Tentando te Esquecer

Cerca de 7366 frases e pensamentos: Tentando te Esquecer

Achei que seria melhor esquecer. Foi o que tentei fazer. O que estou tentando.

Clarice Lispector

Não vejo mais você faz tanto tempo
Que vontade que eu sinto
De olhar em seus olhos, ganhar seus abraços
É verdade, eu não minto

E nesse desespero em que me vejo
Já cheguei a tal ponto
De me trocar diversas vezes por você
Só pra ver se te encontro

Você bem que podia perdoar
E só mais uma vez me aceitar
Prometo agora vou fazer por onde nunca mais perdê-la

Agora, que faço eu da vida sem você?
Você não me ensinou a te esquecer
Você só me ensinou a te querer
E te querendo eu vou tentando te encontrar
Vou me perdendo
Buscando em outros braços seus abraços
Perdido no vazio de outros passos
Do abismo em que você se retirou
E me atirou e me deixou aqui sozinho

Agora, que faço eu da vida sem você?
Você não me ensinou a te esquecer
Você só me ensinou a te querer
e te querendo eu vou tentando me encontrar

E nesse desepero em que me vejo
já cheguei a tal ponto
de me trocar diversas vezes por você
só pra ver se te encontro

Você bem que podia perdoar
E só mais uma vez me aceitar
Prometo agora vou fazer por onde nunca mais perdê-la

Agora, que faço eu da vida sem você?
Você não me ensinou a te esquecer
Você só me ensinou a te querer
E te querendo eu vou tentando te encontrar
Vou me perdendo
Buscando em outros braços seus abraços
Perdido no vazio de outros passos
Do abismo em que você se retirou
E me atirou e me deixou aqui sozinho

Agora, que faço eu da vida sem você?
Você não me ensinou a te esquecer
Você só me ensinou a te querer
e te querendo eu vou tentando te encontrar
Vou me perdendo
Buscando em outros braços seus abraços
Perdido no vazio de outros passos
Do abismo em que você se retirou
E me atirou e me deixou aqui sozinho

Agora, que faço eu da vida sem você?
Você não me ensinou a te esquecer
Você só me ensinou a te querer
E te querendo eu vou tentando me encontrar


Você não me ensinou a te esquecer (letra)

Música Caetano Veloso- Vc não me ensinou a te esquecer

Me conquistar é complicado, me ter é destino, me amar é inevitável, me perder é um risco, me esquecer..?? Tenta que eu quero ver

Rodrigo Scherer

Te conhecer foi um prazer
ser sua amiga uma loucura
agora pra te esquecer só na sepultura!!!

Nathi

Mensagem

Se a brisa da manhã
Tocar o teu rosto
E num gracejo fogoso
Fizer teus cabelos brincar,
Saiba que é um carinho meu
Que sem querer dizer adeus
Pedi ao vento para te entregar...

Se ao andar pelas matas
Sentir o cheiro da vida,
De folhas secas e molhadas ,
Perfume de flores, pode ser jasmim
Ou qualquer coisa assim...
É ainda a minha mensagem
Que vai com o meu perfume
Para você jamais esquecer de mim...

Ao ouvir barulho de água
Cristalina, limpa, pura,
Vai te lembrar minhas loucuras
Tentando te conquistar...
Uma cachoeira encantada
Vai te lembrar minha risada
Quando eu só existia pra te amar

E ao ouvir pássaros cantando
Em alguns galhos namorando,
Recordará algumas canções
Que a gente escutava baixinho
Jogados em qualquer cantinho,
Deixando a canção dizer
O que havia em nossos corações...

Se uma gota de orvalho
Atrevida em tua face pingar
E mais uma outra ainda insistente cair,
É apenas uma lágrima que escorregou
É essa imensa saudade a me consumir
Saudade de você meu grande amor...

E ao cair da tarde
Quando tudo for silêncio ,
Olhe para o horizonte,
Na tua rede a balançar
Escuta quando a noite chegar,
A mesma estrela vai te dizer
Que mesmo que nunca mais te encontre
Eu jamais vou te esquecer...

Angélica M. Spínola

Esquecer você seria como mudar minha identidade, perder minha personalidade, apagar a melhor parte da minha vida.

Desconhecido

NÓS DOIS

Estamos com pensamentos e idéias diferentes...
Você sempre me confunde,
Não sei se de propósito
Ou se tudo é mesmo culpa minha
Que insisti quando você já tinha dito que não queria.

Não adianta continuarmos nisso,
Porque eu nunca vou me acostumar com essa situação.
Nunca vou me acostumar com sua ausência
E muito menos com a sua indiferença.

Eu não sou tão aberta e muito menos tenho tanta força assim;
Estou aqui outra vez chorando por você
E sempre estou esperando você ligar para mim.
Para conversarmos ou para você me chamar para sair,
Mas você não liga, você sequer me dá notícias
E nem atenção quando nos encontramos.

