Textos de Esquecimento

Cerca de 3666 textos de Esquecimento

Procuro em você um defeito,
Apenas um que me faça te esquecer.
Mas por mais que eu procure não encontro,
E penso ainda mais em ti.
Desejo achar qualquer defeito para desgostar de você, sufocar esse amor com jeito pra depois de tudo não sofrer.
Achando esse defeito eu te esqueceria,
E poderia outra vez ficar em paz.
Procuro tanto mais não encontro, pois teu defeito é ser lindo de mais.

érica Tavares

É preciso remendar as rosas/
Que foram rasgadas pela tempestade/
Esquecer o passado, arrancar/
Os sonhos acabados no jardim/
Deixar as dores, as cicatrizes/
Tatuar a alma com novos sonhos/
Não evocar os desejos/
De um amor proibido, inacabado/
Limiar a vida/
Como se nada tivesse existido/
Ser a crisálida/
Sair do claustro/
Não se deixar arrasar pelas dores/
De amores perdidos/
Jogá-los ao mar/
Sem ressentimento/
Cada poesia tem seu dia/
Cada dor sua época/
Anjos não arrastam/
Cipós nas asas/
As flores morrem/
Passou a tempestade/
Outro dia nasce/
Flores nascem depois da chuva/
É tempo de …/
Limiar

Desconhecido

Nunca se esqueça do seu caminho
nunca desista do que você quiser
porque se você não lutar
pelo o que tu quiseres o que será na vida
se tem uma batalha vá até o fim
não deixa que ela venha até você
não conseguirá nada...
Simplesmente será, mas um nessa sociedade
sem nada a poder dar ou oferecer ao seu filho
pois o caminho do destino você é o que constrói,
pois se não lutares pelo seu ideal
nada terá, mas alguma coisa eu Tenho... Honra
isso é o ponto que eu viso...
nunca desista do que você que, em algumas situações terá que abrir mão de alguns
para poder conseguir o que você quer...
não importa o que sofra faça vai ao encontro do que você quer...
Pois queres te contemplar com o melhor para mim e para a família...
em Busca da Honra....

Jonas Silva Podkowa

Não Consigo Te Esquecer

Eu não consigo esquecer
Seu jeito simples de olhar
Seu jeito meigo de falar.

Eu não consigo esquecer
Seu jeitinho sapeca
Teu corpinho de boneca.

Eu não consigo esquecer
O sabor dos seus beijos
Nem dos nossos desejos.

Eu não consigo esquecer
Nossas grandes aventuras
Nossas doces loucuras.

Eu não consigo esquecer
Aquela velha canção
Doce momento de recordação.

Eu não consigo esquecer
Sua nobre beleza
A mais perfeita
Obra-prima da natureza.

Luiz Carlos Rodrigues dos Santos

Sem sentido


Não esqueci dos versos escritos,dos sorrisos e olhares trocados,e nem dos pensamentos tidos.
Deixei pra trás os momentos abstratos,sentimentos confusos o coração vago,de alguém sem destino...
Troquei as lagrimas por sorrisos longos e vagos,por olhares retos e certeiros,por sentimentos confusos,mais sustentáveis que ao logo se tornam verdadeiros.
Não que tenha deixado de sonhar,de querer realizar os velhos desejos,
Deixei apenas de acreditar,que dure algo que seja tão passageiro,
Lembranças de algo sem sentido,amor pelo mundo inteiro
Não perdi meus encantos,busquei novos rumos em distancias,
Não desacreditei na lua,nem deixei de ver o sol,
Sonhei contigo varias noites,esqueci com a luz do sol,
Não deixei de te amar,mais aprendi a te esqueçer
Nestes versos confusos,foi sumindo meu amor por você,
Se precisasse sorrir,e teu sorriso dependesse de mim,
Tu seria a platéia de um palhaço,que com um sopro rir,
Mais não tentarei te amar novamente,te esquecer nem te ter ao meu lado,
Foi se indo com o vento,de um amor mal amado..
Não espero que esqueça,
Que me entenda,
Ou que me esculte,
So espero que aprenda,que o amor vale mais que tudo,
Der valor a quem te ama,
Não cometa os mesmo erros que eu,
Que por frescura desencanta alguém,
Como o amor morreu?!

karla araújo

Desejo...
Desejo voltar no tempo, me entregar à ti com devasidão.
Desejo voltar no tempo, esquecer de tudo, só ver você.
Desejo voltar no tempo, te abraçar e fazer te meu.
Desejo voltar no tempo, parar meus medos, te dar prazer.
Desejo voltar no tempo, reconstruir minha história, te imortalizar.
Desejo voltar no tempo, despir me de minha alma, ser sua sem pudor.
Desejo voltar no tempo, prender te em meu corpo, jamais ter lo deixado partir.
Desejo mas o tempo não volta.
Desejo curar minha dor...desejo vc de volta.

