Sensual

Cerca de 99 frases e pensamentos: Sensual

A mocidade é a estação da felicidade sensual, a velhice, a da moral e intelectual.

Marquês de Maricá

Não me importo em ser glamurosa e sensual, Mas as coisas que isso implica são um fardo. Um objeto sexual se torna uma coisa, detesto ser uma coisa

Marilyn Monroe

O espírito desenvolve a sua maior força corpo a corpo com o sensual.

Hugo Hofmannsthal

Meu doce veneno...

Ah meu lindo Homem
Esse seu teu jeito sensual que me fascina,
Este teu jeito de dizer e de cantar
Cantas a vida,
Que me convida, o teu corpo provocar.
Desfruto dele, cada milímetro exploro,
E em cada canto um encanto apreciar
Embora mulher, embora ja tenha tido outros amores
É no teu peito que eu quero despertar,
É nos teus braços que eu quero aconchegar-me
É no teu corpo que eu quero perder-me e deliciar-me
Me faz menina pra poder te encantar e ao mesmo tempo,
Ser mulher e te amar.
Digo palavras desconexas, culpo o desejo, amor, sei lá
Quem sabe (foi) teu carinho que como o vinho me fez embriagar,
Quero sentir teu gosto, tua boca a me devorar
E extasiada explodir em emoção!
Deixar-te louco de desejos e amor,
De tal maneira que não possas recuar!
Meu lindo kal...
Assim que quiero.

Texto jacke.

Jackeline reis

Hoje as pessoas estão muito acostumado a viver de sexo, corpo sensual, beleza,e estão esquecendo de viver o verdadeiro amor !!

Dàdáh

Dê uma piscadinha sensual para a felicidade e torça para que ela não resista.

Evelyne Freitas

Sou muito sexual e sensual. Nem por isso me sinto errada, nem por isso sou errada. Isso não é ser desonesta, isso é ser eu, e aceitar. Da mesma forma que sou suave e romântica.

Anna Paulla

Minha alma é carmim
É intensa
Exuberante
Extravagante e sensual...

Minha alma é feminina...
e no masculino encontra a alquimia perfeita...

Minha alma é rubra
é paixão

Minha alma é entrega
É desejo que afasta a razão

Eliane Stahl

Os gatos carregam um sensual mistério, contêm uma ameaçadora figura e preservam um doce coração.

Samantha Rauber

Bonita inteligente e sensual pra ficar perfeita só falta ficar comigo

Ivo Anderson

ESPECIAL

Você é especial.
Feminina,
Deslumbrante,
Sensual.

Amorosa,
Carinhosa,
Tão charmosa,
Como nunca, vi igual.

Você é simplesmente,
Quem me faz contente,
E aumenta o meu astral.

Você é minha menina,
Que me encanta e fascina,
E que tem, meu amor total...

Elciomoraes

"Don't Stop"...

Até em filme sensual,
há mensagens subliminares:
"Não pare, não pare..."...

Francismar Prestes Leal

Leila cria uma linguagem própria, um comportamento singular.

Mulher bonita, sensual, suave. A encarnação de Afrodite, mas moleca, transgressora, diz palavrão, tem uma liberdade de ir e vir que só os homens tinham.

Ela une comportamento masculino com comportamento totalmente feminino.

É rebelde, mas não é agressiva, é doce.

Leila é amante e é mãe. Ela une sexualidade-prazer e maternidade.

É paradoxal. Livre, seu compromisso era com a liberdade.

Leila teve muitos amores mas não se prendeu a nenhum; “Eu gosto mesmo é de viver de amores”

Leila amava o mar, o mar era seu confidente, era no mar que ela ganhava energia. Leila mergulhava no mar a qualquer hora, à noite, de madrugada, de dia. E saia energizada, nutrida, abastecida. Ficava horas conversando com o mar. E depois nele mergulhava. Como se estivesse se banhando na Grande Mãe. Se o mar estava bravio, ela mergulhava e enfrentava sua fúria, como quem enfrenta seus próprios maremotos, seus próprios medos.






(LEILA DINIZ - Um Feminismo Que Se Realizou)
Fonte: REVISTA IMAGENS DA TRANSFORMAÇÃO - Vol.6 – 1999.

Ligia Diniz

"Mergulhe em meu corpo e descubra meus segredos mais profundos,
no roçar dos teus lábios tocando-me, aflorando meu ser."

—By Coelhinha

(Abnizia) By Coelhinha

Ela é arrebatadora, sensual e provocante, mas quando ama um homem só se interessa por ele, portanto é extremamente fiel e possessiva. Todavia, a fidelidade ...não está necessariamente relacionada a um homem, mas às suas convicções e aos seus sentimentos."

Desconhecido

Boca sensual que me chama,
Boca lascívia que diz que me ama
Boca sedenta que me leva pra cama
Suga toda minha essência
Com muita maledicência
E sem deixar eu pedir..clemência!

