Segunda-Feira

Cerca de 207 frases e pensamentos: Segunda-Feira

Naquela segunda feira o dia começava com uma leve garoa
Ela caminhava pelo Central Park, inspirada e sorridente
Pensando como Nova York era linda, e a vida boa
Não era igual a tantas outras, ela era diferente
Uma menina de 16 anos, poeta e sonhadora
O poeta não precisa de blusa
Ele(a) vive de vento

Marcus Patrick Pens

A segunda feira é a incongruência semanal.

F.Lourenzzo

Toda segunda-feira, é como se meu coração ficasse diferente. Ganha mais vida, fica mais leve, têm batidas diferentes, e me transforma também. Mas na terça não posso me esquecer de continuar assim, e na quarta não perder o embalo da alegria, na quinta devo manter minha euforia, e na sexta não posso esquecer a magia, e no sábado me jogar na adrenalina, e deixar o domingo para recarregar as minhas energias, pois segunda de manhã, tudo se reinicia.

Pâmella Ferracini

Eu odeio dias de chuva, e frio. Odeio segunda feira. Odeio quando me acordam. Odeio o tédio. Odeio ficar em casa nos finais de semana. Odeio quando não consigo definir meus sentimentos, odeio não conseguir mandar em mim mesma. Odeio quando se entrometem na minha vida e me dizem o que fazer. Odeio a falta de carater das pessoas. Odeio futilidades. Não entendo a discriminação, o preconceito, a desigualdade, a inveja. Odeio pessoas mesquinhas, e odeio a ignorância. Odeio a falsidade, e abomino a mentira. Odeio que falem mal das pessoas que eu gosto. Odeio quando me dizem "não" e me jugam mal, como errada. Odeio a forma como as pessoas banalizam os sentimentos. Odeio quando um "ex" chega e diz: "Estou com saudades de você", mesmo estando com outra pessoa. Odeio o modismo. Não suporto a saudade, e o fato de algumas pessoas não se importarem com a falta que fazem. Odeio quando não está por perto. Odeio dizer "ADEUS". Odeio os meus medos infantis, as minhas dúvidas, a minha indecisão e a minha insegurança. Odeio quando tento explicar algo e você "finge" que não entende, mas odeio quando tento explicar algo e você não quer entender. Odeio criancisces, e pessoas dramáticas demais. Odeio a indiferença, e o melancolismo. Odeio a falta de fé nas pessoas. Odeio o modo como me torno tão previsível. Odeio quando não admitem o seu próprio erro. Odeio quando me dizem verdades que me custam a ouvir. Odeio ter que ser realista, odeio ter que aceitar.

Camila Candido

É segunda-feira meu bem, até pra ter saudade eu tenho preguiça.

Bruno Fontes

A segunda-feira não se importa se gostamos dela ou não, continuará simplesmente a ser segunda-feira ; as opiniões é que a tornam boa ou ruim !

Di Castilho

Hoje tudo se recomeça ó pequena angustiada segunda-feira onde esta a tua beleza?

Adriano Soares

É simplismente empolgante e muito rotineiro o fato que agora vos conto. Segunda-feira 06h30min, realmente hoje o dia está incrivelmente bom para se dormir, porem como já diz o dito popular "tudo que é bom dura pouco" o celular desperta com o seguinte lembrete em sua tela: Escola . É aí que tudo cai por terra, sonhos, cama, cobertor, tudo precisa ser largado imediatamente. É preciso se vestir( uniforme ) para o combate e seguir rumo a mais um proveitoso dia, mais uma Segunda-Feira onde o pavor,cansaço e principalmente a preguiça emperam sobre seu rosto, humor e reflexos. Se deparar com as simpatias de sua Diretora, Supervisora e Pedagoga. Encontrar fieis amigos que não vê desde sexta-feira e seus ' mestres ' com aquele ar de fome de conhecimento, sabedoria e mansidão.
Ao entrar na classe, percebe-se que seus amigos estão desanimados, sem demonstrar nem um tipo de novidade, ou se quer algum tipo de AMEAÇA. É aí que esta o problema, quando se trata do 2° ano do ensino médio, quietude definitamente é muito preocupante.
O Melhor de tudo é saber que o primeiro horário se restringe a uma estimulante aula de Física. Onde o máximo que você escutará é termodinâmica (é a parte da física que estuda as transformações entre calor e trabalho)
É neste exato momento que uma visão nostálgica se materializa em sua mente, quando você imagina sua cama te chamando e dizendo: deite-se, eu sou confortável e revigorante.

