Textos de Luto

Cerca de 135 textos de Luto

Deus costuma usar a solidão
Para nos ensinar sobre a convivência.
Às vezes, usa a raiva para que possamos
Compreender o infinito valor da paz.
Outras vezes usa o tédio, quando quer
nos mostrar a importância da aventura e do abandono.
Deus costuma usar o silêncio para nos ensinar
sobre a responsabilidade do que dizemos.
Às vezes usa o cansaço, para que possamos
Compreender o valor do despertar.
Outras vezes usa a doença, quando quer
Nos mostrar a importância da saúde.
Deus costuma usar o fogo,
para nos ensinar a andar sobre a água.
Às vezes, usa a terra, para que possamos
Compreender o valor do ar.
Outras vezes usa a morte, quando quer
Nos mostrar a importância da vida.

Paulo Coelho

A UMA PASSANTE

A rua, em torno, era ensurdecedora vaia.
Toda de luto, alta e sutil, dor majestosa,
Uma mulher passou, com sua mão vaidosa
Erguendo e balançando a barra alva da saia;

Pernas de estátua, era fidalga, ágil e fina.
Eu bebia, como um basbaque extravagante,
No tempestuoso céu do seu olhar distante,
A doçura que encanta e o prazer que assassina.

Brilho... e a noite depois! - Fugitiva beldade
De um olhar que me fez nascer segunda vez,
Não mais te hei de rever senão na eternidade?

Longe daqui! tarde demais! nunca talvez!
Pois não sabes de mim, não sei que fim levaste,
Tu que eu teria amado, ó tu que o adivinhaste!

Charles Baudelaire

Estremeço de prazer por entre a novidade de usar palavras que formam intenso matagal. Luto por conquistar mais profundamente a minha liberdade de sensações e pensamentos, sem nenhum sentido utilitário: sou sozinha, eu e minha liberdade.
É tamanha a liberdade que pode escandalizar um primitivo, mas sei que não te escandalizas com a plenitude que consigo e que é sem fronteiras perceptíveis.
Esta minha capacidade de viver o que é redondo e amplo - cerco-me por plantas carnívoras e animais legendários, tudo banhado pela tosca e esquerda luz de um sexo mítico.
Vou adiante de modo intuitivo e sem procurar uma idéia: sou orgânica. E não me indago sobre os meus motivos. Mergulho na quase dor de uma intensa alegria – e para me enfeitar nascem entre os meus cabelos folhas e ramagens.

Clarice Lispector

"Os estágios da morte:

01)-Negação e Isolamento: "Isso não pode estar acontecendo."

02)-Cólera (Raiva): "Por que eu? Não é justo."

03)-Negociação: "Me deixe viver apenas até meus filhos crescerem."

04)-Depressão: "Estou tão triste. Por que me preocupar com qualquer coisa?"

05)-Aceitação: "Tudo vai acabar bem."

Elizabeth Kubler-Ross - Os Cinco Estágios do Luto

Eu quero saber quem inventou a dor
Eu quero saber quem inventou o luto
Eu quero saber se o mesmo não tinha gente
Gente que abraça, afaga, compartilha e brinca
Gente que protege, ama, se doa
Gente como a gente
Gente que nos fez gente
Eu só quero saber...
Quem foi essa gente que diz que sente?
Eu só quero saber, se vai existir o reencontro da minha gente em algum momento, isto meu bem, seria tangente.

