Texto de reflexão

Cerca de 1320 texto reflexão Texto de reflexão

Texto do século:

Você se encontrará a pessoa certa quando tomar vergonha nessa cara e deixar a pessoa errada ir embora.
A sua vida não é ruim porque estás mal acompanhado, a sua vida é ruim porque você é uma péssima companhia.
Lembre-se não existe dependência para ser feliz.
Lembre-se 2 – O ano não começa em janeiro, começa quando você fecha a porta de seu passado.

Professor Glauco Marques

Eu nem sempre posso deixa um texto,
Mas o tempo tem me feito sentir saudades...
Sei que nem sempre mantenho contato,
Mas esse sentimento faz diminuir essa distância...
Também sei que nem sempre um 'oi' como antes eu deixo
Mas espero que nunca diga-me adeus...
E sei também que não posso ser um amigo perfeito,
Mas espero que a amizade e o carinho que compartilhamos antes,
Nunca chegue ao fim.

Bruno "Somniator" Alves de Souza

Amor faria um texto,mas hoje um poema

Deserto

Um deserto,sim
seria pensar em não ter
Você para mim
juntos até o fim

Eu jamais aceitaria
Uma possibilidade dessa
Seria uma vida
deserta
sem o brilho dos seus olhos
sem o encanto do seu sorriso
minha vida se resume nisso
Meu Amor o meu vicio

Deserto não aceitaria
minha vida sem minha pandinha <3
ela é perfeita,SIM
eu te quero só pra mim
não aceito nem dividir

porque você é minha
e pra sempre quero te ter
Onde encontra-se a vida
sem você ?

Amanda
Meu mundo é você
sem você por perto
a Vida é um deserto
e nada posso enxergar
pois seu brilho e oque
me guia e me faz
todos os dias sorrir
por o fato de ter você pra mim.

Pandinha inspiração

Esse texto vai falar provavelmente sobre você. Não venha querer rebater meus argumentos porque você não sabe de nada, você não sabe o que eu passei por você, você não sabe a dor que eu senti, a dor que eu ainda sinto. Você não sabe, você nunca quis saber, você não faz nem questão. Nunca foi de se importar mesmo, com você sempre foi "eu em primeiro lugar" egocentrica!
Ama ser amada, mas odeia amar, não ama ninguém, só pensa no que tem, nada além do que não for melhor pra sí. Só pensa em ti. Nem pensou em mim. Sofri calado. Sofro calado. Choro no meu quarto sozinho. Minhas lágrimas, minha dor, o silêncio e a melancolia da noite são minhas únicas companheiras.
É triste, sim, é!
Mas, mais triste ainda é ter que te ver por aí. É ficar mal sempre que vir você sorrindo, toda feliz, toda falsa. Toda se achando, toda toda.
Talvez um dia esse amor, essa tristesa e essa dor se trasformem em ódio. Anseio por isso. Mas, enquanto eu não consigo te odiar, eu vou usar essa dor como inspiração. Sim, afinal ela tem que servir pra alguma coisa.
Já botei na cabeça que te odeio, agora é só esperar virar verdade.
Quem sabe um dia. Quem sabe hoje, Quem sabe amahã, quem sabe...

Elielton Lopes

Acabo de ler um texto intitulado: "Estatuto do Nascituro: mulheres são apenas um vaso de planta".
Confesso que senti vontade de rir dos argumentos baratos e das comparações rasas que foram feitas. De repente tenta-se vender a imagem de mulheres vitimas de um criminoso, o feto, esse tão mortal e indesejado, tão vil e traiçoeiro, que mesmo não tendo consciência e não participando dos deslises de seus pais paga o pato e o preço da morte. Isso porque morrem milhares (ainda não sei onde) de mulheres ou perdem sua liberdade, seu futuro, sua vida.
Oh quão vil tal feto, que pobre mulher! Dá-lhe o direito de matá-lo logo, esse tão cruel ser.
Lógico que o assunto tem que ser muito mais aprofundado e que temos sim pós e contras, ainda que doa, temos que levar em conta que em casos de estrupo o assunto muda um pouco, mas resumindo tudo pra caber aqui, poupem-me desse papinho de saúde pública. Cristão ou não a vida continua tendo que ser valorizada.

Jônatan Felipe Ribeiro

ESCREVER...

