Textos sobre Carnaval

Cerca de 127 textos sobre Carnaval

O CARNAVAL QUE VIVE EM MIM

Dentro de mim, vive uma escola de samba,
que é puro carnaval!
Na bateria, o coração, que arrebenta
com seu tum-tum-tum imperial!

Nas veias, com emoções à flor da pele,
a Ala das Paixões, contagia.
Na Ala das Travessuras e Aventuras,
a falta de juízo é só alegria.

Já a Ala do Bom Senso, meio que tímida,
vai passando, observadora.
Enquanto a Ala da Meninice,
vai surgindo encantadora!

Eis que brilha a Ala da Peruísse,
cheia de glitters e purpurinas.
E em seguida a Ala da Vaidade,
deslumbra com suas fantasias!

A Ala do Bom Humor,
faz a platéia incendiar.
E que rodem as baianas
quando o bicho for pegar!

E é carnaval o ano todo,
me guiando da cabeça aos pés.
Mas é tão bonita a minha escola
que todo ano é nota dez!

Mell Glitter

O CARNAVAL

Assisto a pobre alma pelo relampejar da fantasia, tentativa frustada de preencher o vácuo individual.

Assisto o pobre habitantante da região em gigantesca agitação, refúgio interior do imenso conflito.

Assisto ainda muitas almas a se consumir pela a acanhada alegria surperficial, mas era de se esperar.

O indivíduo é imensamente simples ao tentar se descobrir em penachos e paetês, intensa demonstração de desgastado coração.

São os momentos temporais que fazem o momento afortunado, ou apenas originam a traiçoeira ilusão de alucinado prazer.

Existem os que se libertam ao amanhacer sem nada temer, mesmo sem esquecer a miséria de sua alma.

Necessito lembrar que existem apenas os que lamentam as suas misérias interiores a cada folia, alfinetando a falsa alegria, que as consomem a cada quarta-feira de cinzas.

Jorge Mello

É carnaval. O grande circo está empilhado de BICHOS, e os PALHAÇOS desempenham as suas tarefas, - cada uma mais bizarra que a outra. Uns gargalham a humilhar em suas piadas; outros, gemem em gargalhadas e gritos, e prantos, e dor. Mas haverá sempre uma quarta feira de cinzas para apagar as chamas de uma Fogueira Santa da esperteza, ilusão e sofrimento.
(evangelista da silva)

Rjevangelista

O carnaval está chegando,
é tempo de diversão,
pessoas de toda idade,
em uma só curtição,
mas eu vou ficar de fora,
só na observação.
-
aquí eu deixo um recado,
prá toda a rapaziada,
que fiquem longe das drogas,
pois isso não leva a nada,
vão cheirar mulher bonita,
e beber cerveja gelada.
-
que brinquem tranquilamente,
num carnaval animado
respeite o seu semelhante,
prá também ser respeitado,
na quarta feira de cinza,
a festa tem encerrado.

Edivan Souza

(Um Carnaval Qualquer)

Só sei para, pensar, recordar, e escrever bobagens pra um carnaval qualquer te encontrar por ai. Dançado vibrando sorrindo ou chorando. Vendo-te de longe assim como quem não quer nada ou nunca quis e sem sabe por que quis um dia. Caindo pelas esquinas e dizendo a si mesmo "eu cheguei aqui só e assim irei ficar". Só para te encontrar em um carnaval qualquer.

Thiago Vieira de Siqueira

A morte

A morte é o real
Nessa vida distraída
Onde tudo é carnaval
E o real é irreal

Não faz mal a morte
Porque minha cadeira cativa
Está me esperando ativa
Num lugar escolhido com sorte

Só deixo uma saudade
Que sempre me fez feliz
Amante , amiga ,irmã e mulher
Sempre comigo onde eu estiver

Saudades muitas também
De meus filhos , netos e familia
Fizeram eu entender com a idade
Que da vida ....esse é o único bem

Raimundo grossi

ta faltando você [Marchinha d carnaval]

tem mulatas no meu bloco sim senhor,
tem loirinhas dos olhos azuis,
tem morenas bronzeadas
com as pernas torneadas
com o sorriso encantador,

Refrão
as mulatas fazem todos delirar
oba,
as loirinhas tem um charme
especial oba,
as morenas bronzeadas
com as pernas torneadas
encantando os carnavais.

