Textos de Decepção Amorosa

Cerca de 358 textos de Decepção Amorosa

Viver uma verdadeira experiência amorosa é um dos maiores prazeres da vida. Gostar é sentir com a alma, mas expressar os sentimentos depende das idéias de cada um. Condicionamos o amor às nossas necessidades neuróticas e acabamos com ele. Vivemos uma vida tentando fazer com que os outros se responsabilizem pelas nossas necessidades enquanto nós nos abandonamos irresponsavelmente.

Queremos ser amados e não nos amamos, queremos ser compreendidos e não nos compreendemos, queremos o apoio dos outros e damos o nosso a eles. Quando nos abandonamos, queremos achar alguém que venha a preencher o buraco que nós cavamos. A insatisfação, o vazio interior se transformam na busca contínua de novos relacionamentos, cujos resultados frustrantes se repetirão.

Cada um é o único responsável pelas suas próprias necessidades. Só quem se ama pode encontrar em sua vida Um Amor de Verdade

Zíbia Gasparetto

A tua voz fala amorosa...
Tão meiga fala que me esquece
Que é falsa a sua branda prosa.
Meu coração desentristece.

Sim, como a música sugere
O que na música não stá,
Meu coração nada mais quer
Que a melodia que em ti há...

Amar-me? Quem o crera? Fala
Na mesma voz que nada diz
Se és uma música que embala.
Eu ouço, ignoro, e sou feliz.

Nem há felicidade falsa,
Enquanto dura é verdadeira.
Que importa o que a verdade exalça
Se sou feliz desta maneira? "

Fernando Pessoa

"Viver uma experiência amorosa é um dos maiores prazeres da vida. Gostar é sentir com a alma, mas expressar os sentimentos depende das idéias de cada um. Condicionamos o amor às nossas necessidades neuróticas e acabamos com ele. Vivemos uma vida tentando fazer com que os outros se responsabilizem pelas nossas necessidades enquanto nós nos abandonamos irresponsavelmente. Queremos ser amados e não nos amamos, queremos ser compreendidos e não nos compreendemos, queremos o apoio dos outros e damos o nosso a eles. Quando nos abandonamos, queremos achar alguém que venha preencher o buraco que nós cavamos. A insatisfação, o vazio interior se transformam na busca contínua de novos relacionamentos, cujos resultados frustrantes se repetirão. Cada um é o único responsável pelas próprias necessidades. Só quem se ama pode encontrar em sua vida 'Um Amor de Verdade'!"

Luiz Gasparetto

"Uma decepção pode diminuir o tamanho de um amor que parecia ser grande. Uma ausência pode aumentar o tamanho de um amor que parecia ser ínfimo. É difícil conviver com esta elasticidade: as pessoas se agigantam e se encolhem aos nossos olhos. Nosso julgamento é feito não através de centímetros e metros, mas de ações e reações, de expectativas e frustrações."

Martha Medeiros

Para uma relação amorosa dar certo tem que ter: confiança, admiração, flexibilidade (tolerância e paciência). Há a premissa de respeito mútuo!

A confiança é uma caneca: quebra mas dá para usar, e mesmo que cole, ela não voltará a ser a mesma.
Não há como provar que é confiável, suas atitudes revelam-no (não existe uma fórmula mágica)!

A admiração no dicionário: extasiar-se diante de.
É ela que, inclusive, mantém a união da relação, é ela que traz a vontade de recomeçar. É dela q vem a busca de se fazer digno, de tentar (sempre) melhorar, e não fazer isso como se fosse pelo outro (adaptação não é mudança e só traz hipocrisia), mas por si próprio, só assim haverá crescimento individual e da relação!

Aline de Campos Canto

Posso ser muito simpática, amiga, amorosa, mas não sou nada perfeita, tenho muitos defeitos. Sou até chata às vezes com minhas manias e meus mimos.
Não me arrependo de nada que já fiz, mas queria poder mudar algumas coisas.
Acho que ter amado mais algumas pessoas ou pelo menos ter mostrado as elas que eu as amava e também não ter dado tanto valor a outras.Como eu amei alguns que não me deram o meu verdadeiro valor, mas já fui amava e também não percebi o quanto e como era valorizada.
Hoje vejo que mudei muito,tive que amadurecer pois agora chego à hora de assumir verdadeiras responsabilidades, não sou mais criança, mas porém não pedir meu lado moleca, brincalhona.
Não gosto de mentiras e odeio que venha se meter na minha vida ou em minhas decisões, claro com exceção de quem eu permito e de quem eu quero a opinião. Tenho muitos amigos, obviamente que, também há os meus melhores amigos que na verdade são como meus irmãos esses sim são pra sempre.
Sou uma guria de apenas 16 anos, às vezes me acho uma menina que está perdida, confusa em suas direções ao contrario de algumas vezes que me acho uma mulher que sabe muito bem o que quer
Mesmo com tudo isso eu agradeço todos os dias a JESUS por ter todos esses amigos, minha família,, pois tudo que tenho na minha vida foi graças a ele

