Textos Apaixonados

Cerca de 117 textos Apaixonados

Quando

Quando eu te procurava
Quando a gente se encontrava
Nosso sorriso se unia
E a gente vivia
Sem se preocupar

Quando nossos planos eram nossos
E ninguém mais importava
Nossos dias eram lindos
A gente vivia
Sem se importar

E se um dia voltarmos
Nos reaproximarmos
Quão de nós ainda seremos
Quantos planos faremos
Quantos dias teremos
Pra que então
Tudo se vá

E a saudade é constante
Nos seremos amantes
E pra sempre estaremos
Juntos a sonhar

Thics

Pensamento em você

Mais rápido que o tempo,
Mais forte que o vento,
Delicado e insaciável,
Meu pensamento em você!

Cada gesto, cada palavra,
Cada lida, cada jornada,
Da noite escura ao amanhecer,
Meu pensamento em você!

Um tanto louco, um tanto gênio,
Um tanto ameno, um tanto ligeiro,
Fixo os olhos e somente vejo,
Meu pensamento em você!

Meu pensamento em você,
Fascina, cria, chora e suspira,
Quanto mais o coração anseia,
Meu pensamento em você!

Thaty Sousa

Quando atraídos, nosso corpo como sol se aquecem,
Quando perdidos, nossos olhos como rios transbordam,
Quando inspirados, nossa alma como primavera florescem,
Quando iludidos, nosso coração como inverno esfriam,
Quando apaixonados, nosso desejo como brasa acendem,
Quando nada sentimos, nossa vida como morte parecem.

(Mayke Franz)

Mayke Franz

( Me apaixono... Só que não! )

Muito cedo eu aprendi;
Não entregar demais para uma pessoa só, o meu coração.
Porque quando ela me deixar;
Eu vou sofrer,
Vou ficar sem chão.

Por isso eu decidi;
Se for pra me entregar,
Já me apaixono de vez pela multidão.
Assim quando alguém quiser me abandonar,
Quase nem vou sentir o efeito.
Pois, eu não suporto a solidão!

Mara Chan.

Retirou-se, cabisbaixo, como se nossa história fosse sem começo, nem fim. Eu deixei cair algumas lágrimas em silêncio, acho que era a minha dor, a minha maneira de assimilar que me dei por vencida, pensava que uma batalha perdida fosse o fim de uma guerra. Não sabia que meu amor não acabava com um ponto final, só colocou fim a nossa confiança, ao nosso laço, as nossas conversas, aos nossos olhares apaixonados e nossos beijos iluminados. Ele foi embora pensando que havia terminado, e não foi assim, só acabou para ele, fui eu que deixei de existir no seu mundo, a que deixou de ser a única, a que deixou de ser “perfeita”, amada, respeitada, a confidente de todos os seus segredos mais sombrios. Eu o observei, parecia estar bem e inteiro. Por dentro eu estava esmagando e gritando, me rasgava a pele e tentava apagar seu nome que permeou minha pele como tinta. Para mim, ele continuou aqui, no meu coração, por muito mais tempo. Não sei quanto tempo passou desde que o nosso sempre se converteu em nunca e me tornei em um holograma monótono, no meu quarto, sozinha, encolhida, assustada, com a constante sensação de que meu corpo iria partir em mil pedaços. Sei que seu nome, corpo e alma, formam parte de algo tão grande que incluo quando olho as estrelas e a lua, e elas me sorriem. Espero que esteja pensando em mim, espero que se lembre de quem era comigo e de que nunca o esquecerei. Então me deixe, eu sempre te amarei…



Onecina Alves

Onecina Alves

Coração, você sou eu!

Sinto inveja dos apaixonados
Sinto não poder falar juras de amor
Sinto não poder flutuar nas nuvens
Sinto não poder sentir amor

Não a vejo no horizonte ou no litoral,
Não vejo nada, meu amor perfeito nem se quer dá sinal
Tenho esperança de amar antes de morrer,
De morrer amando e quem sabe morrer com o meu amor ao meu lado, sorrindo só para mim
E que esse sorriso seja minha estrela guia na escuridão

De que me adianta ser dono do meu próprio coração
Se eu não tenho razão para telo
Quantas e quantas vezes recomecei do nada sem reclamar
Com paixões que eu acreditava que eram eternas
Mas que só me trazem desesperança
Falta de vontade de amar e só calejam meu coração
Ahh! Coração, me diz por que tem que ser assim
Não é certo não deixar saída
Você sempre esquece, que você sou eu !

