Tenha Fé e Perseverança

Cerca de 35 frases e pensamentos: Tenha Fé e Perseverança

PARA VENCERMOS NA VIDA TEMOS QUE CONTAR CONOSCO,NA PERSEVERANÇA E FORÇA DE VONTADE ABRIR MÃO DO NOSSO EU E ACIMA DE TUDO COM DEUS

EDUARDO DE CASTRO WANDERMUREM BADI

" A fé robusta traz a perseverança, a energia e os recursos que fazem vencer-se os obstáculos, tanto nas pequenas como nas grandes coisas. A fé que é vacilante traz a incerteza, a hesitação, das quais se nutrem os obstáculos que se quer vencer, ela não procura os meios de vencer, porque não crê poder vencer."

Allan Kardec - O Evangelho Segundo o Espiritismo - Poder da Fé - EME

"Quando alguem lhe disser que irá lhe puxar o tapete diga-lhe; Mas tome cuidado com a montanha de sujeira que irá enfrentar.
É que eu costumo sempre sacudir a poeira e recomeçar, espero que não sejas alérgico á perseverança"

Valéria Carvalho Ribella

A perseverança é a fé em Cristo, é a nossa resistência contra as adversidades.

Cleiton Antonio de Paula

Hei mulher, o grito, a força , união, perseverança, lutar, vencer, saber, viver, fé , compaixão, amor no coração!

Negra Li

Batalhe para conquistar, se possível com fé, os propósitos
que sustentam a sua perseverança.

Helgir Girodo

''e quem disse que seria fácil? se fosse fácil não existiria a fé e a perseverança.''

AUTORA: RAFAELA DOS ANJOS

SIGAM E FIQUE POR DENTRO https:www.facebook.comrafaela.anjos.s2

A esperança é a perseverança com a fé de pé, é
Mais que motivação, é a necessidade de se achar
Alguma facilidade pra poder se alcançar a felicidade!
Guria da Poesia Gaúcha

Guria da Poesia Gaúcha

Nunca desista dos seus sonhos; fé, coragem e perseverança, são as palavras chaves para que eles sejam alcançados

Gabriel Moretti

A fé e a perseverança são barcos fortes, a negligência é marremoto, arrasta todos eles.

Luck Palege

Infinitamente uma mulher que vive a vida com perseverança e fé
Sensível mais com uma personalidade e um temperamento forte
Alegre ao ponto de contagiar com energia positiva a todos
Bela de forma natural com sua sinceridade e simplicidade
Elegante no vestir e na sua forma de ser
Linda como as rosas da primavera

Isaias Ribeiro

NÃO EXISTE EVOLUÇÃO ESPIRITUAL SEM FÉ ,CARIDADE E PERSEVERANÇA .

NILSON HURAN

A esperança é a perseverança com fé de pé, é
Mais que motivação, necessidade de se achar
Alguma facilidade para se alcançar a felicidade!
Guria da Poesia Gaúcha

Guria da Poesia Gaúcha

Sou uma pessoa que dou valor a tudo que conquistei com minha fé e perseverança.
Nunca tive ambição no que não fosse meu.
Sempre lutei pelos meus objetivos.
Sou grata a Deus por me fazer ver o que muitos ainda não conseguem.

