Tem Vergonha de Mim

Cerca de 11 frases e pensamentos: Tem Vergonha de Mim

SINTO VERGONHA DE MIM
Sinto vergonha de mim, por ter sido educador de parte deste povo, por ter batalhado sempre pela justiça, por compactuar com a honestidade, por primar pela verdade, e por ver este povo já chamado varonil, enveredar pelo caminho da desonra.
Sinto vergonha de mim, por ter feito parte de uma era que lutou pela democracia, pela liberdade de ser e ter que entregar aos meus filhos, simples e abominavelmente a derrota das virtudes pelos vícios, a ausência da sensatez no julgamento da verdade, a negligência com a família, célula-mater da sociedade, a demasiada preocupação com o ‘eu’ feliz a qualquer custo, buscando a tal ‘felicidade’ em caminhos eivados de desrespeito para com o seu próximo.
Tenho vergonha de mim pela passividade em ouvir, sem despejar meu verbo a tantas desculpas ditadas pelo orgulho e vaidade, a tanta falta de humildade para reconhecer um erro cometido, a tantos ‘floreios’ para justificar atos criminosos, a tanta relutância em esquecer a antiga posição de sempre ‘contestar’, voltar atrás e mudar o futuro.
Tenho vergonha de mim, pois faço parte de um povo que não reconheço, enveredando por caminhos que não quero percorrer…
Tenho vergonha da minha impotência, da minha falta de garra, das minhas desilusões e do meu cansaço. Não tenho para onde ir, pois amo este meu chão, vibro ao ouvir o meu Hino e jamais usei a minha Bandeira para enxugar o meu suor, ou enrolar o meu corpo na pecaminosa manifestação de nacionalidade.
Ao lado da vergonha de mim, tenho tanta pena de ti, povo deste mundo!

Cleide Canton

Porque eu sabia que você era problema quando você passou por mim
Que vergonha de mim agora
Me levou a lugares que nunca fui
E agora me colocou pra baixo.

Taylor Swift

As vezes tenho vergonha de mim mesmo por conta de atitudes tomadas por algumas pessoas.

Janicelio

Nossa, ás vezes sinto uma profunda vergonha de mim mesma, da grande hipócrita que eu sou. Vivo criticando as pessoas fúteis, que só se preocupam com a beleza exterior, que não fazem esforço pra ter conteúdo e fazer alguma diferença no mundo. Mas afinal, eu sou o que?
Mais uma dessas pessoas que se preocupam com um arquétipo perfeito de mulher, com roupas bonitas, maquiagens bonitas, essas coisas idiotas!
Claro que em toda minha vida procuro evoluir, me tornar uma pessoa melhor e mais culta. Porém a sociedade exije de mim a futilidade, como dizia Rousseau “O homem nasce bom, e a sociedade o corrompe.” E concordo plenamente com Rosseau, o homem nasce puro, vem ao mundo nu, sem riquesas, sem roupas, sem nada. Mas a sociedade faz ele se viciar nessas futilidades da carne humana.
Essa alienação fica cada vez pior, as pessoas se importam mais com que roupa vão sair hoje do que com aquele indigente que está ali, quase morrendo de fome por não ter um pão pra comer.
Mas é claro, porque se importar com outra pessoa sem ser si mesmo, sua família e seus amigos?! Se eles estão com fome o problema é deles…
Coisa mais ridicula é esse pensamento podre do ser humano.
Eu posso ser uma mulher futil, que me preocupo com minhas roupas, meu cabelo, minha aparência e a minha diversão, mas em nenhum momento da minha vida deixo de pensar nas pessoas que precisam disso tudo muito mais que eu.
Ajudar ao próximo, um DOM que poucos tem, e que muitos deveriam ter.
Posso ter vergonha de mim por ser essa pessoa tão dependente dos vicios da sociedade, mas tenho dentro de mim a consciência de que com a minha ajuda muitas pessoas podem ter mais esperança de vida.
Nós devemos ser um modelo de benevolência para com os outros.
Sem a bondade e com o egoismo o mundo não vai pra frente, e cada vez mais o mundo vai parecer o inferno pra uns (os indigentes) e o paraiso para outros (os ricos). Mas isso não está certo, nós não podemos ser tão errantes assim… Nós não podemos ser tão ruins ao ponto de ver alguém morrendo de fome e não darmos o que comer, ver as pessoas implorando ajuda e não fazermos nada para ajuda-las.
Tudo bem que nós somos seres errantes, tudo bem querermos ter uma vida com grandes regalias, uma boa casa, um bom carro, uma boa roupa… Mas ter isso tudo não nos impede de doar só um pouco do que temos há quem precisa. Ás vezes o que pra nós é pouco, pra uns é muito. Ajude ao próximo, seja uma benção na vida de alguém…
Pare e pense, você poderia estar no lugar dele, precisando da ajuda dele assim como ele precisa da sua. O mundo gira, a vida muda, e a única certeza que temos é que nada é concreto, tudo que você tem hoje, amanhã pode não ter mais. Assim gira o mundo, isso é o tempo.
Estamos na Terra para aprendermos, para vivermos e nos regenerarmos a cada dia.
O mundo está se perdendo, entrando em uma rotativa triste onde o que mais reina é o sofrimento. Diante de tudo isso nós vemos o quanto nós somos escravos das aparências, escravos do consumismo, escravos do querer sempre mais e mais. Infelismente a culpa disso é de todos nós, que buscamos isso nos outros e deixamos que os outros busquem isso na gente.
Mas isso não é a vida, a verdadeira arte de viver consiste em ser feliz, evoluir intelectualmente, espiritualmente e saber doar um pouco de felicidade ao próximo.

Paloma Almeida

Se eu não puder me desculpar por agir errado, então é uma vergonha para mim, eu serei a razão da sua dor e você pode botar a culpa em mim.

Anderson Villanueva

Não tenha vergonha de mim
Me abrace e me beije
Fora do meu camarim.

Não, não tenha vergonha de mim
Se aproxime e me deseje
E me deixe toda assim.

Não tenha vergonha de mim
De meu riso, meus trejeitos
Pois foi prá isso que eu vim.

Não, não tenha vergonha de mim
Me envolva em seus braços
E em seu sonho carmesim.

Não tenha vergonha de mim
Seja sempre meu parceiro
Neste lençol de cetim.

Não tenha vergonha de mim
De minhas palavras e caretas
Tal qual espadachim.

Não tenha vergonha de mim
Me alimente, me proteja
E te direi sempre sim.

Não tenha vergonha de mim
Não me deixe sozinha
Dancemos neste festim.

Não tenha vergonha de mim
Permita que outros nos vejam
Caminhando pelo jardim.

Por favor
Não tenha vergonha de mim
Não solte a minha mão
Quando encontrar um afim.

Não, não tenha vergonha de mim
Prenda-se ao meu cheiro:
Ao meu perfume de jasmim.

Não tenha vergonha de mim
Pois sou louca, mas te amo
Quero-te, apenas, enfim.

Angela Natel

Simplesmente falo para que o silêncio não venha ter vergonha de mim.

João Alfredo Tchipilica

Quando choro fico com vergonha de mim mesma, porque meu nível de auto-estima é tão alto, que não permito nem mesmo a mim ver-me triste

Priscila Serdeira

Eu não tenho vergonha de mim. Amo cada milímetro que me faz humana, mesmo sendo eu um poço de defeitos e pecados.

Joice Carolline

Pra mim vergonha não é dizer que ama , que gosta , que so quer te-la contigo
vergonha pra mim é enganar , iludir , mentir e tudo oque não é bom "

Lineker Lopes