Texto sobre a Alegria de ter um Filho

Cerca de 2291 texto sobre a Alegria de ter um Filho

Infinito

O quê é o infinito? o amor de um homem para uma mulher?, de um pai para um filho?, O amor acaba quando morremos. O quê é o infinito? o quê é o infinito para você? o quê é o infinito senão o amor de Deus para com a humanidade por enviar seu próprio filho para nos dar esperança de que um dia todo o sofrimento acabará inclusive a morte?!. Nada que pertence aos humanos é infinito. O máximo que nos pertence é por toda a vida, depois nada mais. O amor de um homem para uma mulher pode ser por toda a vida. A amizade pode ser por toda a vida. O amor de um pai para um filho é por toda a vida mas o infinito pertence a Deus.

Francisco Filho

troca de valores

Se fosse apenas a reciprocidade poder-se-ia dar um jeito na humanidade, mas vivemos em um mundo capitalista onde coisas ínfimas valem de tudo e o que é realmente importante fica para traz ou simplesmente esquecidas: um abraço, um simples gesto de dizer bom dia, um sorriso e coisas mais humanas.

Francisco Filho

Quebrando barreiras

Saltei o abismo da indiferença
Quebrei essa barreira entre nós
E criei o arrepio na tua crença
Só para desmanchar esses nós

E quem sabe cantarei a canção
Que fiz outrora para te alegrar.
Fala da minha clara emoção
Que tive só para te consagrar.

Meu passo ficou lento ao teu lado
Só para passar mais tempo contigo.
O coração ficou esse tempo calado
E pensando no meu amor antigo.

Vi que ele não era verdadeiro,
Só pude ver por meio do teu abraço,
Não quero que este seja o derradeiro!
Quero pegar tua mão e te levar no braço.

Francisco Filho

Paisagem da janela

A noite mergulha na escuridão
E a paisagem passa rapidamente
Diante de meus olhos,
Deixando para traz tudo que é ausente.

Deixei para traz desentendimentos
E tudo aquilo que fazia sentir-me mal
Até chegar a conclusão:
Nada vem sem antes dar um sinal.

A partida é iminente, é agora.
E pergunto-me - até quando
Vou ter que esperar?. O tempo
Não importa se você está amando.

Francisco Filho

Palavras

Palavras são fortes e isso é indiscutível
Pois elas entram no coração e ficam alojadas
Como uma espada em uma rocha.
As palavras podem ser edificantes
Ou podem ser altamente destrutivas
E por mais que não queiramos
São as destrutivas que lembramos mais
E estas mesmas palavras são pronunciadas
Por pessoas que queremos bem
E de tanto sermos bombardeados
Com estas palavras o sentimento
Que temos por essas pessoas
Vai esfriando cada dia mais, e, por fim
Tornam-se um iceberg de tão gelado.
E depois perguntam porque nos afastamos!

Francisco Filho

Logo assim que casei, já ouvia as pessoas falarem que:
- quando tivesse filhos minha vida nunca mais seria a mesma;
- nunca mais teria uma noite de sono completa;
- Alguns prazeres da vida de "casal solteiro" não iria mais aproveitar...

e tantas outras coisas que irei resumir apenas nas três citadas.

Mas hoje, como pai, aí vai minha resposta:

- Como é bom ter minha rotina de vida transformada para sempre;
- Por minha filha, perderia todas as noites de sono, se preciso fosse;
- O maior prazer de minha vida hoje, é passar horas apenas olhando minha bebê, pegá-la no colo, niná-la, paparicá-la, fazê-la feliz desde já e ser feliz também pra sempre!

Deus é demais!

Obrigado!

Izaias Filho

Relembrando

Quando saí da minha casa, ainda era pequeno.
Sem nada entender como esta vida funcionava.
E por causa desta súbita mudança em meus ares,
Meus traumas me calavam e eu apenas agonizava.

Depois de alguns anos voltei a meu torrão árido
Mas já não era a mesma coisa. O rosto que eu vi
Já não era mais o mesmo, o tempo o modificou.
Eu, já não era mais eu mesmo e isso eu não antevi.

Eu não vi o tempo passar e deixar suas marcas.
Eu só fui ver quando já era tarde, muito tarde.
Mas ele apenas marcou a carne a pele os olhos.
Os laços são os mesmos, mesmo que cobarde.

Esses laços ao invés de ficarem fracos, o tempo
Só fez que eles se fortificassem na esperança
De que eu sempre iria revê-lo e matar a saudade
De meu velho pai e abraça-lo como uma criança.

