Textos de Sartre

Cerca de 19 textos de Sartre

"Eu sei que nunca mais encontrarei nada nem ninguém que inspire uma paixão. Você sabe, não é tarefa fácil amar alguém. É preciso ter uma energia, uma generosidade, uma cegueira. Há até um momento, bem no início, em que é preciso saltar por cima de um precipício: se refletirmos, não o fazemos. Sei que nunca mais saltarei..."

Sartre

Os homens. É preciso amar os homens. Os homens são admiráveis. Sinto vontade de vomitar – e de repente aqui está ela: a Náusea. Então é isso a Náusea: essa evidência ofuscante? Existo – o mundo existe -, e sei que o mundo existe. Isso é tudo. Mas tanto faz para mim. É estranho que tudo me seja tão indiferente: isso me assusta. Gostaria tanto de me abandonar, de deixar de ter consciência de minha existência, de dormir. Mas não posso, sufoco: a existência penetra em mim por todos os lados, pelos olhos, pelo nariz, pela boca… E subitamente, de repente, o véu se rasga: compreendi, vi. A Náusea não me abandonou, e não creio que me abandone tão cedo; mas já não estou submetido a ela, já não se trata de uma doença, nem de um acesso passageiro: a Náusea sou eu.

Jean-Paul Sartre

"Entre as muitas coisas profundas que Sartre disse, essa é a que mais amo: “Não importa o que fizeram com você. O que importa é o que você faz com aquilo que fizeram com você.“ Pare. Leia de novo e pense. Você lamenta essa maldade que a vida está fazendo com você, a solidão. Se Sartre está certo, essa maldade pode ser o lugar onde você vai plantar o seu jardim."

Rubem Alves

"Os dias mais recuados de sua infância, o dia em que dissera: "Serei livre", o dia em que dissera: "Serei grande", apareciam-lhe, ainda agora, com seu futuro particular, como um pequenino céu pessoal e bem redondo em cima deles, e esse futuro era ele, ele tal e qual era agora, cansado e amadurecido. Tinham direitos sobre ele e através de todo aquele tempo decorrido mantinham suas exigências, e ele tinha amiúde remorsos abafantes, porque o seu presente negligente e cético era o velho futuro dos dias passados. Era a ele que eles tinham esperado vinte anos, era dele, desse homem cansado, que uma criança dura exigira a realização de suas esperanças; dependia dele que os juramentos infantis permanecessem infantis para sempre, ou se tornassem os primeiros sinais de um destino. Seu passado sofria sem cessar os retoques do presente; cada dia vivido destruía um pouco mais os velhos sonhos de grandeza, e cada novo dia tinha um novo futuro; de espera em espera, de futuro em futuro, a vida dele deslizava docemente...em direção a quê? "

Sartre

"Eu sei que nunca mais encontrarei ninguém que inspire uma paixão. Você sabe, não é tarefa fácil amar alguém.
É preciso ter uma energia, uma generosidade, uma cegueira.
Há até um momento, bem no início, em que é preciso saltar por cima de um precipício: Se refletirmos, não o fazemos.
Sei que nunca mais saltarei..."

Sartre

O filósofo Jean Paul Sartre emitiu uma das mais importantes frases acerca da liberdade humana: ´mais importante do que fizeram com você, é o que você vai fazer com o que fizeram de você´. Os fatos podem afetar você, mas nada lhe determina. Você é único e livre para ser feliz. O mundo e o passado não lhe definem. Você escreve a sua história. Isso é ser livre de verdade.

Leo Fraiman

Será o homem para o universo uma paixão inútil?
(como referiu J.P.Sartre)
Reclamo, por meu turno, seja através de um claro
sonho, ou num qualquer presciente momento do dia,
um ponto de certeza que o meu ser-total ache cre-
dível em si mesmo. É que eu, ainda que me reduzis-
se a um mero e micro sintoma do quântico univer-
sal, teria de me crer, por tal proposição, não
mais que um acidente, um capricho de jogo de da-
dos, por sorte incubado no e do alento a que cha-
mamos vida.
Porém, se essa paixão inútil do Universo pretendeu
designar o Homem, não me importo mesmo nada de
gostar desse ´capricho´..., isto porque:
Vivo-me do Homem que Eu Sou e conscientizo-me n´ele. Porque Eu Sou também Universo - tal como a
gota é legitimamente o Oceano.

L.Batarda G.

"Realmente, só pelo fato de ser consciente das causas que inspiram minhas ações, estas causas já são objetos transcendentes para minha consciência; elas estão fora. Em vão tentaria apreendê-las. Escapo delas pela minha própria existência. Estou condenado a existir para sempre além da minha essência, além das causas e motivos dos meus atos. Estou condenado a ser livre. Isso quer dizer que nenhum limite para minha liberdade pode ser estabelecido exceto a própria liberdade, ou, se você preferir; que nós não somos livres para deixar de ser livres."

Jean-Paul Sartre O Ser e o Nada (1943) Quarta parte

Alegría de la tristeza
En las viejas telarañas de la tristeza

suelen caer las moscas de sartre

pero nunca las avispas de aristófanes



uno puede entristecerse

por muchas razones y sinrazones

y la mayoría de las veces sin motivo aparente

sólo porque el corazón se achica un poco

no por cobardía sino por piedad



la tristeza puede hacerse presente

con palabras claves o silencios porfiados

de todas maneras va a llegar

y hay que aprontarse a recibirla



la tristeza sobreviene a veces

ante el hambre millonaria del mundo

o frente al pozo de alma de los desalmados



el dolor por el dolor ajeno

es una constancia de estar vivo



después de todo / pese a todo

hay una alegría extraña / desbloqueada

en saber que aún podemos estar tristes

Mario Benedetti

SARTRE NA GENTE

É um lutar sem fim,
nós somos Tamoios Confederados,
A História exige assim,
e não nos faremos de rogados.
Aos irmãos não trairemos,
e nisso a gente é intransigente.
“O importante é o que fazemos,
com o que fazem da gente”.

