Sentimentos Confusos

Cerca de 127 frases e pensamentos: Sentimentos Confusos

Não que eu tenha dúvidas dos meus anseios, porém estou completamente confusa com os meus sentimentos. Está tudo bagunçado e mexido outra vez, meus pensamentos não sabe buscar coisas novas estou parada no tempo pensando em você e no como nos divertíamos. Infelizmente esse nosso amor acabou por um pequeno descuido meu.

Jennyfer Martins

Como eu estou confusa.
Vivo em um passado muito distante sentimentos presentes hem mim.
Mas em meio de tudo isso vem a vida que tenho hoje... O por que ???De não poder deixar de viver as coisas passadas...
Sempre fui Dona dos meus sentimentos senhora de mim mesma, decidia cujo minha razão apontava, mas agora não sou capaz de ser assim.
O que há em meio disso tudo que eu não sou capaz de desvendar, porque logo comigo que sempre acreditei no que é logico e consistente real hoje vivo assim hora aqui hora em outro lugar?
Devo ter errado muito neste passado tão distante para hoje me sentir tão presa assim, sei que o devo algo, mas não consegui ainda decifrar o que.
No meio desta confusão da minha alma meu lado racional e meu coração há tanto bem querer, tantas preocupações e um amor humano que nunca senti por outra pessoa...
Sempre fui muito amada não sinto falta de amor minha vida sempre foi regada de muito amor e bem querer ao lado das pessoas nas quais convivi.
Muita das vezes eu mesma pensava é muita bajulação a minha pessoa não preciso disso sou forte...
Mas como as pessoas sempre foram muito volta a mim eu me acostumei com isso tudo.
Sempre soube retribuir bons sentimentos mesmo que esse às vezes me sufocava, mas nunca soube retribuir da maneira certa, ou seja, da maneira que as pessoas esperavam e de fato mereciam.
Eu sempre estava a procura de novas sensações para preencher algo que eu não sabia o que era, mas que me faltava
E hoje vivo de sentimentos sem explicação...
Humana sempre, verdadeira e frontal mas tudo só estava bom quando as coisas iam a minha maneira quando eu podia conduzir a meu modo.
Gostaria de aprender a conduzir as coisas a meu modo desta vez e sou completamente incapaz.

Sandra Esther

Fica a dica.
Você me deixa confusa e eu odeio não sentir domínio sobre os meus sentimentos. Quer dizer, até tenho mais domínio do que outra pessoa normalmente teria, mas não estou preparada para lidar com todas as emoções as emoções causadas por essas novas situações, é eu não nasci preparada para tudo. E quer saber? Mesmo não estando preparada para tudo eu mando muito bem, concorda não? Agora para de me estressar vai amorzinho, que ai assim eu acabo não dominando minhas atitudes e palavras e desconto tudo em você da pior maneira possível!

Layana Oliveira

Diante de tantos sentimentos confusos, não custava nada me aparecer uma certeza...

Mila Ferreira

As vezes precisamos nos perturbada, deixar confuso para rever sentimentos, e pensamentos referente a tudo e todos...
As vezes precisamos olhar a direção certa, sem perder o rumo.
As vezes precisamos tomar decisões CERTAS, para não sofrer com o erro.
As vezes precisamos de carinho...
As vezes precisamos de atenção...
Não precisa ser todo momento... mais a cumplicidade faz a gente ver quando o outro precisa....
As vezes precisamos abrir nossos olhos para ver se não há nada de errado com você mesmo, e com a pessoa que está a seu lado.
As vezes precisamos deixar de lado... pra te por em primeiro lugar.
As vezes precisamos crescer espiritualmente pra conseguir superar algumas coisas que acontece no dia a dia...
As vezes precisamos parar e pensar e ver se tá VALENDO A PENA!
As vezes precisamos SORRIR pra SI MESMO, pra conseguir limpar a alma de coisas ruins.
As vezes precisamos acreditar tudo passa ate mesmo coisas que não mudam.