Francisco Filho

Soneto - A procura

Procuro olhos que me proporcionam desafios.
Olhos que penetram na minh'alma e abrem
A caixa dos meus segredos e me apavorem
Os sonhos e se desfaçam como se fosse fios.

Procuro pessoas curiosas que saibam esperar
As respostas que procuram. E que não sabem
Desistir de seus sonhos mesmo que coíbem
Deles por um pouco sabendo que irão perdurar.

Procuro loucos que usem seus pensamentos.
Pois os "normais" não entendem o que digo
E não leem nas entrelinhas fazendo-se lentos

Procuro um amigo, não tão amigo, um inimigo
Que saiba olhar-me e distinguir-me dos ventos
Que sopram como um furacão. Não há abrigo.
(De: Fran Filho)

Francisco Filho

Não é importante a quantidade amigos que você tenha. O importante é quantos deles se importam com você.
Mesmo as ações banais como um "Bom dia Fulano" ou um sorriso sincero que lhe é ofertado pode conter mais afeto do que uma diálogo efusivo e animado, oriundos de uma amizade situacional, motivada por interesses.
Crie seus laços não pelos rostos, mas sim pelo coração.

Mario Filho

O que está acontecendo?
Vejo a diversão de uns em troca do sofrimento de outros...
Vejo a paranóia da modelagem...
Vejo a era do imediatismo...
Do conformismo...
Do consumismo...
Do coitadismo...
Vejo bonecos de ventríloquos serem reconhecidos como heróis...
Vejo o tempo fracionado, às vezes com lágrimas, outras vezes como um mar vermelho de montanhas brancas...
Vejo que o escuro mostra claramente o que o claro esconde as escuras...
Posso ver uma lua minguante no rosto dos passantes...
Posso ouvir as imagens...
Enxergar os sons...
Posso sentir o sangue frio e assustado saltitar em minhas veias...
Me contorço! chego a ter taquicardia com o som ensurdecedor dos meus pensamentos...
Sinto o vento deslizar desesperado sobre a minha pele...
Fugindo?
Fugindo da ignorância!
Vejo pessoas sendo domadas por máquinas...
Vejo máquinas montadas sobre pessoas...
Foram criadas por nós...
Estamos a ser substituídos por elas...
Olhe para os pássaros!
Ouça seus cantos!
Não são mais os mesmos, pedem socorro através deles...
Onde estão as peripécias?
Você as viu por aí?
Vejo células cancerígenas contaminarem sutilmente as partituras...
Observo o mar lacrimejar silenciosamente às escondidas...
Assisto ao sol proclamar para a lua que não a empresta mais o seu brilho...
Vejo as nuvens se recusarem a decorar o céu...
Vejo seres pensantes sendo asfixiados com seus próprios pensamentos...
Vejo a espécie humana distinguindo-se em várias outras...
Vejo um simples papel sentar-se no trono como o deus das nações e para adorá-lo noto uma corrida de velocidade em que no final da prova completa-se com um salto em profundidade...
Vejo o motor do orgulho, auto-suficiência ser ativado pelas engrenagens do ódio, individualismo, preguiça, ambição, inveja e sendo movido com o combustível da competição...
Posso ver crianças, jovens e adultos, idosos se lambuzarem com o prazer imediato e envenenando-se com a cicuta da infelicidade...
Vejo muitos rodeados por multidões, mas sozinhos, isolados e abandonados dentro de si mesmos...
Ouço a arte gemer de dor...
Assisto as drogas cantarem alegremente...
Vejo grupos se digladiando por almas...
Vejo a música sendo afogada...
Vejo olhos vomitando lágrimas...
Vejo lágrimas vomitando olhos...
Vejo a separação...
Exclusão...
Eliminação...
Insatisfação...
Sinto medo de chegar em casa, de tocar as portas, paredes, janelas, os retratos entreolham-se sufocando-me...o silêncio é ensurdecedor, apavorante e golpeia-me com suas vibrações...
Vejo palavras vazias...
Sorrisos programados...
Atos ensaiados...
Mentes ajustáveis...
Vejo o capitalismo da mentira...
Milhares moram em palácios, porém habitam o anonimato...
Vejo o ser mutilado!
O ter exaltado...
Vejo a humildade esquartejada!
A arrogância endeusada...
Vejo a simplicidade amordaçada!
Os disfarces adorados...
Vejo a alegria sendo sepultada!
A falsidade almejada...
Bebemos e degustamos aos poucos do líquido da morte!

