Soberba

Cerca de 259 frases e pensamentos: Soberba

Um dia será o mundo com sua impersonalidade soberba versus a minha extrema individualidade de pessoa, mas seremos um só

Clarice Lispector

"Todos aqueles, cuja alma é sufocada pela soberba e a arrogância, sempre estão fazendo se identificar também pela ingratidão, um dos mais baixos sentimentos que assolam a humanidade"

Ivan Teorilang

Eu não troco a justiça pela soberba. Eu não deixo o direito pela força. Eu não esqueço a fraternidade pela tolerância. Eu não substituo a fé pela supertição, a realidade pelo ídolo.

Rui Barbosa

A soberba do homem o abaterá, mas o humilde de espírito obterá honra.

Provébios

Filosofia - Quando acometido pela soberba de saber muito, leio bulas e assisto ao canal do STF para sentir a humilhação de não entender nada

Sir Hob

O Orgulho, soberba, egoísmo, poder, ganância e ignorância, faz com que nós não vejamos e nos afastemos do próximo.

João Paiva

Coitado de quem se aproveita dos seus pertences e títulos para alimentar a sua soberba hoje, pois amanhã, será humilhado e pisado por pessoas que vão ser como ela hoje.

Samuel Santana Silva

Não se vanglorie por suas mil qualidades, pois podem ser abolidas por um só defeito, a SOBERBA!!!

Leyla Alves

Acho mais fácil aceitar a soberba de quem não gosta de mim do que a pequenez de quem não respeita a si mesmo.

idiossincrasias soberba pequenez auto-respeito inconsistência incongruência

SOBERBA
Soberba é a manifestação de orgulho, pretensão e presunção de superioridade que uma pessoa exerce sobre as demais, ela pensa fazer os homens acreditarem que de fato são melhores que os outros, mas se definham lentamente até virem a sucumbir, o preconceituoso por exemplo, ele é o empregado da soberba embora acredite ser o patrão

Julio Ramos da Cruz Neto

OS PECADOS MORTAIS

I
SOBERBA
Soberba, orgulho, vaidade,
(chamam-lhe alguns presunção)
é cheia de magestade,
vazia de coração.

Soberba tem grande pança,
cara carrancuda e torta,
Soberba, cheia de chança,
de si apenas se importa.

II
AVAREZA
Avareza tudo quer,
se tem muito mais quer ter;

Com a vista arregalada,
Avareza não vê nada;
Põe-se a ouvir, a escutar,
e só ouve blasfemar;

Arrecada noite e dia
e acha sempre a arca vazia.

III
LUXÚRIA
Luxúria desvergonhada,
em impudica atitude,
maneira a língua acerada
a difamar a Virtude.

Com rastejada paciência,
e o seu fito principal
é cativar a inocência,
conduzi-la para o mal.

Luxúria, filha infecunda
da Mentira e do Pecado,
saboreia a nódoa imunda,
ama o chão enlameado.

Pelas vielas impuras
a Luxúria se conduz,
mas sempre a horas escuras,
sempre a escapar-se da luz.

IV
IRA
Ira é atolada,
tem um focinho ferino,
grita por tudo e por nada,
fala sem jeito e sem tino.

O senso dela é um vime,
a sua agulha um punhal
afiado para o crime;
tem cadastro criminal.

V
GULA
Gula come, come, come,
mas por vício, não por fome;

de mastigar não descansa,
nem que tenha cheia a pança;

quando trata de entornar,
então bebe até tombar;

a mastigar e beber
é que ela sabe viver;

os seus dentes são os malhos
e as digestões seus trabalhos;

de seus feitos alardeia
se se senta à mesa alheia;

para comer do que gosta,
sempre a comer vence a aposta;

da Gula (cano de esgoto)
é a palavra o arroto.

VI
INVEJA
A Inveja é maldizente,
a todos chama canalha;
sua língua impenitente
é verdadeira navalha;

como nasceu torta e feia,
tem rancor à Formosura,
mas toda se pavoneia
e sobrepô-la procura;

até o próprio Talento
ela despreza e odeia,
porque todo o seu tormento
é não achar uma ideia.

VII
PREGUIÇA
Doença gera indolência
e a indolência a doença;
são da mesma parecença
e são a mesma na essência.

A preguiça não se lava,
na porcaria vegeta;
como o tempo a envergonhava,
espatifou a ampulheta;

é a viscosa minhoca,
que se arrasta e mal caminha,
para meter-se na toca
ou no papo da galinha.

Um dia, diz-lhe alma forte:
- «Preguiça, qual o teu mal?»
e ela, trágica e fatal,
responde-lhe: - «pouca sorte».

Roberto Eduardo da Costa Macedo

“Tolice”


Pode ser: aquela briga inacabável, a raiva desprendida, soberba como última palavra, desadorar teu sentimento, celebrar um embate, um dormir bravio, a jura acabada, noite iniciada terminada, teu castelo arrasado.


Deve ser: chorar ao vento, brigar consigo; sofrer em seu poetizar, não ter ninguém para agradar, felicidade em desassossego, um silencioso conflito errante, aquela brilhante estrela distante, a fadiga dançante.


Pode ser: cantar sem nenhum ardor, tentar falar e não ter seus braços, inglório pedido de misericórdia, cândido erro sem nenhum propósito, angariar lamentos, obsessão de maneira pálida, suplício abandonado.


Deve ser: viver esperando uma palavra; delonga em caso de desculpas, empunhar uma arma inofensiva, saudar de maneira solene a solidão, tentar ouvir o pedido, um chamado execrado, exímia distração.


Pode ser: tachar de inocente quem comete o pecado, regar a terra morta pelos seus passos, uma carta desprovida de interesses, escapar de um destino premeditado, agradar um vicioso segredo.

Marques Bueno

A soberba nunca leva ninguém a lugar nenhum!
...Na verdade leva sim, ao fracasso!

Thata Ripardo

O orgulho leva o homem a deleitar-se de si mesmo, e os bajuladores aproveitam-se de sua soberba.

Paola Rhoden

Três pilares dominam o caráter dos homens cruéis, a saber: O sarcasmo, a manipulação e a soberba.

Pablo de Paula Bravin