[repete a letra duas vezes]

joaquim alves

Há desejos que fazem carnaval em nossos pensamentos, querendo se tornar reais.
E na realidade há um pé que teima em não dar o primeiro passo.
E o pior, você vai dando razão a ele por achar que o tempo vai encorajá-lo a dar o segundo, quando na verdade o ponteiro do tempo pode dar voltas no mundo inteiro, e você continuará 'estático'.
Não importa se você vai dar o primeiro passo agora ou daqui a dez anos, a caminhada sempre será o caminho.

Então vamos lá... CALCE OS SAPATOS E MOVA-SE!!!

Aglaê Estrela

HOJE MEU CARNAVAL VAAI SER O
BIXOOOOOO
(LOCAL: MEU QUARTO *-*)

Equipe: Sono Pesado, com DJ Travesseiro e Mc Edredon.

Participação Especial da dupla:
Pernilongo, cantando a musica "Balada da sensação noturna" .
Eu quero ZUM, eu quero ZA, eu quero zum zaza za.

Oferecimento: Dia cansativo, agitado e stressivo.

Apoio: Friozão a noite toda!

Produção técnica: Calefação (Ar condicionado) ligados à noite inteirinha!

—By Coelhinha

(Abnizia) By Coelhinha

enviada por anônimo
CARNAVAL CHEGANDO E VOCÊ AÍ NAMORANDO ? Que sorte a sua, continue namorando, afinal o carnaval pode durar de 4 a 5 dias, e seu namoro pode durar a vida toda! Idiotas são aqueles que terminam seu namoro querendo curtir, depois choram por ter perdido alguém que poderia curtir todos os momentos ao seu lado não apenas alguns dias que passam ...

Elisa Oliveira

Amor de carnaval

Momentos gostosos desse carnaval
Deixou um vazio na vida apaixonada
Antes a bela lembrança sensacional
Tornou-se crise por demais sofrida

Ao não esquecer os dias maravilhosos
Ficou com a mente bem conturbada
Achou que era algo dos mais sinceros
De lá pra cá não pensa em mais nada

Foi sem dúvida uma grande aventura
Vivida em instantes de grande euforia
Por ser fugaz não deixou nenhuma raiz
Olha menina sua vida está muito sofrida

O amor que nasce na alegria do carnaval
Naturalmente deixa apenas saudades
Momentos felizes que morrem na quarta
Sem retratos e nem lembranças, só carne.

Djalma CMF

Velha maldita

Tudo o que é bom ou faz mal ou é pecado,
Seja adultério, bebedices, carnaval ou malícia.
Nesta vida ou você é do céu ou do inferno,
Deixa-me falar mal dessa velha maldita!

Como é bom junto aos amigos revoltados,
Desabafar! Falando das sacanagens sofridas.
A infeliz mulher descarrega seu mau humor,
Acusando-me de ser um simples vigarista.

Depois que a separação estava consumada,
Veio querendo impedir uma nova vida agora.
Alega que eu não dou a devida assistência,
Esse diabo perturbador se chama sogra!

Não se satisfez em provocar a separação,
Quer me destruir por completo, se puder!
Sou um pobre genro que buscar ter paz,
Mas não terei enquanto essa velha viver!