Fabricio.S.Cruvinel

Quando estamos apaixonados


Quando estamos apaixonados, somos incapazes de enxergar os defeitos da pessoa amada,pois consideramos essa ato como um ponto para a relação não prosseguir.

O tempo vai passando,a convivência vai aumentando, sendo bom para uns e comodismos para outros.E ai não tem jeito, os defeitos ficam praticamente escritos na nossa frente, não havendo escapatória.

Nesse momento começamos a entender que perceber os defeitos da pessoa amada, não é um ponto negativo,mas sim positivo, pois enxergamos se realmente estamos preparados para uma relação solida.

O amor nasce quando um aceita o outro do jeito que,
Quando a sintonia é tão prefeita que um já sabe o que o outro quer falar apenas no olhar,
Quando não há competição havendo crescimentos dos dois.

Mas para chegarmos a amar alguém, temos que amadurecer para conseguirmos enxergar seu nascimento.

Priscila Souza

Quem ama Perdoa


Todos nós, quando estamos apaixonados, tendemos a acreditar que a pessoa amada é perfeita, que ela jamais seria capaz de fazer algo sem que soubéssemos e que pudesse nos magoar. Mas isso não é verdade por um único e óbvio motivo: somos seres em evolução e todos, absolutamente todos nós, erramos e magoamos aqueles que mais amamos...

E isso me faz lembrar de uma frase citada no filme Proposta Indecente:
Pensei que fôssemos invencíveis.
Mas se ficamos juntos,
não é porque esquecemos
o que fizemos um ao outro,
e sim porque perdoamos!

Creio que essa seja uma das maneiras de perdoar! Esquecer é impossível, mas perdoar faz parte do amor que sentimos por uma pessoa e, acima de tudo, por nós mesmos. Sendo assim, podemos chegar a duas conclusões distintas:
- ou que merecemos nos dar mais uma chance porque conseguimos superar um acontecimento desagradável e continuar a relação em nome do amor;
- ou que o melhor é terminar o relacionamento e recomeçar a vida de uma outra forma, pois não nos sentimos em condições de levar adiante algo que já não faz feliz mais ninguém...

Ou seja, perdoar não significa necessariamente continuar juntos, mas significa que o amor pode transcender a raiva e o orgulho e dissolver a incompreensão. Como se conseguíssemos nos tornar maiores e mais fortes diante da sensação de termos feito a nossa parte, diante da certeza de que demos o nosso melhor e tentamos tudo o que podíamos para nos fazer felizes.

Muitas vezes, o relacionamento acaba, mas o amor continua pulsando forte. Outras vezes, o amor sucumbe e vai se tornando menor que o desejo de juntar os pedaços, de colar os cacos do que sobrou... E outras vezes, ainda, é preciso morrer para renascer!

Enfim, a vida é feita de ciclos e o Universo é perfeito. Tudo está em seu devido lugar e acontece exatamente como tem de acontecer. Precisamos apenas aprender a aceitar, a receber e absorver a sabedoria divina, por mais difícil que seja - e realmente é. Mas o tempo, o amor e o perdão possibilitam a superação da dor.

Como diz a música de Toquinho (Aquarela):
O futuro é uma astronave que tentamos pilotar.
Não tem tempo, nem idade, nem tem hora de chegar.
Sem pedir licença, muda a nossa vida e depois convida a rir ou chorar...

E por acreditar nisso, descubro a cada dia o quanto vale a pena acreditar no amor, o quanto podemos ser mais e melhores ao investirmos em nossa capacidade de entender as limitações do outro, de compreender as dificuldades e os deslizes da pessoa amada, mesmo que já não faça sentido continuar com ela... porque todos nós temos limitações, dificuldades e cometemos erros.

E porque aprendi, certa vez, que todos nós, por mais equivocados que estejamos, sempre tomamos atitudes baseados numa intenção positiva: a de sermos felizes. E o que mais podemos desejar para a pessoa que amamos, senão que ela seja muito feliz?!

