Se Alguém Magoa

Cerca de 743 frases e pensamentos: Se Alguém Magoa

Quanto mais você pensar em seus infortúnios, mais poder terão eles para magoá-lo.

Voltaire

Sentem-se amados aqueles que perdoam um ao outro e que não transformam a
mágoa em munição na hora da discussão. Sente-se amado aquele que se sente
aceito, que se sente bem-vindo, que se sente inteiro. Sente-se amado aquele que
tem sua solidão respeitada, aquele que sabe que não existe assunto proibido,
que tudo pode ser dito e compreendido. Sente-se amado quem se sente seguro para
ser exatamente como é, sem inventar um personagem para a relação, pois
personagem nenhum se sustenta muito tempo. Sente-se amado quem não ofega, mas
suspira; quem não levanta a voz, mas fala; quem não concorda, mas escuta.


Agora sente-se e escute: eu te amo não diz tudo.

Martha Medeiros

‎A morte deixa uma mágoa que ninguém pode curar, o amor deixa uma memória que ninguém pode roubar.

Kahlil Gibran

Polidez em excesso é terreno fértil para a mágoa e para a intolerância.

Augusto Branco

Uma mágoa não é motivo para outra mágoa. Uma lágrima não é motivo para outra lágrima. Uma dor não é motivo para outra dor. Só o riso, o amor e o prazer merecem revanche. O resto, mais que perda de tempo… é perda de vida.

Chico Xavier

A história de nós dois.

Quando a gente gosta muito de alguém, e essa pessoa nos magoa profundamente, nos deixa com feridas que talvez nunca cicatrizem, nós muitas vezes deixamos de acreditar, nos fechamos de certo modo.Nos perguntamos o por que de isso ter acontecido justo conosco,se a gente não merecia.Então por um acaso,uma coincidência,entra alguém em nossa vida,que a principio não nos representa nada.Alguém que faz você se sentir bem,que faz você sorrir,que segura a sua mão e te faz sentir segura.Ai mais que de repente vem a sua mente tudo que ocorreu antes,com aquela pessoa que você confiou tanto e te magoou.Nesse momento você cria uma barreira,para se proteger,por mais que a pessoa faça tudo por você,você se mantém de certo modo afastado,para não se magoar. Só que a pessoa cansa,de não receber nada em troca da atenção,carinho e afeto,e simplesmente vai embora,deixa você só.E mais uma vez você está magoada,mas desta vez é diferente,a sua magoa é por ter magoado esse alguém,uma pessoa que não merecia,e nessa hora te vem a cabeça que tudo que você fez com essa pessoa tão especial,foi o que fizeram com você.O arrependimento que vem agora.é dilacerante,é uma dor inexplicável.Vem agora a cabeça que você só tem duas opções,ou você segue sua vida,deixa tudo como está,ou tenta concerta o seu erro. Nessa hora bate na porta do coração o orgulho,que te impede de ir lá e simplesmente se desculpar e pedir outra chance.Sua dor vai aumentando e você cria subterfúgios para ver a pessoa,motivos bestas mais que são óbvios.Os dias vão se tornando semanas,que se tornam meses,e nada muda,você continua com as mesmas desculpas tolas,mas sem ter uma atitude real,então ele vai ficando cada vez mais distante,vocês já quase não se falam,e o abismo entre você é evidente,mas por que você não pode só dizer a ele tudo que sente? Você não consegue,ai você para de criar desculpas para vê-lo,tenta arrumar um modo de tentar esquecer,e pra sua surpresa ele te procura,não demonstra segundas intenções,mas está ali,perto,essa é sua chance de fazer algo e mudar toda sua historia,só que as palavras não saem,falta coragem,e você deixa a chance passar.Você pensa mais uma vez em deixar tudo de lado e esquecer,mas alguma coisa no seu coração diz pra você não fazer isso.Começam então a surgir questões em sua mente que te incomodam...será que ele sente minha falta? Será que ele ainda pensa em mim? Será que ele ainda sente alguma coisa por mim? Será que algum dia ele sentiu? Vem a cabeça os momentos que vocês passaram juntos,e você sente que podia dar certo,vocês não tinham nada a vê um com o outro,eram opostos,mas quando estavam juntos nada importava,quando vocês se beijavam parecia que o mundo parava de girar,se vocês se abraçavam de repente tudo fazia sentido,então você percebe que as coisas pequenas eram as mais importantes,as que realmente faziam a diferença,e foram essas que fizeram você se apaixonar,o jeito de fazer você se sentir única e especial,como ninguém nunca havia feito.Então Deus te dá mais uma chance,e vocês ficam juntos mais uma vez,e você tenta descobrir se ele ainda sente alguma coisa por você.Ele te abraça,e o mundo para,e seu coração volta a bater,e até respirar não é importante nesse momento,vocês não estão unidos somente pelo corpo,mas por algo mais forte,mais intenso,você percebe que o sentimento ainda está ali,em algum lugar,mas que para ele também não é fácil admitir,você percebe que de alguma forma ele precisa de você,que apesar de você ter errado,ele guardava um sentimento puro,que não se contaminou.
Agora você agradece a Deus por te mandado um presente inestimável,o amor que não se acaba,que se supera todos os dias.Agradece por ter posto na sua vida aquele cara lá,que te magoou e fez você fechar seu coração,pois ai você parou de procurar,e então quem procurava por você te encontrou.E você descobre que se o amor é verdadeiro supera qualquer obstáculo, que errar é necessário,pois quando a gente acerta é esplendido.Você descobre que amar é um desejo de muitos,e privilegio de poucos.E quando acontece nós unimos muito mais que o coração,nós unimos nossas almas,e nos tornamos um só.

