Te Procurei

Cerca de 531 frases e pensamentos: Te Procurei

Sentindo falta do seu amor o meu sonho foi te amar te procurei em minha vida mais você não estava La em varias entradas e saídas atua procura eu fui mais por mais longe eu ia nada pude encontrar talvez o erro foi meu que mergulhei em te amar me afoguei só em lágrimas pois você não soube me amar e sempre que precisei jamais pude lhe encontrar.

Maria A Alcântara

Faço dos teus braços um lugar mais seguro,
Procurei paz em outro abraço não achei eu juro,
Saio do compasso, passo apuros que vier,
Abro a janela pra que você possa ver...

Pollo

Por muitos anos procurei-me a mim mesmo. Achei. Agora não me digam que ando à procura da originalidade, porque já descobri onde ela estava, pertence-me, é minha.

Mário de Andrade

Procurei em versos
Em palavras o seu significado
Naquele momento , tudo em ti tinha mudado
Preocupei-me
Sem saber o que fazer
A dar voltas e voltas para não perceber
Não quis entender
Quis mudar o que se estava a passar
Pôr fim ao sentimento
Que me massacrava por dentro
Senti-me sozinha
Sem saber no que aquilo iria dar
Não quis perguntar
Seria mais que uma amizade?
Tive medo de tentar perceber essa realidade

vilma

Sonho novo.


Procurei em ti alguma coisa que me fizesse
crer que existe felicidade,
além das trevas que já senti...
Procurei em seus olhos respostas para o que
eu jamais consegui entender.
Procurei no seu coração
a explicação para tanta ternura,
e ainda sem acreditar em tudo, me perguntava:
-Porque eu?
Como pode alguém sentir algo tão grande por mim?
Como pode alguém ser assim?
E tudo me pareceu um sonho bom,
a vida me sorriu
e eu resolvi ficar e amar...



16/08/2011

Vilma Galvão

Sonho novo


Procurei em ti alguma coisa que me fizesse
crer que existe felicidade,
além das trevas que já senti...
Procurei em seus olhos respostas para o que
eu jamais consegui entender.
Procurei no seu coração
a explicação para tanta ternura,
e ainda sem acreditar em tudo, me perguntava:
-Porque eu?
Como pode alguém sentir por mim algo tão grande?
Como pode alguém ser assim?
E tudo me pareceu um sonho bom,
a vida me sorriu
e eu resolvi ficar e amar...

Vilma Galvão

E tudo ficou tão pequeno,
ficou faltando algo
e procurei nas minhas lembranças
algo que pudesse ainda resgatar
o que eu sentia por você...

Vilma Galvão

Ontem olhei para o céu
E procurei minha estrela
É ela que mim inspira
Procurei muito e não o vi
Fiquei me questionando
Porque que ela sumiu
Voltei pensativa pra luta
Continuei minha lida
Depois de alguns instantes
Voltei ao mesmo lugar
Olhei de novo para o céu
E nada vi resolvi e mais adiante
E quando olhei pra cima
Ela estava la um pouco apagada
Questionei de novo
O que te aconteceu porque esta escondida
E nada me respondeu
Sai dali e voltei de novo pra minha lida
Depois de algumas horas
Olhei de novo pra céu
E ela tinha voltado
Ainda um pouco sem brilho
Mas eu não questionei
Fiquei um pouco contente
Mas tarde eu voltei e vi
Que ela brilhava mas estava em outro lugar
Ai não questionei
Mas pensei esta ai né
Cuidado de corações
Feliz sai e fui
maria de fatima

Maria de Fatima

Procurei a sombra de uma árvore, encontrei uma acácia e dormí uma noite, gostei e por isso durmo até hoje.

Washington rocha

LUA

Vi a lua encantada,
Sorrindo abobalhada,
Parecia apaixonada.

Procurei a quem ela olhava
Ora, que indiscreta,
Era você quem ela admirava,
Achei-a, então descarada.

Então, percebi que você,
Segredos com ela trocava,
E não via nada.

Passei a sua frente
E você!Que descaso!
Com a lua estava encantado!

