Saudaçao Orixas

Cerca de 25 frases e pensamentos: Saudaçao Orixas

SAUDAÇÃO

Oh geração dos afetados consumados
e consumadamente deslocados,
Tenho visto pescadores em piqueniques ao sol,
Tenho-os visto, com suas famílias mal-amanhadas,
Tenho visto seus sorrisos transbordantes de dentes
e escutado seus risos desengraçados.
E eu sou mais feliz que vós,
E eles eram mais felizes do que eu;
E os peixes nadam no lago
e não possuem nem o que vestir.

(tradução de Mário Faustino)

Ezra Pound

Num dia de tempo ruim quando da minha saudação matinal no Facebook 
" bom dia a todos e um ótimo fim de semana ""
A primeira resposta , o sol vai faltar dr!!!
Mas não faltam vcs os companheiros do nosso Face 

Raimundo grossi

Você aí que não acredita no poder dos Orixás: Bahia 3 x 0 Flamengo.

Jesus Bêbado

Não é tão simples assim...
Meu compromisso não é tão simples como me vestir e cantar aos orixás. Não se resume em uma simples festa e jamais se interrompe além das paredes do axé.
Meu compromisso vai além de iniciar um Yawò, um Ogã ou uma Ekedji.
Meu compromisso é com o Tempo que passa pelos vãos de nossos ouvidos e coração.
Meu compromisso é com a dor de nossos ancestrais envoltos em pesadas correntes, dentro de seus cativeiros.
Meu compromisso é com nossas princesas e príncipes que morreram nos porões dos navios negreiros.
Meu compromisso é com o suor e o sangue das chibatas.
Meu compromisso é com o medo de tantas etnias acorrentadas e massacradas na África.
Meu compromisso é de honrar a coragem dos nossos antepassados em manter viva crença nos Orixás e na força da natureza, mesmo com o laço mortal da forca em seus pescoços.
Meu compromisso é com Zumbi do Palmares e sua incansável luta contra o açoitamento dos seus.
Meu compromisso é de alguma forma valorizar todo sofrimento que deu força para nossa crença resistir até os dias de hoje.
Meu compromisso é na contribuição e na transmissão segura dos adurás e fundamentos tão protegidos com dor e sangue dos nossos Reis e Rainhas do Cativeiro.
Meu compromisso é com a fé inabalável e por consequência da humildade dentro e fora do axé.
Meu compromisso é com Olorum, Orumilá, Oduduà e todos os Orixás.
Meu compromisso não é agradar ninguém e sim manter viva e forte a luz de nossa fé.

Babálòrisá Fábio Ti Sòngó ArarasSP

Os Orixás não toleram pedidos materiais, e muito menos contribuem com o mal alheio. Portanto devemos ter muito critério ao bater cabeça aos pés de nosso Orixá e envolvê-lo em um pedido que não é pertinente à sua função. Orixá é luz, natureza e paz.

Babálòrisá Fábio Ti Sòngó ArarasSP

Não é tão simples assim...

Meu compromisso não é tão simples como me vestir e cantar aos orixás. Não se resume em uma simples festa e jamais se interrompe além das paredes do asé.
Meu compromisso vai além de iniciar um Yawò, um Ogã ou uma Ekedji.
Meu compromisso é com o Tempo que passa pelos vãos de nossos ouvidos e coração.
Meu compromisso é com a dor de nossos ancestrais envoltos em pesadas correntes, dentro de seus cativeiros.
Meu compromisso é com nossas princesas e príncipes que morreram nos porões dos navios negreiros.
Meu compromisso é com o suor e o sangue das chibatas.
Meu compromisso é com o medo de tantas etnias acorrentadas e massacradas na África.
Meu compromisso é de honrar a coragem dos nossos antepassados em manter viva crença nos Orixás e na força da natureza, mesmo com o laço mortal da forca em seus pescoços.
Meu compromisso é com Zumbi do Palmares e sua incansável luta contra o açoitamento dos seus.
Meu compromisso é de alguma forma valorizar todo sofrimento que deu força para nossa crença resistir até os dias de hoje.
Meu compromisso é na contribuição e na transmissão segura dos adurás e fundamentos tão protegidos com dor e sangue dos nossos Reis e Rainhas do Cativeiro.
Meu compromisso é com a fé inabalável e por consequência da humildade dentro e fora do asé.
Meu compromisso é com Olorum, Orumilá, Oduduà e todos os Orixás.
Meu compromisso não é agradar ninguém e sim manter viva e forte a luz de nossa fé.