Obviamente, desejamos também que as atitudes dela e as nossas sejam dignas, mas sabemos que nem sempre conseguimos e, assim, caminhamos todos em busca da evolução e do amor, precisando perdoar uns aos outros!

Rosana Braga

Era uma vez esse casal de apaixonados. Você pode dar a eles o nome que quiser. Bom… Se amavam incondicionalmente e faziam infinitas juras de amor. Também faziam planos. E sim, eram felizes juntos. Mais que qualquer outro casal que sempre acha que é o mais feliz de todos que existem por aí.
O problema era: O que fazer com tudo isso. Você pode desejar o que quiser, mas a vida que a gente quer não é só feita pela gente, e sim junto com todos aqueles que também sonham e desejam alguma coisa e vão cruzar o nosso caminho.
O tempo passou e os sentimentos guardados preservaram-se em lembranças. O tempo passou mais um pouco e as lembranças guardadas preservaram-se em memórias. O tempo passou para eles como nunca imaginaram que passaria sem estarem juntos e as memórias guardadas preservaram-se no querer.
Isso já aconteceu comigo e com certeza já aconteceu com você. Acontece que quando o querer chega, tudo torna-se mais forte se realmente se quer.
O casal achava que não iriam se ver novamente. Tudo aconteceu tão longe entre eles que aquelas outras pessoas que também sonhavam e desejavam, apareceram.
O querer continua até hoje. Isso não morreu. Quem morreu foi o casal. Porque o tempo passou demais. Mas foram enterrados juntos. Porque as outras pessoas sabiam sobre o amor deles.

Federico Devito

Descaso
Não costumo escrever sobre amor,
este amor de que falam os apaixonados,
minhas rimas são dispersas, inócuas,
desejos imersos em rimas dispersas.
Não tenho muitos sonhos,
mas invento meus versos,
perdidos versos que vagam sozinhos
fazendo um eco na solidão.
É uma estéril caminhada poética,
poemas invisíveis que ninguém lê,
monólogos que restam do dia a dia,
falando surdamente para mim mesma.
São versos distraídos de silêncio,
no descaso do nada querer,
mas se todo amor é um refúgio,
resta então uma esperança
para uma súbita poesia....

sonia schmorantz

Paixão .. aquela que vibra dentro do seu ser como fogo que aquece a alma, dos corações apaixonados, pelo sentido de se amarem como de se tocarem.
A loucura e o desejo de querer alguém e não poder ter, saber que é o impossível o incalculável, saber que estas só,sozinho na luta de uma vida a dois, de um desejo de sentir e compartilhar a felicidade junto a alguém que me deseja e me quer.
Querer gritar e dizer a todos e a todo o mundo o que sentes, por aquele ser que te faz sentir bem e alegre, tornando-se num Único ser.
Paixão ardente palavra que expressa o sentir vibrar, o viver o que o outro vive, sentir o sangue efervescer pelo toque do outro, quente e ardente de paixão, de loucura feliz.
Consumir o outro, tornando-se num ser Uno, ligando-se na verdade dos seus sonhos e desejos, mais profundos que unir as duas almas , as duas vidas numa única, respirar o que respira o outro ao ponto de morrer um pelo outro.
Capacidade do impossível viver sem o outro, desejo ardente que consome a alma do sentir a falta do respirar, da energia do toque profundo da alma do outro Ser.
Ser ou não ser, ter e querer, desejo do desejado, pelo indesejado do impossível, desejado pelo amado. Dói muito, saber que não posso amar de livre vontade, de que existem seres que não te deixam procurar,viver a tua paixão, por um fato, triste mas maravilhoso,o mais belo do Próprio Ser a Humildade.
Paixão vivida por dois seres, que se amam se desejam, que se fundiram como lava, quente e ardente, como fênix que renasceu das cinzas, por uma amor de fogo louco.
Lagrimas quentes de paixão,segundos de sorrisos,como infinito,maravilhosos e doces como o mel.

Maitê Maia

1912

Eram apaixonados como eu nunca vi.

Neste dia estavam á beira do mar de mãos dadas, ela se chamava Bárbara e ele Eduardo.

