Texto de reflexão

Cerca de 2152 texto reflexão Texto de reflexão

TODO PSICOLOGO É LOUCO? NAO SE ILUDA NEM UM POUCO
(Texto escrito por Liliana Alzira Cunha para o Informativo INSIGHT em Junho de 2010-Unipac Bom Despacho)
"De medico e louco todo mundo tem um pouco”. Essa frase é bastante conhecida,direcionou-se também aos psicólogos,originou-se entre os psiquiatras.A Freud atribui-se a afirmativa de que "de perto ninguém é normal".Mas daí inventarem que todo psicólogo é meio doido,já é demais!Ficar falando isso de forma descuidada e pejorativa é, no mínimo, tolice. Muitas vezes um sujeito chamado de "louco" é bem mais lúcido do que um pseudo equilibrado,que se intitula "normal".Normal?Que palavrinha mais questionável, e seu conceito é bem arbritario (Eu nunca quis ser normal) As pessoas formadas em psicologia percorrem por um caminho que envolve submeter-se aos processos psicoterapêuticos, ver e estudar a doença mental de perto. Aprendem a enxergar que por trás das melhores aparências podem morar historias muito tristes,sabem que todos nos maquiamos a realidade e que sonhos são como verdadeiros "mapas da mina".Sabemos que nada em nossa vida passa despercebido,que nada é tão simples e que não esquecemos absolutamente nada,nos guardamos em alguma gavetinha do nosso inconsciente,com uma plaquinha do lado se fora indicando que tipo de sentimento refere-se àquele material guardado.O ser que estudou psicologia com afinco e mergulhou em suas profundezas de alguma forma,tem a certeza de que "entre o céu e a terra há mais misterioso que a nossa vã filosofia",como disse o grande gênio Shakespeare.Portanto,por esse saber e entender,esse individuo psicólogo pode ver a vida de forma um pouco diferente.Louco?Não, nem um pouco!Ele só tem uma relação mais intima com que é interno, observa o contexto por uma ótica cientifica, mais requintada, treinada, como se usasse uma lupa imaginaria. E quando esse psicólogo deflagra algo que alguém não quer ser ou não concorda,então,esse alguém se rebela,pois não queria ter consciência daquilo que diz"nada a ver","você ta viajando".Esperam que ele seja serio,concentrado,sorria contidamente,fale com clareza,não tenha duvidas sobre nada,muito menos problemas pessoais.Será que existe alguém assim? Costuma exigir um super equilíbrio dos psicólogos, eles não podem ter falhas?Isso significa falhar em seus consultórios? Um medico não pode ter problemas de saúde, um economista passar por uma crise financeira, um advogado sofrer um processo?Psicólogos podem sim ter duvidas e problemas, mas o que vai diferenciá-los das outras pessoas pode ser a forma de resolver, entender, solucionar e manejar esses problemas. Ser psicólogo pode e facilitar,mas ele continuara sendo humano,cercado de outros humanos que constroem a vida com ele.

Lili cunha

VERDADE MÁGICA
Meu primeiro texto, maio de 1996.

Abrigar-se num mundo definido por pessoas
cenários e sentimentos
Que só a emoção traz como presente.
Ao redor de uma vida, muitas buscas e um só sentido
Além dela, uma tal felicidade se mostra radiante.

Se existe um mundo perfeito
É lá onde tudo acontece
O encanto jamais se quebra
Por que a magia não é frágil
O afeto se afirma como majestade das expressões
E o amor, como limite de uma alma sempre serena

Lá, a vida aponta sempre os melhores caminhos
Àqueles com arco-íris e pote de ouro no final
Nada foge a certos detalhes e a grandes momentos
É como abrir um livro no melhor da história
E de repente se sentir parte dela
Nesse mundo, os olhos admiram tudo que vêem
E o coração ama tudo o que sente

Querer encontrar algo ou alguém que faça diferença
É se achar num ciclo de pensamentos suaves e sonhos perfeitos
Que buscam sempre felicidade com final de história
É subir no telhado e buscar o que já não é mais
Possível aos olhos alcançarem através da janela

Fazer parte de um mundo assim
É se encantar por estrelas que podem ser vistas e até amadas
Mas só quando se tenta tocá-las
É que se percebe o quanto estão distantes
São todas estrelas cadentes entre estrelas comuns
Raras, rápidas e especiais
Cada uma com um jeito único de brilhar

Mas se a realidade pura e simples teima
Em não perdoar quem tenta negá-la
Agarrando-se a sonhos e sentimentos
É só pensar que pode
E a tão banalizada ilusão chega como a única
Capaz de preencher espaços e suavizar lembranças

Aqui, acredita-se numa verdade mágica
A de que na vida de todo mundo existe um anjo
Pra fazer a gente viver, sentir e acreditar
No que não vê.

