Texto em Homenagem aos Amigos

Cerca de 2053 texto em Homenagem aos Amigos

Malandro bom é Malandro Morto - Crônica em homenagem à malandragem em geral.


Malandro bom é malandro morto...

Não costumo chutar cachorro morto e nem tanto os vivos...

Vou continuar assim em meu caminho...

A minha liberdade não tem preço... Lutei por ela e não abro mão...

Somente anotem em suas agendas...

A justiça do homem é podre e falha...

Mas... A maior justiça de todas...

Esta não falha nunca...

Lá na frente... Quando a máscara do malandro cair...

Serei o primeiro a rir...

Mas também serei o primeiro a pedir piedade por você...

Já dizia o poeta...

O mundo é dos expertos...

Mas o universo é dos sábios...


Poema aberto aos "Malandros" -

Poeta Urbano - 2012

Um Brinde a Nós

A gente deveria ter mais uns três ou quatro dias do ano em nossa homenagem. Já recebi tantos parabéns pelo Dia Internacional da Mulher que fico pensando: nós mulheres merecemos mais, não precisa ser todos dias, mas de vez em quando faria bem. Porque estar na nossa pele não é fácil. Antes, a mulher nascia com um dispositivo indicando que pra ser feliz, só se tiver amor. E se não tiver amor a vida não funciona. Décadas se passaram e algumas mudaram o dispositivo. Ela sabe que, se não for independente, é ai a vida não funciona. Ai essa 'mulher independente', aos olhos de muitas pessoas, deve ser aquela que nunca precise de ninguém, aquela mulher que se vira sozinha, que não chora, que não sente, que não valoriza uma boa companhia. Independência não é sinônimo de solidão, e sim de honestidade: de estar onde quer, fazer o que quer, por que quer, com quem quiser. Ela quer ser independente porque aprendeu com a avó, que naquela época se intalava muito confortavelmente como guardiã de família. Algumas eram frustadas, outras eram realizadas: vai saber? Afinal, que mulher hoje quer reproduzir a vida que a sua avó teve? Mulheres, nós tomamos o espaço que antes só a massa masculina dominava. Mulher é engenheira, é gari, é motorista de taxi, até de ônibus e caminhão, vejam só. Conseguimos chegar no status onde tudo podemos, isso está sacramentado. É dificil saber o que pode ser prioridade, e o que pode ficar em segundo plano. Tudo virou prioridade: trabalho, casa, família e filhos. Imaginem um desses quesitos em segundo plano? É mulher, o que você foi arrumar hein. Você acorda, você trabalha, você chega em casa, faz a janta e coloca a criança pra dormir, e ainda arruma um tempo pra dar uma caminhada. Ai lava a roupa, passa a camisa do marido e vai cochilar, pro dia seguinte, continuar. Tem que ser boa filha, boa mãe, boa esposa, boa avó, boa dona-de-casa, boa cozinheira, boa de cama, boa profissional. Olha quanta resonsabilidade. Independência, é se virar nisso tudo. Só que essa independência afugentam muitos homens. Em uma frase, Marina Colasante diz: " Se isso for verdade, então ficarão longe de nós os competitivos, os que sonham com mulheres submissas, os que não são muito seguros de si. Que ótima triagem." Boa sacada. Mas há quem acredite que ser um bibelô dependente tem lá suas vantagens. Eu não vejo nenhuma. Então, um brinde as mulheres independentes pois são alegres, desafiadoras, corajosas e vitais. As que não são, brinde também. Afinal, ser um bibelô dependente de quaquer coisa deve ser mais difícil. Eu, não tenho dúvida.