Babálòrisá Fábio Ty Adjaosi

Capitania Bahia

No tabuleiro da baiana
arma-se o xadrez dos orixás
e na sua vez de jogar
Oxalá respeita o bispo
e põe seu cavalo a se movimentar.
É essa a essência da Bahia:
a convivência em harmonia.
Terra onde o filho de santo
passeia no Jardim de Allah.
Onde cada canto tem seu canto
e até o morro é da paciência.
Mas se alguém te provocar
não vatapá o sol com a peneira.
Espere a hora que a maré da Cidade Baixa
e vá andar na Ribeira do mar
De ponta a ponta
Humaitá essa fome de oceano
e de sobremesa água-doce
Abaeté te lambuzar
Depois dance até capoeira subir
Deixe a Bahia te invadir
com sua gente de cor
que a paleta do pintor
fez tela à óleo de dendê.
Numa beleza de até Mestre Calá a fala.
Difícil será fazer a mala
quando a viagem chegar ao Bonfim.
Mas não deixes a saudade se arvorar
pega o Caminho das Árvores
sempre que quiseres voltar.
E onde queres que vá
Todos os Santos
irão te acompanhar.
Pois a Bahia vai contigo
costurada em um patuá.

Manuella Andrade Coelho

Finalmente as pedras que estavam no caminho estão se retirando, para que eu possa passar sem tropeçar, e isso tudo é mais uma prova do meu amor e fé aos meus Orisás, que não me deixaram na mão.

Asé ô

Fernando Francischini (Nandochini)

Mesmo que as pessoas não deem um pingo de saudação à minha felicidade, eu a brindo bem aqui, na frente delas, como se não houvesse ares de conspiração contra ela.

Carol Gray

Se te mando uma mensagem de bom dia não significa so uma saudação, mais significa que penso em voce logo que eu acordo. Bom dia

Sadam da francilina

Alianças e mensagens com "eu te amo" são tão comuns como uma saudação de chegada e despedida. Aliança fica no "Oi" e o eu te amo soa como um "adeus" por tamanha repetição e tamanha falta de sentimento naquilo que diz. Esses elementos não são mais suficientes para enfatizar uma relação verdadeira, enfatizam apenas a necessidade de ter um alguém e o medo de estar só.

Thiago Conti

"Adamastô" (A versão Strekiana da saudação "नमस्ते")

burro do strek

Pensamentos ao. Vento ...
É manhã ....
Sinto o sol a nascer uma saudação por mais um dia ..
Sinto o cantar dos pássaros uma sinfonia sem igual ...
Sinto a brisa da manhã ...
Sinto a mística do lugar ...
Sinto um perfume sem igual indescritível ...
Sinto a presença de uma força maravilhosa no qual treme meu ser ...
Sinto minha alma clamando aos céus a alegria ....
Sinto a harmonia da natureza saudando a tudo em seu redor ...
Sinto a liberdade não é apenas uma condição mas um estado temporizo
Sinto que nossas almas são livres e este momento é apenas um ciclo ...
Sinto as vibrações das borboletas ao redor embelezando a paisagem ...
Sinto que tudo isto foi feito para você ...
Sinto o amor não na carne mas no espírito pois dura eternamente ...
Sinto o tempo todo a fragrância e o bater de seu coração ...
Sinto sua alma brilhante por seu olhos castanhos e cheios de ternura ...
Sinto que tudo isto foi feito pra você ...
Irmanzinha ....

Ronaldo Tadheu Abibe

Grito de Alerta! - Posse na ACADIL

Dediquei esta fala, parte da Saudação ao Patrono da cadeira 20, Poeta Luiz da Silveira Moraes, da ACADIL, por ocasião da minha posse naquela Academia de Letras, no último dia 17 de maio, como forma singela de agradecimento ao seu legado, ao seu exemplo vivo de humanidade.