LoiraX

Mais difícil que esquecer um amor q não nos ama, é esquecer aquele amor que damos e recebemos, eskecer dos carinhos, risadas, dos conselhos, dos amassos, dos sorrisos, o mais difícil é o esquecer do querer bem, alem de nós mesmos... Isso torna mais difícil o esquecer... Esquecer de quem nos ama também, pior é qdo cruzam os olhares, ou a presença é sentida dentro da ausência da saudade, é quando passamos lado a lado e o nosso silencio de fora aperta os gritos da fome pela presença...
Ter que esquecer quem nos ama...
É nos machucarmos duas vezes, é doer pela nossa dor, e pela dor de quem nos ama...
Esquecer quem nos ama, é ter dois momentos a todo o momento, é ter q conviver com a ausência e ao mesmo tempo, inserir a pessoa em nosso momento com as memórias da presença.
É deixar o silencio sair dos lábios, e os gritos dos olhos...
É estar em pé, com o coração no chão...
Manter-se firme não por nós mesmo, mas por aquele que nos ama. Apoiar-se na ausência, pela presença.
Esquecer quem amamos, é difícil, mas esquecer quem amamos e quem nos ama, torna-se muito dolorido, é esquecer de nós mesmo e conviver com a nossa própria ausência.
É esquecer um pedaço de nós mesmo, esquecer da asas que um dia tivemos e criar falsas verdades para tentar preencher esse espaço em nós.

Nctp

Hoje só quero dar as costas…
Deixar para trás…
Deletar…
Apagar…
Esquecer…
Excluir…
Estinguir…
Vou mergulhar em outros mares,
ver outras marés…
Seguir a correnteza…
A pior poluição é aquela que existe dentro de cada um de nós…
Quero me purificar de tudo que me fez mal…

Viviane Dick

ME DIGA...

Como esquecer?
quem aprendemos a querer!
como deixar pra trás?
alguém que aprendemos a gostar!
como posso dormir?
se os meus sonhos você consegue invadir!
como não te olhar?
se os seus olhos invadem o meu ser!
como querer outro alguém?
se o meu coração só pensa em você!
como querer esquecer?
um amor que ainda não morreu!
como suportar?
poder somente te olhar sem poder te tocar!
como resistir?
os seus olhos quando encontram os meus!
como não querer?
que os seus lábios se unam aos meus!
como não chorar?
por alguém que amo, só que não sabe me amar!
como não pedir?
a Deus pra você me amar sem fim!
como posso fingir?
ter te esquecido, se você ainda vive em mim!
mesmo que finja
os meus olhos mostram que ainda não te esqueci!
agora me diga... como te esquecer?
sendo que aprendi amar você!!!

Aline Novaes

Eu só quero que você segure a minha mão
E por alguns segundos esqueça do mundo a nossa volta
Que seja apenas eu e você
Por um momento te ter completamente
Sem porque, sem talvez...
Você sorriu e fez meu mundo girar, por instantes fiquei sem ar
E naquele momento eu percebi que aos poucos eu vou entregando o meu coração a você...
O futuro é incerto, mas sei que você não cruzou meu caminho à toa...
Há surpresas tanto na minha vida quanto na sua, não sei o que esperar do amanha, mas gostaria que o amanhã trouxesse você...
Fique perto o suficiente
Pra ouvir entre os meus sussurros o quanto eu gosto de você...

Paula Câmara Ferreira

Não perca tempo com brigas e nem ofensas, um grande pensador sempre esquece as diferenças, Dizem que amor só se tem quando tem sorte, Na vida duas coisas são certas, o amor e morte, Por isso me perdoa amor, por tudo que eu fiz, Não sou flor que se cheire mas sei te fazer feliz, Nunca quis te proporcionar nenhum tipo de dor, Mas entenda que a amizade é forma de um amor,
Você é meu vício, ♪
A vida não é medida pela nossa respiração,
Mas sim pelos momentos que tiram ar de uma paixão...