Natália Arantes

Homenagem a minha filha: Lorena
28 de outubro de 1990.
Pela 6ª vez estou voltando ao hospital, já estou envergonhada de voltar pra casa e as minhas amigas perguntarem: _Ué? Voltou? Nada?
Isso já vem acontecendo há um mês... Vou para o hospital com minhas bolsas, a minha e a do bebê, mas dessa vez não trouxe bolsa alguma.
Depois de algumas horas de gritos, gemidos e de vai nascer! Vc chegou! Já era noite...
Seu pai teve que fazer “contrabando” de lanchinhos, feitos com uma corda pela janela do 4º andar, eu não como comida de hospital e eles não deixam subir com alimentos.
A volta pra casa dessa vez foi diferente, eu trouxe vc comigo.
O nome nós já havíamos escolhido se fosse menina: Lorena, na verdade ia ser Lorienna, mas algumas pessoas me chamaram a razão e eu desisti, (graças a Deus, né?)
Depois de alguns meses descobrimos que tínhamos um bebê cheio de vontades e manias. Tais como: Após devorar uma manga, gostava de passar o caroço pelo corpo, como se fosse sabonete. Sempre que bebia água queria colocar a mão dentro do copo,as duas mãos, para lavá-las,etc..Mais tarde o cadarço do tênis de escola tinha que ser bem, bem apertado e a meia não poderia ter uma dobra se quer, isso parecia uma novela, todo dia...
Que criança chorona, chora pq não gosta que se encostem a ela no banco do carro e no sofá da sala... Chora pq colocamos apelidos, em nossa família isso é de praxe, todos sofriam bullyng. Reclama quando alguém faz sons com a boca, tipo limpar os dentes e mascar chicletes... Aí por diante... E o pior de tudo isso que algumas manias ela conserva até hj, só não sei se ainda usa o caroço da manga para se ensaboar.
Pois é, essa é Lorena... Amada por uns e incompreendida por outros.
Menina leal, generosa e solidária. Voluntariosa, indócil e autoritária. Um pouco da mãe, um pouco do pai, o resto herdou com a vida e com os mimos sempre atendidos na infância.
Eu a amo por tudo isso, e se não fosse isso, eu amaria de qualquer jeito.
Lorena; sinto muito orgulho em ter uma filha como você.
PARABÉNS, DEUS TE ABENÇOE, QUE SUA VIDA SEJA PRÓSPERA E INFINITAMENTE FELIZ.
AMO VOCÊ!!!

Laura Jacob

O POUSO DA PALAVRA

(Uma homenagem ao poeta baiano Damário Cruz)

A voz do poeta calou-se,
Cachoeira silenciou.
O poeta, já não canta mais o encanto do rio,
Que ao longo do tempo seus olhos seduziu.

Mas corre a boca pequena, uma curiosa cantilena.
Sobre um fotógrafo que habitando a alma do poeta...
Partilhava deste convívio nos cômodos do seu coração.
E encantado pelos sonhos...
Que o poeta aos ouvidos sussurrava.
Ansiava em levá-los aos olhos...
De quem os enxergasse com emoção.

Desde então...
Mesmo antes que o poeta em "Gran finale"...
Anunciasse sua partida,
Deixou o fotografo em Cachoeira, uma janela do tempo.
Onde através do espelho d’alma
Pode-se hoje contemplar o Pouso da Palavra do poeta.

Juray de Castro

Homenagem ao meu pai

Pai...Você se lembra quando nos falamos a primeira vez?
Lembra quando me disse palavras desengonçadas?
Eu lembro cada minimo detalhe, e até hoje trago guardado no meu coração...
Só quero que saiba que nenhuma das minhas palavras iriam expressar o quanto estou feliz por vocÊ está fazendo 47 anos...
Desejo que Deus te abençoe grandemente, e que você possa assimilar a cada dia tudo melhor...
Quero que vocÊ tenha uma vida digna e honesta...
Sei que a ultima coisa que você poderia imaginar hoje, era que depois de 15 anos estariamos tendo contato...
Espero que esteja muito feliz por Deus ter nos proporcionado esse momento...

"Pai" esta é uma palavra pequena mas que quando dita se transforma em uma infinidade de valores...

Que toda bondade e misericórdia de Deus, te ajude muito meu pai, você é amigo, e está sendo um pai muito admirado e respeitado por mim...

Hoje é o seu aniversário, eu queria expressar o que estou sentindo com uma pequenina palavra, e isso é felicidade, quero que Deus lhe proporcione toda felicidade do mundo, toda a alegria e toda a saúde possível.

Mas pai querido ao declarar este meu sentimento deixo fluir o meu grande amor, afeto e carinho que tenho por você, e desejo do fundo do meu coração que sejas feliz, que Deus te ilumine para que continue sendo sempre assim tão especial.

Feliz Aniversário!!