Confesso que hesitei quando vi, mas logo eu e o mundo que os rodeava notamos que era inevitável aquele amor não acontecer. Sempre esteve nos dois corações aquele sentimento, e aos poucos eles iam se tornando romance, dia a dia, companhia, sorrisos, cartas…

O primeiro beijo aconteceu, quando eles se olharam nos olhos fixamente. O ego deles se cruzavam de qualquer forma. Era como se os dois fossem um só. Daí não parou mais, não se largaram um minuto. Muitos beijinhos, abraços, sorrisos, lágrimas, briguinhas, voltas.

Eles já sabiam mesmo sem saber a importância e o tamanho daquele sentimento.

No primeiro mês de namoro Eduardo deu uma rosa que prendia no cabelo – que combinava com seus vestidinhos que ela tanto amava de bolinhas -, no segundo foi um perfume, no terceiro confesso que não sei, mas acho que uma rosa e um perfume.

Só tinham quinze anos, e com o tempo os pais de ambos foram se acostumando com a ideia.

Passou-se sete anos, Eduardo a pediu em casamento. Casaram-se na igrejinha com poucos convidados e os trajes mais lindos da época. Bárbara estava impecável com o seu vestido de noiva com uma cauda enorme e uma simplicidade ao mesmo tempo.

Jogou-se o buquê, brindes, valsas, e tudo que se tem direito.

A lua de mel foi no estrangeiro, na Europa. Passaram por lá algumas semanas. A volta foi triste. Queriam para sempre aquele lugar apaixonante. Mas então voltaram para o Brasil, mas especificamente, Recife.

E continuava com aquele clima romântico, afinal… O amor e a cidade ajudavam.

Todo dia, o dia novo que vinha, era a melhor fase do casal, sempre melhorava aquele romance, o dia seguinte sempre era melhor que o passado. Era tudo demais, feliz demais. Triste demais nos dias de brigas, normal.

No dia 31 de julho, Eduardo sofreu um acidente.

Bárbara não sabia o que fazer naqueles dias conturbados no hospital, ela rezava a cada segundo, beijava a testa do seu amado, rezava novamente, chorava no ombro se deus amigos e familiares. Eis que sete de agosto, sete dias depois do seu acidente… Eduardo faleceu. E bárbara foi junto a ele. Não no corpo, mas na alma. Ela passou dois anos não vividos. Ela não sabia mais quem era, só vivia do passado.

O cemitério por algum tempo tornou-se seu lar. Lembro de uma vez que ela chegou a deixar no caixão a flor do seu cabelo – do primeiro mês de namoro –

Passou a desacreditar de Deus por alguns meses. Depois, voltou a acreditar. E a partir daí mudou.

Ela saiu e foi viver, viveu. Teve outros amores, casos. Viveu feliz com a família – que aos poucos também iam partindo – e com seus amigos – que também alguns partiriam antes dela – não que ela não fizesse isso, pelo contrário. Bárbara e Eduardo eram extremamente ligados as suas famílias e amigos. O amor deles não só juntava os dois, e sim as pessoas.

Ela viveu, diga-se de passagem. Não um viver bem, mas um viver vivido apesar de tudo. Sempre faltava um pedaço nela, um pedaço de terra, de pessoa, de amor. Tudo fazia falta, tudo. Ela não tinha filhos com Eduardo, não tinha nada. Só as fotografias de momentos inesquecíveis.

2010

Bárbara é o seu nome. Menina feliz, com uma família maravilhosa, amigos bons.

Ela é de recife, ama a cidade e o pessoal de lá. Mas as vezes não se sente totalmente ‘em casa’ falta um pedaço nela que Bárbara não fazia ideia de onde vinha.

De vez ou outra ela ia no recife antigo e chorava, chorava sem parar. Múrmuros de choros.

Na praia, ainda era pior. Eram lembranças que ela não conseguia ver ou saber, mas sentia.

Dia oito de agosto, ela estava perto do mar, sentada e chorando muito.

Do nada, apareceu um menino aparentemente da sua idade – 15 – e lhe deu uma rosa e disse:

- E a historia não recomeça, ela continua. E cada vez mais linda e eterna.

Bárbara sem entender nada, diz

- Hã? Desculpa, não to entendendo.

O menino riu

- Eu também não entendi, saiu do nada. Você ta chorando, me doeu te ver assim, mesmo sem te conhecer. Quer um presente?

