Terça-feira

Cerca de 54 frases e pensamentos: Terça-feira

Nessa Terça-feira com um friozinho gostoso e razoável. Me resta assistir um filme sozinho debaixo das cobertas.

Maurício Neto

Ae! Hoje é terça-feira! Amanhã é quarta-feira e tu poderás dizer: "Depois de amanhã é sexta-feira".

Wilson Nakao

Terça feira, 12 de junho de 2012 - Meia noite e quarenta e cinco, já é dia dos namorados, não consigo dormir, meus pensamentos estão todos direcionados a você, cara. Que neste exato momento deve estar no seu terceiro sono. Você nem imagina que hoje é o quarto dia seguido que perco o sono por sua culpa. Penso no seu cabelo preto, nas caretas que você faz quando está nervoso, eu nunca disse isso mais você fica muito sexy nervoso! “Poxa” até suas gírias eu já decorei, mas decorei principalmente a cor dos teus olhos que de longe parecem negros, um palmo longe da tua boca ficam cor de mel mas no sol ficam claros, transparentes, cor de alma, cor do amor, do que eu sinto por você. Pensa em mim, na minha proposta mas pensa com carinho porque meu amor não é pouco, enquanto a cidade inteira dorme eu sou a única pessoa que pensou em tí no dia dos namorados, esse dia que pra mim é uma tortura nem vou ao colégio porque eu não quero ver casais perfeitos se pegando perto de mim, eu quero você, quero nós, juntos, colados. Cara eu te amo tanto que eu aceitaria trocar toda a minha juventude para envelhecer do teu lado. Sempre que eu abraço você eu digo um eu te amo no pensamento e você nem sabe. Quero que você me segure nos braços, me aperte e me chame de minha menininha, isso é pedir de mais? Eu sei que você já fez isso e estou reclamando de barriga cheia, mas é que não sou sua menina, oficialmente não! só ficar para mim não basta eu quero desfilar com aliança no dedo. O sono está chegando, então bem rapidinho deixa eu te contar um segredo, ontem na chegada da noite, véspera do dia dos namorados vi uma estrela cadente, pedi você. Eu não acreditava nessas coisas mas nesse mesmo dia, mais cedo te ouvi dizer que se você acreditar e colocar fé em alguma coisa tudo pode acontecer. então vou soltar mais uma de suas gírias: boto fé, meu amor.

Nathielly Corrêa

Dez da noite em Lisboa, véspera de terça – feira, noite de calor e uma Lua quase cheia. Um céu escuro, estrelas tímidas. No horizonte, apenas um comboio de luzes infinitas, marcava a outra margem.
Num terraço, alguém estava sentado, numa cadeira de recosto, mesmo ao lado da minha.
Existe gente que crê em levitação, em discos voadores, em vampiros, em Deus, em si mesmo...
Eu tinha um anjo da guarda, um talismã da sorte, que acreditava em mim e eu nele. Que sorria para mim e eu para ele. Que sorria como sempre sorriu. Que o tempo não talha...
Interrompo o que estou a escrever, e as recordações dos acontecimentos, pois a partir do momento em que a tive na minha vida, nada ficou como dantes.
Este anjo tinha um ar sonhador, doce e irresistível. Era ele que atravessava a minha memória, o meu pensamento e trespassava o meu coração e de todos aqueles com quem convivia. E eram tantos... e tantos...
Quando estava com aquele anjo, a sua imagem iluminava o mundo que o rodeava e dava-me a certeza de felicidade. A paixão com que falava em tudo o que acreditava, o ar abstracto e sincero...
Aquele anjo é daqueles que fazia milagres ao domicílio. Quando errava, mostrava-me que o erro humaniza.
É deste anjo que falo, mais de um anjo real e menos de um anjo inatingível, que não vemos.
Este anjo mostrava-me que a valsa pode ser tocada de uma maneira equivoca, porque é errando, errando muito e por largos dias que atingiremos a perfeição. E que o facto de não pormos fermento no pão faz dele uma iguaria, igualmente, deliciosa.
Este anjo era Eduarda. Queria poder dizer-lhe, daqui a muitos anos, que seríamos ainda mais unidos, numa relação envolvente e profunda, cheia de alegrias e de memórias, reforçadas por termos vivido tudo e tanto... nunca disse o principal sobre ela. Há palavras que nunca se chegam a dizer... e é uma pena...

