Texto de Sexo

Cerca de 302 texto de Sexo

...são?

Não sei se é só
coincidência
ou até clarividência,
esses encontros no olhar.

Talvez mera aparência
ou quem sabe,
displicência
no meu modo de enxergar.
O fato
é que nosso olhar se encontra,
toda vez que ele se lança
no objetivo do buscar.

E buscando algo pra ver,
toda vez,
vejo você,
me encontrando no buscar.

Então?
Será que são coincidências?
Será que são as displicências?
Ou será que,
nus será?

Marco Paschoal

Muitos de nossos jovens têm sido consolidados pela “geração Eros”, pela era do amor lúbrico, lascivo. Estão “aprendendo” tudo sobre sexo na TV, nas revistas, na internet,...
Estamos vivendo uma era deplorável do estropício moral e ético familiar. Enaltecemos involuntariamente esse “deus” da promiscuidade devido essa lacuna que temos deixado.

Jackson da Mata

SOBRE O ESTÍMULO DA MÍDIA À PEDOFILIA:

Não haverá amadurecimento e autoconhecimento num mundo em que a satisfação das emoções e instintos constituírem a tônica dos anseios das pessoas.

E quais de nós são os mais vulneráveis ante o avanço da ditadura do relativismo? Não são os adolescentes e jovens que, no auge de sua energia e iludidos pela doutrinação midiática, estão mais propensos aos jogos de vale-tudo dos prazeres e aventuras inconsequentes?

Ebrael

SOBRE A "DEMOCRATIZAÇÃO" DO CU:

Não há dois cus iguais, embora escorreguem para a mesma função desacreditada (a função excretora) hoje em dia, natural, tão escondida que é. Há cus marginais que querem se coletivizar. Há cus que reivindicam respeito às suas diferenças impondo a igualdade tirânica. Há cus, mas não os vemos. Quando os vemos, dizem que são órgãos sexuais. Coitado do cu: se fosse órgão sexual também seria cortado, retalhado, operado e desfigurado. Não sendo órgão sexual, dele abusam como se o fosse, na raiva insana daqueles que não conseguem ainda fecundar a merda. Pobre cu: não é fertilizado nem mais aduba.

O cu não é coisa-em-si, mas recebe uma coisa em si como um ser humano incorpora um alien por meio das desgraçadas relações dos ditos seres “racionais” com sua liberdade, a qual, numa reação ainda mal compreendida, é transformada em libertinagem e delírio. A aparência do cu é fenômeno enquanto há vida; quando, então, a vida é violada, torna-se numa singularidade apocalíptica, um buraco negro que gesta vícios, doenças e adoração ao "Rabudo".

(Em "Por que não tomar no Cu?": http://wp.me/pwUpj-1lc)

Ebrael

A IGREJA DIANTE DA HISTERIA COLETIVA

Está cada vez mais patente que não importa mais a essa civilização o que seus olhos mostrem como real, mas o que suas mentes, de forma irrestrita, elejam como idílico. Como crianças eternamente imaturas, as pessoas relutam em refrear ou, ao menos, moderar seus desejos, e acham que a sociedade deve fechar os olhos aos desvarios de suas loucas fantasias para que não se sintam rejeitadas. Mas, em que resulta a negligência diante do que é real, senão em histeria coletiva e consequente demência?

(Em "A Igreja e a Histeria Coletiva": http://wp.me/p34aO3-1K)

Ebrael

O ÓDIO GAYZISTA CONTRA A FAMÍLIA

O homossexualismo não está de acordo com a Natureza, e nunca contribuirá com a perpetuação da espécie humana, segundo o tripé biológico pai-mãe-filhos. Parece maquiavélico isso? Mas, é a dura verdade! A família formada por homem e mulher é o modelo criado por Deus e que está na raiz de nossa espécie. O papel social e o direito à autodeterminação de qualquer ser humano devem ser resguardados. Mas, estou convicto de que, mesmo que os gays não considerem a geração biológica essencial, a mesma é para a perpetuação da espécie humana.