Nosso povo é trabalhador,
e já foi saqueado e escravizado.
Nunca lhes faltou fé e amor,
mas sempre são dominados.
Até o final nós resistiremos,
na disposição mais veemente.
“O importante é o que fazemos,
com o que fazem da gente”.

Azuir

Azuir Filho

"Eu era uma criança, esse monstro que os adultos criam com suas mágoas" (Sartre)


E eu, monstro aprisionado... e quantas magoas devem ter sido as que me criaram... até porque de tão magoada a criação, penalizada fui pelo crescimento precoce, exigido para que se preenchessem as lacunas deixadas pelo medo e a fulga da responsabilidade.

Daniela Maurano

...Alguém que também errou...

Divago a existência, no sentido lato
Disse um dia Sartre :
"Existência clama por significado"
Subsistente duvida que carregamos...
Por que vivemos ?
As vezes isso parece uma foto preto e branco
Ilustrando uma estante empoeirada
Com uma coleção de desejos e sonhos
E a legenda "carpe diem"

De tanto querer viver o agora
O agora se torna passado
E o futuro que desejávamos
Continua sendo futuro
E assim esquecemos que o futuro não existe
Só crescemos e realizamos no agora
Aceitar a realidade e agir em silêncio
Saber onde quer chegar com disciplina e determinação
Seu melhor amigo será o erro
Pois é o única que trás consigo a verdade

A maior motivação que carregamos
Será também a derrota
Porque se realmente queremos iremos até o fim
Não podemos viver de "quases"
E não podemos viver só de palavras
Elas as vezes omitem a verdade da realidade
Pois viver não é só apenas dizer
É também fazer...
Fazer acontecer

André Felipe Vieira

A doutrina existencialista de Sartre, Nietzsche, me ensina a cada dia que a liberdade não é o mar de rosas que a maioria pensam. Estou cada dia mais, concretizando idéias de que a liberdade é o poder que podemos ter em controlar nossos pensamentos, palavras e emoções. E o mais difícil, fazer escolhas. Cada escolha gera perdas, cada perda é acompanhada por desgostos e nos desgosto surge problemas mais graves. E é por isso que muitos não fazem escolhas e assim, não alcança a liberdade.
A liberdade está muito além de sair de casa e cometer atos defendido ou condenado pela lei do homem e a lei e Deus. É controlar nossa psique e comandar nossos sentimentos. Talvez seja a tarefa mais difícil da existência, uma luta eterna. Impossível? Ou o impossível, de fato, é só uma questão de opinião?

Matheus José da Silva

A liberdade é seu jardim secreto. Sua pequena conivência para consigo mesmo. Um sujeito preguiçoso e frio, algo quimérico, razoável no fundo, que malandramente construiu para si próprio uma felicidade medíocre e sólida, feita de inércia, e que ele justifica de quando em vez mediante reflexões elevadas. Não é isso que sou?

Jean-Paul Sartre

"A escolha é possível, em certo sentido, porém o que não é possível é não escolher. Eu posso sempre escolher, mas devo estar ciente de que, se não escolher, assim mesmo estarei escolhendo. Contudo, viver é isso: Ficar se equilibrando o tempo todo, entre escolhas e consequências."

Jean-Paul Sartre

"Entre as muitas coisas profundas que Sartre disse, essa é a que mais amo: “Não importa o que fizeram com você. O que importa é o que você faz com aquilo que fizeram com você.” Pare. Leia de novo e pense. Você lamenta essa maldade que a vida está fazendo com você? Se Sartre está certo, essa maldade pode ser o lugar onde você vai plantar o seu jardim."

Rubem Alves

O existencialismo, proposta intelectual e" logica" sensivel de Sartre, nos permite á possibilidade de buscar um local diferente do consumo e dos falsos valores imediatistas. Albert Camus e Sartre colocam o homem moderno a se ver no espelho e se libertar de toda fantasia de consumo e de perceber a ideologia de felicidade simplista onde a religiao , a TV e o supermercado são seus atalhos .Existir na essencia humana é permitir a todos a possibilidade de quebrar as correntes e buscar a luz negada a todo instante.

Fabio Rocha

“Sartre” disse que “o homem é angústia” em razão da responsabilidade das suas escolhas. Para “Freud” a angústia é um mecanismo de defesa que se organiza a partir do conflito. “Munch” imortalizou esse sentimento em uma só imagem “O grito”. E eu... Eu não preciso dizer mais nada. Deito, rezo e respiro. É preciso tomar fôlego para que os “amanhãs” venham recheados de novos temas.

Marcelle Caldas

Entre as muitas coisas profundas que Sartre disse, essa é a que mais amo: “Não importa o que fizeram com você. O que importa é o que você faz com aquilo que fizeram com você.“ Pare. Leia de novo e pense. Você lamenta essa maldade que a vida está fazendo com você, a solidão. Se Sartre está certo, essa maldade pode ser o lugar onde você vai plantar o seu jardim.

Crys Rangel