As vezes precisamos ...

Carina Toninatto

AMOR

Difícil falar do amor
Ele fugidio, abstraído, confuso,
Um nome dado a um sentimento,
Sintomático da Silva,
Dos sobrenomes todos da vida.
E quem é ele, um vulto
Na multidão dos mitos
Na reunião dos rebelados,
Rompidos a sangue e fogo,
Com suas práticas sentenciadas.
Difícil dirigir-se a ele,
Pairar sobre as montanhas,
Às vezes ir muito além,
E gritar por qualquer nome,
Até que se manifeste, a virtude
A boa obra, peça finalizada.
E como se anunciará a sua boca
O seu semblante como se verá,
Algo admirpavel, sensível à dor.
Confiante, certo que assim se mostre.
Deve vir como um bruma leve,
Pairando perto e longe, compassivo
Fazendo caras e bocas, brincando à toa,
De tudo entendendo, tudo calando,
O amor vem dando visões de barcos,
Em pleno mar, que ora aparecem,
Logo se escondem por trás das ondas,
Em descompasso, com os olhos turvos
Que sobem e descem desesperados.

Naeno Rocha

"Sentimentos" tão relativos, tão confusos, tão gostosos, tão meus, tão seus.. tão próprios..

Jhonny Carlos

Perder em emoções,em sentimentos tão confusos,que ao tentar descomplicar,ele se embaraça ainda mais.Acredito que o mais difícil,nessa vida é ter certeza.As incertezas nos fazem acreditar em tanta tolice,em tantas coisas,simplesmente pelo fato estranho de querer ter certeza.

Geiziane Pereira

Talvez eu esteja confusa com meus sentimentos, talvez eu não saiba o que estou sentindo. Não sei dizer com precisão o que está no meu pensamento. Está tudo desordenado. Não sei mais o que fazer. Não sei como agir. Não sei mais viver.

Bárbara Quinta

Amor
Sentimento nobre e confuso
É antes de tudo capacidade de abstrair
É desistindo que se ama realmente
Desistir de pré-conceitos
Desistir de idéias imutáveis
Desistir de resistir
Desistir de existir sem o ser amado
É desistindo que se ama mais.

CELIA BRAGA

“Não tente me entender, sou confusa. Vivo de acordo com meus sentimentos. Eu amo e odeio com a mesma intensidade. Em alguns momentos sou generosa, em outros fria. Gosto de ficar sozinha, mas as vezes gosto de ter alguém com quem conversar. Sou assim e não busco explicações para minhas emoções. Já me disseram que devia ser mais racional, mas não concordo. Pensar demais sobre um assunto esfria o coração.”
— Uma confusão chamada Sophie

Felipe Langa

Há sentimentos lindos que se parecem com o amor. A confusão entre eles causa danos irreparáveis.

Ludmila Clio

Amar é um sentimento tão profundo, que muitas vezes nos leva a confusão.
O amor não tem um padrão.
Uma receita própria.
Não está determinada em um manual.
Tem amor que é expressivo, que é ardente.
Outro que é calmo e prudente.
Ou tímido e temeroso, por não saber lidar com esse sentimento, que por muitas vezes é meloso.
Algumas pessoas o sentem intensamente, mas o nega insistentemente,
Outras demonstram que amam no olhar, mas o escondem no falar.
Fato é:é feliz quem o vive.
E triste é aquele que deixa o amor ir, por puro medo de sentir o contentamento descontente.

