estranhos. Conhece cara de choro, de gripe, de medo; entra sem bater, liga de madrugada, pede favor chato, palpita e implica com amigos, namorados, escolhas. Mãe dá a roupa do corpo, tempo, dinheiro, conselho, cuidado, proteção. Mãe dá um jeito, dá nó,dá bronca, dá força. Mãe cura cólica, porre, tristeza, pânico noturno, medos. Espanta monstros, pesadelos, bactérias mosquitos, perigos. Mãe tem intuição e é messiânica: Mãe salva. Mãe guarda tesouros, conta histórias e tece lembranças. Mãe é arquivo!
Mãe exagera, exaure, extrapola. Mãe transborda, inunda, transcende. Ama, desmama desarma, denota, manda, desmanda, desanda, demanda. Rumina o passado, remói dores, dá o troco, adora uma cobrança e um perdão lacrimoso.
Mãe abriga, afaga, alisa, lambe, conhece as batidas do nosso coração, o toque dos nossos dedos, as cores do nosso olhar e ouve música quando a gente ri. Mãe tem coração de mãe!
Mãe é pedra no caminho, é rumo; é pedra no sapato, é rocha; é drama mexicano, tragédia grega e comédia italiana; é o maior dos clássicos;é colo, cadeira de balanço e divã de terapeuta... Mãe é madona-mia! É deus-me-acuda; é graças-a-deus; é mãezinha-do-céu, é mãe é minha- e- eu- mato -quando- quiser; é a que padece no paraíso enquanto nos inferniza... Mãe é absurda e inexoravelmente para sempre e é uma só: não há Mistério maior! Só cabe uma mãe na vida de uma filha... e olhe lá! Às vezes, nem cabe inteira. Mãe é imensurável!
Mãe é saudade instalada desde o instante em que descobrimos a morte.
Mãe é eterna, não morre jamais. Bicho estranho, entranha, milagre, façanha, matriz, alma, carne viva, laço de sangue, flor da pele. Mãe é mãe, e faz cada coisa..."

Hilda Lucas

AMOR DE MÃE

Devemos agradecer a você mãe, por nos dar a vida
Mãe você deve nos amar muito mesmo para fazer tudo isso por nós:
Mesmo antes de nascer-mos já nos amavam
Mesmo á chutando, ficava contente ao sentir
Fiz ela sentir muita dor ao nascer, ao me ver ela chorou alegria
Não a deixava dormir a noite, mas mesmo assim ao acodar me abraçava
Mesmo eu fazendo ela sentir dor, chorar, não deixar ela dormir, ela sempre diz que me ama

Mãe agora é a nossa vez
Você briga, baixamos a cabeça, em sinal de respeito, pois esta pessando em nosso futuro
Você sempre nos mostrou os caminho certo,
Nos ensina o que é errado e o q é certo
Nos ensinou a sermos educadas

Mãe o que queremos te dizer hoje pode ser resumido em 4 palavra:


EU TE AMAREI ETERNAMENTE

Leticia do Pilar

Lerdeza


A frase que o Everton mais ouvia da mãe era "levanta e vai buscar", geralmente seguida de um epíteto, como "seu preguiçoso" ou, pior, "lerdeza". Porque o que o Everton mais fazia, atirado no sofá na frente da TV na sua posição de costume (que a mãe chamava de "estrapaxado"), era pedir para lhe trazerem coisas. Uma Coca. Uns salgadinhos...

- Levanta e vai buscar!

- Pô, mãe.

- Lerdeza!

O Everton já estava com quinze anos e era uma luta convencê-lo a sair do sofá e ir fazer o que os garotos de quinze anos fazem. Correr. Jogar bola. Namorar. Ou pelo menos ir buscar sua própria Coca.

- Esse menino um dia ainda vai se fundir com o sofá...

Everton não queria outra coisa. Ser um homem-sofá. Um estofado humano, alimentado sem precisar sair do lugar. E sem tirar os olhos da TV. E como era filho único, e insistente, sempre conseguia que lhe trouxessem o que pedia. Quando não era a mãe, sob protestos ("Toma, lerdeza, mas é a última vez") era Marineide, a empregada de vinte e poucos anos cujo decote era a única coisa que fazia o Everton desviar os olhos da TV, e assim mesmo por poucos segundos.


***

Um dia, estrapaxado no sofá, o Everton se deu conta de que estava sozinho em casa. A mãe tinha saído, o pai estava no trabalho, a Marineide de folga, e ele sem ninguém para lhe trazer uma Coca, uns chips de batata e uns Bis. Levantar-se e ir buscar estava fora de questão.