Wana Karen Cristine B de Moraes

Na vida, temos que viver os bons momentos e um deles foi ter conhecido vc.
Luto contra a saudade todos os dias...
Choro e sofro demais com a sua ausência...
Mais a vida continua e tambem tenho que continuar...
As vezes tento entender pq o que mais queremos, não acontece...
Pq o que desejamos, não temos...
Pq amamos tanto e nem sabemos o pq...
O que mais me entristece, é não entender o que realmente acontece...
O teu silêncio apagam as minhas esperanças...
Ontem eu o tinha tão presente...
Tão envolvido... tão meu...
E hj só me restam as lembranças.
Eu só queria saber o que vc realmente sente...
O que realmente deseja...
O que realmente quer.
Olhe nos meus olhos e me diga o que vc quer de mim...
O que somos um para o outro...
Se me desejas ou não...
Se o teu medo é me magoar...
Saiba que a maior magoa é qnd não sabemos a intensidade do amor oposto.
Não esconda o teu sentimento...
Se ele é real, deixe-o a mostra...
Entregue-o naturalmente...
Vem... me ame intensamente, assim como eu o amo...
Vem... me tenha, pois sou eternamente tua.
Vem para mim...
Se entregue...
Não tenha medo...
Eu só quero te amar.
Te amar jamais como alguém o amou...
Te amar a todo instante...
Te amar em todos os momentos...
Ser na sua vida, a realização dos seus sonhos...
Ser a única e ser eterna...
Tudo pq eu te amo e preciso de vc junto a mim...
Preciso do seu carinho...
Da sua atenção...
Mas preciso do amor sincero...
Do toque especial...
Da paixão intensa...
Mas que todos esses atos sejam verdadeiros.
Mas se vc não tem este sentimento por mim, então não alimente meus sonhos, não me dê esperanças...
Seja sincero e respeite o que eu sinto por vc!
Irei sofrer, chorar, lamentar o fim...
Mas a sua sinceridade é o que importa...
E seguirei sem magoas, pq ninguém é de ninguém...
Me dá um sinal e diz o que eu devo fazer e o que posso esperar deste amor...
Que caminho devo seguir...
Se saberei ou não para onde ir...

Thais S.G

Aqui, na Terra, a fome continua,
A miséria, o luto, e outra vez a fome.

Acendemos cigarros em fogos de napalme
E dizemos amor sem saber o que seja.
Mas fizemos de ti a prova da riqueza,
E também da pobreza, e da fome outra vez.
E pusemos em ti sei lá bem que desejo
De mais alto que nós, e melhor e mais puro.

No jornal, de olhos tensos, soletramos
As vertigens do espaço e maravilhas:
Oceanos salgados que circundam
Ilhas mortas de sede, onde não chove.

Mas o mundo, astronauta, é boa mesa
Onde come, brincando, só a fome,
Só a fome, astronauta, só a fome,
E são brinquedos as bombas de napalme.

José Saramago - Os Poemas Possíveis

Luto deve ser algo que todos temos em comum, mas parece diferente em todos. Não é só pela morte que temos que sofrer. É pela vida. Pelas perdas. Pelas mudanças. E quando imaginamos porque algumas vezes é tão ruim, porque dói tanto... temos que nos lembrar que pode mudar instantaneamente. Quando dói tanto que não se pode respirar, é assim que você sobrevive. Lembrando-se que um dia, de alguma forma, impossivelmente, não se sentirá mais assim. Não vai doer tanto. O luto vem em seu próprio tempo para todos. À sua própria maneira. O melhor que podemos fazer, o melhor que qualquer um pode fazer, é tentar ser honesto. A parte ruim, a pior parte do luto, é que não se pode controlá-lo. O melhor que podemos fazer é tentar nos permitir senti-lo, quando ele vem. E deixar pra lá quando podemos. A pior parte é que no momento em que você acha que superou, começa tudo de novo. E sempre, toda vez, ele tira o seu fôlego. Há cinco estágios de luto. São diferentes em todos nós, mas sempre há cinco. Negação. Raiva. Barganha. Depressão. Aceitação.

Grey's Anatomy

Na vida nós temos muitas decepções, ficamos de luto e ficamos em festa, mas nós só temos certeza de uma coisa: Que um dia nós iremos embora desse mundo deixando coisas e pessoas para trás. Por isso e por outras coisas que vc nao deve desperdiçar as oportunidades e nem baixar a cabeça para as dificuldades porque só vc sabe o que vc passou todo esse tempo...

Junior Alves

Barba Azul...

João Pessoa Chora! A Penha estar de luto! Um de seus filho talvez o mais sagaz e astuto fez a passagem para o outro mundo...

Zé Ramalho contemporâneo de geração com consternação no coração em sua homenagem fez uma canção!

E esse hino ecoa nos quatro cantos da terra na boca de todos aqueles que fazem da efêmera vida, eterna!

Nos olhos desse tipo de gente vais perceber que sua pupila traduz sua crença e sua religião é sua vivencia!

A cidade estar fria, Cinza, Triste...
...por não saber que nosso Pirata ainda existi! Quem deixa filhos sobre a terra faz de sua vida eterna!

Úze.