Kedman Fereira

os meus sentimentos estão bem abstratos...indefinidos e confusos...tudo bem...isso não é nenhuma novidade; mas sinto falta da pouca estabilidade que tinha. Não perdi o chão...mas ando sobre ele meio sem coordenação e controle dos meus pés. Eu tenho vontade de tudo absolutamente tudo...mas a carência que eu sinto ela só pode ser suprida por vc...ao menos agora...mas, a minha ficha caiu...e eu não tenho direito de querer vc, eu distrui seus planos...te machuquei e magoei da forma mais cruel que alguém pode fazer...e o que é pior sem vc merecer...eu não estou mais me martirizando...até porque chorar pelo leite derramado não é meu forte.Mas estas palavras precisar sair de mim e serem escritas...me trazendo alivio...e conciência do que fiz...como aprendizado...se é que eu posso aprender alguma coisa nesse sentido...mas vamos lá...pensamento positivo...UM DIA EU VOU MUDAR!!!

02/04/2015
s.m.

Joice Fernanda

A simples presença do outro

Parágrafo, vírgula, ponto, os sentimentos ainda confusos aqui dentro de mim. Não sei se devo colocá-los para fora, talvez se eu gritasse para todos ouvirem. Quem sabe? Talvez, não sei. Vivo a sufocar uma ponta de inveja das pessoas felizes com tão pouco, simplesmente a presença do outro, um sorriso, um olhar. Como a vida é simples e a entrega é tão difícil.
Certo dia, caminhava pela calçada no centro da cidade e deparei-me com ela, cabelos lisos e ralos, a pele branca que o tempo não soube perdoar, seus olhos de um azul tão intenso que me chamou atenção. Foi naquele momento que pude mergulhar na imensidão de seus olhos e perceber a saudade das coisas que havia vivido. Estava numa cadeira de rodas e olhava pelas grades do portão. De repente, poderia estar se perguntando sobre o porquê das grades se estava numa cadeira de rodas e isolada do mundo que já pertencera?
Mais um parágrafo, vírgula e ponto, quiçá quisesse caminhar, gritar, ser ouvida. Talvez... Talvez, sentisse um pouco de inveja das pessoas que estavam do lado de fora daquele asilo. Quem sabe, quisesse voltar a ser menina, moça e viver seu primeiro amor, de repente único amor. Aqueles olhos azuis poderiam estar lembrando-se do nascimento do primeiro filho ou do último, da primeira vez que esse filho lhe chamou de mãe, do abraço caloroso e repleto de amor ou ainda a primeira travessura.
Já é o último parágrafo entre vírgulas e pontos. Tento voltar à superfície daqueles tão cansados olhos azuis, salto de uma imensidão e de uma alma encarcerada, volto para o lado de fora das grades, agora em meu corpo posso sentir o gosto da saudade das lembranças daqueles olhos, da simplicidade de um sorriso, da simples presença do outro e daquele olhar que me chamou atenção.

Luciana Carvalho dos Reis

fecho meus olhos na escuridão
tento sobreviver
a confusão de meus sentimentos
nada será mesma coisa
tantos dias que se passaram
não tenho nada queira
nunca quis nada
de olhos fechados sinto a escuridão
tento me calar...
tentei te beijar mais estou dentro do vazio.
olho mesmo assim...

Celso Roberto Nadilo

O meu dialeto é um tanto confuso... Baseado em enigmas
Justificados pelos sentimentos verdadeiros que tenho a ti
Porém as minhas verdades são escrita em meu coração
Com imensa sinceridade marcada pelo fogo da paixão;

A tua face desperta a inocência
Mas os teus olhos despertam
Pecados indecentes...

Julio Aukay

O meu dialeto é um tanto confuso... Baseado em enigmas
Justificados pelos sentimentos verdadeiros que tenho a ti
Porém as minhas verdades são escrita em meu coração
Com imensa sinceridade marcada pelo fogo da paixão;

A tua face desperta a inocência
Mas os teus olhos despertam
Pecados indecentes...
Que o meu corpo deseja
Sentir com o calor do seu corpo;

Julio Aukay

Calo-me diante da confusão
Desses sentimentos perversos
Não vejo nenhuma emoção
Neste coração desconexo

Djalma CMF