Anna L Ramos

EZEQUIEL 18

Este capítulo de Ezequiel mostra de modo muito claro que é a perseverança na fé e a santificação que mantêm o cristão na prática da justiça, a maior e melhor evidência da salvação, que é pela graça, mediante a fé.
Se alguém chegou a se inteirar dos caminhos do Senhor e até mesmo a agir conforme exigido pelos Seus mandamentos, e esta pessoa retorna depois à prática da iniquidade, na qual vivera dantes, isto comprova que tal pessoa não foi justificada por Deus; que não foi salva por Ele, que não nasceu de novo do Espírito; e que portanto, nunca teve a vida eterna, mesmo quando se inteirava da prática da justiça.
Todavia, aquele que vivia na prática da iniquidade e vem a se converter dos seus maus caminhos e persevera na fé e na santificação, não se fará mais lembrança dos pecados que tal pessoa havia praticado no passado porque será completamente perdoada por Deus, e terá a vida eterna, desde a sua conversão.
Assim, este capitulo relaciona as boas obras de justiça que são evidências de quem realmente é justo diante de Deus. Certamente não são estas boas obras a causa da sua salvação (que é sempre a graça e a fé), mas a sua melhor evidência, conforme já comentamos anteriormente.
Todavia, não podemos esquecer que este capitulo não foi escrito particularmente para a Igreja, debaixo da Nova Aliança com Cristo, e sim debaixo da Lei da Antiga Aliança, que interessava apenas aos israelitas, no período de vigência daquela aliança.
As ameaças de morte, e a promessa de preservação da vida, têm a ver, especialmente, com as promessas de bênçãos e as ameaças de maldição contidas na Lei de Moisés (A Antiga Aliança abrangia todos os israelitas em todas as gerações de Israel, de Moisés até a morte de Jesus, e por isso, possuía também um caráter essencialmente coletivo quanto às aplicações das suas promessas de bênçãos (Lev 26.3-13; Dt 7.12-26; 11.8-32; 28.1-14), e de maldições (Lev 26.14-42; Dt 11.26-28; 27.26; 28.15-68).
Devemos lembrar também que o que deu ocasião a esta mensagem que foi dada por Deus ao profeta foi o provérbio que havia entre os israelitas, de que eles não estavam sendo julgados porque fossem culpados perante Deus, mas sempre por causa do pecado de seus antepassados, conforme previsto na Lei de que Deus visitaria a iniquidade dos pais nos filhos até a terceira e a quarta geração, que eles haviam reduzido para a forma proverbial de se dizer que os pais comeram uvas verdes e os dentes dos filhos é que ficaram embotados.
Então para demonstrar que nunca havia desobrigado ninguém da responsabilidade pessoal e individual perante Ele, o Senhor enfatizou que cada pessoa vive (por causa da sua justiça) ou morre (por causa dos seus próprios pecados, e não por causa dos pecados de outrem).
O princípio legal de se visitar a iniquidade dos pais nos filhos, na Antiga Aliança, tinha por alvo reforçar exatamente a responsabilidade individual, da qual eles estavam procurando se eximir.
Porque à medida que os pais são irresponsáveis, a tendência é que os filhos sejam mais irresponsáveis ainda, e era apenas isto que o Senhor queria evitar, e não agir de forma injusta fazendo com que o inocente fosse considerado culpado, ou que o culpado fosse considerado inocente, o que a propósito, constava da Lei de Moisés, para que os juízes de Israel não viessem a condenar pessoas que fossem inocentes das coisas que fossem acusadas, ou então, que culpados, fossem declarados inocentes por eles.
Então não procedia a acusação dos judeus em relação ao Senhor, dizendo que Ele não era justo, que também não eram justos os Seus caminhos, ou seja, as Suas exigências, a Sua vontade, refletidas nos Seus mandamentos.
É algo muito triste quando a justiça é distorcida, quando ao mal chamam bem, e ao bem chamam mal. E é justamente isto o que costumam fazer os ímpios, e desta forma os judeus estavam comprovando que eram ímpios e não justos, porque julgavam que os caminhos deles é que eram justos e não os caminhos de Deus.
E o Senhor, revelando que não é apenas justo, mas também misericordioso e perdoador, ainda assim convocou aqueles ímpios do Seu próprio povo a se converterem a Ele, convertendo-se de todas as suas transgressões, para que não fossem levados por sua iniquidade à perdição (v. 30).
E rogou-lhes que lançassem fora todas as suas transgressões que haviam cometido contra Ele, e que criassem um novo coração e um espírito novo, para que não morressem (v. 31).
Afinal, o Senhor não tem prazer na morte de ninguém, antes deseja que o ímpio se converta e viva (v. 32).
Em todo o caso a Palavra de Deus nesta passagem de Ezequiel nos alerta para a seriedade que se exige de nós quanto a considerarmos a possibilidade de transformar a graça de Deus em luxúria, conforme dizer do apóstolo Judas, porque não são poucos os cristãos que costumam usar o argumento de que podem permanecer no pecado, porque estão debaixo da graça e não da Lei.
Entretanto, o Senhor está seriamente interessado em que seus filhos abundem na prática de boas obras de justiça, e que consagrem seus membros à prática da justiça, com vistas à santificação deles, pela Palavra, mediante o poder do Espírito.
Que ninguém seja portanto, achado faltoso nesta parte, pensando erroneamente que estar sob a graça significa ter permissão de Deus para viver pecando.
Que nos cause horror a doutrina, de que podemos estar sossegados quando pecamos deliberadamente, porque afinal basta crer que o sangue de Cristo nos purifica de todo pecado.
Isto não é o que a Bíblia ensina. Ao contrário, ordena que não devemos dar descanso à nossa alma enquanto não estivermos santificados. Que devemos chorar pelos nossos pecados para que sejamos de fato bem-aventurados, e assim o sangue de Jesus mostrará toda a sua eficácia em nosso favor.
Lembremos que Deus não odeia a nada do que Ele criou. Especialmente as almas dos homens. Então se alguém vier a se perder, isto não terá sido pela vontade de Deus, mas pelo próprio amor da pessoa às trevas e ao pecado.