Bárbara riu

- Não precisa, mas obrigada pelas palavras.

- Eu faço questão, tome essa flor.

- Nossa, que linda! Obrigada.

- Mas olha, é pra por no cabelo, é uma flor de vida, mas com um tick - ou sei lá o nome – atrás dele que tu coloca na cabeça.

- Ammmmmmmm, (risos) pronto. Que engraçado, onde comprasse isso?

- Ficou linda, e combinou muito com sua blusa de bolinhas. Achei aqui no chão. Não vai deixar de aceitar não, ne?

- (risos) claro que não! E qual seu nome?

- Eduardo. E o seu?

- Bárbara.

Os dois paralisara por três segundos.

- Que fofa! E que bom que suas lágrimas sumiram

- (risos) É… É como se eu tivesse achado a minha casa, o meu porto seguro.

- Agora quem não entendeu fui eu.

- Talvez eu também não.

Os dois sorriram.

E dessa vez os dias sete, os momentos sete, setenta, dezessete, nada atrapalhou. Foi para sempre, e olhe que dizem que isto de eterno não existe. Mas para aqueles dois irá existir. E vai ser sempre como se fosse o primeiro e eterno amor.

E sim, eles não se perderam um do outro.

Agora, anos depois. Ambos já adultos… Possuem dois filhos. Um menino e uma menina. Deixaram na vida uma raiz.

E no momento em que eles partirem, vão partir de um jeito totalmente deles.

Bárbara Campos

Tributo ao Mestre da Poesia

Mestre da poesia e dos apaixonados
Ele foi e é até hoje
Um grande poeta exagerado
Com seu jeito irreverente de ser
Tinha o dom de escrever

Cativou milhares de jovens da sua época
Cantando suas poesias exageradas
Expressando seus sentimentos ao mundo
Divulgando sua poesia a todos e a tudo
Amando seus amigos
E vivendo da caridade de quem o detestava
Nadando contra a corrente do preconceito
Exercitando todo seu talento nos palcos da vida
Pedindo ao Brasil que mostrasse a cara
Dizendo que a burguesia fede
E quer ficar rica
Também dizia ‘Segredos de Liquidificador’
Na orelha fria de quem ele amava

Hoje nada mais me resta
Se não escrever estes versos
E fazer um tributo poético
Ao mestre da poesia
Que ainda habita em meu coração
Ensinado-me a viver
Não me deixando sofrer
Ajudando-me a compor poesias de cegos
Com todo amor que houver nesta vida
Seguindo num trem para as estrelas do universo
Vou levando minha vida louca vida
Até poder me encontrar com ele no além
E ouvi-lo cantar na madrugada
Pro dia nascer feliz

Pedro Padua

Primeiras Trovas...

Trova nº 1


Nossas vidas entregamos...

Um ao outro apaixonados

Sei nunca imaginamos...

Estariamos selados!


Trova nº 2


Certamente te conheço...

Empolguei-me com seu ser!

Ainda hoje enlouqueço

De tanto, tanto te querer


Trova nº 3


Solidão abranda a alma

Quietude te fascina

Ergueria sua palma?

Tocaria minha sina?


Trova nº 4


Se queres amor eterno

semeie, adube, cuide

Não esqueça no inverno

Um cuidado amiúde!

Rosangela Ataide

“ Quando estamos apaixonados damos risadas do nada, dormimos e acordamos pensando na pessoa amada e ficamos cada segundo pensando nela. Como foi bom estar apaixonado mais depois vem à tristeza, solidão, carência e a saudade.”

" Quanto menos se espera nos apaixonamos o que levou dias para acontecer agora levara anos para esquecer ."