Bonde da Stronda ff. DH

Eu me importo se tem guardanapo na mesa para meu amigo limpar a boca. Eu me importo se me esqueço o aniversário de alguém importante para mim. Eu me importo se alguém querido sai de casa e não leva uma blusa mais quentinha, e eu me importo em acompanhá-lo até a porta, e em lhe dar um beijo, e em desejar bom dia. Eu me importo se é o casamento de alguém especial e eu não posso honrar o convite. Eu me importo em ser eficiente, mesmo que eu seja uma só. Eu me importo em dar flores, e em escolher uma embalagem bonita e um laço que combine. Eu me importo se uma pessoa manda uma mensagem e eu não consigo responder. Eu me importo se a atenção que eu gostaria de dar não é recebida por quem eu amo. Eu me importo se não faço do dia de quem está comigo mais especial. Eu me importo com palavras duras, embora as diga, já que, como a flecha, não há como retornar com elas, mas ainda existem as desculpas, e eu me importo quando não as peço. Eu me importo com a roupa que vou usar hoje, e se ela está passada, e se meu perfume está na medida e não vai invadir o espaço alheio. Eu me importo com o que vou escrever para um amigo que é comprometido, pois quem está com ele pode interpretar equivocadamente, e eu posso envolvê-lo em um transtorno desnecessário. Eu me importo se tem alguém doente e eu não sei dar assistência. Eu me importo em presentear, e me importo se o presente, por mais simples que seja, vai agradar, e me importo se ele virá acompanhado de um cartão. Eu me importo se o amor não é correspondido, porque pode não haver uma segunda chance, e uma terceira, e uma décima. Eu me importo com momentos não vividos, eles não voltam mais. Eu me importo com escolhas irresponsáveis, porque a outra opção poderia ser muito, muito melhor.
Eu simplesmente me importo.

Elisa Caetano

Às vezes as pessoas tem medo de magoar as outras, só esquecem que a dor maior que causam a alguém é quando lhes faltam com a verdade... Quando omitem sentimentos, sejam eles bons ou ruins, Tomando atitudes que por mais que parecem corretas, ferem e machuca...
A gente apanha, apanha, e nunca aprende, mas a verdade é uma só: Nunca queremos perder a esperança de acreditar e confiar nas pessoas...
Choramos, sofremos, decepcionamos, mas nunca deixamos de acreditar que um dia toda atenção, todo carinho, toda amizade que damos a alguém valerá a pena...
No mais também entendo, e sei que não dá para insistir naqueles que fazem da nossa existência um "tanto-fez-um-tanto-faz".
Viverei acreditando no ser humano... Mas não viverei para servi como “falta de opção”.
Não é nada pessoal... Nem tanto particular...
Mas está mais que na hora de começar a praticar o desapego, retomar a minha vida antes que eu perca o controle, e a chance de ser feliz me fuja das mãos.
Acho que já sofri demais, já chorei demais, me decepcionei demais...
Vou cuidar um pouco mais de mim.
Pensar um pouco mais em mim...
Permitir que as coisas aconteçam naturalmente, pois o que tiver que ser será!

Mislene lopes

A ternura: a seiva da amor

Mesmo no coração da atual crise social não podemos esquecer da ternura que subjaz a todos os empreendimentos que envolvem valores e afetam o coração humano.

São misteriosos os caminhos que vão do coração de um homem na direção do coração da mulher e do coração da mulher na direção do coração homem. Igualmente misteriosas são as travessias do coração de dois homens e respectivamente de duas mulheres que se encontram e declaram seus mútuos afetos. Desse ir e vir nasce o enamoramento, o amor e por fim o casamento ou a união estável. Como temos a ver com liberdades, os parceiros se encontram inevitavelmente expostos a eventos imponderáveis.

A própria existência nunca é fixada uma vez por todas. Vive em permanente dialogação com o meio. Essa troca não deixa ninguém imune. Cada um vive exposto. Fidelidades mútuas são postas à prova. No matrimônio, passada a paixão, inicia a vida cotidiana com sua rotina cinzenta. Ocorrem desencontros na convivência a dois. irrompem paixões vulcânicas pelo fascínio de outra pessoa. Não raro o êxtase é seguido de decepção. Há voltas, perdões, renovação de promessas e reconciliações. Sempre sobram, no entanto, feridas que, mesmo cicatrizadas, lembram que um dia sangraram.