Cíntia Martin

Escrevo essa crônica para as fulanas que simplesmente sofreram uma decepção amorosa , não fiquem tão tristes , digo desde já.
Uma decepção, é a prova de que você está no caminho errado , que aquela não é a tal da estrada que te leva pro teu destino . Você está lá feliz da vida , achando que tudo está indo tão certo que não pode dar errado, aí que está, pode . As pessoas tem mania de esperar muito das pessoas, principalmente de quem amamos , a quem nós oferecemos tudo que elas poderiam esperar , esperamos recíproca . O problema é que ninguém conhece ninguém , é tudo suposição , eu posso supor que ele me ama, eu não posso ter certeza, e nem ele .
Tá, agora que vocês estão desconsoladas, o que fazer? Siga em frente, deixe pra trás o que te fez sofrer, não vale a pena carregar isso com você , só por mimo , só porque você quer continuar, não vale a pena . Se não deu certo, não deu. Você tentou, você pisou em seu orgulho muitas vezes, você esqueceu de se amar mais . Eu não digo que é simples, que é fácil, eu digo que é necessário, é uma fase de renovação, e geralmente não estamos preparados para mudanças , porém é a melhor coisa a se fazer , são etapas que devem ser seguidas , com força de vontade , pra sair do fim do poço, sair dessa fossa , é preciso.
Antes de tudo, coloque na sua cabeça , algo melhor te espera lá na frente , sempre tem .Você precisava aprender essa lição , se preparar melhor para receber o melhor .Então tire qualquer idéia de culpa , de que você poderia ter feito mais , isso definitivamente não é culpa sua , as vezes as pessoas são tão idiotas( eu já fui idiota ) , que se sentem culpadas por aquilo que era inevitável . Some com essa teoria de que tem volta, de que dessa vez vai ser diferente, não vai. As pessoas podem fingir ser o que querem ser, mas elas não mudam. Não mascare seu sofrimento com festas e “ curtição” , esse é o maior dos erros , sofra com você , aproveite pra ficar mais tempo com você , afinal você é uma ótima companhia, a melhor de todas.
Faça o que gosta , aprenda coisas novas , se dedique a um projeto que não tinha tempo , isso vai te fazer bem . Levante sua autoestima, se veja melhor, se enxergue melhor.
Cuidado com recaídas, elas vão aparecer a qualquer momento, e você vai sentir vontade de chorar , de ligar , de se humilhar pra sair do sufoco , não caia , seja forte ,sempre...Afinal , só você possui o seu próprio controle , você está passando por um processo de recuperação , como se estivesse em uma clínica de dependência química , no qual a droga ,( a droga mesmo ,rs) é quem te fez estar aqui , sozinha , magoada , sem nenhuma perspectiva de vida .
Contudo, viva você , você não precisa de alguém que não quer estar com você, que não te merece , você precisa crescer , ficar mais forte para encarar seus desafios ao decorrer da vida .
Porque, me desculpe dizer, há coisas mais importantes na vida do que sofrer por amor.

juliana alves

Hora de retrospectiva da gramática amorosa no apagar das luzes deste 2012.

Repitam comigo, esses moços, pobres moços: sim, homem é frouxo, só usa vírgula, no máximo um ponto e virgula; jamais um ponto final.

Sim, o amor acaba, como sentenciou a mais bela das crônicas de Paulo Mendes Campos: “Numa esquina, por exemplo, num domingo de lua nova, depois de teatro e silêncio; acaba em cafés engordurados, diferentes dos parques de ouro onde começou a pulsar…”

Acaba, mas só as mulheres têm a coragem de pingar o ponto da caneta-tinteiro do amor. E pronto. Às vezes com três exclamações, como nas manchetes sangrentas de antigamente ou no samba de Roberto Silva: SANGUE, SANGUE, SANGUE!!!

