Textos de Desculpas

Cerca de 189 textos de Desculpas

Deixo desculpas para aquelas que eu feri com a falta de caráter ou até mesmo por não poder suprir e ser quem fantasiaram que eu seria. Que fique o meu adeus para os que não completaram a jornada ao meu lado, que por covardia me abandonaram ou por outros motivos tiveram de voltar. Deixo um grande abraço e ternura para aqueles que simplesmente se foram. Levo comigo todos os sonhos do mundo, toda experiência hoje adquirida, todos os amigos que não me abandonaram com o decorrer dos dias, estiveram ao meu lado me encorajando. Levarei comigo esperanças de que o amanhã tudo será melhor, e que por mais que hoje eu quebre a cara sempre terei a bravura de me refazer e recomeçar. Se tudo der errado, paciência, respirando se pode viver. Sei que não se pode apagar o passado, tampouco voltar e mudar o que lá está, mas sei que posso mudar o hoje para que o amanhã o hoje não me envergonhe. Que eu consiga deixar para trás minha "imaturidade", sei que é impossível, pois por mais que eu cresça sempre serei um eterno imaturo aos olhos dos outros. Que eu goste de mim, acima de tudo. Que eu aprenda que amores vem e vão, que alguns amores são passageiros. Que eu saiba sempre que por mais que um amor de verão seja um amor relâmpago ele pode durar eternamente em nossa mente. Que lembranças boas são feitas para serem recordadas e as ruins para serem esquecidas. Que remoer o passado não me tornará melhor e que chorar pelo que passou não o trará de volta. Espero que eu consiga distinguir a verdade da mentira, o mal do bem, e o fácil do difícil, mas acima de tudo; nunca me esquecer de quem eu realmente fui, e sou.

Reynaldo Araújo

Falar coisas bonitas mostra que você sabe usar o cérebro, reconhecer erros e pedir desculpas mostra que tem humildade, dar valor a pequenos gestos, se colocar no lugar do outro e não brincar com os sentimentos mostra que você tem um coração e sabe que ele doe, chora e também palpita de alegria.

Roger Stankewski

NÃO basta PEDIR perdão!
Quando fizemos algo de mal a alguém, por mais que todos pensem ser simples pedir perdão e dizer :"Ta errei, pedi perdão, ta tudo ok". Não esta não!
Houve uma quebra de confiança. E essa confiança TEM que ser refeita.
O outro tem que CONFIAR que você não fará de novo, que você não fará ainda pior ou que não foi um pedido de perdão fingido.
Por isso há todo um trabalho de reconfigurar a relação perdoado-perdoante, porque quem bate esquece, mas quem apanha não.
Então cuidado ao ferir, mentir, magoar, ou falar algo que possa fazer os outros sofrerem.
Se o que você fez foi em ato, VAI LA E PEÇA PERDÃO PESSOALMENTE, não é só pra Deus não. Você fez um ser ter sentimentos ruins por você, isso não te trás boas energias. Quem quer boa sorte não pode ter ninguém vibrando negativamente contra ele. E mais do que PEDIR PERDÃO, RECONSTRUA uma nova relação de confiança.

Edolesia Fontoura Andreazza

Eu ja tinha a plena convicção de que tudo que estávamos vivendo juntos,iria terminar a qualquer momento,
como uma coisa sem relevância.
e eis que aconteceu.
Até que um certo dia, inesperadamente você me disse:
-Fui apaixonado por você.

A partir dalí meu coração inundou de remorços,
por não ter oferecido o que realmente merecia
e assim permitir que acabasse,
como um caso qualquer sem importância.
Como uma coisa sem relevância.