Aproveitando seu momento de desatenção, sorrateiramente seu 'fiel' amigo de classe te arremessa uma bola de papel no estilo 'arremesso de handebol' bem no meio das temporas, e pronto. TUDO ESTA PERDIDO.
Imediatamente uma onda de ataques baixos e premeditados (rs) acontecem, ninguém esta seguro. É preciso montar sua base militar e estar preparado para o pior. Não existe mais sono, não existe mais Física, só existe sede de vingança. Os ataques estão vindo de todos os lados, não há tempo para bolar uma estratégia eficaz. Você esta recolhendo sua munição quando repentinamente te acertam novamente, só que dessa vez com um estilo diferente: esse parecia um ultraleve, talvez o 14 bis, a guerra esta declarada, salve-se quem puder, muitos correm da raia com a seguinte desculpa: vocês vão ser suspensos. Porém um soldado nunca desiste de sua missão, apesar de as chances de sucesso na vingança serem extremamente baixas, e a diretoria é quase certa, não a tempo para pensar, você esta cego, e derrepente você arremessa, e consequentemente suplica em pensamento que sua mira não lhe falte dessa vez, tudo fica em câmera lenta, consegue se ouvir os suspiros ao fundo, muitos combatentes nem se quer piscam as pálpebras com medo de perder este momento de glória e extrema tensão. As tropas inimigas tentam se proteger, mas já é tarde de mais. Sim, você acertou o alvo, sem falsa modéstia sua precisão foi incrível e seu inimigo esta desencorajado a contra-atacar, já não existem preocupações ou precauções a se tomar, você conseguiu, seu posto como Soldado Universal será mantido, e você pode respirar despreocupado...
até a próxima segunda-feira.

Kayque Meneguelli

Chega de reclamar da segunda-feira, de dias chuvosos, do vizinho que escuta som alto, do corpo que você tem, do texto que alguém postou, de algo que você escutou. Só se importe com aquilo que realmente lhe faz bem, e ignore as outras. Algumas coisas são eternas, outras, estão por aqui só de passagem. Aproveite a Vida!

pablo

Segunda-feira eu vou falar com meu amor, na Terça te beijar, na Quarta te amar, na Quinta ouvir tua voz, na Sexta te olhar, no Sábado sentir teu cheiro, teu tocar, Domingo vou sorrir, vou sorrir por te amar, vou sorrir pelas estrelas, pelo sol no teu olhar. Todo dia quero você, cada pedaço do seu coração, todo dia o meu amor é seu, cada minuto sinto essa paixão.

Humberto e Ronaldo

Se segunda-feira fosse bom, se chamava primeira-feira!

Leandro Alves Santos

Quem sabe, amor
Nós admiraríamos o começo da segunda-feira,
Dançaríamos diante do cansaço,
Gritaríamos em meio a enxaqueca,
Fumaríamos entre a overdose.
Quem sabe, amor
Eu seria a dor, e você o comprimido,
Você seria a lágrima, e eu o lenço de papel.
Seríamos uma vida só, em meio ao congestionamento

-bala de açúcar ou dipirona?

anônimo

Segunda-feira, tens um gosto amargo de demência, bonita também, eu diria, sem nenhum espetáculo, pela primeira vez estava tão distante...de ser boa.

Não sei definitivamente inventar estórias. Acho que meu estilo de escrever é meio vago, vesgo, cego. É dançar a caneta no papel e rabiscar a folha com palavras inúteis. É escrever sobre um cotidiano que não existe. É escrever simplesmente o óbvio. Por mais clichê que possa parecer, escrevo o que eu acho que é verdade, e o que eu acho que é mentira. Tenho preguiça de revisar acontecimentos concretos. Tenho fome de escrever bobagem.