Sem reticências…

Mesmo, em algumas ocasiões, contra a vontade. Sábias, sabem que não faz sentido a prorrogação, os pênaltis, deixar o destino decidir na morte súbita.

O homem até cria motivos a mais para que a mulher diga basta, chega, é o fim!!!

O macho pode até sair para comprar cigarro na esquina e nunca mais voltar. E sair por ai dando baforadas aflitas no king-size do abandono, no cigarro sem filtro da covardia e do desamor.

Mulher se acaba, mas diz na lata, sem mané-metáfora.

Melhor mesmo para os dois lados, é que haja o maior barraco. Um quebra-quebra miserável, celular contra a parede, controle remoto no teto, óculos na maré, acusações mútuas, o diabo-a-quatro.

O amor, se é amor, não se acaba de forma civilizada.

Nem aqui nem Suécia.

Se ama de verdade, nem o mais frio dos esquimós consegue escrever o “the end” sem pelo menos uma discussão calorosa.

Fim de amor sem baixarias é o atestado, com reconhecimento de firma e carimbo do cartório, de que o amor ali não mais estava.

O mais frio, o mais “cool” dos ingleses estrebucha e fura o disco dos Smiths, I Am Human, sim, demasiadamente humano esse barraco sem fim.

O que não pode é sair por ai assobiando, camisa aberta, relax, chutando as tampinhas da indiferença para dentro dos bueiros das calçadas e do tempo.

O fim do amor exige uma viuvez, um luto, não pode simplesmente pular o muro do reino da Carençolândia para exilar-se, com mala e cuia, com a primeira criatura ou com o primeiro traste que aparece pela frente

Xico Sá

Entre uma decepção e outra, que tal uma pausa para aprender?

Tem época na vida da gente que parece que os encontros 'amorosos' são mais uma provocação do que uma oportunidade de se sentir satisfeito e feliz... Assim, vamos contabilizando decepções e desacreditando na possibi-lidade de viver uma experiência positiva e motivadora.

Quando isso acontece, creio que o melhor seja parar. Uma pausa para aprender. Ou melhor, antes apreender. Perceber o que está acontecendo, quais são nossos verdadeiros desejos e quais tem sido nossas atitudes para torná-los concretos.

Muitas vezes, fazendo uma análise mais justa e desapegada, sem assumir nenhum papel, nem o de vítima das armadilhas da vida, nem da sacanagem dos outros e nem o de culpado, como se tudo o que fizéssemos estivesse definitivamente errado, terminamos descobrindo que há alguma incoerência nisso tudo.

Só que para isso precisamos de tempo... e principalmente de coragem para admitir limitações, assumir pensamentos negativos e confiar mais na sabedoria da vida e seu ritmo. O que acontece, no entanto, é que a maioria de nós não quer esperar, não quer refletir. Tem apenas um único pensamento que alimentamos o tempo todo: quero namorar, quero ter alguém!!!

Será que estar com alguém é o mesmo que estar feliz? Pode ser que sim, mas pode ser que não... e se por qualquer motivo você não tem ficado com quem deseja, talvez seja o momento ideal para um intervalo, tão útil entre uma decepção e outra...

Tempo de se observar, de observar as pessoas e ouvir o que elas dizem. Tempo de aprender, crescer, ter uma nova conduta, desenvolver uma nova postura. Aguardar até que a vida lhe mostre qual é o melhor caminho a seguir... mas para ver, você precisa estar atento... sem tanta ansiedade, sem tanto desespero para tentar fazer com que as coisas aconteçam do jeito e na hora que você quer...

E se nenhuma resposta vier, talvez signifique que você precisa ver e ouvir com o coração. Respeitar o silêncio. Aceitar a ausência de quem você tanto deseja encontrar... Talvez não haja uma resposta e nem haja uma expli-cação.

Às vezes, simplesmente não existem respostas nem explicação. Apenas a vida. Apenas as pessoas. Apenas o mundo. Apenas a dor e o amor. Apenas...

E se insistirmos em não aceitar, em brigar, em nos rebelar, em nos revoltar... conseguiremos tão somente mais dor... e menos amor. Aceite que você não tem o controle, que você não pode decidir sozinho, que o universo tem seu próprio ritmo. Faça o que está ao seu alcance; faça a sua parte... e bem feito; da melhor maneira que puder...