Escrevo porque aqui, nessas linhas, posso ser eu. Escrevo porque o texto me compreende, muitas vezes melhor do que pessoas. Escrevo como se minha dor fosse embora junto com as palavras. Quando meu grito é abafado lá fora, venho e grito aqui dentro. Grito meus sonhos, meus amores, meus medos, meus anseios. Grito sem medo. O texto me explica, me lê. Extrai coisas de mim que eu nem sei, e acabo descobrindo aqui. Talvez uma parcela de gente nunca entenda quão prazeroso é escrever. Escrever vai além de riscar folhas. Escrever é ser você em um pedaço de papel. É poder contar suas histórias tristes e alegres sem ser interrompido. É ter um ombro também pra chorar quando não se acha ninguém por perto. Escrever sobre escrever parece redundante. Mas e daí? Escrever é ser livre. Livre pra ser exagerado. Livre pra ser sentimental. Livre pra amar. Livre até pra voar. Até quando eu ainda tiver coordenação motora nas mãos irei escrever. Até quando minhas mãos estiverem trêmulas irei escrever. Entenda ou me ache louca quem quer. Eu irei escrever também sobre o quão tolas são as pessoas que acham que não sabem escrever. Ora, escrever não é ser você? Então. Simplesmente seja você em linhas. Ah. Vá entender!

Amanda Drielly

Eí por favor não ignore esse texto…
Que bom vejo que você começou a ler…espero que chegue até o fim.Vai te surpreender muito,acredite!

Era uma vez eu…é sim a história surpreendente é sobre mim…não vai parar de ler por causa disso vai?Por favor continue…Então..Era uma vez eu!Sonhadora,batalhadora que acreditava que todos os sonhos podiam se tornar reais,que corria atrás de tudo o que queria até conseguir…(Se tiver muito chato me avisa tá?!)

Eu um belo dia encontrei um garoto lindo, simpático e que fazia meu coraçãozinho pular feito doido…Eu queria muitooo estar perto desse cara…Passei a sonhar com eles de olhos abertos…E como eu disse pra mim…todos os sonhos podem se tornar reais.(Parece romance água com açúcar né…Calma que piora melhora)

Então eu decidi correr atrás desse meu sonho…Eu consegui realiza-lo…sim foram as 3 semanas mais lindas da minha vida..(é tudo acaba…e nada é para sempre..aprenda isso agora cedo).

Eu fiquei muito triste com isso, comecei a não acreditar mais em sonhos…pra mim não se tornavam reais..Passei dias muito tristes…Chorava muito durante muito dias até que…..(Tá achando que eu vou contar que apareceu outro garoto,mais lindo,que me amava e me dava valor né?Pois é isso não aconteceu.)

Eu então postava coisas super depressivas nas redes sociais ,fazia questão de mostrar pra todo mundo que eu estava na pior ,como se alguém fosse se importar,então continuando a belíssima e empolgante história…Eu decidi que teria que escolher entre continuar chorando sozinha e escutando musicas super depressivas e deprimindo todo mundo a minha volta,ou mudar e viver alegremente.

(Você acha que a minha história é parecida com aquela da menina que antes era feia e ignorada,sofre uma decepção e muda deixando todo mundo de queixo caído né? Pois não é..Se você conseguiu ler até aqui com certeza não vai querer perder o final.)

Eu decidi que iria virar essa história…que iria mudar todo o contexto,as coisas deveriam ser boas pra mim…Afinal a garota principal tem que ter um final feliz…

Eu decidi que ficaria sozinha…(Pareceu sem graça agora né?)

Mas é a verdade…com o tempo a gente vê que não é preciso encontrar um príncipe encantado pra ser feliz…Que existem sonhos que não depende exclusivamente da gente…Mas que precisamos correr atrás deles,mesmo que depois a gente se arrependa do que fez,por causa das consequências…(Não foi um final muito surpreendente néh?Mas é o MEU final…a MINHA história…é o FELIZES PARA SEMPRE DE UMA PESSOA SÓ!)

The end.

Elaine Santos

Amor sólido

É comum ouvirmos a citação do belíssimo texto do capítulo 13 da primeira carta aos coríntios em cerimônias de casamento. Todavia, esse texto foi originalmente endereçado a uma igreja. Por isso, podemos dizer que esse escrito paulino carrega a referência sobre a necessidade de caminharmos amorosamente em qualquer tipo de relacionamento. Segundo o apóstolo, o caminho do amor é "sobremaneira excelente." (I Co 12. 31)

Contudo, esse caminho parece ter sido esquecido pelo ser humano contemporâneo. Vivemos em um mundo "capitalcêntrico" que nos julga num piscar de olhos pelo que temos e não pelo que somos. Afinal, a engrenagem de ouro que faz a sociedade funcionar é o consumo. Todos os anos somos convencidos de que o celular que possuímos já não serve, de que nossas roupas já estão fora de moda, de que nosso computador está obsoleto, e de que para fazer a engrenagem girar devemos consumir ainda mais. Entretanto, um grande problema causado por esse "modus vivendi" é que esse tipo de lógica migra para nossas relações e gera o que o sociólogo Zygmunt Bauman chamou de amor líquido. As pessoas vivem relacionamentos sem solidez e que não perduram pelo fato de, mesmo sem saber, estarem consumindo o outro.

