Textos de Saudade

Cerca de 4045 textos de Saudade

Saudade dos seus olhos
Saudade do seu olhar
Saudade da sua boca
Saudade do seu beijo
Saudade do seu gosto
Saudade da sua pele
Saudade das suas mãos
Saudade do seu toque
Saudade do seu cheiro
Saudade do seu abraço
Saudade dos seus braços
Saudade das suas veias
Saudade da sua cor
Saudade do seu jeito de fazer amor
Saudade do seu jeito de sorrir
Saudade do seu jeito de dormir
Saudade do seu jeito de acordar
Saudade do seu jeito de reclamar
Saudade do seu jeito de consolar
Saudade do seu jeito de aprender
Saudade do seu jeito de ensinar
Saudade do seu jeito
Saudade do seu corpo
Saudade da sua alma
Saudade de você
Saudade de mim em você
Saudade de você em mim
Saudade de mim...

Eliane Azevedo

Tanta Saudade

Eu nunca fui do tipo que se apaixonava assim
Eu não sabia que o amor mandava tanto em mim
Eu não pensava que eu seria o sonho de alguém
Agora em meu coração falta o seu amor
Falta essa paixão

O mundo caiu no instante em que eu me vi sem você
Eu não me toquei
Eu só acreditei que o amor fosse fácil de se esquecer
Eu errei... eu tenho tanta saudade...

Sinto falta de você dizendo que eu te fiz feliz
Eu tô colhendo a tempestade que eu mesma fiz
Será que um dia desses vou te encontrar
Só pra te dizer que foi com você
Que aprendi a amar

O mundo caiu no instante em que eu me vi sem você
Eu não me toquei
Eu só acreditei que o amor fosse fácil de se esquecer
Eu errei... eu tenho tanta saudade...

O mundo caiu no instante em que eu me vi sem você
Eu não me toquei
Eu só acreditei que o amor fosse fácil de se esquecer
Eu errei... eu tenho tanta saudade...
Eu tenho tanta saudade...

Wanessa Camargo

Laranjas no ar

Pega no telefone e liga-lhe, não tens nada a perder. Diz-lhe que tens saudades dele, que ninguém te faz tão feliz, que os teus dias são secos, frios e áridos, como um deserto imenso, sem oásis nem miragens, sempre que não estão juntos. Pega no telefone e liga-lhe. Se ele não atender, deixa-lhe uma mensagem. Ou então escreve-lhe uma mensagem a dizer que queres estar com ele. Não te alongues nem elabores, os homens nunca percebem o que queres deixar cair nas entrelinhas. Tens de ser clara, directa, incisiva. E não podes ter medo, porque o medo é o maior inimigo do amor. Cada vez que deixares o medo entrar-te nas tuas veias, ele vai gelar-te o sangue e paralisar-te os nervos, ficas transformada numa estátua de sal e morres por dentro.
A vida é uma incógnita, hoje estás aqui, amanhã podes ficar doente, ou cair-te um piano em cima quando fores a andar na rua. Ainda há pessoas que atiram pianos pela janela, sabias? Nunca se sabe como será o dia de amanhã, por isso não percas tempo: pega no telefone e liga-lhe. Tenho a certeza que ele te vai ouvir, tenho a certeza que ele te vai ajudar, tenho a certeza que ele, à sua maneira - e é tão estranha a forma como os homens gostam de nós - ainda gosta de ti. Mesmo que já não te ame, ainda gosta de ti, como tu vais aprender a gostar dele, quando a vida te obrigar a desistir deste amor. Ele está longe, mas olha por ti por entre memórias, presentes e flores. À noite, entre sonhos alterados pelo álcool, tu apareces-lhe na cama e ele volta a sentir o cheiro da tua pele e volta a amar-te com todas as suas forças. Ainda que não acredites, tu viverás para sempre nele, tal como ele vive em ti, na memória das tuas células, num passado que pode ser o teu escudo, mesmo que não seja o teu futuro.
Pega no telefone e liga-lhe. Fala com ele de coração aberto, diz-lhe que o queres ver, chora se for preciso, pede-lhe que te diga se sim ou se não. Se for preciso, por mais que te custe, pede-lhe para te escrever a palavra NÃO. Pede-lhe uma resposta para o teu coração. Mais vale saberes que acabou tudo do que viveres com as laranjas todas no ar, qual malabarista exausto, sem saberes nem como nem quando elas vão cair. Mais vale chorar a tristeza de um amor perdido do que sonhar com um oásis que se transformou numa miragem.
Pega no telefone e liga-lhe. Liga as vezes que forem precisas até conseguires uma resposta, a paz de uma certeza, mesmo que essa certeza não seja a que desejavas ouvir. Mas não fiques quieta, à espera que a vida te traga respostas. A vida é tua, tens de ser tu a vivê-la, não podes deixar que ela passe por ti, tu é que passas por ela. E quando todas as laranjas caírem, apanha-as com cuidado, guarda-as num cesto e muda de profissão. O circo é para quem não tem casa nem país, não é vida para ninguém. Guarda as laranjas num cesto, leva-as para casa e faz um bolo de saudades para esquecer a mágoa. E nunca deixes de sonhar que, um dia, tal como eu, vais encontrar alguém mais próximo e mais generoso, que te ensine a ser feliz, mesmo com todas as pedras que encontrarem no caminho.
Larga as laranjas e muda de vida. A vida vai mudar contigo.