E o que não puder, entregue e espere... porque embora diga sabiamente a música "quem sabe faz a hora, não espera acontecer", tem ocasiões nesta vida em que quem sabe espera acontecer e respeita a hora de não fazer... até que um dia, o amor de repente acontece... porque seu coração estava exatamente onde deveria estar para ser encontrado!

Rosana Braga

Decepção

Um dia te olhei nos olhos e disse “Te amo”.
Sonhei e acreditei com uma vida ao seu lado...
Imaginava nossas vidas sendo apenas uma.
Planos... Eu tinha muitos deles, e todos ao seu lado.
A esperança era com você...
Mas eu abri os olhos, acordei deste sonho.
Como dizem por aê “caí na real”.
Você não era o conto de fadas...
E muito menos era a tal pessoa amada que esperei minha
vida inteira para conhecer.
Eu tinha sonhado demais, tinha tido esperança demais,
estava ocupado demais fazendo planos, e não parei
realmente para ver quem estava ao meu lado.
Ou será que eu sabia de tudo isso o tempo todo,
mas não queria ver!?
Como uma criança que brinca de esconde-esconde no
escuro do quarto, querendo se esconder do que
pode estar esperando por ela... Assim permaneci;
Com as mãos nos olhos, querendo impedir os meus
olhos de verem a realidade. O engraçado é que
meu coração nunca esteve cego, muito menos calado...
Mas de certa forma, quem saiu machucado nesta história
foi apenas uma pessoa: EU!
E você??? Não sei dizer...
Você sabe o que é dor, amor ou paixão??
Melhor; você tem um coração que pulsa dentro de você?
Porque eu tenho... E ele pulsou durante muito tempo
por você.
Pulsou dizendo teu nome. Pulsou dizendo te amar.
E hoje ainda pulsa por você... Mas na esperança de te
esquecer.

Anne Caroline Monteiro Moreira

Decepção.

Cansada desse mundo de mentiras, as pessoas se fazem de amigas mais no fundo na hora de mostrar que são mesmo são as que mais te decepcionam, às vezes chegamos a acreditar nas palavras e achar que por serem ditas pelas pessoas que se dizem amigos, amigos que muitas vezes não passam de ‘falsos amigos’; tem um imenso valor, depois de brigas, momentos ruins, descobrimos que no fundo, essas palavras eram só mentiras, as pessoas, eram apenas pessoas sem o mínimo escrúpulo que tentam ter caráter mais isso a gente não compra e nem tenta ter a gente cria e é desse caráter que somos feitos, uns tem bom caráter e outros um caráter ruim, não estou aqui pra julgar ninguém, apenas para mostrar a minha total decepção com as pessoas, com esse povo, com esse mundo! Essas pessoas são leões que escondem as suas garras e quando as suas presas menos os esperam atacam e machucam, ferem, magoam, e deixam feridas que às vezes nem o tempo apaga! Hoje em dia raramente os “eu te amo” ditos por ai são de verdade, devemos com um coador coar as pessoas que estão ao nosso redor selecionar quem devemos conviver, quem fará o nosso bem, quem será verdadeiro com a gente, é difícil isso pois não somos videntes e nem adivinhas ainda não temos a capacidade de nos proteger dessas pessoas que diante de apenas um erro, uma má seleção e essa pessoa poderá tornar um inferno a sua vida, te fazer sofrer, chorar e no final se perguntar como eu fiz tamanha burrada de acreditar naquelas palavras que pareciam tão verdadeiras, tão puras mais que apenas me machucaram. Devemos parar para refletir nossos atos, muitas vezes quem você diz amar talvez seja a pessoa na qual você mais faça sofrer, esse amor que você diz ter passa a ser no pensamento de quem você magoou apenas uma grande mentira, pense milhões de vezes antes de fazer, dizer, agir de uma forma que atinja quem você ama, pois palavras muitas vezes doem muito mais muito mais que atos, palavras machucam! Pense hoje, pois amanhã pode ser tarde de mais. A e no final? No final... a gente quebra a cara, sofre de mais, chora muito, muito mesmo, e sabe o que acontece? Tentamos aprender mais as vezes acabamos errando de novo, acreditando nas pessoas e assim vivemos e levamos a vida.