Joceildo Filho

O que eu acho do amor?
Bem simples! O amor corrompe todos os seus neurônios e te deixa completamente cego, so vendo o que se quer ver,e não a realidade.Não que eu seja contra o amor, sou contra a forma como muitos amam.
Como é preciso saber viver, também é preciso saber amar.Antes de amar alguém temos que amar a nós mesmos, a outra pessoa apenas te completa, não é o seu todo.
Quando deixamos de nos amar, nós deixamos o coração mandar, e não é bem assim que deve funcionar.
A partír daí parte para o amor doentío, aí é o fim da linha meu caro amigo.

Zé Filho

Há pessoas que nos fazem feliz mesmo estando a quilometros de distância. Só de lembrar dos momentos hilários que passamos juntos a elas, começamos a rir do nada,e ai começam a achar que somos loucos.
Mas quem vive nesse mundo sem loucuras?
Assim, vivo intensamente cada momento que passo, por que ninguém prevé o futuro e podem nos tirar tudo, menos as boas lembraças que temos.

Zé Filho

Agora navego ao Norte, pelos verdes mares de teus olhos. Encontrei em ti águas serenas que me banham de paz. Teu oceano é como um mosteiro de Netuno.
A noite ancoro, sob a luz das estrelas, mergulho e me deixo levar pelos movimentos das ondas de teu corpo, que meu corpo levam para onde querem, em uma maré oscilante e prazerosa.

Vi Filho

O homen tem vários pesamentos em uma unica mente.
O homen tam várias idéias em um unico penssamento.
O homen tem várias ideias no pensamento guardado na mente!
e essa mente é comandada por um coração q não mente!!!

Eu amo tudo q se foi e a dor q ficou, com o passado pensei q iria melhorar meu presente e aprimorar meu futuro mas, hoje oq se ver é o futuro correndo atrás do passado com pedras na mão dizendo ser perfeito!


Tudo isso é apenas um conto, mas esse conto vc só viu hoje, mas foi feito onten, pra ver o amanhã, viver o papel!!!

Antonio Filho

Juarez, cabra não temeroso
Viajante em Cruz das Almas
Aliviou-se na macumba
Limpo? Tudo deixou
Negra? Era a cor das penas
Conte mais seu Cazumba
La nos potiguaras
Terra de belas morenas
Juarez viu despacho, Juarez chutou
Juarez, donde vem tanto azar?
Juarez, e esse balaio de quizila?
Juarez foi cabra bruto
Juarez toma banho de mar

Avelino Filho

Caro(a) Amigo(a)
Para conseguir a amizade de uma pessoa digna é preciso desenvolvermos em nós mesmos as qualidades que naquela admiramos e com ela duplicamos as alegrias e dividimos as tristezas e conseqüentemente é um amor que nunca morre e também é um meio de nos isolarmos da humanidade cultivando algumas pessoas.

A amizade é o conforto indescritível de nos sentirmos seguros com uma pessoa, sem ser preciso pensar o que se pensa, nem medir o que se diz e podemos desenvolver a felicidade e reduzir o sofrimento, duplicando a nossa alegria e dividindo a nossa dor.

Quando defendemos os nossos amigos, justificamos a nossa amizade. A verdadeira amizade é aquela que nos permite falar, ao amigo, de todos os seus defeitos e de todas as nossas qualidades.

Quero que saiba de uma coisa: Nenhum gesto de amizade, por muito insignificante que seja, é desperdiçado e as ligações de amizade são mais fortes que as do sangue da família.

Muitas pessoas irão entrar e sair da sua vida mas somente verdadeiros amigos deixarão pegadas no seu coração. Para lidar consigo mesmo, use a cabeça, para lidar como os outros, use o coração, raiva é a única palavra de perigo. Quem perde dinheiro, perde muito, Quem perde um amigo, perde mais. Quem perde a fé, perde tudo.

Aprenda também com o erro dos outros, você não vive tempo suficiente para cometer
todos os erros. Você já parou para pensar sobre o valor da amizade? Quantas vezes são os amigos que nos fazem sorrir quando tínhamos vontade de chorar, mas a sua simples presença traz de volta o sol a brilhar em nossa vida.

Ainda que tenhamos muito carinho pelo amigo em questão, às vezes por insegurança, por ciúme, por estarmos emocionalmente alterados ou nos sentindo pressionados, acabamos sendo injustos com ele e isso pode ser recíproco. Podemos comparar esse elo de amizade ao tempo que passa por alterações climáticas constantemente, mas é dessa forma que aprendemos a nos conhecer, compartilhar momentos, que se desenvolve uma amizade.

Diante do amigo somos nós mesmos, deixamos vir à tona nossos pensamentos a respeito das coisas, da vida, nos mostramos como verdadeiramente somos.
Há amigos que nos ensinam muito, nos fazem enxergar situações que às vezes não percebemos o seu real sentido, compartilham a sua experiência conosco, nos falam usando da verdade que buscamos encontrar.