Se quisermos fugir dessa liquidez, devemos relembrar as orientações de Paulo sobre o amor. Para ele "o amor não busca os próprios interesses", "tudo crê, tudo espera e tudo suporta". Por isso, o outro não é consumível e descartável, mas imprescindível. Como escreveu Erich Fromm em A arte de amar: "O amor imaturo diz: eu te amo porque preciso de ti. O amor maduro diz: preciso de ti porque eu te amo." Ou seja, nunca construiremos relações consistentes e maduras se ao primeiro sinal de insatisfação com o outro simplesmente o descartarmos.

Portanto, que "emanemo-nos amor", como diz uma canção popular e percebamos a importância de construir relacionamentos sólidos e profundos que perdurarão para a eternidade como nosso maior legado.

Pr. Marcio Cappelli - Ministro de Adolescentes e Jovens

Não sei se você conhece este texto de um tal William Shakespeare, caso não conheça leia pois é muito bom.
Abraços

Depois de algum tempo, você aprende a diferença, a sutil diferença, entre dar a mão e acorrentar uma alma. E você aprende que amar não significa apoiar-se, e que companhia nem sempre significa segurança. E começa a aprender que beijos não são contratos e presentes não são promessas. E começa a aceitar suas derrotas com a cabeça erguida e olhos adiante, com a graça de um adulto e não com a tristeza de uma criança.

E aprende a construir todas as suas estradas no hoje, porque o terreno do amanhã é incerto demais para os planos, e o futuro tem o costume de cair em meio ao vão. Depois de um tempo você aprende que o sol queima se ficar exposto por muito tempo. E aprende que não importa o quanto você se importe, algumas pessoas simplesmente não se importam... E aceita que não importa quão boa seja uma pessoa, ela vai feri-lo de vez em quando e você precisa perdoá-la, por isso. Aprende que falar pode aliviar dores emocionais.

Descobre que se levam anos para se construir confiança e apenas segundos para destruí-la, e que você pode fazer coisas em um instante das quais se arrependerá pelo resto da vida. Aprende que verdadeiras amizades continuam a crescer mesmo a longas distâncias. E o que importa não é o que você tem na vida, mas quem você tem na vida. E que bons amigos são a família que nos permitiram escolher. Aprende que não temos que mudar de amigos se compreendemos que os amigos mudam, percebe que seu melhor amigo e você podem fazer qualquer coisa, ou nada, e terem bons momentos juntos.

Descobre que as pessoas com quem você mais se importa na vida são tomadas de você muito depressa, por isso sempre devemos deixar as pessoas que amamos com palavras amorosas, pode ser a última vez que as vejamos. Aprende que as circunstâncias e os ambientes tem influência sobre nós, mas nós somos responsáveis por nós mesmos. Começa a aprender que não se deve comparar com os outros, mas com o melhor que pode ser. Descobre que se leva muito tempo para se tornar a pessoa que quer ser, e que o tempo é curto. Aprende que não importa onde já chegou, mas onde está indo, mas se você não sabe para onde está indo, qualquer lugar serve. Aprende que, ou você controla seus atos ou eles o controlarão, e que ser flexível não significa ser fraco ou não ter personalidade, pois não importa quão delicada e frágil seja uma situação, sempre existem dois lados.

Aprende que heróis são pessoas que fizeram o que era necessário fazer, enfrentando as conseqüências. Aprende que paciência requer muita prática. Descobre que algumas vezes a pessoa que você espera que o chute quando você cai é uma das poucas que o ajudam a levantar-se.

Aprende que maturidade tem mais a ver com os tipos de experiência que se teve e o que você aprendeu com elas do que com quantos aniversários você celebrou. Aprende que há mais dos seus pais em você do que você supunha. Aprende que nunca se deve dizer a uma criança que sonhos são bobagens, poucas coisas são tão humilhantes e seria uma tragédia se ela acreditasse nisso.

Aprende que quando está com raiva tem o direito de estar com raiva, mas isso não te dá o direito de ser cruel. Descobre que só porque alguém não o ama do jeito que você quer que ame, não significa que esse alguém não o ama, contudo o que pode, pois existem pessoas que nos amam, mas simplesmente não sabem como demonstrar ou viver isso.
Aprende que nem sempre é suficiente ser perdoado por alguém, algumas vezes você tem que aprender a perdoar-se a si mesmo. Aprende que com a mesma severidade com que julga, você será em algum momento condenado. Aprende que não importa em quantos pedaços seu coração foi partido, o mundo não pára para que você o conserte. Aprende que o tempo não é algo que possa voltar para trás.