Raissa Craveiro

Quando depositamos confiança nas pessoas, o risco da decepção é grande, pois elas não estão neste mundo para satisfazer as nossas expectativas, bem como não estamos aqui para satisfazer as dela.
As pessoas não se precisam, mais sim, se completam; não por serem metades, mas por serem pessoas inteiras, dispostas a dividir objetivos comuns, alegrias e vida. Com o tempo, percebemos que para ser feliz com outra pessoa, precisamos primeiramente não precisar dela. Percebemos também que aquela pessoa que amamos, que nada quer conosco, definitivamente não é o homem ou a mulher de nossas vidas. Temos que aprender a gostar e cuidar de nós mesmos e, principalmente, a gostar de quem gosta de nós. O mestre Mário Quintana estava certo: O segredo é não correr atrás das borboletas e sim cuidar do jardim para que elas venham até nós. No final das contas, vamos achar não quem estávamos procurando, mais quem estava procurando por nós.


A vida é feita de gente boa e ruim. Alguns dias são bons e outros ruins. Existem sentimentos bons e ruins. Tudo é na base do bom e do ruim. O bem e o mal. A gente aprende isso desde cedo, tem o mocinho e o bandido. O ladrão e a polícia. E algumas pessoas valem o ruim, o estragado, o sem gosto. De vez em quando é pior não ter gosto de nada do que ter um gosto azedo. Algumas pessoas valem isso. Acho que esse é o ponto máximo do amor máximo. Não que ele precise ser medido ou explicado. O amor dispensa maiores definições. Ele se auto-explica. Só penso que quando a gente tem o coração cheio desse sentimento, tudo fica claro. E a gente não precisa ter medo de cruzar com alguém ruim no caminho. Elas nos fortalecem, ensinam. Algumas delas, inclusive, até valem o mundo (ainda que por um curto tempo). Quem nunca se decepcionou? Quem nunca pensou assim fulana-é-minha-melhor-amiga-beltrano-é-o-cara-dos-meus-sonhos? Nessa hora, eles valem o mundo. Depois, tudo muda, valem nada.
O que importa é o momento em que a pessoa efetivamente valeu o seu mundo.


Sempre desprezei as coisas mornas, as coisas que não provocam ódio nem paixão, as coisas definidas como mais ou menos, um livro mais ou menos. Tudo perda de tempo. Viver tem que ser pertubador... O que não faz você mover um músculo, o que não faz você estremecer, suar, desatinar, não merece fazer parte da sua biografia.

Se a dor tiver que vir, que venha rápido. Eu disse.
Porque tenho uma vida pela frente, e preciso usá-la da melhor maneira possível.
Se ela tem que fazer alguma escolha, que faça logo.
Então eu o espero. Ou o esqueço.
Esperar dói. Esquecer dói.
"Mas não saber que decisão tomar é o pior dos sofrimentos”.

Jack Siqueira

Compreendi que pra ser feliz basta querer.
Aprendi que o tempo cura.Que mágoa passa.
Que decepção não mata e que hoje é reflexo de ontem.
Compreendi que podemos chorar sem derramar lágrimas.
Que os verdadeiros amigos permanecem.
Que dor fortalece... Que vencer engrandece.
Aprendi que sonhar não é fantasiar.
Que a beleza não está no que vemos, e sim no que sentimos!

Maitê Maia

Horário:17:29

Decepção

Será que é errado eu sentir raiva de você?
Será que é legal eu tentar te esquecer?
Quem viu i presenciou nosso amor diria que não
Maiis i você o que diria.Hein?
Você sempre disse que me amaria longe ou perto!
E basta você se afastar de mim, pra me trair
Ou se não me ligar e dizer que não gosta mais de mim!
Suas palavras me fazem pensar que você nunca gostou de mim
Alias me amou!
Agente viveu um ano juntos e pelos primeiros 2 meses que você ta longe
Você liga e diz que não gosta mais de mim
Cadê todo aquele amor que você dizia sentir?
Aquela paixão!
Todas as suas palavras??
Era tudo em vão?
Será que já me esqueçeu??
Será que é tão dificil assim de lembrar tudo que agente já viveu!
Eu enfrentei Deus e o mundo pra fica com você!
Agora isso essa facada!
Sinto muito mais num dá pra entender!
Eu aqui sem nem olhar pra ninguém
Quantas vezes já não falei que não conseguia me imaginar com outro alguém a não ser você
E você ai na boa.Aposto que nem lembrava de mim!
Agora que se foda!
Eu so quero esquecer!
Ter que lembrar que você me decepcionou é a pior coisa A fazer!
Vou tentar te esquecer!
Tentar não te lembrar
Pra justamente para de Te Amar!
Eu pensei que Eu i Você seriamos NÒS pra sempri
Vejo que um capricho seu destruiu tudo de Bonito que Deus nos deu!