Renata Guimarães Pinheiro de Almeida

Minha mágoa foi porque eu tinha me preocupado tanto com você e você não teve a menor consideração. Mas deixa. Eu preciso aprender. Olha, tem muita coisa no mundo que eu não entendo, mas quer saber o que realmente não entra na minha cabeça? Como pode uma pessoa saber que te deixou triste e simplesmente não fazer nada quanto a isso? Se eu sei que deixei alguém chateado por uma atitude minha é evidente que vou procurar a pessoa, ligar, fazer alguma coisa. Jamais vou ficar quieta, na minha, sem saber o que a pessoa tá pensando ou sentindo. Se tá chorando ou com raiva. Além disso, tem o essencial: vou querer consertar. Ainda mais se a mancada foi minha. Agora me pergunto: como pode alguém cruzar os braços e deixar rolar? O que adianta dizer que eu gosto muito de você, que você é mega importante pra mim se eu te deixo triste e não faço nada pra mudar isso?

Clarissa Corrêa

Fale menos. Palavras, o vento leva; a mágoa, no entanto, fica.

Ediel

Orgulho não deveria existir, é um sentimento egoísta e auto-destrutivo.
Se ter orgulho ou razão é algo importante pra você lembre-se disto:
O orgulho não estará ao seu lado quando a pessoa que você mais ama for embora.

Vagner Santana

Por mais que a verdade doa, a sinceridade nunca magoa.

Tania Morais

Nessa horas de silêncio.
de tristeza e de amor,
Eu gosto de ouvir ao longe,
cheio de mágoa e de dor,
o sino do companaro
que fala tão alto solitário
com esse som mortuário
que nos enche de pavor.

Cassimiro de Abreu

Compreendi que pra ser feliz basta querer.
Aprendi que o tempo cura.Que mágoa passa.
Que decepção não mata e que hoje é reflexo de ontem.
Compreendi que podemos chorar sem derramar lágrimas.
Que os verdadeiros amigos permanecem.
Que dor fortalece... Que vencer engrandece.
Aprendi que sonhar não é fantasiar.
Que a beleza não está no que vemos, e sim no que sentimos!

Maitê Maia

"Compreendi que para ser feliz basta querer...
Aprendi que o tempo cura,
Que a mágoa passa,
Que a decepção não mata,
Que o hoje é reflexo de ontem...
Compreendi que podemos chorar sem derramar lágrimas,
Que os verdadeiros amigos permanecem,
Que a dor fortalece,
Que vencer engrandece...
Aprendi que sonhar não é fantasiar,
Que a beleza não está no que vemos e sim no que sentimos,
Que o valor está na conquista...
Compreendi que as palavras têm força,
Que fazer é melhor do que falar,
Que o olhar não mente,
Que viver é aprender com os erros...
Aprendi que tudo depende da vontade...
Que o melhor é ser nós mesmos...
Que o segredo da vida é VIVER!!!"

Monica

O que fazer quando angustia, ódio, magoa, amor, saudade, tristeza, certezas, incertezas, lembranças, e muita vontade de ver e ao mesmo tempo evitar ver, de querer e não querer ou mesmo nao poder, batem na pessoa tudo ao mesmo tempo?