Fabiana Alves

Neste ano, perdi as contas de quantas vezes aceitei desculpas.
Quantas vezes, agradeci por uma boa ação a mim prestada.
Perdi as contas de quantas vezes fiquei magoado ou chateado por coisas banáis.
hoje, parei pra pensar no que posso fazer no ano que vem, e simplesmente descobri que tudo o que fiz ainda foi pouco.
E que simplesmente, tenho que ter paciência e: desculpar, perdoar e agradecer muito mais.
Pois todo ser humano comete falhas, e um dia sei que cometerei as minhas também.
Espero não receber o perdão, quero apenas sua compreensão.(Vieira)

Narciso Vieira Lima

Deveria ter te amado mais, te respeitado mais
Deveria ter conversado mais
te escutado mais
Me desculpe amor, sei que é tarde agora
Mas não consigo me perdoar
Pois recebi tanto amor e não soube dar
Vejo agora que és perfeita, maravilhosa
E que você só queria ser amada
Me desculpe amor
Se não for tão tarde, estou aqui.

dpensamentos

Sobre o chão cinza
Cantamos e dançamos,
Viramos e bebemos,
falamos e aspiramos
O ar velho e carregado que nos acompanha.

Não me peça desculpas,
Não me traga as fagulhas de sua ignorância,
Meu olhar não te pertence,
meu amor você não sente
porque já foi....
Já foi,
mesmo assim,
tão rente!

Thaís Duran

Não tive intenção de te fazer triste
As vezes também erro
Peço desculpas..
Mas todo mundo faz besteira
Eu sou apenas mais um
Que está tentando melhorar
Não sou perfeito

Nos últimos minutos
Só penso em me redimir
Mas não dói
Não custa nada
Um dia a gente ainda vai se entender
Se você me perdoar

Fresno

Desculpas agora?!


Não se preocupe em pedir desculpas pelo que no momento não fez a menor diferença pra você,
Apenas reflita no fato de ter sido covarde com uma pessoa que foi sincera o tempo todo com você.
Lembre-se que conheceu uma mulher diferente de todas as outras, não porque sou melhor, porque pessoas de um modo geral são muito parecidas. Mas, diferente sim porque enxerguei.
Em você um ser humano, compartilhei palavras verdadeiras e sempre fui autêntica e singular.
Porque em momento algum eu o julguei sem antes te conhecer, fui amiga, gentil e ingênua demais a ponto de me deixar levar por palavras torpes e maldosas.
Contudo, sou mais forte do que imagina, porque antes mesmo de confiar nas pessoas, eu confio em mim mesma.
E isso é o bastante para me reerguer todas as vezes que eu cair.
Chorei sim, não por sentir a sua falta, mas por sentir falta de alguém, que pensei que você fosse.
Sou tudo o que você viu, e sou mais além dos seus olhos frios e seu coração gelado conseguiu entender,
Sou alguém que você jamais aqui ou noutra vida voltará a conhecer, porque não existem pessoas iguais,
Existem oportunidades para conhecermos pessoas especiais e aproveitarmos ao máximo o carinho e a atenção que elas podem nos oferecer.
Coisa é claro, você sequer conseguiu ver, quanto mais entender.
Mas, não pense que estou magoada, triste, infeliz! De maneira nenhuma!
Estou certa de que se você não foi humano o bastante para perceber o meu valor, é porque a palavra coragem jamais fez parte do seu vocabulário e o sentimento respeito nunca passou perto da sua cabeça.
É compreensível que pessoas ocas não saibam o que significa a palavra recíproca.
É totalmente compreensível que pessoas frias não saibam o que é valorizar o calor, afinal, passaram à vida toda vivendo dentro de pedras de gelo.

