Sorte de um Amor Tranquilo

Cerca de 18 frases e pensamentos: Sorte de um Amor Tranquilo

Eu quero a sorte de um amor tranquilo, com sabor de fruta mordida.

Cazuza

Eu quero a sorte de um amor tranquilo, com sabor de furta mordida, nós na batida no embalo da rede, matando a sede na saliva.

Cazuza

A SORTE DE UM AMOR TRANQUILO

Pode ser que um dia
Eu queira a sorte de um amor tranqüilo
Mas enquanto este dia não chega
Prefiro viver os amores intensos
Irresponsáveis
Coloridos

Por que amor bom é amor que tira o fôlego
Que nos faz perder a cabeça
Que mexe com nossos sentidos

Mas, sim, talvez um dia
Eu queira a sorte de um amor tranqüilo
Mas por hora eu prefiro deixar levar-me
Pelos braços do desconhecido
Por hora eu só espero
Que você venha comigo...

Augusto Branco

Eu quero a sorte de um amor tranquilo
Com sabor de fruta mordida
Nós na batida, no embalo da rede
Matando a sede na saliva
Ser teu pão, ser tua comida
Todo o amor que houver nessa vida
E algum trocado para dar garantia

E ser artista no nosso convívio
Pelo inferno e céu de todo dia
Para poesia que a gente não vive
Transformar o tédio em melodia
Ser teu pão, ser tua comida
Todo o amor que houver nessa vida
E algum veneno anti-monotonia

E se eu achar a sua fonte escondida
Te alcance em cheio o mel e a ferida
E o corpo inteiro feito um furacão
Boca, nuca, mão, e a tua mente, não
Ser teu pão, ser tua comida
Todo o amor que houver nessa vida
E algum remédio que me dê alegria

Cazuza

Por sorte o amor é como o vento, outrora estava calmo, agora porem arrebate a ventanias de lhe tirar os pés do chão.

Cezar Fernando Fruhauf

Eu quero:
( ) Tchu
( ) Tcha
( ) A sorte de um amor tranquilo, com sabor de fruta mordida.
(Cazuza)

Helen Villiger

Antes de viver a sorte de um amor tranquilo, é preciso gostar de tranquilidade.

Si Caetano

Eu nunca tive a sorte de um amor tranquilo antes. Nunca tive o conforto de dormir a noite sabendo que alguém acordará no dia seguinte e seu primeiro pensamento será meu. Nunca vi outros olhos que brilhassem tanto ao me ver como os dele brilham pra mim hoje. Nunca desejaram tanto um beijo como ele deseja o meu. Nunca me senti tão especial como ele me faz sentir hoje. Tirei a sorte grande no dia em que ele me escolheu pra ser sua até o fim de nossas vidas. Se eu tivesse a chance de mudar todo o meu passado, eu faria tudo igual, porque foi assim que eu cheguei até ele. Ele aceitou minhas mágoas, ele mudou meus receios, curou meus medos e mesmo assim, com tanto receio do desconhecido, eu tenho vontade de descobrir tudo com ele. Eu quero chegar cada dia mais além, quero beijá-lo como nenhum outro alguém um dia o beijou. Quero abraçá-lo com força o suficiente pra prová-lo que meu abraço será dele até o meu último segundo de vida. Quero transparecer confiança, saber dar o meu amor por inteiro pra ele, como ele merece. Quero presenteá-lo com meu melhor sorriso toda vez que ele chegar, quero amá-lo com toda intensidade do mundo. Nunca o deixarei ir, e também nunca irei a lugar algum que não seja com ele. Quero passar por muitos problemas com ele, e também com ele descobrir a solução. Vou mostrá-lo que em todas as horas eu estarei aqui, que serei seu porto seguro. Deixarei bem claro todo o meu amor, todos os dias das nossas vidas. Toda vez que ele lembrar de mim, terá a certeza de que sou sua e de mais ninguém. Construirei sonhos, enfrentarei desafios e dificuldades com ele. Talvez ele não saiba até hoje a necessidade que eu tenho dele em mim, e não posso deixar passar mais um dia sem que ele saiba que o fundamental da minha vida ele já me trouxe apenas com sua presença. Embora ele seja tudo que eu tenho, nunca tive medo de perdê-lo, pois ele quem me escolheu. Ele me quis, e quer, pra sempre. Com a mesma intensidade que eu o quero hoje, amanhã e pro resto da minha vida. Todas as vezes que eu pedi aos céus, em meio aos choros, uma pessoa boa pra mim, Deus o preparava. Tudo que um dia eu já passei, Deus o moldou pra que nunca fizesse comigo porque já sabia o quanto eu iria sofrer. Sim, foi Deus. Algo tão maravilhoso só poderia ter vindo Dele. Quero viver muitos e muitos anos, quero viver até quando eu não puder mais aguentar, e mesmo assim, ainda não será o suficiente pra dizer à ele que tudo que um dia eu pedi à Deus estava bem ali, bem perto, tudo em uma pessoa só, NELE, e em mais ninguém.