Luverly Menezes

As vezes fico assim, tentando passar para um texto simples o que realmente passa por minha cabeça. O que estou sentindo? Confusão, falta, saudade, medo, insegurança, preciso me encontrar, preciso focar novamente em meus objetivos, tenho sonhos e quero realiza-los, Muita coisa mudou, eu mudei, aprendi e aprendo a cada dia que passa, sinto falta de muita coisa que passou, mas a regra da vida é simples, o que passou, passou, se passou é porque não foi importante e não seria agora. Queria tanto que as coisas fossem mais simples, tenho controle das minhas atitudes, mas não do meu coração, realmente não sei o que ta acontecendo comigo, juro que estou me segurando, mas não mandamos no sentimento agente não consegue controlar, como controlar isso, como não gostar, sou um idiota ? acho que sim, tentei trancar meu coração e ser contrario a esta paixão, sei que vou me arrepender depois mas preciso pensar e resolver isso, preciso por uma certeza em minha cabeça não gosto de duvidas, me sinto acuado, confuso, isso não sou eu, tenho vontade de abandonar tudo sumir para o mundão, esquecer meu nome, esquecer que um dia estive por aqui, escuto coisas que não deveria, agüento coisa que normalmente não agüentaria se fosse um tempo atrás. Queria tanto saber o que acontece comigo?! Tenho um coração bom, com um tempo acabo gostando de quem não gosta de mim, não é fácil mas tenho que acostumar com isso, a vida é dura e sem dó.
Preciso viver sem expectativas, viver não vivendo, sem amor sem nada, isso é viver?!
Aonde eu erro? Aonde tenho que melhorar? Ou piorar?
Que mundo vivemos? Aquele mundo de indecisão, medo, falsidade, falta de carinho com o prox, muita descriminação, esta é a realidade, um mundo sem amor e sem nada!

T Novelli

Oi,
Esse texto agora, não é pra ser bonito, profundo, ou com rimas.. O que vou escrever agora será uma simples declaração de Amor, para a pessoa mais importante da minha vida - Bruna K. A.

(B)enção; (R)uiva; (U)nica; (N)oiva; (A)mor, 'A'miga, 'A' pessoa mais importante da minha Vida.

Hoje, data que estou escrevendo esse texto, estou a 9 meses, 10 dias e 12h23 horas ao teu lado.

Princesa, você mais do que ninguém sabe o quanto sou ruim com as palavras. Adoro escrever textos, musicas, mas quando se trata de fazer algo do tipo para você, parece que nunca é o suficiente, pois quando escrevo por escrever, canto por cantar, o que sair esta bom, "pega nada" rs, mas eu não aceito o mesmo quando se trata de Você.
Como posso dar/oferecer qualquer coisa, de qualquer forma para a pessoa que veio e mudou TODA a minha vida, minha história, fazendo e descobrindo em mim, o melhor...

"E foi com você que descobri a melhor parte de mim!" / “Em você posso ver o meu reflexo!”

Na boa Princesa, quero te dar o Mundo!

Sei das minhas limitações, sei que não sou o menino mais forte, o mais inteligente, nem o mais bonito... Mas também sei que sou o que Mais TE AMA nessa vida e que eu daria e faria toda e qualquer coisa, nem que fosse para conseguir um único sorriso teu!

Desde aquele dia 11/06, algo invadiu meu pensamento, tomou conta da minha mente e fez do meu coração, refém.

"Como pode, alguém chegar assim do nada e se tornar meu Tudo?!!!" - lembra dessa Amor ? rs

Pois é, eu poderia escrever textos e mais textos, canções e mais canções e nunca seria o suficiente para lhe dizer em verdade todo o AMOR e todos os outros sentimentos que tenho por ti!

Olhos Lindos, Pequena, Princesa, Vida, Davizinha, Picucha, Bebe, Neném... aii Moozinho, me perdoa pelos que eu esqueci... Mas é aquilo,
da um branco na mente, as palavras se embaralham e nao consigo escrever, ou melhor, descrever exatamente o que estou sentindo!

Olha tudo o que você causa/provoca em mim!!!!...
Sua culpa viu! de ser essa Namorada atenciosa, cuidadosa, amorosa, que não mede esforços e que mesmo me deixando muito irritado por isso, pensa no bem de todos ao seu redor, antes de pensar em si mesma!

Me espelho muito em você.
Queria que você tivesse uma pequena noção do quanto tenho aprendido ao teu lado nesses poucos meses...
Psiu.. "poucos" comparados ao tempo que ficaremos juntos!

hmm.. FOREVERMENT está bom pra você?


Vida, queria que soubesse que você é o meu Orgulho, minha motivação, a inspiração que encontro todos os dias e que me faz abrir os olhos e enfrentar o mundo.

Você é o meu Presente mais valioso, a Benção Mais preciosa que Papai do céu com sua enorme misericórdia me deu; juntamente com a missão de te fazer feliz e realizada.

O verdadeiro amor não julga a imperfeição do outro, mas também não as aceita. Amar de verdade é querer dar e fazer do outro o melhor, corrigindo em Amor e aceitando sim, as imperfeições que praticamente se tonam invisíveis a um olhar apaixonado.

Hoje, sinto que te "vejo", da mesma forma como no primeiro dia... Completamente BOBO; só que 'infinitalhões' de vezes mais!

Você é a Mulher da minha Vida e a razão do meu existir.

Uma verdade é que não consegui dizer nem metade do que realmente queria nesse texto; Mas que independente disso, o que eu de fato queria fazer, no final desse, daquele ou de qualquer texto, silencio, musica...


"Quando ouvi a tua voz, tocou meu coração,
Uma emoção tão forte que eu nunca senti...
O anseio de minh'alma, ensinou-me a superar,
E me mostrou várias razões pra que eu pudesse esperar...