Senhoras e senhores,

Não direi que não estou à altura, ou não mereço este título de acadêmico da ACADIL. Não compete a mim o julgamento de meu trabalho ou minha conduta.
Porém não vejo este título, ou qualquer outro título, ou qualquer outro cargo, como algo que me coloque em posição superior aos meus semelhantes, ou em posição de destaque.
Muito pelo contrário, qualquer título, ou função pública ou privada, nos mostra, tão somente nos mostra, a responsabilidade que temos para com nosso próximo, por termos sido aquinhoados com diferentes dons, por atuarmos em diferentes áreas do conhecimento.
E é sobre esta responsabilidade que quero lhes falar.
O Brasil e o mundo vivem um momento ímpar, e perigoso, muito perigoso, da história da humanidade.
O princípio da autoridade democrática se esvai e valores como dignidade, trabalho, honra, estudo, disciplina, respeito ao semelhante, ao bem público, à propriedade material e intelectual, respeito à criança e ao jovem, direito de ir e vir, gratidão (ah! A gratidão), valores perseguidos e abraçados pelo Luiz, por toda uma vida, foram substituídos pelos valores materiais.
Simples assim!
Os interesses menores, que nos voltaram para nossos próprios umbigos, nos tornaram céticos, como diz o Chaplin em seu discurso.
Vou além, nos tornaram amargos!
Lendo os escritos do Luiz, e refletindo sobre isso, a resposta a que chego é que, devido a tanta propaganda, nas mais diferentes esquinas da vida, passamos a valorizar a casca, não o interior; passamos a nos deter no contentor, não no conteúdo; passamos a comprar pacotes, não presentes; passamos a dar valor às grandes festas, não às singelas reuniões de amigos; passamos a levar para casa o discurso, não o foco da questão; passamos a comprar o livro pela capa, não pelo escritor ou pelo que escreve; passamos, enfim, a ficar no supérfluo, não nos aprofundando na alma da pessoa que nos fala.
Se a foto sair bem no Facebook, tá de bom tamanho...No “face” estão as perguntas e as respostas...
Perdidos nesse emaranhado de ilusões que construímos para nós mesmos, passamos a ver valor nas pessoas “saradas”, homens e mulheres; a ver como companheiro ou companheira ideal, a pessoa que se enquadre no “padrão” que nos foi vendido durante toda uma vida.
Usamos de todas as artimanhas, malhação, emagrecimento, operações das mais diversas, tingimentos e fingimentos, mas não saímos do quadrado!
Assim, “nos enquadramos” em uma Sociedade que se esqueceu como Humana, que se esqueceu como reflexo de um ser maior, bondoso, incrivelmente gentil, incrivelmente amoroso, eterno em sua sabedoria.
O que era para ser complemento passou a ser o principal, e o principal ficou esquecido em um canto de armário, cheio de poeira e teias de aranha, pedindo, clamando, por limpeza e arrumação, voltando, assim, as coisas aos devidos lugares.
- Não sou contra as coisas que nos dão mais conforto, proporcionam momentos diferentes, renovam a alma para a semana, não sou contra a evolução que conquistamos a tão duras penas.
Discordo, e com um bom discordar, veementemente, do valor que se deu ao complemento.
Vivo também a boa vida, sonho também o bom sonho, amo também o bom amar, danço também a boa dança, mas tudo a seu tempo.
Uma vida segura é construída de realidade, de leitura séria, de estudo, de trabalho, de “jogo duro”, de responsabilidade, de honra, de gratidão, não de fantasia!
Para que possamos ter o complemento, precisamos construir o principal.
Perdidos em nós mesmos esquecemos nossas origens, esquecemos que fomos feitos com o que há de melhor no Universo – Espírito, Filosofia, Sentimento e Matéria, um apoiando ao outro na medida certa, e no momento certo.
Esquecemo-nos de que o amor sublime deve ser o condutor de nossas ações, deve ser o condutor da forma como educamos nossos filhos, e do exemplo que damos a eles.
Esquecemo-nos que Educação não é a imposição de nossos conceitos, não raramente ultrapassados, mas sim, a arte de se colocar no lugar do outro, de caminhar ao lado, para compreender a fala e as necessidades do educando.
Não estamos mais acostumados à bondade, à gentileza, e deveríamos;
Não estamos mais acostumados ao “deixa prá lá”, ao perdão, que nos redime e eleva. Isso é fundamental!
E não estamos mais acostumados à felicidade que, quando alcançada, nos mostra o que é a vida, de fato, nos mostra o que é SER HUMANO.
Esquecemo-nos do que é ser amigo, mas amigo de fato!
E, infelizmente, nos esquecemos dos verdadeiros amigos, nos esquivamos do afeto, nos esquivamos da alegria de uma conversa interminável, de um afago, de um sorriso, de uma dança com a pessoa querida, de uma visita, um almoço com os “velhos”, um convite para um passeio...
“Que correria!”, “Precisamos ver”, “A gente se vê por aí”, “Nos falamos pelo face”, “Não tenho tempo!”, são as frases mais pronunciadas.
Distraídos, preocupados com o pacote, esquecemos o interior e o que há de melhor no ser humano.
E o ser humano pode ser incrível, se prestarmos a devida atenção, pode proporcionar infinitas alegrias, se nos deixarmos levar pela infinita alegria.
Se formos além do supérfluo encontraremos nosso tão desejado oásis, no meio deste deserto construído à nossa volta.
Depende de nós seguir, ou não, a estrela que nos levará a este oásis do qual vos falo.
A vida, afinal, é feita de escolhas, e podemos escolher a felicidade, podemos tentar enxergar além desta névoa que nos tem impedido de ver a luz de um novo dia, nos mantendo sempre no ontem...
Escrevi, já há alguns anos, que “a razão da existência humana é amar”. Continuo acreditando nisso!
Nascemos para o amor, para a felicidade que nos proporciona este amor, manifestado em suas mais diferentes formas, vertendo o divino para o humano.
Meus filhos, minhas noras, minhas netas e meus amigos aqui presentes, a vida é muito curta, muito mesmo. O que não vivermos hoje, o que não amarmos hoje, o que não entregarmos de corpo e alma hoje, não nos será possível repor amanhã.
O amanhã guarda seus próprios segredos!
Nossos idosos, nossas crianças, nossas mulheres e nossos homens, precisam deste humano.
Nosso país, e nosso mundo, precisam de nosso trabalho, e de nosso grito de alerta, para que as coisas voltem aos devidos lugares.
É preciso, e urgente, que voltem!
A partir deste momento, esta será minha missão como acadêmico!
Deus os ilumine e guarde, a cada dia, e em todos os dias de suas vidas.
Obrigado!

