Textos de Meninas

Cerca de 1351 textos de Meninas

Sou menina que anda de salto alto, sou mulher que brinca de boneca. Sou muitas, sou tantas, sou várias em uma só, e ás vezes nem sei quem sou.
Eu sou alegria, dou risada, brinco, conto piadas, faço todos rir, sou bom-humor. Mas eu também sou tristeza, de uma hora para outra caio em um choro sem fim, choro igual criança, sou mau-humor.
Eu sou amiga, eu ouço, entendo, conforto, ajudo quando posso e quando não posso também. Eu sou minha amiga. Mas eu também sou indiferença e não perco meu tempo com quem não gosta de mim, com quem não se importa comigo.
Eu sou perceptível, enxergo com clareza de detalhes tudo ao meu redor, sei o que dará certo e o que não dará eu também sei. Consigo perceber nos gestos e nos olhares pequenas coisas que quase ninguém mais vê. Mas o que está diretamente ligado à mim, eu não vejo, não percebo, eu não sei, ou talvez não queira ver, não queira saber. Eu sou sabedoria, mas também sou ignorância.
Eu sou amor, eu transbordo amor, quando gosto, gosto de verdade, até o fim. Eu sou amor e não caibo em mim e por isso distribuo amor, muitas vezes para pessoas erradas, então eu volto a ser tristeza.
Eu sou independência e quero ficar só, não quero ninguém comigo ao meu lado. Mas em segundos volto a ser carência, quero colo, quero amor, quero carinho, quero mimos.
Eu sou coração, me comovo com tudo, choro por todos. Eu sou razão, sou forte, sou dura.
Eu sou passado e sinto uma saudade imensurável de lá. Eu sou futuro e sinto uma vontade imensa que ele chegue logo. Eu sou presente, com um pé no passado e o outro no futuro, tentando focar a mente no presente.
Eu sou tudo, sou mudança, sou pressa, sou fogo. Eu sou nada, sou comodismo, sou calmaria, sou água.
Eu sou muitas e dentre tantas, não sei quem é a líder, quem manda em mim.

Amanda Sanches

A menina que talvez já tenha acreditado em pessoas perfeitas, momentos perfeitos, que já ouviu de muitas pessoas o que não queria, que já fez muita coisa que não deveria.
Uma menina que já errou muito, que perdou bastante;
Uma menina que ganhou e conquistou o mundo, mas que em certos momentos não soube aproveitar e acabou perdendo uma parte disso;
Uma menina que agir, sabe amar, que sempre espera das coisas algo positivo;
Uma menina que já chorou muito, que já riu bastante, que já pulou, que já contou várias piadas sem graça apenas para ver um amigo sorrir;
Uma menina que aos poucos está apredendo a viver, a amar e ser feliz!