Érwelley C. de Andrade ALB

Queria fazer o mínimo que você merece, já que não consegui fazer o máximo. Queria pedir desculpas. Eu atropelei a gente, te deixei caído no chão e fui em frente, sem nem te dar a mão. Porque o mundo tinha que ver o quanto eu era forte, o quanto eu tinha aprendido. E, que injusto, quis vestir meus escudos logo com você, que só queria me proteger. Fui brincar de ser cínica logo com quem me falava ve
rdades bonitas, só pra me ver sorrir. Resolvi bancar a sem coração até ele começar a doer e eu não conseguir mais ignorar a existência dele e a sua. Era uma dor pesada que, acima de tudo, gritava que eu havia feito tudo errado. E de fato havia. Virei pra trás, desarmada e completamente arrependida, mas não te vi. Nem no chão, nem num banco, nem em pé me observando errar. Imagino que esperar tanto tempo uma pessoa que não te dá nem carinho pra compensar a espera, deve ser mais do que cansativo, dolorido. Você foi embora, coberto de razão. Logo na hora em que eu cheguei, despida de arrogância. E só pude lamentar toda a minha força bruta, minha farsa ensaiada, meu estrago em você, em mim, em nós. Sentei no banco e, dessa vez, eu que esperei. Ainda espero. Então vem aqui e senta comigo, ou então só passa e diz que me desculpa, que pode não entender, mas me desculpa. Minha culpa era só medo, fantasiado de tanta coisa, mas sempre óbvio pra você. Hoje eu aceitaria teu colo. E ficaria feliz, em paz. Porque era só disso que eu precisava, apesar das minhas fugas impulsivas. Hoje eu sei. Desculpa?

Marcella Fernanda

UM PEDIDO DE DESCULPAS

Hoje peguei aquela carta que você me enviou, e, li novamente.
Ao ler, o choro foi inevitável, como se eu a estivesse recebendo pela primeira vez.
Em meio a sua grafia, minhas lágrimas e, meu arrependimento.
Arrependimento por nunca ter ouvido o que suas palavras queriam me disser. Por tamném, nunca ter olhado em seus olhos e falado delas para você.
Nunca contei que naquela manhã, ao abrir a porta de meu quarto e olhar no chão aquele papel dobrado, mal podia imaginar que seria seu coração o autor.
Peguei do chão e ao ler seu nome logo após o "De", o meu após o "Para" e abaixo "Um pedido de desculpas", meu coração suptamente, disparou, minha única reação antes de abrir, foi, sentar na cama.
Ao abrir a carta, abriu-se também o caminho para as lágrimas. Em poucas linhas você falou ao meu coração, você venceu ali o medo, a vergonha e o orgulho, deixou seu coração ditar as palavras. Nunca, poucas linhas haviam me feito tão bem, haviam me feito soluçar e explodir de alegria.
Ao ler ali naquele papel que você me amava, que não me trocaria por mais ninguém, e, seu pedido fazendo, pedindo que permanece por você e voltasse a bater sua porta, senti que o mundo era apenas eu, meus soluços e minha alegria naquele segundo. Por fim, seu nome assinava e finalizava a carta.
O dia passou, e, a noite chegou. Quando li a carta a primeira coisa que queria era ter corrido para teu abraço, porém, esperei meus sentidos voltarem ao normal. Ao anoitecer, fui até sua casa. Nunca contei que fiquei mais de quarenta minutos no lado de fora, criando coragem de bater à porta, imaginando minha reação ao cruzar seu olhar. Enfim, bati e as surpresas ainda não haviam acabado. Ouvi seu grito falando "Não abra, é pra mim", meus ouvidos levaram direto ao coração e as lágrimas voltaram a rolar enquanto você se dirigia para abrir a porta. Quando abriu me olhou e falou chorando "Eu sabia que você viria!", falei "Eu vim, por você", nos abraçamos chorando e o mundo parou naquele abraço. Conversamos por mais longos minutos e refizemos nossos votos.
Aqui está a parte da história que você sabe, e, eu nunca te contei que, no verso daquela carta eu escrevi algumas palavras para você, palavras que você até hoje não leu, que até hoje não cumpriram seu papel. Também nunca contei que até hoje a sua única carta dedicada a mim, está guardada, que sempre que sinto sua falta, volto a ler e me pergunto: "Será que tudo isto ainda existe, em você também?".
Quero que saiba, que, naquela época eu sabia que te amava, mas, não sabia o quanto. A anos sofro por você, choro por você, hoje sei que te amo, um amor mais forte que o tempo, um amor que segue comigo onde quer que eu vá. Hoje queria poder viver este amor, porém, demos espaço para que nossas vidas mudassem.
Sabe o que mais me tortura? É não saber se você ainda me ama como escreverá, é não saber se você ainda espera que eu bata novamente sua porta, e se está também é sua dúvida, sim, eu nunca deixei de amar você, tive medo, fugi deste amor, foi inutil, eu ainda sonho que poderei viver este amor, e, sei que você também, o tempo passou só no calendário, quando a gente se olha é como se a distância nunca tenha estado entre nós. Sua boca pode mentir para mim, agora, seus olhos e seu coração, jamais.
Quero muito que você leia isto, que é um desabafo de mais de três anos, e que olhe para sua vida, suas escolhas e faça o que eu fiz, deixe de ter razão e opte por ser feliz, sei que parece díficil mudar a vida no estagio que está, eu tive que fazer isto, e fiz sabendo que não podia negar o que sempre sinti por você. Se ao ler isto, passou um filme em sua cabeça e lágrimas em sua face, me procure, e vamos juntos, mudar nossa história, vamos viver este amor como sempre fizemos, sendo a confiança e a amizade a base. Negar, fugir ou esconde-lô, não dá, é amor, e ele é maior que tudo, maior que o tempo. Ainda há tempo, não deixe mais quatro anos passarem, mudo meu destino para ficar na sua vida...