Giovanna bells

Hoje teve uma homenagem para o diretor Marcão e todos ficaram muito emocionados choramos muito!
Diretor nos te amamos muito !
vamos seguir em frente e vamos lembra sempre de você pois você nos ensino o melhor só um pai faz isso o que você fez!
você pode ta indo mais ficara sempre em nossos corações!
O Menandro não vai ser o mesmo sem você!
Agradecimentos da turma 8°m1 !

Alana e a 8m1

Don Juan - Esse poema é em homenagem ao meu querido amigo Don Juan Castelano




Don Juan


Olha-me em meus olhos
Que de tão puros, agora são em perdição
Abraça-me, como sol do deserto
Quente
Sedutor
Transforma-me em teus poemas
Faça-me a tua poesia
Traduza-me para que me entendas
Olhando assim o teu rosto angelical
Jamais se imagina o perigo de seu toque
És armadilha do destino
És sombra em dias de verão
És sonho
Jamais ilusão
Queira eu poder em teu caminho cruzar
Um abraço
Um sorriso
A me conquistar
És Don Juan de letras algozes ou heróicas
És simplesmente
Don Juan Castellano...

Letícia Andrea Pessôa

Hoje a minha homenagem vai a todas as mulheres, especialmente às:

Que batalham pelo seu lugar no mundo;
Que vencem pela sua garra...
Que tem coragem;
Que suportam as mais terríveis dores e ainda são capazes de sorrir, de acolher, de acalentar;
Que têm forças para encarar os desafios múltiplos que a vida oferece, ser mãe, mulher, trabalhadora e tantos outros papéis.
Àquelas cuja dedicação é incomparável, oferecendo os cuidados a um amigo ou familiar adoecido...
Àquelas trabalhadoras que suportam muitos sacrifícios, humilhações, assédios, ao longo do dia, simplesmente pela condição de ser mulher, de sua cor; mas que persistem e percebem que a fraqueza não é sua, mas daqueles que as agridem.

Parabéns, mulheres: duronas, céticas, "mal compreendidas", "mal amadas", oprimidas, que "silenciam"... que se reconheçam como vencedoras, neste mundo tão injusto e que percebam o seu poder de transformar, através dos seus...
Que possam ressignificar o sentido da sua dignidade, que vai muito além do reconhecimento do outro, mas de si mesma.

A todas nós:
Tenhamos coragem.
Tenhamos voz.
Tenhamos vez.

Erika Adrienne Santos

Aprendi que não vou conseguir agradar a todos!!! Que toda história contada, tem mais de um lado, aliás mais do que dois, três, pois cada um conta do seu jeito e pq não dizer se favorecendo, ou favorecendo as pessoa que gosta!!!Que por mais que tu se esforce em explicar algo, as pessoas só entenderam o que estiver de acordo com o que eles querem entender, caso contrário, não entenderão ou não farão esforço pra entender!!! Que amigos tem de todos os tipos, veja bem, amigos... tem os que estão sempre presentes, mas alguns estarão somente quando tu os convida pra ficar perto e que estarão presentes nas tuas dificuldades!!! Aprendi que posso achar o que eu quiser de qualquer um, pois qualquer um pode achar o que quiser de mim... Pq o que nos define são todas as experiências certas ou erradas e das atitudes que tivemos depois dessas escolhas, não os achometros... Que pessoas perfeitas não existem, então não me cobrem tal coisa... Que por mais que tu não queira, alguém sempre sai atingido com as frases que tu posta no teu facebook(mesmo não sendo indireta)!!! E que só quem tá disposto a ser amigo de verdade, é que respeita os outros com suas manias, imperfeições e erros, não significando que aceite os seus erros... Amigo é aquele que te puxa a orelha sim, que não quer te ver cair, que briga, mas faz as pazes, pq amigo é direção, mesmo tendo que te dar uns tapas pra ti acordar... afinal, pais são assim: Numa época que chinelada não matava ninguém e nem era crime, aliás, as chineladas nos desviavam de comete-los!!!