“1 De novo veio a mim a palavra do Senhor, dizendo:
2 Que quereis vós dizer, citando na terra de Israel este provérbio: Os pais comeram uvas verdes, e os dentes dos filhos se embotaram?
3 Vivo eu, diz e Senhor Deus, não se vos permite mais usar deste provérbio em Israel.
4 Eis que todas as almas são minhas; como o é a alma do pai, assim também a alma do filho é minha: a alma que pecar, essa morrerá.
5 Sendo pois o homem justo, e procedendo com retidão e justiça,
6 não comendo sobre os montes, nem levantando os seus olhos para os ídolos da casa de Israel, nem contaminando a mulher do seu próximo, nem se chegando à mulher na sua separação;
7 não oprimindo a ninguém, tornando, porém, ao devedor e seu penhor, e não roubando, repartindo e seu pão com o faminto, e cobrindo ao nu com vestido;
8 não emprestando com usura, e não recebendo mais de que emprestou, desviando a sua mão da injustiça, e fazendo verdadeira justiça entre homem e homem;
9 andando nos meus estatutos, e guardando as minhas ordenanças, para proceder segundo a verdade; esse é justo, certamente viverá, diz o Senhor Deus,
10 E se ele gerar um filho que se torne salteador, que derrame sangue, que faça a seu irmão qualquer dessas coisas;
11 e que não cumpra com nenhum desses deveres, porém coma sobre os montes, e contamine a mulher de seu próximo,
12 oprima ao pobre e necessitado, pratique roubos, não devolva o penhor, levante os seus olhos para os ídolos, cometa abominação,
13 empreste com usura, e receba mais do que emprestou; porventura viverá ele? Não viverá! Todas estas abominações, ele as praticou; certamente morrerá; o seu sangue será sobre ele.
14 Eis que também, se este por sua vez gerar um filho que veja todos os pecados que seu pai fez, tema, e não cometa coisas semelhantes,
15 não coma sobre os montes, nem levante os olhos para os ídolos da casa de Israel, e não contamine a mulher de seu próximo,
16 nem oprima a ninguém, e não empreste sob penhores, nem roube, porém reparta o seu pão com o faminto, e cubra ao nu com vestido;
17 que aparte da iniquidade a sua mão, que não receba usura nem mais do que emprestou, que observe as minhas ordenanças e ande nos meus estatutos; esse não morrerá por causa da iniquidade de seu pai; certamente viverá.
18 Quanto ao seu pai, porque praticou extorsão, e roubou os bens do irmão, e fez o que não era bom no meio de seu povo, eis que ele morrerá na sua iniquidade.
19 contudo dizeis: Por que não levará o filho a iniquidade do pai? Ora, se o filho proceder com retidão e justiça, e guardar todos os meus estatutos, e os cumprir, certamente viverá.
20 A alma que pecar, essa morrerá; o filho não levará a iniquidade do pai, nem o pai levará a iniquidade do filho, A justiça do justo ficará sobre ele, e a impiedade do ímpio cairá sobre ele.