Djalma CMF

Que inveja de quem vê o ano começando apenas agora depois de esperar pelo carnaval em folia, Que inveja!
Meu ano começou com os fogos em Copacabana, entro quase no terceiro mês deste que corre mais que o Barrichello...
Já estamos em Março! Ás águas perigosas vão fechar o verão...
E que ano!
De lutas, de muita prece diante da enfermidade...
Meu ano não começa agora, atenções ao que é importante sim, para muitos...
Quem sabe não é hora de ver o povo do Acre, embaixo d’água?
Vamos ver quem vai ser campeão, sim...
Nós ou a Dengue?
Adoro festas, carnaval, mas eis o meu desabafo!
Eu já quase na páscoa depois de passar por muitas tempestades, onde recorri a minha fé e de alguns amigos que como eu não presenteado com esta imensa festa de três meses...
E já que começou o ano, que tal ir ao Inca e doar sangue, em gente que tal?
Tem gente lá que o ano começou com o meu...
Ainda bem que terminou o carnaval!

Crissol

E graça a Deus acabou o carnaval...uuuffa...agora tudo volta ao normal, o corre corre...o estresse em alguns e o prazer em muitos de sair pro seu trabalho com vontade, garra e sabedoria!!!
Eu particularmente aaamo trabalhar, e não me importa qual seja ele, executo com todo amor e carinho, porque trabalhar enriquece a mente, e fortalece a alma...por isso pra vc que reclama do SEU TRABALHO, acorda, aprenda á agradecer e dê valor ao seu!!!

BOM TRABALHO aos que estão começando agora e vai noite a fora...e aos que começam pela manhã!!!

Sol Lima

O que há de tão ruim o Brasileiro gostar de Carnaval?
Acredita-se que a ausência dele seria capaz até de nos incluir entre os países de "Primeiro Mundo", segundo alguns pensadores.
No entanto acredito que a ausência de Saúde pública e Educação de qualidade sejam mais pertinentes.
No Carnaval as pessoas se mostram realmente como são, sem vergonha e sem medo, e ás vezes sem limites, infelizmente.
Respeito todos que não gostam de Carnaval, mas não aceito a idéia de que o Carnaval faz com que nosso País seja menos desenvolvido.
O Brasileiro é um povo sofrido, Carnaval e Futebol são as duas mais importantes causas de alegria em massa e por isso tenha sido usada para outros fins.
Precisamos ter consciência apenas de que Carnaval duram quatro dias, uma Copa alguns dias a mais e Governantes, no mínimo, quatro anos, e que após os noventa minutos de cada jogo de futebol e a folia do carnaval precisamos olhar a frente e levar política mais a sério.

Evelin Almeida

No domingo de carnaval ela estava tão feliz.
Era tanta felicidade que não cabia dentro dela.
Seu rosto lindo brilhava mais que o sol ao meio dia.
A lua escondeu-se envergonhada.
E ela refulgia absoluta na avenida.
Nos pés a herança de um passado remotamente possível
De descendência negra.
Não sei de onde vem esse swing, essa coisa de bamba
De roda de samba, de amor ao carnaval.
Só sei que ela cintilava, faiscava, esbanjava
Toda sua beleza e simpatia na avenida.
Nesse momento meu coração abriu-se
E de uma vez por todas entendi
Que o samba é algo que corre em suas veias.
E que é impossível ignorar.
Não é justo com tamanha paixão.
Há quanto foi contida?
E agora num lampejo do destino
Desaguou numa avalanche incontrolável de felicidade.
Congratulo-me por tê-la deixado desfilar.
E juro, que se soubesse disso antes
já teria tomado uma providencia.
Agora queria saber mais coisas que a faça feliz assim.
Se houvesse, se eu soubesse juro que daria a ela.
Só pra ver esse rosto tão envolto em terno esplendor
Magicamente transformado em pura alegria.
Se soubesse, juro que faria o que fosse preciso
Para vê-la assim novamente
No dia a dia, por todo o sempre.
Amém!

Fabricio Canalis

Cinquenta anos...

E lá se foi fevereiro e também o março,
que nos presenteou com o carnaval...

Resolvi falar dos meus cinquenta anos
que poderíam ser cinquenta motivos de felicidade,
ou quem sabe cinquenta anos de liberdade,
pois afinal nem cheguei a provar a tal ditadura.