Nattany Argélia

Eu contente, eu diferente, eu triste, mas sempre sorridente...
Eu, uma menina assim...
Gosto de abraçar apertado, sentir alegria inteira, inventar mundos, inventar amores. Acho graça onde não há sentido. Acho lindo o que não é. O simples me faz rir, o complicado me aborrece. O mundo pra mim é grande, não entendo como moro em um planeta que gira sem parar. Verdade seja dita: entender, eu entendo. Mas não faz diferença, o mundo continua rodando, existe a tal gravidade, pelo menos para mim.
O que importa é o que faz os meus olhos brilharem, o coração bater forte, o sorriso saltar da cara. Eu acho que as pessoas são sempre grandes e às vezes pequenas, igual brinquedo Playmobil. Enxergo o mundo sempre lindo e às vezes cinza, mas para isso existem o lápis-de-cor e o amor que a gente aprendeu em casa desde cedo.
Tenho um coração maior do que eu, nunca sei minha altura, tenho o tamanho de um sonho. E o sonho escreve a minha vida que às vezes eu risco, rabisco, embolo e jogo debaixo da cama (pra descansar a alma e dormir sossegada).
Coragem eu tenho um monte. Mas medo eu tenho poucos. Tenho medo de filme de terror, tenho medo das pessoas, tenho medo de mim mesma. Minha bagunça mora aqui dentro, pensamentos entram e saem, nunca sei aonde fui parar. Mas uma coisa eu digo: eu não páro. Perco o rumo, ralo o joelho, bato de frente com a cara na porta: sei aonde quero chegar, mesmo sem saber como. E vou.
Sempre me pergunto quanto falta, se está perto, com que letra começa, se vai ter fim, se vai dar certo. Sempre pergunto se você está feliz, se eu estou linda, se eu vou ganhar estrelinha, se eu posso levar pra casa, se eu posso te levar pra mim, se o café ficou forte demais. Eu sou assim. Nada de meias-palavras. Já mudei, já aprendi, já fiquei de castigo, já levei ocorrência, já preguei chiclete debaixo da carteira da sala de aula, mas palavra é igual oração: tem que ser inteira senão perde a força.
Sou menina levada, princesa de rua, sou criança crescida com contas para pagar. E mesmo pequena, não deixo de crescer. Trabalho igual gente grande, fico séria, traço metas. Mas quando chega a hora do recreio, aí vou eu... Beijo escondido, faço bico, faço manha, tomo sorvete no pote, choro quando dói, choro quando não dói. E eu amo. Amo igual uma criança. Amo com os olhos vidrados, amo com todas as letras. A-M-O. Amo e invento. Sem restrições. Sem medo. Sem frases cortadas. Sem censura. Sem pudor. Quer me entender? Não precisa. Quer me amar? Me dê um chocolate, um bilhete, um brinde que você ganhou e não gostou, uma mentira saudável, mas bonita pra me fazer sonhar.
Não importa. O que importa é o lugar, o momento e com quem eu me sinta especial. Não quero ter a terrível limitação de quem vive apenas do que é passível de fazer sentido. Eu não: quero uma verdade inventada, um beijo, um abraço, amar e viver !!!

Meus desejos são ordens para mim !!! Por isso vou ser FELIZ .......

Alê

Menina

Hum por onde começar? Que hum... É.... Já sei... Hum, acho que não.
É vou começar pelo começo. Mas qual é o começo ?
Ta bom ta bom falarei aqui sobre uma menina indecisa, que planeja uma vida de sucesso que tem enormes sonhos, que viaja no mundo, que se ilude com pouco, que enxerga a realidade, uma menina doida que quer viver os mínimos detalhes da vida, quer saber, aprender, se relacionar, ver, ouvir, crer, perceber, apanhar, ajudar, uma menina que quer ser alguém na vida, diferente, única, exclusiva. Uma menina que tem medo de crescer, medo de ser mais responsável, medo de perder, medo de não saber lidar com as situações, aflita de medo de errar. Mas de uma coisa ela sabe, que ela vai ter que viver e aprender com a vida.
Afinal, quem nasce sabendo? Ela não, ela acha que já sabe bem da vida, mas na realidade ela não sabe nada de nada, ela vive uma aventura a cada dia, ela vive tentando descobrir a si própria, imaginando como será seu futuro, como será amanhã se nem o hoje ela consegue resolver direito, mas essa menina é determinada a viver e viver. Porque a razão do viver para ela, é descobrir porque ela vive.
Que tarefa difícil, mas essa menina que ama sua família adora seus amigos, entende os necessitados, odeia falsidade, perdoa facilmente, pede perdão milhões de vezes, não suporta ter alguém que não goste dela por mínimo que seja o detalhe, não quer ver ninguém chorar, a não ser de alegria, que não suporta a desigualdade, que ama com intensidade, que se entrega mesmo quando não deve, acreditando que existem pessoas diferentes, uma menina cheia de defeitos muito mais do que qualidades que pensa que ela pode mudar o mundo.
Impossível? Não para essa menina o impossível é só para os fracos, ela acredita no possível, e quer viver o possível e custe o que custar ela quer mostrar para o mundo para todos que o mais impossível fazemos que é o viver.
“- Menina isso é ilusão!!! E uma lágrima desce seu rosto, simples e profunda. Não acabe com as expectativas de uma menina, não frustre os sonhos de uma menina, essa menina vive, não por viver mas por ter o dom da vida.
“- Menina não chore, a vida não acabou, acorde, viva, ame, olhe para mim, menina sonhe, imagine, aprenda, se aventure, mude o mundo... menina.....menina....menina VIVA.......!!!!!
Que silêncio é esse?...
Cadê a menina dos sonhos? Ela esta ali olhe...
Mas olhe... Se foi a menina, é apenas mais uma mulher.

