Textos de Boca

Cerca de 878 textos de Boca

Não sou do time dos que acreditam em amor da boca pra fora. Sou desses que precisam olhar, conviver e sentir que o amor vem da alma e se espalha por toda parte por ser verdadeiramente grande.

Nenhum "eu te amo" me conforta se com a palavra "amor" não vier junto o desejo insubstituível de querer ficar perto.

Me ame, mas me faça sentir que é de verdade. Do contrário, melhor nem tentar me amar...

Renée Venâncio

Eu não quero nem saber quem foi que beijou a sua boca, nesse tempo em que a gente não se viu, não dou a mínima se o seu pensamento pertenceu a um outro alguém... Jamais vou contar o número, nem os nomes das pessoas com quem você saiu. Não me interessa o que aconteceu nas suas aventuras eventuais. Não preciso saber “quem fez o que, ou de que modo fez”, a sua vida não me interessa. O que realmente me interessa é reviver tudo, os maravilhosos momentos que nos passávamos... Com fervor e sacanagem. Quero passar contigo dias e horas inesquecíveis. Realizar os sonhos que não saem da minha cabeça, nada limpa por sinal.
Apesar dos desencontros, eu nunca parei de pensar em você e a noite quando o desejo me invade até hoje eu chamo pelo seu nome... Tenho sonhos eróticos com você... Desejo-te, meu corpo fica louco desejando suas mãos, minha boca arde pelos seus beijos, EU AINDA PENSO MUITO EM VOCÊ...
E NÃO dá pra passar mais tempo sonhando com você. Só penso nos seus abraços e no calor do seu corpo. Acho que podemos dedicar um ao outro, beijos e momentos de intenso prazer!
Não vale a pena ficar esperando mais tempo... Já demorou muito. Já não dá mais pra segurar a vontade de te ver, pois eu estou te querendo demais!
Amanhã às 14:00 você têm compromisso.

Leleli Santos

Se eu pudesse. Há, se eu pudesse
quem sabe uma apenas uma vez na vida,
sentir o gosto da tua boca na minha
e colar meu corpo ao teu.

Se eu pudesse te olhar nos olhos
e te dizer tudo que me atormenta,
se eu pudesse, seria feliz.

Se eu pudesse rir das tuas brincadeiras,
sem chorar em silêncio algum tempo depois.
Há, se eu pudesse.
Navegaria por teus lábios,
que são tão belos como um casal de pássaros.

Se eu soubesse, tocaria nossa música preferida ao piano,
só para nós dois, e viraríamos a noite, ao vinho e aos beijos.

Se eu pudesse segurar tua mão sempre,
você não se perderia sozinho olhando o horizonte,
eu estaria contigo, de mãos dadas. atravessaríamos oceanos.
se eu pudesse te refletir minha alma
você viria o quanto estou triste... cansado.
mas, meu amor por ti é tão grande
que não me importa a dor,
guardo meu silêncio e repouso meu desejo.

Vejo-te em fotografias, e se eu pudesse, trazia aquele tempo de volta.
Eu não mudaria nada, viveria tudo outra vez,
pois, tú estavas comigo,
e pra mim, isso já bastava...

Se eu pudesse, meu amor,
gritaria nosso nome pra todo o universo ouvir
te cobria de beijos, abraços, xeros, carinhos e tudo que se possa imaginar...

Se eu pudesse, ou se por acaso, eu sonhasse contigo essa noite,
queria um sonho estilo "restaurante reservado."
Único e exclusivamente para o nosso amor.

Se eu pudesse te falar de paixão
diria que por ti sinto um desejo desesperado
uma loucura enorme, um desejo que de tão grande
seja a ser quase que imortal.

É meu amor, mesmo que eu morra, que eu sofra, que eu enlouqueça,
se eu pudesse, mas se eu pudesse mesmo,
Diria-te: Te amo!!!

José borges neto

Esses lábios

Ah! Esses lábios...
Essa boca rósea,
macia, suave como pétalas de rosas.
Ah! Esses lábios delicados
suspirando um beijo meu
arrancando de minha boca
também desejos meus.
Não me engana a visão turva
do que os olhos podem ver
mas a boca vê e sente
o que olhos não podem ter.