Margarida Rebelo Pinto

36 prestações de saudade

Dizem que tudo na vida tem dois lados. Um bom e outro ruim. Depende nos olhos de quem está a pimenta. Mas se tem algo realmente ambiguo para uma única alma é um troço chamado saudade. Com ou sem primenta nos olhos. O dito popular é quem melhor traduz a dualidade de uma saudade quando diz que esta é a maior prova de que o amor valeu a pena. Então sentir a falta é bom. E ruim. Em todos os pontos de vista. Vai entender...

Saudade é amar um passado que nos machuca no presente. É uma felicidade retardada. É deitar na rede e ficar lembrando das ardentes reconciliações depois de brigas homéricas por motivos desimportantes. Sente-se falta de detalhes, como uma toalha no chão, dias chuvosos, da cor dos olhos. A saudade só não mata porque tem o prazer da tortura.

Saudade é o amor que não foi embora ainda, embora o amado já o tenha feito. Ter saudade é imaginar onde deve estar agora, se ainda gosta de vinho bordeaux, se chorou com a derrota do Grêmio no campeonato nacional, se tem tratado aquela amigdalite. E quando a saudade não cabe mais no peito, se materializa e transborda pelos olhos.

Sentir saudade é ter a ausência sempre do seu lado. É mudar radicalmente a rotina, comer mais salada e menos sorvete, frequentar lugares esquisitos, ter dias mais compridos, ter tempo para os amigos, para o vizinho e para a iguana do vizinho. A saudade é a inconfortável expectativa de um reencontro.

Às vezes a saudade é tão grande que nem é mais um sentimento. A gente é saudade. É viver para encontrar o olhar da pessoa em cada improvável esquina, confundir cabelos, bocas e perfumes, sorrir com os lábios tendo o coração sufocado. Porque mesmo a saudade sendo feita para doer, às vezes percebemos que ela é o meio mais eficaz de enxergar o quanto amamos alguém, no passado ou no presente.

Por que a saudade é o muro de Berlim desmoronado no chão, capaz de agregar opostos, como a tristeza e a felicidade em uma coisa híbrida. Se você tem saudade é sinal que teve na vida momentos de alegria com ela ou ele! No fim das contas, a saudade que agora lhe maltrata nada mais é que uma dívida sendo paga em longas 36 prestações pelo amor usufruído. Agora aguenta...