Fechou os olhos e concentrou-se. Concentrou-se com força. Depois de alguns minutos, ouviu ruídos vindo da cozinha. A geladeira abrindo e fechando. Uma porta de armário abrindo e fechando. Depois silêncio. Quando abriu os olhos, a Coca, os chips e os Bis pairavam no ar, à sua frente. Ele só precisou estender a mão.
No dia seguinte, Everton testou seu poder recém-descoberto na Marineide, que até hoje não sabe como a sua blusa desabotoou sozinha e seu soutien simplesmente voou longe daquele jeito, e logo na frente do menino. Everton também acendeu a TV e mudou de canais sem precisar usar o controle remoto, e fez um vaso voar pela sala só com a força do seu pensamento. Apagou a TV e ficou, atirado no sofá, refletindo sobre o que significava aquilo. Ele era um fenômeno. Tinha um poder único - fazia as coisas acontecerem apenas pela sua vontade. Contaria aos pais, claro. Eles poderiam ganhar dinheiro com seu poder. O pai saberia como. Ele se transformaria numa celebridade. Cientistas do mundo inteiro o procurariam, sua capacidade extraordinária seria usada em benefício da humanidade. No combate ao crime, por exemplo. Nas comunicações. Na medicina a distância.

***

E se aquilo fosse, de alguma forma, um poder religioso? Até onde a revelação do seu dom milagroso seria um sinal de que ele tinha uma missão a cumprir na Terra? Até onde aquilo o levaria? Fosse o que fosse, uma coisa era certa. Ele teria que sair do sofá.

***

- Mãe.

- Ahn?

- Eu quero daquelas coisinhas de queijo. E uma Coca.

- Levanta e vai buscar.

- Pô, mãe.

- Tá bem. Mas esta é a última vez.

E já a caminho da cozinha:

- Lerdeza!

Luis Fernando Veríssimo

AS COISAS BOAS DA VIDA SÃO SIMPLES

Sapatos velhos, de couro;
Comida de mãe;
Abraço de filho;
Aumento de salário;
Colo de avó;
Calcinha velha;
Sutiens novos;
Pés sob a mesa;
Tirar meleca;
Fazer cocô;
Dormir de boca aberta;
Caminhar à noite;
Virar para o canto na hora de acordar;
Travesseiro cheiroso;
Havaianas, as legítimas;
Cobertor do tempo de criança;
O primeiro beijo;
Café com rosca;
Pão com mortadela;
Coca-cola, de garrafinha;
Calça jeans nº 38
Jô Soares;
Namoro novo;
Amigo de Infância;
Saudade boa;
Noite de sono;
Penúltimo capítulo de novela dàs 8h;
Casa limpa;
Noite de sono bem perdida;
Banheiro grande;
Café da manhã em hotel;
Sol no inverno;
Espreguiçar;
Bicho de pé;
Cheiro de homem;
Cueca Maneira;
Espelho camarada;
Colcha de retalhos;
Roupa preta;
Cabelo escovado;
Namorado romântico;
Enxoval de bebê;
Sexo com amor;
Segundo encontro;
Telefonema no dia seguinte;
Fazer amor de manhãzinha;
Carne de porco;
Beijo na boca;
Paquerar um amigo;
Dia de pagamento;
Promoção daquela marca cara de sapatos;
Amizade nova;
Viagem para a praia;
Acordar para trabalhar e se lembrar que é domingo;
Anel de compromisso;
Sexo sem culpa;
Exibir um amor novo para o amor velho;
Bronzeado Gabriela Cravo e Canela;
Jogo do Botafogo;
Perder àqueles 2 quilinhos!

Fabiane Ponce

se você tem pai,se você tem mãe,se você tem uma casa,se você tem uma comida na mesa,se você tem uma cama limpinha, quentinha,
se você tem saúde,se você enxerga,se você escuta,
se você se supera,se você erra e aprende com seu erro... Aí você é feliz! Aí você tem tudo! Porque
dinheiro e sucesso, não compra tudo não...
O dinheiro compra muita gente, mas não
compra tudo não, ta ligado... Então, quero
que vocês entendam, que o melhor que a
gente pode ter na vida, são as coisas
básicas: é a nossa saúde, é a família, é
um amigo, é um lugar pra viver.. !
É ter no que acreditar, é viver em função
de um sonho...Eu tenho uma alma, que é
feita de sonhos.. !