O tempo de Deus na minha vida,
O tempo de Deus pros meus sentimentos,
O tempo de Deus para o milagre,
O tempo de Deus vai se cumprir...
O tempo de Deus pras minhas promessas,
O tempo de Deus pra minha cura,
O tempo de Deus pra me exaltar,
O tempo de Deus... posso esperar...!"


Bruna Ketlyn Almaza,
De uma vez por todas...

Sem mais enrolação!


Aqui, publicamente, pra quem quiser ver...

VOCÊ ACEITA SE CASAR COMIGO?



I 9 U ' s2.

HudAas

TEXTO::

Saibas, então, ser semeador do amor. Propagador do sorriso – daqueles largos que mostram até os cisos. E que o céu da tua boca seja estrelado como as noites do interior. Aproveite tudo o que vier em tua vida. Porque nesta viagem só de ida até quando se anda para trás está indo para frente.

O relógio corre e a vida encurta. Não fume cigarros. Não beba demais. Nem dê ouvidos aos velhos cansados como eu. Seja são sete dias da semana. Mas reserve algum tempo para fugir da racionalidade. Apaixone por si mesmo 24 horas por dias. Mas separe boa parte do amor próprio para espalhar ao mundo. Não dê flores. Mas tenha um jardim. E uns bichinhos.

Compre livros caros. Tenha carinhos raros. Tenha caminhos tortos. E caninos afiados. Não fale mal dos outros pelas costas. Critique-o com mais sabedoria do que quando for elogiá-lo. Elogio-o sempre quando for criticá-lo – nada está de todo mal. Esteja sempre perfumado, mas sem entupir o elevador. Vá de bicicleta. Suba de escada. Tenha orgulho dos teus pais e do teu país. Aprenda política para discutir com os políticos.

Eduque teus filhos para que eles tomem suas próprias decisões. Tenha relógio, caneta e caderno de anotações sempre ao alcance. Ajude as pessoas quando elas caírem em tua frente. Dê lugar aos idosos e às mulheres em transportes públicos. Prefira teatros à boates. Mas se puder, vá nos dois.

Quando tiver insônia, veja filmes antigos na TV, escreva ou reze. Mas não fique na cama. Não desperdice teu tempo. Não gaste muito dinheiro com roupas. Nem com sapatos. Nem com cortes de cabelo. Aprenda uma língua estrangeira. Ou duas. Ou doze. Mas, primeiramente, domine o teu idioma nativo. Viaje o máximo que puder. Tire fotografias engraçadas e embaraçosas. Tenha uma música para a vida inteira. Vá a shows e grite como uma menininha.

Leve bombons num primeiro encontro. Elogie a roupa dela e o seu perfume. Mas não esqueça de notar nos brincos e nas sapatilhas. Não leve-a ao cinema. Leve-a à um café. Conversem. Depois, vá ao cinema. Pague a conta. Conheça o máximo de pessoas que puder. Mas confie em poucas. Arrume seu armário antes de procurar um amor. Arrume um emprego antes de procurar um amor. Arrume-se todo antes de procurar um amor. Case com a tua melhor amiga. Ou se torne o melhor amigo da tua esposa. Cale-se quando quiser xingá-la. Faça surpresas ao meio-dia. Compre vestidos em dias comuns. Tome o sorvete na mesma casquinha. Trabalhe mais do que deseja e menos do que suporta. Aproveite os caminhos de ida e de volta. Leia, planeja ou recupere teu sono.

Alimente-se bem nos dias de semana. Deixe sempre teu celular no silencioso. Lave as mãos sempre ao chegar em casa. Durma no sofá enquanto ainda é uma escolha. Acorde tarde enquanto ainda é uma escolha. Viva enquanto ainda é uma escolha. Toda dor pode ser suportada enquanto é ainda sentida.

Hugo Rodrigues

TEXTO::

“Não é o fim do mundo. Você não morreu. Muito provavelmente ele não irá morrer também. Você não está despedaçada como diz estar. Copos de vidro se despedaçam. CDs, celulares, óculos, computadores, aviões e carros, também, são destruídos. Mas você não. Pelo menos, não fisicamente. Pelo menos, não no sentido real. E a vida é real, né? Tem uns pingos de fantasia causados por sessões de comédias românticas e livros do Nicholas Sparks, mas a vida é real.

Você tem a unha a fazer. Tem o cabelo a cortar. Tem aquele vestido novo que saiu no catálogo da tua loja predileta para comprar. Tem a casa para arrumar. Tem tuas amigas para te ouvir chorar e berrar um pouco - ou muito. E tem uns tantos outros amigos para te elogiarem quando você precisar de alguém falando que seus olhos castanhos são tão bonitos quando você não está com a maquiagem borrada por causa de lágrimas desnecessárias. Então, pra quê chorar?

Há muitas garrafas de vodca, também, caso queira dar uns goles na loucura. Tua cabeça irá doer depois. Mas é ressaca. É uma resposta física do teu corpo sobre a quantidade de álcool que você ingeriu na noite anterior. Fique tranquila. Essa enxaqueca não é remorso, nem nada emocional. Chore, vomite e beba bastante água que você irá melhorar. Ou tome mais álcool que dizem funcionar também. A escolha é tua.