Maya Postigo

Como conquistar uma menina?

Primeiro faça com que ela note
que você é diferente dos outros caras
e assim fará ela a mulher mais feliz,
aquele que prefere pegar um DVD numa
tarde de domingo para ver agarradinho
em vez de ir a uma micareta,aquele que
te liga quase todo dia,só pra saber como
vc está,aquele que sempre que te olha
parece que está hipnotizado,aquele que
vc ve os olhos dele brilharem quando fala
algo bonito pra você,aquele que quando vc
se mostra feliz ele fica mais feliz do que você
mesma com sua felicidade.Ou seja,no fim vc vai ver
que aquele cara é igual a mim,que te escreve
poesias,mas, ninguem sabe pq ele mantém segredo absoluto

Ou seja,aquele que te ama mais do que qualquer
um que um dia irá entrar na sua vida,quer um passaporte
para o paraíso?venha comigo,agora se quer sofrer num
inferno,deixe-me e escolha outro alguem.

Junior Loureiro

Sou menina sou mulher.
Te faço rir e chorar.
Amo o luxo e o lixo.
Tenho gosto por flores
e paixão por armas
Feminina não feminista.


Adoro as jóias porem
motores me fascinam.
Não pode me faltar o sol
mas tenho a noite na alma.
Sinto fome de saciedade.
Se me der seu amor,
vou querer seu prazer
e pra que só prazer
se procuro um romance?


Sou sempre um paradoxo.
Tão obscura, tão distinta.
Sou uma em tantas.
Corro contra o tempo,
vou sem pressa de chegar.
Vivo assim por viver!

Ana Paula Félix Gervoni

Descobre-te como mulher

Com a leveza de uma menina

Olha-te no espelho, abra um sorriso.

Olha dentro dos teus belos olhos

Vê essa chama que te compreende

Esse desejo de gritar

Essa ternura que te acalma



Precisas de um consolo que tu mesmo guarda

De uma alegria que de teu próprio peito brota

É essa breve solidão tua melhor amiga

Que te escuta calada e seca teu pranto.

Laerte Pedroso

Tentando entender meu complicado ser...
As vezes me pergunto quem sou? Menina brincando de ser mulher ou uma mulher que anseia ainda ser menina...?
Não sei, acho que fiz o processo inverso, assumi o papel de mulher ainda menina, suportei dificuldade fui obrigada a ser responsável e séria pelas circunstâncias da vida, muito nova precisei encarar que os contos de fadas não existem e isso me tornou meio dura é verdade. Sofri chorei, mas respirei e dei a volta por cima, hoje depois de "adulta" acho que anseio buscar a menina que não fui e por isso a mulher que devo ser vive a brincar de ser menina que se escondeu em algum porão do meu inconsciente,
Busco um equilíbrio que não vem, não sei quem sou uma mescla do que devia ter sido com o que devo ser vivo buscando não sei o que, numa duvida infinita por algo que nem sei o que é.
Assim sou nem mulher nem menina apenas alguém em busca de si mesma!!!!!!

Roseli de Oliveira Santana

Aprendi que meninas boazinhas colecionavam elogios e presentes.
Eu colecionava bolinhas de gude e cicatrizes.
Hoje, enquanto algumas esperam viver um conto de fadas
Eu já beijei príncipe que virou sapo, construí castelos para morar sozinha,
despedi a fada madrinha, escolhi viver com o "lobo",
ouvi várias histórias mas resolvi escrever a minha.