Gabito Nunes - CarasComoEu.com.br

Domingo, Junho 24, 2007

Era de tarde e eu senti saudades do seu sorriso. alguém sorria tão bonito na rua, e da janela do ônibus eu vi, e era um sorriso que me lembrou o seu. Bem que me disseram que depois de muito tempo sem falar com alguém, qualquer raiva vira saudade pura. Não tenho medo de clichês: amor realmente não basta quando duas pessoas vivem momentos diferentes. Quando o amor é de primeira, e no olhar as almas se encontram e se amam, o amor pode ser extremamente bonito, mas também frágil demais. E mais uma vez sendo comum, lhe digo que sentimentos delicados são como cristais. E, portanto, digo também que há vasos que precisam ser tratados com extrema delicadeza. E palavras rudes são tombos altos. A decepção condicionaliza o amor, que, para ser amor, há de ser incondicional. Ainda que as almas saibam que o amor é de verdade, as pessoas precisam conhecer profundamente o caráter da outra para não precisar ficar segurando o vaso o tempo inteiro. Nos amávamos, não tenho dúvidas. E, por isso - somente e o bastante - não tivemos medo de deixar o vaso sobre a mesa. E hoje quando eu olho os cacos, um deles é a janela do ônibus pela qual eu vi um sorriso que me lembrou o seu. E me deu saudades. E mais do que lembrar dos passeios que não chegaram a acontecer, as comidinhas gostosas e os desenhos que não fizemos, os seus casos de amor que você não me contou, as alegrias e as tristezas que não aumentaram ou diminuíram ao dividirmos, mais que tudo isso eu olho para os cacos e lembro de tudo que está em cada um deles. Tudo o que aconteceu e fez de mim uma pessoa melhor. Porque a alma ainda ama. Se eu tivesse cola, eu juro que tentava colar. ainda que não fosse nunca ficar igual.

Mariana Chagas

SAUDADE
De vez em quando eu penso em ti
então minha voz se cala
meu corpo estremece
e meu coração bate desesperadamente...
uma lágrima se atira a esmo no espaço
e meus olhos se perdem no infinito.

De vez em quando eu te sinto
acariciando o meu rosto
balançando a cabeça, teus cabelos roçando o vento
tua voz acariciando meu ser
de vez em quando eu te encontro
perdida em meus passos
indomável diante dos meus braços
distante do meu sentimento.

De vez em quando eu penso em ti
como uma andorinha que se foi
como um raio que se apagou
ou uma luz que se perdeu no mar
de vez em quando eu te pressinto
tão perto e tão longe
tão perto que nem posso te alcançar
tão longe que não consigo te esquecer.

De vez em quando eu choro
e não consigo conter minha dor
por não poder te ter
por não poder te amar
por não suportar a força que tem
o rastro de uma felicidade
de vez em quando eu te tenho junto a mim,
pois és no meu amargor
a chama de uma saudade

Fernando Barbosa Filho

AMIGOS DO PEITO



São aqueles que sentimos afinidades
Que nos despertam saudades
Que conhecem a nossa realidade!
Amigos do peito
São aqueles que se tornam especiais
Que se fazem essenciais
Nos ouvindo quando necessitamos falar
Nos calando quando necessitamos ouvir
Nos estimulando quando pensamos em desistir
Nos amparando quando achamos que vamos cair!
Amigos verdadeiros do peito
São aqueles que se entristecem com nossas derrotas
Que se sentem felizes com as nossas vitórias
Que caminham lado a lado na mesma direção
Sempre nos impulsionando
Quando a vida parece perder a razão
Amigos do peito
São amigos queridos,
Jamais esquecidos
E mesmo quando ausentes
Eles se tornam presentes
Porque estão bem dentro do peito
No nosso coração

Mônica Amélia

Um dia a maioria de nós irá se separar
Sentiremos saudades de todas as conversas jogadas fora, as descobertas que fizemos, dos sonhos que tivemos, dos tantos risos e momentos compartilhados.

Se isso acontecer, e cada momento for mais raro, teremos as lembranças.

E se um dia meus filhos, ou quem sabe meus netos me perguntarem, vendo aquelas fotos “antigas”, quem são estas pessoas? E estas roupas esquisitas?

Após um breve riso direi com orgulho:
- Foram meus amigos, com os quais vivi meus melhores momentos.
Neste instante a saudade vai apertar, doer de fato pela ausência.
Quem sabe algumas lágrimas de tristeza e felicidade cairão de meus olhos

Almany Falcão - Poeta do sol

(...) saudade daquilo que fui e, sei, não sou mais e
nunca mais voltarei a ser. Mais logo afasto essas coisas da cabeça. Só trazem tristeza, reavivam coisas que eu não queria mais sentir. Essas lembranças passam pela cabeça sem se deter. São humildes, parecem esperar um aceno para caírem sobre mim. Quase nunca faço esse aceno; ela desaparecem, deixando um gosto e um cheiro muito leves de poeira, armário aberto depois de muito tempo, lençol limpo, café preto com broa de milho.

Caio Fernando Abreu - Limite Branco

Saudade

Não tenho percebido cores;
Não tenho sentido mais o néctar das flores;
Não sei mais o que é real e nem abstrato.