São eles também que nos chamam a razão, chamando a nossa atenção quando agimos de modo contraditório, que nos dizem coisas que não queremos ouvir, aceitar, compreender.

Ao longo de nossa vida muitos amigos passam por ela e nos deixam saudade, mas também deixam a recordação de tudo que foi vivido.

É na amizade verdadeira que encontramos sinceridade, lealdade, afinidade, cumplicidade, simplicidade, fraternidade.

Amigos são irmãos que a vida nos deu para caminhar conosco ao longo da nossa jornada espiritual, extrapolando os limites do tempo, continuando quando e onde Deus assim o permitir. A amizade sincera nunca é esquecida, apenas cristalizada, para um momento qualquer, seja de novo reacendida e vivida plenamente.

Alguns amigos na nossa vida passam mesmo sendo insubstituíveis, mas esses amigos nunca nos deixam completamente sós, porque acabam deixando um pouco deles e levam um pouquinho de nós, e isso mostra que nada na vida é por acaso, não é destino, nem estava escrito é fato irrelevante, que temos sempre pessoas preciosas ao nosso redor durante a nossa existência.

O importante da amizade não é conhecer o amigo; e sim saber o que há dentro dele!... A amizade é um amor que nunca morre!! O amigo revela, desvenda, conforta. É uma porta sempre aberta em qualquer situação.

Amizade verdadeira é assim... ama sem cobrar... nem precisa que seja recíproca... a amizade na íntegra, apenas sente o querer bem, sempre. Só se ama e ponto! Na verdade... a verdadeira amizade, é uma outra forma disfarçada do amor. De todas as flores que colhemos nos campos, a Amizade é o único sentimento que os ventos podem soprar, mas, suas pétalas jamais cairão
A verdadeira amizade é um laço que enlaça e compromete 2 ou várias pessoas...por isso eu valorizo as verdadeiras amizades, me entrego, curto os momentos bons aceito os momentos ruins é a vida! A verdadeira amizade é um bem que vem de Deus...Pois ele é o nosso Maior amigão de todas as horas!!! Só quem possui a força de uma amizade consegue levar a vida com leveza.

A consideração é um fator muito importante também. Não adianta sermos tudo de bom para alguém e nos momentos mais delicados e necessários para esse alguém, não termos a consideração que se resume na atenção devida.
Sucesso é o que te desejo e muita saúde, amor e paz, desejo também que Deus te abençoe, suavize seu caminho, ilumine os seus pensamentos e sentimentos.

Eduardo Filho

Durante a vida, existem as diferenças (materiais) entre ricos e pobres...
Quando morre, todo mundo se torna igual...
Após a morte, o que irá determinar o seu destino final, não é o tipo de carro que você usou, a casa em que morou, onde passou as férias... Não são suas escolhas materiais que determinarão sua morada eterna, mas as escolhas espirituais, onde você ajunta seu tesouro, se sobre a terra, ou no céu (Mt 6.19-21), se você pensa, medita mais nas coisas de cima, ou nas coisas da terra (Cl 3.2).

Izaias Filho

SARTRE NA GENTE

É um lutar sem fim,
nós somos Tamoios Confederados,
A História exige assim,
e não nos faremos de rogados.
Aos irmãos não trairemos,
e nisso a gente é intransigente.
“O importante é o que fazemos,
com o que fazem da gente”.

Nosso povo é trabalhador,
e já foi saqueado e escravizado.
Nunca lhes faltou fé e amor,
mas sempre são dominados.
Até o final nós resistiremos,
na disposição mais veemente.
“O importante é o que fazemos,
com o que fazem da gente”.

Azuir

Azuir Filho

Quero minha bicicleta, sim, a bicicleta do meu tempo de criança de volta, quero minha velha bola de futebol e minhas bolinhas de gude novamente, quero empinar Pipa no quintal de casa e depois ir pra rua correr atrás daquelas que são cortadas no ar... No ar, quero correr como criança de volta, quero ir para casa...

Crônicas de Júlio Filho

Júlio Filho

Escritor

Um mero escritor
Que também ama
Pelo papel produz a dor
Quando o coração inflama

Um mero escritor
Deitado em sua cama
Compartilha seu amor
Quando conheceu sua dama

Um mero escritor
Que de tudo reclama
Das letras um escultor
Quando sente algo inspirador

Um mero escritor
Pelo papel exclama
Que em seu mundo é o governador
Mas de letras não possui um cronograma

Fábio Filho