Warley Tomáz

Estava em minhas mãos, embalada
Só seu cheiro eu sentia
Minha boca secava, dormente
Seu beijo me anestesia

Palpitava forte o coração
Parecia alegria, euforia
Mas no final depressão
Solidão, a nostalgia

Foi isso que hoje senti
Quando contigo sonhei
Lembro de quando te conheci
Percebi como perecerei

Senti o beijo da morte
Partindo meu coração
Enxerguei um contraste forte
Lembrei seu visual habitual... numa explosão!

Usava um batom vermelho
Vermelho sangue parecia
Em contraste com sua pele
Logo, um efeito neurastenia

Então encontrei branca de neve
Com o contorno dos lábios vermelho
Misturando o sangue com neve
Apreciei um gosto revelho

No fim a tal branca de neve traiu
O homem que por ela viveu
Sem piedade o coração dele partiu
Com um sorriso, um último suspiro deu

Pois ele morreu. E a branca?
De neve só tinha a frieza e a cor
Se espalhou no suspiro do cujo
Apenas um sonho, e aquilo me acordou.

André Ricardo de Amorim

Amanhã Sei La

Tô com vontade de te encher de beijos
beija na boca mata o meu desejo
nem que seja só por hoje
eu quero te amar
amanhã sei lá.
O tempo passa e no seu lugar ninguém
tento te esquecer mas isso não me faz bem
mas eu quero só você.
Todos me falam que você não vai voltar
mas eu não ligo
não consigo acreditar
mas eu quero só você.
Tô com vontade de te encher de beijos
beija na boca mata o meu desejo
nem que seja só por hoje
eu quero te amar
amanhã sei lá.

Marcelo e Henrique

Meus olhos são mais que castanhos,
São multicores.
Minha boca é mais que bonita,
É meu cartaz aberto ao público.
Minha pele não é só alva,
Tem marcas negras como tatuagem, eternas...
Meu corpo é mais que aparência
É meu instrumento sagrado, bendito, colocado em holocausto se for preciso.
Minhas mãos são mais que delicadas,
São fortes, capazes...
Elas escrevem o grito da minha alma.

Camila Senna

Sejas feliz quando o mundo disser não;E só restar um bombom pra adoçar a boca depois de um dia amargo.
Sejas feliz quando as nuvens fecharem os raios do sol;E o frio insistir em ficar em plena primavera.
Sejas feliz pois entre dias amargos e nublados ainda respiramos,andamos e podemos gritar ao mundo que a ainda existe força e esperança pra seguir em frente e ser feliz! Bjs Parabéns!

Dandao

Acabou

Ainda tenho na boca o doce gosto do seu beijo.
Isso me traz lembrança daquele forte desejo.
É triste aceitar que nossa história acabou.
Mas, não posso negar que foi eterno enquanto durou.
Foi lindo viver esse amor diferente.
Mas, de agora em diante é bola pra frente.
Não sei nem se só amizade restou entre a gente.
Mas, enfim, te desejo sorte e que encontre alguém que te faça feliz.

Anne Caroline Barbosa

A CBF DIZ: "CALA A BOCA DUNGA"; EU NÃO CALARIA.

Aclamado na chegada,
Ele disse que ficava.
Não pensou que a cachorrada,
A espada lhe fincava.

Precisavam de um bode
Pra derrota espiar,
Assim o bobo se _ode,
E seguem a indicar,

Gente com bom patrocínio,
Para as burras entupir.
Pois, burro sem raciocínio,
Com dinheiro vai fingir,

Ser o dono deste mundo,
Com sete palmos pro fundo.
________________________

Pastéis, não diferenciam
O que apenas só viam,

Não sendo racionais,
Sem julgar, gestos errados,
Pois creem ser maiorais.
Ao se tornarem malvados.

Corrompem tudo e todos,
Que querem ter muito mais.
Costumam criar uns modos,
Que os fazem tais e quais,

Às bestas despudoradas,
Pouco importando quem torce.
Esquecem que nas 'peladas',
O fome ronca em morse.
__________________________

Daí vem o futebol,
Minorando o sofrer,
De quem olha o arrebol,
Pensando em renascer.

Talvez perdendo a Copa,
Consiga no voto vencer,
A política que dopa,
Com mentiras todo o ser,

Criando em farsa time,
Ao qual se deve torcer.
Não mais deitando no vime,
Mas lutando e vencer.