Portanto... plante seu jardim e decore sua alma, ao invés de esperar que alguém lhe traga flores. E você aprende que realmente pode suportar... que realmente é forte, e que pode ir muito mais longe depois de pensar que não se pode mais. E que realmente a vida tem valor e que você tem valor diante da vida!"
William Shakespeare

retirado de Willian por carlos cesar lima

Da mesma forma que precisamos utilizar de forma adequada a pontuação para escrevermos um texto claro, também precisamos nos valer da pontuação no decorrer da vida.
Quando as pessoas precisam usar uma pontuação, mas se valem de outra, a vida delas torna-se uma bagunça literária, uma confusão de fatos, uma mistura de verbos, na qual pouca coisa faz sentido.
Para algumas experiências usamos a vírgula. É, damos uma pausa, esperamos pra ver o que vai acontecer e, depois, seguimos em frente.
Em outras, é preciso um espaço de tempo maior para que tudo se encaixe, olha aí a vez do ponto e vírgula no nosso cotidiano. Aumentamos o espaço e verificadas as possibilidades, ou acertadas algumas questões, retomamos determinado caminho.
Mas eu acredito, vejo e percebo, que o ponto final fica bem esquecido. Talvez seja a pontuação mais necessária e a menos utilizada.
Pessoas que não sabem colocar ponto final na história arrastam problemas por anos e anos.
É sabido que há um tempo determinado para cada coisa debaixo do céu, talvez a gente demore um pouco pra entender que chegou a hora do ponto final, talvez a gente estenda um pouco a pausa, mas com um pouquinho de observação e realismo, somos capazes de entender a hora do ponto.
Quem coloca ponto final de forma adequada : sofre menos, se desgasta menos, cria menos problemas para si e não se torna cansativo.
O ponto final liberta. Encoraja. Permite novos vislumbres. Na vida, ele não finda, antes inicia uma nova fase.

Fabiana Paiva

eu gostaria muito de escrever um lindo texto agradecendo a todos meus amigos '' Virtuais '' que mesmo longe conseguem ser melhores que aqueles amigos que moram perto de mim , os melhores momentos da minha vida eu nao passei na balada , nao passei em acampamentos , em praias e nem em clubs , os melhores momentos da minha vida eu passei na frente do computador rindo sozinho sobre coisas sem sentindo e compartilhando todo o meu riso com amigos de verdade que nao se importa se sou pobre , se sou negro , se tenho cabelo duro se escrevo certo ou errado , amigos virtuais sao assim nao liga pros seus defeitos apenas te ama do seu jeito e compartilha tudo com voce mesmo sem nunca te olhado nos seus olhos sentimentos a sinceridade porque o amor esta no ar amigos virtuais eu AMO voces seus lindos e lindas maravilhosos voces sao tudo pra mim ♥

#POR ▬ Bello Garcia

BelloGarcia

Procurei uma frase para iniciar este texto e resolvi falar essa: "eu tenho a melhor namorada do mundo"

vou te falar um pouco dela.
Ela é linda, minha princesa.
É timida, e eu amo isso nela.
Ela é muito sensivel, o que me faz ama-la mais ainda.
Ela é romantica, o que a deixa mais linda ainda.
É muito modesta, toda linda e se acha feia.
Mas sei que no fundo ela se acha bonita.
(...) A menina mais linda (...) do mundo todo.
Sei que parece exagero, mas nao é.
Eu a amo muito, mais que tudo. Nunca trocarei ela por nada nem por ninguem.
Eu ja falei o quanto a voz dela é linda? (...)

Entao, eu falando tão bem dessa,menina linda, a melhor namorada do mundo, você pode perguntar: como uma mulher dessa pode te amar?
Quem nunca ouviu falar em milagre? Obra de Deus?

Cada dia que passo fico mais apaixonado por você, meu Amor. (...)