21 Mas se o ímpio se converter de todos os seus pecados que cometeu, e guardar todos os meus estatutos, e preceder com retidão e justiça, certamente viverá; não morrerá.
22 De todas as suas transgressões que cometeu não haverá lembrança contra ele; pela sua justiça que praticou viverá.
23 Tenho eu algum prazer na morte do ímpio? diz o Senhor Deus. Não desejo antes que se converta dos seus caminhos, e viva?
24 Mas, desviando-se o justo da sua justiça, e cometendo a iniquidade, fazendo conforme todas as abominações que faz o ímpio, porventura viverá? De todas as suas justiças que tiver feito não se fará memória; pois pela traição que praticou, e pelo pecado que cometeu ele morrerá.
25 Dizeis, porém: O caminho do Senhor não é justo. Ouvi, pois, ó casa de Israel: Acaso não é justo o meu caminho? não são os vossos caminhos que são injustos?
26 Desviando-se o justo da sua justiça, e cometendo iniquidade, morrerá por ela; na sua iniquidade que cometeu morrerá.
27 Mas, convertendo-se o ímpio da sua impiedade que cometeu, e procedendo com retidão e justiça, conservará este a sua alma em vida.
28 pois se reconsidera, e se desvia de todas as suas transgressões que cometeu, certamente viverá, não morrerá.
29 Contudo, diz a casa de Israel: O caminho do Senhor não é justo. Acaso não são justos os meus caminhos, ó casa de Israel, Não são antes os vossos caminhos que são injustos?
30 Portanto, eu vos julgarei, a cada um conforme os seus caminhos, ó casa de Israel, diz o Senhor Deus. Vinde, e convertei-vos de todas as vossas transgressões, para que a iniquidade não vos leve à perdição.
31 Lançai de vós todas as vossas transgressões que cometestes contra mim; e criai em vós um coração novo e um espírito novo; pois, por que morrereis, ó casa de Israel,
32 Porque não tenho prazer na morte de ninguém, diz o Senhor Deus; convertei-vos, pois, e vivei,” (Ezequiel 18)

Silvio Dutra

6/3/2015 18;06

QUANDO A TUA PERSEVERANÇA,ESPERANÇA,FÉ,

CONFIANÇA,CRENÇA,PERMANEÇE EM DEUS,

DEUS NÃO DEIXA MORRER....


MAS DEUS FAZ ELA SE RENOVAR...

CADA DIA... CADA MANHÃ...

EM TUA VIDA....


ESTA É A RECOMPENSA...
´´´´

JOELMA FERA

Que essa nova semana que vem seja repleta de paz amor realizações perseverança e acima de tudo de fé fé em Deus fé em dias melhores fé que seus sonhos e metas vão se realizar

Maria A Alcântara

Não desista nunca, pois tudo poderá estar a seu alcance. A fé, o trabalho, e a perseverança, dignificam o ser humano, e o faz um vencedor.

Leobino Filho

O primeiro passo pra se enfrentar um desafio é ter fé e confiança. O passo seguinte é a perseverança.

Leonino Filho

A esperança conectada no Senhor alimenta a luta, a luta com fé vence o medo, e com perseverança na luta vence a guerra.

Élis Rocha