Tédio

Cerca de 381 frases e pensamentos: Tédio

"O passado é um tédio, mas difícil esquecê-ló"

Mabia Sanaia

A solidão não é um tédio, é um remédio. É na solidão que travamos as melhores conversas de nossas vidas, porque só em silêncio absoluto é possível ouvir a voz do nosso próprio coração. É quando a boca se cala, não há ninguém para trocar palavras e nem sorrisos, que devemos buscar a nós mesmos. Notem que as pessoas que detestam ficar sozinhas, são as mais desesperadas pela fuga, assim como crianças que fogem das lições dadas pelos pais. A solidão é um luxo, não um lixo. Nos aproxima de nós mesmos, como nada mais faz. As melhores ideias certamente surgiram nestes momentos introspectivos e trancados numa sala vazia. Livros surgem, é claro, pela observação do mundo mas, depois disso, são necessários inúmeros momentos de reflexão e solidão. Porque somos aquilo que somos, sem medo ou vergonha. Quem tem medo de ficar sozinho, tem medo da própria repressão. Tem medo do próprio julgamento. Mas quem é que pode crescer sem uma briga interna? Devemos travar nossas próprias batalhas para desenvolver nossas estratégias de guerra. Chorar, ler um livro, inventar teorias sobre o universo, criar um poema, estudar toda a matéria de história e tentar ligar os fatos, cantar uma música nostálgica, abrir uma página qualquer de um livro qualquer e, a partir daquele trecho, tentar se lembrar da continuação. A solidão é uma dádiva, não uma dívida! Falar sozinho, rir para o espelho, olhar para o teto, fazer uma obra de arte, ver fotografias. Alguém duvida de que são esses os momentos em que nos encontramos? Alguém duvida de que no choro, refletimos sobre felicidade; no livro, sobre metalinguagem; na música, sobre o que éramos algum tempo antes e no espelho, sobre quem somos hoje? É um encontro do eu com o eu. E quer alguém melhor para nos entender do que nós mesmos? A solidão tem mais vantagens do que se pensa.

Pablo Reis Expresiones

"A vida é um seguir em frente sem retornos. O tédio dos efêmeros momentos de parada revelam o quanto nossas almas são apaixonadas pelo frenesi do viajar em plena liberdade". (O Mentor Virtual)

Maurício A. Costa

As paredes do quarto seguem descascadas e não pretendo pintá-las. Tédio. Sozinho, deitado na cama de casal, miro o balde de lixo e arremesso a folha datilografada que eu lia há pouco tempo. Não foi hoje, nem ontem, muito menos anteontem que ela pensou em tomar essa atitude. Essa carta tinha sido escrita há semanas, eu pude sentir isso. Só lhe faltava um pouco de coragem para deixá-la sobre a mesinha de cabeceira — o que fez horas atrás enquanto eu dormia despreocupadamente. Bom, agora essa folha morre dentro do lixo, porém suas palavras perdurarão nesse coração descascado; coração do qual terei de pintar novamente, temendo que se deteriore por completo.

Jim Carbonera

Amoramora
Autor: Tadeu G. Memória

Hoje o poema chora,
A noite demora,
O tédio vigora,
Não há mais aurora,
Não existem festas pela noite afora.

Hoje o sol já não doura,
A flor já não cora,
Não se conserva fauna e flora,
A tristeza a transtorna.
Já não flerto a loura.

Hoje eu não tenho a Dora,
outro gajo agora,
Ela tem como amo, amigo e namora,
E do seu baralho eu sou carta fora.

Então a coisa piora.
O verbo que um dia soara,
Como promessa parece fantasia que voara,
E esse desespero então ancora,
O lado ingênuo e bom do ser deflora.

Assim não há melhora,
E esta agonia então penhora,
Meus sonhos, meus planos tudo gora,
Pra minha alegria nem mais uma hora,

Hoje a esperança vai embora,
E claro me sinto vazio, carente, ora...
Quem só tem lembranças de quem se adora,
Aliás, toda essa abstração apenas devora
Meu ego, minh’alma, meu corpo... Porra!

Mas um dia o amor aflora,
Faz valer toda ternura de outrora,
Apesar de soar como ”lora,”
Essa estrofe que eu dedico a outrora.
Desse amor que é melhor que amora.

Tadeu G Memoria

Foi o tédio que inventou os jogos e o sexo?

Fran Caye

Eu não sinto que eu sou sua amiga, sinto que sou uma estranha que é usada para matar o tédio quando você não tem mais nada para suprimir os espaços que tem na sua vida.

Alessandra Santarosa

Tédio - Soneto

Em contratempos que levam ao tédio,
Vou trilhando infeliz o mau caminho.
Não sei ao certo se esse é o remédio,
Nesta desventura não ando sozinho.