A tua vida não se resumia a ele. Eu te juro de pé junto, isso. Você pode até se sentir incompleta, mas está aí, disposta, viva e respirando. Com algumas olheiras e umas ideias loucas a mais, mas está bem. O tempo cura tudo que o tempo pode curar. Daqui a pouco, ele vai ser só mais um rapaz com mãos bonitas e um cheiro gostoso que passou por tua vida. Você vai ver. Enquanto você chora por um cara, há mil outros caras esperando, apenas, uma chance para te fazer sorrir.

Não sou nenhum aspirante a psicólogo-sei-tudo-sobre-as-pessoas. Acho Freud um saco e Jung um louco. Mas sobre o amor e teus sintomas, parece que eu já nasci com diploma e mestrado. Já amei demais quem nem gostou do meu cabelo bagunçado. Já amei de menos quem já sonhou comigo durante noites eternas de inverno. Já chorei como uma criança órfã e perdi dias de sol e noites estreladas. Mas não me destruí. Destruí porta-retratos, pratos, cartas e até aquele conjunto de tulipas do meu time predileto que ganhei no Natal. Mas meu coração ficou intacto. O teu também ficará.

Logo, logo, aparecerá outro cara que gosta tanto de adoçante como você. Outro que também não consegue ficar uma noite inteira sem resolver alguma briga qualquer. Outro que te dará a mão e o mundo inteiro ao redor será anulado. Outro cara com cabelo bom para acarinhar e com olhos infantis. Outro com um sorriso talhado e com gosto musical estranho. Você vai ver. Vai senti-lo. Vai respirá-lo. E vai amá-lo como se fosse a primeira e a última vez. Porque o coração é uma casa forte e espaçosa e sabe, vez em quando, renovar seus moradores.”

Hugo Rodrigues

O início de um livro me fez concluir.

Resumiram minha vida a um texto de 3 bilhões de letras
Todas elas ordenadas num código de 4 letras
Dizem que demoraria 31 anos para terminar de ler
Nesse tempo você nem teria tempo para ver...
Ela passar, flutuar, respirar outros ares...
Até formar uma pilha de papel do tamanho de um prédio de 53 andares.
Cada um desses andares diz algo sobre mim...
Os meus defeitos, os meus conceitos
As minhas dores, as minhas cores
Como vou andar, como vou chorar...
Às vezes bate a ventania, é papel pra todo lado!
Quem é que arruma a bagunça? Deus!
Ta lá, a pilha de papel na ordem certa, andar por andar.
O homem quer ser o vento e insiste em bagunçar
O que somente Deus pode ordenar.

João Paulo das Chagas Macena

Sempre tenho uma palavra na ponta da língua e um texto na ponta do lápis.
Não quero desapontá-los, mas agora que quis me descrever, já não sei o que escrever.
Não imagino como achar o fio da meada sem cair no fio da navalha dos rótulos.
Literalmente vou ter que desobedecer a essa regra de etiqueta.
Deixar isso de dizer quem eu sou em suspenso, pois tudo o que penso, repenso e dispenso.
Nada é tão eloquente, nem eficiente, que eu julgue suficiente para me definir.
Eu não caibo nesse texto e não pensem que é pretexto para nada dizer.
Assim, eu que não sou tão alta, posso falar assim por alto, do alto da minha sabedoria de quem muito pouco sabe, mas muito ainda quer saber, que sou apenas única... e sou muitas!
Porque eu não quero ser só mais uma.

Ramayana Vargens

leitor frente ao texto e ao mundo, significando-os de acordo com sua prática social. Essa leitura é
o meio capaz de trazer liberdade e realização ao ser humano, tornando-o um cidadão crítico para
atuar na sociedade em que vive.
A escola, por sua vez, é a instituição responsável pelo aprendizado da leitura, envolvendo
também, proporcionar uma educação cidadã, em que o educando ultrapasse os limites da
decodificação dos códigos lingüísticos, chagando à compreensão do texto e à capacidade de
criticar o que leu. “Uma prática constante de leitura na escola deve admitir várias leituras, pois
outra concepção que deve ser superada é a do mito da interpretação única, fruto do pressuposto
de que o significado está dado no texto”. (PCNs, 1998, p. 57). Sobre esse papel da escola, Celso
Antunes diz que “a sala de aula necessita ser a oficina do amanhã” (2003, p. 07).