Chorão (CBJr)

Para todas as mães

A mãe que reza e a que condena
a mãe que parte e a que fica
a mãe banguela desdentada
a mãe que chora e a que sorri
a mãe que devora e a que engole
a que não te conhece e a que nunca te esquece
mãe esposa, mãe irmã, mãe prostituta
mãe que late, mãe sem preço
mãe acessivel, mãe barata
mãe lava roupa, mãe lava prato
mãe que gera, mãe energia
mãe que mata, mãe exata
mãe bruxa, mãe vizinha, mãe pretinha
mãe suada, mãe lisa, mãe que desliza
mãe que cai, mãe que não se levanta
mãe que nunca deixa de ser mãe
mãe que nunca o foi, mãe lady
mãe valente, mãe manteiga
mãeracanã, mãe dura, mãe pura, mãe puta
mãe que madruga, mãe que cura
mãe que ama amar, mãe amamenta
mãe pra dois, mãe pra tres
mãe pra mais de cem! mãe ninguém
mãe estrela, mãe beleza
mãe menina, mãe natureza!

mãe simplesmente mãe
mãe você!

Franbogado

MÃE, todas as coisas que eu sempre quis dizer...

Em resumo seria apenas uma palavra: OBRIGADO.
Hoje eu quero agradecer, por tudo, desde o dia que eu concebida até os dias de hoje.
Então vou começar agradecendo por ter me dado à luz da vida, por ter me acalentado quando criança, agradecer por nunca ter me abandonado, agradecer por ter segurado as minhas mãozinhas pra que eu aprendesse a andar, por ter me dado carinho, por sarar todos os “dodóis” com um soprinho... Quero agradecer por ter me dado um lar, por ter passado todas as dificuldade, que eu sei que você passou, comigo nos braços e sem pensar em desistir.
Mamãe, hoje eu quero dizer muito obrigada por ter sido presente em todas as noites que eu tive pesadelos e você esteve lá me dizendo que era só um sonho ruim... Obrigado muito mesmo por ter me levado dia após dia de baixo de sol e de chuva pra escola... E hoje que “acho ser crescida o suficiente quero dizer-lhe”:
– EU TE AMO MÃE, muito mesmo... E juro que entendo todas as vezes que você me perguntou aonde eu ia com quem ia e que horas eu voltaria... Porque hoje eu entendi que essa era uma forma de você se preocupar comigo e de me proteger.
Também entendo e respeito todas aquelas crises de silêncio que tanto me irritavam... Lembra-se, eu falava com você e você fingia que não me ouvia... Tudo bem mãe, hoje eu sei que essa atitude foi uma forma que você encontrou para protestar e dizer que não concordava com as minhas atitudes, principalmente diante de “amigos” que não eram boa companhia.
Obrigado por ter insistido sempre para que eu dissesse a verdade... Apenas a verdade, mesmo que isso tenha me tornado franca além do limite.
Obrigado por ter me ensinado a não pegar nada que é dos outros, e me fazer devolver no outro dia, mesmo que fosse um lápis todo mordido, pequeno e estragado.
Mãe eu te amo, obrigado por ter me ensinado a limpar, cozinhar, arrumar minha cama, ter responsabilidade com meu cachorro, lavar banheiro... E todas estas coisas que eu sempre detestei fazer, mas você com jeitinho “e com o chinelo na mão” sempre me (convenceu) dizendo que eu tinha que aprender, pois não te teria pra sempre!
Obrigado por permitir que eu já saísse sozinha aos 15 anos, com isso pude aprender que a confiança é uma troca e que se eu fizesse alguma coisa de errado ia perder minha liberdade, por isso sempre consegui distinguir o que era certo e o que era errado. E graças a você e a Deus eu nunca me envolvi com drogas, com roubo, ou atos de vandalismo e não fui presa por nenhum crime.
MÃE, eu te amo muito e tenho muito orgulho de você ter sido sempre essa mulher forte e de fibra, e que mesmo com o coração em pedaços, raríssimas vezes deixou escorregar lágrimas pelo seu rosto... Mas eu sei que escondida já chorou muito pelas decepções que eu te causei.
MÃMÃE, EU TE AMO, obrigada por ter me ensinado sobre responsabilidade, por que sei que muitas coisas, das quais você permitiu que acontecesse foi pra me mostrar através das minhas ações, que as penalidades existem e são duras, mesmo que muitas dessas coisas tivessem partido seu coração.
E eu te amo por tantas as vezes que você me disse NÃO, na hora eu não gostei, protestei, muitas vezes gritei com você, te chamei de chata, enjoada e cheguei a dizer que te odiava, mas era tudo da boca pra fora, porque no fundo eu te eu TE AMAVA, e sei que você foi e sempre será a melhor pessoa e a única capaz de saber o que é bom pra mim.
E hoje eu entendo tudo, mesmo porque me vejo do lado de cá, como mãe perguntando as mesmas coisas pro Fernando e pro Eduardo, torrando o saco deles, ditando regras, forçando a comer frutas e verduras, brigando pelo bem deles, dizendo NÃO e ganhando cara fechada, querendo saber as notas da escola, quem são os amigos, etc. e sei que nessas horas eles imaginam ter a mãe mais má do mundo, porque também já estive do lado de lá... Mas sei também que quando crescerem e tornar maduros o suficiente e então entenderão que eu o que eu fiz e faço e apenas por amor e serão eternamente gratos a mim, como eu sou e sempre serei eternamente Grata a ti...
OBRIGADO por tudo... EU TE AMO DEMAIS!!!