Vera Costalonga

Essa poesia nasceu um dia que estava na sacada do sobrado de uma amiga num churrasco fiquei olhando a lua e surgiu a poesia.
Presidente Prudente-1998

vera lucia

Para Magali

Te busquei em alturas
procurei em superfícies
te encontrei afinal
no mais profundo de mim!

Jaak Bosmans

Saudade só minha...

Te procurei pelas tabernas do ontem,
descobrindo o esconderijo em segredo...
Lembrei das tardes do teu sorriso,
da doce saga do beijo menino
e do trêmulo desejo do teu corpo todo
entregue à mim, pelo fio da fantasia
que afogou minh'alma de prazer...
Depois devolveu-me à solidão só minha
e à minha vida inteira de insensatez...

Angela Lara

"Procurei em algum lugar um pouco distante um amor, encontrei um amor, mas não encontrei você"

Bolivar

Eu retornava pra casa, em um dia muito frio quando tropecei em uma carteira.
Procurei por algum meio de identificar o dono.
Mas a carteira só continha três dólares e uma carta amassada,
que parecia ter ficado ali por muitos anos.
No envelope, muito sujo, a única coisa legível era o endereço do remetente.
Comecei a ler a carta tentando achar alguma dica.
Então eu vi o cabeçalho.
A carta tinha sido escrita quase sessenta anos atrás.
Tinha sido escrita com uma bonita letra feminina em azul claro sobre um papel
de carta com uma flor ao canto esquerdo.
A carta dizia que sua mãe a havia proibido de se encontrar com Michael mas
ela escrevia a carta para dizer que sempre o amaria.
Assinado Hannah.
Era uma carta bonita, mas não havia nenhum modo, com exceção do nome
Michael, de identificar o dono.
Entrei em contato com a cia. telefônica, expliquei o problema ao operador e
lhe pedi o número do telefone no endereço que havia no envelope.
O operador disse que havia um telefone mas não poderia me dar o número.
Por sua própria sugestão, entrou em contato com o número,
explicou a situação e fez uma conexão daquele telefone comigo.
Eu perguntei à senhora do outro lado, se ela conhecia alguém chamada Hannah.
Ela ofegou e respondeu:
- "Oh! Nós compramos esta casa de uma família que tinha uma filha chamada Hannah.
Mas isto foi há 30 anos!"
- "E você saberia onde aquela família pode ser localizada agora?"
Eu perguntei.
- "Do que me lembro, aquela Hannah teve que colocar sua mãe em um asilo
alguns anos atrás", disse a mulher.
"Talvez se você entrar em contato eles possam informar".
Ela me deu o nome do asilo e eu liguei.
Eles me contaram que a velha senhora tinha falecido alguns anos atrás mas eles
tinham um número de telefone onde acreditavam que a filha poderia estar vivendo.
Eu lhes agradeci e telefonei.
A mulher que respondeu explicou que aquela Hannah estava morando agora em um asilo.
A coisa toda começa a parecer estúpida, pensei comigo mesmo.
Pra que estava fazendo aquele movimento todo só para achar o dono de uma
carteira que tinha apenas três dólares e uma carta com quase 60 anos?
Apesar disto, liguei para o asilo no qual era suposto que Hannah estava
vivendo e o homem que atendeu me falou,
- " Sim, a Hannah está morando conosco."
Embora já passasse das 10 da noite, eu perguntei se poderia ir para vê-la.
- "Bem", ele disse hesitante,
"se você quiser se arriscar, ela poderá estar na sala assistindo a televisão".
Eu agradeci e corri para o asilo.
A enfermeira noturna e um guarda me cumprimentaram à porta.
Fomos até o terceiro andar.
Na sala, a enfermeira me apresentou a Hannah.
Era uma doçura, cabelo prateado com um sorrisso calmo e um brilho no olhar.
Lhe falei sobre a carteira e mostrei a carta.
Assim que viu o papel de carta com aquela pequena flor à esquerda,
ela respirou fundo e disse,
- "Esta carta foi o último contato que tive com Michael".
Ela pausou um momento em pensamento e então disse suavemente,
- "Eu o amei muito. Mas na ocasião eu tinha só 16 anos e minha mãe achava
que eu era muito jovem.
Oh, ele era tão bonito.
Ele se parecia com Sean Connery, o ator".
- "Sim," ela continuou.