Carol Lopes

Eu quero a sorte de um amor tranquilo com sabor de fruta mordida

Quero algo diferente, algo surpreendente que me faça rir, chorar, sonhar, viajar e voar.
Que me mostre um céu sem fronteiras, a cada dedo e a cada fio de cabelo me faça sentir o vento que desfila entre eles. Onde me leve ao mais tranqüilo lugar onde ficaremos deitados á observar o céu estrelado e a lua ao lado. Faça-me sentir saudade, me faça pensar três vezes antes de sair de casa para ver se realmente estou bem vestido para ela. Nossas brigas sejam apenas para no mostrar que realmente gostamos um do outro. Que navegue comigo nesse imenso mar, desviando dos tubarões, e desfrutando de cada aurora e por do sol.
Destaque-se dentro de todos, apenas não amacie seu ego, trabalhe feito um alto falante e um microfone, esquente no frio seja abusado.
Me liga de madrugada, me atenda de madrugada, que a cada nota tocada em meu violão e a cada som de minha boca e a cada palco que pisarei seja dedicado a você. Sonha comigo acorda comigo, saia comigo saia se mim, tenha ciúmes.
Hei psiu, apenas ouse, olhe-me, me deseje, toque-me, fica, vai, me liga, esquece, briga, volta correndo, me xinga, me odeia, se desculpe, chora, braça, beija, sussurra em meu ouvido, diz que me ama, me chama pra cama.

Diih

Como diria o grande poeta Cazuza: “eu quero a sorte de um amor tranqüilo”, e quem não quer!? - Eu quero. Se não for para ser um amor meu, um amor bonito, que abstraia o meu melhor, nem se aproxime, quero o amor singelo, simples, sem interrupções de terceiros, quero o amor, mas que seja apenas eu & ele, quero que ele queira ser meu, e que se orgulhe de ser meu, que me dê cuidados, dê carinho, dê abrigo na hora em que eu estiver cansada de caminhar. Já cansei de cuidar, de mimar, de estender a mão, de dar e nada receber, portanto se não for pra ser assim, se não for para ter amor por mim, já disse, nem se aproxime.

Nívea Suellem

Eu só queria a sorte de um amor tranquilo, aqueles que você sente na alma que nunca vai deixar de ter.

Cláudia Costa

O que eu tive

Não tive a sorte tão cantada de um amor tranquilo
Mas o prazer de conhecer seu ombro amigo
Nossos conflitos, meu jeito aflito
Sonhos contigo e os encontros de identidade
Embora houvesse diferença na idade
Fomos o máximo e somos o que podemos ser
Sem maldade
Queria sim ter mais coragem
E te deixar feliz com a imagem
Sem temer nosso futuro, tudo que pode acontecer

Bárbara Lédo

Não quero muito da vida, quero a sorte de um amor tranquilo, um amor paciente, um amor companheiro. A sorte de ter alguém para viver a vida, compartilhar os bons momentos e superar os maus. A sorte de ter alguém compreensivo, alguém tranquilo, com muito carinho e amor para dar. A sorte de um amor sereno, suave, com respeito. A sorte de ter apego e afeto, dedicação e atenção, simpatia e ternura, zelo e cuidado, atração e paixão, amor e sentimentos, correspondidos. Arrumar alguém para ser minha vida e ser a vida de alguém, ter a sorte de um amor verdadeiro.

