Sussurro

Cerca de 126 frases e pensamentos: Sussurro

Fala, meu bem.
Coração sensível,
Escuta até sussurro.

Stella Teixeira

‎" Por uma certa fez, ouvi um leve sussurro aos meus ouvidos fiquei assustada sem saber do que aquilo realmente se tratava. Pensei que talvez pudesse ter sido algum espírito ou coisa parecida, ou a brisa que passou; mas o que eu senti foi mais forte algo roçava em meu rosto, e ao mesmo tempo me saciava intelectualmente sabe? Nunca senti nada parecido.. era algo realmente estranho, mas era um estranho bom! Queria senti aquilo muitas vezes que pudesse e que precisasse. Descobri que era você , meu Deus, que estava me dando um apoio, e um carinho necessário naquele meu momento! Você me segurou e não me deixou sair daquele lugar até que minha ferida no coração se curasse, o Senhor está comigo."

Jaisy Cardoso

Lábios moldados e úmidos, segurando uma palavra em sussurro, porém, aquele sussurro q deixaria mtos felizes,tantos incomodados e inúmeros irritados, Ah esses meus lábios inquietos viu!!!!

Isis Leal

Há dias em que não precisamos ouvir ninguém além do doce sussurro de Deus em nossos ouvidos. Há dias em que precisamos estarmos sós com a suave companhia de Deus. E isto basta nestes dias. E na verdade estes dias são todos. Todos os meus dias!

Karla Fabricya

Ao meu mais belo sorriso, ao meu mais belo sussurro, ao meu mais belo abraço, ao meu mais belo olhar, ao meu mais belo toque, ao meu mais belo choro, ao meu mais belo pensar, ao meu mais belo sonhar, a minha mais bela saudade, ao meu mais belo proteger, ao meu mais belo sentir, ao meu mais belo respirar, ao meu mais belo amor eterno.

Renato Fidelis

A música vem como chuva,como o sussurro do vento que traz a saudade de tempos bons,ela me refaz,tudo que respinga em mim é música,até a pausa que faço entre o abrir e fechar de olhos.

Bruna Caroline

Ai, que aflição na barriga!
Um sobe e desce que palpita o coração
Ansiedade inimiga
Um sussurro de paixão
Borboletas enxeridas!
Ou, pode ser indigestão.
Comi muito doce esses dias
Só me falta ser lombriga
Ah não! Lombriga não.
No frio ainda? Eu prefiro o calor da sintonia.
Prefiro a anestesia da paixão
mesmo que venha como um furacão no dia-a-dia.
Se for esse o laudo então, que comece a oração.

Larissa Preez

Um sussurro sem fronteiras: Os olhos vêem estrelas e o corpo viaja até elas.

FabiArmond

Ao pensar que tudo na vida passa. Fecho os olhos e rezando baixinho sussurro: fica, fica.

Vanessa Wallignan

Das cinzas nascem as rosas do sussurro

Jonathas Felintro

E eu sussurro baixinho todas as noites quando deito em minha cama longe de você: passa tempo, passa.

Jéssica Doni

Sussurro

Enquanto todos dormem em ti eu penso
Grito meu amor em silêncio,
Te escrevo canções sem tom
No escuro ouço o som doce da tua voz
Sussurrando "eu te amo" em meus ouvidos
Loucura,
Essa saudade do teu corpo ardente,
Dos teus lábios quentes tocando os meus.
E a noite termina.
Eu em meu silêncio, acordado,
Trituro meus sentimentos por você ao amanhecer
para poder outra vez montar esse quebra cabeças ao anoitecer.

Shidler

Um olhar que transpõe minha alma
Um sussurro que acalma minha guerra
Ao seu colo deposito meus sonhos
E o meu último recomeço
Quisera ser a paixão primeira
E dar-te outra história
Mas consagro todo esforço para a transcendência
E lhe causar o grande enlevo
Se faço, é por ti e também por mim
És de uma beleza inquestionável, inspiradora,
O desenho raro, perfeito, absoluto
Que não se contempla, diviniza.

Ricardo Pinto

Autonomia programada.

Vez ou outra sopra em minhas ideias um sussurro que de uns anos pra cá se torna cada vez mais insistente; ainda não chega a incomodar por não ter conquistado minhas convicções, mas está muito difícil de ignorá-lo. Questiono-me até quando vou resistir.

A partir desse ocorrido entendo o porquê de às vezes se preferir ficar na ignorância em certos assuntos. A ILUSÃO PODE POUPAR DURAS REALIDADES QUE O ESCLARECIMENTO TRAZ À LUZ.
Refiro-me a idéia defendida por um número crescente de estudiosos de várias ciências, independente de seus credos, sejam céticos ou nem tanto: A ideia de que a vida é efêmera, curta e sem significados tão sagrados que dão a ela. Que somos etapa de um processo em constante experimentação. Ou em outras palavras; cobaias da evolução ou de um processo maior onde evoluir é só um departamento. Mesmo não estando convicto, vale dar atenção a possibilidade; e se for mesmo?