Renata Fagundes

A menina de olhos castanhos, do cabelo comprido, do sorriso sincero, da risada esquisita, dos sonhos impossiveis, da esperança interminável, de insegurança constante, dos amigos perfeitos, do coração enorme.
Aquela que se apaixona, que se esquece dos erros, que se envergonha de tudo, que se sente sozinha, e que nunca desiste. A menina que precisa ser protegida, que chora por tudo, que morre de medo, que ama a vida, que se desespera, que aproveita cada segundo, que é romântica, que fica feliz com um abraço, que sonha demais³, que pensa demais, que complica demais e que deseja apenas ser feliz !

Nanná

A "menina" errada na vida perfeita!

Ela tem tudo!
Uma família perfeita, um companheiro perfeito..
Uma vida fácil! Uma casa de sonho
Dinheiro quando precisa a vida que muitos gostariam de ter
Os pais e o filho ideais!
Ela é a única coisa que imperfeita nesta vida perfeita
Porque tudo lhe parece errado!
Fala o que não deve!
Pensa o que não quer!
Sente-se uma mentira
E tem medo de fazer as pessoas que a amam sofrer!
Ela não quer isso..
Mas não consegue mudar!
Ela não sabe o que quer da vida!
A única certeza que tem é que a sua vida é perfeita!
Tem tudo para ser feliz!
É só querer...
Nem ela sabe o que quer!

Divine

O QUE É - SIMPATIA


(A uma menina)




Simpatia - é o sentimento
Que nasce num só momento,
Sincero, no coração;
São dois olhares acesos
Bem juntos, unidos, presos
Numa mágica atração.


Simpatia - são dois galhos
Banhados de bons orvalhos
Nas mangueiras do jardim;
Bem longe às vezes nascidos,
Mas que se juntam crescidos
E que se abraçam por fim.


São duas almas bem gêmeas
Que riem no mesmo riso,
Que choram nos mesmos ais;
São vozes de dois amantes,
Duas liras semelhantes,
Ou dois poemas iguais.


Simpatia - meu anjinho,
É o canto do passarinho,
É o doce aroma da flor;
São nuvens dum céu d'Agôsto,
É o que m'inspira teu rosto...
- Simpatia - é - quase amor!

Casimiro de Abreu

Quando criança,pensamos: Quando eu irei crescer?
Quando adolescentes,pensamos: Com quantas meninas vou ficar?
Quando jovens,pensamos: Que carro vou conseguir comprar?
Quando adultos, pensamos: Até onde vou conseguir chegar nesta empresa?
Quando velhos, pensamos:Até quando irei viver?
Quando morrermos,pensaremos: Porque eu não me pensei somente em ser Feliz?

Evandro Svdri

Por fora a menina que muitos julgam... Por dentro a mulher que poucos conhecem!!!

~>Uma eterna aprendiz...
Para alguns a pessoa mais estúpida do mundo...
Para outros uma menina adorável!!!
Não tente entender, não tente rotular, não tente definir...
Aquela que ri de qualquer bobagem, que se assusta com tudo, que chora para aliviar a dor...
Aquela cheia de manias, gostos e reações estranhas, fora do comum...
Aquela pessoa paciente mas ansiosa...
Aquela que não consegue esconder o sorriso...
Aquela que se diverte com pouco...
Aquela que fala pelos cotovelos mas gosta de pensar em silêncio...
Aquela que se mágoa fácil mas que sabe perdoar...
Aquela garota orgulhosa mas que reconhece seus erros...
Aquela que tem inúmeros defeitos, mas qualidades incríveis....
Uma pessoa comum, mas não uma pessoa qualquer!!!