O amor é uma chama viva que arde mas que pode bruxolear e lentamente se cobrir de cinzas e até se apagar. Não é que as pessoas se odeiam. Elas ficaram indiferentes umas às outras. É a morte do amor. O verso 11 do Cântico Espiritual do místico São João da Cruz, que são canções de amor entre a alma a Deus, diz com fina observação: “a doença de amor não se cura sem a presença e a figura”. Não basta o amor platônico, virtual ou à distância. O amor exige presença. Quer a figura concreta que é mais mais que o pele-a-pele mas o cara-a-cara e o coração sentindo o palpitar do coração do outro.

Bem diz o místico poeta: o amor é uma doença que, nas minhas palavras, só se cura com aqulo que eu chamaria de ternura essencial. A ternura é a seiva do amor. “Se quiseres guardar, fortalecer, dar sustentabilidade ao amor seja terno para com o teu companheiro oua tua companheira”. Sem o azeite da ternura não se alimenta a chama sagrada do amor. Ela se apaga.

Que é a ternura? De saida, descartemos as concepções psicologizantes e superficiais que identificam a ternura como mera emoção e excitação do sentimento face ao outro. A concentração só no sentimento gera o sentimentalismo. O sentimentalismo é um produto da subjetividade mal integrada. É o sujeito que se dobra sobre si mesmo e celebra as suas sensações que o outro provocou nele. Não sái de si mesmo.

Ao contrário, a ternura irrompe quando a pessoa se descentra de si mesma, sái na direção do outro, sente o outro como outro, participa de sua existência, se deixa tocar pela sua história de vida. O outro marca o sujeito. Esse demora-se no outro não pelas sensações que lhe produz, mas por amor, pelo apreço de sua pessoa e pela valorização de sua vida e luta. “Eu te amo não porque és bela; és bela porque te amo”.

A ternura é o afeto que devotamos às pessoas nelas mesmas. É o cuidado sem obsessão. Ternura não é efeminação e renúncia de rigor. É um afeto que, à sua maneira, nos abre ao conhecimento do outro. O Papa Francisco no Rio falando aos bispos latinoamericanos presentes cobrou-lhes “a revolução da ternura” como condição para um encontro pastoral verdadeiro.

Na verdade só conhecemos bem quando nutrimos afeto e nos sentimos envolvidos com a pessoa com quem queremos estabelecer comunhão. A ternura pode e deve conviver com o extremo empenho por uma causa, como foi exemplarmente demonstrado pelo revolucionário absoluto Che Guevara (1928-1968). Dele guardamos a sentença inspiradora: ”hay que endurecer pero sin perder la ternura jamás”. A ternura inclui a criatividade e a auto-realização da pessoa junto e através da pessoa amada.

A relação de ternura não envolve angústia porque é livre de busca de vantagens e de dominação. O enternecimento é a força própria do coração, é o desejo profundo de compartir caminhos. A angústia do outro é minha angústica, seu sucesso é meu sucesso e sua salvação ou perdição é minha salvação e minha perdição e, no fundo, não só minha mas de todos.

Blaise Pascal(1623-1662), filósofo e matemático francês do século XVII, introduziu uma distinção importante que nos ajuda a entender a ternura: o esprit de finesse e o esprit de géometrie.

O esprit de finesse é o espírito de finura, de sensibilidade, de cuidado e de ternura. O espírito não só pensa e raciocina. Vai além porque acrescenta ao raciocínio sensibilidade, intuição e capacidade de sentir em profundidade. Do espírito de finura nasce o mundo das excelências, das grandes sonhos, dos valores e dos compromissos para os quais vale dispender energias e tempo.

O esprit de géometrie é o espírito calculatório e obreirista, interessado na eficácia e no poder. Mas onde há concentração de poder aí não há ternura nem amor. Por isso pessoas autoritárias são duras e sem ternura e, às vezes, sem piedade. Mas é o modo-de-ser que imperou na modernidade. Ela colocou num canto, sob muitas suspeitas, tudo o que tem a ver com o afeto e a ternura.

Daí se deriva também o vazio aterrador de nossa cultura “geométrica” com sua pletora de sensações mas sem experiências profundas; com um acúmulo fantástico de saber mas com parca sabedoria, com demasiado vigor da musculação, do sexualismo, dos artefatos de destruição mostrados nos serial killer mas sem ternura e cuidado de uns para com os outros, para com a Terra, para com seus filhos e filhas, para com o futuro comum de todos.