Boca voraz de uma menina
Boca adulta de mulher, loba felina
Boca santa mais que princesa, de Rainha
Junte-se a boca minha
Não se afaste e me aproxima
Engula todo o meu ser
Faz-me delirar, gemer...

Boca sempre faminta
Peça-me mais – não minta
Deixe minha energia, extinta
Peça-me bem forte e fundo
Peça-me para que todo mundo
Possa sua suplica ouvir
Sua boca – e eu a te possuir

Boca que treme, lábios que gemem
De onde sai uma língua molhada e quente
Rápida, ágil e experiente
Que desliza em meu corpo feito uma serpente
E que parece não ter fim
Roubando todos os prazeres, de dentro de mim

Homem Carente

Ela é...(Minha irmã)

Ela é,
Uma moça bem legal
Uma garota um tanto sensual
Te confesso que tenho ciúmes de você
E isso e tão natural

Ela é,
O xodó do papai
Da mamãe e muito mais
Pro seu irmão tanto faz
Ela é bonita demais

Ela que da orgulho de se ver
Um jeito que só ela tem
Uma neguinha como ninguém
Ela é meu maior bem
Amo ela como ninguém
Ela é...

Mateus Vinicius de Oliveira Amaral

Esses seus suspiros seus, um vício tão sensual, de me observar tão sultimente, de cabo à rabo, e depois, posar com o olhar desinteressado que consegue ostentar. Não percebeu ainda, mas assim, você acaba me roubando.

Mais quatro onzenas e meia, e já faz um ano que trocamos as juras, tão bem camufladas de risadas, afetos e abraços. Desconfiado, sem jeito, e quase calado, quando fui desejado por você, como poderia esquecer do primeiro timbre envergonhado seu?

Foi ali, naquele dia, que te reavaliei melhor; cabelos louro-avermelhados, pele clara, algumas sardas douradas espalhadas pelo rosto e pelo nariz, olhos cor de canela, pernas grossas e lisas, daquelas que chamavam meu olhar, busto farto, sempre motivo para enrubescer você; um sorriso fácil de se obter, díficil de conquistar.

Com o tempo aprendi a observar cada detalhe seu, a analisar suas manias mais estranhamente engraçadas. E, cheguei a conclusão que me apaixonei por seus cinco modos de sorrir. Um sorriso timido, para os afortunados que conseguem vislumbrados, o principal culpado pelo meu interesse repentino pela sua pessoa; Um sorriso de deboche, sempre precedido por palavras xulas e caretas de uma tênue irritação, normalmente, gerada pela percepção equivocada de uma pessoa qualquer; Um sorriso gratuito, de felicidade por ter acontecido algo que já esperava, e assim, sem nem notar, se concretizou; Um sorriso inconciente, que se forma nos labios quando um elogio, seja este bruto ou refinado, é destinado aos seus ouvidos; E o ultimo, um sorriso apaixonado, aquele que só é solto quando você lê algo que fazem os olhos brilharem, ou simplesmente, quando se termina um de seus beijos vorazes.

Enquanto colocava barreiras entre minhas verdades e mentiras, você ia avançando, às vezes me escapando, deixando eu roubar você; afanando território no peito alheio, aproveitando-se do meu jeito contagiante.
Não sei não, assim você acaba me conquistando... É realmente isso que você queria, um eu todo seu? Não sei não, assim eu acabo me entregando.

Depois de tudo que mostrei, ainda assim, você continuou por aí. Nem eu mesmo sei o que eu quero com isso, e mesmo assim você me quer, com toda essa confusão.

Realmente, naquele dia, você foi tudo, fez de mim um anjo. Guardou nossos segredos, no presente que fiz, esbanjou um sorriso cheio de certezas, seguidos por muxoxos divertidos... Não sei não, assim eu acabo me deixando ser roubado.
É tudo uma questão de escolhas; já percebi que você não vai me deixar ir, nunca. Então, deixa tudo assim mesmo, que tudo termina, no mais azulado céu.

Bruno M. Tôp

Viver é sempre um momento sensual!

Newton Jayme

OLHAR INDECENTE

Se a visão indecente
de um olhar sensual,
Fosse à luz reluzida
do candelabro acendido.

Apagaria a sombra
do prazer carnal reprimido.

E rompia os limites da luz
num corpo escultural.
Seria somente um mísero
débil em disfunção.

Coagulando o amor ardente
em teu corpo nu.
Tragando prazeres cadentes
de um céu azul.

Em dia de sol eloqüente
no mar de sedução.

Diante da orla
do naufrágio dos pensamentos.
Nas embarcações das fantasias
de adolescente.

Desprovido de tristeza
em refúgio do que sente.

Nas areias
de castelos efêmeros
da alma.

Dos sonhos marinheiros surdos
que acalma,
O furor vil de delírios insanos
dos sentimentos.

Joaquim Neto Ferreira