Larissa Santos

Do outro lado.

Hoje ao deparar-me com você percebi em seus olhos uma certa angustia, uma decepção.
E ao te desprezar senti que quem está agora em meu lugar é você.

Pela primeira vez senti o sabor da vitoria. Depois de muito tempo percebo que a ampulheta finalmente está com seus grãos dispersos.
Agora quem derrama os grãos d’areia sou eu e você apenas os colhe como a muito eu os colhiam.

E hoje sou eu quem despreza, maltrata, humilha...
E hoje é você quem passa pelo o que eu passei em suas mãos.

Mas...
Como toda ampulheta tende a inverter seu lado, eu te prometo que quando isso tiver de acontecer. Eu a quebro em mil pedaços, para nunca mais sofrer por sua causa e nem que sofra mais pela minha...

25/11/2003

Raphael Santos Araujo

Entre uma decepção e outra, que tal uma pausa para aprender?

Tem época na vida da gente que parece que os encontros 'amorosos' são mais uma provocação do que uma oportunidade de se sentir satisfeito e feliz... Assim, vamos contabilizando decepções e desacreditando na possibi-lidade de viver uma experiência positiva e motivadora.

Quando isso acontece, creio que o melhor seja parar. Uma pausa para aprender. Ou melhor, antes apreender. Perceber o que está acontecendo, quais são nossos verdadeiros desejos e quais tem sido nossas atitudes para torná-los concretos.

Muitas vezes, fazendo uma análise mais justa e desapegada, sem assumir nenhum papel, nem o de vítima das armadilhas da vida, nem da sacanagem dos outros e nem o de culpado, como se tudo o que fizéssemos estivesse definitivamente errado, terminamos descobrindo que há alguma incoerência nisso tudo.

Só que para isso precisamos de tempo... e principalmente de coragem para admitir limitações, assumir pensamentos negativos e confiar mais na sabedoria da vida e seu ritmo. O que acontece, no entanto, é que a maioria de nós não quer esperar, não quer refletir. Tem apenas um único pensamento que alimentamos o tempo todo: quero namorar, quero ter alguém!!!

Será que estar com alguém é o mesmo que estar feliz? Pode ser que sim, mas pode ser que não... e se por qualquer motivo você não tem ficado com quem deseja, talvez seja o momento ideal para um intervalo, tão útil entre uma decepção e outra...

Tempo de se observar, de observar as pessoas e ouvir o que elas dizem. Tempo de aprender, crescer, ter uma nova conduta, desenvolver uma nova postura. Aguardar até que a vida lhe mostre qual é o melhor caminho a seguir... mas para ver, você precisa estar atento... sem tanta ansiedade, sem tanto desespero para tentar fazer com que as coisas aconteçam do jeito e na hora que você quer...

E se nenhuma resposta vier, talvez signifique que você precisa ver e ouvir com o coração. Respeitar o silêncio. Aceitar a ausência de quem você tanto deseja encontrar... Talvez não haja uma resposta e nem haja uma expli-cação.

Às vezes, simplesmente não existem respostas nem explicação. Apenas a vida. Apenas as pessoas. Apenas o mundo. Apenas a dor e o amor. Apenas...

E se insistirmos em não aceitar, em brigar, em nos rebelar, em nos revoltar... conseguiremos tão somente mais dor... e menos amor. Aceite que você não tem o controle, que você não pode decidir sozinho, que o universo tem seu próprio ritmo. Faça o que está ao seu alcance; faça a sua parte... e bem feito; da melhor maneira que puder...

E o que não puder, entregue e espere... porque embora diga sabiamente a música "quem sabe faz a hora, não espera acontecer", tem ocasiões nesta vida em que quem sabe espera acontecer e respeita a hora de não fazer... até que um dia, o amor de repente acontece... porque seu coração estava exatamente onde deveria estar para ser encontrado!