Poderão ter filhos (por inseminação artificial ou adoção) fora de suas uniões, mas nunca se realizarão num filho gerado de suas entranhas pelos dois, em sua união. Podem desdenhar esse fato, dar de ombros para isso. Mas, no fundo, todos sabem que isso mexe com nosso interior. Essa realização é o eixo em torno do qual giram todas as famílias humanas, e o homossexualismo não contempla esse eixo, causando, no futuro, imensos sofrimentos e decepções.

("Crítica ao Estatuto da Diversidade Sexual": http://wp.me/pwUpj-10H)

Ebrael

Hoje, compreendo que quem deseja servir à Luz em prol de seus semelhantes deve continuar Incógnito, anônimo. Deve orar em segredo e obrar nas sombras, como Papai Noel deveria fazer. Fazer o Bem sem olhar a quem. Afinal, de que importa se Jesus era casado ou não, se o que mais interessa é a prática de seus ensinamentos de salvação? De que importa saber o que Jesus fez ou deixou de fazer como homem comum, se o Espírito do Cristo, que nele habitava, abarcava a toda a humanidade, em sua qualidade de “Noivo”?

("Confissões e Caminho de Reintegração": http://wp.me/pwUpj-XV)

Ebrael

ESCORPIÃO E O SEXO

Escorpianos fazem do sexo um ritual sagrado de Vida e Morte, não do corpo, mas de suas Vidas. Eles encenam toda sua vida em minutos como um ato teatral do ciclo de sua Vida. Tirar a roupa é como despir-se de seus preconceitos e véus mentais. Estar dentro do outro é como aceitar ter o outro em si. O Orgasmo é como aceitar o prazer supremo do outro como única recompensa para o curto-circuito cerebral a que se expõem. Nisso, baseia-se seus espasmos físicos. Toda a natureza selvagem e puramente sincera imiscui-se com suas almas livres de máscaras. Ali, eles vislumbram a real união entre o Céu e a Terra, entre o puro e o profano, entre o animal e o racional.

("Como ser um Escorpiano?": http://wp.me/pwUpj-JB)

Ebrael

VIRGINDADE FUNDAMENTAL

Procuro a Eterna Virgem, calma;
Serena, ela já não está nos altares.
É Virgem na palma, no coração, na alma,
Cheia de filhos, nos céus, terra e mares.

Intacta e digna, brilhante, e me veio
A ideia divina, santa, feminina:
A Virtude está em nosso meio, seio
Puro, ensina que a torpeza abomina.

Passageiro é esse mundo, seco, duro.
Inefável, nela está o Prazer Maior,
Que prefere o raro, difícil e melhor!

Olhamos, tristes, por sobre o alto muro;
O que lá fora há já o sabemos de cor:
Ferido é o passado; Virgem, eis o futuro!

("A Virgindade Fundamental": http://wp.me/swUpj-2628)

Ebrael

SOBRE O ORGASMO

Neste momento decisivo, em que nossos cérebros quase entram em curto-circuito, em que entrevemos a iminência instintiva da Morte, os olhos fixos, a respiração suspensa, o Coração enrijecido, a dor pulmonar pelo excesso de oxigenação, nos mostram que o destino final dessa loucura é a Entrega. Aí, realmente, não interessa muito se foram multi-orgasmos ou apenas uma chispa; a União é o que importa.

(...)

Tudo se confunde, e o Orgasmo verdadeiro não pode ser dito como apenas delírio. Ele é o derretimento de nosso Ego, se esvaindo pra dentro do Vaso do Coração do outro, num amálgama alquímico. O Tempo para, a Terra se liquidifica pela ejaculação quente dos dois em espasmos báquicos, em contorções, sodomias bucais, penetrações do ar. O outro é como nosso espelho: o prazer visual do outro reflete nosso nível de Inconsciência. Somos o Outro. Somos o Tempo.