Quando tentamos abrir os olhos para algo novo, mas este novo demora mais do que queremos, quando queremos mudar mas não conseguimos, quando quem tu quer, nunca mais estará por perto, ou mesmo, não saber se você quer ou não ela perto de novo...

Sentir aquele aperto no peito e saber q "aquela", nunca mereceu seus gestos, suas flores, seu pensamento, e agora, tão pouco seu sofrimento.

Algo que se batalha por tanto tempo, que se constrói, que se faz com amor, e você ve desmoronar como um castelo de areia á beira do mar e ñ poder fazer nada!?

Digo uma coisa, sinto tudo isso, mas acho que encontrei a resposta... amigos, isso é oque fazer

E tu, meu amigo, dizer que estou errado em sofrer tanto por alguem que não me merece, não vai adiantar, porque quanto mais passa o tempo mais eu percebo que eu me apaixonei pela pessoa errada, mas me apaixonei...

Cristiano Deon

"O ciúme exagerado é um dos mais infelizes sentimentos inerente ao ser humano. Ele magoa, fere, destrói e mata, e se pode ter estas características, como associar à isto o amor?"

Ivan Teorilang

Caso Encerrado

Quanto tempo, não sei dizer
Tanta magoa, não sei contar
So me lembro da solidão que passei
Quando vi meu castelo desmoronar

Muito embora eu esteja
Com saudades de um beijo
Minha vida e melhor assim
Esperando o momento
De viver novamente
O amor que restou em mim

Você disse que não
Volaria jamais
E pra não esquecer
Seu perdão
Hoje eu tenho razões pra duvidar
Das promessas que você faz

Pra não ser enganado
Trago o peito fechado
Quero apenas viver em paz
Nosso amor e passado
Logo e caso encerrado
E não da pra voltar atras

SIMONE

Paulinho Da Viola Toquinho

Bebo uma bebida amarga de gosto forte
E torço que ela faça vomitar toda essa magoa
Toda essa falta que você faz...

Icaro Maceió (Vinícius Queiroz)