Ezequias Clarindo

O SEGREDO DESTE TEXTO
16 de outubro de 2011 às 10:09


Sem nenhum tropeço, posso escrever o que quiser sem ele, pois rico é o português e fértil em recursos diversos, tudo permitindo, mesmo o que de início, e somente de iníciO, se pode ter como impossível. Pode-se dizer tudo, com sentido completo, como se isto fosse mero ovo de Colombo.
Desde que se tente sem se pôr inibido, pode muito bem o leitor empreender este belo exercício, dentro do nosso fecundo e peregrino dizer português, puríssimo instrumento dos nossos melhores escritores e mestres do verso, instrumento que nos legou monumentos dignos de eterno e honroso reconhecimento.
Trechos difíceis se resolvem com sinônimos. Observe-se bem: é certo que, em se querendo, esgrime-se sem limites com este divertimento instrutivo. Brinque-se mesmo com tudo. É um belíssimo esporte do intelecto, pois escrevemos o que quisermos sem o "E" ou sem o "I" ou sem o "O" e, conforme meu exclusivo desejo, escolherei outro, discorrendo livremente, por exemplo, sem o "P", "R" ou "F", ou o que quiser escolher. Podemos, em estilo corrente, repetir sempre um som ou mesmo escrever sem verbos.
Com o concurso de termos escolhidos, isso pode ir longe, escrevendo-se todo um discurso, um conto ou um livro inteiro sobre o que o leitor melhor preferir. Porém mesmo sem o uso pernóstico dos termos difíceis, muito e muito se prossegue do mesmo modo, discorrendo sobre o objeto escolhido, sem impedimentos.
Deploro sempre ver moços deste século inconscientemente esquecerem e oprimirem nosSo português, hoje culto e belo, querendo substituí-lo pelo inglês. Por quê?
Cultivemos nosso polifônico e fecundo verbo, doce e melodioso, porém incisivo e forte, messe de luminosos estilos, voz de muitos povos, escrínio de belos versos e de imenso porte, ninho de cisnes e de condores.
Honremos o que é nosso, ó moços estudiosos, escritores e professores. Honremos o digníssimo modo de dizer que nos legou um povo humilde, porém viril e cheio de sentimentos estéticos, pugilo de heróis e de nobres descobridores de mundos novos.

Descobriu?


Veja a resposta abaixo













O texto não tem a letra A.

Desconhecido

TEXTO PARA VOCE

Antes de tudo quero que me perdoe por eu ser assim: auto-protetora, assustada, egoísta. Me perdoe por nao saber o que fazer como toda atenção e amor que voce me deu, e por ter dado espinhos em volta. Sabe, aprendi a viver sem coração, sem sentimentos e quando eu fico bem do jeito que estava com voce, quando sinto sentimentos nas minhas veias eu me assusto entao foi ai que te afastei de mim. Voltei pro meu mundo, meus fantasmas e meus problemas. Eu juro que queria estar com voce e te amar mas nao consigo. Queria te explicar toda essa dor e todo esse vazio mas nao acho uma palavra, um ato ou uma imagem, nao queria que isso suasse tao dramatico mas eu nao consigo, e tambem nao consigo te deixar tambem.

Ariane Prado Costa

SOBRE SONS E ATOS.

Ah, não comece a ler esse texto como você costuma ler os outros, porque eu não quero falar sobre exatamente nada, mas ao mesmo tempo sinto a necessidade de por as letrinhas aqui e formar algumas palavras, algumas frases ou até mesmo versos. Quem sabe? Então por favor, leia como quem nunca leu. Leia como quem nunca me leu. Não espere muito de mim aqui porque eu já fui muito mais e isso pode gerar uma decepção enorme e você sabe que só se decepcionam aqueles que criam expectativas e talvez por aqui você conheça as historias nas quais eu sempre coloquei minha mão no fogo, mas por enquanto só continue lendo mesmo, da forma como lhe pedir e porque nesse engodo todo já passamos pelo primeiro parágrafo.

Gosto quando sinto aqueles impulsos que me trazem de qualquer forma para essa cadeira e me fazem esquecer tudo o que não tenha relação com essa tela de luz forte, que na madrugada, forçada pelos impulsos quase me cega. Gosto até quando sinto que algo vai acontecer ou quando ele já esteve bem próximo. – Não se confunda. Não estou selecionando nada para por aqui, apenas deixo os meus dedos serem conduzidos pelos efeitos e energia que a minha mente produz.

Ultimamente eu vivi muita coisa absurda. A-B-S-U-R-D-A. Com todas as letras. Coloco os meus fones e aperto o play porque assim flui, entende? Muitas pessoas escrevem assim, a minha concentração é bem maior. Talvez seja exatamente coisa de quem escreve, mas não me atrevo a ler e ouvir musica ao mesmo tempo. Não mesmo. Não tenho todo esse poder ainda, porque o que não há em outras pessoas, há em mim e isso eu ainda não posso comandar. Não quero ouvir uma musica que vá me fazer chorar agora, não preciso disso. Estou em um momento bom e assim quero permanecer. Eu quero é viajar em uma letra que conceda isso.