("O Orgasmo e a Eternidade": http://wp.me/pwUpj-sH)

Ebrael

Faça Amor todos os dias...
Mas faça Amor demoradamente curtindo cada milímitro do corpo do ser amado.
Cada respiração, o hálito, o aroma da pele, os relâmpagos das pupilas, os "ais" e até os "silêncios", sem se preocupar com o ponto final. Que no verdadeiro Amor é substiuído por uma vírgula, quando os orgasmos e os êxtases continuam vibrando dentro de nós.
Onde o "Fazer Amor" é de fato um ato sagrado e não uma simples masturbação no sexo da parceira.

Alessandra Dias de Souza

Não perca seu tempo correndo atrás do que não lhe traz
Tempo precioso que sempre nos vai.
Morra de prazer se tiver que morrer, sexo não vai lhe fazer sofrer
Invente o que a mente sente, mente que faz de nós ciente.
Todas as vezes sinta prazer, o prazer que não cobra, não chora.
Sexo é a palavra de arte do dia, dia preferido, dia escolhido.

Ricardo Teixeira.

Tão fácil e tão complicado.

As mulheres não são difíceis, você é que complica demais.
Acha que ela precisa de muito.
Ela só precisa do que você tem pra oferecer.
Tenha algo para oferecer.
Amor, Diversão, Sexo, Carinho, Compreensão.
Após oferecer isso a ela,
Você tem um retorno em Amor, Diversão, Sexo, Carinho, Compreensão dependendo na mesma intensidade, menos ou até maior, vai depender da demostração da sua auto confiança em conquistar a dela.
Note que isso não se compra!
Note que qualquer homem pode oferecer isso a uma mulher.
Ela gosta do que você dá a ela, independente do que seja, ela sempre vai querer.
Ofereça o seu melhor e claro exija (com carinho) isso dela também!
Tão Fácil e as pessoas complicam tanto.

Flávio Nascimento

Amo a Chuva!
Chuva é um fenômeno meteorológico que resulta da precipitação das gotas líquidas ou sólidas da água das nuvens. Durante o fenômeno, gotas pequenas crescem por difusão de vapor de água. Ao cair, a profusão de gotas refresca os ambientes, alimenta lagos e rios, mata a sede, escorre pela terra, lambe os corpos e convida ao entrelaçamento de braços e pernas e libera sons mágicos.

Alexandre Scaldaferri

na escuridão sinto o prazer do teu corpo,
domino cada sentimento no fundo da tua alma,
sentimento é puro prazer ate madrugada...
toque como uma musica no teu coração,
anjos tocam seus desejos profanos,
tudo lhe da prazer, em toque esgano
em mil prazeres na tua alma,
somos vividos no gozo sem limites,
tudo tem suas formas, seus desejos,
vastidão sem fim se delicia,
numa cama com correntes,
nossos sentimento tem suas próprias vontades,
amantes muito mais do que prazer,
uma fronteiras sem limites.
por celso roberto nadilo

Celso Roberto Nadilo

Doce Pecado

Quero teu beijo molhado, gostoso, intenso, profundo.
Teu corpo cheiroso, quente, ardente, provocante que
me enlouquece e enaltece meu desejo.

Desejo de ter Você do meu lado e que em mim você
aqueça seu corpo gelado.
Quero teu olhar no meu, meu cheiro com o seu
e nosso ato de amor fazendo meu corpo suar sobre
teu corpo que sua no meu, sentindo o prazer e o açúcar
deste doce pecado.

Mas na verdade pecado de fato não existe, basta que olhe
com olhos, olhos que olham além das vitrines.
No fundo mesmo, pecado é não ter teus lábios, com meus lábios
Sentir a sensação de deixar seu corpo arrepiado.
E na solidão de nós dois, na escuridão desta noite, imaginar
aquele teu sorriso mais escancarado a me encantar.

Na minha cama acende a chama para me queimar.
Faz nas tuas garras eu ficar, cair e não ter do que lamentar,
Afinal, com você o pecado é doce é o pecado de Amar.