Feia para uns, Bonita para Outros...
Pense o que Quiser...
Afinal, a Beleza está nos Olhos de Quem Vê!!!
Sou uma mulher madura, que às vezes brinca de balanço...
Sou uma criança insegura, que às vezes anda de salto alto!!!
Quem vê, pensa.
Quem conhece, sabe!!!

Sou muito mais que essas letras, frases e fotos que falam sobre mim...
Sou as minhas atitudes, os meus sentimentos, as minhas idéias...
O que realmente faz valer a pena estar vivo, não há filmadora ou máquina fotográfica que registre...
Surpresas, gargalhadas, lágrimas, enfim, o que eu sinto, quem eu sou, você só vai perceber quando olhar nos meus olhos, ou melhor, além deles...

Posso ser seu maior sonho ou seu pior pesadelo...
Posso ser sua melhor amiga ou sua pior inimiga...
Posso ser sua melhor inimiga como posso ser sua pior amiga...
Posso ser seu erro como posso ser seu acerto...
Posso ser o perfume mais doce ou até mesmo o veneno mais letal...
Posso ser SUA, basta vc querer... mas posso ser seu NADA, basta vc dar um passinho fora da linha...
Posso ser sua melhor conquista ou então sua pior derrota...
Posso ser a solução dos seus problemas, mas posso ser a causa deles.
E tudo isso só depende de você!!!

Nanná

Meninas são bruxas e fadas,
Palhaço é um homem todo pintado de piadas!
Céu azul é o telhado do mundo inteiro,
Sonho é uma coisa que fica dentro do meu travesseiro!
(...)
Velhinhos são crianças nascidas faz tempo!
Com água e farinha eu colo figurinha e foto em documento!
Escola é onde a gente aprende palavrão...
Tambor no meu peito faz o batuque do meu coração!

Fernando Anitelli

Feliz Aniversário...
Oi, menina lindona! Que felicidade ter você em meu coração apesar da distância; e o amor é assim: tê-lo, ainda que distante, distribuí-lo sem olhar a quem, às pessoas que estão próximas e assim, a dor se torna amenas referentes àquelas que se foram, e que marcaram nossas vidas. E, nós agradeceremos os momentos que foram bons, e nos tornaremos cada vez mais vibrantes perante a Vida. Festejaremos com muita Luz e Sabedoria o nosso trajetar diante do Mundo. Portanto, querida, Felicidades Mil ontem, hoje, e sempre garota, mãe, mulher e sábia; cumprindo a grande missão que o criador nos deixou, que é o da multiplicação, tão jovem ainda. Grandiosas comemorações familiares, querida. Feliz Aniversário.Beijos, Ivete.

Ivete Maurília

Menina mulher
Este teu olhar sereno sabe me cativar
Este teu sorriso pequeno mas que sabe me tocar
Este teu jeito de mulher menina,menina mulher que eu gosto de pensar
Me transmite alegria,serenidade e com verdade eu nao consigo te tocar
És distante,nao sei o que se passa com você mulher menina,menina mulher
Quisera eu ser um anjo e sobrevoar o teu mundo, te olhar mesmo de longe e falar: "Ei linda menina mulher..mulher menina..meu coração te quer

José Wilson Andrade

Meninas, não é difícil entender nós homens. Se vocês estiverem interessadas e durante uma conversa deixarem uma brecha para nós, concerteza vamos tentar algo se a gente estiver afim, mas se vocês não deixarem se quer uma brechinha não vai dar em nada... Nessa hora vai bater aquela indecisão, e com motivos.
Cabe a nós homens agir, mas cabe a vocês mostrar interesse. Nós não somos adivinhas né?! ;)

Leandro Henriques

MANIA DE EXPLICAÇÃO

Era uma menina que gostava de inventar uma explicação para cada coisa.

