Texto sobre Meninas

Cerca de 111 texto sobre Meninas

A BOLA E O CAVALINHO
Doces lembranças
Caras sapecas
Meninas de tranças
No colo, bonecas

Vento ou neblina
Galope constante
Cavalinho de crina
Mágico instante

Com sol a pino
A bola rolando
Traquina menino
Na rua jogando

Esconde-esconde
E bem escondido
Procurar onde?
Polícia ou bandido?

Sonho fantasia
N’alma a essência
Criança alegria
Santa inocência

Sidney Poeta Dos Sonhos

Vejo todas as meninas de hoje em dia, sempre querendo "amar e ser amada" e encontrar alguém que realmente aceite esquecer o mundo para cuida-la em seus braços.
"Todas as mulheres sonham em ter um homem que seria capaz de deixar tudo só por elas."
Mas é... O que elas não se lembram é, que antes de tudo, tem que se amar primeiro.

Amanda Munari

A Eva e o Adão

Mas eu não sei rimar
As meninas da minha sala são muito retardadas,
Mas eu estou te contando (risos)
Vou para a baleia
Minha família é um show
E com eles não têm
Tenho raiva de quem fala “mim”
Pratos e comida
Sopa de legumes
Não ta bom, não?
Não acredito (risos)
Ô Vitor, Nossa (risos)
Nossa ( de novo)
A amiga da minha prima
Faz uma coisa muito estranha
Que medo!
Adoro crianças
Adoro mesmo
Se eu pudesse comprava duas para trabalhar pra mim.

Eu e Minha prima

Eu sinto uma tristeza quando vejo meninas chorando por causa das falsidades do amor moderno...
Ate aonde devemos fazer tantas coisas para magoar alguém sem ter a noção da dor que podemos causar.
Fico com medo de deixar meu coração exposto a isso... Mas é um risco que devo passar.
Não posso esta ao seu lado nesse momento, mas lembre, nunca desista de amar, nunca perca a fé.
Por mais que andemos em caminhos diferentes, existe apena um proposito, sermos felizes.

Valberto Fernando Veiga

A, Priscylla Barbosa
Quem era a gente? Duas meninas sorridentes em mundos completamente diferentes.
Nos unimos e depois disso apenas diversão.
Momentos felizes
Momentos tristes
Momentos engraçados
Momentos chatos
Momentos intrigantes
Momentos descontraídos
Momentos de sorrisos
Momentos de choros...
Tanta coisa, tanta conversa, tanto pensamento, tanta diferença...
Eu com os meus defeitos e você com os seus, afinal quem é perfeito? Quem agrada a todos? Quem tem tudo que todo mundo queria ter?
E essas diferenças temperam nossa amizade!
Sou agradecida a tudo que você já me fez de bom e ruim, afinal quem é bom o tempo todo?
Amo você minha amiga

Elaine Fernanda

Mãe,
Eu guardei esse segredo 31 anos. Mas agora vou contar. Quando eu nasci, tinha duas meninas esperando junto comigo na salinha. É um lugar onde a gente fica antes de nascer. Uma foi e a outra menina ia ser sua filha. Eu ia depois. Mãe, ela era tão bonita. Inteligente, educada e ia ser médica quando crescesse. Ficamos conversando enquanto não chegava nossa hora. Ela me disse que já tinha planos. Que a mãe dela ia chamar Rose e o pai Paulo. Que ia ser a primeira filha. Nem te conto, acredita que ela tinha olhos azuis, igual do Vô Lando? Então, o telão ligou e apareceu você. Aí, eu te vi. É, é segredo. Mas antes de nascer, a gente vê a mãe da gente num telão. E eu me encantei por você, pelos seus olhos, pelo seu sorriso… Então, eu não tive duvida! Convenci a menina a deixar eu ir no lugar dela. Tá, tá… não foi bem aprovado por parte dela, ok? Mas eu era mais forte e mais esperta… corri primeiro… (mãe, ô menina boba aquela!).
Desculpa mãe. Eu tinha que te contar. Eu sei que tenho um monte de defeito… sou bagunceira, falo demais, não virei médica, não tenho objetivos claros na vida, não tenho olhos azuis, falo palavrão, conto piada suja, não lavo meu carro, não sei fazer arroz, falo da vida alheia, não tenho casa própria… (tá bom né?) É que… eu sei que não sou nada do que você esperava e com certeza estou na lista das piores filhas que uma mãe pode desejar… mas eu te amo. Eu me orgulho do que você é, todos os dias. Seu caráter, sua determinação. E eu sempre, sempre vou estar ao seu lado. E acredite mãe, aquela menina era muito chata mãe… no final você ia me preferir, eu acho… pelo menos eu faço você rir, alem de chorar muitas vezes.

