Ser ou Não Ser Eis a Questão

Cerca de 102 frases e pensamentos: Ser ou Não Ser Eis a Questão

Ser ou não ser, eis a questão: será mais nobre
Em nosso espírito sofrer pedras e setas
Com que a Fortuna, enfurecida, nos alveja,
Ou insurgir-nos contra um mar de provações
E em luta pôr-lhes fim? Morrer.. dormir: não mais.
Dizer que rematamos com um sono a angústia
E as mil pelejas naturais-herança do homem:
Morrer para dormir... é uma consumação
Que bem merece e desejamos com fervor.
Dormir... Talvez sonhar: eis onde surge o obstáculo:
Pois quando livres do tumulto da existência,
No repouso da morte o sonho que tenhamos
Devem fazer-nos hesitar: eis a suspeita
Que impõe tão longa vida aos nossos infortúnios.
Quem sofreria os relhos e a irrisão do mundo,
O agravo do opressor, a afronta do orgulhoso,
Toda a lancinação do mal-prezado amor,
A insolência oficial, as dilações da lei,
Os doestos que dos nulos têm de suportar
O mérito paciente, quem o sofreria,
Quando alcançasse a mais perfeita quitação
Com a ponta de um punhal? Quem levaria fardos,
Gemendo e suando sob a vida fatigante,
Se o receio de alguma coisa após a morte,
–Essa região desconhecida cujas raias
Jamais viajante algum atravessou de volta –
Não nos pusesse a voar para outros, não sabidos?
O pensamento assim nos acovarda, e assim
É que se cobre a tez normal da decisão
Com o tom pálido e enfermo da melancolia;
E desde que nos prendam tais cogitações,
Empresas de alto escopo e que bem alto planam
Desviam-se de rumo e cessam até mesmo
De se chamar ação.

William Shakespeare

Ser ou não ser... Eis a questão. Que é mais nobre para a alma: suportar os dardos e arremessos do fado sempre adverso, ou armar-se contra um mar de desventuras e dar-lhes fim tentando resistir-lhes? Morrer... dormir... mais nada... Imaginar que um sono põe remate aos sofrimentos do coração e aos golpes infinitos que constituem a natural herança da carne, é solução para almejar-se. Morrer..., dormir... dormir... Talvez sonhar... É aí que bate o ponto. O não sabermos que sonhos poderá trazer o sono da morte, quando ao fim desenrolarmos toda a meada mortal, nos põe suspensos. É essa idéia que torna verdadeira calamidade a vida assim tão longa! Pois quem suportaria o escárnio e os golpes do mundo, as injustiças dos mais fortes, os maus-tratos dos tolos, a agonia do amor não retribuído, as leis morosas, a implicância dos chefes e o desprezo da inépcia contra o mérito paciente, se estivesse em suas mãos obter sossego com um punhal? Que fardos levaria nesta vida cansada, a suar, gemendo, se não por temer algo após a morte - terra desconhecida de cujo âmbito jamais ninguém voltou - que nos inibe a vontade, fazendo que aceitemos os males conhecidos, sem buscarmos refúgio noutros males ignorados? De todos faz covardes a consciência. Desta arte o natural frescor de nossa resolução definha sob a máscara do pensamento, e empresas momentosas se desviam da meta diante dessas reflexões, e até o nome de ação perdem.

William Shakespeare

Ser ou não ser... Eis a questão.
Que é mais nobre para a alma: suportar os dardos e arremessos do fado sempre adverso, ou armar-se contra um mar de desventuras e dar-lhes fim tentando resistir-lhes?
Morrer... dormir... mais nada...
Imaginar que um sono põe remate aos sofrimentos do coração e aos golpes infinitos que constituem a natural herança da carne, é solução para almejar-se.
Morrer.., dormir

William Shakespeare.

William Shakespeare

Ser ou não ser, eis a questão. Qual é mais digna ação da alma; sofrer os dardos penetrantes da sorte injusta, ou opor-se a esta corrente de calamidades e dar-lhes fim com atrevida resistência? Morrer... dormir... nada mais... Morrer é dormir, sonhar talvez...
(Hamlet)

William Shakespeare

Mim é índio

eis a questão.