Do nosso berço beleza,
CRIEMOS NOSSA GRANDEZA!
_________________________
pinfo@drmarcioconsigo.com

Marcio Funghi de Salles Barbosa

OINICSAF

Não me incomoda
se teus pés pisam areia
e que salgas tua boca com água do mar.
Não me peças que fale de vida
nem de vai e vem de ondas.
Não me interessam as conchas que
não vou ganhar, nem que te
fascines com o mar.
Não me incomoda nada ser
e nem ter um sorriso de ontem nos lábios.
Me incomoda saber-me não mais teu cais.

Carlucho Vitaliano

Os Jovens tornam real
As formas de amor que é
Dita da boca pra fora que
Segam os Jovens tanto na

Atitude Quanto na ilusão
Concedida pelo alerta porem
O ponto de vista auto analisa

O seu Próprio caráter que se
Influencia por atitudes entre mil
Ocasiões que formam Sempre

Ilusões de uma vida que se da
Normalmente a auto e baixos e se
Fossem fazer esperar de uma ilusão

Não teria a esperança do propósito
De uma conduta que segue seus
Caminhos a permanecer no seu

Padrão pode até parecer bobagem
Mas quem faz o Bem sempre
Acontecer torna a sua própria

Imagens e o bem se verbaliza
No amor das suas palavras a fazer
De um Relacionamento alucinante

em um mundo que corre o risco
de sentirem Seja amor quanto
decepção na quela atitude que você

Espera e é feita com amor
No Seu coração você entra
Em consenso com a desilusão

Anderson Santos

O inferno é proximo
o inferno é soberano
Sua boca me aproxima desse portal
boca maldita que me deixa perdido em sentimentos satânicos
o mundo não pisca diante de minha loucura
Escrevo para tu mulher escolhida
Que se caso se entregar a mim tera junto a meu intelecto a imortalidade eterna
a fama de uma donzela consagrada por um poeta
escolha entao o caminho entre o céu e o inferno
e veja bem se escolhe o caminho certo



se resolver escolher meu caminho meu bem terá a fama humana
mais porem portará uma vida profana
se resolver escolher o caminho divino
a prosa termina em uma frase fraca e sem destino.

Yaran Pereira

Na tua boca" - Soneto

Meu pensamento foge de mim, arredio
Invade tua casa, tua vida, comanda
Mescla-se a fumaça do teu cigarro
Confunde as intenções, na varanda

Já não sabe se fuma assim, pensativo
Ou se dos rubros lábios colhe os beijos
Decidido me beija, quer o sabor doce
Da boca que é tua e alvo dos teus desejos

Contorno todo o desenho da tua boca
No beijo saboreio o gosto da tua alma
Que assume meus espaços rouba à calma

Beija-me, ferve o sangue, me faz louca...
Esquece o mundo, perca-se nos meus beijos
Encontre-me na tua boca,mapa dos meus desejos.

Carlos almeida

Um olhar apenas,
Diz tudo aquilo que
A boca não consegue
Traduzir com palavras.
Um olhar apenas,
Diz tudo o que
Não conseguimos
Traduzir com gestos ou ações.
Um olhar apenas,
Diz tudo aquilo
Que está encerrado
No silêncio do coração.
Um olhar apenas,
Revela nossos sentimentos,
Sejam de angústia ou
Simplesmente de alegria.
Um olhar apenas,
Denuncia quem somos,
A situação em que estamos,
E aquilo que almejamos.
Um simples olhar
Pode dizer tudo isso
Sem termos que dizer nada!
Não é à toa
Que os olhos são chamados
O espelho da alma.

Carlos almeida

A verdade não devia custar a sair da boca.
Devia ser tão natural quanto respirar.
Por mais que doesse, ou por mais consequências que pudesse trazer.

A verdade torna-nos mais leves, mas sobretudo mais exactos.
Faz de Nós seres humanos sábios, confiantes e justos.
Se tudo fosse feito com verdade, olhos nos olhos, não seria necessário a parte negativa de uma vida, onde nos deparamos com insegurança, medos e falsidade.
Onde a mentira nos acalma o coração. Um coração enganado.

Aqueles que não praticam a verdade, enganam-se vezes sem conta.
Recuam tantas vezes que até isso vira rotina, instalando-se um clima de comodismo. Onde se acorda e se deita sempre com as mesmas mentiras.
Mentiras ditas aos que deviam saber, aos que nem imaginam, e mentiras proferidas vezes sem conta a ele mesmo.