Luto

O momento mais difícil de nossas vidas.
Mas o momento mais difícil não é no dia da perda e sim no dia seguinte , onde corremos e procuramos e nunca encontramos e só de saber que nunca poderemos mais ver ou simplesmente ouvir é a parte mais difícil e por mais q não queremos isso Infelizmente acontece. RIP á todos que se foram.

Pamella Lima

O choro do luto.

A gente não chora porque sente arrependimento. Chora porque sente saudades.
É um choro muito diferente dos que costumamos ter em certos momentos de nossas vidas.
O choro do luto vem de repente, é quando a saudade ultrapassa o limite do nosso controle ela chega do nada, fazendo as lágrimas abrirem as portas dos nossos olhos com muita força e saltarem desenfreadas pela nossa face. Dando-nos uma sensação de vazio e a percepção de que a separação de corpos de quem aprendemos a amar tanto é tão difícil. Separar-se de uma pessoa que viveu a vida inteira nos ensinado por gestos, palavras, silêncio e atitudes a amá-la.
Mãe, quantas coisas boas você deixou para mim. Que mãe completa você foi além de: amiga, confidente, ouvinte, guardadora dos meus segredos mais íntimos.
Que falta você faz minha AMADA MÃE. Nada está preenchendo o vazio que você deixou no meu coração.
Mas nesses momentos de dor e solidão, estou sempre junto de Deus rezando com muita fé até acalmar meu coração. Tão logo sou atendida, sinto-me aliviada, então continuo a minha caminhada.
Que DEUS dê a luz e o descanso eterno.
Eternamente te amarei

Sua filha

Rosicler Ceschin

Luto poético

Escorre um sentimento de luto
Túmulos de poemas e poesias
Enterradas em esquecimentos
Papeis amarrotados e sem cor
Frases sem sentimento...
Uma eterna falta de amor
Sepulcro onde se enterram letras
Se chora por palavras em vão
Besteira que saiam do pensamento
Mas que no fundo...
Era o sentir do coração
Descanso da entrega poética
Um vazio, uma falta, uma solidão
jaz pensamentos de poetas mortos
Pensamentos que mesmo com tempo
Os que conheceram, jamais esquecerão.

Reff Carvalho

A teoria nos ensina a viver o luto e até superá-lo, mas na prática tudo fica complicado e saudoso, sofremos, não há opções menos dolorosas, menos traumáticas, menos doídas, nos aprisionamos ao ente querido.
O caixão desceu, areias jogadas em cima, flores, aplausos, homenagens, cartas e desabafos, o melhor enterro fúnebre que posso pagar, mas não conseguimos deixar quem amamos partir.
As perdas são inevitáveis, é o destino certo de todo mundo, a ausência faz sofrer, fica um sentimento de vazio, uma sensação de perigo, os motivos não convencem e começamos a viver de lembranças boas, de apego ao passado, de dolorosas saudades, se já é difícil perder um jogo de tênis, dinheiro, celular, documentos, que dirá perder afetos, perder pessoas amadas, perder a triste experiência de não mais ter.
A morte é passagem, a morte é isso, a morte é aquilo, a morte está longe de ser conceituada, a ausência de vida, o amor que se foi, a esperança de cura que acabou, o luto traz força brotada de dentro, utilizamos a paciência, repousamos com choro e soluços, paralisamos a vontade de viver, a vida fica sem graça, o luto é obrigatório, mas ninguém nos ensinou, aprendemos na marra, deixamos de pertencer a vida do outro que se foi, ganhamos um anjo, uma estrela, um guia.
Luto = Lutar por recomeço

Arcise Câmara

R.I.P. Madiba!

O dia amanheceu em preto e branco
Luto por alguém que perseverou
Paz para aqueles que receberam
Da conquista a liberdade que raiou.

Não foi um amor qualquer que o inspirou
Não foi uma bandeira partidária
Amor tamanho não foi em qualquer lugar que encontrou
Ação muito mais que solidária.

Em luto as vozes se unem entristecidas
Cantam vivas ao Madiba que partiu.
Não mais choram almas empobrecidas
Agora encorajadas pelo exemplo que se viu.

Paz deixada em cada coração
Tentativas de unir o inigualável
Uma luta a passar a toda geração
Que inicia no simples fato de ser amável.

O dia em preto e branco continua
Luto e paz que formam o seu legado
Olhar de amor que se espalha pela rua
Braço estendido a todo necessitado.