Claudia Homem

Relembrar é de alguma forma reviver... Com esse pensamento divido com vocês a ótima sensação que estou sentindo ao relembrar – e reviver – alguns poucos momentos e quem sabe (se não quebrarem mais nada na minha humilde residência) poderão ser mais vários de diversos momentos. Um grupo de otários, com alguns trocados nos bolsos e um enorme dom de fazer qualquer momento ser especial... Horas a fio de parceria, companheirismo, comprometimento com a amizade, mesmo que a pessoa tenha que acordar daqui há uns 78 minutos e quer beber até ver a ultima garrafa vazia.. Sem brigas, apenas diversão... Aí rapaziada, que orgulho sinto ao olhar para trás e ver momentos tão engraçados.. Mesmo que com aquela mesma imbecilidade deliciosa que só as pessoas de bom coração e mente aberta tem o privilégio de ter.

Lívia Chazan

"Dizem que amigos verdadeiros podem passar longos períodos sem se falar e jamais questionar essa amizade. Quando eles se encontram, independente do tempo e da distancia, parecem que se viram ontem, e nunca guardam mágoas/rancor. Entendem que a vida é corrida, mas que você os amará PARA SEMPRE."

Desconhecido

AMOR

Carlos A.P.Bueno/Grupo Amigos do Caminho

"É o que grita querendo o meu coração que procura alguém

que lhe dê amor, carinho e atenção.

Procuro por alguém como você, que seja bonita tanto

interiormente como externamente.

Ele tenta encontrar uma amor simples, não precisa ser

composto não tá!

Faça o seguinte se você se interessar mas não quer que os

outros percebam, dê uma risadinha discreta, se quiser que

todos saibam dê uma gargalhada. Seja qual for sua escolha,

você já é a escolha do meu coração. "

Carlos A.P.Bueno - membro do grupo Amigos do Caminho

Tenho dito inúmeras vezes o quanto sou grato pelos amigos que tenho, não apenas para dar-lhes entendimento sobre o fato, mas, para firmar esse sentimento que com o tempo transformou-se em irmandade. Não me atrevo a dizer ser um bom amigo, mas entre o "ser" e o "não ser", busquei todas vezes ser o melhor.

amizade amigos irmãos

Eu te trouxe a Flor do Amor.

É presente.
É simples.
É singela homenagem.
Lembrança.
O que seja, contanto que seja
recebida por teu coração
como fluido, excelente
doador de novas energias
e forças do Bem!

Recebe esta flor que vem
do céu. Transparente, bela.
Presente de um coração
que se preocupa contigo
e que está sempre ao teu lado
te indicando o caminho do Bem!

Quer saber quem sou?
Me chamo Amigo.
Anjo de Guarda do teu coração,
que conhece a fundo todas as tuas manias, segredos, baboseiras,
infantilidades, rompantes de generosidade.

Sou quem se preocupa
quando erras, e te mostra
pacientemente, o caminho de volta,
o refazer das coisas
no momento apropriado.

E a flor que te trago é a Flor da Amizade.
Surgida no coração que ama como te amo , como se ama a um filho ou filha.
Como se ama um amigo querido
com o qual me preocupo
e procuro auxiliar.

Recebe então, amigo do peito,
a flor que tem jeito de flor do coração,
pois encontrará dentro dela
um perfume diferente,
um cheirinho de amizade
que encantará teu coração!

Desconhecido

A Flor do Amor
Eu te trouxe a Flor do Amor.

É presente.
É simples.
É singela homenagem.
Lembrança.
O que seja, contanto que seja
recebida por teu coração
como fluido, excelente
doador de novas energias
e forças do Bem!

Recebe esta flor que vem
do céu. Transparente, bela.
Presente de um coração
que se preocupa contigo
e que está sempre ao teu lado
te indicando o caminho do Bem!

Quer saber quem sou?
Me chamo Amigo.
Anjo de Guarda do teu coração,
que conhece a fundo todas as tuas manias, segredos, baboseiras,
infantilidades, rompantes de generosidade.

Sou quem se preocupa
quando erras, e te mostra
pacientemente, o caminho de volta,
o refazer das coisas
no momento apropriado.

E a flor que te trago é a Flor da Amizade.
Surgida no coração que ama como te amo , como se ama a um filho ou filha.
Como se ama um amigo querido
com o qual me preocupo
e procuro auxiliar.