Bárbara Flores

Talvez a sorte de um amor tranquilo esteja em um lugar cheio de turbilhões , simplesmente à espera de um dia ser resgatado e ser vivido intensamente

romulohoran

Cazuza queria a sorte de um amor tranquilo, com sabor de fruta mordida. Renato Russo citava Camões e o fogo ardia aos olhos do público, nítido, visível, contrariando o poeta português. Nada tão diferente, nada tão parecido. Porque assim é se lhe parece, concluiria Pirandello, na frase que já virou clichê.

Felipe Pena

Eu quero a sorte de um amor tranquilo, das águas calmas aos meu pés e do vento-brisa a minha volta.

Matheus N. (Nassi)

Eu quero a sorte de um amor tranquilo
Que me envolva todos os dias
E me traga paz!
Quero o prazer de uma boa companhia
O sorriso no rosto
Um abraço gostoso
E o resto tanto faz!
Quero o silêncio do meu quarto
A bagunça do momento
E os demais que me perdoem
Pois há dias que eu quero é dançar
Me jogar em seus braços e ser feliz!
Quero encher meu copo daquele vinho gostoso
Deitar no seu colo quando eu estiver cansada
E apenas te ouvir...
Quero adormecer em seus braços
Receber seu carinho
E saber que você é sempre parte de mim.
Islene Souza Leite

ISLENE SOUZA LEITE

Assim como Cazuza, queremos a sorte de um amor tranquilo, com sabor de fruta mordida, queremos sempre todo amor que tiver nessa vida. Essa fome de amar faz o coração clamar todos, todos os dias, faminto. Por vezes austero, o pobre sofre nesse mundo de sabores amargos escondidos em frutas que parecem doces. No meio de tanta fome, alguém oferece migalhas – e nessa de não ter nada para se abastecer, por que, então, não pegamos dessa vez só um pouquinho do sentimento que está ali no prato, de canto?
As migalhas dormidas do teu pão, raspas e restos para o poeta, interessam. Mas não! Por mais que a gente esteja faminto, por mais que cutuque no âmago do coração, não devemos aceitar as migalhas que diversas vezes nos são oferecidas. Elas não matam a fome: é bem pior, você sente o sabor, acha que pode ter mais e mais, exige isso, quer se alimentar, quer ser farto, quer se encher de amor até transbordar, mas isso não acontece – e veja só, de quem é a culpa da frustração que vem logo depois? Sua, que sabia que tinham somente raspas e restos e foi no embalo. Fome tem dessas coisas.
Ah, mas a gente só se vê quando já se fez faminto desse vazio que a gente mesmo escolheu comer – como diz a música do Castello Branco – então, de que vale ficar se alimentando de nada? Ninguém mata a sede com um pingo de água, ninguém sobrevive com um pingo de amor, mas eu vejo tanto por aí quem tenta, insiste em tirar mais dessa fonte seca, só porque acha que merece isso. Vejo gente aceitando mentiras (que nunca são sinceras), aceitando o que outrora enchia a boca pra falar que era inaceitável, fazendo dieta forçada só para estar na moda de não estar sozinho, gente minguando todos os dias porque não vai atrás de um sentimento que faça crescer. Porque tem medo, medo de ficar sozinho, medo de esperar para alimentar-se fartamente.
Quantas pessoas você conhece que dizem que está tudo, tudo bem, que não querem nada sério também, que entendem que se deve esperar, quando na verdade querem sim algo concreto, completo, querem abraços, beijos, querem o sim, querem o agora? Eu conheço várias. Até quando você terá que anular as suas vontades por conta do medo de perder o outro que, veja só, nem está lá? Você quer prato, prato cheio, quer comida fresca, quer se embriagar, quer se jogar, mas diz que não – prato cheio anda meio deselegante, dizem que é feio comer até matar a fome. Feio é passar fome, feio é dizer não quando se quer dizer sim, feio é aceitar migalhas dormidas, secas e vazias.
Eu, que tenho fome – sou faminta e como muito, muito mesmo – já aceitei migalhas. E no fim do dia me restava o ronco vazio do meu estômago misturado com o coração seco do amor que não me preencheu. Eu já não posso mais, já não aceito mais. E você?

Cristina Souza