Ana Severina

A terça-feira embrulhou o sol e trouxe um dia cinza... Perfeito para colorir com um sorriso seu.

Livia Araújo

Na terça-feira, eu acordei às 3 da manhã e sai andando pelas ruas, rindo, cantando, reclamando, vendendo dor. Na quarta, eu amanheci de porre, interpretando as músicas da Maysa, ainda com os olhos fechados, com o copo de vodca na mão, cercado de livros de astronomia e brasas de cigarro espalhadas pela cama. Mas foi na quarta-feira que me dei conta: eu realmente estava perdidamente louco, desequilibrado e que isso não teria volta.

Murilo Melo

Adeus ao Poeta

Terça- feira, 16 horas.
Faltou luz no escritório.
Se fechar meus olhos, volto num instante àquele dia.
Abri a porta do escritório que emperrava no chão. Seu barulho rasgava o tecido fino do barulhinho de chuva que sussurrava naquela tarde.
Meu chefe se assustou. Ele estava sentado em sua poltrona que ficava bem em frente a porta.
Uma vela iluminava a sala repleta de livros.
Tudo estava delicado - olhos delicados, susto suave, respiração lenta, limpa e branca.
Senti uma ternura imensurável quando o avistei.
Pediu-me que sentasse ao lado de sua poltrona para que conferíssimos as cartas que seriam enviadas no dia seguinte. Peguei a vela para iluminar uma das cartas enquanto líamos.
Meu chefe, poeta, em meio aos seus 92 anos, era personagem principal daquela tarde cinzenta. Nela, ele escrevia, lindamente, o último parágrafo da sua história.
Tudo escuro em volta. A vela criava um mundo paralelo, onde só existia ele.
Tive a nítida sensação de estar sentada num imenso teatro. Ele no palco, em sua poltrona antiga. Escuridão - foco nele. Sua última poesia sem palavras. Sua última poesia, era ele.
Comecei a observar suas veias, sua pele fina e enrugada. Cada linha de velhice, me contava uma parte da sua história. Naquele momento, o Dr. Barreto me apresentava, sem querer, toda a sua biografia. Nos tornamos, assim, velhos conhecidos.
Quando terminamos, ele se levantou. Guardei algumas coisas em sua pasta. Ele pegou seu guarda-chuva e
foi saindo devagar. Como aquele dia cansado, porém, com o aspecto de missão cumprida, fazendo uma combinação perfeita com o poeta que tinha poesia até nas linhas de velhice das suas mãos.
"Até amanhã...", disse ele.
No dia seguinte, pela manhã, não havia mais Dr. Barreto. Só a poesia e o cheiro da vela no escritório. Poesia essa que, sem saber, ele escrevera para mim. Naquela tarde chorosa, que tanto chorava porque do poeta despedia-se em silêncio...

Essa é uma singela homenagem ao Poeta e Fundador do Movimento Poético Nacional, " Dr. Sebastião da Silva Barreto", que tornou nosso curto tempo de convivência tão grandioso que ficará eternamente gravado em minha memória.