Te amo!

Josane Hodniki

"Meninas de 12 anos dizendo que não vai mais correr atrás..."
"Meninas de 14 anos dizendo que já sofreu por amor..."
Engraçado é essas pessoas ficarem julgando os outros, como se fossem os donos da verdade, como se soubessem o que é verdadeiro ou não. Ok, eu até concordo que uma menina de 14 anos dificilmente vai saber o que é um amor de verdade, e que ela poderia se poupar um pouco do drama, mas daí ficar julgando e fazendo piadinha sem graça já é demais, né? Tá te incomodando? Quem ta sofrendo é ela ou é você? Ah, pelo amor né. Vamos criar vergonha na cara e parar de rotular os sentimentos dos outros. As pessoas deveriam parar de cuidar da vida do próximo, e procurar melhorar a sua própria vida, que por sinal deve ser muito cretina pra tá criticando a vida alheia. O recado tá dado. Não importa se ela tem 10, 15 ou 20 anos, cada um sabe dos seus sentimentos e não precisa de um(a) otário(a) fazendo piadinhas, e diga-se de passagem, bem sem graça.

Amanda Sanches

Minhas amigas são do tipo “meninas burrinhas” daquelas que vão lá, metem a cara, se apaixonam por mil em uma só semana. E depois vem sempre chorando pro meu colo “aí amiga, como eu queria ser igual a você ...”
Se elas soubessem o quanto é ruim ser eu. Meu Deus, como é péssimo não acreditar. Sorrio, balanço a cabeça e dou os mesmos conselhos de sempre ... mas como eu daria tudo pra ser só um pouquinho menos espertinha. Até já tentei me fazer de burrinha, mas não consigo. Qual será a sensação de acreditar nas juras de amor, de beijar sem culpa, de amar, de perdoar de coração os mesmos erros de sempre. Como eu queria ser um pouco menos desconfiada. Ser menos desligada, menos espertinha. Imagine só, eu sendo amada e iludida por um dia. Seria tão perfeito. Tomara que um dia eu encontre um mágico e ele me hipnotize, me cegue, sugue da minha mente tudo o que eu aprendi com meus amigos homens. Ou quem sabe, eu encontre algum rapaz que esteja mesmo falando a verdade ... mesmo assim, prefiro acreditar no mágico. Ele ainda dá pra achar.

Beatriz Soares Bezerra

Em grande parte, foi assim...

Enquanto as outras meninas assistiam a Sailor Moon...
Eu gostava de Power Ranger.
Enquanto as outras meninas trocavam figurinhas das princesas...
Eu colecionava o álbum dos Cavaleiros do Zodíaco.
Enquanto as outras meninas jogavam handball...
Eu fazia futsal e judô.
Enquanto as outras meninas brincavam de barbie...
Eu jogava videogame com meu irmão.
Enquanto as outras meninas tinham irmãs, primas e amigas para passar as férias de julho...
Eu contava com meu irmão e primos!
Enquanto as outras meninas aprendiam crochê com a vovó...
Eu jogava baralho com meu vovô! (Que saudades!)
Enquanto as outras meninas eram mimadinhas e cheias de não-me-toque...
Eu derrotava meu namorado no FIFA Soccer de fliperama.
Depois querem entender porque me sinto tão bem tendo amigos homens... É só saber um pouquinho mais sobre mim que fica fácil descobrir: questão de costume!

Aline M. Abdalah

Milhões de Dólares

Você diz que não me ama
E que não gosta das meninas,
Você diz que já tem alguém,
E que sou só sua amiga.

E tudo que eu queria
Não era nem alguns milhões de dólares,
Eu só queria você aqui do meu lado,
Nós dois sorrindo empolgados!

Meu azar é tão grande
Que eu nem sei o que é mais difícil:
Eu ficar mais rica que o Bill Gates
Ou você querer ficar comigo.

E tudo isso é culpa da probabilidade
Que me fez encontrar você,
É essa matemática
Que só me atrapalha
E não me deixa viver.

Eu só queria
Um quark do seu amor,
Não sei por que você me abandonou!

Meu azar é tão grande
Que eu nem sei o que é mais difícil:
Eu ficar mais rica que o Bill Gates
Ou você querer ficar comigo.

Jamila Mafra

Esqueça as outras meninas que nunca fizeram sentido e não importaram. Esqueça as noites mal dormidas com pessoas vazias e de papel que se desmanchavam ao chegar do dia. Eu estou falando da que realmente importa, da que faz diferença. Daquela que, quando tudo parece que vai desabar, é para os braços dela que você corre. É quem você pergunta como foi o dia, pra quem você quer contar como foi o seu.

É ela. E você sabe.