Leleli Santos

Quando eu era apenas um garotinho,
minha mãe costumava me dizer umas loucuras
Ela falava que meu pai era um cara mau,
ela me falava que ele me odiava.
Mas então fiquei um pouco mais velho e percebi
que ela que era a louca.
Mas não tinha nada que eu podia fazer ou dizer para tentar mudá-la,
porque esse é apenas o jeito que ela era.

Eminem

Em certo dia, ele nasceu
Sem pai e mãe, cresceu
Sozinho, sempre viveu
Mas sua vontade de viver nunca morreu.

Sentimentos ainda eram desconhecidos
Talvez, até esquecidos
Por quem, no lugar, do coração
Tinha lugar apenas à razão.

Quando descobriu o amor,
Junto com ele veio a dor
Mas dor que desatina sem doer
Em fogo que arde sem se ver.

Nas palavras, ele imaginava
Alguém que, talvez, o amava
E então, esquecia-se do mundo
Quando mergulhava em outro profundo.

Até que um dia ele a encontrou
Apaixonou-se e muito lhe amou
Para ela, entregou seu coração
Dela, recebeu apenas a ilusão.

Há algo que te deixa mais perdido,
Sem esperanças, muito desiludido,
Tudo ao seu redor não parece ter sentido
Do que o amor não correspondido?

Mergulhado no mar da tristeza,
Turbilhões de pensamentos na cabeça
Encaminhavam-no à direção oposta,
Tentando encontrar uma resposta.

Após curar-se, voltou a adoecer,
Pois sentiu seu coração endurecer
Por não querer mais amar
Para não mais se machucar.

Já catou outras depois dela,
Mas nenhuma igual a ela
Teme não encontrar em outra mulher
O verdadeiro amor que todo homem quer.

E assim ele permanece,
Correndo e caindo, enquanto mais cresce
Porque a vida não é perfeita
Só espera, de você, ser feita.

Saber aproveitá-la usando a inteligência
Sem preguiça mental e impaciência
Buscar a evolução intelectual
Livrar-se dos caminhos do mal.

Quanto ao tal amor?
Leve-o aonde você for
Sempre dê prioridade à razão,
Mas também escute seu coração.

O herói imaginário finaliza sua história
Ora triste, ora insatisfatória
Infelicidade não é o tema
Para quem tem a liberdade como lema.

Laércio Monteiro

Toda vez que eu chamo por ela e a minha boca pronuncia “mãe” me sinto seu filho. Porque mãe é também o nome de Deus que vive nos lábios e o coração de todos os meninos. E pra provar que elas são sublimes nos dão dois presentes. Raízes e Asas. Raízes para nos mostrar qual é o lugar onde pertencemos, que a nossa família é o que de mais importante temos.E asas para voarmos pelo mundo, nos sentindo livres e capazes de fazer qualquer coisa.
Sopra no meu pensamento a eterna gratidão a minha mãe, eu sou um filho amado e isso por si só valeria a pena ter vivido até agora, porque nesse exato momento também penso naqueles filhos que não foram amados, porque todos nós se nascemos já fomos filhos e todo bebê precisa de um colo.
Para aqueles que não tiveram o colo de uma mãe, alguém que os protegesse e que mostrasse o quanto os amava só com um olhar a vida nos dá a oportunidade não de nos revoltarmos, mas de um ato grandioso...seja pai ou mãe e ame seu filho, com o amor nos temos o poder de concertar o mundo, a raça humana existe não para destruir, mas para amar.O ciclo da vida não pode ser detido.A alma retorna ao corpo até encontrar seu caminho definitivo.
Nem todos os filhos nascem de um ato de amor, nem todos os filhos são planejados, nem todos os filhos são desejados e nem todos os filhos são amados. Porque nem todas as mulheres entendem que elas têm o poder de gerar uma vida, e nada absolutamente nada na vida de um mortal é mais grandioso do que isso.E se não pudermos gerar filhos com o corpo podemos amá-los com o coração.
Meus filhos nasceram junto comigo, quando minha mãe me deu a luz, deu a luz também aos filhos que eu vou ter...