Luana Rodrigues.

Segunda feira.
15 de setembro de 2009.
Uma manhã fria, nevava. O vento batia contra as janelas das muitas casas daquela rua vazia. As aulas começavam e um ou outro corria pelas ruas, para alcançar o ônibus. E ali estava ela, não necessáriamente a espera do escolar. Estava apenas saindo de casa, com as chaves em mãos. Iria de carro. Usava vestes apropriadas para o dia. Uma calça de couro preta e botas. Usava também uma camiseta deuma banda de rock dos anos 80 e um sobretudo preto por cima. Os seus cabelos escuros estavam soltos e os olhos num verde esmeralda destacavam-se devido ao lápis escuro.
- Volta pra casa depois?- O homem perguntou, parado na porta, com um sorriso no rosto. Uma garrafa de cerveja em mãos. A menina revirou os olhos ao vê-lo levá-la aos lábios. Como fora parar ali?
- Sim, vou voltar para a minha casa.- Enfatizou, abrindo um sorriso lateral, que logo sumiu de sua face. Derick não era uma garoto feio, mas também não era uma beleza rara. Tinha cabelos escuros e a pele clara, os seus olhos eram num cinza claro e o seu corpo era ideal, talvez fora muito bonito no colegial, mas não agora. Agora era só um bêbado viciado, que vendia drogas para sobreviver.- Até mais, Derick.- Acrescentou e seguiu até o velho impala, estacionado em frente à velha casa.
- Espera, você me liga, Myv?- Derick perguntou, jogando a garrafa agora vazia na lata de lixo enferrujada.
- Derick, você está parecendo uma garota.- Myv riu e abriu a porta do carro.- Não, eu não vou ligar. Apareço quando sentir necessidade.- Piscou marota e entrou no automóvel, fechou a porta e deu a partida, acelerando com tudo rumo ao colégio em que estudava.

B. Martins

Segunda feira podia ser sempre segunda opção.

Murillo Leal

.......Segunda-feira... Segundo dia do ano... Segunda chance pra mudar aquilo que não esta bom em nossa vida.... Segunda chance pra reunir nossas forcas e lutar por aquilo que sonhamos... Segunda chance para perdoar aqueles que nos feriram e pedir o perdão daqueles que magoamos... Segunda chance de dizer a quem amamos o quanto são importantes para nos... Segunda chance que Deus nos dah para transformar nossa vida e nosso mundo num lugar mais feliz, mais justo, fraterno, solidário, com mais paz, amor, sinceridade, honestidade, enfim... Fazer com que 2012 possa ser melhor... basta refletirmos e mudarmos nossas atitudes, nossa postura em relação ao caminho que trilhamos. Somente mudando nossa forma de agir eh que podemos esperar novos resultados.

Silvia Machado Ribeiro

Segunda-Feira: Dia mundial da reflexão pós FDS. Criado pelo excesso dos sem limites.

Dani Leão

Segunda-Feira de insonia ancorada, ressaca de mar e voz de vento.

Dani Leão

Ôh coisa que revigora uma Segunda-Feira, esse tal de feriado.

Dani Leão

Segunda-feira é sempre tedioso ... mas hoje talvez seja a mais tediosa de todas as segundas. Você passa da terça em diante despercebido... por uns momentos eu quase deleto você. Só até a segunda feira voltar. Estamos no verão e as segundas são sempre ensolaradas e quentes, acompanhadas de um calor escaldante e eu quase morro de tanto calor... preciso de água, preciso de água pra não morrer. É assim que eu me sinto todos os dias em que te amo... porque o amor que eu sinto é esse calor de verão e você é a água que mata minha sede. Preciso de você, preciso de você pra não morrer! Sei que esse calor escaldante e essa sede é só mais uma estação. Mas no fundo tinha esperanças que você resolvesse matar minha sede antes que chegasse o inverno.

Beatriz Barroso Soares