Não vou mentir que uma faculdade na vida de qualquer ser humano seguramente indicará mil novas formas de pensar e muitas ideologias pra se aproximar ou mesmo adotar, contudo nessa matéria em questão uma faculdade de biologia coloca qualquer religioso em cheque. Mesmo depois de uma vida toda, nascido e criado dentro da doutrina evangélica como é o meu caso.

Esses dias lendo o livro – O gene egoísta - de Richard Dawkins, aquele sussurro q me referi anteriormente voltou a soprar e desta vez me levou a traçar um comparativo da maneira como eu pensava há dez anos atrás com minhas crenças inabaláveis e firmes como uma rocha, norteados pela religião, com o novo modo bem mais flexível que penso hoje sobre esses mesmos assuntos.

No livro o autor defende a teoria de que os genes estão por trás de tudo que existe não só formando os seres ou máquinas de sobrevivência, como denomina o autor, mas também ditando o modo como agem ao meu ponto de vista, uma espécie de programa que controla a “autonomia”. Para isso eles não precisam ter consciência.
Hei, Autonomia programada, ehehe! Bom título para um livro. Mas enquanto não escrevo um nesse sentido, vai servindo como título do fotolog mesmo.
Trazendo pro lado humano é como considerar o Amor, saudade, sofrimento, coisas que se sente ao longo da vida diversas vezes, sendo parte de um programa genético e instintivo para trabalharmos melhor a favor de uma micro ideia de replicação, de melhoria genética, de tentativas no caminho da única coisa que interessa pra evolução, a existência!

E surgem os questionamentos primeiros, e se devo prestar atenção a tudo isso, devo tbm me questionar sim, sobre o propósito da capacidade de raciocínio, a inteligência que nos deu tanta autonomia, tanta criatividade, capacidade de especular sobre a existência, porque não permanecemos simplesmente programados pra nascer, crescer, procriar, e morrer? Indagações e mais indagações.

Defendo que uma boa leitura sobre qualquer teoria deve ser feita o tempo todo acompanhada por indagações; ela será uma teoria convincente pra o seu intelecto somente se responder essas mesmas indagações, e assim conseguir gerar convicção ou pelo menos incomodá-lo sobre essa nova idéia.então aí vai:

Porque tivemos que descobrir o divórcio? Porque a adoção, o cuidado com os doentes crônicos e com os deficientes, os idosos, coisas que são tão incomuns na natureza!
Pra que tanto esforço?
Pra que pegar o ônibus lotado de manhã cedo, ficar sem o almoço, tirar o olhar do horizonte e colocar nos teclados, pra que? A nossa resposta está na ponta da língua- Realização pessoal, ser bem sucedido, ter dinheiro e viver bem. PEEEEEEEEEM!!! Resposta errada!

Alguns talvez digam - pra sobreviver - hum... Boa resposta! E a idéia é essa! Mas não é aquele tipo de sobrevivência comum de ter o pão de cada dia na mesa, e apesar de ser a condição de muitas pessoas ainda hoje, não é a condição da raça humana como um todo; a sobrevivência aqui é a da autonomia! Liberdade de se fazer o que quiser da própria vida... Ser dono do próprio nariz e gastar o próprio dinheiro da forma que bem entender,
Captar seus recursos energéticos e financeiros pra se deslocar por exemplo, mas seria em busca de comida? Ou pra poder ir visitar um amigo ou mesmo viajar pra um destino que se deseja? Pra escolher um campo fértil onde morar ou morar num grande centro urbano que sempre se almejou? Estarmos fora das leis naturais. E isso é fato quando olhamos pro interior dos nossos escritórios muito bem aclimatados e de encontro com o que está lá fora!

A idéia de sobreviver supracitada não descarta o sentido mais instintivo da sobrevivência, mas pelo contrário, se adiciona ao nosso repertório evolutivo juntamente com este preexistente; portanto, continuamos tendo que nos manter vivos o máximo de tempo possível para que se crie oportunidade de se duplicar várias vezes, se tenha tempo de interagir com o ambiente e sofrer mudanças. E é interessante que os melhores o façam, que os mais adaptados façam, pra q sua cópia seja melhor ainda e assim por diante...

Vejo da seguinte forma. Um projeto. Todos cobaias de um projeto ou de uma simples etapa do projeto. A vida (existência) um grande projeto (ou não). Mas para que? Ninguém sabe, obviamente; na verdade, o que ocorre de fato é que se sente fome e precisa-se ir até a geladeira pegar uma maçã; precisa-se dormir algumas horas diariamente, precisa-se despertar cedo pra pegar o banco sem fila, e etc., mas nada disso vai te marcar num cadastro astral de reconhecimento de responsabilidade ou vai te trazer algum mérito ou mesmo premiar você como “o ser do milênio de toda a galáxia”. Seja qual for sua postura e comportamento nessa terra nada fará diferença, vc vai passar pela existência e ponto; somente passar pela existência.