André Luis Aquino

De mãe!
Certa vez perguntaram a uma mãe qual era seu filho preferido,aquele que ela mais amava.E ela deixou entrever um sorriso,respondeu:
"Nada é mais volúvel que um coração de mãe".E como mã lhe respondeu:o filho predileto,aquele a quem me dedico de corpo e alma é o meu filho doente até que sare
O que partiu,até que volte
O que está cançado,até que descanse
O que está com fome,até que se alimente
O que está com sede,até que beba
O que está estudando,até que aprenda
O que está nu,até que se vista
O que nao trabalha até que se empregue
O que namora,até que se case
O que casa até que conviva
O que é pai,até que os crie
O que prometeu,até que cumpra
O que chore,até que cale
E já com o semblante bem distante daquele sorriso completou:
O que me deixou,até que o reencontre
Parabems pelo seu dia.

Desconhecid

À MINHA MÃE:
Agradeço à minha mãe pela escolha de ser minha mãe, quando naquela noite meu pai me carregava nos braços em sua porta e você não teve dúvidas em nos acolher em sua casa.
Por ter feito de minha meninice a mais bela fase da vida, com histórias encantadas na hora de dormir, apertos nas minhas pequenas mãos, como um código que temos até hoje, um EU TE AMO, sem palavras.
Agradeço pelo carinho de me alimentar sempre de forma saudável me dizendo que meu corpo precisaria disso na minha idade madura, pelos planos que já fazia por mim, ensinando-me a querer sempre mais da vida.
Pela preocupação em me educar dentro de casa com ensinamentos "do lar", com a mesma frase: "Um dia você vai ser mãe, esposa e mulher, e precisa aprender a cuidar de uma casa, de uma família".
Agradeço pela oportunidade de estudar em ótimas escolas e seguir sendo preparada para vencer!
Pelas broncas na minha adolescência, afinal todos somos aborrecentes um dia...
Por ter confiado e permitido que eu morasse sozinha com apenas 18 anos, fazendo faculdade, trabalhando à tarde... como eu cresci, me esforcei e aprendi que a vida não é mole... MAS QUE VC SEMPRE ESTARIA LÁ!
Obrigada por ter me apoiado nas minhas escolhas, e mesmo sabendo que eu poderia sofrer apenas me disse: "estarei aqui se tiver problemas". Eu me casei, duas filhas vieram... e realmente a escolha não foi das melhores... Sofri, chorei... nesta mesma fase nossa família perdia silenciosamente um membro muito importante... quanta dor e tristeza, mas você mesmo de longe me dizia: "Estou longe, mas estou aqui... seja forte, isso tudo vai passar e daqui algum tempo você estará muito melhor..."
E eu segui, acreditei em você, me recuperei, tentando lembrar a cada momento dos seus ensinamentos. Principalmente nas noites de dor e solidão, quando as minhas meninas iam para casa do pai...
Agora nada disso dói mais... meu coração está refeito e não abandonei meus sonhos, não me deixei amargurar... E ISSO TAMBÉM APRENDI COM VOCÊ!
Permitiu-me e até me ordenou (o que às vezes me deixava brava), "Não quero você trabalhando e deixando as meninas tão pequenas, não quero que deixe de estudar, você precisa crescer profissionalmente, e EU ESTOU AQUI!
E hoje, mulher, filha, mãe, dona de casa, estudante, professora... sei exatamente que só pude continuar a buscar meus sonhos, porque você ESTÁ AQUI, me ajudando em pensamentos, sonhos, orações, carinhosamente, amorosamente e até financeiramente...
Na minha vida neste momento, minhas filhas recebem tanto quanto eu, seu amor, sua atenção, seus mimos, sua ajuda para que sejam formadas para vencer, como eu fui.
Por isso agradeço, por ser minha mãe, por ser minha amiga, por ser minha âncora, por ser meu exemplo, por ser aquela que SEMPRE ESTEVE AQUI!
QUANTAS VEZES OUVI ESSA FRASE... e como ela fez sentido por todo esse tempo e ainda faz... de verdade, assim aqui ao pé do ouvido, acredito que fará para sempre, mesmo quando não estivermos mais neste mundo...