celso antunes

Medo


Medo. Acho que é essa a palavra ideal para começar este texto. Todos nós temos medo de algo, medo de se ferir, medo de se magoar, medo até mesmo de se apaixonar, e assim como todos eu também tenho medos, tenho medo de perder os meus pais, medo de magoar alguém e de me magoar, medo de amar e não ser amado e principalmente tenho muito medo do futuro.
O que vem a ser o futuro? O que nos aguarda mais adiante? Tenho me perguntado muito isso nesses últimos tempos, nessas ultimas semanas, ultimas horas e até mesmo enquanto escrevo este texto.
Eu tenho tentado encontrar uma lógica para o futuro, algo que me leve crer que o melhor me aguarda. Nesses últimos tempos tenho pensado em tudo o que me aconteceu nesses meus poucos anos de vida. Nossa ! Como tudo passou tão depressa, como tudo mudou e parece que vai continuar mudando e não podemos fazer nada para parar, afinal são coisas da vida. Tenho me feito a mesma pergunta a anos: E depois o que vai ser?. Parece que tudo ao nosso redor vai sendo consumido pelo tempo, amigos, família, conversas, paixões e até mesmo as coisas ruins.
Será que realmente alguem já parou para pensar em tudo o que mudou em sua vida? Eu posso afirmar que, mesmo tendo vivido pouco, muita coisa mudou em minha vida e creio que se pararmos para pensar notaremos que tudo mudou só que simplesmente fomos nos acostumando com tudo.
Pare pra pensar. Onde estão aqueles veeelhos amigos? Amigos dos quais você não podia ficar um instante se quer longe. Onde estão aqueles momentos em que podíamos fingir que não pertencíamos a este mundo? Penso que, tudo que vivemos hoje é muito importante, mas quando o dia de amanha se aproxima cada vez mais nos afastamos do que hoje é importante para nós. Veja você mesmo. Quantos amigos você amava, você tinha por perto , que você estava sempre protegendo e hoje não os vê e muito menos se falam ? Pense como a sua vida mudou, como o mundo a nossa volta mudou.
Nós, jovens e adolescentes, reclamamos muito da escola, ninguém nega isso, mas pare e pense. A escola é como se fosse um segundo lar e todos que estão lá são como fossem nossa segunda família, pense que a escola é algo que nos obriga, de certa forma, a conviver com pessoas diferentes, com gostos diferentes, maneiras de se vestir diferentes e ate mesmo religiões diferentes, mas ela também nos faz criar algo muito forte, a amizade. É dessa amizade que esta baseado todo este texto e é por essa amizade que escrevi tudo isso.
Eu perdi muitos amigos, amigos que eram e são muito importantes para mim, amigos que conheci na escola, nas ruas ou até mesmo aqueles que conheço desde pequeno, mas amigos que se perderam nesse futuro louco e que fazem falta. Eu sei que a separação é inevitável, sei que todos nos iremos para caminhos diferentes e mesmo que tentemos ficar juntos muitos se separaram e não se encontrarão mais, e é isso que dói. O futuro é bom e não nego, mas também é ruim porque quando ele vem ele nos arranca muitas partes importantes, penso que assim como uma arvore que perde os seus galhos para crescer forte assim somos nós, mas como é ruim a sensação de perda. Amanha mesmo posso ir para algum lugar distante e tudo que é realmente importante para mim e tudo o que julgo ser essencial para minha vida tenha que ser deixado para traz. Tanto uma oportunidade de emprego, quanto uma oportunidade de estudo, sempre haverá algo que teremos que escolher, algo que nos obrigara a deixar muitas coisas de lado para poder acompanhar o ritmo da vida.
Penso no dia de amanha como algo incerto, algo que não sabemos o que será. A cada descisao que tomamos estamos construindo um novo futuro, uma nova vida, a cada amanhecer estamos fazendo algo que mais adiante teremos o retorno.
Mas o que me causa o medo que mencionei no incio deste texto é o futuro. Não sei o que me espera, ninguém sabe, mas o que podemos fazer é tentar ficarmos cada vez mais próximos, cada vez mais aliados, para que o futuro não nos faça refém.
Muitas coisas podem e vão mudar, mas devemos querer e fazer algo para não nos arrepender mais tarde. Devermos fazer com que a nossa família fica mais próxima, que nossos amigos não se percam de uma maneira da qual não nos encontremos mais, devemos fazer com que tudo que amamos esteja sempre presente em nossas vidas hoje e amanha e em todos os dias, como já disse as mudanças e separações são inevitáveis mas podemos fazer com que elas não doam tanto, fazer com que possamos olhar para traz e perceber que nada que amamos ficou lá, e saber que conseguimos fazer o melhor e conseguimos deixar aquilo e quem amamos conosco.
Não podemos nos tornar refém de nossas próprias decisões.

Filipe M. Mendes

Queria poder glorificar através de um mero texto, mas palavras nenhuma iriam te descrever, você é deslumbrante, absolutamente preciosa! uma excelente avó.
Eu te admiro em tudo, você é minha estrela guia, eu posso fechar meus olhos mas posso te sentir dentro de mim, com simples palavras e gestos eu me torno semelhante a ti, e fico lisonjeada por isso.
A sua presença pra mim é indispensável é incomparável, sem você perto de mim me sinto só.
Eu faço de tudo por um sorriso seu, pois ele é que me alegra em qualquer momento, vendo o teu sorriso também me faz sorrir.
Vovó feliz aniversário tudo de melhor para senhora, muita saúde e muuitos anos de vida!
"Nem o sol, nem o mar, nem o brilho das estrelas, tudo isso não tem valor, sem ter você!"
Te amo muito minha avó linda!
PARA SEMPRE: eu gosto do seu riso doce eterno, do seu olhar de um milhão de dólares

