Sensuais

Cerca de 4 frases e pensamentos: Sensuais

A fruição desencanta muitos bens e prazeres sensuais, que a imaginação, os desejos e as esperanças figuravam encantadores.

Marquês de Maricá

Me olha com cara de Quero Mais!

Como chocolate pra repor minhas energias
Respiro fundo, tomo um ar
Lembro de nós, até deixar minhas mãos frias
Me prendo, querendo me entregar.
Homem dos pensamentos calientes
Que me olha com cara de Quero Mais!
Seus apertos, suas mãos me deixam quente
Mal sabe o quanto me satisfaz.
Gosto do seu abraço apertado
Sinto sua excitação sobre mim
Gosto do seu jeito safado
Sinto o seu respirar ofegante, me jogo simples assim.
A noite me bate a insegurança
Sinto medo, viro irreal
Um sentimento de Não Quero Mais, misturado com Esperança
Pareço ficar contra mim, pareço-me desleal.
Se ficar um dia sem te ver
Vejo-te escorrer entre meus dedos
Me sinto impotente, sinto-me te perder
Escondo nas minhas coragens, nos meus maiores medos.
Na sua frente te encaro como qualquer demanda
Sambo no seu querer, rebolo no seu pensamento
Te seduzo, te encanto como uma cigana
Te deixo sem palavras, embabacado, sem argumento...

Daniella Flores

Quem é essa mulher?

Ela anda
Ela dança
Ela brinca
Ela excita
Um mulher adulta
Que brinca de ser criança.
Ela instiga
Ela rebola
Ela revitaliza
Da aula de sensualidade
Não chove e nem molha
Sabe envolver um homem de verdade.
Ela olha
Ela provoca
Ela intensamente respira
Ela morde, e logo em seguida ela assopra
À muitas, ela inspira...

Daniella Flores

ASSIM ERA DELE

Pensando nele,
deslizava sobre o cetim,
liso branco virgem.
Contorcendo o corpo arrepiado.
Duas mãos eram poucas,
para tanto que o corpo
implorava ser tocado.
Dedos espalmados,
catando todas dobras
de cada parte do corpo.
O rosto no lençol frio,
pedia calor.
A boca mordendo o travesseiro,
desejava sabor.
Duas pequenas pontas, arrepiam,
endurecem e intumescem, avolumam.
As pernas se juntam e encolhem,
em movimentos alternados e constantes,
friccionando e atiçando seu pequeno íntimo.
Apertando, se soltando, prendendo, relaxando.
nas dores crescentes, urgentes por ser possuida.
Ùmidas, suadas quentes arrepiadas, eram todas a dobras,
todos os cantos, cada vez mais, ao serem tocadas.
Lava quente, liquido viscoso,
perfume de amor inebriante,
brotava silenciosamente,
Vagarosamente por entre virilhas e coxas.
Olhos semicerrados e revirados.
Boca aberta, delirio, um grito
silencioso de dor e prazer.
Assim era dele.

Marcos Marques