Dá para viver assim?
Acorda! Não dá! Assim sobrevives, sem viveres.
Adormeces e vês os outros a aproveitar oportunidades que tu deixaste para trás. Essa oportunidade já é de alguém quando a negas!

Porque rejeitas o que desejas, e ficas com o que não queres?
Porque negas vezes sem conta a felicidade que está a um passo?

Há de facto uma parte do mundo que eu não entendo.
Aquela para quem a falsidade é uma forma de vida.
Tornam-se desumanos e completamente desprezíveis.
Que estão onde não querem estar.
Falam com quem não suportam.
Riem do que não acham piada.
Tão medíocre essa parte do mundo…

Catarina Portela

Dizer Adeus.
Calar a boca, não pronunciar a palavra. Arrumar o passado num espaço amplo e arejado, equilibrado em separação de tempos, vontades, idades e mentalidades.
Olhar em frente, não voltar atrás. Dar a mão a quem te quer em coração.

Beijei-vos como se vos fosse ver amanhã. Em mente guardei um “Até logo”, “Até já”, mas dos lábios saiu um “Já vou…”.Em retratos vos levo, mas meu coração ficou.
Escondi a lágrima da mais simples dor. Aquela que te prende à vida, e em seguida te dá a proposta de uma ida sem volta, onde brotam sorrisos, beijos apaixonados e “Bons dias” acarinhados.

Vi-te chegar perto, e não pedis-te para ficar, mas foi como se falasses em desespero sem nada dizeres. Como te conheço… pedaço meu!
Não te deixo, levo-te comigo. Não posso viver sem ti, e é grande o meu desalento cada vez que sinto que não estás presente.

Um misto de exaltação por começar longe, com a tristeza de não te ter perto.
Conjunto de alegria partilhada em estado de euforia.
É a necessidade de mudança, para criar esperança. É um mundo novo, um crescimento repleto, onde me completo em Ser. Onde me encontro em passado, presente e futuro. Onde sinto que a minha vida pode ser Tudo.

E Tudo será como sempre sonhei, com degraus que não desejei, mas com a força e a luta a que me habituei.
Com quem preciso do meu lado, com quem quiser ficar, com quem me olhar de forma real.
Recuso seres fúteis, recuso olhares banais, recuso palavras vazias e vozes sem som. Recuso quem não é ninguém…

- Olá nova vida!
- Bem-vinda Catarina!

Catarina Portela

A gente escreve o que sente e sente o que escreve.

Ninguém fala “da boca para fora” .
Antes de serem ditas as palavras foram processadas pelo cérebro, ordenadas pela memória e censuradas pelos critérios de educação, moral e civilidade que cada um de nós tem ou deixa de ter.
Escrever é como qualquer coisa. Quanto mais e pratica melhor a gente se expressa.
Se você ainda não está acostumado(a) a escrever vai uma dica.
Escrever é um prazer parecido com os prazeres que você já conhece. Escreva!

Marinho Guzman

POEMA DA FORÇA DO AMOR

Doce é o sabor,
Que vem da tua boca,
Quando te beijo.

Louca é a magia
Que sinto em eu corpo
Quando te toco.

Imensa é a ternura
Que vejo em teus olhos
Quando tu chegas.

Perpetuosa é a saudade
Que sinto quando
Não estás comigo.

Flamejante é esse fogo
Que queima em meu corpo
Quando te desejo.

Melodiosa é tua voz
Quando chega suave
Em meu ouvido.

Impiedosa é a tristeza
Que rasga meu coração
Quando nos desencontramos.

Sensatas são as loucuras
Que juntos cometemos
Em nome do nosso amor.

Insensatas são nossas brigas
Que muitas vezes
Não conseguimos decifrar.

Mas, o mais forte que tudo isso
É o imenso amor
Que por você sinto.

Eder Medeiros

Imaginação

Quando vejo teu olhar
Sinto pulsar meu coração
Minha boca começa a secar
E a gelar minha mão

Ao seu corpo contemplar
Falta-me a respiração
O meu corpo a desejar
Por uma provável união

Começo a imaginar
No meio da escuridão
Sobre meu corpo a deslizar
Com maciez a sua mão

No êxtase do meu pesar
Encontro à desilusão
Vejo que tudo parece passar
Do fruto da imaginação

LoRy