Roger Stankewski

Eu inventei histórias pra mim mesma,superei cada ausência com desculpas que eu mesma fiz.
...Ontem,poderia ter sido mais uma das várias recaídas que tivemos nesses quase 10 anos.Mas não foi.Tudo era diferente.Eu já havia aprendido a aceitar que o homem que mais amei na vida jamais ficaria comigo,que tudo fazia parte de um passado.Eu já havia aprendido a esconder esse amor dentro de mim,que eu nem lembrava mais que ele existia.Sabia que ele estava ali,mas eu não o buscava mais,então ele não vinha,não dava sinais,não aparecia.
Aprendi e foi difícil(como foi difícil)aceitar a ausência a nao tremer na presença.Aprendi a aceitar que tudo tinha se transformado em história que eu contava pra outras pessoas com saudade.E de repente ele estava ali na minha frente, e enquanto ele falava, eu o observava com carinho,deixei vim todas as minhas lembranças,deixei transparecer meu olhar de afeto...Olhava aquele rosto mais familiar pra mim do que o meu próprio e vi que aquela era a hora ,nao tinha como adiar mais,tudo que haviamos passado e que estávamos ali lembrando com tanto carinho,tinha que acabar ali.Eu tinha qye ser realista com meus sentimentox,estava adiando isso a tanto tempo,agora era a hora de saír de cena,deixar de viver um mundo de fantasias,deixar de ser fraca,de ignorar os fatos e me permitir sentir a dor na forma exata como ela doía.Eu não podia mais adiar isso.
Naquela hora,eu não queria saber como ia organizar meu coração novamente,eu só queria olhar pra ele,aproveitar cada segundo,dar aquele momento a importância que ele merecia.Afinal...Era meu maior amor!!!

Liliane

Você deveria me pedir desculpas, desculpas por não desocupar a minha mente, desculpas por ainda estar nas minhas lembranças, desculpas por me incomodar com o seu perfume, principalmente quando o sinto em alguém que não seja você. Desculpas por ter um lugar na minha cápsula do tempo, na qual eu não deveria mexer, mas não resisto por sua causa, por causa de tudo que lembra nós dois.
Desculpas por eu querer tanto me envolver no seu abraço, por me fazer enlouquecer de todas as maneiras mais estúpidas na qual enlouqueço, por eu me comportar como se tivesse menas idade...
Tenho certeza que a lista é grande, e mais certeza ainda que todas essas desculpas poderiam ser substituídas por uma atitude, uma só eu te garanto.
Mas por enquanto me agarro na certeza de que pertencemos um ao outro, ou de que eu pertenço a você.
E isso ninguém, nem o tempo pode mudar.