Desculpa, mas eu não quero assim não.
Você realmente é a pessoa que eu quero
Mas o inverso é desigual
E eu quero ser amada e querida também.
Não quero mais amar sozinha.

Vou, finalmente, deixar-te em paz
E tentar me desintoxicar de você.
E, se você ainda me quiser,
Seja rápido,
Porque quando eu te esquecer,
Eu não vou mais voltar atrás,
Vou te esquecer para valer.

Germana Facundo

AINDA NÃO

Ainda não te esqueci
E como é que eu poderia?
Você ainda é o meu primeiro e último pensamento do dia.
Eu ainda suspiro quando escuto a tua voz,
Ainda me embriago com o teu perfume
E ainda te desejo com a mesma intensidade...

Ainda não consigo desviar os meus olhos dos teus
Também não consigo não me encantar com o teu sorriso.
Ainda desejo o teu beijo copiosamente
E ainda anseio pela tua volta.

Ainda não.
Você ainda está muito presente em mim
Em todos os dias.
Mas é difícil ver que para você eu já passei
Que fui mais uma
Que nem cheguei a ser única.
Eu passei, mas você ficou com o meu coração
E ainda há esperanças em mim
De que você volte,
Que diga que me quer
E, que finalmente, diga que também me ama.

Germana Facundo

A capacidade de esquecer é o que existe de mais precioso sobre a face da terra, sob as nossas faces. Amar é indubitavelmente mais magnânimo, mas não é tão essencial quanto o esquecimento: é ele que nos mantém vivos. O amor torna a paisagem mais bonita, mas é o bálsamo curativo do esquecimento que nos faz ter vontade de abrir os olhos para vê-la. A paixão empresta um sentido quase mítico aos dias, mas é esquecer da excruciante tristeza perante a morte dela que nos torna aptos para nos encantarmos novamente dali a pouco.
Já esqueci amores inesquecíveis e sobrevivi a paixões que, tinha convicção, me aniquilariam se terminassem. Às vezes cruzo na rua com fantasmas que já foram muito vivos na minha história e não deixo de sentir uma certa melancolia por perceber que aquele rosto um dia pleno de significado se tornou tão relevante quanto um outdoor de pasta de dente. Algumas pessoas são apagadas da memória como filmes desimportantes. Sem maldade o intenção; apenas esmaecem até desaparecer. Mas é mesmo impossível nos lembrar de todos os que passaram por nós: gente demais, espaço de menos. Da mesma forma que minha história está repleta de coadjuvantes e figurantes que, irrefletidamente, se auto-proclamavam protagonistas, eu devo ser a personagem cômica da história de alguém. Ninguém se esquiva da experiência constrangedora de bancar o bobo da corte no reino de outro.
Mas esse oco de significado não vem sem um certo pesar. É ruim notar que já não dizemos praticamente nada para quem importou tanto. Na verdade é dolorido ser olvidado: não é fácil encarar que não somos insubstituíveis e que nossa saída displicente abre uma possibilidade de entrada tão desejada por outros. Mas só nos desenroscamos e seguimos nosso rumo natural, em frente, quando eliminamos alguns seres que, caso contrário, nos prenderiam aos emaranhantes aguapés de recordações.
"Há pessoas que ficam doendo com a lembrança de outra pessoa, entra ano, sai ano, virando e revirando o caleidoscópio, olhando como caem e de dispõe as cores e os cristais do sofrimento" (Paulo Mendes Campos).
O passado deve ser mantido no lugar dele e não trazido nas costas feito mochila de viajante, lotado com os erros cometidos e alegrias jamais revividas. Para ser feliz é necessário pouca coisa além se livrar do excesso de carga e esquecer as coisas certas. É útil também jamais perder de vista um detalhe, afixá-lo no espelho do banheiro, repetir como um mantra: absolutamente nada é pra sempre, nem sentimentos que parecem ser. Nunca mais haverá amor como aquele? Ótimo, porque o novo é tão imenso que seria um desperdício se algo se repetisse.
Todo mundo passa. E é bom que seja assim.

Ailin Aleixo

É as coisas são engraçadas, certa vez nesse lugar , eu encontrei o seu olhar... foi engraçado...
É engraçado quando a gente ama, triste quando a gente se engana,
É engraçando quando a gente lembra, triste quando ele esquece,
Era engraçado quando a gente tava junto, foi triste quando acabou.
É engraçado o odio que você senti por mim. É triste a Saudade que sinto de você.
É engraçado como tudo acabou assim, sem explicações.
Não , não é engraçado, é triste ... (y) mas eu te entendo, o amoor que você senti por ela é bem maior que o carinho que encontrou em mim.
Mas triste mesmo é você não ter me dado a explicação que eu nunca pedi, e ter me feito esquecer a paixão que um dia senti ...
Eu não te odeio.
Eu apenas nao consegui te entender, e tive que esquecer
até mesmo seu lado amigo (y)

Fabricia Marques

Entenda bem: não me veja tentando reatar uma história de amor já bastante espatifada (ou talvez sim, mas você não me deu chance e a coisa mais saudável que eu podia fazer era entrar noutra). Acontece que, com ou sem cama, gosto profundamente de você

Caio Fernando Abreu

As pessoas Que estão tentando
fazer deste mundo pior não estão tirando um dia de folga.Como posso eu?