Grazielle Araújo

Esse texto eu escrevo logicamente em dedicação à Mulher da minha vida! Aquela que é perfeita, mesmo com defeitos. Aquela que é o maior exemplo de como uma Mulher deveria se comportar, como deveria pensar, como deveria olhar, como deveria amar. Aquela que todas as mulheres desse mundo deveriam se espelhar. Sabe que eu nunca procurei a mulher perfeita, porque tinha certeza que não existia, mas talvez essa tenha sido a melhor estratégia... Pois hoje estou diante daquela mulher que foi esculpida para mim, aquela que me ama como ninguém me amou, aquela que me aceita como ninguém, aquela que me deseja e me faz lhe desejar como nenhuma outra algum dia já fez. Pode ser um exagero dizer tudo isso mas... Realmente é um exagero a perfeição do encaixe dos nossos corpos, dos nossos olhares, das nossas bocas e das nossas almas. Nunca vou em algum dia conseguir dizer que não existe uma mulher prometida para cada homem porque isso aconteceu comigo, nunca vou poder dizer algum dia que as pessoas não são feitas sendo pensadas em outras... Isso porque estou diante de quem foi feita para mim. E penso que esse é o melhor conselho que posso dar é, não procure, nem ao menos exija que a pessoa que está ao seu lado seja o que você espera... Apenas aguarde, pois você vai de uma forma divina o destino vai fazer com que encontre! Mas tome cuidado, essa é a Mulher da sua Vida... Trate-a como tal e não deixe nunca ela passar na sua frente e você perder a oportunidade, pois pode ser única. Eu não perderia, eu não vou perder!!

Meu Amor, esse texto só tem um objetivo... Fazer com que as pessoas entendam que o mesmo e admiração que tenho por você, eles podem ter por outra Mulher, desde que assim como você, elas sejam perfeitas... Perfeitamente feitas para eles.

Para sempre ao seu lado

Ser ou não ser... Pensante.

Este não é um texto politico, tão pouco apartidário. São palavras que falam sobre os problemas, não apenas sobre culpados ou inocentes, mas sobre a consciência nossa de cada dia.

A sociedade se diz evoluir todos os dias, nas mais diversificadas áreas e nos mais diferentes temas. Embora a base de tudo se mostre ainda arcaica, resumindo-se em ser contra ou a favor. Por mais que os anos passem e as manchetes de jornais insistam em mostrar algum tipo de mudança, o comportamento das pessoas diante de alguns temas se mostra primitivo.

Assuntos como fé, politica e futebol, por muitos anos são mantidos como “não discutíveis”, por mexer com a emoção e quando se envolve sentimento, se perde a razão. Fato no qual discordo totalmente e por essa justificativa ser usada ainda nos dias de hoje, talvez tenhamos chegado a níveis extremistas de imposição da própria opinião.

O país esta envolvido em um manto de justiça e desigualdades, talvez nunca sentidos antes. Muitas questões antes vistas como tabus, chegam de forma bruta estapeando nossas caras, nos indagando por um pensar diferente do feito em outras épocas, mostrando para nossa consciência que chegou a hora de debater.

Mas de forma lógica, procuramos sempre por culpados e não por soluções. E sempre a culpa não é nossa, por coincidência é do vizinho, é do politico, do branco, do negro, é do pastor ou do bispo. Não temos a coragem suficiente de assumir a parcela que cabe a cada um de nós para resolver.

Chegamos assim, jogando os problemas no colo de outros, ao momento em que falar o que se pensa, expor um pensamento, defender um ideal, chega a ser praticamente uma heresia.

Vivendo um momento de um falso politicamente correto, um modelo no qual quando se é contra a maioria, é estar contra a politica divina e incontestável do homem.

Se você defende o governo é de direita, se você defende a família, é homofóbico e vise e versa. Assim desta forma bruta e sem um debate de ideias, vem se criando uma sociedade cada vez mais intolerante, quando na verdade deveríamos sentar todos e nos perguntar o porquê deixamos tais fatos nos tornarem pessoas agressivas, ao invés de vermos uma oportunidade de nos colocarmos no centro da discussão, como oportunidade de crescimento humano.

Falta bom senso de todas as partes, falta não somente o investimento em educação, mas usarmos a que recebemos de nossos pais. O país hoje parece, um amontoado de pessoas tentando escalar uma sobre as outras, buscando sua melhor visão da cidade.

Deixamos o individual, aos poucos ser muito mais importante que o coletivo, nos permitimos vendar os olhos com a soberba do consumismo, como forma de satisfação e direito de quanto mais se tem, mais se pode sobre os outros seres que dividem nossa convivência.

Ao escolher o caminho confortável, acreditamos estar livre de momentos que consideramos desagradáveis. Mas a sociedade que não tem acesso a tais formas de vida, mais cedo ou mais tarde, haveria de cobrar sua parte no bolo. Mostrando assim, que toda forma de exclusão, mesmo sem “saber” que havia sido feita, afeta a cada um de nós.

Pablo Gabriel Ribeiro Danielli

Não estou aqui através deste texto para criticar suas gestões, suas campanhas ou escândalos, nem tão pouco falar sobre saúde, educação ou algum outro tema comum em época de eleição. Venho aqui para falar sobre uma nação, um povo apaixonado que é o brasileiro.
Nos Brasileiros lutamos por aquilo que admiramos, admiramos aquilo que amamos e quando amamos somos capazes de tudo para ver o bem prevalecer.
Precisamos de um líder que tenha essa paixão pelo seu povo, que entenda que somos mais que um pais, somos uma família.
Estamos cansado de ver políticos acusando outros políticos pelos problemas atuais em nosso pais. Precisamos de alguém que resolva os nossos problemas ao invés de ficar somente fazendo acusações, afinal, não precisamos ficar lembrando quem inventou a roda para falar que o nosso pneu esta furado, precisamos que alguém conserte o pneu. Precisamos de um líder que olhe para sua nação e diga : Não escrevi o inicio dos nossos problemas, mas, começarei hoje a escrever o fim deles.
Alguém que entenda que o Brasil é a nossa casa, e como em qualquer casa de todos nos brasileiros, o bom exemplo sempre vem dos pais, aqueles que governam.
Entender que a educação é fonte de esperança do nosso pais e que uma alimentação digna e uma moradia adequada são os principais alicerces desta vitoria.
Perceber que receber visitas em nossa casa(estrangeiros) é algo importante mas, cuidar de seus filhos(povo brasileiro) é o foco.
Nos brasileiros estamos prontos para lutar por esta mudança e esperamos que tenha um líder que ame conosco o nosso pais.