Gustavo Lacombe

Homens temem "MULHERES"...
Me refiro á Mulheres mesmo, e não Meninas.
Mulheres que se amam acima de tudo, que não perde e nem tem tempo para futilidades. De Mulheres que trabalham, pois sabem que o trabalho engradece. Que é independente financeiramente e sentimentalmente. Mulher corajosa, companheira, confidente e amante.
É aquela que às vezes tem uma crise súbita de ciúmes mas que não tem vergonha nenhuma em admitir que está errada.
É aquela que consegue ao mesmo tempo ser forte e meiga, desarrumada e linda. Mulher DE VERDADE não tem medo de nada e nem de ninguém, olha a vida de frente, fala o que pensa e o que sente, doa a quem doer.
A Mulher temida pelo Homem, é aquela cuja sua inteligência é elogiada antes do que as curvas de seu corpo.
Mulher, que sabe lidar com qualquer situação, sabe se impor e desenvolver qualquer assunto.
Mulher auto confiante, Mulher guerreira, Mulher que não precisa de Homem nenhum para ser feliz.. pois consegue caminhar com suas próprias pernas, consegue batalhar com suas próprias garras e consegue vencer com sua prórpia vitória.
Meninas são dominadas por tão pouco, escolhidas por muitos e influenciadas por todos.
E é por essa grande diferença, que homens optam por estar com meninas, pois são denominadas objetos e Mulheres simplesmente dominantes.

Marcelle Figueiredo

MENINAS, MULHERES, MÃES, AMIGAS: CUIDADO!

Porque toda vez que uma linda mulher posta uma foto na rede uma produtora de leite coloca: juízo heim?
- então você vai fazer uma pesquisa na produtora de leite: não é nada, não faz nada, não pega ninguém e ainda mais é feia para Aurélio.
Porque as pessoas que não tem teimam em nos ensinar o que não sabe?
Agora entendo porque Valesca Popozuda virou pensadora... Meninas quanta gente invejosa que vocês inocentemente chamam de amiga.

Professor Glauco Marques

Atarantadas as minhas meninas.
Carrapatos miúdos
e mosquinhas do chifre
lhes sugando sangue dia-e-noite.
Fui lá socorrê-las: apliquei do injetável
e, também, um mosquicida 'pour-on'.
É bom vê-las sem abanações
de cabeças e rabos.
Sem inquietudes: pacíficas, dengosas,
lá na vargem da Vertentinha.
Me demorei um tanto.
Mas é da lida,
é a vida...
Voltei pra casa respirando
o hálito perfumado
da boca da noite.

Raniere Gonçalves

Esqueça as outras meninas que nunca fizeram sentido e não importaram. Esqueça as noites mal dormidas com pessoasvazias e de papel que se desmanchavam ao chegar do dia. Eu estou falando da que realmente importa, da que faz diferença. Daquela que, quando tudo parece que vai desabar, é para os braços dela que você corre. É quem você pergunta como foi o dia, pra quem você quer contar como foi o seu.

É ela. E você sabe.

Gustavo Lacombe

" era uma vez duas meninas. Elas eram amigas e se amavam muito. Porém uma delas era dona de passarinhos. E tinha um vestido que estampava bem isso. Um vestido lindo, que a outra pobre e solitária menina admirava e sonhava em ter um.Um dia a menina rica prometeu que o vestido e todos os passarinhos seriam da menina pobre, dizendo a seguinte frase: Próxima vez em que eu te ver, te dou o vestido!
A menina pobre ficou feliz então e espera fielmente o dia em que verá a menina rica de novo, para só assim ser completa: livre como os pássaros do vestido que um dia viu e sonhou em ter igual''

Texto escrito em 1994 em um livro de biblioteca em Campo belo - MG

Fer Meirelles.

Já falei coisas sem sentido
Já chamei inimigos de amigos
Já admirei lindas meninas
Já quebrei a cara muitas vezes
Já apaixonei e não fui correspondido
Já fui criticado e também já critiquei
Já errei inúmeras vezes
Já tentei agradar e não consegui
já cair de bicicleta, já fui chamado de poeta
Já insisti sem querer desistir
já fiz loucuras, já quebrei escultura
Já excluí pessoas do facebook
Já fiquei online sem ninguém teclar comigo
Já xinguei e fiquei aborrecido
já me arrependi por isso
Já matei passarinhos e depois fiquei com pena
já compus e declamei muitos poemas
Já morei na zona rural, já brinquei no curral
já falei palavras erradas, já peguei em uma enxada
já fui feliz quando eu era criança
já perdi a fé , já rejeitei um copo de café
Já realizei parte do meu maior sonho
Já joguei fora poesias que não gostei
já criei grandes expectativas
já me decepcionei e chorei
já fiquei sem dinheiro
já passei por desespero
já entrei em depressão
Já ajudei de coração
já andei na contra mão
já briguei com meu irmão
Já imaginei fazer algo e não fiz
Já agradeci a jesus
por me ajudar carregar a minha cruz
Sou Sidney e me chamam de Sidinei