(em memória de Nelson Mandela, por ocasião de sua morte, em 05/12/2013)

Angela Natel

Luto pela BondadeQuero viver num mundo sem excomungados. Não excomungarei ninguém. Não diria, amanhã, a esse sacerdote: «Você não pode baptizar ninguém porque é anticomunista.» Não diria ao outro: «Não publicarei o seu poema, o seu trabalho, porque você é anticomunista.» Quero viver num mundo em que os seres sejam simplesmente humanos, sem mais títulos além desse, sem trazerem na cabeça uma regra-, uma palavra rígida, um rótulo. Quero que se possa entrar em todas as igrejas, em todas as tipografias. Quero que não esperem ninguém, nunca mais, à porta do município para o deter e expulsar. Quero que todos entrem e saiam sorridentes da Câmara Municipal. Não quero que ninguém fuja em gôndola, que ninguém seja perseguido de motocicleta. Quero que a grande maioria, a única maioria, todos, possam falar, ler, ouvir, florescer. Nunca compreendi a luta senão como um meio de acabar com ela. Nunca aceitei o rigor senão como meio para deixar de existir o rigor. Tomei um caminho porque creio que esse caminho nos leva, a todos, a essa amabilidade duradoura. Luto pela bondade ubíqua, extensa, inexaurível. De tantos encontros entre a minha poesia e a polícia, de todos esses episódios e de outros que não contarei porque repetidos, e de outros que não aconteceram comigo, mas com muitos que já não poderão contá-los, resta-me no entanto uma fé absoluta no destino humano, uma convicção cada vez mais consciente de que nos aproximamos de uma grande ternura. Escrevo sabendo que sobre as nossas cabeças, sobre todas as cabeças, existe o perigo da bomba, da catástrofe nuclear, que não deixaria ninguém nem nada sobre a Terra. Pois bem: nem isso altera a minha esperança. Neste momento crítico, neste sobressalto de agonia, sabemos que entrará a luz definitiva pelos olhos entreabertos. Entender-nos-emos todos. Progrediremos juntos. E esta esperança é irrevogável.

Pablo Neruda, in "Confesso que Vivi"

Pablo Neruda

VIVER NA ESCURIÃO

Meu pensar escuresce,
minha mente se entristesse,
meu sorriso se faz luto,
minha liberdade prisão,
vivo nesse mundo cheio de ambição
meu caminho se desvia,
por onde subia nada havia...
e agora me leva a cair por onde não tem chão,
o que me era felicidade,
agora é só solidão,
o que farei para fugir?
se não sei me reagir!
minhas esperanças se acabam e me desmoronam,
algo inesplicavel vem sobre mim,
meus olhos se fecham,
nada resta a fazer!
minha mente se apaga,
onde era luz so resta trevas,
meu sorriso se faz luto
e ja estou morto.

Franthiescoly

Feliz Dia de Finados!?

Neste dia, triste de finados,
não mais o luto novamente,
dever-se-ia “comemorar “
os filhos que estão vivos
os pais que aqui ficaram
a vida dos presentes.

Pra lembrar de quem perdi,
do meu querido ente,
não preciso de uma data
dum sentimento de um só dia
como sentisse e fosse embora
programado e de repente.

Desfaz-se a chuva
e comemore de forma diferente.
Grite a vida – não sua falta,
posto que os mortos que perdemos
não existem - e desaparecem
sem os seus sobreviventes.

Lucian Rodrigues Cardoso

Luto das pedras


Grito no sonho.
E ainda no escuro protetor,
Grito de novo acordando.

Tantas idades em reações.
O Passado. Dias seguindo contrários.
A vida é mais do quanto já se foi e pouco do que se quer ser,
Que deixo as palavras nos dentes.

Na teia do presente,
Tece ainda a falta, a saudade
Entre as ações acontecidas,
Entre o silêncio, o imóvel.
O invisível luto das pedras.
Desde quando imperceptível,
Até quando eu deixar de ser o mesmo.

Tiago landeira

Há dias que tudo é luto.
Passando o dia á procurar por um sentimento ou
mesmo um pensamento
Que nos faça seguir em frente...
Não resta nada além do meu coração esmagado
e torturado por palavras tão doentias e desumanas...
Como pôde deixar que esse veneno se espalhe e te cegue...
Enquanto havia tanto amor te esperando...
Passa se os anos, os momentos, a alegria...
E o Amor se desgasta, borra e simplesmente morre.

Alana