Talvez neste exato momento, não sonhasse com o futuro,
Nem vivesse no passado;

Há dias tenho vagado na mente distante, incessante,
Mas exatamente neste instante, tenho sido incoerente e não só com opiniões diferentes,
Mas também com pouca e muita gente.
Sou assim...Naturalmente!
“O que fazer?”.

Tenho medo da dor, tenho medo de sofrer,
Tenho medo de brigar com meu amor, de matar, de morrer...
Será que todos são assim?
Não sei mais quem sou!
Não tenho estado mais aqui comigo.

A saudade, engrandece a tristeza,
Que mesmo sendo de nossa natureza,
Não consigo aceitar!

Sinto falta de tudo, sinto falta de você!
Na memória, a lembrança tardia de um sorriso e um olhar de uma triste alegria, que glorifico!
É o que me faz despertar!

Diogo Sales

Saudades

Muito tempo sem você ao meu lado.
Às Vezes, vejo seu sorriso, seu olhar em outros rostos.
Toco seu rosto, acordo do sonho e encontro apenas o vazio.
Hoje percebo o quanto a vida é curta para deixá-la passar em branco.
Eternamente amigos, eternamente no coração daqueles que amam.
Um dia nos reencontraremos, não paro de sonhar com você.
Só quero abraçá-lo mais uma vez, sentir sua alma presente, seu olhar e suas mãos quentes.

Grazielle de Moura Ferreira

SAUDADE ESCONDIDA
Se voce procurar
Uma lagrima em meu olhar
E nao conseguir encontrar
Nao pense que eu te esqueci.
Mas apenas minha saudade escondi.

Eu procuro nao revelar
esta saudade que vai me matar
a qualquer hora e em qualquer lugar
Porque cada minuto
Eu vivo a te amar...

E se enfim,..
Puderes ver uma lagrima rolar .
É simplesmente porque ja nao aguento mais me torturar
E em lagrimas...
Pretendo me derramar!...

Rafaela Augusta da Silva(rafaelapoetisa)

Saudade não é o que a gente sente quando a pessoa vai embora. Seria muito simples acenar um ‘tchau’ e contentar-se com as memórias, com o passado. Saudade não é ausência. É a presença, é tentar viver no presente. É a cama ainda desarrumada, o par de copos ao lado da garrafa de vinho, é a escova de dentes ao lado da sua. Saudades são todas as coisas que estão lá para nos dizer que não, a pessoa não foi embora. Muito pelo contrário: ela ficou, e de lá não sai. A ausência ocupa espaço, ocupa tempo, ocupa a cabeça, até demais. E faz com que a gente invente coisas, nos leva para tão próximo da total loucura quanto é permitido, para alguém em cujo prontuário se lê “sadio”. Ela faz a gente realmente acreditar que enlouquecemos. Ela nos deixa de cama, mesmo quando estamos fazendo todas as coisas do mundo. Todas e ao mesmo tempo. É o transtorno intermitente e perene de implorar por ‘um pouco mais’.

Saudade não é olhar pro lado e dizer “se foi”. É olhar pro lado e perguntar “cadê”?

beeshop

Você me faz falta.
É. Talvez eu não deva estar te falando isso. Mas a saudade que eu senti hoje foi mais forte que qualquer "orgulho".
Saudade de você me fazendo rir o tempo todo.
Saudade do seu abraço que me fazia esquecer do mundo.
Saudade das nossas conversas.
E até de nossas pequenas brigas e discussões.
Saudade até de você emburrado do nada.
De você tentando me enganar.
Saudade das nossas incertezas.
Saudade da esperança que eu possuia de ficar contigo um dia.
Saudade de tudo.
Saudade de VOCÊ.
Eu te amo.

Raíssa Alves

O que fazer quando angustia, ódio, magoa, amor, saudade, tristeza, certezas, incertezas, lembranças, e muita vontade de ver e ao mesmo tempo evitar ver, de querer e não querer ou mesmo nao poder, batem na pessoa tudo ao mesmo tempo?

Quando tentamos abrir os olhos para algo novo, mas este novo demora mais do que queremos, quando queremos mudar mas não conseguimos, quando quem tu quer, nunca mais estará por perto, ou mesmo, não saber se você quer ou não ela perto de novo...