Um dia me perguntaram quem eu era
Respondi que mim era, quem não queria ser
Nem sei de onde tirei o tal desse porquê
e daí?

Eu sei o que a sociedade quer
Eu sei que eles querem que eu seja outro
Eu sei que muitos pais, não querem explicar seus filhos
Eu sei que muitos filhos querem desobedecer seus pais
Eu sei que as regras existem, e também sei que quebrá-las pode ser muito gratificante e estimulante, mesmo não sendo saudável, socialmente falando ou fisicamente sentindo.

Eu cansei de vestir o que você é, ou pensa que é
Eu cansei de dançar conforme seu ritmo
Eu cansei de ser identificado por números
Eu cansei de sempre ser o primeiro ou último
Eu cansei de entrar nesse seu cardápio pobre em carboidratos
Eu cansei de ter um guia não recomendado para os meus passos

Eu quero meus pés de volta
Eu quero independência de você
Liberdade de mim.
Eu quero e eu sei muito bem:

como o mim quer ser.
Como vai? Muito Prazer!

Jonathan Messias de Freitas

Curtir ou não curtir eis a questão.
Os jovens que antes, gostavam de ler, e queria ser mais sábios que seus professores, trocaram sua busca pela sabedoria, por uma indecisão, curtir ou não curtir, os jovens que queriam mudar o mundo e ser diferentes de todos os outros, agora copiam os modos dos que se dizem artistas, os jovens que antes queriam mudar o mundo, hoje só buscam se encaixar de algum modo nele, os jovens que antes clamavam por revolução, hoje se negam a evolução, rumo há um retrocesso da luta de seus pais e seus avós, jovens, jovens uma grande mente que poderia adquirir todo conhecimo, buscar toda a sabedoria, mais ficam no dilema, curtir ou não curtir eis a questão.

Helder Brandão

Não é ser ou não ser eis a questão. É sou o que sou a questão é essa.

Girassol

Eis A Questão...

Ser ou não ser...
Acho que a questão é
Crer ou não crer...

Francismar Prestes Leal

Ser ou não ser? Eis a questão.

Sofro num instante de mágoa e desespero
Na minha garganta tem um punho inteiro
E nem nos prazeres me vejo lisonjeiro
Caí na armadilha da vida
Me arrancaram pedaços nessas idas e vindas

Rasgos dos teus seios afiados
Amordaçados entre meus cacos

Te vi ligeiro
Passar dentre o devaneio
Cortar seus pés

Grito ao mundo inteiro
Suplico, te visto
És meu aviso, meu livre arbítrio
Escolhas que nos condenam
Sou culpada pela Repressão
E vivo num Regime Militar

Com regras e castigos
açoites e corações maciços
De pedra, de gesso
Todos com um único desejo:
SEJA ETERNAMENTE INFELIZ²

Taís F. Sacchi

SER OU NÃO SER

Ninguém poderá dizer simplesmente que ser ou não ser, eis a questão. A questão é subjectiva, mais complicada do que possa parecer.
Pode parecer e não ser, pode ser e não parecer.
O Ser foi criado do Nada, do nada que poder-se-á dizer Tudo, pois de um todo surgiram as partes de um tudo que partiu do Nada.
Nada porquê? Nada, porque nunca se descortinou nada desse Nada que ainda hoje é um enigma.
Do Tudo, porque é um todo, a parte mais completa e complexa existente como obra perfeita, desígnio de Deus.
Baseados em tudo e em nada, partimos para o Ser, uma parte do Tudo e do Nada.
E o Ser e o não Ser passaram a ser simplesmente a parte do todo, Tudo e Nada.
Ser ou não Ser, poderá ter forma e ser, poderá não Ser pela forma que não apresenta, mesmo assim continuam a fazer parte do mesmo todo.
Do Nada surgiu a vida, o Ser, e o não Ser, e tudo acaba em nada tal como tudo surgiu.
A obra perfeita da criação, tanto o Ser como o não Ser, fazem parte da origem da vida.
O Criador, único SER e não SER, apogeu da inteligência e da perfeição, irradiou a sua magniloquência em todo o universo e os contrastes apareceram.
Da noite se fez o dia, da terra brotou água, do fogo brotou a vida. Por meditação sistematizou, criou e deu origem.
SER sapiente em psicognosia, pelo SER que é e sempre o vai ser, ao fazer surgir o Ser, já o SER tinha criado em Si. E o SER que em Si tinha criado, no SER passou a Ser.
Dotado o Ser de conhecimentos, e o não Ser de propriedades que lhe dão o Ser, deu graças o Ser, por saber que o SER e não SER, existe em tudo o que possa não ser e ser.
Cansado o Ser por já nada mais poder ser, já que tudo pôde ser, abandona-se ao nada que pode fazer. E Tudo volta ao princípio, porque do Nada tudo pode acontecer.

