Sonetos de Amizade

Cerca de 16 frases e pensamentos: Sonetos de Amizade

Soneto do amigo

Enfim, depois de tanto erro passado
Tantas retaliações, tanto perigo
Eis que ressurge noutro o velho amigo
Nunca perdido, sempre reencontrado.

É bom sentá-lo novamente ao lado
Com olhos que contêm o olhar antigo
Sempre comigo um pouco atribulado
E como sempre singular comigo.

Um bicho igual a mim, simples e humano
Sabendo se mover e comover
E a disfarçar com o meu próprio engano.

O amigo: um ser que a vida não explica
Que só se vai ao ver outro nascer
E o espelho de minha alma multiplica...

Vinicius de Moraes

Soneto de separação

De repente do riso fez-se o pranto
Silencioso e branco como a bruma
E das bocas unidas fez-se a espuma
E das mãos espalmadas fez-se o espanto.

De repente da calma fez-se o vento
Que dos olhos desfez a última chama
E da paixão fez-se o pressentimento
E do momento imóvel fez-se o drama.

De repente, não mais que de repente
Fez-se de triste o que se fez amante
E de sozinho o que se fez contente.

Fez-se do amigo próximo o distante
Fez-se da vida uma aventura errante
De repente, não mais que de repente.

Vinicius de Moraes

SONETO CV

Não chame o meu amor de Idolatria
Nem de ídolo realce a quem eu amo,
Pois todo o meu cantar a um só se alia,
E de uma só maneira eu o proclamo.
É hoje e sempre o meu amor galante,
Inalterável, em grande excelência;
Por isso a minha rima é tão constante
A uma só coisa e exclui a diferença.
'Beleza, Bem, Verdade', eis o que exprimo;
'Beleza, Bem, Verdade', todo o acento;
E em tal mudança está tudo o que primo,
Em um, três temas, de amplo movimento.
'Beleza, Bem, Verdade' sós, outrora;
Num mesmo ser vivem juntos agora.

William Shakespeare

Amor é fogo que arde sem se ver;
É ferida que dói, e não se sente;
É um contentamento descontente;
É dor que desatina sem doer.

É um não querer mais que bem querer;
É um andar solitário entre a gente;
É nunca contentar-se de contente;
É um cuidar que se ganha em se perder.

É querer estar preso por vontade;
É servir a quem vence, o vencedor;
É ter com quem nos mata, lealdade.

Mas como causar pode seu favor
Nos corações humanos amizade,
Se tão contrário a si é o mesmo Amor?

Luís de Camões

Soneto do Amor Total

Amo-te tanto, meu amor... não cante
O humano coração com mais verdade...
Amo-te como amigo e como amante
Numa sempre diversa realidade.

Amo-te afim, de um calmo amor prestante
E te amo além, presente na saudade.
Amo-te, enfim, com grande liberdade
Dentro da eternidade e a cada instante.

Amo-te como um bicho, simplesmente
De um amor sem mistério e sem virtude
Com um desejo maciço e permanente.

E de te amar assim, muito e amiúde
É que um dia em teu corpo de repente
Hei de morrer de amar mais do que pude.

Vinicius de Moraes

~ Soneto 30 ~

Quando à corte silente do pensar
Eu convoco as lembranças do passado,
Suspiro pelo que ontem fui buscar,
Chorando o tempo já desperdiçado,

Afogo olhar em lágrima, tão rara,
Por amigos que a morte anoiteceu;
Pranteio dor que o amor já superara,
Deplorando o que desapareceu.

Posso então lastimar o erro esquecido,
E de tais penas recontar as sagas,
Chorando o já chorado e já sofrido,

Tornando a pagar contas todas pagas.
Mas, amigo, se em ti penso um momento,
Vão-se as perdas e acaba o sofrimento

William Shakespeare

SONETO DA AMIZADE.

Confesso-te tudo minhas amigas e amigos
Os meus segredos
Conto te tudo meus queridos
Os meus anseios e medos.

Amor incondicional
Não se sabe quando começa
Se esta mal
Ajuda-te depressa

Sentimento tão nobre
Quem não te conhece
É um coração pobre

Todo ser tem necessidade
Um sentimento que enobrece
Tu és bendita Amizade

Leandro Bahiah

O Proveito da Amizade(soneto)

O que proveitaremos nós da amizade?
A fidelidade,o valor,o sonho?
Não..amizade não se resume em felicidade
se resume em mais cisas do que suponho.

o que aproveitaremos nós da amizade?
As brigas,desentendimentos e despedidas?
Sim...amizade é viver a verdade,
se conhece um amigo nas quedas da vida.