SUA FILHA!

Mariana V. Mendonça

Mãe, quando eu comecei a escrever esta carta, usei a pena do carinho, molhada na tinta rubra do coração ferido pela saudade.

As notícias, arrumadas como perólas em um fio precioso, começaram a saltar de lugar, atropelando o ritmo das minhas lembranças.

Vi-me criança orientada pela sua paciência. As suas mãos seguras, que me ajudaram a caminhar.

E todas as recordações, como um caleidoscópio mental, umedeceram com as lágrimas que verteram dos meus olhos tristes.

Assumiu forma, no pensamento voador, a irmã que implicava comigo.

Quantas teimas com ela. Pelo mesmo brinquedo, pelo lugar na balança, por quem entraria primeiro na piscina.

Parece-me ouvir o riso dela, infantil, estridente. E você, lecionando calma, tolerância.

Na hora do lanche, para a lição da honestidade, você dava a faca ora a um, ora a outro, para repartir o pão e o bolo.

Quantas vezes seu olhar me alcançou, dizendo-me, sem palavras, da fatia em excesso para mim escolhida.

As lições da escola, feitas sob sua supervisão, as idas ao cinema, a pipoca, o refrigerante.

Quantas lembranças, mãe querida!

Dos dias da adolescência, do desejar alçar vôos de liberdade antes de ter asas emplumadas.

Dos dias da juventude que idealizavam anseios muito além do que você, lutadora solitária poderia me oferecer.

Lágrimas de frustração que você enxugou. Lágrimas de dor, de mágoa que você limpou, alisando-me as faces.

Quantas vezes ouço sua voz repetindo, uma vez mais: “tudo tem seu tempo, sua hora! Aguarde! Treine paciência!”

E de outras vezes: “cada dia é oportunidade diferente. Tudo que você tem é dádiva de Deus, que não deve desprezar.

A migalha que você despreza pode ser riqueza em prato alheio. O dia que você perde na ociosidade é tesouro jogado fora, que não retorna.”

Lições e lições.

A casa formosa, entre os tamarindeiros assomou na minha emoção.

Voltei aos caminhos percorridos para invadi-la novamente, como se eu fosse alguém expulso do paraíso, retornando de repente.

Mãe, chegou um momento em que a carta me penetrou de tal forma, que eu já não sabia se a escrevera.

E porque ela falava no meu coração dorido, voei, vencendo a distância.

E vim, eu mesmo, a fim de que você veja e ouça as notícias vibrando em mim.

Mãe, aqui estou. Eu sou a carta viva que ia escrever e remeter a você.

Entre as quadras da vida e as atividades que o mundo o envolve, reserve um tempo para essa especial criatura chamada mãe.

Não a esqueça. Escreva, telefone, mande uma flor, um mimo.

Pense quantas vezes, em sua vida, ela o surpreendeu dessa forma.

E não deixe de abraçá-la, acarinhá-la, confortar-lhe o coração.

Você, com certeza, será sempre para ela, o melhor e mais caro presente.

Autor (Equipe de Redação do Momento Espírita a partir do cap. XVI do livro Pássaros Livres do Espíri

Ser mãe é a tarefa mais séria que Deus pos no livro da vida.Ser mãe não é como casamento, afinal não há divórcio entre mãe e filho, é um pacto eterno entre dois seres.É um amor maior, não explicável pelos poetas, não conheço nenhuma poesia ou texto que descreva o milagre de ser mãe.
É carregar o filho no ventre por nove meses, é senti-lo, espera-lo.Gerar um ser, um serzinho que vai ter caracteristicas tuas, que vai ser teu, que vai vir de dentro de ti.
É tua a responsabilidade de fazer com que ele se sinta amado, é tua a responsabilidade encaminhar ele nesse mundo que agora parece mais cruel que nunca.Ser mãe é ser anjo da guarda, protetora, melhor amiga, confidente.. Ser mãe é ser carinho constante, olhar que aprova, é ser respeito, é ser responsável por uma vidinha que por longos anos vai depender de ti pra tudo, e mais tarde vai aprender a voar.
Ser mãe faz você esquecer a maldade, faz você renovar as esperanças, faz você dar o melhor em tudo, afinal agora é você quem tem que cuidar de alguém.Ser mãe faz você esquecer de si, e pensar só no filho.Ser mãe é ser leoa.Ser mãe é ser fada encantada que agora vai contar mil história e cantar mil músicas infantis.Ser mãe é ser educadora, é dispensar o fútil e pensar somente no futuro.
Ser mãe é um presente de Deus.