O amor é a vida são frágeis. Sua força invencível vem da ternura com a qual os cercamos e sempre os alimentamos.

Leonardo Boff

Saudade

Saudade é quando eu saio de você e te esqueço aqui dentro.
Saudade é quando a lembrança fica com a cópia da chave do melhor momento.
Saudade é quando a alma continua dentro da gente, mesmo que o corpo tenha ido embora.
Saudade é quando o meu aqui vive aí, mas daqui mesmo.
Saudade é quando longe de você te sinto dentro de mim.
Saudade é o mesmo instante só que distante.
Saudade é quando sou o que um dia fomos.
Saudade é quando a alma gostaria de ser abraçada por aquele momento de novo e sente frio.
Saudade é quando o coração esquece que o amor acabou.
Saudade é quando o fim ficou pela metade.
Saudade é a memória amando.
Saudade é um sentimento que vive em cima da hora.
Saudade é a sobra da sua falta.
Saudade é odiar esquecer o que eu amo lembrar.
Saudade é quando o amor sente falta de ser de novo.
Saudade rasga a presença e na nudez da ausência costura a falta de voyeur.
Saudade é quando você olha pro rosto de qualquer outro e lembra dele.
Saudade dói porque vive pra matar o que continua dentro da gente.
Saudade é a parte do corpo que mais dói. Quando a saudade bate, ela me espanca. Estrangula meu coração e soca minha cara - sem dó.
Saudade é quando você quer voltar para o que nunca se foi.
Saudade ensina o que o amor não aprendeu.
Saudade deixa o coração em carne viva.
Saudade é quando o amor é enterrado vivo.
E a pior saudade que existe é da saudade de alguém.

Fernanda Estellita

Prefiro

Prefiro as vezes falar de amor.
Prefiro as vezes esquecer da dor.
Prefiro acreditar do que desistir.
Prefiro caminhar contra o vento há esperar tua brisa estático.
Prefiro ignorar a ignorância mas não ser submisso há ela...
Prefiro as vezes não ver, mas sentir...
Prefiro sonhar,imaginar e concretizar.
Prefiro e quero ir longe... do que morrer e não ter feito nada por minha vontade.

Cesar Jihad (Vulto Madhiba)

Nunca esquecemos um amor, até porque esse sentimento é simplesmente inesquecível.
Porém inexplicavelmente, algumas pessoas entraram na minha vida para apenas, me ensinar alguma coisa ou até mesmo para meu amadurecimento, formulação de um caráter.
Pois então,não fique só se preocupando em esquecer ou porque não consegui apagar um amor, pelo contrário, pense que todos nós podemos amar outra pessoa ainda MAIS
E com tudo que passamos um dia entendemos que aquilo era somente um pouco de todo o plano de Deus em nossas vidas.

Cíntia Martin

Mais de um amor numa vida
É muito fácil de ter
A dor de amor é esquecida
Talvez nem chegue a doer
Mesmo se o fim é tristeza
Vazio no coração
No fim só fica a beleza
De uma bonita paixão
E embora o amor destruído
E o tanto que se sofreu
O tempo não foi perdido
A gente é que se perdeu

Mário Lago

Gosto do gosto. do cheiro. do tato.
me faço em pedaços. te faço. rasgo. bebo. inebrio. e esqueço.
prego com ima de padaria na porta da geladeira. pra lembrar.

de ligar. e comprar pão.
gosto to gasto. do ralho. do falho.
te desenho. escrevo. prego. penduro. estudo. e nem assim entendo.

são tantos números. e nunca me dei bem com eles.
a razão da equação não me cai bem.

e a noite cai.
pra quem é de noite. ou entende matemática.
Gosto do gasto. do braço. do abraço. de bom dia. do cheiro. do café. das fitas coloridas.
dos outdoors nas avenidas. do íma. das rimas. de ti.

que não está na minha geladeira.

Ana Carvalho

Amar de verdade é esquecer um pouquinho de si mesmo. Se você já se esqueceu num cantinho como uma criança de rua, carente por causa do amor, não se culpe. Você só mostrou, ainda que seja difícil mostrar alguma coisa nesse mundo de aparências, falsidades e medos, que você tem coragem para amar. Parabéns, mas chega. Se não houver troca, chega, porque amar sozinho é solitário demais, abandono demais, e você está nessa vida para evoluir, não para sofrer.

Tati Bernardi