Amanda Vieira

Peço Desculpas por Mentir

Peço desculpas por ter que mentir para você.
Acho que foi por uma causa nobre, não queria que se preocupasse com as coisas.
Fiz para te poupar de pelo menos uma preocupação.
Quebrei um pacto com isso.
Talvez seja o que mais dói nesse momento em mim.
Espero que não perca tua amizade por isso.
A amizade limpa que sempre cultivei contigo.
O pior é mentir para encobrir coisas feitas pelos outros.
Mas isso não tira o peso que me machuca lá dentro.
Peço desculpas por mentir...

Poeta Urbano - Junho de 2009.

Não Sei Viver Sem Ter Você
CPM 22

Não há mais desculpas
Você vai ter que me entender
Quando olhar pra trás
Procurando e não me ver
Chegou a hora de recomeçar
Ter cada coisa em seu lugar
Tentar viver sem recordar jamais
E se a saudade me deixar falhar
Deixar o tempo tentar te apagar

Te ligar de madrugada sem saber o que dizer
Esperando ouvir sua voz e você nem me atender
Nem ao menos pra dizer:

Que não vai voltar
Não vai tentar me entender
Que eu não fui nada pra você
Que eu deveria te deixar em paz
Eu já não sei mais
Não sei viver sem ter você
Hoje eu queria te esquecer
Mas quanto mais eu tento, mais eu lembro
Não sei viver sem ter você

Não sei viver sem ter você

É difícil de aceitar
Recomeçar do zero
Levantar e caminhar
Perceber que quem se ama
Já não se importa com você
E acordar sozinho ouvindo o som da sua TV
Chegou a hora de recomeçar