Essa mesmice que assola todo meu ser,
Faz de mim um tolo numa triste solidão.
Não sei mais diferenciar o ser do ter,
Vivo intensamente o perigo da exclusão.

Como provar o sabor do fruto do amor,
Se não me permito viver em comunhão.
Penso na mordida que traz grande dor,
Esquecendo do amor maior no coração.

A felicidade é um sentimento possível,
Mas não basta acreditar, precisa emoção!

Djalma CMF

Além-tédio

Nada me expira já, nada me vive ---
Nem a tristeza nem as horas belas.
De as não ter e de nunca vir a tê-las,
Fartam-me até as coisas que não tive.

Como eu quisera, enfim de alma esquecida,
Dormir em paz num leito de hospital...
Cansei dentro de mim, cansei a vida
De tanto a divagar em luz irreal.

Outrora imaginei escalar os céus
À força de ambição e nostalgia,
E doente-de-Novo, fui-me Deus
No grande rastro fulvo que me ardia.

Parti. Mas logo regressei à dor,
Pois tudo me ruiu... Tudo era igual:
A quimera, cingida, era real,
A própria maravilha tinha cor!

Ecoando-me em silêncio, a noite escura
Baixou-me assim na queda sem remédio;
Eu próprio me traguei na profundura,
Me sequei todo, endureci de tédio.

E só me resta hoje uma alegria:
É que, de tão iguais e tão vazios,
Os instantes me esvoam dia a dia
Cada vez mais velozes, mais esguios...

Mário de Sá-Carneiro

Blá blá blá

Prolixo se lixa.
Bah que tédio, me larga!

Vem com papo mole,
Acha que caio?!

Enfadonho, e é aquela mesma história,
Cheio de casos ao acaso, sem glória.

Insano, nem pensa, cospe e fala,
Vem rir, vem ver.

Mimimi de ventilador,
Com aquelas mesmas frases
Sempre o mesmo, o mesmo, o mesmo…

Parece enfeitado e sério,
Mas é inconsiso, chato, verboso.
Fui ouvir, dormi.

Saco!

Jaqueline Roiz

Meu Deus que tédio!
O tédio tomou conta de mim.
Há alguém pra me indicar um remédio?
Juro, não quero ficar assim.

O tédio encheu minha cabeça e coração...
sitiou...bloqueou...cercou...
não há mais nem um cantinho sequer,
não há nenhum espaço, nada livre.
Como faço se ele sair não quer não?

Tédio... tudo culpa do tédio
veio e tomou conta...
Será que posso acusá-lo de assédio?
Irei pra prisão se matar o tédio?

Rosangela Calza

Na minha vida fui o figurante.
O seu protagonista foi outro, não eu.
Talvez a abdicação, o tédio, o sonho infante!
Velho entusiasmo que desfaleceu.

Sou aquele que esta sempre ao canto
Esperando a hora de ir embora.
E que aguarda com a avidez de um santo
O momento oportuno do abrir da porta.

Uma nova aurora, um novo ciclo;
Talvez quem sabe um nada novo!
Tudo contínua, eu inexisto,
Na hora confusa de agora há pouco.

Rodrigo Borges Miguel

A guerra não compreende o valor da paz,
O tédio não sabe a importância da aventura,
O cansaço não busca o sentido do despertar.

A doença nos mostra a importância da saúde,
O fogo nos ensina sobre a necessidade da água,
A poluição nos chama a atenção para o puro ar.

A globalização ignora o sofrimento da natureza,

A população mundial sofre por essa ignorância!

Djalma CMF

Quarta-feira anunciando nuvens de preguiça pela manhã, ondas de tédio à tarde e trovoadas de desejos à noite.

Livia Araújo

Que as decepções, o tédio, o cansaço não nos encontre. E que a gente possa sorrir...

Livia Araújo

Nostalgia de quinta
depressão de quarta
delírios de terça
desamores de segunda
tédio de domingo
vida sem graça de sábado
vida sem graça de todo dia

Camila Vieira

Deixe-me dizer que amei seus olhos de repente , não sei se por tédio ou porque é impossível evitar
Só sei que acontece
Acontece quando menos se espera

Deixe-me dizer que isso me faz bem , porque me faz esquecer do que faz mau
Deixe-me dizer que é sexta enquanto for a tarde de domingo
Deixe-me ser eu, mergulhada no que sinto


Jaqueline K.

Jaqueline K.

Levanta aí, vamos!
Ergue a cabeça, deixa esse tédio deitado na cama
Caminhe pelas estradas pra enfeitar teus poemas
Não é você que vai se deter
Se o mundo não é bom, crie outro e outro
Alegria com Alegria poesia com todo o dia
Coração com paixão
Faça teus versos rimarem.
Vamos! Eu sei que só um menino vai brandar, cantar
Rolará pela estrada do universo, tu e a força dos teus versos.

Luiz Fernando Mendes