"Michael Goldstein era uma pessoa maravilhosa.
Se você o achar, lhe fale que eu penso freqüentemente nele.
E", ela hesitou por um momento, e quase mordendo o lábio, "lhe fale que eu
ainda o amo.
Você sabe", ela disse sorrindo com lágrimas que começaram a rolar
em seus olhos,
"eu nunca me casei.
Eu jamais encontrei alguém que correspondesse ao Michael..."
Eu agradeci a Hannah e disse adeus.
Quando passava pela porta da saída, o guarda perguntou,
- "A velha senhora pode lhe ajudar?"
- "Pelo menos agora eu tenho um sobrenome.
Mas eu acho que vou deixar isto para depois.
Eu passei quase o dia inteiro tentando achar o dono desta carteira".
Quando o guarda viu a carteira, ele disse,
- "Ei, espere um minuto!
Isto é a carteira do Sr. Goldstein.
Eu a reconheceria em qualquer lugar.
Ele está sempre perdendo a carteira.
Eu devo tê-la achado pelos corredores ao menos três vezes".
- "Quem é Sr. Goldstein?" Eu perguntei com minha mão começando a tremer.
- "Ele é um dos idosos do 8º andar.
Isso é a carteira de Mike Goldstein sem dúvida.
Ele deve ter perdido em um de seus passeios".
Agradeci o guarda e corri ao escritório da enfermeira.
Lhe falei sobre o que o guarda tinha dito.
Nós voltamos para o elevador e subimos.
No oitavo andar, a enfermeira disse,
- "Acho que ele ainda está acordado.
Ele gosta de ler à noite.
Ele é um homem bem velho."
Fomos até o único quarto que ainda tinha luz e havia um homem lendo um livro.
A enfermeira foi até ele e perguntou se ele tinha perdido a carteira.
Sr. Goldstein olhou com surpresa, pondo a mão no bolso de trás e disse,
- "Oh, está perdida!"
- "Este amável cavalheiro achou uma carteira e nós queremos saber se é sua?"
Entreguei a carteira ao Sr. Goldstein, ele sorriu com alívio e disse,
- "Sim, é minha! Devo ter derrubado hoje a tarde. Eu quero lhe dar uma recompensa".
- "Não, obrigado", eu disse.
"Mas eu tenho que lhe contar algo.
Eu li a carta na esperança de descobrir o dono da carteira".
O sorriso em seu rosto desapareceu de repente.
- "Você leu a carta?"
"Não só li, como eu acho que sei onde a Hannah está".
Ele ficou pálido de repente.
- "Hannah? Você sabe onde ela está? Como ela está?
É ainda tão bonita quanto era? Por favor, por favor me fale", ele implorou.
- "Ela está bem... E bonita da mesma maneira como quando você a conheceu".
Eu disse suavemente.
O homem sorriu e perguntou,
- "Você pode me falar onde ela está? Quero chamá-la amanhã ".
Ele agarrou minha mão e disse,
"Eu estava tão apaixonado por aquela menina que quando aquela carta chegou,
minha vida literalmente terminou.
Eu nunca me casei. Eu sempre a amei."
- "Sr. Goldstein", eu disse, "Venha comigo".
Fomos de elevador até o terceiro andar.
Atravessamos o corredor até a sala onde Hannah estava assistindo televisão.
A enfermeira caminhou até ela, "Hannah,
" ela disse suavemente, enquanto apontava para Michael que estava esperando
comigo na entrada. "Você conhece este homem?"
Ela ajeitou os óculos, olhou um momento, mas não disse uma palavra.
Michael disse suavemente, quase em um sussurro, - "Hannah, é o Michael. Lembra-se de mim?"
- "Michael! Eu não acredito nisto! Michael! É você! Meu Michael!"
Ele caminhou lentamente até ela e se abraçaram.
A enfermeira e eu partimos com lágrimas rolando em nossas faces.
- "Veja", eu disse. "Veja como o bom Deus trabalha! Se tem que ser, será!".
Aproximadamente três semanas depois eu recebi uma chamada do asilo em meu escritório.
-"Você pode vir no domingo para assistir a um casamento?
O Michael e Hannah vão se amarrar"!
Foi um casamento bonito, com todas as pessoas do asilo devidamente
vestidos para a celebração.
Hannah usou um vestido bege claro e bonito.
Michael usou um terno azul escuro.
O hospital lhes deu o próprio quarto e se você sempre quis ver uma
noiva com 76 anos e um noivo com 79 anos agindo como dois adolescentes,
você tinha que ver este par.
Um final perfeito para um caso de amor que tinha durado quase 60 anos...