Beta Lotti

“Amor de mãe”


Mãe
Estou
Aqui
Simplesmente
Para
Te
Dizer
O
Quando
Você
Lutou
Para
Cuidar
De
Mim...

Mesmo
Estando
Longe
Sentia
Você
Cada
Vez
Mas
Perto
De
Mim
E
Agora
Que
Voltei
Pra
Casa
Peço
Desculpas
Por
Ter
Partido
Cedo
Mas
Quero
Que
Saiba
Pois
Eu
Voltei
E
Não
Tem
Nada
Melhor
Neste
Mundo
Do
Que
Um
Amor
De
Mãe.

Érick_Lorenzo

‎"Filha: Mãe, por que as meninas comem chocolate quando algum menino parte o coração delas?
Mãe: Porque o chocolate é doce e faz esquecer o quanto é amargo ter seu coração partido.
Filha: E por que os meninos bebem quando se separam das meninas?
Mãe: Porque a bebida é amarga e faz esquecer o quanto as meninas são doces."

Vanessa Pimentel

A Força do Amor

Como qualquer mãe, quando Karen soube que um bebê estava a caminho,
fez todo o possível para ajudar o seu outro filho, Michael,
com três anos de idade, a se preparar para a chegada.
Os exames mostraram que era uma menina,
e todos os dias Michael cantava perto da barriga de sua mãe.
Ele já amava a sua irmãzinha antes mesmo dela nascer.
A gravidez se desenvolveu normalmente.
No tempo certo, vieram as contrações. Primeiro, a cada cinco minutos;
depois a cada três; então, a cada minuto uma contração.
Entretanto, surgiram algumas complicações
e o trabalho de parto de Karen demorou horas.
Todos discutiam a necessidade provável de uma cesariana.
Até que, enfim, depois de muito tempo, a irmãzinha de Michael nasceu.
Só que ela estava muito mal. Com a sirene no último volume,
a ambulância levou a recém-nascida para a UTI neonatal do Hospital Saint Mary.
Os dias passaram. A menininha piorava. O médico disse aos pais:
"Preparem-se para o pior. Há poucas esperanças".
Karen e seu marido começaram, então, os preparativos para o funeral.
Alguns dias atrás estavam arrumando o quarto para esperar pelo novo bebê.
Hoje, os planos eram outros.
Enquanto isso, Michael todos os dias pedia aos pais
que o levassem para conhecer a sua irmãzinha.
"Eu quero cantar pra ela", ele dizia.
A segunda semana de UTI entrou e esperava-se que o bebê
não sobrevivesse até o final dela.
Michael continuava insistindo com seus pais
para que o deixassem cantar para sua irmã,
mas crianças não eram permitidas na UTI.
Entretanto, Karen decidiu. Ela levaria Michael ao hospital de qualquer jeito.
Ele ainda não tinha visto a irmã e,
se não fosse hoje, talvez não a visse viva.
Ela vestiu Michael com uma roupa um pouco maior,
para disfarçar a idade, e rumou para o hospital.
A enfermeira não permitiu que ele entrasse
e exigiu que ela o retirasse dali.
Mas Karen insistiu:
"Ele não irá embora até que veja a sua irmãzinha!"
Ela levou Michael até a incubadora.
Ele olhou para aquela trouxinha de gente que perdia a batalha pela vida.
Depois de alguns segundos olhando, ele começou a cantar,
com sua voz pequenininha:
"Você é o meu sol, o meu único sol.
Você me deixa feliz mesmo quando o céu está escuro..."
Nesse momento, o bebê pareceu reagir.
A pulsação começou a baixar e se estabilizou.
Karen encorajou Michael a continuar cantando.
"Você não sabe, querida, quanto eu te amo.
Por favor, não leve o meu sol embora...
" Enquanto Michael cantava, a respiração difícil do bebê
foi se tornando suave.
"Continue, querido!", pediu Karen, emocionada. "Outra noite, querida,
eu sonhei que você estava em meus braços..."
O bebê começou a relaxar. "Cante mais um pouco, Michael."
A enfermeira começou a chorar. "Você é o meu sol, o meu único sol.
Você me deixa feliz mesmo quando o céu está escuro...
Por favor, não leve o meu sol embora..."
No dia seguinte, a irmã de Michael já tinha se recuperado
e em poucos dias foi para casa.
O Woman's Day Magazine chamou essa história de
"O milagre da canção de um irmão".
Os médicos chamaram simplesmente de milagre.
Karen chamou de milagre do amor de Deus.
NUNCA ABANDONE AQUELE QUE VOCÊ AMA.
O AMOR É INCRIVELMENTE PODEROSO.
O amor está em suas mãos...