Bob Marley

“Pra falar verdade, às vezes minto
Tentando ser metade do inteiro que eu sinto
Pra dizer às vezes que às vezes não digo
Sou capaz de fazer da minha briga meu abrigo (…)”

O Teatro Mágico

"Passamos toda a vida nos preocupando com o futuro. Fazendo planos para o futuro. Tentando prever o futuro. Como se desvendá-lo fosse aliviar o impacto. Mas o futuro está sempre mudando. O futuro é o lar dos nossos medos mais profundos e das nossas maiores esperanças. Mas uma coisa é certa: quando ele finalmente se revela, o futuro nunca é como imaginamos".

Grey's Anatomy

Passei a maior parte da minha vida tentando não chorar na frente das pessoas que me amavam. Você trinca os dentes. Você olha para cima. Você diz a si mesmo que se eles o virem chorando, aquilo vai magoá-los, e você não vai ser nada mais que uma tristeza na vida deles.

John Green

VOZ DO CORAÇÃO
(09/10/2007)

Eu tentei não falar,
Juro que eu tentei.
Fiquei tentando me conter...
Imagina, logo eu, que sou toda exagero ficar comedida?
Foi difícil, mas juro que eu tentei,
Mas agora explodiu,
Disse tudo o que eu sentia
E também o que eu não devia.
Eu te disse:
“Eu amo muito você!”
Se isso vai mudar alguma coisa entre nós?
Gostaria que sim,
Mas não se sinta pressionado por isso,
É que eu precisava mesmo te dizer.
Se isso vai te espantar de vez?
Espero que não,
Porque adoro a tua companhia e a tua amizade.
Só sei que disse, mesmo que virtualmente, eu disse,
E, espero, em breve, muito em breve,
Ter coragem de dizer pessoalmente,
Olhando nos teus olhos que tanto adoro,
E na esperança de ganhar um beijo teu.
E que beijo!
O único beijo que gosto.
A única boca que desejo.
Pois, é fato que eu nunca havia gostado de beijar antes de beijar você.
E que cheiro!
O homem mais cheiroso que já conheci,
E do pescoço mais tentador que já vi.
Eu não resisto a você, você sabe disso!
E tudo isso cabe em você que é tão pequenininho por fora,
Mas que é enorme, para mim, por dentro.
Nunca me senti tão a vontade com alguém como eu me sinto com você.
Eu já te disse isso.
E é por tudo isso e muito mais do que isso
Que eu te quero,
Com todos os seus defeitos e manias.
Eu te quero,
Ainda que eu tenha que brigar com o mundo inteiro.
Eu te quero,
Porque a gente se dá muito bem.
Porque você é tudo que quero num homem.
Porque acredito em nós dois,
Porque acredito no que sinto,
Porque acredito no amor.
E, novamente eu digo: eu amo você!
Tentei, por muito tempo, calar,
Mas, não consegui.
Receba todo o meu amor sincero por você.

Germana Facundo

Buraco Negro

Tentando dormir,
tropecei em meu sono
e caí no buraco negro
da mente.
No susto, não consegui
achar o caminho da volta,
pois, no escuro
tudo se voltava,
de repente,
num turbilhão
de cenas e pensamentos
difusos, confusos;
era eu….não era mais,
um animal….um cão?
Era tudo ou só momentos
de cenas em confusão,
talvez vividas ou sonhadas?
Sem ordem, sem senso
lógico
nem cronológico.
Sem seguimentos,
sem nomes,ou com muitos,
em gritos, chamados…espantos.
Risos de alegrias,
e longos silêncios,
soluços,
de tristezas.
O belo…sem belezas.
Em cenários sucessivos,
alguns quase mortos
outros muito vivos,
fui herói, fui bandido,
fui aclamado
fui banido,
fui amado,
fui traído.
Mas, traidor,
também fui
e fui perdido,
num mar de ondas
rebeldes e negras,
sem me conhecer
e fui caindo,
ainda mais fundo,
no negro mundo,
sem saber.

Victor Motta

Cansei de ficar tentando provar que vocês estão errados. Agora, vocês que quebrem a cabeça para provarem que eu não estou certo.

Jefferson Peixoto