Do nada, NADA pode nascer
Mas se do nada, TUDO vier
Tudo pode acontecer
SER ou não SER
Só TUDO pode dizer
Se tudo não puder ser
Nada lhe pode valer

Eva Oliveira

Disse um grande pensador: "Ser ou não ser, eis a questão"
Eu aqui complemento: O que é,é. O que não é, se engana alguém ou a si próprio cêdo ou tarde deixa de ser.

Acmilor

Ser eu já sou agora viver ou não viver eis a questão, será que vale viver tendo fé apenas na esperança?

Little Sunshine

"Ser ou Não ser Um Idiota?
Eis a questão...

Agora saiba se você é um IDIOTA:

•Se você ria porque vê alguém rindo, lembre-se: Você não é um idiota. é um abestado.

•Se você acha que agir infantilmente todavia pensando que isso é "bonitinho", saca uma coisa: QUEM FAZ COCÔ NA FRAUDA, ACABA FEDENDO.

Se você acha que falar mais alto que todo mundo com seu ar de arrogância te leva á superioridade, analize primeiro que más palavras doem mais que um tapa, porém um soco te trará dispesas..."

Jessica Reis

Ser ou não Ser,
Eis a questão.
Ser ou não Ser,
É isso que eu vou falar.
Ser ou não Ser,
Foda-se o mundo.
Ser ou não Ser,
Eu quero te amar./

FrasedoDj

"Ser ou não ser...Eis a questão!"
-SER HUMANO-
-SER EXTRA TERRESTRE-
-SER VIVO-
-SER ANIMADO/INANIMADO-
Particularmente interpretando a palavra "SER" é um pronome filosófico que diferencia algo ou alguém conseitualmente dentro de seu grupo natural com adjetivos próprio e singular.
Referindo-se a peça de schaikspair o ator com o crânio de uma caveira em mãos (INTERPRETAÇAO PARTICULAR :uma pessoa morta)faz a tal pergunta: "SER OU NÃO SER ...EIS A QUESTÃO! " Eu os pergunto meus amigos , dentro desta teoria da palavra "SER".
- Um humano morto tem condições de penssar,raciocinar e organizar seus pensamentos?
UMA PESSOA MORTA ÉS UM SER OU UM NÃO SER?
EIS A QUESTÃO.

CobraQuim

TER ou SER...eis a questão!!!
Por mais que nos façam sofrer as coisas erradas não devem ser incentivadas, acobertadas ou ignoradas.
Quem faz opção por coisas erradas mais cedo ou mais tarde irá pagar o preço de sua irresponsabilidade.
Na vida temos sempre a opção de não fazer aquilo que consideramos errado...mas se optarmos por faze-lo, apesar de todos os apelos contrários é porque estamos dispostos a pagar o preço.
Deus nos mostra o caminho e muitas vezes nos da mostra dos perigos que alguns deles representam.
Fazemos nossas escolhas e por elas temos de assumir os riscos.
As pessoas hoje valorizam muito o ter e não o ser.
E infelizmente não valorizam os sentimentos maiores que são o amor de pai e de mãe...não entendem que exemplos valem mais do que ensinamentos, que dignidade e caráter são os bens maiores de um homem.
Quando os sentimentos forem maiores que os interesses, esse mundo será um lugar muito melhor de se viver.

Jose Ap Barcelos

Amar e não ser amado, eis a questão?! Ame para ser amado, seja amável para quem te ama e viva feliz pra sempre!

Yuri Yan Camara