Hilton Vinhola

(Peço desculpa pelas dimensões deste texto, mas assim será .)

Dias normais . Será ?
Uma autêntica fantasia, talvez ... Entrou a dizer « não sei nada . o outro diz que sabe que nada sabe . caramba, já sabe muito ! »
Na minha cabeça, remoeu . Lembrei-me de tudo o que ele me tinha ensinado e imagino o que terá para me ensinar . Não prestei mais atenção e pensei , pensei . Cheguei á conclusão, que nada sei .
Não fui capaz de ter uma ideia, um pensamento para falar . Não fui capaz de juntar palavras para fazer aquilo a que chamámos frases .
Porém, ao fim de largas horas, lembrei-me : ele não sabe nada, mas há quem diga que sabe tudo . ele sabe que nada sabe, mas sabe e vai descobrir , aquele que tudo sabe, não sabe nada, nada tem para descobrir . logo, ele sabe que tudo sabe, porque nada sabe .
Eu penso de noite, eu sou eu !

FláviaCanastra

Pra não dizer que não falei das flores
Sim. Você que resolveu ler esse texto não se confundiu. O título é cópia fiel e descarada do nome da música do Geraldo Vandré. Essas mal traçadas linhas, porém, não tem nada a ver com a canção que se tornou um hino de protesto na luta contra a ditadura militar. São apenas impressões despretensiosas.
Nove em cada dez pessoas já deve ter perguntado “o que fazer para uma relação dar certo?”. Se você, caro leitor, espera que eu responda a pergunta, pode parar de ler esse texto por aqui. Eu não tenho a resposta. Como eu disse ali em cima, tratam-se apenas de impressões despretensiosas, mas com algum conhecimento de causa, lembrando que o que sai da cabeça desse escriba jamais pode ser encarado como regra, talvez até exceção.
Ouvi inúmeras vezes da boca de um ex-governador um ditado valioso: “conversa franca faz bons amigos”. Se eu fosse apostar meu dinheiro na resposta para a pergunta seria nisso: diálogo. Já li em outros textos que, para a relação dar certo, não basta Amor, assim, com letra maiúscula. É preciso mais, dizem alguns. Não que eu discorde, mas pra mim Amor é boa parte da razão do sucesso, assim como a falta dele para o fracasso. Diálogo, porém, é fundamental.
Você, homem ou mulher que está a ler esse amontoado de palavras, acredite, nunca deixe de conversar com seu parceiro. Converse sobre tudo: a noite bem ou mal dormida, o sonho que teve, o dia de trabalho, as frustrações com o seu chefe, a lição dos seus filhos, o capítulo da novela, o resultado do futebol, as desavenças na casa daquela tia, as fofocas na casa daquele primo, os planos para o dia seguinte, os eventos do final de semana, as lembranças do passado, as histórias de faculdade, enfim, converse. Não apenas fale. Ouça, nunca é demais prestar atenção ao que seu parceiro tem a dizer.
Não confie na percepção do seu parceiro. Muitas vezes, uma relação começa a ruir porque você acredita que o companheiro, ou companheira, tem obrigação de saber o que está lhe incomodando. Isso só vai acontecer com muitos anos de convivência e cumplicidade. Se seu parceiro fez algo que não te agradou, reclame. Exponha diretamente e claramente o problema. Dê oportunidade ao diálogo. Não se feche. Para se pedir perdão é preciso saber onde se errou. É nessas horas que o Amor alcança seu peso maior. Na capacidade de perdoar.
Orgulho é algo que muitas vezes não entendo para que existe. Seguramente, num relacionamento, não vejo utilidade alguma. Pedir perdão é saudável. Só não pede aquele que não tem capacidade de admitir que errou. Errar é humano. A expressão já está inserida no nosso cotidiano há séculos. No mundo moderno, contudo, parece que aquele que erra não merece perdão. Relacionamentos terminam pela falta de capacidade de perdoar. Evidentemente, há erros imperdoáveis e que impedem a continuidade da relação. Há erros, porém, que são superestimados. Não somos donos da razão. Podemos, e até devemos, ficar magoados e entristecidos mas, quando amamos, não devemos negar ao parceiro o direito à defesa. Saber ouvir, desprovidos de pré julgamentos, é o segredo. Defendo que jamais devemos dormir magoados com a pessoa amada. Com uma boa conversa, tudo pode ser resolvido antes de se botar a cabeça no travesseiro. Mas vamos e venhamos, não há mal nenhum em uma noite no sofá, desde que a manhã reserve a solução para os problemas.
Não tenho, como já havia adiantado, a fórmula para o sucesso de uma relação. Mas acredito que o diálogo é um excelente caminho, assim como a dedicação. Só se aprende isso, porém, na prática, convivendo, caindo e levantando, ganhando e, infelizmente, também perdendo. O sucesso de um relacionamento depende de dois, jamais de um. Quem tem um não tem nenhum. Jamais gostei de números ímpares. Só se aprende errando. O segredo é consertar os erros antes que o relacionamento termine. Não repetir os erros é redundante falar. Entretanto, enquanto houver amor e o diálogo imperar, o relacionamento tem tudo para prosperar. Então meu amigo leitor, converse, sempre. Uma boa relação não se sustenta em adivinhações, em suposições, em imaginar que ele ou ela tem obrigação de saber o que lhe incomoda. Uma tia postiça me ensinou que quando se gosta, encara-se. “Por que você fez isso?” é um bom começo para resolver os problemas. “Não gostei da sua atitude”, “O que você falou me magoou”, enfim, teria inúmeros exemplos. O mais certo, sem dúvida, é conversar. Não deixe passar uma oportunidade para uma conversa franca, pois ela pode ser valiosa demais.