Recebe então, amigo do peito,
a flor que tem jeito de flor do coração,
pois encontrará dentro dela
um perfume diferente,
um cheirinho de amizade
que encantará teu coração!

DESCONHECIDO POR MIM

Eternas Saudades

Eu o amava
O máximo que podia
Ele era o melhor
O melhor que existia

Ele era incrível
Era especial
Mas um dia ela veio
Dizendo 'vamos,a hora chegou'

Vazio que nunca será preenchido
Ele não voltará
Nunca voltará

Seu tempo chegou
Seus dias passaram
Apenas saudade ficou

Algum dia
Não sei quando
O terei novamente

Poderei abraça-lo
Matar a saudade
O terei para sempre
Por toda a eternidade

Débora Soares

"" AGUILHÃO DA MORTE ""

Temos medo do desconhecido, do monstro da nossa incógnita!....
Dos arremedos que tem sido, a incompreensão abalável e inóspita!...
Medo da morte, do irreversível corte, umbilical, do simples cordão...
Medo do escuro, neste grande furo, cicatriz que condiz com este aguilhão.

.........""MORRE-SE TODO O DIA, QUANDO SE DORME E DEPOIS SE IRRADIA, PARA O ALVORECER QUE NOS BATE À PORTA!..... MORRER, É VIDA QUE PRINCIPIA, OUTRA MORADA EM NOVA DIMENSÃO, QUANDO O AMOR QUE NOS EXORTA, ROMPE O CORDÃO, E DELICADAMENTE O CORTA!"".......................shell

MarceloShell

FINADOS

'Finados', finos atos de respeito, de quem passou no mesmo leito, da nossa vida margeada de amor....
Chorar os mortos, sorrir quem passou, deixando uma roupagem, se fazendo miragem de energia em flor....
Nada se acaba, mas transmuta-se, na espiritualidade reservada, onde o campo vibratório posiciona o ser, por seres amados....
Comemoramos as suas passagens nestes sertões, na terra das suas evoluções, festa sagrada em encantos, o santo 'Finados'.

..............SORRIR OS MORTOS, NUNCA CHORAR, PORQUE A MORTE É TRANSIÇÃO!.....UM NOVO RINCÃO, UM BELO LUGAR, ONDE SE FAZ ESTAGIAR, O PENSAMENTO, O SENTIMENTO, O CORAÇÃO!.

MarceloShell

nascer ,crescer , viver e morrer
nascer é aprender
o que é certo , e o que é errado
enganar e ser enganado
ajudar e ser ajudado
crescer ...
crescer é viver
o que é bom
o que é ruim
Viver ...
é saber , compreender
e ser compreendido
é amar e ser amado
procriar para que seja comprida a evolução da humanidade
esta é a realidade da vida
Morrer ...
é a hora da saudade ,das prestações dos seus atos
Durante a sua permanencia da historia da sua vida
Gerações vieram e se foram
mas a palavra permanece
Tudo vai , tudo vem
Mas a palavra de Deus
Permanecerá para toda eternidade , para os que nascem felicidade , e para os que morrem saudade !

Antônio Niltom Barreto

Adeus, madrinha.

Rafael Henrique Lolico.

Viveu e batalhou,
Grande mulher de fibra.
Atravessou as adversidades da vida,
Com a fé que só tu possuía.

---‘’---

Perdeu filhos, parentes próximos
Mas ainda encontrou amor para amar a nós,
Tu és grande, madrinha!
E que o céu lhe receba em festa.

---‘’---

Sempre lembrarei de ti,
Das brincadeiras e risadas,
De todos os momentos
Em que o seu sorriso, me fez sorrir.

---‘’---

Obrigado pelo amor e atenção,
Jamais irei esquecer
E do seu jeitinho de mãe,
Que nos presenteou a cada momento

---‘’---

Me desculpo se faltei em minha função,
Se a atenção a ti não foi plena.
Saiba que sempre amarei-vos,
E que um dia quero encontrá-la e abraça-la.

---‘’---

Digo-lhe adeus,
Mas tu não foi para sempre...
Estará aqui conosco
Durante todo o tempo.

---‘’---

Adeus madrinha Lucinda.
Tu és grande!

LOLICO, Rafael. Adeus, madrinha. 12 de Novembro de 2013.

Rafael H. Lolico