Já ouviu C O O L – Le Youth? Ouvi hoje de manhã, pela primeira vez. Gosto de musicas que me fazem pensar que já as conheço há séculos e esse tipo de musica não me desfaço nunca. Música para mim é como paixão ao primeiro toque, mas tem que ser boa. Ai você se pergunta como eu vou saber se nem ao menos vi a letra. Apenas sei, não tem explicação. E pra que mesmo? Já parou para pensar que o amor não possui uma? Não se dê o trabalho de explicar, pois cada um sente uma coisa diferente e isso é obvio. Porém muita gente ainda não entende que o ser humano não é somente a sua aparência e suas regras, mas a gente sente, sente o tempo todo e isso pode ser com qualquer pessoa. Agora você poderia se apaixonar por mim, mas a gente não escolhe por quem ou com quem isso pode acontecer por isso não há explicação.

Já pensou em viver duas histórias totalmente irreais? Sei que você tem a sua vidinha e que não se importa com mais ninguém, mas eu sempre falo quando acho necessário. Mas o que você tem a ver com isso mesmo? Não me lembro. Não me lembro de quase nada, igualzinho ao dia em que, quando criança fui mexer onde não podia e acabei com uma telha por cima da cabeça. Mas isso não é só coisa de criança. Isso é coisa de gente. Gente que não aprende que mexer no desconhecido muitas vezes machuca e que cutucar onça com vara curta é perigoso, só que gente parece gostar de perigo, porque gente ama. E você quer perigo maior? Um, dois, três amores. Isso é caso de vida ou morte. – Chama a SAMU, por favor! É perigo demais meu querido e eu espero que você suporte as consequências.

Eu sou uma louca mesmo, afinal do que eu estou falando? Por que se eu não sou, ainda vou ficar. 640 caracteres de quase nada. Veja o que a musica diz: “Ela sabe o que penso e o que eu penso sobre um amor, duas bocas. Um amor, uma casa, sem camisa, sem blusa. Apenas nós, você vai descobrir. Nada que eu realmente queira te contar.” E agora você entende porque não é fácil? – O que não é fácil? Ler um livro e ouvir musica ao mesmo tempo, três amores ou amar duas historias que não lhe pertencem? Oh cérebro, por favor, não me confunda eu quero acompanhar o seu raciocínio e os meus leitores também – Se isso fosse para um plural, maybe darling ¹

(Mas quanta audácia coração)

Coração: – Quem disse que elas não são suas?
Cérebro: – Elas? De quem você fala?
Coração: – Todas as historias. Elas lhe pertencem, pois é você que dá vida a elas e não há mais ninguém com tamanha coragem. Isso é tão absurdo.
Cérebro: – Você entende por quê?
Coração: – Não. Eu apenas sinto tudo o que você produz.

Entenda por que repito tantas vezes a palavra “talvez”: A gente que é gente quase não tem certeza e vive sempre fazendo tolices por ai e por achar que tem certeza de absolutamente tudo, mas é fato que não temos. Não tenho certeza nem da razão pela qual estou escrevendo isso, assim como você não tem pela qual está lendo.

Se eu tivesse que escolher qualquer coisa agora, escolheria cantar para você e talvez minha voz soasse mais bonita. Que musica gostaria de ouvir agora? Oh, esqueci que tomei muito refri com gelo na semana passada e até hoje estou gripada. Desculpe-me. Como eu ia lhe dizendo lá no comecinho de tudo, que tudo iria ser diferente, e você o que achou? Espero que não tenha se perdido no meu caos, porque eu me perdi no seu há muito tempo e se você não estiver por aí para me salvar, é o fim. Minha mãe sempre me disse que não existem super heróis. Nunca me convenci disso e todas as noites criava historias sobre ser uma jovem com poderes magníficos que poderia conquistar o mundo e proteger todas as pessoas ao seu redor. Mas na verdade minha mãe tinha razão, só na parte de ser um super herói, porque eu percebi que não era necessário ter poderes ultra, mega, super, hiper especial. Eu só precisava parar de esconder a força o meu verdadeiro eu e arranjar um amor, mesmo que ele se tornasse mal resolvido mais tarde. Talvez isso provasse alguma coisa, mas até hoje eu continuo parada no mal resolvido, mas já conquistei muita coisa, com o efeito, que todo esse mal causa. É tão vivo que matar é uma de suas especialidades.