Tentei me sentir como no espelho,
mas meu espírito, eternamente jovem,
desfez meus cabelos e minhas lentes.

Confio nos que nasceram agora,
ignorando aquelas frases costumeiras de que:
- no meu tempo...
Porém tem coisas do "meu tempo" que gostaria de mostrar
aos jovens de hoje, mas também gostaria muito
de ser jovem (a carcaça)
para fazer o que eles fazem hoje,
sem a ingenuidade de tempos atrás.
Também confesso entristecida,
que tenho visto coisas demais nesta vida
que não esperava conhecer.
E por aí, o rosário é grande.
O coração já está no ponto,
no ponto de ser substituído
e a preguiça então,
das caminhadas que eu hoje não faço...
mas uma coisa tenho certeza,
sou bem melhor do que antes,
bem aqui por dentro de mim.

Angela Lara

Engana-se quem pensa que o carnaval
é a festa das máscaras e fantasias.
Na verdade é justamente em seus dias
que as verdadeiras faces, ocultadas pela covardia,
são expostas com todos os seus instintos,
excessos, anomalias morais e anseios inconfessos,
mostrando ao mundo a essência pervertida
de quem ao longo do ano regressa ao seu casulo
e adota uma identidade disfarçada!

Reinaldo Ribeiro - O Poeta do Amor

Domitila e a Ira

Em uma tarde de carnaval. Domitila conheceu Pedro.

Pedro homem serio, digno do amor de Domitila.

Foi amor a primeira vista.

Domitila amou Pedro por infinitas luas.

Até que chegou a tempestade e separou ambos.

Decidiram ser bons amigos. Mas veio a tempestade e levou a amizade.

Domitila foi picada pela mosca da ira.

Brigou com o Pedro.

Zangou-se seriamente com ele.

Passou a tratá-lo como os outros. Ignorava-o

Pedro insistia em reconquistá-la.

Enviava-lhe poemas infantis e bobos.

Pedro oferecia rosas românticas.

Mas, nada adiantava.

Domitila permanecia implacável em seu estado de ira.

A ira com o tempo amadureceu. Se transformou em ódio.

Do ódio veio o asco por Pedro.

Nem suportava mais ouvir falar de seu nome.

E assim o tempo passou.

Pedro morreu de amor, extasiado em meio a um último poema.

E Domitila nem uma lagrima derramou.

Passou os anos. E a mágoa besta permaneceu no seu coração.

Até o seu último dia de vida.

Onde em seu último suspiro envolto ao delírio. Disse:

Pedro meu amor. Ai vou eu...

Poeta Urbano - 150712

Se Eu Não Enxergasse As Flores

Estou aqui na praia no carnaval
Tomando banho de mar,
A manhã apenas começou
Sem quem eu quero amar.

Todo mundo está cansado
De sambar a noite inteira
Agora a praia está vazia,
E eu dentro da água,
Engolida pelo mar
Mas sem quem eu quero amar.

Não vou ficar de baixo-astral
Porque afinal é carnaval,
Vou dançar na areia e coisa e tal.

E seria tão legal
Se além de ter o mar
Eu pudesse só beijar
O Leão que eu quero amar.

Nado mais pro fundo do oceano
Na ilusão de me tornar uma sereia
E nadando chegar nas praias portuguesas.

Porque afinal é carnaval,
Agora a praia está vazia,
A manhã apenas começou,
E eu dentro da água,
Engolida pelo mar
Mas sem quem eu quero amar.

E seria tão legal
Se além de ter o mar
Eu pudesse só beijar
O Leão que eu quero amar.

Nado mais pro fundo do oceano
Na ilusão de me tornar uma sereia
E nadando chegar nas praias portuguesas.

Banho de mar no carnaval,
Todo mundo está cansado
De sambar a noite inteira,
Agora a praia está vazia
E eu dentro do mar
Sem alguém pra me amar.

Jamila Mafra