Sentir aquele aperto no peito e saber q "aquela", nunca mereceu seus gestos, suas flores, seu pensamento, e agora, tão pouco seu sofrimento.

Algo que se batalha por tanto tempo, que se constrói, que se faz com amor, e você ve desmoronar como um castelo de areia á beira do mar e ñ poder fazer nada!?

Digo uma coisa, sinto tudo isso, mas acho que encontrei a resposta... amigos, isso é oque fazer

E tu, meu amigo, dizer que estou errado em sofrer tanto por alguem que não me merece, não vai adiantar, porque quanto mais passa o tempo mais eu percebo que eu me apaixonei pela pessoa errada, mas me apaixonei...

Cristiano Deon

Distante assim meu riso é pranto
É lágrima de saudade
De tristeza metade
E metade de encanto
Um tanto felicidade
E amor outro tanto!

Distante assim sou casa vazia
Sou do beijo lembrança
Sem par em dança
Resquício de alegria
Amor que não se cansa
Distância tripudia!

Tão perto assim sou mãos dadas
Um dormir nos braços
Acordar no abraço
De bocas coladas
É um não cansaço
De fazermos nada!

Tão perto assim sou você
Um caso perfeito
Seu corpo, seu beijo, seu jeito
E um medo de perder
Sou amor que bate no peito
Eternidade a me envolver...

Rafael Almeida

Saudade

Saudade, sombra que trilha, por onde
andou a paixão; inevitável cedilha da
palavra "coração".
Saudade, sino plangente, que badala
sem cessar, dentro d`alma e faz a gente
não sei porque, soluçar...
Saudade, palavra linda, inventada pra
dizer: eu te quis, te quero ainda e
sempre te hei de querer.
Saudade, estrela que fica, quando as
outras já se vão, e, ficando, mortifica
a noite do coração.
Saudade, febre que a gente sem querer
pode apanhar...nunca mata de repente
vai matando devagar.
Saudade, nem é preciso perguntar de
onde ela vem; basta lembrar o sorriso
e os olhos que você tem.
Saudade, fim de um enlevo, que perdi,
não sei por que, pois tudo isso que
escrevo são saudades de você.

Colombina

Você...

Se a saudade pudesse falar;
esta diria teu nome...

Se as lembranças pudessem serem
reviviadas;
seriam os momentos meus contigo...

Se o meu sorriso fosse apenas para
alguém;
Seria para você...

Se o meu olhar tivesse apenas uma direção;
seria para o teu rosto...

Se o meu coração eu pudesse entregar
em uma caixinha;
Entregaria na porta do seu coração...

Se o seu calor dependesse do meu;
Ousaria colocar o meu corpo junto ao teu...

Se o meu amor fosse apenas para uma pessoa...
Eu não poderia da-lo a ti...
Pois a ti já pertence!

Anne Caroline M. M.

Há amores que se vão com o tempo
Há amores que não toleram a ausência
Há amores que não suportam a distância
Há amores que se desencantam com a rotina
Há amores envenenados por intrigas
Há amores que são feridos por palavras
Há amores que não alcançam a maturidade
Há amores que são trocados por interesse
Há amores destroçados pela desconfiança
Há amores machucados pela instabilidade
Há amores que não se encontram com a estabilidade
Há amores eternamente solitários
Há amores que se perdem por medo...
Apesar de tudo, apesar do amor, apesar do querer, por medo.
Há amores que se perdem até mesmo por excesso de amor!
Mas não ser feliz por medo de amar, mesmo que ainda doa, essa sim, é a forma mais covarde de se perder um grande amor!

Eliane Azevedo

Eu não quero sentir saudades de você... perto de você...
Se mesmo longe eu estava com vc..
perto eu queria vir pra mim...
Não me encontrei um sequer segundo em você
Mais eu ainda sei que eu to ai...
e fique sabendo que vc não vai sair tão facil daqui..
e eu nem quero q vc saia
eu te amo...te amo muito
que me vem tantas palavras na cabeça
que não consigo escrever
que mesmo que falem pra mim não demonstrar
eu quero continuar te amando desse jeito que eu amo
que ainda naum sei explicar
mais eu sei q vc sente
lembra do "uma coisa muda tudo?"
muda tudo comigo
eu quero vc

Biel Migotto