Te Perdi

Cerca de 1710 frases e pensamentos: Te Perdi

Hoje sou a saudade imperial
Do que já na distância de mim vi...
Eu próprio sou aquilo que perdi...

Fernando Pessoa

Já escondi um AMOR com medo de perdê-lo, já perdi um AMOR por escondê-lo.
Já segurei nas mãos de alguém por medo, já tive tanto medo, ao ponto de nem sentir minhas mãos.
Já expulsei pessoas que amava de minha vida, já me arrependi por isso.
Já passei noites chorando até pegar no sono, já fui dormir tão feliz, ao ponto de nem conseguir fechar os olhos.
Já acreditei em amores perfeitos, já descobri que eles não existem.
Já amei pessoas que me decepcionaram, já decepcionei pessoas que me amaram.
Já passei horas na frente do espelho tentando descobrir quem sou, já tive tanta certeza de mim, ao ponto de querer sumir.
Já menti e me arrependi depois, já falei a verdade e também me arrependi.
Já fingi não dar importância às pessoas que amava, para mais tarde chorar quieta em meu canto.
Já sorri chorando lágrimas de tristeza, já chorei de tanto rir.
Já acreditei em pessoas que não valiam a pena, já deixei de acreditar nas que realmente valiam.
Já tive crises de riso quando não podia.
Já quebrei pratos, copos e vasos, de raiva.
Já senti muita falta de alguém, mas nunca lhe disse.
Já gritei quando deveria calar, já calei quando deveria gritar.
Muitas vezes deixei de falar o que penso para agradar uns, outras vezes falei o que não pensava para magoar outros.
Já fingi ser o que não sou para agradar uns, já fingi ser o que não sou para desagradar outros.
Já contei piadas e mais piadas sem graça, apenas para ver um amigo feliz.
Já inventei histórias com final feliz para dar esperança a quem precisava.
Já sonhei demais, ao ponto de confundir com a realidade... Já tive medo do escuro, hoje no escuro "me acho, me agacho, fico ali".
Já cai inúmeras vezes achando que não iria me reerguer, já me reergui inúmeras vezes achando que não cairia mais.
Já liguei para quem não queria apenas para não ligar para quem realmente queria.
Já corri atrás de um carro, por ele levar embora, quem eu amava.
Já chamei pela mamãe no meio da noite fugindo de um pesadelo. Mas ela não apareceu e foi um pesadelo maior ainda.
Já chamei pessoas próximas de "amigo" e descobri que não eram... Algumas pessoas nunca precisei chamar de nada e sempre foram e serão especiais para mim.
Não me dêem fórmulas certas, porque eu não espero acertar sempre.
Não me mostre o que esperam de mim, porque vou seguir meu coração!
Não me façam ser o que não sou, não me convidem a ser igual, porque sinceramente sou diferente!
Não sei amar pela metade, não sei viver de mentiras, não sei voar com os pés no chão.
Sou sempre eu mesma, mas com certeza não serei a mesma pra SEMPRE!
Gosto dos venenos mais lentos, das bebidas mais amargas, das drogas mais poderosas, das ideias mais insanas, dos pensamentos mais complexos, dos sentimentos mais fortes.
Tenho um apetite voraz e os delírios mais loucos.
Você pode até me empurrar de um penhasco que eu vou dizer:

- E daí? EU ADORO VOAR!

Clarice Lispector

Já escondi um amor com medo de perdê-lo, já perdi um amor por escondê-lo. Já segurei nas mãos de alguém por medo, já tive tanto medo, ao ponto de nem sentir minhas mãos. Já expulsei pessoas que amava de minha vida, já me arrependi por isso. Já passei noites chorando até pegar no sono, já fui dormir tão feliz, ao ponto de nem conseguir fechar os olhos. Já acreditei em amores perfeitos, já descobri que eles não existem. Já amei pessoas que me decepcionaram, já decepcionei pessoas que me amaram. Já passei horas na frente do espelho tentando descobrir quem sou, já tive tanta certeza de mim, ao ponto de querer sumir. Já menti e me arrependi depois, já falei a verdade e também me arrependi. Já fingi não dar importância às pessoas que amava, para mais tarde chorar quieta em meu canto. Já sorri chorando lágrimas de tristeza, já chorei de tanto rir. Já acreditei em pessoas que não valiam a pena, já deixei de acreditar nas que realmente valiam. Já tive crises de riso quando não podia. Já quebrei pratos, copos e vasos, de raiva. Já senti muita falta de alguém, mas nunca lhe disse. Já gritei quando deveria calar, já calei quando deveria gritar. Muitas vezes deixei de falar o que penso para agradar uns, outras vezes falei o que não pensava para magoar outros. Já fingi ser o que não sou para agradar uns, já fingi ser o que não sou para desagradar outros. Já contei piadas e mais piadas sem graça, apenas para ver um amigo feliz. Já inventei histórias com final feliz para dar esperança a quem precisava. Já sonhei demais, ao ponto de confundir com a realidade. Já tive medo do escuro, hoje no escuro “me acho, me agacho, fico ali”. Já cai inúmeras vezes achando que não iria me reerguer, já me reergui inúmeras vezes achando que não cairia mais. Já liguei para quem não queria apenas para não ligar para quem realmente queria. Já corri atrás de um carro, por ele levar embora, quem eu amava. Já chamei pela mamãe no meio da noite fugindo de um pesadelo. Mas ela não apareceu e foi um pesadelo maior ainda. Já chamei pessoas próximas de “amigo” e descobri que não eram. Algumas pessoas nunca precisei chamar de nada e sempre foram e serão especiais para mim. Não me deem fórmulas certas, porque eu não espero acertar sempre. Não me mostre o que esperam de mim, porque vou seguir meu coração. Não me façam ser o que não sou, não me convidem a ser igual, porque sinceramente sou diferente. Não sei amar pela metade, não sei viver de mentiras, não sei voar com os pés no chão. Sou sempre eu mesma, mas com certeza não serei a mesma pra sempre. Gosto dos venenos mais lentos, das bebidas mais amargas, das drogas mais poderosas, das idéias mais insanas, dos pensamentos mais complexos, dos sentimentos mais fortes. Tenho um apetite voraz e os delírios mais loucos. Você pode até me empurrar de um penhasco que eu vou dizer: - E daí? Eu adoro voar.