Eu queria que toda sociedade pudesse ouvir a musica que eu pus para tocar. Eu imaginei todos eles dançando e sentindo a melodia que sabe que pode torna-los frios. Sem ter que se preocupar ou se incomodar com vida de ninguém e por três minutos e trinta e dois segundos seriam só nós, meu bem. Mas a gente poderia usar um pouquinho de maldade, apertar o replay e se perder. E quando estivéssemos enjoados, porque você foi o primeiro a dizer que não se apega a ninguém, nós voltaríamos para nossa vidinha pacata, sem riscos, sem explosões, sem perda de memória, sem poderes especiais, e com mais uma história para dar continuidade mentalmente. É uma pena você não saber lidar com as suas historias, mas se você quiser viver uma nova com a velha figurinha, a gente pode fazer tudo de novo. Você sabe onde me encontrar. Sempre soube. Nós podemos parar a sociedade e viver um absurdo por quanto tempo houver fogo, até ceder todas as paredes desse mundo dando livre acesso a nossa passagem, sempre no ritmo da musica em que pus para tocar. Esquece tudo o que eu falei lá em cima sobre correr perigo amando e vamos correr o mundo, e enquanto eles dançam, nós somos nós de verdade.

¹ tradução: talvez querido

Jaqueline Vieira

Esse texto está sendo redigido, às 3:00 da manhã do dia 16. Talvez foi a mesma hora da nossa primeira troca de palavras, no dia 15 de junho.
Confesso que antes da festa, imaginei como ir falar contigo. Como me expressar. Lembrei de você em outros momentos. Não sei ver alguém que gosto, sem planejar todo o futuro, somente olhando uma vez. Vejo namoro, casamento, filhos, momentos. Sim, parece ridículo, mas sou um tanto quanto ridículo, brega, como queira. Talvez por isso, depois do beijo, eu já havia bebido, falei em casamento. Ri muito disso.
Se eu fizer qualquer declaração em um texto, fazendo um dia que te conheci, acharás de extremo exagero. Não, não sou exagerado, apenas trago em mim, todas as verdades do mundo, ao invés de sonhos, como já disse Fernando Pessoa, em Tabacaria.
Eu dancei, mas fiquei tonto, não queria dançar, você também disse que ficava tonta. Tontos. Foi a maneira que vi, para me aproximar, me aproximar de alguém que senti admiração ao ver, mas depois das palavras, confirmei a admiração.
Meus olhos, mesmo embriagados, denunciaram-me, como sempre, não sei disfarçar um olhar. Teus olhos, dificilmente olhavam nos meus, medo que eu roubasse um beijo.
Mas depois de tanta inconveniência, aceitou meu beijo. Sim, revi os planos, os mesmos de quando te enxerguei.
Depois disso, perguntei o que faria, você falou e eu não estava incluído no plano. Me retirei. Chega de inconveniência, eu também não teria me levado à sério.
Como eu disse, na festa, nunca acham que você está falando a verdade, quando não acham que está bêbado. E com toda a certeza, achaste isso, com razão.
Com isso, não tive medo de pensar em ti novamente. Nem tenho, pois penso. Pensei em não me entregar sem recíproca, mas o que é o pensamento, diante do sentimento. Pois por aquela boca, pode-se jurar sem esperança, por aqueles olhos pode-se prometer estrelas, pois aquele sorriso, pode fazer a alma sorrir.
Eu digo que não procuro quem namorar, que faço o que a vida planeja e deixo a porta aberta. Mas quando gosto de uma pessoa, que tem valores, planos, metas, simplicidade e doçura, não tenho como não pensar em tudo novamente.

Kevin Martins

Sou assim mesmo!
Texto de Gilberto Braga.
***************************
Sou assim...
Sou + coração
e - razão.
Sou mais a sinceridade que respeita,
do que a " franqueza que magoa,
Não escolho o lugar ou zona de conforto e + seguro,
por isso nunca fico ,no conforto, " em cima do " muro,
quando é preciso dar a minha opinião,
não me omito e nem me escondo,
pois é assim que sou,
Mais amor e menos ódio,
menos razão e mais coração,
sou sincero, e não sou perfeito,
procuro fazer o certo e o direito,
mas as vezes erro, outras vezes eu acerto,
me corrijo , mas, infelizmente ou felizmente, volto a errar,
essa é a minha natureza,
pois foi assim que fui criado por DEUS !
agir com alma ,e com o coração.
mas de uma coisa eu tenho a certeza,
nunca me omito, e sempre que posso eu grito...
grito e choro com a minha alma,
mas sempre sorrindo com o coração,
Ganhando ou perdendo,
sorrindo ou sofrendo,
vou caminhando e vou aprendendo,
que preciso ser livre e ver livre o meu coração!
Texto no site: O Pensador
pensador.uol.com.br/colecao/gilbraga
www.celebrandoavidaeoamor.blogspot.com.br