Rosana Braga

O Amor é lindo faz a gente sofrer
faz a gente chorrar faz até a gente se orgulhar mas tem uma coisa no amor que é feia se separar por isso você se tem um amor e não falou nada a ele procure falar por que se não vem as tristezas dele ele ficar com outro(a)
Então fale logo a ele o que você sente por que depois ele se depede e vai embora

Amorosa

Confusão Amorosa
Eu te quero, mas não posso te ter...
Eu te quero e não desejo te querer...
Eu te quero e odeio te querer...
Você apareceu na minha vida, devastando tudo que eu havia construído: minhas prioridades, meus princípios e meu "amor".
Você levou tudo, levou minha alma e meu ser, levou meu coração... Só me deixou a esperança de te ter!
Quisera eu me desfazer desse namoro fajuto e me juntar a ti!
Quisera eu acreditar que tudo vai se resolver, que a gente vai poder se amar!
Quisera eu poder te beijar, sem medo de me arriscar!
Quisera eu nunca ter conhecido você!
Mas a vida nos prega peças e numa delas você chegou. Chegou depois de tudo estar acertado, depois de tudo resolvido...Você veio avassalador e, o que eu pensei estar acertado, se desfez em segundos...
Eu achei que já amava outro alguém,que estava feliz, que estava tudo bem na minha vida. Achei que, finalmente, eu tinha encontrado meu lugar... Mas bastou ver você pra saber que não era amor, que eu não estava feliz, que estava tudo errado!
Quisera eu poder concertar as coisas, quisera eu poder voltar no tempo ou prever o futuro, quisera eu ter coragem e dizer a ele: não te amo mais!
Quisera eu poder te tocar, poder te sentir e te abraçar. Quisera eu estar com você, poder te ouvir e te dizer: sim, eu amo você!
Quisera eu poder tirar de mim esse tormento e te amar por inteiro, não só em pensamento!
Quisera eu ser feliz ao teu lado e poder te perguntar: quer ser meu namorado?

Letieli R. Pospichil

O discurso da separação amorosa.

Um dos sentimentos mais comuns depois de uma separação amorosa é a enorme curiosidade em relação ao destino do outro.

Mesmo o parceiro que tomou a iniciativa fará de tudo para saber como o abandonado está passando. Esse interesse raras vezes resulta de uma genuí­na solidariedade. Decorre, na maioria dos casos, de uma situação ambivalente que lembra o mecanismo da gangorra.

Por um lado, ver o sofrimento de uma pessoa tão íntima nos deixa tristes; por outro, satisfaz a vaidade. Num certo sentido, é gratificante saber que o ex-companheiro vive mal longe de nós e teve prejuízos com a separação. Esse aspecto menos nobre da personalidade humana, infelizmente, cos­tuma predominar.

Se o outro está se recuperando com rapi­dez, se busca novas companhias, mostran­do-se à vontade na condição de descasado, ficamos surpresos e deprimidos. Percebemos que não somos tão indispensáveis quanto pensávamos. Nosso orgulho, então, é atingido, pois precisamos nos sentir importantes, precisamos saber que nossa ausência provoca dor.

Se o outro estiver feliz, duvidamos de nós mesmos e isso é desgastante. "Como é possível que alguém se ajeite na vida mais rapidamente do que eu?", indagamos, e a certeza de que seme­lhante absurdo aconteceu nos deixa tristes.

Muitas pessoas confundem essa tristeza com amor. Será que ainda estamos apaixonados? Será que a separação foi precipitada? Pode até ser. Mas o ingredi­ente principal de nossas emoções é a vaidade, o orgulho ferido. Às vezes, procu­ramos disfarçar esse sentimento menos nobre, escondendo-o por trás de uma ines­perada dor de amor. É uma forma de negar pensamentos que não gostaríamos de ter.

Flávio Gikovate

Corrente amorosa

A gente se entrega
É só fechar a porta
Olho para ti e sei o que queres
Um beijo ardente com sabor alucinante
O teu toque me diz que o dia está para começar
Eu não nego já não sei mais como fugir
Todas as horas estão interligadas ao meu coração
È tão verdadeiro que só vejo você
Um parque aberto, um banco de praça
Uma linha imaginária a nos afastar
Se vou embora quero retornar
Mas, já está na hora de tudo terminar
Pois, me envolvi a tal ponto que,
Entonteço só ao me deitar
O travesseiro respira e sussurra um nome
Eu me agarro ao lençól para não me contrariar
A parede estala e forma um desenho
Estou louca ou a paixão quer me domar?
Você mudou o curso do meu rio e agora em ti terei de desaguar
Aguenta firme estou indo
Levando comigo tudo que encontrar
Presenteando-te com meu olhar
Uma maneira fácil de lhe amar

Thallyta Ellen