Colaboração Pedro Cezar

Mãe Pensamento!!!

Longe de você me sinto uma pessoa sem pensamentos...
Ou melhor, não sei me concentrar neles...
Mais aos pensar em você, sinto em mim um alívio que ameniza todos os problemas da vida...
Como queria está ao seu lado, para sentir seu pensamento positivo ao me olhar e dizer coisas boas para mim e me aliviar de todas as coisas má que tenta impedir meu futuro e meus objetivos...
A vida realmente não é só flores, não é só amor, não é só alegria, não é só tristeza, entre outras, a vida é a coisa mais complicada para nós seres humanos chegarmos ao ponto final dela...; sem termos com quem desabafar os nossos dilemas da vida sem pensar em quem nos criou, nos ama e amou para sempre, está sempre presente em minha vida, seja ela, boa ou ruin, sempre pensando em você... e você sempre pensando nela. Sem esta existência de pensar não conseguimos viver. Pensar em você é pensar em mim.
Você é como uma ‘deusa’, sente:
Quando estou bem,
Quando estou mal,
E procura sempre a melhor maneira para me ajudar e tentar resolver a situação...
Hoje me sinto longe de você, mais mesmo assim, você sempre estará perto de mim, para me animar, tentar fazer-me levar meus idéias a frente, ser o que sou, uma pessoa feliz, dinâmica, e conhecedor dos caminhos da verdade...

Olha sem você:
Sinto-me incompleto...
Sinto-me perdido às vezes...
Mais é fácil ficar perto de você, basta a penas um pensamento:
Que estarei perto de você...
Sentindo seu amor...
Sentindo sua paz...
Entretanto, vivendo os momentos bons da vida, apenas com uma simples palavra, “o pensar”.
Essa maneira faz me reviver a cada dia...
Só você mãe é minha mãe...
Não existe outra semelhante a ti...
Devo tudo a você...
Amo-te...
Admiro...
Sinto paz em pensar em você...

Daniel Barbosa

Minha mãe, minha mãe, eu tenho medo
Me apavora a renúncia. Dizei que eu fique
Afugenta este espaço que me prende
Afugenta o infinito que me chama
Que eu estou com muito medo, minha mãe.

Vinicius de moraes

Eu não saberia falar da minha mãe se não fosse como se falasse de todas as mães do mundo. Porque é assim que eu sinto lá no fundo, que um filho faz muito mais do que a barriga de uma mãe crescer, expande sua alma, para que ela caiba em todos os lugares do espaço e em todos os momentos de cada segundo do tempo.
Dentro do teu mar fui um peixe e depois que me pariste ganhei asas e voei. Mãe , mãe, manhê...sou o seu fruto que agora já amadureceu, que agora também tem suas sementes prontas pra germinar, minha mãe, minha árvore, minha fundação...
Do teu ventre abençoado ganhei a luz e a oportunidade de com esse brilho enfrentar o lado escuro da vida e encontrar o caminho definitivo e a razão do por que a minha alma foi criada...

André Luis Aquino

ser esposa de pm e ; ser mae., companheira , amiga dona de casa,e fazer milagre com o salario do marido,PM não recebe dinheiro repassa.eErezar olhando , mesmo sem querer ver, com uma dor no peito ele vestir diariamente seu uniforme para ir ao encomtro do que ele não sabe.
E passa o dia falando com DEUS para que , nem o radio nem a tv ou mesmo uma viatura apareça com uma noticia ruim. Ser mulher de Pm e esquecer datas comemorativas como: aniversario de casamento,aniversario dos filhos e ate nosso proprio aniversario , porque ele esta sempre de servirço. Ser mulher de Pm é esta sempre so, e sempre se preparando para esta so.
Como ja ouvi a frase "Mulher de PM PM e" estamos sempre alerta, estamos sempre prontas que não sabemos Mas com certeza uma coisa nos Sabemos , que queremos , que nossos maridos voltempara casa, mesmo estressados e sem motivação.
Ser mulher de PM é numca viver o Futuro, Ser Esposa de PM é olhar sempre para algum horizonte,

Conceição Reis