Aprenderemos sempre mais nas dores
amigo se reconhece com o tempo
é pondo em prova,que se acha acertar.

Amizade sim tem seus valores
mas às vezes são jogados ao vento
Perdoar à tempo...isso devemos aproveitar!

Diego Ferreira

Soneto

Santa amizade, que habitar imitas
neste baixo, fingido, e térreo assento,
mas q tens por morada o firmamento
coas essências angélicas benditas.

De lá, por dó das térreas desditas
sonhosnos dás de alegre fingimento,
imitações do céu por um momento,
fugaz consolo ás regiões proscritas.

Volta, volta dos céus, pura amizade,
ou proíbe que a amável aparência
te usurpe a deslealpervercidade.

Confundida coa nobre e infame essência,
breve reverte o mundo á prisca idade;
volve o caos, é morta a Providência.

Miguel de Cervantes

Soneto à T.R.

De um sentimento fraterno fez-se uma paixão
a amizade de um homem e uma mulher
fogo que aqueceu o coração
uma confusão que não se sabe o que quer

A distância em ligação
quilômetros de saudade
um gostar moldado a mão
prazer e felicidade.

A volta tão esperada
em contagem regressiva
e o coração ficou apertando

Um mar de alegria em esplanada
férias de uma vida
realidade ficou chorando.

Ingryd Jhoenny

SONETO DA CREDIBILIDADE PERDIDA
(Para dar um jeito na amizade fingida)


Um traidor chegou todo faceiro numa quitanda
e quis comprar alguns quilos de credibilidade.
O vendedor o expulsou. Num terreiro de umbanda,
o Infeliz foi solicitar o apoio de uma "entidade".
-"Por favor, seu 'caboco', eu preciso de sua ajuda,
não entendo como conseguir a capacidade de mudar de vida.
Estou sentindo a dor de um sufoco que não muda
e então eu pretendo readquirir a minha credibilidade perdida".
Após escutar a solicitação do cabra da peste,
a "entidade" impedida de dar a ajuda solicitada,
disse: - "Tu irás pena por cada traição que fizeste."
A credibilidade perdida não pode ser comprada
pela Infernal escória, sem respeito e nem consideração.
Eis a bela a moral da história pra quem tem feito traição.

Paulo Marcelo Braga
Belém, 17/ 03/2015
( 03 horas e 42 minutos)

Paulo Marcelo Braga

Soneto.
Soneto de amor
Soneto de amizade
Soneto de paz
Soneto de alma.
Linda canção
Canção melodiosa
Conduz a memória para o desconhecido
Almeja simplicidade.
Soneto complicado
Soneto ardente
Sempre crescente.
Soneto da vida
Carismático soneto
Declamado no doce coreto.
Michelle Zanin é escritora.
Autora do livro de poesias Vida.
Editora Zerocriativa.

Michelle Zanin

Soneto de amizade
Do amigo não surpreende nada
Do amigo se confia em tudo
Do amigo se encara e só depois pergunta o que é...
Do amigo não se espera uma bronca e,sim um abraço!

Do amigo a distância não é limite
Do amigo as palavras não são necessárias
Do amigo não se critica os costumes
Do amigo a confiança é o que se quer!

Para o amigo contamos tudo:
Mesmo não dizendo uma palavra.
No amigo sempre um porto seguro.

Os amigos não se rotulam
A amizade é sempre única
Por que sempre se completa!

Maria Cristina Marques - Poetisa, contista Rondoniense, de Colorado do Oeste, nascida em 14031991.

(SONETO)

A Importância de Uma Amizade

Amizade palavra bonita de se pronunciar
Sentimento bonito de ter
É fácil pra encontrar
Mais difícil de manter

É amor sem explicação
É amor que não acaba
É mais que paixão
É mais que emoção

Amigos que marcam
Que ajudam
Que amam

Amigos, irmãos
Amigos eternos
Mais que Amigos Irmãos.

Joseph Lima

Lembranças de amizades curiosas
É neste humilde verso que as resgato;
É como a fonte que dá vida às rosas
Adormecidas pelo tempo ingrato.

Situações inocentes, carinhosas,
Da nossa infância no momento exato.
Imagens da lagoa, bichos, prosas...
Na memória, belíssimo retrato.

Relembro cada lance motivado
Pela saudade, no contexto puro
Da emoção e constante aprendizado.

Dez anos passam em segundos, juro.
Nossas cartas escritas no passado,
Nossas vidas, distantes no futuro.

Castro Lima Sichieri

Nem todos os sonetos Shakesperianos mais profundos e eternos de amizade e respeito seriam suficientes para reconhecer o quão importante você é para mim.

Laísa de Carvalho alves