Jhonatha Allyson Pereira Damasceno

Jovens e apaixonados
Trinta de junho de dois mil e sete
Perdidos em uma unica direção
Unidos pelo amor
Nós nunca pensamos que chegaríamos no fim da estrada
Eu continuo te amando
Não importa o caminho que tomamos
Eu continuo na contramão
Qualquer coisa que me faz voltar
Para o lugar onde nós começamos
Nunca vai ter fim
Eu sei que vou te amar pra sempre

Toda vez que alguem toca em mim
Eu me afasto
Então outra tempestade cai sobre mim
Porque não posso ser de ninguém
Depois que fui sua
Meu coração esta ligado ao seu
Você sabe que é verdade
Nós não deixaremos esquecer
Quando eu olho para o céu
Eu sinto você
E depois de tanto tempo sem você
Eu tenho certeza que vou te amar pra sempre
Nossos corpos estão tão longe
Mas eu sei que seu coração esta ligado ao meu
Nós dissemos adeus
Mas nunca vai ter fim
Eu te amo pra sempre

Quero sexta, para a nossa pizza favorita
O sabado para ficarmos sem folego
E o domingo para acordar ao seu lado
Como nós faziamos
Eu sinto falta de tudo que tinhamos
Eu não consigo me desfazer
Eu não sei se quero me desfazer
Eu guardo cada pedaço seu em mim
Suas curvas, manias, e momentos
O jeito que você me deixava em casa
E o seu beijo antes de dormir
Eu queria que você estivesse aqui
E que pudessemos viver tudo de novo
Talvez, eu devesse deixar pra lá
Mas não é qualquer coisa ou qualquer sentimento
Não é algo para se deixar ir
Depois de você
Eu nunca amei alguém
E acho que nunca amarei

Quando estou sozinha
E eu posso escutar o silencio dentro de mim
Fecho meus olhos e tento te alcançar
Lembro dos seus olhos verdes
E de como você me abraçava
E eu ficava com seu cheiro de egeo em mim
Nós dissemos adeus
Mas nunca conseguimos realmente ir
Queria que você pudesse me amar bem perto
E me sentir
Como nós faziamos
Você é o homem da minha vida
E não importa quanto tempo demore
para que aconteça de novo
Nosso amor sempre pertencerá as estrelas
E eu posso te encontrar la
Quando olho para elas
E mesmo que a vida continue
nos levando para caminhos diferentes
Já são dois anos sem tocar em você
Mas, nunca mudou o que eu sinto
Eu sei que vou te amar pra sempre
Eu vou te esperar dentro de mim
Eu te amo pra sempre

Med Cherry

Apaixonados

Somos dois loucos apaixonados
Vivendo em nosso mundo de amor,
Longe dos percalços da vida...
Como se fossemos para o nosso paraíso
Onde o cantar dos pássaros e o murmurinho da cascata nos fazem companhia.
Beijos e carícias
Tomados de amor.
Nada importa,
O que importa é essa vontade
De ficarmos juntos,
Onde só o tempo nos persegue,
E nosso único refugio são as estrelas e a lua
Testemunham nossa paixão;
Paixão que aflora em nossa pele
E só temos ouvidos para as juras de amor,
E pensamentos de ficarmos eternamente juntos
Nesse paraíso encantado,
Onde as ondas da paixão
Vem e ficam,
Porque somos dois loucos...
APAIXONADOS!!!
Amo-te para todo sempre!!!

Roberto Ferrari o Poeta do Amor

O mecanismo dos sentimentos favorece o coração para o calculo dos apaixonados, esperançosamente a perfeição dos momentos plenos consigo mesma;
Quem acredita no amor sempre vencerá, sempre encontrará o descanso em um coração pleno entendendo a explicação de um alguém que dará de um tudo para ficar com você;
Portanto silencie-se e ouça a batida do seu coração, escute os sentidos revelados pelo seu próprio coração, que não é passageiro;

Julio Aukay

Apaixonados iniciante são residentes de uma mitologia amorosa, aparentemente solida e suave ao caminho da vida;
Porém sem tantos sonhos se torna uma arma fatal, despedaçando a felicidade para cada lado com certa frustração;
Mesmo com tantas dificuldades se espera o aroma de amor sincero que nunca se faz fugaz;

Julio Aukay

Eu já conhecia o amor, mas
só de ouvir falar, de ver
os casais apaixonados fazendo
belas declarações de amor.
Mas só vim saber o que é
realmente conhecer,o que é
este sentimento quando te vi
pela primeira vez, toda linda
e perfumada na minha frente.
Então hoje posso dizer, que o
amor é um sentimento inexplicável,
amar é ir ao céu e retornar, é
viver e morrer, amor é quando
queremos estar juntos da pessoa
amada por toda a eternidade,
é sentir saudades, mesmo
estando junto.

Charlys Ramlyh