Autor desconhecido

Te encontrei.

Eu não sabia o que era viver, mas te encontrei, você é o que eu sempre procurei.
É você quem reina em meus sonhos!

Hoje posso dizer que te amo! Que te quero! Que preciso de você.
Direi ao mundo que estou em você e que você está em mim...

Encontrei o que procurava!
E hoje sem você não saberia como viver!
Você é o complemento final, minha metade, o meu sopro de vida, a minha vontade de viver...

Enquanto te esperava, eu cavava o meu sepulcro que a esperança desfazia com a certeza de que iria te encontrar...

Não para ser o primeiro, mas para ser o ultimo, o único capaz de te fazer feliz...

28/02/2005

Raphael Santos Araujo

Das idas e vindas, das rotas e voltas, por toda minha vida procurei um significado para a tão desconhecida ‘saudade’, procurei por dicionários, vasculhei por pequenos rastros nos meus dias solitários, e o que me sobrava era um eco numa sala, sozinha. Curiosidade nata, a falta do saber me consumia, e a agonia crescia. Não foi a falta que sentia do tempo que passou, ou do amigo que se afastou, mas a incompreensível razão de questionar-me o porquê daquela situação, desconfortante. O saber dos dias que vem e vão, alguns na contra-mão, outros imprevisíveis, tempos e tempos que reforçam minha idéia de místico mundo que sou morador.
Julgamo-nos tão despertos para o que se passa a nossa volta, que um desconhecido estado vive conosco tão despercebido quanto a visibilidade do vento que sopra, mas que quando manifesta-se, machuca tão ferozmente, tão vagarosamente quanto o fio da navalha sob a carne fraca.
Um sentimento? Uma ilusão cerebral? Ou seria um fundamento dos seres? Chegara o fim dos tempos e ainda não saberei.

Jennifer Araújo

Procurei-te
Procurei-te no céu antes de partir
Mas você já havia nascido

Busquei
Busquei você naquele que me fez nascer
Mas o tempo não te fez crescido...

Chorei
Chorei a falta tua enquanto crescia
Mas não sabia o porquê sofria
Figuei solitária neste mundo imenso
Por não entender a razão
Deste vazio intenso

Perdi
Perdi você nos olhares vazios,
Nas palavras vâs
Nos sorrisos cínicos...

Mas Encontrei
No momento de Deus
Inesperado por nós
Quando tudo parecia incerto

Alegrei – me
Alegrei-me ao te ver
Aliviando-me o ser
Sentindo que o tempo passou
Minha lágrima secou
Quando eu vi em você
Que para nós dois
A busca terminou.

Denise

1dia decide ser rico!
Procurei ouro em mil rios e minas, nada encontrei!
Quando estava prestes a desistir lembrei-me que tenho a maior riqueza deste mundo TEU AMO

Aly Salustiano

Mar e eu.

"Ao anoitecer, andei sem direção,
Procurei uma razão para situar-me.
Nenhuma luz pairou nos meus caminhos.
Sobre as águas naveguei,
Atravessei o mar e encontrei você.

Mesmo assim continuou escuro,
Porém ao te tocar nossos corações se
Uniram e nosso amor refletiu nas
Profundezas do mar. O destino
E a felicidade foram nossas verdadeiras fontes de energia
Para a nossa própria sobrevivência." Latumia(W.J.F.)

Latumia.

Muitas vezes

Muitas vezes tentei te conquistar
procurei num mero olhar
algo que faça despertar
um sentimento mais lindo que é o amar

Muitas vezes tentei entender,
sua beleza me inspira ser
um rapaz apaixondo por escrever
simples versos sobre o seu viver

Muitos momentos quis estar
aonde poucos conseguiram entrar
no seu coração e poder te beijar
e poder para a eternidade te amar.

WElson Santos Silva