Explicação é uma frase que se acha mais importante do que a palavra.
As pessoas até se irritavam, irritação é um alarme de carro que dispara bem no meio de seu peito, com aquela menina explicando o tempo todo o que a população inteira já sabia. Quando ela se dava conta, todo mundo tinha ido embora. Então ela ficava lá, explicando, sozinha.
Solidão é uma ilha com saudade de barco.
Saudade é quando o momento tenta fugir da lembrança pra acontecer de novo e não consegue.
Lembrança é quando, mesmo sem autorização, seu pensamento reapresenta um capítulo.
Autorização é quando a coisa é tão importante que só dizer "eu deixo" é pouco.
Pouco é menos da metade.
Muito é quando os dedos da mão não são suficientes.
Desespero são dez milhões de fogareiros acesos dentro de sua cabeça.
Angústia é um nó muito apertado bem no meio do sossego.
Agonia é quando o maestro de você se perde completamente. Preocupação é uma cola que não deixa o que não aconteceu ainda sair de seu pensamento.
Indecisão é quando você sabe muito bem o que quer mas acha que devia querer outra coisa.
Certeza é quando a idéia cansa de procurar e pára.
Intuição é quando seu coração dá um pulinho no futuro e volta rápido.
Pressentimento é quando passa em você o trailer de um filme que pode ser que nem exista.
Renúncia é um não que não queria ser ele.
Sucesso é quando você faz o que sempre fez só que todo mundo percebe.
Vaidade é um espelho onisciente, onipotente e onipresente. Vergonha é um pano preto que você quer pra se cobrir naquela hora.
Orgulho é uma guarita entre você e o da frente.
Ansiedade é quando faltam cinco minutos sempre para o que quer que seja.
Indiferença é quando os minutos não se interessam por nada especialmente.
Interesse é um ponto de exclamação ou de interrogação no final do sentimento.
Sentimento é a língua que o coração usa quando precisa mandar algum recado.
Raiva é quando o cachorro que mora em você mostra os dentes.
Tristeza é uma mão gigante que aperta seu coração.
Alegria é um bloco de Carnaval que não liga se não é fevereiro.
Felicidade é um agora que não tem pressa nenhuma.
Amizade é quando você não faz questão de você e se empresta pros outros.
Decepção é quando você risca em algo ou em alguém um xis preto ou vermelho.
Desilusão é quando anoitece em você contra a vontade do dia.
Culpa é quando você cisma que podia ter feito diferente, mas, geralmente, não podia.
Perdão é quando o Natal acontece em maio, por exemplo.
Desculpa é uma frase que pretende ser um beijo.
Excitação é quando os beijos estão desatinados pra sair de sua boca depressa.
Desatino é um desataque de prudência.
Prudência é um buraco de fechadura na porta do tempo.
Lucidez é um acesso de loucura ao contrário.
Razão é quando o cuidado aproveita que a emoção está dormindo e assume o mandato.
Emoção é um tango que ainda não foi feito.
Ainda é quando a vontade está no meio do caminho.
Vontade é um desejo que cisma que você é a casa dele.
Desejo é uma boca com sede.
Paixão é quando apesar da placa "perigo" o desejo vai e entra.
Amor é quando a paixão não tem outro compromisso marcado. Não. Amor é um exagero... Também não. É um desadoro... Uma batelada? Um enxame, um dilúvio, um mundaréu, uma insanidade, um destempero, um despropósito, um descontrole, uma necessidade, um desapego? Talvez porque não tivesse sentido, talvez porque não houvesse explicação, esse negócio de amor ela não sabia explicar, a menina.

Adriana Falcão

"A menina que mesmo apaixonada...
ignora...
A menina que mesmo feliz...
chora...
A menina que mesmo tímida...
chama a atenção...
A menina que mesmo complicada...
eh perfeitinha...
A menina que mesmo realista...
se iludeh...
A menina que mesmo chata...
eh amada...
A menina que mesmo amando...
eh odiada...
A menina que mesmo de mal humor...
eh simpática...
A menina que mesmo que mesmo bobinha...
sabe o que quer...
A menina que mesmo quetinha...
sabe provocar...
A menina que mesmo santinha...
sabe onde chega!!!"

Desconhecido