Roger Stankewski

Transformações do amor

Extasiante é a sensação da paixão, sentimento onde não a ponto final apenas uma longa reticências, é um sentimento derivado onde a saudade é seu grande expoente, um minuto pode corresponder a horas.

Saudade é algo curioso, faz-te sorrir e às vezes chorar, onde aquele simples sorriso ou olhar intimo que ela(e) lhe dá em pensamento, é algo capaz de transformar o seu dia.

O amor, para vivê-lo há vários requisitos mínimos, mas a vida não pergunta se você os possui, e não há idade mínima ou máxima uma hora ou outra ele aparece. Ele pode ser o fim ou o início de uma longa caminhada, pois o amor não vem com um manual de autoajuda, e confie conselhos não ajudam, por que de fato ninguém sabe o que acontece no intimo de um casal, e ninguém tem a coragem de se abrir inteiramente com outra pessoa, ou seja, o benefício é sempre para o locutor da estória no momento.

No amor o sexo fica mais intimo, mais intenso, mas cuide para que a necessidade física de ambos seja sempre um prazer e não uma obrigação.

É também no amor que se conhece verdadeiramente alguém, então não confunda os sentimentos, se o sexo é bom, mas faltam palavras, entenda é simplesmente excitação.

Estar ao lado de alguém exige paciência e compreensão, então o amor deriva do que? A possibilidade de associar este sentimento há algumas palavras é nula, e lembre-se para o amor o seu melhor nunca é o suficiente, sua escolha, você possui essa paciência e compreensão?

A vida nunca lhe perguntou isso certo.

Wellington S.R.

O Resultado Ineficaz

A vida se colore com o verdadeiro sentimento conquistado dia após dia, vez após vez sem pular etapas.
Saciar o desejo momentâneo é se eximir de ser a musa e o pintor de produzir sua melhor arte, dando vazão para rabiscos e traços mal delineados.
Ser o melhor não precisa necessariamente ser singular,mas especial e verdadeiro.

Massáo Alexandre Matayoshi

Ponto central em nossas vidas, motivo de procriação e prazer, o sexo se resume a meras descargas elétricas no cérebro com liberação de dopadores químicos.
Essa busca incessante evoluiu e gerou a complexidade das afeições, o senso de proporção, a seleção e a beleza.
Mas agora, escravos desses instintos, vítimas desses desequilíbrios, no limite dessa estupidez, precisamos nos libertar.

Elcio Souza Geremias

O amor e a atualização de status

Tem muita gente querendo namorar só para dizer a todos que agora está em um: relacionamento sério. Muitas dessas pessoas não querem crescer juntos, enfrentar problemas juntos, ver o companheiro crescer, mas só pensam em si mesmas, querem ter alguém só para se sentir amadas, ou porque querem curtir, beijar, ter uma companhia, abraços e uma "química".

Busque alguém que queira o seu bem e que te deseja o melhor. Pois quem ama de verdade quer ver o outro feliz e sabe que um namoro sem os valores, é um relacionamento que destrói e machuca ao invés de construir.

Quantos casais tinham tudo para dar certo, mas deixaram de impor limites e hoje vivem como casados e cheios de conflitos? Pularam a etapa da amizade, do diálogo, tudo por causa de sexo. Qual o resultado? Ciúmes doentio, falta de confiança, perda da amizade, carinho, respeito e infelizmente muitos se separam terem perdido o "gosto".

Experimentaram "tudo" antes do relacionamento e agora não querem nem saber de firmar um compromisso pra vida toda. É como comer um delicioso pacote de bolacha recheada antes do almoço e ficar tão cheio que se perde a vontade de almoçar...

O mundo poderá dizer que esperar o casamento para se ter relação sexual é algo quadrado, careta e coisa de gente ultrapassada. Eu sei que muitos dirão: Mas como eu vou saber se tal pessoa é a certa pra mim, se antes eu não conhecê-la na cama? É aí que todos erram. Por isso, não haja por impulso nem escolha alguém por sua aparência, pois ela engana muito bem. É preciso envolver com alguém que compartilha dos mesmos interesses que você.

Flavio Barbieri