Gilberto Braga celebrante

O texto que você "nunca" vai ler

Ainda vou olhar todas as suas fotos durante os dias e ficar pensando no se....
No que poderia ter sido, ainda vai doer, já doeu uma vez a muito tempo por querer e o querer vai doer hoje por não poder estar, tentar, sei lá ...
Acontece que não nos conhecemos nos momentos certos na vida, mas mesmo assim algum tipo de paixão platônica nos invade mesmo nas doses homeopática em que nos demos....
Vou realmente sentir saudade, até porque a dúvida e o "se" pode nos corroer, pelo menos comigo acontece.
Não sei se vou te esquecer novamente por isso quero te guardar no meu "um dia" mais lindo e mais frequente.
Ainda vai continuar em mim aquela pequena centelha de reencontro que tive uma vez e continuarei tendo...
Não tivemos nem tantos momentos, mas por motivos errados ou certos me fez acreditar em algo bom só mesmo pelo prazer da presença.
só me fez acreditar, não sei nem o porquê , pode ser loucura minha ou só a paixão platônica por você.
PS: RS,loucura minha...

Mariana Guerreiro

A vida e o espelho.
Texto de Gilberto Braga.
************************

Aos poucos vamos perdendo a coragem,
de olhar sem maquiagem,nossa vida,nosso sorriso,
um rosto nosso, nosso retrato que no passado ficou,
Nossa vida num espelho,fotografou,
a constatação de que aquele jovem semblante ,
não volta nunca mais,
então olhamos uma antiga fotografia..
e nos perguntamos?
Esse (a) era eu ?
Tínhamos uma beleza, um sorriso,
que o tempo nos roubou e não nos devolveu mais..
e olhamos a triste verdade,
que o tempo, numa dura realidade,
nos roubou aquela antiga imagem,
que o próprio tempo não nos devolverá jamais..
E assim vamos vivendo,
a cada dia um pouco morrendo,
e com mêdo do espelho,
nem a maquiagem é capaz,
de nos devolver a beleza e a esperança,
de que um dia voltaríamos a ser criança,
e não ver as rugas que o tempo , no espelho nos traz!
È assim que vamos vivendo,
um dia nascendo, outro dia morrendo..
nos enganando e tentando enganar os nossos espelhos,
de um rosto que não volta nunca mais.
O rosto de nossas almas,
a beleza de nosso coração,
nós não sorrimos mais de alegria,
mas vivemos a agonia,
de quem sabe talvez um dia,
quebraremos esses espelho,
que não mostra mais , o nosso coração!
******************************
A vida e o espelho .
Gilberto Braga

Celebrante Gilberto Braga

Li um pequeno texto esta manhã que me permitiu refletir! Ele dizia, em resumo, que eu deveria parar o que estivesse fazendo e olhar o céu, perceber suas cores. Sentir a temperatura do dia em minha pele.
Assim eu fiz, o dia está frio, senti este vento gelado que meu deu calafrios, mas ao reparar as árvores e os pássaros, sentindo o cheirinho de almoço preparando no restaurante ao lado, logo assim, tão cedo, me fez compreender que estou viva. Apesar, de triste, existe uma alegria maior, que é viver e poder escolher recomeçar.
Uma vez ouvi dizer, que por definição viver é começar de novo. Pois bem os primeiros passos são vontade e coragem. Acho que nenhum desses dois me falta.
É realmente, talvez eu esteja louca, hoje me definiram assim. Pode ser que se eu estiver louca eu não saiba, mas não me sinto louca, doente. Existe algo em mim maior do que qualquer coisa que me digam: o sentimento. Sempre fui assim, sempre senti. Então, se eu estivesse louca eu sentiria.
Por tanto, sinto só fúria, a chata fúria da desilusão, do sentimento de perda, do estômago embrulhado infeliz. Sinto a dor da decepção e de ver sonhos corrompidos, presente virando passado e bate um medo do amanhã. Eu sempre vou escolher estar feliz, mesmo que isso não seja possível. Não sou de vestir máscaras, ah isso nunca vou, mas sou de vestir vontade, vontade de viver bem.
A minha missão é ser feliz, a missão de todo mundo é essa. E a partir da nossa felicidade proporcionar da mesma forma para o outro.
Vou recomeçar, realmente viver com intensidade o dia, sem medo, ainda triste, pois existem sentimentos inevitáveis. E se eu estiver louca, que tenham pessoas que entenda esta loucura, compartilhe ela comigo e a complete. Nunca pedi para ser normal. Na verdade acho tão chato ser normal.
Até hoje minha maior loucura foi a sinceridade e o amor. Se isso é ser louca, quero enlouquecer ainda mais cada dia.

Jaciara Gomes