Código postal mil e vinte dois

A FÉ

Anota:
A vida é um presságio

"Querido amigo,
peço-lhe desculpas por minha falta de educação em minha última carta. Deveria ter sido mais atencioso com a sua vida. Como vão as crianças? Acredito que se tornaram jovens lindos! Annabeth se formou em Artes, não é? Ah, uma moça tão bela não poderia ter feito outra coisa!
É intrigante montar os rostos de seus filhos em minha mente. Caio, por exemplo, eu imagino que tenha o teu sorriso, mas os olhos só poderiam ser verdes como os de Julietta. – Julietta ainda cozinha tão bem como antes? – Lembro do sonho de sua amada de montar um restaurante. Conheci a Itália recentemente e imagino que ela aprovaria o tempero daquela terra romântica.
Em minha última correspondência eu comentei que a minha fé havia passado por experiências fantásticas. Foi justamente na Itália que tudo começou. Conheci um jovem casal que me fez relembrar nosso tempo de juventude onde o único objetivo era viver para fazer amor. O rapaz, chamado Rafael, era cheio de bravura e perspicácia. A moça, chamada Antônia, era bela como a lua e doce como um morango.
Era bonito ver a maneira com que se adoravam. Alias, depois que os conheci, passei a admirar a palavra "bonito". Deve ter prestado atenção que já a usei pela segunda vez desde que iniciamos nossas correspondências. É que a moça tinha tanta fé naqueles olhos que aquela esperança me cativou. Ela explicara com a voz de quem ensina que, "fazer bonito" era um ato próprio de quem amara.
Certa vez, Antônia me dissera que só quem já amou, poderia ter fé. Ela costumara usar a palavra "fé" de maneira cuidadosa. Acho que era porque quando ela falava de fé, ela também queria falar sobre Deus. E mesmo que pareçam a mesma coisa, eu comecei a notar que são duas palavras de significados diferentes.
Rafael sofrera de uma doença fatal. Os médicos já haviam o alertado de que ele não reagiria aos tratamentos. Foi justamente por isso que ele resolveu não contar nada a Antônia sobre sua situação. Fico me perguntando se há como contar à quem nós amamos que nós iremos morrer. Bem, se há um jeito de contar, Rafael não tivera descoberto.
Porém é impossível esconder algo que nos atormenta de quem possui o nosso coração, não é mesmo? Namoravam há um ano e dois meses quando Antônia descobriu que seu companheiro provavelmente não iria acompanhá-la até o final de sua trajetória. Você pode imaginar a aflição que aqueles lindos olhos de Antônia levaram ao ver os exames de Rafael. O fato é que o rapaz, com sua culpa, fez a moça viver uma mentira.
Rafael e Antônia falavam línguas totalmente diferentes, metaforicamente é claro. Mas não importara, não para eles. O amor parecia bastar. Bastou para que Antônia o perdoasse e o ajudasse a enfrentar sua enfermidade. O amor é a multiplicação do perdão, não é mesmo? Certa vez, o poeta escreveu "diga-me quem mais perdoou nesta vida e eu lhe direi quem tu mais amou". Antônia esqueceu sua dor para salvar a vida de quem ela tanto amara. Preste atenção: ela não o curou da doença, ela salvou a vida.
Salvar a vida de alguém é estender o braço quando o caminho a seguir é árduo. É assim que amamos as pessoas: salvando vidas. Foi salvando a nossa vida que Jesus Cristo nos deu amor. É deixar o peso da existência e compreender a parte bonita de estarmos aqui. – Rafael teve que esquecer que sua existência iria acabar mais cedo para se permitir viver a beleza de um grande amor.
Pude acompanhar de perto a doença de meu jovem amigo e o companheirismo de sua doce namorada. Quando Rafael se foi, Antônia se mudou para o Brasil. No dia do velório, o corpo no caixão parecia sorrir. Foi quando entendi que a felicidade só seria cumprida quando a vida estivesse cumprida também.
Sabe, se não houvesse fé naqueles dois, não teriam atravessado o caminho. É preciso muita coragem para levar adiante um amor que não será como os outros. Não tiveram tempo de casar, ter filhos e possuir casa. Nunca vi Rafael e Antônia se preocuparem se iriam terminar a faculdade, se conquistariam o emprego dos sonhos e se o dinheiro pagaria a prestação do carro. O fato de entenderem que aqui é apenas um presságio foi o que os deu força para não ter medo do que vem depois.
A vida é um presságio, amigo. Não há tempo para esperas. É por isso que todo o amor do mundo deve ser dado hoje. Se não viemos aqui para cumprir a tarefa de amar, por que parece que Rafael não viveu o suficiente?
Espero que esteja lendo com pausas esta carta. Quero que se apegue às seguintes palavras: fé, Deus, amor. Hoje eu sei que embora significados diferentes, estão juntas. Só conhece a Deus quem já amou. Quem não teve a capacidade de amar, não poderia ter fé e nem poderia reconhecer quem o criou.
Eu venho percebendo que Deus não quer que sigamos regras. Para Ele tanto faz se vamos guardar o domingo ou não, desde que saibamos que Ele nos criou. O que importa se é chamado de Deus ou Alá? Os trajes das moças ou os chapéus dos rapazes. O que importa? Não é isso que Ele quer de nós. O que é preciso é ter fé.
É saber que há uma força, independente de como você crê nela, que nos rege. É permitido ter a sua religião, como é permitido não a ter. Repito: O que é preciso é ter fé. A fé que nos traz o amor. O amor que é a meta de estarmos aqui.
Porque a fé significa esperança. Dela poderemos construir coragem, mover montanhas, construir prédios, separar o mar vermelho. E o amor é bonito. É com ele que nós dividimos a vida e é com amor que poderemos nos salvar.
Bom, acho que eu já escrevi demais hoje. Queria novamente demonstrar a saudade que tenho de poder conversar com você, meu amigo. Frente a frente seria mais fácil você entender a minha fé. Desejo uma boa semana e boas histórias.

Com esperança,
Chico."