Ariana Sliva

Hoje, dia 25.12.2012, Terça-feira, é Natal! Natal, quer dizer nascimento, qual seja, nascimento do Menino Jesus, que veio ao Mundo para nos salvar. Jesus Cristo nasceu em Belém de Judá, segundo a Bíblia Sagrada, e, Belém, significa em hebraico, a Casa do Pão, Casa do Pão Sagrado que é Jesus Cristo, que veio ao mundo para mudar o rumo das coisas que até então não andavam muito boas. Se olharmos ao nosso lado, veremos também que as coisas ultimamente não andam dentro dos conformes, basta olhar os noticiários dos Jornais e TVs, para a gente se assustar com tantas coisas ruins acontecendo por esse mundão afora, tudo por falta ou ausência total de Jesus Cristo no meio daqueles que não acreditam em nada, ou só acreditam nas coisas materiais, querendo a todo custo juntar mais e mais, para poder dizer que é o todo poderoso e o melhor de todos, se esquecendo que os bens deste mundo são apenas deste mundo, pois, ninguém leva dinheiro ou bens diversos para a eternidade, somente levamos as coisas boas ou ruins que aqui na terra fizemos ou deixamos de fazer. Que neste Natal, possamos voltar os nossos pensamentos para as coisas do alto, fazendo tudo aquilo que Jesus Cristo nos legou aqui na Terra, e, com certeza, o Mundo será bem melhor e a Paz tão esperada por todos nós reinará para sempre em nossas vidas, assim o espero. Feliz Natal e Próspero Ano Novo para todos os amigos e amigas de Facebook! Abraços fraternos.

Luiz Maria Borges dos Reis

Amado Deus...

Nessa manhã de terça-feira quero te agradecer por tudo, pelas bençãos recebidas, pelo teu amor, pela tua fidelidade e por me sustentar durante todas as minhas dificuldades. Sei que às vezes fraquejo, caio, desfaleço, perco minhas forças, mas sei também que em Ti eu encontro o respiro necessário para recomeçar, em Ti renovo minhas forças, minha fé e minha esperança. Sou consciente que o Senhor sem mim continua sempre sendo Deus, poderoso e onipotente, mas eu sem ti Senhor NADA SOU, por isso, toma-me em teus braços, restaura meu ser e me conceda, em nome de Jesus um dia sereno e tranquilo, abençoado e iluminado e rico da sua presença, amém! (Priscilla Rodighiero)

Priscilla Rodighiero

Oração da Terça-feira...

No silêncio desse dia que amanhece eu quero pedir a Deus de todo coração que nos conceda um dia de paz e bençãos, de conquistas e alegrias, de certezas e vitórias, de esperanças e otimismo, de serenidade e harmonia... Concede-nos oh Pai Querido, um dia debaixo das Tuas asas, que o Senhor nos guie e nos proteja, ilumine nossas escolhas e nossos passos e nos livre de todo mal e qualquer obra do inimigo. Abençoa nossos lares, nossa familia, nossos amigos, nosso trabalho e renova nossa força no Teu Amor, que tenhamos bons olhos para com o próximo, que nosso coração transborde de compaixão e que da nossa boca saiam apenas palavras que sejam do agrado do Senhor. Permita que eu encerre esse dia com serenidade e com o dever de missão cumprida, pois quero estar na Tua intimidade quando anoitecer e assim agradecer pela jornada conquistada. Amém!

Priscilla Rodighiero

Bom Dia Terça-feira! Bom Dia Familia! Bom Dia Amigos! Bom Dia Vidaaaa...

... e hoje eu quero paz de espirito, tranquilidade e alegrias. Não quero que Deus me livre das tempestades nem tampouco das dificuldades, mas que me dê ombros fortes para suportar-las e chegar à vitoria. A minha força e a minha alegria vem de Deus e Ele nunca me desampara. Priscilla Rodighiero

Priscilla Rodighiero

Bom Dia Terça-feira! Amado Deus, abençoa nosso Dia e esteja presente em espírito com cada um dos seus filhos. (Priscilla Rodighiero)

Priscilla Rodighiero

Terça-feira de pessoas

Um, sete, vinte e três... Contavam pessoas no espaço.
Oito fugiam, dez quase sentados, alguns no banheiro, alguns atrasados. Mas que estranha maneira de observar...
Exibindo charminho, avistei um ali. O verde, listrado e o mal decorado. Todos cumpriam com a tarde infeliz.
Espalhado, encostado... muitos não sabiam.

Lívia Samara

De que me vale terça-feira ou a quinta-feira se estou em plena quarta-feira?

Depois não é uma palavra mais suave para dizer não ou nunca mais?

Charles Canela