Poeta Sidarta da Silva Martins

Saudação
Muita , mas , muita saúde e paz nesse sábado maravilhoso que está dentro de todos nós...... irradiando uma energia positiva brutal e invencível !!!!!
Nunca importara o que está lá fora !!!!!!!!!!
Se sentimos cheios de energia ,não desperdiçarmos boa parte da nossa força com atitudes inflexíveis e insensatas. Adotemos sempre formas mais maleáveis de conduzir a nossa vida.NOSSO CORPO-ALMA ..... AGRADECEM !!!!!!!

Raimundo grossi

Saudação a todos quantos querem ser felizes:
Saúde e estupidez!
Isto de ter nervos
Ou de ter inteligência
Ou até de julgar que se tem uma coisa ou outra
Há-de acabar um dia...
Há-de acabar com certeza
Se os governos autoritários continuarem.

Álvaro de Campos

Saudação de Amigo

Quero ser o teu amigo
Nem de mais e nem de menos
Nem tão longe, nem tão perto
Na medida mais precisa que eu puder
Mas amar-te sem medida e ficar na tua vida
Da maneira mais amiga
Da maneira mais discreta que eu souber
Sem tirar-te a liberdade, sem jamais te sufocar
Sem forçar tua vontade, sem jamais te aprisionar
E saber quando falar e saber quando calar

Nem ausente, nem presente por demais
Fraternalmente ser amigo e dar-te a paz
A paz que o mundo não dá, a paz de Jesus.

Padre Zezinho

Eu sinto-me até envergonhado,quando uma pessoa faz uma saudação a outra,dando um bom dia,boa tarde ou boa noite, e a outra pessoa, não é nem um pouco recíproca a educação e gentileza recebida,a distinção de pessoas começa por ai,vc sendo gentil e educado só quem lhe interessa,tem interesses em comum a vc e faz parte do seu ciclo social. Gentileza e educação,parece que está se tornando cada vez mais raro hoje em dia.

Félix Magalhães Limoeiro