Sidney Alves das Virgens

...meninas, comecei a assistir ao filme que elas estava assistindo,coloquei minha mão nos cabelos da Bruna e comecei a acaricia-lo e logo senti meu celular vibrar,haviam duas mensagens.
“Oi seu feio! Volto hj. Bjx”-Sorri animado com a noticia e percebi o “pescoção” das meninas.
-HUM,quem volta hoje hein JONINHAS?-Jéssica perguntou.
-Uma amiga minha.
-Que amiga?-Elas perguntaram num “coro”.
-Eita,quanta curiosidade! Uma amiga que eu conheci ontem.
-Amiga mesmo?-Bru perguntou erguendo uma de suas sobrancelhas o que eu achei meio indecifrável.
-Claro que sim.-Disse gaguejando.Elas se olharam e disseram.
-Aham.Amiga...
-Parem de besteira,eu não vou ficar com ninguém.-Mais uma vez ela falaram juntas.
-Não falamos isso.
-Eu to falando já. Eu quero beijar alguém que não é ela. –Olhei pra Bruna que ficou vermelha. Jéssica levantou os braços e disse.
-Sobrei.-Começamos a rir e eu voltei a prestar atenção no filme.Depois de uns segundos meu celular vibrou duas vezes seguidas.
“Beija logo!!”-Sms da Jéssica e a outra dizia.
“Quero saber o que vamos fazer hoje. Porque você não vai me deixar ficar depressiva nas férias.” - Duda mandou. Respondi-a primeiro.
“Ok,vamos combinar algo. O que você quer?” E para a Jéssica eu respondi.
“Dorme que eu beijo.Acho que ela tem vergonha”. –Vi ela lendo e logo depois disso ela virou para o lado e “dormiu”.Voltei a acariciar o cabelo da Bru e fui me achegando,percebi sua respiração mudar e fui encostando meus lábios nos dela, ela foi retribuindo aos poucos,fiquei de frente pra ela e com a mão em sua cintura, aumentamos o ritmo do beijo,meu corpo começou a ficar quente, deslizei a mão que estava na sua cintura para dentro da sua blusa e comecei a acariciar sua barriga e sua cintura, a mão dela estava em meu rosto acariciando e depois de um tempo tinha ido para minha nuca, senti meu corpo arrepiar quando suas unhas arranhavam o local, parei o beijo lentamente e comecei a beijar seu pescoço, escutei o suspiro dela,fiquei entre suas pernas e levei as mãos pra suas coxas puxando ela mais pra baixo no colchão, puxei suas pernas pra minha cintura e voltei a beijá-la, senti suas pernas me apertarem,levei as mãos pra dentro da blusa dela novamente e cheguei em seus seios apalpando com um pouco de força,ela parou o beijo assim que eu fiz isso.O porque eu não sei, mas fiquei só com um selinho sem graça no final.Fui para o lado dela novamente só que agora com vergonha.Ficamos quietos, senti meu celular vibrando.
“To com vontade de tomar cerveja!!” –Ao ler a sms da Duda me deu vontade também.
“Ah,vem aqui em casa,vamos tomar cerveja,comer batatas e assistir filmes.”-Alguns minutos depois ela respondeu.

eu D

Porque simples, ela era especial, ela era diferente de todas aquelas meninas monótonas e fáceis que ele um dia conheceu. De alguma forma, eles ainda são um casal, um casal distante. Só de saber que ele pensa nela, isso é tudo. Porque ela ainda pensa nele, e pensa muito. Eles são um casal sim. Podem mudar suas vidas, seus amores, seus dramas, mas não deixam de ser um casal. Por que não? Existem vários por aí. Podem passar vinte, trinta anos, mas sabemos que um marcou a vida do outro, seja uma lembrança boa ou péssima, mas eles vão estar na memória por um grande tempo.

Layla Péres

Não. Ela não usa maquiagem, nem muitas coisas 'femininas', odeia meninas que se acham, detesta a injustiça. Ela é inteligente, dedicada, anda com o queixo erguido e só pra piorar, fala o que pensa. É. Você deve estar pensando que essa garota é forte e destemida , deve estar pensando, que essa garota não sofre por coisas pequenas. Mais você está errado. Ela possui um defeito, um defeito mortal. Ela ama. E quando ama se entrega de corpo e alma, talvez seja isso, exatamente por isso, que ela não é uma garota perfeita.

apartesincerademim (blog) . Loyse Oliveira