André Joppert Lopes

Um pequeno texto sobre o movimento:

Hermanismo
A nova era do Iluminismo
Companheiros Filosóficos
E poetas do Romantismo
El Don Juan's do Brasil
Seduzindo com honra e sagacidade
Cada vez mais másculo e viril
Prometo ter nobreza e fidelidade
Amigos para toda uma vida
Seguindo a risco nossa ideologia
Em grandes festas com muita bebida
Seduziremos com muita energia
O sarcasmo é nosso grande aliado
Cada membro é um irmão
Ninguém nunca ficará abandonado
Enquanto o Hermanismo estiver em ação


Hermanismo
Já estivemos no fundo do abismo
Saímos da condição inferior
Nos superamos com otimismo
Escrevemos com louvor
Forte como um guerreiro que renasce
Inteligente como um grande pensador
Na nossa união não há nada que transpasse
Os corruptos irão cair
Iremos revelar sua verdadeira face
Os inimigos não conseguirão fujir
Os destruiremos sem perder a classe
Hermanismo, uma era robusta
Contra as contradições do sistema
Lutando por uma terra mais justa
Honra, justiça e sabedoria é o nosso dilema

Promessius ( Vinícius Hermano )

“Sob o papel desenho letras,
Que formando palavras montam um texto,
Com um simples olhar pode ser lido,
Mas somente com o coração entendido,
Entre verbos, parágrafos, e símbolos, sentimento envolvido,
A materialização de emoção,
O registro de existência,
Em algumas linhas, vida,
Por alguns versos, amor,
Com a verdade, sonhos,
Em devaneios, desejos,
Pelo caminho, bagagem,
Na estrada, história,
Por um simples lápis...
... Alma.”

Marcio Barbosa Gonçalves

Só restam saudades

Certa vez te enviei um texto que dizia:
Quero ser teu amigo nem de mais nem de menos...
Hoje gostaria que tudo fosse como naqueles dias.
O tempo passou, e hoje não sei se somos grandes amigos ou pequenos.


Não sei onde errei pra tudo ficar como está.
Será que fui amigo de menos? Como saberei!
Ou fui amigo de mais ao ponto de te sufocar?
Com esta duvida, receio que ficarei.

Tuas palavras me davam prazer
Hoje, quando estamos pertos
Ainda assim me sinto tão longe de você.
A amizade, pelo tempo ficou encoberto.

Lembro daquelas noites belas
Onde conversávamos nas tranqüilas noites de lua,
Hoje só resta saudade das noites belas
E sinto falta da amizade tua.

Já não sei mais o que escrever
Todos os momentos foram de felicidade
Sinto uma imensa falta de você
E uma grande saudade da nossa amizade.

A lembrança me vem ao pensamento
Lembranças de uma bela amizade.
E o que restou daqueles momentos
Daquelas belas noites de felicidades?
“Só restam saudades”

Marcelo G.S

Eu texto
Fez-se necessário escrever, assim como, desabafar.
O desafio de um início a cada texto, rompe o estímulo de fazê-lo. Eu não sou um fracassado, não ainda. No fundo, eu gosto de viver nesta ilusão, é bom sentir-se escrito, descrito, lido. Imagino-me como um texto. Um texto contraditório, metafórico e crônico.
É bom ser revivido a cada novo olhar, a cada nova leitura. É bom fazer com que meus ‘trechos’ façam crescer nos ‘leitores de mim’ algum tipo de emoção. Seja felicidade, rancor, prazer… O importante é não deixar de ser lido, percebido.
Mas, como todo texto, aos olhos de quem o faz, nunca está totalmente pronto, assim também não estou. Ainda estou frio, não estou preparado pra ser lido por grandes mentes, contento-me em ser lido pelos que gostam da forma em que fui escrito e se contentam também (ou não) em realizar esta leitura neutra do que sou.
Sinto que em mim, como pessoa, ainda falta a coerência que há em mim como texto. Não consigo sequenciar ações da mesma forma das palavras. Então é preferível ser texto e arriscar-se a ser rascado, rabiscado, esquecido. Então é preferível ser texto e arriscar-se a ser lido, útil, agradável. Então é preferível ser texto, ainda que sem conclusão, como sou e me apresento.

William Luz