Gabriella Beth Invitti

Não há desculpas, não há perdão, não há agradecimentos, muito menos explicações absurdas. A gente sabe qual foi o nosso limite, nosso ponto de chegada. Mas você me conhece, eu quero sempre mais.
Ainda que haja quilômetros e mais quilômetros que nos separe, se for pra ter seu sorriso, não ligo. Ainda que haja estados e mais estados a atravessar, se for você a pessoa que me espera, não me importo. O que há de verdade são causas e consequências, apenas. Sei o que eu fiz, e pagarei por tais ações. Mas humildemente peço que não coloque uma pedra de rancor em nossas lembranças. Elas são um dos bens mais preciosos que carrego comigo, e nada vai tirar isso de mim.
Tenho uma tremenda admiração por 3 coisas na minha vida: Renato Russo, você e uma dose de tequila. Deve ser a relação que vocês tem de me levar a sensações que eu não sabia que era capaz de sentir. Só quero que saiba que além da minha admiração, você carrega todo meu amor, sempre.

ANNA

Entregue-se a vida por inteiro.

Da pior das desculpas, tenho esta na cabeça: “a influência dos amigos”. Isto me entristece, porque até parece que as pessoas não têm boca para dizer: “não”. O que há com estas pobres almas que não conseguem admitir seus erros? Por que é que depois de errar têm medo de encarar as conseqüências? Por que é que cada vez as pessoas se tornam mais desumanas e covardes? Uma atirando culpa noutra, como se todo mundo fosse santo. Uma julgando outra, como se ninguém pudesse errar.
Ah, das vezes, me apetece dizer: “me erra!”. Porque tu tens boca para falar, tens pernas para andar, e deviria ter cérebro para pensar. Mas do jeito que ages, não deves ter.
Assuma teus erros, encare todas as conseqüências e aprenda com eles. Mas não deixe de errar, isto não, não deixe. Porque errar é sempre bom. Errar é sempre uma maneira mais verdadeira de se experimentar, entender e aprender.
Porém, queria deixar claro, algo que certa vez ouvi e li da boca de uma velha amiga: “Existem três tipos de pessoas: os sábios, os inteligentes e os burros. Os inteligentes aprendem com seus erros, os sábios aprendem enxergando os erros dos próximos, e os burros não aprendem nem com o c* pegando fogo”.
Aventure-se, mas encare-se no espelho e saiba ser corajoso e humano. O que falta no homem é ser sincero, não só com os outros, mas com ele mesmo.
Quando tu mentes, tu mentes para si mesmo.
Então, deixe de onda e dê tua cara a tapa por tuas atitudes, ninguém tem que sofrer por tua inconseqüência. E quer saber? Ainda se torna mais gostoso se entregar, mas se entregar de verdade a vida – por inteiro.

Gabriella Beth Invitti

Ex - amor

Podes partir, nada importa mais agora...
Tuas desculpas, teus gestos, teu amor!
O que restou é esta alma que chora
As dissidências do teu rude desamor!

Como é fácil deixar um coração incolor!
Voeja!...Não tenho emoção, nesta hora!
Podes partir, nada importa mais agora...
Tuas desculpas, teus gestos, teu amor!

Um amor verdadeiro, sempre revigora.
Falsas palavras agem a nos decompor...
Cansei das tuas inverdades sem mora.
Acha outra alma incauta a teu dispor.
Podes partir, nada importa mais agora...

Denise Severgnini

"E O AMANHÃ?"

"Não precisa mais de desculpas
No fundo, a culpa não é de ninguém
Se é você quem deita as suas fraquezas no chão,
Não tem como apontar o dedo julgador para o destino
Crueldade é 'dar de ombros' para a sua própria vida
É esquecer que é você quem precisa agir
Por você, pra você...
Quanto mais enterrar os seus pés na areia,
Mais perto da sua cabeça ela estará
Não se deixe abalar pelo frio
Caminhe!
Na estrada sempre há cobertores
Não seja companheiro da desilusão
Ela tem mania de impregnar-se em nós,
Feito tatuagem de traços grossos
Não desperdice o seu tempo, nem o seu talento
'E o amanhã?'
Responda você mesmo!
O mundo espera por você... ".

Mais em lavinialins.blogspot.com

Lavínia Lins