Clarice Lispector

Perdi as contas de quantas vezes segurei o mundo dos outros e deixei o meu cair.

Legião Urbana

...Perdi-me achando que a morte do meu eu, era o começo de algo mas profundo.
Algo que não se explica nem mesmo quando sabe-se o que se diz e o que se ouve
Até agora tudo foi branco, vago e devagar. Tudo o que em mim habitava morreu
Asfixiando-me com minhas próprias mãos, depois morri doce-mente acreditando ser o fim.
É quando me descubro.

Ariela Venâncio

Retrospectiva

A retrospectiva de um ano inteiro,
parte de uma vida fria.
De oportunidades perdidas
e enterradas agora no passado.
Quanto diria que cresci...
não sei dizê-lo.
Mas numa grande distração
se resume estes dias de agonia.
Um corpo vagando na névoa;
sozinho, sem rumo e perspectivas.
Agonizante como quem alucina
a morte lenta; até que venha
carregar-me nos braços
a razão do coração.

Warley Tomáz

E vejo que a cada amor que eu perco, eu compro Esmaltes. Perdi um que seria realmente tudo e comprei 10 esmaltes de uma vez, sinto dó da minha mãe por gastar tudo isso comigo. Mas ao sair da loja, o coração vazio com a sacolinha de chocolate na mão direita e dos esmaltes na mão esquerda. E eu querendo abraçar o mundo assim. Quantas vezes eu já quis abraçar o mundo sendo que eu estava com as mãos tão ocupadas?

LaylaPeres

Brigadeiro...eu não quero mais, perdi a vontade ao escrever o resto desse post. Palavras aliviam as dores. Escrever também. Dormir e comer brigadeiro acaba com elas a algumas horas. Dormir dormir dormir. Vou perder o sono a noite e vou ver filmes tédios e lembrar o tanto que preciso apenas de um abraço que ninguém me dá e eu não tenho a capacidade de perdir.

LaylaPeres

No dia em que perdi o medo da morte foi neste dia que aprendi o que é a vida.

Francisco DSN

Aprendi sozinho, perdi sozinho, chorei sozinho... E eis de vencer sozinho!

Bruno Gomes

Amigos? conto nos dedos de uma mão só. Pessoas que querem me ver mal ? já até perdi as contas. O fato é que muitos querem te ver caindo, triste. Porem depende só de você deixar que pessoas fúteis com mentes vazias te impeçam de ser feliz.

Fernanda Fernandes

A partir de hoje vou me da motivos para sorrir não chorar pelos que perdi.

Gabriela Santos

Perdi minha indentidade por aí. Perdi meu jeito e o meu sorriso. Agora virei uma menina estranha que tem um laço em forma de presília de cabelo. Isso é coisa de menina bem resolvida? Não, não é. Virei bizarra com um amor bizarro e impossível. Nossa, que orgulho. Não tem nada de orgulho, cérebro. Conversar com o cérebro é chato. É ridículo. Trás a dor porque a gente sabe que ele está certo, mas escolhemos escutar a nossa imaginação que é imensamente mais linda que o nosso cérebro.

LaylaPeres

Nessas idas e tão poucas vindas, me perdi em tempos quais não quero nunca mais me achar!

Anjo Poeta Igor Improta Figueredo

Antes ele era o motivo pra eu vim aqui escrever , mais agora perdi ele e não tenho mais motivos...

tatiana souza

E eu me perdi tentando te encontrar
E toda vez que eu escuto aquela música

fake number

Fim

O que eu perdi não foi um sonho bom,
não foi o fruto a embebedar meus lábios,
não foi uma cançõ de raro som,
nem a graça de alguns momentos sábios.

O que eu perdi, como quem perde uma outra infância,
foi o sentido do enternecimento,
foi a felicidade da ignorância, foi, em verdade,
na minha carne e no meu pensamento,
a última rubra flor do fim da mocidade.

E dói - não esse gesto ausente, a que se apagam
as flores mais solares, mas uma hora,
- flor de momento numa breve aurora -
hora longínqua, esquiva e para sempre morta,
em cuja escura, inacessível porta
noturnos olhos cegamente vagam.

Abgar Renault

Perdi noites de sono, passei dias “distante” daqui(Terra), andei por lugares áridos, passei por lugares que encheram meus olhos e meu coração transbordava de tanto exuberância, mais o que eu via era simplesmente algo criado por uma mente vazia, criando apenas o que se deseja, buscando os próprios interesses, satisfazendo as vontades do próprio ser, assim fui levado ao um dos pontos mais baixos. Não, não passei fome, nem fui humilhado diante dos outros, ou algo desse tipo, minha luta foi contra minhas próprias idéias, buscando reconhecimento dos tolos, me tornando um tolo buscando satisfazer desejos tolos de ganhar elogios de outros tolos, que por sua vez vêem nos outros uma superioridade inexistente, rejeitando o único ser superior que deve ou pelo menos deveria ser enfatizado de tal maneira... Deus, o Criador.

The Angel

Perdi a pessoa que me deu amor, carinho,
e que me ensinou a ter foco, força e fé.

i'M