Percebo que dentro dessa visão sistemática onde os genes mantêm as regras, não há espaço ou qualquer interesse na existência do indivíduo como ser único, ou nas coisas boas que ele fez, na vida que levou, ou quem ele cativou. O interesse não está em você, vc não é o protagonista, nem sequer é o coadjuvante da superprodução. Apenas uma seringa descartável q depois de usada será pulverizada junto com todas as outras e desaparecerá sem deixar rastros, ou sabe-se lá o que!

É difícil aceitar; entender não. Mas isso é justificável demais... A autonomia que “conquistamos” dentro desse processo nos faz acreditar que somos especias; o raciocínio de viver cheio de objetivos nos faz crer nisso tbm e tudo isso só dificulta a aceitação ou mesmo compreensão da teoria. No nosso programa entre os modelos mais complexos e evoluídos (versão 2010, rsrsr), desenvolvemos um raciocínio que nos faz crer q não existe manipulação alguma. Engano!

A autonomia é algo que dentro da história evolutiva inteira pode representar apenas um novo programinha de um tipo de officer qualquer; apenas um passo a frente do que deu cor a visão ou pêlos ao corpo. Não nos vemos como parte de um processo; não, não. E nesse momento é muito melhor acreditarmos no que defendem a esmagadora maioria das religiões: um propósito para a vida! Seja esse propósito um arém cheio de mulheres no reino de Alá, ou um céu com ruas de ouro, ou uma ideia de que não morremos, mas voltamos em versões inéditas e mais impressionantes!
Mesmo escrevendo sobre isso não é fácil pra mim, e preferia mil vezes que o fim fosse de qualquer outra maneira mais bonita, o que também não deve ser descartado. É bom se sentir único e especial (particularmente adoro me sentir assim), ao invés de mais um item de teste ou de melhorias inacabáveis e eternamente inacabáveis.

Mas driblar algo assim é possível? Eis então uma esperança para essa resposta, mesmo que bem remota. Pense que o fato da autonomia ter acontecido no cenário da existência, causa no mínimo um incômodo e relutância em aceitar essa idéia tão simplista de que a vida é efêmera e descartável, e nos torna assim, uma ameaça a esse grande projeto, pois estamos dispostos a descobrir, mesmo que tão lentamente como são os passos da velha evolução mecanismos que driblem essa armadilha.
Ai, ai, o que vou conseguir discutindo sobre isso?
...talvez seja melhor me iludir ou fingir que estou ignorante sobre esse tema, e continuar achando tudo lindo e poético, cheio de sentidos e sentimentos. No fundo sei que é tarde pra isso, mas fica um bom conselho aos ignorantes por opção... Mantenha-se iludido.

Será que essa ideia tbm é parte do programa?

Tiago landeira

Sussurro
Escuta baixinho a respiração,
ouve...
Ela disse que te ama várias vezes essa noite,
ela falou baixo no seu ouvido.

Ela já chorou ao seu lado e você não viu.
Perceba ela descreve seu olhar
e massageia seus cabelos
ela diz te amo
todos os dias,
reza por você
e sente suas mãos no cabelo dela todas as manhãs

Taiane Cavalheiro

O sussurro tem uma explosão fuleira…

… de enlouquecer o cabeçote do camarada.


Rebeca

-

Rebeca - Néctar da Flor

Eu preciso de mais,bem mais que isso,
Mais que o grito dos ventos,do sussurro da dor
do ódio e do rancor.
Isso é demais para mim,então talvez eu precise de menos,
Ou de mais,aliás,eu quero a medida certa de tudo,
Da dor ao amor!Eu preciso estar em paz com o mundo.
Entenda,eu preciso da balança,a da vida,
aquela que trás aos homens sorrisos no rosto e alegria
Para quando escurecer eu saber que não estou sozinha
E que ao amanhecer eu já saiba lutar com armas minhas
Para isso eu só quero alegria!Sorria.

Daniela Lacerda

Sussurro baixo ao pé da gaveta...as vezes só pra sentir o perfume misturado do que guardo nela.
As vezes a sinto respirar...posso sentí-la sufocada de tanto sentimento guardado.

Camila Muniz

Sussurro no ouvido com beijos na nuca é golpe baixo.

Amanda Emília

Queria gritar que te amo, mas sussurro, pra ninguém escutar. E a gente segue assim, no escuro, andando contra o mundo que não aceita nós dois juntos. Diz pra eles que nada disso me impede de ser louca por você. Explica que os tantos obstáculos e essa distância imposta não diminuem meu amor, não te expulsa de mim. Eu queria ser parte da tua vida assim, do jeitinho que ela tá, não me importo. E quem tem que decidir sou eu, conta isso pra eles. Se tudo isso é pra tentar me proteger da dor, tá muito errado, porque essa tentativa já me dói absurdamente. Eu durmo coberta de saudade e o que me conforta é lembrar de você. Eu continuo andando, em direções obrigatórias, mas na certeza de parar por aí, pelo seu caminho. Porque você tá em tudo que é meu e isso ninguém tira. Faz assim, conta pra eles que amor não se proíbe, que ele cresce sozinho, não precisa de permissão. Só chega e domina a gente, com ou sem luz. Quer saber? Deixa que eles vão descobrir sozinhos...

adrielle