A primeira vez

Você sempre me disse que sua maior mágoa era eu nunca ter escrito um texto sobre você. Nem que fosse te xingando, te expondo. Qualquer coisa.
Você sempre foi o único homem que me amou. E eu nunca te escrevi nem uma frase num papelzinho amassado.
Você sempre foi o único amigo que entendeu essa minha vontade de abraçar o mundo quando chega a madrugada. E o único que sempre entendeu também, depois, eu dormir meio chorando porque é impossível abraçar sequer alguém, o que dirá o mundo.
Outro dia eu encontrei um diário meu, de 99, e lá estava escrito “hoje eu larguei meu namorado sentado e dancei com ele no baile de formatura”. Ele, no caso, é você. Dei risada e lembrei que em todos esses anos, mesmo eu nunca tendo escrito nenhum texto para você, eu por diversas vezes larguei vários namorados meus, sentados, e dancei com você. Porque você é meu melhor companheiro de dança, mesmo sendo tímido e desajeitado.
Depois encontrei uma foto em que você está com um daqueles óculos escuros espelhados de maconheiro. E eu de calça colorida daquelas “bailarina”. E nessa época você não gostava de mim porque eu era a bobinha da classe. Mas eu gostava de você porque você tinha pintas e eu achava isso super sexy. E eu me achei ridícula na foto mas senti uma coisa linda por dentro do peito.
Aí lembrei que alguns anos depois, quando eu já não era mais a bobinha da classe e sim uma estagiária metida a esperta que só namorava figurões (uns babacas na verdade), você viu algum charme nisso e me roubou um beijo. Fingindo que ia desmaiar. Foi ridículo. Mas foi menos ridículo do que aquela vez, ainda na faculdade, que eu invadi seu carro e te agarrei a força. Você saiu cantando pneu e ficou quase dois anos sem falar comigo.
Eu não sei porque exatamente você não mereceu um texto meu, quando me deu meu primeiro cd do Vinícius de Morais. Ou quando me deu aquele com historinhas de crianças para eu dormir feliz. Ou mesmo quando, já de saco cheio de eu ficar com você e com mais metade da cidade, você me deu aquele cartão postal da Amazônia com um tigre enrabando uma onça.
Também não sei porque eu não escrevi um texto quando você apareceu naquela festa brega, me viu dançando no canto da mesa, e me disse a frase mais linda que eu já ouvi na minha vida “eu sei que você não gosta de mim, mas deixa eu te olhar mesmo assim”.
Talvez eu devesse ter escrito um texto para você, quando eu te pedi a única coisa que não se pede a alguém que ama a gente “me faz companhia enquanto meu namorado está viajando?”. E você fez. E você me olhava de canto de olho, se perguntando porque raios fazia isso com você mesmo. Talvez porque mesmo sabendo que eu não amava você, você continuava querendo apenas me olhar. E eu me nutria disso. Me aproveitava. Sugava seu amor para sobreviver um pouco em meio a falta de amor que eu recebia de todas as outras pessoas que diziam estar comigo.
Depois você começou a namorar uma menina e deixou, finalmente, de gostar de mim. E eu podia ter escrito um texto para você. Claro que eu senti ciúmes e senti uma falta absurda de você. Mas ainda assim, eu deixei passar em branco. Nenhuma linha sequer sobre isso.
Depois eu também podia ter escrito sobre aquele dia que você me xingou até desopilar todos os cantos do seu fígado. Eu fiquei numa tristeza sem fim. Depois pensei que a gente só odeia quem a gente ama. E fiquei feliz. Pode me xingar quanto você quiser desde que isso signifique que você ainda gosta um pouquinho de mim.
Minhas piadas, meu jeito de falar, até meu jeito de dançar ou de andar. Tudo é você. Minha personalidade é você. Quando eu berro Strokes no carro ou quando eu faço uma amiga feliz com alguma ironia barata. Tudo é você. Quando eu coloco um brinco pequeno ao invés de um grande. Ou quando eu fico em casa feliz com as minhas coisinhas. Tudo é você. Eu sou mais você do que fui qualquer homem que passou pela minha vida. E eu sempre amei infinitamente mais a sua companhia do que qualquer companhia do mundo, mesmo eu nunca tendo demonstrado isso. E, ainda assim, nunca, nunquinha, eu escrevi sequer uma palavra sobre você.
Até hoje. Até essa manhã. Em que você, pela primeira vez, foi embora sem sentir nenhuma pena nisso. Foi a primeira vez, em todos esse anos, que você simplesmente foi embora. Como se eu fosse só mais uma coisa da sua vida cheia de coisas que não são ela. E que você usa para não sentir dor ou saudade. Foi a primeira vez que você deixou eu te olhar, mesmo você não gostando de mim.
E foi por isso, porque você deixou de ser o menino que me amava e passou a ser só mais um que me usa, que você, assim como todos os outros, mereceu um texto meu.

Tati Bernardi

"Compreendi que para ser feliz basta querer...
Aprendi que o tempo cura,
Que a mágoa passa,
Que a decepção não mata,
Que o hoje é reflexo de ontem...
Compreendi que podemos chorar sem derramar lágrimas,
Que os verdadeiros amigos permanecem,
Que a dor fortalece,
Que vencer engrandece...
Aprendi que sonhar não é fantasiar,
Que a beleza não está no que vemos e sim no que sentimos,
Que o valor está na conquista...
Compreendi que as palavras têm força,
Que fazer é melhor do que falar,
Que o olhar não mente,
Que viver é aprender com os erros...
Aprendi que tudo depende da vontade...
Que o melhor é ser nós mesmos...
Que o segredo da vida é VIVER!!!"

Desconhecido

Você é forte quando pega sua mágoa e ensina a sorrir. Você é corajoso quando supera seu temor e ajuda os outros a fazer o mesmo. Você é feliz quando vê uma flor e se vê abençoado. Você é amoroso quando sua própria dor não lhe faz cego à dor dos outros. Você é sábio quando conhece os limites de sua sabedoria. Você é verdadeiro quando admite que há vezes em que você se engana. Você está vivo quando a esperança de amanhã significa mais a você do que o erro de ontem. Você é livre quando têm o controle de si e não deseja controlar os outros. Você é honrado quando descobre que sua honra é honrar os outros. Você é generoso quando pode receber tão docemente quanto você pode dar. Você é humilde quando você não sabe como pode ser humilhado. Você é atencioso quando me vê exatamente como sou e me trata exatamente como você é. Você é misericordioso quando perdoa nos outros as faltas que você condena em si mesmo. Você é belo quando não precisa que um espelho lhe conte. Você é rico quando nunca precisa mais do que o que você tem. Você é você quando está em paz com quem você não é.

Desconhecido